Critérios de Indexação do SciELO, edição setembro 2014 - Abel L Packer

568 visualizações

Publicada em

A IV Reunião Anual do SciELO de 2014 retoma a análise e discussão sobre o fortalecimento da qualidade dos periódicos do Brasil com ênfase nos indexados no SciELO e com vistas ao aumento do seu impacto nacional e internacionalmente.

A partir de 2015 o SciELO Brasil passa a operar com novos critérios de indexação baseados no cumprimento de uma lista de requisitos e indicadores sobre a adoção das linhas de ação orientadas à profissionalização, internacionalização e sustentabilidade financeira dos periódicos que o Programa SciELO vem promovendo.

Estas linhas de ação visam contribuir para o melhor desempenho dos periódicos. A liderança dos editores-chefes é determinante na adoção das linhas de ação.

A pauta da reunião abarcará três temas principais:

o desempenho dos periódicos SciELO;
os novos critérios de indexação do SciELO Brasil; e
a função e responsabilidade dos editores no avanço dos periódicos.

Publicada em: Ciências
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
568
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
33
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Critérios de Indexação do SciELO, edição setembro 2014 - Abel L Packer

  1. 1. 4ª Reunião Anual do SciELO, São Paulo, 2/12/2014 Critérios de Indexação do SciELO, edição setembro 2014 Orientados ao desenvolvimento da coleção SciELO Brasil –determinamo ingresso e permanência de periódicos Objetivos do Programa SciELO –fortalecer e aumentar de forma sustentávelo desempenho dos periódicos indexados Linhas prioritárias de ação 2013-2017 -Profissionalização, internacionalização e sustentabilidade financeira -visibilidade, disponibilidade, uso, credibilidade e impactoda pesquisa que comunicam em acesso aberto
  2. 2. Os periódicos do Brasil em números1-2 QUALIS / CAPES: ~ 5500 (A1-B5), ~ 1200 (A1-A2, B1-B2) SciELO em 15 anos avaliou ~ 1000 periódicos SciELO indexa 280 periódicos, Scopus 310 e WoS 140. Em conjunto indexam ~ 400 periódicos 140 Periódicos do Brasil comunicam 25-30% dos artigosdo Brasilindexados no WoS em 2013 Autores doBrasil comunicam 80 % dos artigos dos periódicos do Brasil indexados no WoS em 2013
  3. 3. WoS, 2013 Articles Reviews Conference papers 45% 25% 17% 12% 10% 10% 9% 9% 8% 0% 5% 10% 15% 20% 25% 30% 35% 40% 45% 50% Russia Brazil Japão África do Sul India Mexico França China Espanha % artigos nacionais em periódicos do país 83% 80% 75% 67% 64% 63% 60% 54% 38% 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% China Brazil Russia Mexico Espanha África do Sul Japão India França % autores do país em periódicos do pais
  4. 4. Os periódicos do Brasil em números2 / 2 QUALIS / CAPES: ~ 5500 (A1-B5), ~ 1200 (A1-A2, B1-B2) SciELO em 15 anos avaliou ~ 1000 periódicos SciELO indexa 280 periódicos, Scopus 316e WoS 141. Em conjunto indexam ~ 400 periódicos Periódicos do Brasil comunicam 25-30% dos artigos indexados no WoS em 2013 Autores afiliados ao Brasil comunicam 80 % dos artigos dos periódicos do Brasil indexados no WoS em 2013 Artigos nacionais em periódicos do Brasil no WoS recebem 4-6 vezes menos citações que nos do exterior Artigos de periódicos do Brasil no WoS em 2013 publicaram 64% de artigos em inglês Artigos de periódicos do Brasil em inglês no WoS recebem 60% mais citações que os em português Artigos com estrangeiros em periódicos do Brasil no WoS são mais citados que de brasileiros exceto em humanas
  5. 5. Evolução – 15 anos: SciELO – evolução da indexação - 1/2 2006-2013 - 107% 2010-2013 – 38% 1998-2005 - 500%
  6. 6. SciELO – evolução da indexação - 2/2 ~ 4500 pareceres
  7. 7. Periódicos SciELO –determinantes de desempenho Qualise outros sistemas de avaliação de pesquisa baseado no fator de impacto do periódico onde é publicado. Autoria predominantemente nacional Idioma português Qualidade das pesquisas e dos artigos publicados qualidade da avaliação dos manuscritos Círculo vicioso do impacto Área temática–orientação internacional-nacional , tipo e fonte da métrica: -citações (GM, WoS, Scopus, SciELO, SciELO CI, PMC, ...), downloads, altmétricas 65% dos periódicos são publicados por instituições~100% dos editores-chefes são das instituições publicadoras Citações domésticas Periódicos no primeiro quartil de desempenho do JCR ou Scimago
  8. 8. SciELO 2014, Distribuição mensal do número de downloads do SciELO nos anos 2012 e 2014 Método COUNTER 1º semestre de 2014: 610 mil downloads por dia 1º semestre de 2012: 502 mil downloads por dia Aumento – 22% SciELO – desempenho - 1/3 Downloads 0 5000000 10000000 15000000 20000000 25000000 30000000 Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez 2012 2014 c
