Desenho ArquitetônicoUNIDADE 1ASPÉCTOS GERAIS DAS PROJEÇÕESCONCEITOS INCIAIS DE DES. ARQ.UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRAND...
Prof. Me. Sinval XavierPROJEÇÃOElementos:PONTO DE VISTA (OBSERVADOR)VISUAIS (PROJETANTES)OBJETOPLANO DE PROJEÇÃOREPRESENTA...
Primárias e SecundáriasCortes e SeçõesFrontalLateral EsquerdaLateral DireitaPosteriorSuperiorInferiorSistema deProjeçõesCô...
PROJEÇÃO CÔNICASistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPROJEÇÃO CILÍNDRICA ORTOGONALPERSPECTIVA AXONOMÉTRICA ISOMÉTRICA...
PROJEÇÃO CÔNICASistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPROJEÇÃO CILÍNDRICA ORTOGONALPERSPECTIVA AXONOMÉTRICA ISOMÉTRICA...
Sistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPROJEÇÃO CILINDRICA ORTOGONALVISTAS PRINCIPAIS
Sistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPROJEÇÃO CILINDRICA ORTOGONALVISTAS PRINCIPAIS
Sistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPROJEÇÃO CILINDRICA ORTOGONALVISTAS PRINCIPAIS
Sistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPROJEÇÃO CILÍNDRICA ORTOGONALVISTAS SECIONAIS DO TIPO CORTE
Sistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPROJEÇÃO CILÍNDRICA ORTOGONALVISTAS SECIONAIS DO TIPO CORTE
Vista frontalSistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPROJEÇÃO CILINDRICAORTOGONALVista auxiliarVISTA AUXILIAR
Sistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPROJEÇÃO CILINDRICAORTOGONALVISTAS AUXILIARES
DESENHO ARQUITETÔNICOO desenho arquitetônico é, em um sentido estrito, umaespecialização do desenho técnico normatizado vo...
Representações gráficasProf. Me. Sinval Xavier
Representações gráficasProf. Me. Sinval Xavier
AS REPRESENTAÇÕES NAS DIFERENTES ETAPAS DEDESENVOLVIMENTO DE UM PROJETO ARQUITETÔNICOESTUDO PRELIMINARResultado das primei...
Prof. Me. Sinval XavierESTUDO PRELIMINAR - USO DE MEIOS ANALÓGICOS
ESTUDO PRELIMINAR - USO DE MEIOS DIGITAISProf. Me. Sinval Xavier
AS REPRESENTAÇÕES NAS DIFERENTES ETAPAS DEDESENVOLVIMENTO DE UM PROJETO ARQUITETÔNICOANTEPROJETOEncerrada a etapa de estud...
AS REPRESENTAÇÕES NAS DIFERENTES ETAPAS DEDESENVOLVIMENTO DE UM PROJETO ARQUITETÔNICOPROJETO LEGALEtapa seguinte a aprovaç...
Prof. Me. Sinval Xavier
AS REPRESENTAÇÕES NAS DIFERENTES ETAPAS DEDESENVOLVIMENTO DE UM PROJETO ARQUITETÔNICOPROJETO EXECUTIVOCom base nos antepro...
Prof. Me. Sinval Xavier
AS REPRESENTAÇÕES NAS DIFERENTES ETAPAS DEDESENVOLVIMENTO DE UM PROJETO ARQUITETÔNICODETALHAMENTORealizado concomitantemen...
Prof. Me. Sinval Xavier
Prof. Me. Sinval XavierNORMAS TÉCNICASNBR 6492 – Representação de projetos de arquiteturaNorma que fixa que as condições e...
Prof. Me. Sinval XavierBIBLIOGRAFIAMELO, Karen. Material Didático da Disciplina de ExpressãoGráfica. Apresentação em Power...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Da unidade 1

11.942 visualizações

Publicada em

0 comentários
31 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.942
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7.858
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
31
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Da unidade 1

