SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 24
Baixar para ler offline
SUREGS
CENÁRIO
Estimativa de Câncer de Mama e Colo de Útero
para o Ano de 2012/2013 – Estados da Região Nordeste
0
500
1.000
1.500
2.000
2.500
2.190
2.110
1.770
640
580
460 440 410
370
970 1.030
850
320
230
780
280 370
220
MAMA
COLO DE ÚTERO
FONTE: INCA – ESTIMATIVA 2012
SUREGS
CONCENTRAÇÃO DE MULHERES POR REGIÃO
50 A 69 ANOS/BA – 2012/2013
REGIÃO DE SAÚDE Nº DE MULHERES
2901 Centro-Leste 158.666
2902 Centro-Norte 56.241
2903 Extremo Sul 50.811
2904 Leste 349.637
2905 Nordeste 59.015
2906 Norte 69.313
2907 Oeste 55.857
2908 Sudoeste 130.791
2909 Sul 120.452
Total 1.050.783
IBGE - Censo 2012
SUREGS
INDICADOR SISPACTO
2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013
- 0,13 0,12 0,1 0,21 0,37 0,32
REFERÊNCIA: INDICADOR 8
“RAZÃO DE EXAMES DE MAMOGRAFIAS REALIZADAS NAS MULHERES DE 50 A
69 ANOS /1/2 POPULAÇÃO DA MESMA FX ETARIA”.
Meta Brasil 2012 = 0,35
Meta Bahia 2012 = 0,25
Série histórica /Bahia
DESTAQUE: De Janeiro a Novembro de 2012, o Estado da Bahia realizou 306.373 Mamografias de
Rastreamento, sendo 67.194 da Estratégia Itinerante.
Fonte: DATASUS – 2012. Para o cálculo foi considerado os procedimentos aprovados no Sistema de
Informação Ambulatorial do MS.
FONTE: Área Técnica da Saúde da Mulher/SAIS/DGC/CCVG
SUREGS
 Garantir o acesso de mulheres de 50 a 69 anos a Mamografia Bilateral
Rastreamento através da ESTRATÉGIA ITINERANTE;
 Ofertar exames para Diagnóstico do Câncer de Mama às mulheres que
apresentarem imagens inconclusivas após realização da Mamografia de
Rastreamento na ESTRATÉGIA ITINERANTE;
 Assegurar o tratamento: cirurgia, radioterapia, quimioterapia,
hormonioterapia na Rede SUS, das mulheres com diagnóstico de Câncer
de Mama identificadas na ESTRATÉGIA ITINERANTE.
PROGRAMA ESTADUAL DO RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA
ESTRATÉGIA ITINERANTE
OBJETIVOS
SUREGS
FASES ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA
Município de
Referência da região
de Itabuna
(exames
complementares)
UNIDADE MÓVEL
Estratégia Itinerante
Rastreamento Câncer de
Mama.
FASE I
FASE II
SECRETARIA MUNICIPAL DE
SAÚDE:
(UBS/USF)
NEGATIVO
IMAGEM
INCONCLUSIVA
Resultado
NEGATIVO
POSITIVO
ACESSO
Resultado
UNACON
de Referência da
Região de Saúde
FASE III
Identificação das mulheres de 50 a
69 anos
SUREGS
 Articular/Envolver a DIRES em todas as etapas da
Estratégia;
 Confirmar a participação do município através da assinatura
do Termo de Adesão;
 Confirmar/encaminhar para o município cronograma
estabelecido;
 Mobilizar junto ao Município, os parceiros e colaboradores
locais: Universidades, Sociedade Civil Organizada, Conselhos
Municipais, M. Público;
 Viabilizar os Cartões de Acompanhamento da Mulher para a
Estratégia Itinerante;
ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA
COMPETÊNCIAS: DIPRO/SESAB
SUREGS
 Disponibilizar o número gratuito 0800 724 6565 – SESAB ATENDE para as
orientações quanto à Estratégia Itinerante;
 Elaborar/Disponibilizar ao município, Nota Técnica para a divulgação da
Estratégia Itinerante;
 Realizar através da ASCOM/SESAB a divulgação da Estratégia Itinerante.
 Monitorar o desempenho da Etapa e alcance de Meta local;
 Decidir junto ao Prestador e DIRES/SESAB a manutenção do
cronograma;
 Monitorar a entrega dos resultados.
ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA
COMPETÊNCIAS:DIPRO/SESAB
SUREGS
ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA
COMPETÊNCIAS: SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE
 Identificar as mulheres na faixa etária estabelecida – 50 a 69 anos;
 Viabilizar a confecção do cartão SUS para todas as mulheres a serem atendidas
(indispensável);
 Mobilizar e programar o atendimento das mulheres conforme cronograma
estabelecido e capacidade de atendimento/dia = 140 mulheres (70/turno);
 Mobilizar os parceiros e colaboradores locais para a Estratégia Itinerante;
 Divulgar a Estratégia localmente em meios de comunicação em parceria com a
ASCOM/SESAB;
 Monitorar a divulgação no Município através do “carro de som” disponibilizado
pela SESAB através de roteiro preestabelecido;
FASE I
MAMOGRAFIA
BILATERAL
SUREGS
ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA
COMPETÊNCIAS: SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE:
 Organizar o espaço físico para a instalação da Unidade Móvel
preferencialmente em Unidade de Saúde, garantindo acomodação,
considerando a circulação diária < ou =140 pessoas/dia e o acolhimento das
mulheres;
 Verificar previamente as condições do local onde será instalada a Unidade
Móvel;
 Garantir a segurança da Unidade Móvel e da Equipe, assegurando
hospedagem e a alimentação da mesma;
 Disponibilizar os profissionais da saúde para acolhimento das mulheres na
Estratégia Itinerante;
 Garantir previamente profissionais para preenchimento do Formulário de
Requisição da Mamografia (Informações pessoais) e dos dados de
identificação do cartão de acompanhamento, considerando o período de
atendimento , estabelecendo enfermeiro de referencia para a assinatura
das fichas;
MAMOGRAFIA
BILATERAL
FASE I
SUREGS
ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA
COMPETÊNCIAS: SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE:
 Garantir que a mulher ao ser encaminhada para realização do exame tenha em
mãos o RG ou documento de identificação e Cartão SUS (obrigatório);
 Realizar a entrega dos resultados dos exames mamográficos que não necessitarem
de exames complementares;
 Aprazar no Cartão de Acompanhamento das Mulheres com “Laudo Negativo”, as
próximas mamografias, para a Rede Referenciada, considerando PROTOCOLO do
INCA.
 Identificar previamente mulheres com necessidade de mamografia diagnóstica ou
situação de risco e encaminhar a Rede Referenciada. Mulheres nessa condição não
tem o perfil para atendimento na Estratégia Itinerante;
 Organizar diariamente os espaços e manter a limpeza do local.
MAMOGRAFIA
BILATERAL
FASE I
SUREGS
ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA
ORGANIZAÇÃO ESPAÇO FÍSICO:
FASE I
SUREGS
MAMOGRAFIA
BILATERAL
SALA CONFECÇÃO
DO CARTÃO SUS
(caso a paciente não possua)
SALA DE RECEPÇÃO PARA
