HidroginásticaHidroginásticaAula 04.03.2011Aula 04.03.2011EFM51EFM51
Fórmula de Kruel (1994) para cálculo do peso hidrostático emFórmula de Kruel (1994) para cálculo do peso hidrostático empe...
Fórmula de Kruel (1994)Fórmula de Kruel (1994)Fórmula:PH = BO + B1. X1Onde:PH = Peso hidrostáticoBO = Coeficiente da equaç...
Aspectos Fisiológicos em hidroginásticaComo o corpo responde quando está submetidoComo o corpo responde quando está submet...
Aspectos Fisiológicos em hidroginásticaComo o corpo responde quando está submetidoComo o corpo responde quando está submet...
TERMORREGULAÇÃO““O hipotálamo é o centro coordenador dosO hipotálamo é o centro coordenador dosprocessos de regulação da t...
TERMORREGULAÇÃOMecanismos de permuta de calor H2O:Mecanismos de permuta de calor H2O:1) Condução (ex. encostar braço names...
TERMORREGULAÇÃOEstresse térmico e exercício H2O:Estresse térmico e exercício H2O:# capacidade de condução 25x maior do# ca...
TERMORREGULAÇÃO# Temperatura ideal para a prática dehidroginástica em torno de 28ºC a31ºC# Natação (atletas) em torno de 2...
FREQUÊNCIA CARDÍACA# Utilizar para controle de intensidade doexercício# FC TERRA X FC ÁGUA# Redução em torno de 10 a 20bpm
Por quê a FC é mais baixa dentro da água?# Dissipação de calor# Flutuação# Pressão Hidrostática# Fórmula de Karnovem reduç...
Como calcular a FC para prescrição de exercíciosaeróbios em hidroginástica?FCT = {% (FCmáx - FCrep) + FCrep} – 17FCT = {% ...
PRESSÃO ARTERIAL# Redução da PA a longo prazo# Temperaturas elevadas = diminui a PA# Temperaturas baixas = aumento da PA
FLUXO SANGUÍNEO# Aumento de 700ml de sangue nocoração e pulmões (Barreta, 1996)# Aumento de 900ml (200ml no coração /700ml...
DIURESE# Hall, et al., (1990), mostra um aumentode 700% na diurese# Rins não sofrem bloqueio na suairrigação sanguínea e p...
CONDICIONAMENTO CARDIORESPIRATÓRIO# Manutenção da qualidade de vida# Ramos (1997) o consumo de oxigêniodiminui cerca de 10...
FORÇA“Podemos definir força muscular comotensão que um grupo muscularconsegue exercer contra umadeterminada resistência em...
FLEXIBILIDADE“Para Fox et al. (1991), flexibilidade éa amplitude de movimento ao redorde uma articulação”.# Genética# Enve...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Hidro

1.023 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.023
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Hidro