  1. 1. Desenho ArquitetônicoUNIDADE 1ASPÉCTOS GERAIS DAS PROJEÇÕESCONCEITOS INCIAIS DE DES. ARQ.UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE – FURGESCOLA DE ENGENHARIANÚCLEO DE EXPRESSÃO GRÁFICAProf. Me. Sinval Xavier
  2. 2. Prof. Me. Sinval XavierPROJEÇÃOElementos:PONTO DE VISTA (OBSERVADOR)VISUAIS (PROJETANTES)OBJETOPLANO DE PROJEÇÃOREPRESENTAÇÃO DE UM OBJETO EM UM PLANO A PARTIR DEUM PONTO DE VISTA.ADBCObservadoradbcMPlanodeProjeçãoou doQuadroRaios ProjetantesObjetoProjeçãoPlano deProjeção
  3. 3. Primárias e SecundáriasCortes e SeçõesFrontalLateral EsquerdaLateral DireitaPosteriorSuperiorInferiorSistema deProjeçõesCônica PerspectivasOblíquaCavaleiraGabineteMilitarOrtogonalPerspectivasVistasOrtográficasIsométricaDimétricaTrimétricaVistas PrincipaisVistasSecionaisVistasAuxiliaresCilíndricaouParalela1 ponto de fuga2 pontos de fuga3 pontos de fugaSistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPerspectivas
  4. 4. PROJEÇÃO CÔNICASistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPROJEÇÃO CILÍNDRICA ORTOGONALPERSPECTIVA AXONOMÉTRICA ISOMÉTRICAPERSPECTIVA CÔNICA
  5. 5. PROJEÇÃO CÔNICASistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPROJEÇÃO CILÍNDRICA ORTOGONALPERSPECTIVA AXONOMÉTRICA ISOMÉTRICAPERSPECTIVA CÔNICA
  6. 6. Sistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPROJEÇÃO CILINDRICA ORTOGONALVISTAS PRINCIPAIS
  7. 7. Sistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPROJEÇÃO CILINDRICA ORTOGONALVISTAS PRINCIPAIS
  8. 8. Sistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPROJEÇÃO CILINDRICA ORTOGONALVISTAS PRINCIPAIS
  9. 9. Sistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPROJEÇÃO CILÍNDRICA ORTOGONALVISTAS SECIONAIS DO TIPO CORTE
  10. 10. Sistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPROJEÇÃO CILÍNDRICA ORTOGONALVISTAS SECIONAIS DO TIPO CORTE
  11. 11. Vista frontalSistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPROJEÇÃO CILINDRICAORTOGONALVista auxiliarVISTA AUXILIAR
  12. 12. Sistemas de ProjeçãoProf. Me. Sinval XavierPROJEÇÃO CILINDRICAORTOGONALVISTAS AUXILIARES
  13. 13. DESENHO ARQUITETÔNICOO desenho arquitetônico é, em um sentido estrito, umaespecialização do desenho técnico normatizado voltada àexecução e a representação de projetos de arquitetura.É formado pelo conjunto de registros gráficos produzidospor arquitetos ou outros profissionais durante ou não oprocesso de projeto arquitetônico.O desenho de arquitetura, portanto, manifesta-se como umcódigo para uma linguagem, estabelecida entre oemissor (o desenhista ou projetista) e o receptor (o leitordo projeto).Desta forma, seu entendimento envolve um certo nível detreinamento, seja por parte do desenhista ou do leitor dodesenho.Prof. Me. Sinval Xavier
  14. 14. Representações gráficasProf. Me. Sinval Xavier
  15. 15. Representações gráficasProf. Me. Sinval Xavier
  16. 16. AS REPRESENTAÇÕES NAS DIFERENTES ETAPAS DEDESENVOLVIMENTO DE UM PROJETO ARQUITETÔNICOESTUDO PRELIMINARResultado das primeiras etapas de desenvolvimento do projetoarquitetônico, na qual o projetista, partindo de um CONCEITOinicial, busca dar solução adequada aos diversos “problemasde projeto”: programa de necessidades, terreno, entorno,condicionantes físicos e legais, etc.O estudo preliminar se materializa por uma série de croquis eesboços que necessariamente não precisam seguir todas asregras tradicionais do desenho arquitetônico técnico. É umdesenho mais livre, constituído por traços sem a rigidez dosdesenhos típicos das etapas posteriores.Podem ser utilizados diversos tipos de recursos digitais, taiscomo os programas de croquis (sketch) bi e tridimensionais,de design gráfico, editoração de fotos e outros, associados ounão a programas CAD.Prof. Me. Sinval Xavier
  17. 17. Prof. Me. Sinval XavierESTUDO PRELIMINAR - USO DE MEIOS ANALÓGICOS
  18. 18. ESTUDO PRELIMINAR - USO DE MEIOS DIGITAISProf. Me. Sinval Xavier