  9. 9. 0.000 0.050 0.100 0.150 0.200 0.250 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 SciELO-Brasil c SciELO – desempenho - 2/3 Evolução anual das Citações recebidas e da mediana do fator de impacto c Coleção SciELO Brasil Google Metrics índice H5 – 2012 = 10 índice H5 – 2013 = 9
  10. 10. Coleções WoS e Scopus – fator de impacto JCR, Scimago, 2009 e 2013 Distribuição do FI dos periódicos SciELO nos índices JCR e Scimago nos anos 2009 e 2013 21% 12% SciELO – desempenho - 3/3 SciELO entre os BRICS, 2013: - FI/JCR, 2º atrás da China - FI/Scimago, 2º com a Índia, atrás da África do Sul - SJR/Scimago, 1º, Brasil- 4º
  11. 11. Critérios SciELO –atualização de setembro de 2014 Baseado na linhas prioritárias de ação –2013 -2017 -profissionalização -internacionalização-sustentabilidade financeira Combinação de Indicadores de avaliação aplicáveis em três níveis: Orientado ao aumento sustentável do desempenho dos periódicos -coleção como um todo -área temática -periódico individual Prazos de aplicação -imediatamente -1 ano [final de 2015] -2 a 3 anos [final de 2017] -4 a 5 anos [final de 2019] Editoração, publicação e interoperabilidade de acordo com o estado da arte Inserção proativa no fluxo internacional de comunicação científica Acesso aberto –custos minimizados -autonomia financeira Funções dos critérios / indicadores: -expectativa –fortalecer tendências positivas -obediência mandatória-valores mínimos-valores recomendados
  12. 12. Coleção e áreas temáticas: “visibilidade, influencia, impacto, ....” Downloads [ metodologia COUNTER] [altmétricas –presença nas redes sociais] –a partir de 2017 Citações –SciELO Citation Index / WoS –a partir de 2015 JCR/WoS, Scimago / Scopus, Google Metrics, ... Expectativa de crescimento
  13. 13. SciELO - 2013 Coleção e áreas temáticas: fluxo de produção Mínima Recomendada 60 75 65 85 48 60 45 55 25 35 20 25 60 80 25 35 20 80 Número de artigos Critérios Para os periódicos de publicação contínua: - a soma dos artigos deverá obedecer aos valores mínimos e recomendados
  14. 14. Mínima Recomen-dada Mínima Recomen-dada Mínima Recomen dada Mínima Recomen dada Agrárias 20% 30% 25% 30% 15% 30% 50% 75% Biológicas 25% 50% 30% 40% 30% 40% 85% 85% Engenharias 25% 50% 30% 40% 30% 40% 70% 85% Exatas e da Terra 25% 50% 30% 40% 30% 35% 70% 85% Humanas 15% 25% 20% 25% 20% 25% 25% 30% Linguística, Letras e Artes 15% 25% 20% 25% 20% 25% 20% 25% Saúde 20% 30% 25% 30% 25% 35% 80% 80% Sociais Aplicadas 15% 25% 20% 25% 20% 25% 25% 25% SciELO Brasil 20% 35% 25% 35% 20% 35% 60% 75% Área temática % de editores associados ativos com afiliação estrangeira % de manuscritos avaliados por pareceristas com afiliação estrangeira Porcentagem de artigos com afiliação estrangeira Porcentagem de artigos originais e de revisão em inglês Coleção e áreas temáticas: internacionalização 2013 24% ~ ? % 18% 55%
  15. 15. 2014 59% 2015 63% 41% 43% 2016 66% 48% 52% 55% y = 0.0371x + 0.3672 R² = 0.9856 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 2009 2010 2011 2012 2013 % de artigos em inglês % mínima % recomendada Linear (% de artigos em inglês) Coleção e áreas temáticas: internacionalização
  16. 16. Mínima Recomen-dada periódicos artigos % Inglês periódicos ok mínimo % periódicos ok recomen-dado artigos para alcançar mínimo artigos para alcançar recomen-dado 50% 75% 38 3974 46% 15(40%) 14(37%) 178(4%) 1172(29%) 2013 % de artigos originais e de revisão em inglês A partir de 2016 Coleção e áreas temáticas: internacionalização Exemplo: Ciências Agrárias 14% do SciELO 21% do SciELO
  17. 17. Critérios mandatórios para indexação de periódicos Institucionalidade, composição do corpo editorial e fluxo de avaliação de manuscritos Sistema / serviço de gestão online de manuscritos: fluxo transparente e informado Textos completos marcados segundo o esquema XML do SciELO –baseado na NISO / JATS Gestão editorial, instruções aos autores DOI com um link apontando para o texto completo no SciELO Acesso Aberto: CC BY, CC BY NC, .... equivalente Pontualidade Expectativa: Disponibilidade dos dados de pesquisa, registro de ensaio clínico, etc. Expectativa: Desempenho: aumento das citações recebidas, downloads, redes sociais, etc.
  18. 18. Resumo / Conclusão Indexação do SciELO com base nos padrões básicos de comunicação científica ... e nas linhas prioritárias de Profissionalização, Internacionalização e Sustentabilidade Orientada ao aumento do desempenho dos periódicos Indexação passa a depender da contribuição do periódico para o desempenho da coleção e das áreas temáticas e do seu desempenho individual Obrigado ! Acesso Aberto Aplicação dos novos critérios ao longo do próximos 5 anos

×