Guerra de CanudosGuerra de Canudos
(1896-1897)(1896-1897)
Arraial de Canudos
Canudos era uma pequena aldeia que surgiu
durante o século XVIII nos arredores da Fazenda
Canudos, às m...
 A Guerra de Canudos ou Campanha deA Guerra de Canudos ou Campanha de
Canudos, também chamada de GuerraCanudos, também ch...
 Milhares de sertanejos e ex-escravosMilhares de sertanejos e ex-escravos
partiram para Canudos, liderados pelopartiram p...
 Os grandes fazendeiros da região, unindo-se àOs grandes fazendeiros da região, unindo-se à
Igreja, iniciaram um forte gr...
 Três expedições militares contra CanudosTrês expedições militares contra Canudos
saíram derrotadas, o que apavorou asaír...
 Antônio Conselheiro:Antônio Conselheiro:
Antônio Conselheiro já era uma figura bastanteAntônio Conselheiro já era uma fi...
 Antônio Conselheiro morto, em sua única foto conhecida.Antônio Conselheiro morto, em sua única foto conhecida.
(06/10/18...
 As quatro campanhas contra Canudos
1ª Campanha:1ª Campanha: 4 a 21 de novembro de 1896 Governador da Bahia ordena4 a 21 ...
Ana Luiza, Rômulo e VitóriaAna Luiza, Rômulo e Vitória
Fonte: http://www.algosobre.com.br/historia/guerra-de-canudos.html ...
Guerra de Canudos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Guerra de Canudos

3.031 visualizações

Publicada em

Apresentação para escola sobre a Guerra de Canudos, suas causas, suas consequencias, um pouco da Vida de Antonio Conselheiro.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Guerra de Canudos