CADASTRO DAS MULHERES
ÁREA DE ESPERA /
ACOLHIMENTO
ÁREA DE ATENDIMENTO /
UNIDADE MÓVEL
Saída
Entrada
RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA - ESTRATÉGIA ITINERANTE
FASE II
MUNICÍPIO DEMANDANTE
 Fazer a busca ativa das mulheres com achados inconclusivos e garantir o
seu encaminhamento ao Município Executor para realização da FASE II;
 Disponibilizar profissional da saúde para acompanhar as mulheres na
FASE II;
 Garantir que as mulheres ao se deslocarem para as consultas da FASE II,
tenham em mãos os seguintes documentos:
RG ou documento de identificação e Cartão SUS (obrigatório)
EXAMES
COMPLEMENTARES
COMPETÊNCIAS: SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE:
SUREGS
RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA - ESTRATÉGIA ITINERANTE
FASE II
MUNICÍPIO EXECUTOR
“MUNICÍPIO QUE IRÁ RECEPCIONAR OS DEMAIS MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SAÚDE”
 Disponibilizar Unidade de Saúde que tenha capacidade estrutural para a
realização da FASE II:
• RECEPÇÃO COM ACOMODAÇÃO PARA NO MÍNIMO 150 PESSOAS/DIA COM SANITARIOS;
• CONSULTÓRIOS COM PIA, AR CONDICIONADO, MACA, BIOMBO, MESA AUXILIAR, CADEIRAS;
• EQUIPE DE APOIO – 02 PESSOAS;
• ALIMENTAÇÃO E HOSPEDAGEM PARA 03 A 05 TECNICOS;
EXAMES
COMPLEMENTARESCOMPETÊNCIAS: SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE:
SUREGS
ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA
COMPETÊNCIAS: PRESTADOR
 Cumprir cronograma de atendimento definido com a Diretoria de Projetos
Estratégicos- DIPRO/SESAB;
 Verificar previamente as condições para a instalação da Unidade Móvel no
Município;
 Garantir a manutenção e conservação dos equipamentos;
 Garantir equipe de atendimento na Unidade Móvel;
 Complementar o preenchimento do Formulário da Requisição de
Mamografia e do cartão de Acompanhamento;
SUREGS
ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA
COMPETÊNCIAS: PRESTADOR
 Registrar no Sistema SISMAMA (SISCAN) as informações referentes aos exames realizados;
 Encaminhar os resultados dos exames mamográficos que não necessitarem de exames
complementares, à Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de origem da mulher;
 Apresentar à SMS de origem da mulher e à DIPRO/SESAB relação nominal das mulheres
que serão encaminhadas para a FASE II – exames complementares, com suas respectivas
justificativas;
 Disponibilizar a partir de 45 dias, após a conclusão da Mamografia de Rastreamento no
Município, 50% dos resultados do diagnostico das FASE I. O prazo máximo para o
Diagnostico e entrega de 100% dos exames realizados nas FASES I e II, serão de 90 dias
contados a partir da finalização da mamografia de rastreamento na Região.
SUREGS
ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO
CÂNCER DE MAMA
REGIÕES DE SAÚDE ATENDIDAS
IRECÊ (D)
JACOBINA (D)
FEIRA DE SANTANA (D)
SEABRA (D)
ITABERABA (D)
SERRINHA (D)
BARREIRAS (D)
IBOTIRAMA (D)
SANTA MARIA DA VITÓRIA
PORTO SEGURO
TEIXEIRA DE FREITAS (D)
GUANAMBI (D)
ITAPETINGA (D)
VITÓRIA DA CONQUISTA (D)
BRUMADO (D)
VALENÇA
ITABUNA (D)
JEQUIÉ (D)
ILHÉUS (D)
PAULO AFONSO (D)
SENHOR DO BONFIM (D)
JUAZEIRO (D)
CAMAÇARI
SALVADOR (D)
CRUZ DAS ALMAS (D)
SANTO ANTÔNIO DE JESUS (D)
ALAGOINHAS (D)
RIBEIRA DO POMBAL
REGIÕES FASE I
CONCLUÍDA
REGIÕES FASE II
EM ANDAMENTO
SUREGS
REGIÕES FASE I
EM ANDAMENTO
ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO
CÂNCER DE MAMA
REGIÕES DE SAÚDE ATENDIDAS
OS RESULTADOS...
11 REGIÕES DE SAÚDE
182 - MUNICÍPIOS ATENDIDOS
MAIS DE 116.000 – MAMOGRAFIAS / Fev/2014
MAIS DE 10 MIL MULHERES COM EXAMES COMPLEMENTARES
MAIS DE 60 MULHERES COM DIAGNÓSTICO POSITIVO
100% COM TRATAMENTO REALIZADO (cirurgia, quimioterapia/radioterapia).
SUREGS
ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA
SUREGS
CRACHÁ DE IDENTIFICAÇÃO DE PACIENTE
MUNICÍPIO:
NOME:
DISTRITO/BAIRRO:
AGENTE COMUNITÁRIO:
MUNICÍPIO:
NOME:
DISTRITO/BAIRRO:
AGENTE COMUNITÁRIO:
SUREGS
PROGRAMA ESTADUAL DO RASTREAMENTO CÂNCER DE MAMA
- ESTRATÉGIA ITINERANTE -
REGIÃO DE SAÚDE DE ITABUNA
MUNICIPIO POP. MULHERES ENTRE
50 A 69 ANOS
META: 80%
(50 A 69 ANOS)
PERÍODO Nº DE DIAS
GONGOJI 592 474 10/03 A 12/03/2014 03
AURELINO LEAL 861 689 14/03 A 19/03/2014 05
UBAITABA 1.498 1.198 21/03 A 31/03/2014 09
ALMADINA 527 422 10/03 A 12/03/2014 03
ITAJUÍPE 1.651 1.321 14/03 A 25/03/2014 09
SÃO JOSÉ DA VITÓRIA 423 338 10/03 A 11/03/2014 02
JUSSARI 477 382 13/03 A 15/03/2014 03
PAU BRASIL 727 582 17/03 A 20/03/2014 04
ITAPITANGA 711 569 22/03 A 26/03/2014 04
BARRO PRETO 463 370 10/03 A 12/03/2014 03
SANTA CRUZ DA
VITÓRIA
478 382 14/03 A 17/03/2014 03
ITAJU DA COLÔNIA 496 387 19/03 A 21/03/2014 03
ITAPÉ 771 617 24/03 A 27/03/2014 04
SUREGS
2011 2012 2013
Lançamento do Saúde
Movimento-Programa
de Rastreamento do
Câncer de Mama –
“Outubro Rosa” parceria
com Voluntárias Sociais.
Edital Credenciamento
Nº005/2011.
Inicio da Estratégia
itinerante – Região
Saúde Itaberaba
Parceria com a Polícia Militar
no Outubro Rosa em conjunto
com Entidades religiosas e
filantrópicas.
Realização nas Regiões de
Seabra, Irecê, Jacobina e
Alagoinhas
Divulgação do Programa
Estadual do Rastreamento do
Câncer de Mama – Estratégia
Itinerante em Serrinha.
* Aprova Tabela de valores
Diferenciados da Tabela SUS
para procedimentos de
diagnóstico do Programa de
Rastreamento do Câncer de
Mama
Criação da DIPRO – Diretoria de Projetos
Estratégicos
Realização nas Regiões de Sto. Antônio e
Ribeirado Pombal.
Novo Edital de Credenciamento do
Programa para Programa Estadual do
Rastreamento do Câncer de Mama –
EstratégiaItinerante.
Criação do GT - Rastreamento do Câncer de
Mama.
Apresentação do Programa nos vários
Eventos( Estadual e Municipal)
Portarias Estaduais
:Nº557
Nº559
Resoluções CIB:
Nº 060/2013(FSA)
Resolução
CIB:
Nº 148/2011 *
Portaria
Nº1290/2011*
LINHA DE EVOLUÇÃO DAS AÇÕES DA ESTRTATÉGIA ITINERANTEHIA
Resolução
CIB Nº
361/2012 *
Contatos
DIRETORIA DE PROJETOS ESTRATÉGICOS - DIPRO
Superintendência de Gestão dos Sistemas de Regulação da
Atenção à Saúde – SUREGS
Tel.: (71) 3116-3940
Fax: (71) 3116-3941
SITE: www.saude.ba.gov.br/portaldipro
Cláudia Almeida – DIRETORA
SUREGS
Programa Estadual do Rastreamento do
Câncer de Mama
Essa Luta é Nossa! SUREGS