  1. 1. HidroginásticaHidroginásticaAula 04.03.2011Aula 04.03.2011EFM51EFM51
  2. 2. Fórmula de Kruel (1994) para cálculo do peso hidrostático emFórmula de Kruel (1994) para cálculo do peso hidrostático empessoas submetidas a diferentes profundidades.pessoas submetidas a diferentes profundidades.SEGMENTOSSEGMENTOS BOBO B1B1TornozeloTornozelo 0.02165600.0216560 0.975381210.97538121JoelhoJoelho -1.9392850-1.9392850 0.911182620.91118262QuadrilQuadril -18.3202251-18.3202251 0.836112680.83611268UmbigoUmbigo -11.2189132-11.2189132 0.636230140.63623014XifoídeXifoíde -8.6796315-8.6796315 0.454139410.45413941OmbroOmbro -4.3347624-4.3347624 0.230428020.23042802PescoçoPescoço -3.2734498-3.2734498 0.143170340.14317034
  3. 3. Fórmula de Kruel (1994)Fórmula de Kruel (1994)Fórmula:PH = BO + B1. X1Onde:PH = Peso hidrostáticoBO = Coeficiente da equaçãoB1 = Coeficiente da equaçãoX1 = Peso corporalEx:PHxifóide = - 8.6796 + 0.4541 . 70PHxifóide = - 8.6796 + 31.787PHxifóide = 23.1Kg
  4. 4. Aspectos Fisiológicos em hidroginásticaComo o corpo responde quando está submetidoComo o corpo responde quando está submetidoà imersão?à imersão?Curto PrazoCurto Prazo# Termorregulação# Termorregulação# Frequência cardíaca# Frequência cardíaca# Pressão Arterial# Pressão Arterial# Fluxo sanguíneo# Fluxo sanguíneo# Diurese# Diurese
  5. 5. Aspectos Fisiológicos em hidroginásticaComo o corpo responde quando está submetidoComo o corpo responde quando está submetidoà imersão?à imersão?Longo PrazoLongo Prazo# Condicionamento cardiorrespiratório# Condicionamento cardiorrespiratório# Força# Força# Flexibilidade# Flexibilidade
  6. 6. TERMORREGULAÇÃO““O hipotálamo é o centro coordenador dosO hipotálamo é o centro coordenador dosprocessos de regulação da temperatura,processos de regulação da temperatura,sendo estimulado por receptores térmicossendo estimulado por receptores térmicosna pele ou pela temperatura do sanguena pele ou pela temperatura do sangueque perfunde o hipotálamo” (Fox, Bowersque perfunde o hipotálamo” (Fox, Bowers& Foss, 1991; Mc Ardle, W. D., Katch V.L.,& Foss, 1991; Mc Ardle, W. D., Katch V.L.,1998)1998)
  7. 7. TERMORREGULAÇÃOMecanismos de permuta de calor H2O:Mecanismos de permuta de calor H2O:1) Condução (ex. encostar braço namesa fria)2) Convecção (ex. corrente de águapassando por um objeto)
  8. 8. TERMORREGULAÇÃOEstresse térmico e exercício H2O:Estresse térmico e exercício H2O:# capacidade de condução 25x maior do# capacidade de condução 25x maior doque o ar, na mesma temperatura;que o ar, na mesma temperatura;# Composição corporal influencia na# Composição corporal influencia napercepção da temperatura;percepção da temperatura;# Idoso reduz de 10 a 50% da água do# Idoso reduz de 10 a 50% da água docorpo, cuidar desidratação.corpo, cuidar desidratação.
  9. 9. TERMORREGULAÇÃO# Temperatura ideal para a prática dehidroginástica em torno de 28ºC a31ºC# Natação (atletas) em torno de 27ºC# Hidroterapia em torno de 32ºC
  10. 10. FREQUÊNCIA CARDÍACA# Utilizar para controle de intensidade doexercício# FC TERRA X FC ÁGUA# Redução em torno de 10 a 20bpm
  11. 11. Por quê a FC é mais baixa dentro da água?# Dissipação de calor# Flutuação# Pressão Hidrostática# Fórmula de Karnovem redução da FC (17 bpm)# Aferir a FC / contagem 6 segundos X 10
  12. 12. Como calcular a FC para prescrição de exercíciosaeróbios em hidroginástica?FCT = {% (FCmáx - FCrep) + FCrep} – 17FCT = {% (FCmáx - FCrep) + FCrep} – 17FCT = FC de treinamento% = percentual de intensidadeFC máx = FC máxima (220 – idade)FC rep = FC de repouso(17) = valor a ser reduzido para fórmula na àgua
  13. 13. PRESSÃO ARTERIAL# Redução da PA a longo prazo# Temperaturas elevadas = diminui a PA# Temperaturas baixas = aumento da PA
  14. 14. FLUXO SANGUÍNEO# Aumento de 700ml de sangue nocoração e pulmões (Barreta, 1996)# Aumento de 900ml (200ml no coração /700ml sistema vascular pulmonar
  15. 15. DIURESE# Hall, et al., (1990), mostra um aumentode 700% na diurese# Rins não sofrem bloqueio na suairrigação sanguínea e provavelmenterecebem mais sangue
  16. 16. CONDICIONAMENTO CARDIORESPIRATÓRIO# Manutenção da qualidade de vida# Ramos (1997) o consumo de oxigêniodiminui cerca de 10% por décadaapós os 30 anos# VO2 máximo
  17. 17. FORÇA“Podemos definir força muscular comotensão que um grupo muscularconsegue exercer contra umadeterminada resistência em umasituação em que irão variar o volumee a intensidade do trabalho”(Neto,1997)
  18. 18. FLEXIBILIDADE“Para Fox et al. (1991), flexibilidade éa amplitude de movimento ao redorde uma articulação”.# Genética# Envelhecimento# Hidro X flutuação = melhora daflexibilidade

×