Realismo em caricatura

3.717 visualizações

Publicada em

Introdução ao estudo do Realismo em Portugal, através da caricatura da sociedade da época.

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.717
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
849
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Realismo em caricatura

  1. 1. Se as palavras são importantes para caracterizar a sociedade  p p p portuguesa da segunda metade do século XIX,  existem, porém, outras formas de a caracterizar.  E uma dessas formas é através das  CARICATURAS de Rafael Bordalo Pinheiro de Rafael Bordalo Pinheiro, as quais permanecem como  p j p um espelho fiel da conjuntura sociopolítica da sociedade  que assistiu ao surgimento de um novo movimento literário:  o REALISMO  www.sebentadigital.com | Português 11ºano | A professora: Dina Baptista  1
  2. 2. Eça de Queirós [...] a aspiração e a obra do espírito revolucionário têm mesmo em  vista três aspectos sem o qual não se completa: o verdadeiro na  ciência, o justo na consciência, o belo na arte. In A conferência do Sr. Eça de Queirós, 1871 www.sebentadigital.com | Português 11ºano | A professora: Dina Baptista  2
  3. 3. “O país perdeu a inteligência e a consciência moral Os moral. costumes estão dissolvidos, as consciências em debandada, os caracteres corrompidos. A prática da vida tem por única direcção a conveniência. Não há princípio que não seja desmentido. Não há instituição que não seja escarnecida. Ninguém se respeita. Não há nenhuma solidariedade entre os cidadãos. Ninguém crê na honestidade dos homens públicos. Alguns agiotas felizes exploram. A classe média abate-se progressivamente na imbecilidade e na inércia. O povo está na miséria. Os serviços públicos são abandonados a uma rotina dormente. Eça de Queirós, Nº1 d'As Farpas (1871) www.sebentadigital.com | Português 11ºano | A professora: Dina Baptista  3
  4. 4. A Situação do País A Política: a grande  porca Harmonia Política www.sebentadigital.com | Português 11ºano | A professora: Dina Baptista  4
  5. 5. A Finança: O  Grande Cão Grande Cão A Retórica  Parlamentar: O grande  papagaio www.sebentadigital.com | Português 11ºano | A professora: Dina Baptista  5
  6. 6. A Situação do Povo ‐ O Zé Povinho  www.sebentadigital.com | Português 11ºano | A professora: Dina Baptista  6
  7. 7. O pobre Zé vê com pesar o estado a que chegou a pátria. E presença át i Em do desastre iminente, ainda ele com um resto de esperança, grita àqueles que hão-de ser os sustentáculos da nação: - Vejam se consertam isto. Ao menos conservem o corpo. Lá quanto ao chapéu, se tem d’ir que vá! www.sebentadigital.com | Português 11ºano | A professora: Dina Baptista 
  8. 8. E hoje… se intelectuais e povo …  se juntassem para reflectirem  seriamente sobre o estado da nossa NAÇÃO ??!! seriamente sobre o estado da nossa NAÇÃO ??!! Portugal  2009 www.sebentadigital.com | Português 11ºano | A professora: Dina Baptista  8

×