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de...
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de...Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de...
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de...comunidadedepraticas
 
Ampliação da oferta de exames - Lincoln Ferreira
Ampliação da oferta de exames - Lincoln Ferreira Ampliação da oferta de exames - Lincoln Ferreira
Ampliação da oferta de exames - Lincoln Ferreira Oncoguia
 
Novas legislações do SUS: Portaria 1654 PMAQ-AB
Novas legislações do SUS: Portaria 1654 PMAQ-ABNovas legislações do SUS: Portaria 1654 PMAQ-AB
Novas legislações do SUS: Portaria 1654 PMAQ-ABLeonardo Savassi
 
Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica - PM...
Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica - PM...Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica - PM...
Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica - PM...comunidadedepraticas
 
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB em Bauru-SP - Secretaria Municipal ...
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB em Bauru-SP - Secretaria Municipal ...Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB em Bauru-SP - Secretaria Municipal ...
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB em Bauru-SP - Secretaria Municipal ...comunidadedepraticas
 
Expansão e Fortalecimento da Rede Oncológica - Marisa Madi
Expansão e Fortalecimento da Rede Oncológica - Marisa MadiExpansão e Fortalecimento da Rede Oncológica - Marisa Madi
Expansão e Fortalecimento da Rede Oncológica - Marisa MadiOncoguia
 
Redes de Atenção à Saúde: Prioridades - Sandro Martins
Redes de Atenção à Saúde: Prioridades - Sandro MartinsRedes de Atenção à Saúde: Prioridades - Sandro Martins
Redes de Atenção à Saúde: Prioridades - Sandro MartinsOncoguia
 
Pmaq curso apresentação5_cenários 2o ciclo
Pmaq curso apresentação5_cenários 2o cicloPmaq curso apresentação5_cenários 2o ciclo
Pmaq curso apresentação5_cenários 2o ciclouniversaude
 
Radioterapia no Brasil - Eduardo Weltman
Radioterapia no Brasil - Eduardo WeltmanRadioterapia no Brasil - Eduardo Weltman
Radioterapia no Brasil - Eduardo WeltmanOncoguia
 
Tratamento fora do domicílio
Tratamento fora do domicílioTratamento fora do domicílio
Tratamento fora do domicíliolaragabas
 
Expansão da radioterapia - Marco Aurélio
Expansão da radioterapia - Marco AurélioExpansão da radioterapia - Marco Aurélio
Expansão da radioterapia - Marco AurélioOncoguia
 
PMAQ Oficina BA
PMAQ Oficina BAPMAQ Oficina BA
PMAQ Oficina BAtmunicipal
 
Lei dos 60 dias, SISCAN e Portaria 140 - Sandro Martins
Lei dos 60 dias, SISCAN e Portaria 140 - Sandro Martins Lei dos 60 dias, SISCAN e Portaria 140 - Sandro Martins
Lei dos 60 dias, SISCAN e Portaria 140 - Sandro Martins Oncoguia
 

Mais procurados (20)

Amaq nasf
Amaq nasfAmaq nasf
Amaq nasf
 
Guia orientador
Guia orientador Guia orientador
Guia orientador
 
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de...
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de...Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de...
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB na Paraíba - Secretaria Estadual de...
 
Ampliação da oferta de exames - Lincoln Ferreira
Ampliação da oferta de exames - Lincoln Ferreira Ampliação da oferta de exames - Lincoln Ferreira
Ampliação da oferta de exames - Lincoln Ferreira
 
Novas legislações do SUS: Portaria 1654 PMAQ-AB
Novas legislações do SUS: Portaria 1654 PMAQ-ABNovas legislações do SUS: Portaria 1654 PMAQ-AB
Novas legislações do SUS: Portaria 1654 PMAQ-AB
 
Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica - PM...
Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica - PM...Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica - PM...
Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica - PM...
 
Manual regulacao ambulatorial2_20140606
Manual regulacao ambulatorial2_20140606Manual regulacao ambulatorial2_20140606
Manual regulacao ambulatorial2_20140606
 
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB em Bauru-SP - Secretaria Municipal ...
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB em Bauru-SP - Secretaria Municipal ...Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB em Bauru-SP - Secretaria Municipal ...
Reflexões sobre a implantação do e-SUS/AB em Bauru-SP - Secretaria Municipal ...
 
CT Conjunta - 22.03.16 - Vigiasus - Experiência do Paraná com Incentivo de Re...
CT Conjunta - 22.03.16 - Vigiasus - Experiência do Paraná com Incentivo de Re...CT Conjunta - 22.03.16 - Vigiasus - Experiência do Paraná com Incentivo de Re...
CT Conjunta - 22.03.16 - Vigiasus - Experiência do Paraná com Incentivo de Re...
 
Implantação da Linha de Cuidado integral a Saúde da Pessoa em Situação e Viol...
Implantação da Linha de Cuidado integral a Saúde da Pessoa em Situação e Viol...Implantação da Linha de Cuidado integral a Saúde da Pessoa em Situação e Viol...
Implantação da Linha de Cuidado integral a Saúde da Pessoa em Situação e Viol...
 
