O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.
Próximos SlideShares
What to Upload to SlideShare
What to Upload to SlideShare
Carregando em…3
×
1 de 14

Abel L Packer - Políticas editoriais que instrumentam a transição dos periódicos para as práticas de comunicação de pesquisas da ciência aberta – o caso dos periódicos de saúde coletiva do SciELO Brasil

1

Compartilhar

Baixar para ler offline

Os periódicos de saúde coletiva da Rede SciELO acumulam notável experiência na articulação de seus objetivos, interesses, funções, expectativas e sustentabilidade operacional e financeira, a partir de uma ampla diversidade de origens institucionais, áreas temáticas prioritárias, práticas editoriais e posicionamentos sobre o papel dos periódicos no progresso e comunicação da pesquisa. Essa condição dota a sistematização da gestão, operação e políticas editoriais dos periódicos de saúde coletiva com enorme potencial para contribuir para o avanço da discussão sobre o futuro dos periódicos e do próprio Programa SciELO, em especial no que se refere ao aperfeiçoamento editorial e o alinhamento com as boas práticas de comunicação da ciência aberta.

As propostas de aperfeiçoamento editorial e de adoção das inovações de comunicação preconizam o aumento da eficiência e desempenho dos periódicos no cumprimento das suas funções. Os periódicos de saúde coletiva abarcam um amplo leque de objetos de pesquisa, de públicos e de campos de influência e impacto, como são o avanço da pesquisa e do ensino no âmbito acadêmico, o avanço da atenção à saúde no âmbito dos sistemas e serviços de saúde públicos e privados incluindo a atenção individual por especialistas assim como na formulação de políticas públicas, e, finalmente, ao informar a cidadania no sentido de decisões baseadas nas melhores evidências da pesquisa científica.

O escopo proposto do Grupo de Trabalho de Periódicos de Saúde Coletiva abrange três dimensões importantes. Primeiro, a experiência da articulação entre periódicos. Segundo, a contribuição dos periódicos para o avanço da pesquisa, da atenção à saúde, para informar políticas, tomada de decisão de autoridades e da cidadania. Terceiro, estender [generalizar] a relevância dos periódicos temáticos de saúde coletiva para a função dos periódicos editados nacionalmente em geral por comunidades de pesquisadores, sem fins lucrativos, que, em diferentes condições, contribuem para o avanço do conhecimento e da capacidade nacional de criar, comunicar e usar conhecimento científico.

Mais Conteúdo rRelacionado

Você Pode Gostar Também

Audiolivros relacionados

Gratuito durante 30 dias do Scribd

Ver tudo

Abel L Packer - Políticas editoriais que instrumentam a transição dos periódicos para as práticas de comunicação de pesquisas da ciência aberta – o caso dos periódicos de saúde coletiva do SciELO Brasil