  19. 19. AS REPRESENTAÇÕES NAS DIFERENTES ETAPAS DEDESENVOLVIMENTO DE UM PROJETO ARQUITETÔNICOANTEPROJETOEncerrada a etapa de estudo preliminar, com a sua aprovaçãopelo cliente, o projetista passa a etapa de anteprojeto. Nela, oprojeto é representado de forma completa, com a definição detodas suas dimensões e elementos.As representações da fase de anteprojeto são essencialmentetécnicas, devendo seguir a normatização do desenhoarquitetônico, mas podendo ainda conter elementos quefacilitem a interpretação e aprovação final do projeto pelocliente.Com base no anteprojeto de arquitetura são executados osanteprojetos das diferentes instalações: hidrossanitárias,elétricas, telefônicas, rede, etc. e o anteprojeto estrutural.Prof. Me. Sinval Xavier
  20. 20. AS REPRESENTAÇÕES NAS DIFERENTES ETAPAS DEDESENVOLVIMENTO DE UM PROJETO ARQUITETÔNICOPROJETO LEGALEtapa seguinte a aprovação final dos anteprojetos(arquitetônicos e de instalações) pelo cliente.Nesta fase são elaboradas todas as representações de acordocom as exigências dos órgãos públicos responsáveis pelaaprovação e licenciamento da obra.São desenhos essencialmente técnicos, que devem seguiralém das normas técnicas do desenho arquitetônico e técnico,as normas e regulamentos dos órgãos públicos a que serãoencaminhadas.O projeto legal deverá demonstrar claramente a suaadequação as normas urbanísticas locais.Prof. Me. Sinval Xavier
  21. 21. Prof. Me. Sinval Xavier
  22. 22. AS REPRESENTAÇÕES NAS DIFERENTES ETAPAS DEDESENVOLVIMENTO DE UM PROJETO ARQUITETÔNICOPROJETO EXECUTIVOCom base nos anteprojetos é realizado o procedimento decompatibilização entre os mesmos, no qual são verificadastodas as possíveis interferências entre arquitetura, estrutura einstalações, evitando sobreposição de elementos einterferências indesejadas.Após a compatibilização é realizado o projeto executivo, quecompreende o desenvolvimento detalhado doanteprojeto, fornecendo todas as informações arquitetônicasnecessárias à execução da obra.As representações técnicas do projeto executivo, devemapresentar o maior número de informações possível, a fim deevitar dúvidas durante a obra, contendo, de preferência, alocalização da estrutura e dos pontos de instalação. Sãoindicados também os acabamentos dos ambientes.Complementam o projeto executivo o memorial descritivo e asplantas ou cadernos de detalhamento.Prof. Me. Sinval Xavier
  23. 23. Prof. Me. Sinval Xavier
  24. 24. AS REPRESENTAÇÕES NAS DIFERENTES ETAPAS DEDESENVOLVIMENTO DE UM PROJETO ARQUITETÔNICODETALHAMENTORealizado concomitantemente ao projeto executivo, podendofazer parte desse, ou compor documento em separado, odetalhamento mostra como deverá ser executado todo equalquer elemento construtivo e/ou acabamentos que, porsuas particularidades, não são representados de formacompleta nas plantas baixas, cortes e elevações do projetoexecutivo e/ou no memorial descritivo.O detalhamento resulta em desenhos em maior escala emrelação as do projeto executivo e com um maior número deinformações.Prof. Me. Sinval Xavier
  25. 25. Prof. Me. Sinval Xavier
  26. 26. Prof. Me. Sinval XavierNORMAS TÉCNICASNBR 6492 – Representação de projetos de arquiteturaNorma que fixa que as condições exigíveis pararepresentação gráfica de projetos de arquitetura, visando àsua boa compreensão.* A NBR 6492 é de 1994 e por conseqüência trataa representação gráfica exclusivamente através do métodotradicional de desenho.NBR 10068 – Folhas de desenho – laiaute e dimensõesNorma que estabelece a padronização e características dasfolhas a serem empregadas no desenho técnico.* complementa a NBR 6492.
  27. 27. Prof. Me. Sinval XavierBIBLIOGRAFIAMELO, Karen. Material Didático da Disciplina de ExpressãoGráfica. Apresentação em PowerPoint. FURG. Rio Grande,2011.SCHULER, Denise; MUKAY, Hitomi. Apostila da Disciplina deDesenho Técnico I. Curso de Arquitetura da Faculdade AssisGurgacz – FAC. Cascavel. (200?). Disponível em:http://pt.scribd.com/doc/42762695/Apostila-Desenho-Arquitetura-FAG. Acessado em 25/06/2010.

×