Expansão e Fortalecimento da Rede Oncológica - Marisa Madi
Expansão e Fortalecimento da Rede Oncológica - Marisa MadiExpansão e Fortalecimento da Rede Oncológica - Marisa Madi
Expansão e Fortalecimento da Rede Oncológica - Marisa Madi
 
Redes de Atenção à Saúde: Prioridades - Sandro Martins
Redes de Atenção à Saúde: Prioridades - Sandro MartinsRedes de Atenção à Saúde: Prioridades - Sandro Martins
Redes de Atenção à Saúde: Prioridades - Sandro Martins
 
Pmaq curso apresentação5_cenários 2o ciclo
Pmaq curso apresentação5_cenários 2o cicloPmaq curso apresentação5_cenários 2o ciclo
Pmaq curso apresentação5_cenários 2o ciclo
 
Pmaq geres 01
Pmaq geres 01Pmaq geres 01
Pmaq geres 01
 
Radioterapia no Brasil - Eduardo Weltman
Radioterapia no Brasil - Eduardo WeltmanRadioterapia no Brasil - Eduardo Weltman
Radioterapia no Brasil - Eduardo Weltman
 
Tratamento fora do domicílio
Tratamento fora do domicílioTratamento fora do domicílio
Tratamento fora do domicílio
 
Expansão da radioterapia - Marco Aurélio
Expansão da radioterapia - Marco AurélioExpansão da radioterapia - Marco Aurélio
Expansão da radioterapia - Marco Aurélio
 
PMAQ Oficina BA
PMAQ Oficina BAPMAQ Oficina BA
PMAQ Oficina BA
 
Redes de Atenção à Saúde: Planejamento Regional Integrado
Redes de Atenção à Saúde: Planejamento Regional IntegradoRedes de Atenção à Saúde: Planejamento Regional Integrado
Redes de Atenção à Saúde: Planejamento Regional Integrado
 
Lei dos 60 dias, SISCAN e Portaria 140 - Sandro Martins
Lei dos 60 dias, SISCAN e Portaria 140 - Sandro Martins Lei dos 60 dias, SISCAN e Portaria 140 - Sandro Martins
Lei dos 60 dias, SISCAN e Portaria 140 - Sandro Martins
 

Destaque

CÂ N C E R D E M A M A
CÂ N C E R  D E  M A M ACÂ N C E R  D E  M A M A
CÂ N C E R D E M A M Aguest6791d1
 
Aplicativo Outubro Rosa Tacaruna
Aplicativo Outubro Rosa TacarunaAplicativo Outubro Rosa Tacaruna
Aplicativo Outubro Rosa Tacarunafishybr
 
1770-L - Rede Câncer nº 9 - Ações de controle do câncer de mama e do colo do ...
1770-L - Rede Câncer nº 9 - Ações de controle do câncer de mama e do colo do ...1770-L - Rede Câncer nº 9 - Ações de controle do câncer de mama e do colo do ...
1770-L - Rede Câncer nº 9 - Ações de controle do câncer de mama e do colo do ...bibliotecasaude
 
Apresentação de sábado
Apresentação de sábadoApresentação de sábado
Apresentação de sábadoCarlos Lima
 
Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...
Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...
Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...Eno Filho
 
Se cuidar está na moda
Se cuidar está na modaSe cuidar está na moda
Se cuidar está na modaluisadettoni
 
Auto exame
Auto exameAuto exame
Auto exameSesauTO
 
Cartilha Campanha Outubro Rosa 2014 - Câncer de Mama: é preciso falar disso
Cartilha Campanha Outubro Rosa 2014 - Câncer de Mama: é preciso falar dissoCartilha Campanha Outubro Rosa 2014 - Câncer de Mama: é preciso falar disso
Cartilha Campanha Outubro Rosa 2014 - Câncer de Mama: é preciso falar dissoFarmacêutico Digital
 
Câncer de Mama - SIPAT 2013
Câncer de Mama - SIPAT 2013Câncer de Mama - SIPAT 2013
Câncer de Mama - SIPAT 2013Camila Ferreira
 
Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.
Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.
Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.biankathamara
 

Destaque (20)

CÂ N C E R D E M A M A
CÂ N C E R  D E  M A M ACÂ N C E R  D E  M A M A
CÂ N C E R D E M A M A
 
Aplicativo Outubro Rosa Tacaruna
Aplicativo Outubro Rosa TacarunaAplicativo Outubro Rosa Tacaruna
Aplicativo Outubro Rosa Tacaruna
 
1770-L - Rede Câncer nº 9 - Ações de controle do câncer de mama e do colo do ...
1770-L - Rede Câncer nº 9 - Ações de controle do câncer de mama e do colo do ...1770-L - Rede Câncer nº 9 - Ações de controle do câncer de mama e do colo do ...
1770-L - Rede Câncer nº 9 - Ações de controle do câncer de mama e do colo do ...
 
Auto-Exame de Mamas - IBCC
Auto-Exame de Mamas - IBCCAuto-Exame de Mamas - IBCC
Auto-Exame de Mamas - IBCC
 
Câncer de colo
Câncer de coloCâncer de colo
Câncer de colo
 
Gin 3 corrimento vaginal
Gin 3 corrimento vaginalGin 3 corrimento vaginal
Gin 3 corrimento vaginal
 
Mama amiga
Mama amigaMama amiga
Mama amiga
 
Apresentação de sábado
Apresentação de sábadoApresentação de sábado
Apresentação de sábado
 
Câncer de mama
Câncer de mamaCâncer de mama
Câncer de mama
 
Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...
Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...
Prevenção do câncer de colo uterino e mama e prevenção dos excessos de preven...
 
Se cuidar está na moda
Se cuidar está na modaSe cuidar está na moda
Se cuidar está na moda
 
Auto exame
Auto exameAuto exame
Auto exame
 
Tudo sobre a Saúde da Mama
Tudo sobre a Saúde da MamaTudo sobre a Saúde da Mama
Tudo sobre a Saúde da Mama
 
Cartilha Campanha Outubro Rosa 2014 - Câncer de Mama: é preciso falar disso
Cartilha Campanha Outubro Rosa 2014 - Câncer de Mama: é preciso falar dissoCartilha Campanha Outubro Rosa 2014 - Câncer de Mama: é preciso falar disso
Cartilha Campanha Outubro Rosa 2014 - Câncer de Mama: é preciso falar disso
 
Ca de mama
Ca de mamaCa de mama
Ca de mama
 
Auto Exame Das Mamas
Auto Exame Das MamasAuto Exame Das Mamas
Auto Exame Das Mamas
 
Câncer de mama
Câncer de mamaCâncer de mama
Câncer de mama
 
Câncer de Mama - SIPAT 2013
Câncer de Mama - SIPAT 2013Câncer de Mama - SIPAT 2013
Câncer de Mama - SIPAT 2013
 
Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.
Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.
Câncer de Mama uma visão mais objetiva do assunto.
 
Mamografia
MamografiaMamografia
Mamografia
 

Semelhante a Programa de maografia 2014 de itapé

Secretaria de saúde de serra talhada
Secretaria de saúde de serra talhadaSecretaria de saúde de serra talhada
Secretaria de saúde de serra talhadaEvandro Lira
 
200314-Exposição SecSaúde Câmara de Paracuru-CE
200314-Exposição SecSaúde Câmara de Paracuru-CE200314-Exposição SecSaúde Câmara de Paracuru-CE
200314-Exposição SecSaúde Câmara de Paracuru-CEFrancisco Luz
 
Apresentação seminário
Apresentação seminárioApresentação seminário
Apresentação seminárioLiene Campos
 
Apresentação seminário
Apresentação seminárioApresentação seminário
Apresentação seminárioLiene Campos
 
Apresentação seminário
Apresentação seminárioApresentação seminário
Apresentação seminárioLiene Campos
 
Apresentação seminário
Apresentação seminárioApresentação seminário
Apresentação seminárioLiene Campos
 
Apresentação seminário
Apresentação seminárioApresentação seminário
Apresentação seminárioLiene Campos
 
Relatório de atividades do conselho de 18 7-2014 a 01-08-2014
Relatório de atividades do conselho de  18 7-2014 a 01-08-2014Relatório de atividades do conselho de  18 7-2014 a 01-08-2014
Relatório de atividades do conselho de 18 7-2014 a 01-08-2014cmspg
 
