Seminário Direitos Humanos na Terceira Idade

942 visualizações

Publicada em

Trabalho acadêmico Direitos Humanos na Terceira Idade sobre números do IBGE.

Publicada em: Serviços
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
942
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
53
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminário Direitos Humanos na Terceira Idade

  1. 1. IDOSO“Que o Estatuto do Idoso se torne de fato em realidade e não apenas em mais uma letra morta” Autor desconhecido
  2. 2. Envelhecimento expresso A velocidade com que estamos alcançando a longevidade é tanta que segundo o IBGE, a população de idosos dobrou no Brasil nos últimos 30 anos. 23milhões de brasileiros com mais de 65 anos o que equivale a 10% nossa população.
  3. 3. CURIOSIDADES O número de pessoas com 65 anos ou mais, no Brasil, é o mesmo que: 2 vezes população de Portugal Toda a população de Moçambique Toda a população de Angola 4 vezes a população da Croácia
  4. 4. Atualmente, a maior proporção de idosos está principalmente nos estados Rio de Janeiro 2.080.608 13,1%Rio Grande do Sul 1.459.599 13,65% Paraíba 451.385 11,98%
  5. 5. Em 1980 Em 2050
  6. 6. Segundo estudos do IBGE, em 2050, a população será de aproximadamente 65 milhões de idosos.
  7. 7. Estamos preparados?
  8. 8. Segundo o IBGE, 80% das pessoas com mais de 60 anos de idade responderam NÃO
  9. 9. Por mais que as qualidades de serviços tenham aumentado as nossas expectativas de vida, questões fundamentais passaram batidas. Pelo menos até agora. 49%Dos nossos idosos são analfabetos funcionais 40%Alegam sofrer algum tipo de descriminação simplesmente por causa da idade Fonte: IBGE
  10. 10. 30%Dos idosos ainda trabalham 25%Ainda são responsáveis pelas despesas dos lares em que vivem
  11. 11. Precisamos de passos importantes, como políticas públicas para garantir um presente melhor para os nossos idosos e um futuro melhor para cada um de nós.
  12. 12. Segundo o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), o número de instituições públicas que abrigam os idosos não acompanha o crescimento da terceira idade, que hoje conta com aproximadamente 23 milhões de pessoas (Censo de 2010). No Brasil, funcionam 3.548 asilos (públicos e privados). No entanto, a pesquisa mostrou que o governo, nas esferas federal, estadual e municipal, tem apenas 218 asilos em todo o país.
  13. 13. Cerca de 83 mil idosos vivem em asilos no Brasil, informou o estudo, que também apontou que as mulheres são maioria nessas instituições. Esse número ainda é muito pequeno se for considerar o número total de idosos no país.
  14. 14. O Governo Federal tem apenas uma instituição para os idosos, o Abrigo Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, que atende 298 pessoas. O estudo apontou que mais da metade das instituições brasileiras, 65,2%, são filantrópicas. E a contribuição do setor público representa apenas 22% das receitas desses lugares.
  15. 15. Muitos idosos precisam de cuidados fora do ambiente familiar, mas a oferta de instituições que oferecem esse tipo de serviço ainda é muito pequena no país. A ausência de uma política estruturada de cuidados formais do idoso, faz com que a família seja a única responsável, sem nenhum apoio do Estado ou da iniciativa privada.
  16. 16. Se não forem criadas políticas públicas para o cuidado do idoso nos próximos 20, 30 anos, poderá haver uma crise no país. E o envelhecimento, em vez de uma conquista, resultado de inúmeros esforços para aumentar a longevidade, poderá ser visto como um problema social.
  17. 17. ESTATUTO DO IDOSO
  18. 18. 1 de outubro de 2003 O presidente Lula, sancionou o Estatuto do Idoso. Lei Nº 10.741
  19. 19. 1983 Participantes de inúmeras entidades sociais começara a discutir a necessidade de uma lei que garantisse os direitos dos idosos e dos aposentados. 1997 Diferentes propostas foram sistematizadas pelo então deputado federal Paulo Paim e um projeto de lei foi apresentado a Câmara dos Deputados. 1999 O projeto foi aprovado e uma comissão especial foi criada para elaborar o Estatuto do Idoso. 2003 Estatuto do Idoso foi aprovado por unanimidade pela Câmera dos Deputados
  20. 20. O Estatuto do Idoso garante os diretos no que diz respeito a: • Vida • Saúde • Alimentação • Educação • Cultura • Esporte • Lazer • Trabalho • Cidadania • Liberdade • Dignidade • Respeito • e a convivência familiar e comunitária
  21. 21. Outros direitos Moradia Aposentadoria Transporte público grátis
  22. 22. UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE COMUNICAÇÃO, TURISMO E ARTE JORNALISMO CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS Professora Glória Rabay Alunos: Sebastian Fernandes, Feliphe Fernando, Fabiano Ferreira e Yuri Queiroga

×