  1. 1. Guerra de CanudosGuerra de Canudos (1896-1897)(1896-1897)
  2. 2. Arraial de Canudos Canudos era uma pequena aldeia que surgiu durante o século XVIII nos arredores da Fazenda Canudos, às margens do rio Vaza-Barris. Com a chegada de Antônio Conselheiro em 1893 passou a crescer vertiginosamente, em poucos anos chegando a contar por volta de 25 000 habitantes. Antônio Conselheiro rebatizou o local de Belo Monte, apesar de estar situado num vale, entre colinas.
  3. 3.  A Guerra de Canudos ou Campanha deA Guerra de Canudos ou Campanha de Canudos, também chamada de GuerraCanudos, também chamada de Guerra dos Canudos, foi o confronto entre odos Canudos, foi o confronto entre o Exército Brasileiro e integrantes de umExército Brasileiro e integrantes de um movimento popular de fundo sócio-movimento popular de fundo sócio- religioso liderado por Antônio Conselheiro,religioso liderado por Antônio Conselheiro, que durou de 1896 a 1897, na entãoque durou de 1896 a 1897, na então comunidade de Canudos, no interior docomunidade de Canudos, no interior do estado da Bahia, no nordeste do Brasil.estado da Bahia, no nordeste do Brasil.
  4. 4.  Milhares de sertanejos e ex-escravosMilhares de sertanejos e ex-escravos partiram para Canudos, liderados pelopartiram para Canudos, liderados pelo peregrino Antônio Conselheiro, unidos naperegrino Antônio Conselheiro, unidos na crença numa salvação milagrosa quecrença numa salvação milagrosa que pouparia os humildes habitantes do sertãopouparia os humildes habitantes do sertão dos flagelos do clima e da exclusãodos flagelos do clima e da exclusão econômica e social.econômica e social.
  5. 5.  Os grandes fazendeiros da região, unindo-se àOs grandes fazendeiros da região, unindo-se à Igreja, iniciaram um forte grupo de pressão juntoIgreja, iniciaram um forte grupo de pressão junto à República recém-instaurada, pedindo queà República recém-instaurada, pedindo que fossem tomadas providências contra Antôniofossem tomadas providências contra Antônio Conselheiro e seus seguidores. Criaram-seConselheiro e seus seguidores. Criaram-se rumores de que Canudos se armava para atacarrumores de que Canudos se armava para atacar cidades vizinhas e partir em direção à capitalcidades vizinhas e partir em direção à capital para depor o governo republicano, reinstalandopara depor o governo republicano, reinstalando a Monarquia. Apesar de não haver nenhumaa Monarquia. Apesar de não haver nenhuma prova para estes rumores, o Exército foiprova para estes rumores, o Exército foi mandado para Canudos.mandado para Canudos.
  6. 6.  Três expedições militares contra CanudosTrês expedições militares contra Canudos saíram derrotadas, o que apavorou asaíram derrotadas, o que apavorou a opinião pública, que acabou exigindo aopinião pública, que acabou exigindo a destruição do arraial, dando legitimidadedestruição do arraial, dando legitimidade ao massacre de até vinte mil sertanejos.ao massacre de até vinte mil sertanejos. Além disso, estima-se que cinco milAlém disso, estima-se que cinco mil militares tenham morrido. A guerramilitares tenham morrido. A guerra terminou com a destruição total determinou com a destruição total de Canudos, a degola de muitos prisioneirosCanudos, a degola de muitos prisioneiros de guerra, e o incêndio de todas as casasde guerra, e o incêndio de todas as casas do arraial.do arraial.
  7. 7.  Antônio Conselheiro:Antônio Conselheiro: Antônio Conselheiro já era uma figura bastanteAntônio Conselheiro já era uma figura bastante conhecida nos sertões nordestinos desde a década deconhecida nos sertões nordestinos desde a década de 1870. Era caixeiro de loja e graças a uma infelicidade1870. Era caixeiro de loja e graças a uma infelicidade pessoal - foi abandonado pela mulher - partiu para umapessoal - foi abandonado pela mulher - partiu para uma vida de eremita, cruzando o sertão de cima a baixo. Porvida de eremita, cruzando o sertão de cima a baixo. Por onde andava procurava consertar os cemitérios eonde andava procurava consertar os cemitérios e melhorar as igrejas. A fama das suas prédicas começoumelhorar as igrejas. A fama das suas prédicas começou a se espalhar e gente miserável começou a segui-lo.a se espalhar e gente miserável começou a segui-lo. Sua aparência assemelhava-se aos profetas bíblicos,Sua aparência assemelhava-se aos profetas bíblicos, com uma vasta cabeleira que lhe caia pelos ombros ecom uma vasta cabeleira que lhe caia pelos ombros e vestido com um brim comprido que lhe chegava aos pésvestido com um brim comprido que lhe chegava aos pés e um cajado nas mãos. Parecia um personagem saídoe um cajado nas mãos. Parecia um personagem saído diretamente das Velhas Escrituras.diretamente das Velhas Escrituras.
  8. 8.  Antônio Conselheiro morto, em sua única foto conhecida.Antônio Conselheiro morto, em sua única foto conhecida. (06/10/1897)(06/10/1897)
  9. 9.  As quatro campanhas contra Canudos 1ª Campanha:1ª Campanha: 4 a 21 de novembro de 1896 Governador da Bahia ordena4 a 21 de novembro de 1896 Governador da Bahia ordena expedição para defesa de Juazeiro ameaçada pelos jagunços de Antônioexpedição para defesa de Juazeiro ameaçada pelos jagunços de Antônio Conselheiro. Expedição com 100 praças comandada pelo ten. ManuelConselheiro. Expedição com 100 praças comandada pelo ten. Manuel Ferreira. Segue até Uauá onde é derrotada na madrugada pelos jagunçosFerreira. Segue até Uauá onde é derrotada na madrugada pelos jagunços no dia 21 de outubro. O médico enlouquece. Retirada para Juazeiro.no dia 21 de outubro. O médico enlouquece. Retirada para Juazeiro. 2ª Campanha: 25 de outubro de 1896 a 20 de janeiro de 1897 Comandada25 de outubro de 1896 a 20 de janeiro de 1897 Comandada pelo Major Frebônio de Brito, com 543 praças e 14 oficiais e 3 médicos.pelo Major Frebônio de Brito, com 543 praças e 14 oficiais e 3 médicos. Travessia do Cambaio, primeiro e segundo combate. Mais de 400 jagunçosTravessia do Cambaio, primeiro e segundo combate. Mais de 400 jagunços mortos. Retirada em frente a Canudos, para Monte Santo. Militaresmortos. Retirada em frente a Canudos, para Monte Santo. Militares vaiados. Debandada geral.vaiados. Debandada geral. 3ª Campanha:3ª Campanha: 8 de fevereiro a 3 de março de 1897 Expedição Moreira César.8 de fevereiro a 3 de março de 1897 Expedição Moreira César. Chega a Queimadas com 1.300 homens. Chega a Monte Santo e dali paraChega a Queimadas com 1.300 homens. Chega a Monte Santo e dali para Canudos. Assalto ao arraial em 2 de março. Morte de Moreira César.Canudos. Assalto ao arraial em 2 de março. Morte de Moreira César. Expedição dissolvida bate em retirada.Expedição dissolvida bate em retirada. 4ª Campanha:4ª Campanha: 16 de junho a 5 de outubro de 1897 Expedição comandada pelo16 de junho a 5 de outubro de 1897 Expedição comandada pelo Ge. Artur Oscar, dividida em duas colunas (gen. João Barbosa e AmaralGe. Artur Oscar, dividida em duas colunas (gen. João Barbosa e Amaral Savaget), uma com 1.933 homens e a outra com 2.350. Combate deSavaget), uma com 1.933 homens e a outra com 2.350. Combate de Cocorobó. Duas colunas chegam a Canudos. Assalto ao arraial: 947Cocorobó. Duas colunas chegam a Canudos. Assalto ao arraial: 947 baixas. Chegam reforços de 2 brigadas da Bahia. Bombardeio sobrebaixas. Chegam reforços de 2 brigadas da Bahia. Bombardeio sobre Canudos. Combate de Coxomongo. Morre Antônio Conselheiro no dia 22.Canudos. Combate de Coxomongo. Morre Antônio Conselheiro no dia 22. No dia 24 de setembro Canudos encontra-se sitiada. Assalto final em 1º deNo dia 24 de setembro Canudos encontra-se sitiada. Assalto final em 1º de outubro: 567 baixas. 300 prisioneiros (mulheres, velhos e crianças), dia 5outubro: 567 baixas. 300 prisioneiros (mulheres, velhos e crianças), dia 5 morrem os 4 últimos resistentes. As 5.200 casas são dinamitadas.morrem os 4 últimos resistentes. As 5.200 casas são dinamitadas.
  10. 10. Ana Luiza, Rômulo e VitóriaAna Luiza, Rômulo e Vitória Fonte: http://www.algosobre.com.br/historia/guerra-de-canudos.html e Wikipedia

×