Relatório de atividades do CMS de 18/07/14 a 01/08/14
Relatório de atividades do CMS de 18/07/14 a 01/08/14Relatório de atividades do CMS de 18/07/14 a 01/08/14
Relatório de atividades do CMS de 18/07/14 a 01/08/14cmspg
 
Relatório de atividades do conselho de 18 7-2014 a 01-08-2014
Relatório de atividades do conselho de  18 7-2014 a 01-08-2014Relatório de atividades do conselho de  18 7-2014 a 01-08-2014
Relatório de atividades do conselho de 18 7-2014 a 01-08-2014cmspg
 
Edital igararassu-pe-03-2020
Edital igararassu-pe-03-2020Edital igararassu-pe-03-2020
Edital igararassu-pe-03-2020BrunaOliveira709
 
Infraestrutura Ideal em Oncologia - Patrícia Sampaio
Infraestrutura Ideal em Oncologia - Patrícia SampaioInfraestrutura Ideal em Oncologia - Patrícia Sampaio
Infraestrutura Ideal em Oncologia - Patrícia SampaioOncoguia
 
Humanização do Parto
Humanização do PartoHumanização do Parto
Humanização do PartoTâmara Lessa
 
Relatório de atividades do CMS de 18/07/14 a 01/08/14
Relatório de atividades do CMS de 18/07/14 a 01/08/14Relatório de atividades do CMS de 18/07/14 a 01/08/14
Relatório de atividades do CMS de 18/07/14 a 01/08/14cmspg
 

Semelhante a Programa de maografia 2014 de itapé (20)

Programa Estadual Controle Câncer de Mama - Junho 2013
Programa Estadual Controle Câncer de Mama - Junho 2013Programa Estadual Controle Câncer de Mama - Junho 2013
Programa Estadual Controle Câncer de Mama - Junho 2013
 
“A Importância dos Sistemas Logísticos e de Apoio para a Gestão Municipal”.
“A Importância dos Sistemas Logísticos e de Apoio para a Gestão Municipal”.“A Importância dos Sistemas Logísticos e de Apoio para a Gestão Municipal”.
“A Importância dos Sistemas Logísticos e de Apoio para a Gestão Municipal”.
 
Secretaria de saúde de serra talhada
Secretaria de saúde de serra talhadaSecretaria de saúde de serra talhada
Secretaria de saúde de serra talhada
 
Aspectos Relevantes da Política Municipal de Saúde – UBS Integral: Perspectiv...
Aspectos Relevantes da Política Municipal de Saúde – UBS Integral: Perspectiv...Aspectos Relevantes da Política Municipal de Saúde – UBS Integral: Perspectiv...
Aspectos Relevantes da Política Municipal de Saúde – UBS Integral: Perspectiv...
 
Vigilância em Saúde e o SUS “ Um pouco da história e da organização na cida...
Vigilância em Saúde e o SUS  “ Um pouco da história e da organização na cida...Vigilância em Saúde e o SUS  “ Um pouco da história e da organização na cida...
Vigilância em Saúde e o SUS “ Um pouco da história e da organização na cida...
 
200314-Exposição SecSaúde Câmara de Paracuru-CE
200314-Exposição SecSaúde Câmara de Paracuru-CE200314-Exposição SecSaúde Câmara de Paracuru-CE
200314-Exposição SecSaúde Câmara de Paracuru-CE
 
Apresentação seminário
Apresentação seminárioApresentação seminário
Apresentação seminário
 
Apresentação seminário
Apresentação seminárioApresentação seminário
Apresentação seminário
 
Apresentação seminário
Apresentação seminárioApresentação seminário
Apresentação seminário
 
Apresentação seminário
Apresentação seminárioApresentação seminário
Apresentação seminário
 
Apresentação seminário
Apresentação seminárioApresentação seminário
Apresentação seminário
 
Fique sabendo estratégia de mobilização_2012
Fique sabendo   estratégia de mobilização_2012Fique sabendo   estratégia de mobilização_2012
Fique sabendo estratégia de mobilização_2012
 
Relatório de atividades do conselho de 18 7-2014 a 01-08-2014
Relatório de atividades do conselho de  18 7-2014 a 01-08-2014Relatório de atividades do conselho de  18 7-2014 a 01-08-2014
Relatório de atividades do conselho de 18 7-2014 a 01-08-2014
 
Relatório de atividades do CMS de 18/07/14 a 01/08/14
Relatório de atividades do CMS de 18/07/14 a 01/08/14Relatório de atividades do CMS de 18/07/14 a 01/08/14
Relatório de atividades do CMS de 18/07/14 a 01/08/14
 
Relatório de atividades do conselho de 18 7-2014 a 01-08-2014
Relatório de atividades do conselho de  18 7-2014 a 01-08-2014Relatório de atividades do conselho de  18 7-2014 a 01-08-2014
Relatório de atividades do conselho de 18 7-2014 a 01-08-2014
 
Edital igararassu-pe-03-2020
Edital igararassu-pe-03-2020Edital igararassu-pe-03-2020
Edital igararassu-pe-03-2020
 
Infraestrutura Ideal em Oncologia - Patrícia Sampaio
Infraestrutura Ideal em Oncologia - Patrícia SampaioInfraestrutura Ideal em Oncologia - Patrícia Sampaio
Infraestrutura Ideal em Oncologia - Patrícia Sampaio
 
Humanização do Parto
Humanização do PartoHumanização do Parto
Humanização do Parto
 
Fórum de Maternidades do Estado de São Paulo 2020
Fórum de Maternidades do Estado de São Paulo 2020Fórum de Maternidades do Estado de São Paulo 2020
Fórum de Maternidades do Estado de São Paulo 2020
 
Relatório de atividades do CMS de 18/07/14 a 01/08/14
Relatório de atividades do CMS de 18/07/14 a 01/08/14Relatório de atividades do CMS de 18/07/14 a 01/08/14
Relatório de atividades do CMS de 18/07/14 a 01/08/14
 

Mais de Tiago Simeão

PLANO DE GOVERNO DE NAELITON ROSA PINTO DE ITAPÉ
PLANO DE GOVERNO DE NAELITON ROSA PINTO DE ITAPÉPLANO DE GOVERNO DE NAELITON ROSA PINTO DE ITAPÉ
PLANO DE GOVERNO DE NAELITON ROSA PINTO DE ITAPÉTiago Simeão
 
PLANO DE GOVERNO - NAELITON 11
PLANO DE GOVERNO - NAELITON 11PLANO DE GOVERNO - NAELITON 11
PLANO DE GOVERNO - NAELITON 11Tiago Simeão
 
OBRAS SOLICITADAS PELO PREFEITO PEDRÃO JUNTO AO ESTADO
OBRAS SOLICITADAS PELO PREFEITO PEDRÃO JUNTO AO ESTADOOBRAS SOLICITADAS PELO PREFEITO PEDRÃO JUNTO AO ESTADO
OBRAS SOLICITADAS PELO PREFEITO PEDRÃO JUNTO AO ESTADOTiago Simeão
 
Ofício nº455 itapé
Ofício nº455 itapéOfício nº455 itapé
Ofício nº455 itapéTiago Simeão
 
Detalhar proposta-repasses-exercicios-futuros
Detalhar proposta-repasses-exercicios-futurosDetalhar proposta-repasses-exercicios-futuros
Detalhar proposta-repasses-exercicios-futurosTiago Simeão
 
