Envelhecimento osseo muscular 2011

3.806 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.806
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
115
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Envelhecimento osseo muscular 2011

  1. 1. ENVELHECIMENTO <br />ÓSSEO/MUSCULAR<br />ACADÊMICAS: Anelise, Cristina e Thaís<br />
  2. 2. <ul><li> Definições
  3. 3. Benefícios
  4. 4. Atividades recomendadas
  5. 5. Programa de exercícios
  6. 6. Atividades não recomendadas</li></li></ul><li>Envelhecimento Muscular<br /> A diminuição da função muscular tem um decréscimo a partir dos 60 anos, sendo mais evidente em mulheres e tendo uma perda da força de 15% por década. É comprovada que tanto a força quanto o músculo diminuem, e a diminuição desta força se dá a partir da redução de fibras musculares “atrofia”. A atrofia das fibras inicia-se por volta dos 25 anos com diminuição de 10% até os 50 anos, após esta idade ocorre uma atrofia muito maior que aos 80 anos o idoso sofre uma perda de 50% tendo um maior risco de ter lesões.<br />
  7. 7. Envelhecimento Ósseo<br /> A perda da massa óssea<br />para os homens começa por volta <br />dos 50 anos já para as mulheres <br />por volta dos 40 anos. Estudos mostram que aos 70 anos o homem perdeu 3% da massa óssea enquanto a mulher 20%. Mas diferente da massa muscular o envelhecimento ósseo não se dá só pelo processo de envelhecimento , mas também por fatores como processos hormonais, genética e estado nutricional. Pelo fato da mulher ter uma perca maior que o homem o índice de osteoporose é bem maior no sexo feminino.<br />
  8. 8. Benefícios da Atividade Física da 3ª Idade<br /><ul><li>Melhora a força muscular;
  9. 9. Flexibilidade;
  10. 10. Condicionamento cardio-respiratório;
  11. 11. Coordenaçãomotora;
  12. 12. Equilíbrio;
  13. 13. Concientização corporal;
  14. 14. Auto-estima;
  15. 15. Bemestar social</li></ul>Enfim a qualidade de vida<br />mudamuitoficandoassim o idoso<br />maisindependenteou um poucomais.<br />
  16. 16. Atividades Recomendadas<br /><ul><li>Exercíciosfísicosaeróbicos de baixa à moderadaintensidade e impácto. Prevenindodesta forma quedas, lesõesmusculares, sobrecargaarticular e cardíaca.</li></li></ul><li>Programa de Exercícios<br /> Um programa de exercícios deve-se levar <br />em conta o grupo no qual você está trabalhando <br />buscando atender o seu cliente respeitando os <br />seus limites e objetivos. Deve-se estar atento a cuidados básicos como as vestimentas adequadas , hidratação , duração das atividades, freqüência e progressão.<br />O profissional responsável pelo treino deve ter o cuidado de anotar qualquer tipo de alteração do seu cliente, verificar se o mesmo faz uso de algum tipo de medicamento e algum tratamento prolongado. Todos esses cuidados irão facilitar e muito para a prescrição de um bom e eficaz treinamento.<br />
  17. 17. Exercícios para Força Muscular<br /><ul><li> Os exercícios para força muscular deve ser </li></ul>Realizado no mínimo 2x/semana, com repouso de<br />48h;<br /><ul><li> A duração dos exercícios não pode ultrapassar 60 min;
  18. 18. 8 a 10 exercícios de 8 a 12 repetições. </li></li></ul><li>Atividades como:<br /><ul><li> Caminhadas;
  19. 19. Natação;
  20. 20. Hidroginástica;
  21. 21. Musculação;
  22. 22. Dança.</li></li></ul><li>Atividades não Recomendadas<br /> Temos que ter o cuidado de não ministrar exercícios com alto grau de impacto e aeróbicos, porque ao invés de estarmos colaborando estaremos possibilitando possíveis lesões ou acidentes graves.<br />
  23. 23. Concluímos <br />Uma simples rotina de exercícios para a terceira idade pode trazer grandes benefícios, além de causar distração, ocupar o tempo, trazer alegria e divertimento, as atividades bem elaboradas proporcionam um fortalecimento da massa muscular perdida com o processo de envelhecimento, aumentando a partir daí a força e dando muito mais disposição para realizar as mais simples atividades do cotidiano.<br />
  24. 24. Bibliografia<br />Envelhecimento e força muscular – Joana carvalho e José MC Soares;<br />Prescrição de exercícios físicos para idosos – SheillaTribess e Jair Sindra Virtuoso Jr.<br />
  25. 25. OBRIGADA!!!<br />

×