Ofício nº191 ITAPÉ - VISITA DO GOVERNADOR
Ofício nº191 ITAPÉ - VISITA DO GOVERNADOROfício nº191 ITAPÉ - VISITA DO GOVERNADOR
Ofício nº191 ITAPÉ - VISITA DO GOVERNADORTiago Simeão
 
III confrência de saúde de itapé
III confrência de saúde de itapéIII confrência de saúde de itapé
III confrência de saúde de itapéTiago Simeão
 
Edital eleição para conselho tutelar em itapé
Edital eleição para conselho tutelar em itapéEdital eleição para conselho tutelar em itapé
Edital eleição para conselho tutelar em itapéTiago Simeão
 
ITAPÉ: TCM ARQUIVA DENÚNCIA CONTRA O PREFEITO PEDRÃO .odt
ITAPÉ: TCM ARQUIVA DENÚNCIA CONTRA O PREFEITO PEDRÃO .odtITAPÉ: TCM ARQUIVA DENÚNCIA CONTRA O PREFEITO PEDRÃO .odt
ITAPÉ: TCM ARQUIVA DENÚNCIA CONTRA O PREFEITO PEDRÃO .odtTiago Simeão
 
Decreto - Itapé notícias
Decreto - Itapé notíciasDecreto - Itapé notícias
Decreto - Itapé notíciasTiago Simeão
 
Mensagem do prefeito pedrão
Mensagem do prefeito pedrãoMensagem do prefeito pedrão
Mensagem do prefeito pedrãoTiago Simeão
 
Lançamento de livro
Lançamento de livroLançamento de livro
Lançamento de livroTiago Simeão
 
Apresentação barragem do Rio Colonia
Apresentação barragem do Rio Colonia Apresentação barragem do Rio Colonia
Apresentação barragem do Rio Colonia Tiago Simeão
 
Oficio circular - Entrega de máquinas para Itapé
Oficio circular - Entrega de máquinas para ItapéOficio circular - Entrega de máquinas para Itapé
Oficio circular - Entrega de máquinas para ItapéTiago Simeão
 
Orientacao para apresentacao de projetos na bahiatursa6 01
Orientacao para apresentacao de projetos na bahiatursa6 01Orientacao para apresentacao de projetos na bahiatursa6 01
Orientacao para apresentacao de projetos na bahiatursa6 01Tiago Simeão
 
Ata com os gestores e professores
Ata com os gestores e professoresAta com os gestores e professores
Ata com os gestores e professoresTiago Simeão
 

Mais de Tiago Simeão (20)

PLANO DE GOVERNO DE NAELITON ROSA PINTO DE ITAPÉ
PLANO DE GOVERNO DE NAELITON ROSA PINTO DE ITAPÉPLANO DE GOVERNO DE NAELITON ROSA PINTO DE ITAPÉ
PLANO DE GOVERNO DE NAELITON ROSA PINTO DE ITAPÉ
 
PLANO DE GOVERNO - NAELITON 11
PLANO DE GOVERNO - NAELITON 11PLANO DE GOVERNO - NAELITON 11
PLANO DE GOVERNO - NAELITON 11
 
OBRAS SOLICITADAS PELO PREFEITO PEDRÃO JUNTO AO ESTADO
OBRAS SOLICITADAS PELO PREFEITO PEDRÃO JUNTO AO ESTADOOBRAS SOLICITADAS PELO PREFEITO PEDRÃO JUNTO AO ESTADO
OBRAS SOLICITADAS PELO PREFEITO PEDRÃO JUNTO AO ESTADO
 
Ofício nº455 itapé
Ofício nº455 itapéOfício nº455 itapé
Ofício nº455 itapé
 
Detalhar proposta-repasses-exercicios-futuros
Detalhar proposta-repasses-exercicios-futurosDetalhar proposta-repasses-exercicios-futuros
Detalhar proposta-repasses-exercicios-futuros
 
Convênio da Saúde
Convênio da SaúdeConvênio da Saúde
Convênio da Saúde
 
Ofício nº191 ITAPÉ - VISITA DO GOVERNADOR
Ofício nº191 ITAPÉ - VISITA DO GOVERNADOROfício nº191 ITAPÉ - VISITA DO GOVERNADOR
Ofício nº191 ITAPÉ - VISITA DO GOVERNADOR
 
Doze regras simples
Doze regras simplesDoze regras simples
Doze regras simples
 
III confrência de saúde de itapé
III confrência de saúde de itapéIII confrência de saúde de itapé
III confrência de saúde de itapé
 
Edital eleição para conselho tutelar em itapé
Edital eleição para conselho tutelar em itapéEdital eleição para conselho tutelar em itapé
Edital eleição para conselho tutelar em itapé
 
12070 14.odt (1)
12070 14.odt (1)12070 14.odt (1)
12070 14.odt (1)
 
ITAPÉ: TCM ARQUIVA DENÚNCIA CONTRA O PREFEITO PEDRÃO .odt
ITAPÉ: TCM ARQUIVA DENÚNCIA CONTRA O PREFEITO PEDRÃO .odtITAPÉ: TCM ARQUIVA DENÚNCIA CONTRA O PREFEITO PEDRÃO .odt
ITAPÉ: TCM ARQUIVA DENÚNCIA CONTRA O PREFEITO PEDRÃO .odt
 
Decreto - Itapé notícias
Decreto - Itapé notíciasDecreto - Itapé notícias
Decreto - Itapé notícias
 
Mensagem do prefeito pedrão
Mensagem do prefeito pedrãoMensagem do prefeito pedrão
Mensagem do prefeito pedrão
 
Lançamento de livro
Lançamento de livroLançamento de livro
Lançamento de livro
 
Apresentação barragem do Rio Colonia
Apresentação barragem do Rio Colonia Apresentação barragem do Rio Colonia
Apresentação barragem do Rio Colonia
 
Oficio circular - Entrega de máquinas para Itapé
Oficio circular - Entrega de máquinas para ItapéOficio circular - Entrega de máquinas para Itapé
Oficio circular - Entrega de máquinas para Itapé
 
Orientacao para apresentacao de projetos na bahiatursa6 01
Orientacao para apresentacao de projetos na bahiatursa6 01Orientacao para apresentacao de projetos na bahiatursa6 01
Orientacao para apresentacao de projetos na bahiatursa6 01
 
EXTRATO DO FUNDEB
EXTRATO DO FUNDEBEXTRATO DO FUNDEB
EXTRATO DO FUNDEB
 
Ata com os gestores e professores
Ata com os gestores e professoresAta com os gestores e professores
Ata com os gestores e professores
 

Programa de maografia 2014 de itapé

  • 2. CENÁRIO Estimativa de Câncer de Mama e Colo de Útero para o Ano de 2012/2013 – Estados da Região Nordeste 0 500 1.000 1.500 2.000 2.500 2.190 2.110 1.770 640 580 460 440 410 370 970 1.030 850 320 230 780 280 370 220 MAMA COLO DE ÚTERO FONTE: INCA – ESTIMATIVA 2012 SUREGS
  • 3. CONCENTRAÇÃO DE MULHERES POR REGIÃO 50 A 69 ANOS/BA – 2012/2013 REGIÃO DE SAÚDE Nº DE MULHERES 2901 Centro-Leste 158.666 2902 Centro-Norte 56.241 2903 Extremo Sul 50.811 2904 Leste 349.637 2905 Nordeste 59.015 2906 Norte 69.313 2907 Oeste 55.857 2908 Sudoeste 130.791 2909 Sul 120.452 Total 1.050.783 IBGE - Censo 2012 SUREGS
  • 4. INDICADOR SISPACTO 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 - 0,13 0,12 0,1 0,21 0,37 0,32 REFERÊNCIA: INDICADOR 8 “RAZÃO DE EXAMES DE MAMOGRAFIAS REALIZADAS NAS MULHERES DE 50 A 69 ANOS /1/2 POPULAÇÃO DA MESMA FX ETARIA”. Meta Brasil 2012 = 0,35 Meta Bahia 2012 = 0,25 Série histórica /Bahia DESTAQUE: De Janeiro a Novembro de 2012, o Estado da Bahia realizou 306.373 Mamografias de Rastreamento, sendo 67.194 da Estratégia Itinerante. Fonte: DATASUS – 2012. Para o cálculo foi considerado os procedimentos aprovados no Sistema de Informação Ambulatorial do MS. FONTE: Área Técnica da Saúde da Mulher/SAIS/DGC/CCVG SUREGS
  • 5.  Garantir o acesso de mulheres de 50 a 69 anos a Mamografia Bilateral Rastreamento através da ESTRATÉGIA ITINERANTE;  Ofertar exames para Diagnóstico do Câncer de Mama às mulheres que apresentarem imagens inconclusivas após realização da Mamografia de Rastreamento na ESTRATÉGIA ITINERANTE;  Assegurar o tratamento: cirurgia, radioterapia, quimioterapia, hormonioterapia na Rede SUS, das mulheres com diagnóstico de Câncer de Mama identificadas na ESTRATÉGIA ITINERANTE. PROGRAMA ESTADUAL DO RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA ESTRATÉGIA ITINERANTE OBJETIVOS SUREGS
  • 6. FASES ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA Município de Referência da região de Itabuna (exames complementares) UNIDADE MÓVEL Estratégia Itinerante Rastreamento Câncer de Mama. FASE I FASE II SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE: (UBS/USF) NEGATIVO IMAGEM INCONCLUSIVA Resultado NEGATIVO POSITIVO ACESSO Resultado UNACON de Referência da Região de Saúde FASE III Identificação das mulheres de 50 a 69 anos SUREGS
  • 7.  Articular/Envolver a DIRES em todas as etapas da Estratégia;  Confirmar a participação do município através da assinatura do Termo de Adesão;  Confirmar/encaminhar para o município cronograma estabelecido;  Mobilizar junto ao Município, os parceiros e colaboradores locais: Universidades, Sociedade Civil Organizada, Conselhos Municipais, M. Público;  Viabilizar os Cartões de Acompanhamento da Mulher para a Estratégia Itinerante; ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA COMPETÊNCIAS: DIPRO/SESAB SUREGS
  • 8.  Disponibilizar o número gratuito 0800 724 6565 – SESAB ATENDE para as orientações quanto à Estratégia Itinerante;  Elaborar/Disponibilizar ao município, Nota Técnica para a divulgação da Estratégia Itinerante;  Realizar através da ASCOM/SESAB a divulgação da Estratégia Itinerante.  Monitorar o desempenho da Etapa e alcance de Meta local;  Decidir junto ao Prestador e DIRES/SESAB a manutenção do cronograma;  Monitorar a entrega dos resultados. ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA COMPETÊNCIAS:DIPRO/SESAB SUREGS
  • 9. ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA COMPETÊNCIAS: SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE  Identificar as mulheres na faixa etária estabelecida – 50 a 69 anos;  Viabilizar a confecção do cartão SUS para todas as mulheres a serem atendidas (indispensável);  Mobilizar e programar o atendimento das mulheres conforme cronograma estabelecido e capacidade de atendimento/dia = 140 mulheres (70/turno);  Mobilizar os parceiros e colaboradores locais para a Estratégia Itinerante;  Divulgar a Estratégia localmente em meios de comunicação em parceria com a ASCOM/SESAB;  Monitorar a divulgação no Município através do “carro de som” disponibilizado pela SESAB através de roteiro preestabelecido; FASE I MAMOGRAFIA BILATERAL SUREGS
  • 10. ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA COMPETÊNCIAS: SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE:  Organizar o espaço físico para a instalação da Unidade Móvel preferencialmente em Unidade de Saúde, garantindo acomodação, considerando a circulação diária < ou =140 pessoas/dia e o acolhimento das mulheres;  Verificar previamente as condições do local onde será instalada a Unidade Móvel;  Garantir a segurança da Unidade Móvel e da Equipe, assegurando hospedagem e a alimentação da mesma;  Disponibilizar os profissionais da saúde para acolhimento das mulheres na Estratégia Itinerante;  Garantir previamente profissionais para preenchimento do Formulário de Requisição da Mamografia (Informações pessoais) e dos dados de identificação do cartão de acompanhamento, considerando o período de atendimento , estabelecendo enfermeiro de referencia para a assinatura das fichas; MAMOGRAFIA BILATERAL FASE I SUREGS
  • 11. ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA COMPETÊNCIAS: SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE:  Garantir que a mulher ao ser encaminhada para realização do exame tenha em mãos o RG ou documento de identificação e Cartão SUS (obrigatório);  Realizar a entrega dos resultados dos exames mamográficos que não necessitarem de exames complementares;  Aprazar no Cartão de Acompanhamento das Mulheres com “Laudo Negativo”, as próximas mamografias, para a Rede Referenciada, considerando PROTOCOLO do INCA.  Identificar previamente mulheres com necessidade de mamografia diagnóstica ou situação de risco e encaminhar a Rede Referenciada. Mulheres nessa condição não tem o perfil para atendimento na Estratégia Itinerante;  Organizar diariamente os espaços e manter a limpeza do local. MAMOGRAFIA BILATERAL FASE I SUREGS
  • 12. ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA ORGANIZAÇÃO ESPAÇO FÍSICO: FASE I SUREGS MAMOGRAFIA BILATERAL SALA CONFECÇÃO DO CARTÃO SUS (caso a paciente não possua) SALA DE RECEPÇÃO PARA CADASTRO DAS MULHERES ÁREA DE ESPERA / ACOLHIMENTO ÁREA DE ATENDIMENTO / UNIDADE MÓVEL Saída Entrada
  • 13. RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA - ESTRATÉGIA ITINERANTE FASE II MUNICÍPIO DEMANDANTE  Fazer a busca ativa das mulheres com achados inconclusivos e garantir o seu encaminhamento ao Município Executor para realização da FASE II;  Disponibilizar profissional da saúde para acompanhar as mulheres na FASE II;  Garantir que as mulheres ao se deslocarem para as consultas da FASE II, tenham em mãos os seguintes documentos: RG ou documento de identificação e Cartão SUS (obrigatório) EXAMES COMPLEMENTARES COMPETÊNCIAS: SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE: SUREGS
  • 14. RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA - ESTRATÉGIA ITINERANTE FASE II MUNICÍPIO EXECUTOR “MUNICÍPIO QUE IRÁ RECEPCIONAR OS DEMAIS MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SAÚDE”  Disponibilizar Unidade de Saúde que tenha capacidade estrutural para a realização da FASE II: • RECEPÇÃO COM ACOMODAÇÃO PARA NO MÍNIMO 150 PESSOAS/DIA COM SANITARIOS; • CONSULTÓRIOS COM PIA, AR CONDICIONADO, MACA, BIOMBO, MESA AUXILIAR, CADEIRAS; • EQUIPE DE APOIO – 02 PESSOAS; • ALIMENTAÇÃO E HOSPEDAGEM PARA 03 A 05 TECNICOS; EXAMES COMPLEMENTARESCOMPETÊNCIAS: SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE: SUREGS
  • 15. ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA COMPETÊNCIAS: PRESTADOR  Cumprir cronograma de atendimento definido com a Diretoria de Projetos Estratégicos- DIPRO/SESAB;  Verificar previamente as condições para a instalação da Unidade Móvel no Município;  Garantir a manutenção e conservação dos equipamentos;  Garantir equipe de atendimento na Unidade Móvel;  Complementar o preenchimento do Formulário da Requisição de Mamografia e do cartão de Acompanhamento; SUREGS
  • 16. ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA COMPETÊNCIAS: PRESTADOR  Registrar no Sistema SISMAMA (SISCAN) as informações referentes aos exames realizados;  Encaminhar os resultados dos exames mamográficos que não necessitarem de exames complementares, à Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de origem da mulher;  Apresentar à SMS de origem da mulher e à DIPRO/SESAB relação nominal das mulheres que serão encaminhadas para a FASE II – exames complementares, com suas respectivas justificativas;  Disponibilizar a partir de 45 dias, após a conclusão da Mamografia de Rastreamento no Município, 50% dos resultados do diagnostico das FASE I. O prazo máximo para o Diagnostico e entrega de 100% dos exames realizados nas FASES I e II, serão de 90 dias contados a partir da finalização da mamografia de rastreamento na Região. SUREGS
  • 17. ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA REGIÕES DE SAÚDE ATENDIDAS IRECÊ (D) JACOBINA (D) FEIRA DE SANTANA (D) SEABRA (D) ITABERABA (D) SERRINHA (D) BARREIRAS (D) IBOTIRAMA (D) SANTA MARIA DA VITÓRIA PORTO SEGURO TEIXEIRA DE FREITAS (D) GUANAMBI (D) ITAPETINGA (D) VITÓRIA DA CONQUISTA (D) BRUMADO (D) VALENÇA ITABUNA (D) JEQUIÉ (D) ILHÉUS (D) PAULO AFONSO (D) SENHOR DO BONFIM (D) JUAZEIRO (D) CAMAÇARI SALVADOR (D) CRUZ DAS ALMAS (D) SANTO ANTÔNIO DE JESUS (D) ALAGOINHAS (D) RIBEIRA DO POMBAL REGIÕES FASE I CONCLUÍDA REGIÕES FASE II EM ANDAMENTO SUREGS REGIÕES FASE I EM ANDAMENTO
  • 18. ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA REGIÕES DE SAÚDE ATENDIDAS OS RESULTADOS... 11 REGIÕES DE SAÚDE 182 - MUNICÍPIOS ATENDIDOS MAIS DE 116.000 – MAMOGRAFIAS / Fev/2014 MAIS DE 10 MIL MULHERES COM EXAMES COMPLEMENTARES MAIS DE 60 MULHERES COM DIAGNÓSTICO POSITIVO 100% COM TRATAMENTO REALIZADO (cirurgia, quimioterapia/radioterapia). SUREGS
  • 19. ESTRATÉGIA ITINERANTE – RASTREAMENTO DO CÂNCER DE MAMA SUREGS CRACHÁ DE IDENTIFICAÇÃO DE PACIENTE MUNICÍPIO: NOME: DISTRITO/BAIRRO: AGENTE COMUNITÁRIO: MUNICÍPIO: NOME: DISTRITO/BAIRRO: AGENTE COMUNITÁRIO:
  • 21. PROGRAMA ESTADUAL DO RASTREAMENTO CÂNCER DE MAMA - ESTRATÉGIA ITINERANTE - REGIÃO DE SAÚDE DE ITABUNA MUNICIPIO POP. MULHERES ENTRE 50 A 69 ANOS META: 80% (50 A 69 ANOS) PERÍODO Nº DE DIAS GONGOJI 592 474 10/03 A 12/03/2014 03 AURELINO LEAL 861 689 14/03 A 19/03/2014 05 UBAITABA 1.498 1.198 21/03 A 31/03/2014 09 ALMADINA 527 422 10/03 A 12/03/2014 03 ITAJUÍPE 1.651 1.321 14/03 A 25/03/2014 09 SÃO JOSÉ DA VITÓRIA 423 338 10/03 A 11/03/2014 02 JUSSARI 477 382 13/03 A 15/03/2014 03 PAU BRASIL 727 582 17/03 A 20/03/2014 04 ITAPITANGA 711 569 22/03 A 26/03/2014 04 BARRO PRETO 463 370 10/03 A 12/03/2014 03 SANTA CRUZ DA VITÓRIA 478 382 14/03 A 17/03/2014 03 ITAJU DA COLÔNIA 496 387 19/03 A 21/03/2014 03 ITAPÉ 771 617 24/03 A 27/03/2014 04 SUREGS
  • 22. 2011 2012 2013 Lançamento do Saúde Movimento-Programa de Rastreamento do Câncer de Mama – “Outubro Rosa” parceria com Voluntárias Sociais. Edital Credenciamento Nº005/2011. Inicio da Estratégia itinerante – Região Saúde Itaberaba Parceria com a Polícia Militar no Outubro Rosa em conjunto com Entidades religiosas e filantrópicas. Realização nas Regiões de Seabra, Irecê, Jacobina e Alagoinhas Divulgação do Programa Estadual do Rastreamento do Câncer de Mama – Estratégia Itinerante em Serrinha. * Aprova Tabela de valores Diferenciados da Tabela SUS para procedimentos de diagnóstico do Programa de Rastreamento do Câncer de Mama Criação da DIPRO – Diretoria de Projetos Estratégicos Realização nas Regiões de Sto. Antônio e Ribeirado Pombal. Novo Edital de Credenciamento do Programa para Programa Estadual do Rastreamento do Câncer de Mama – EstratégiaItinerante. Criação do GT - Rastreamento do Câncer de Mama. Apresentação do Programa nos vários Eventos( Estadual e Municipal) Portarias Estaduais :Nº557 Nº559 Resoluções CIB: Nº 060/2013(FSA) Resolução CIB: Nº 148/2011 * Portaria Nº1290/2011* LINHA DE EVOLUÇÃO DAS AÇÕES DA ESTRTATÉGIA ITINERANTEHIA Resolução CIB Nº 361/2012 *
  • 23. Contatos DIRETORIA DE PROJETOS ESTRATÉGICOS - DIPRO Superintendência de Gestão dos Sistemas de Regulação da Atenção à Saúde – SUREGS Tel.: (71) 3116-3940 Fax: (71) 3116-3941 SITE: www.saude.ba.gov.br/portaldipro Cláudia Almeida – DIRETORA SUREGS
  • 24. Programa Estadual do Rastreamento do Câncer de Mama Essa Luta é Nossa! SUREGS