  1. 1. www.SciELO20.org
  2. 2. Políticas editoriais que instrumentam a transição dos periódicos para as práticas de comunicação de pesquisas da ciência aberta – o caso dos periódicos de saúde coletiva do SciELO Brasil Abel L Packer Diretor do Programa SciELO / FAPESP Coordenador de Projetos da FAPUNIFESP Reunião da Rede SciELO, Grupo de Trabalho 1, São Paulo, 24 setembro 2018 Abel L Packer, SciELO, CC-BY, 9 junho 2018
  3. 3. transição para a ciência aberta • a Web/Internet é o meio da estrutura de comunicação da pesquisa e do acesso a ela • qualidade, [re-]usabilidade e reprodutibilidade são maximizadas • a comunicação da pesquisa inclui a gestão e a disponibilidade de registro do projeto / desenho da pesquisa, pré-registros, materiais – dados, métodos - software, que utilizam meios-instâncias além dos periódicos • autores com mais controle sobre a comunicação das suas pesquisas • preprints é o início formal da comunicação das pesquisa • retorno do investimento em pesquisa é maximizado • artigos com referencialmente completo dos materiais, métodos e resultados • periódicos e mais e mais artigos persistem como componentes principais da estrutura • desintermediação é propriedade fundamental da web/internet • desintermediação conduz à transparência e abertura Abel L Packer, SciELO, CC-BY, 24 setembro 2018 • periódicos – mudança da política editorial • transparência, abertura do processo de peer review
  4. 4. author journal SciELO 1998 2012 2013 2017 2018 ----- preprint periódico SciELO 1998 2012 2013 2017 2018 ----- autor Word ou Latex XML JATS PDF ePUB gestão online de manuscritos publicação contínua ampla interoperabilidade 2013: 1998: agregação 2018: authoring – texture, …. dados – FAIR, GOFAIR, TOP metapublisher Modelo SciELO de Publicação – evolução indexação, publicação, interoperabilidade preprint – em implantação • DOI • I4OC • ORCID • OAI-PMH • DOAJ • indexação 2013: SciELO Livros – 15press, ~1kAbel L Packer, SciELO, CC-BY, 24 de setembro 2018 abertura peer review abertura base SciELO - métricas
  5. 5. manuscrito recebido Modelo SciELO de Publicação – fluxo comunicação da pesquisa como um continuum – minimizar a intermediação XML, PDF, EPUB - v(n):p1-p2 - v(n):e… - v:e…. - DOI-1 artigo final com paginação ou identificação 1 artigo final (ahead of print) 2 XML, PDF - data de publicação - dados, códigos, ... DOI-1 manuscrito aprovado em edição 3 PDF [futuro: XML, PDF] - data de publicação - dados, códigos, ... DOI-1 manuscrito preprint 4 PDF [futuro: XML, PDF] - data de publicação - comentários - dados, códigos, ... DOI-0 servidor de preprints periódico no SciELO Abel L Packer, SciELO, CC-BY, 24 de setembro 2018 meios (instâncias) com conteúdos subjacentes aos artigos – repositórios de pré-registros, dados, códigos, materiais Novos tipos de documentos: - preprints - artigo de dados
  6. 6. aprovação publicação no SciELO Cadernos de Saúde Pública 7 16 Ciência & Saúde Coletiva 5 14 Epidemiologia e Serviços de Saúde 5 12 Gaceta Sanitaria 4 15 Interface - Comunicação, Saúde, Educação 6 16 MEDICC Review 7 10 Physis: Revista de Saúde Coletiva 7 14 Revista Brasileira de Epidemiologia 7 15 Revista Cubana de Salud Pública 4 10 Revista de Salud Pública 15 26 Revista de Saúde Pública 8 19 Revista Española de Salud Pública 3 8 Revista Panamericana de Salud Pública 5 16 Salud colectiva 6 17 Salud Pública de México 7 14 Saúde e Sociedade 8 12 Saúde em Debate 5 10 tempo médido entre submissão e periódico Fonte: SciELO SciELO 2017, tempo médio entre a submissão e aprovação e publicação Abel L Packe, 2018r, SciELO, CC-BY, 24 de setembro 2018
  7. 7. Modelo SciELO de Publicação - Preprints operação experimental a partir de julho de 2018 – temático – SciELO 20 Anos servidor preprints – PKP-SciELO - coleção SciELO centralizada – julho2019 motivações específicas valorização y posicionamento das revistas SciELO e do Programa SciELO vantagens / objetivos dos preprints, especialmente acelerar a publicação compatível com o estado da arte internacional desafios políticas públicas , gestão editorial e de processos, ... metodologia, processos e tecnologias – controle bibliográfico ... Abel L Packer, SciELO, CC-BY, 24 de setembro 2018
  8. 8. citação–referenciamento - ponto crítico na comunicação das pesquisas identificação / recomendação de repositórios figshare – extração automática de tabelas, imagens, ... FAIR data principles – princípios para a gestão cuidadosa de dados Findable, Accessible, Interoperable, Reusable. TOP Guidelines – diretrizes de promoção da reprodutibilidade das pesquisas Transparency and Openness Promotion (TOP) Encontráveis, Acessíveis, Interoperáveis e Reutilizáveis Transparência e Promoção de Abertura Modelo SciELO de Publicação – materiais - dados, métodos oito critérios e três níveis de aplicação Abel L Packer, SciELO, CC-BY, 24 de setembro 2018 articulo de datos, notas de datos, …. Revistas dedicadas a artigos de dados • F1000 Data Notes • Nature Scientific Data – Springer Nature • Geoscience Data Journal - Willey • GigaScience – Oxford Academic • Data in brief – Elsevier • Data Notes – BMC / Springer Nature • Research Data Support • Biodiversity Data Journal • ... Joint Declaration of Data Citation Principles Declaração Conjunta de Princípios de Citação de Dados 1. Importância 2. Crédito y Reconhecimento 3. Evidência 4. Identificação Única 5. Acesso 6. Persistência 7. Especificidade e verificabilidade 8. Interoperabilidade e flexibilidade https://www.force11.org/datacitationprinciples
  9. 9. Findable / Encontráveis F1. ids únicos e persistentes F2. dado com metadado detalhado F3. metadado com o id do dado F4. indexados e recuperáveis Accessible / Acessíveis A1. recuperáveis pelo id vía protocolo padronizado A1.1. aberto, livre e universal A1.2. com autenticação e autorização A2. metadado acessível independente do dado Interoperable / Interoperáveis I1. formatos / linguagem de dados I2. vocabulários segundo FAIR I2. referências a outros metadados Reusable / Reusáveis R1. exaustivamente descritos R1.1. licenças de uso R1.2. fonte / origem detalhada R1.3. uso de padrões comuns Princípios FAIR de gestão de [meta] dados de pesquisas Fonte: Dutch Techcentre for Life Sciences (DTL). https://www.dtls.nl/fair-data/fair-principles-explained/ Abel L Packer, SciELO, CC-BY, 25 julio 2018
  10. 10. ... OSF/COS - diretrizes TOP – transparência e promoção de abertura ... Eight Transparency Standards / Oito Critérios de de Transparencia • C1. Citações - norma • C2. Transparência de dados • C3. Transparência de métodos analíticos (códigos) • C4. Transparência dos materiais de pesquisa • C5. Transparência do projeto e análise • C6. Pré-registro dos estudos • C7. Pré-registro de planos de análise • C8. Replicação Abel L Packer, SciELO, CC-BY, 24 de setembro 2018 Periódico - três níveis de implantação • nível 1 expor (disclose) - informa o critério • nível 2 exigir (require) - informa e exige o critério • nível 2 comprovar (Verify) – informa, exige e verifica o critério Linhas prioritárias de ação – 2019 - 2023 • nível 1 até o final de 2019 • nível 2 até o final de 2020 • Critérios C1 a C4
  11. 11. 0 1 2 3 4 5 ou + Ciência & Saúde Coletiva 363 17% 15% 18% 19% 20% 11% Cadernos de Saúde Pública 199 20% 10% 17% 21% 20% 13% Revista de Saúde Pública 174 5% 10% 17% 31% 24% 13% Revista Brasileira de Epidemiologia 92 7% 14% 30% 27% 16% 5% Saúde e Sociedade 72 58% 17% 8% 10% 4% 3% Epidemiologia e Serviços de Saúde 48 4% 6% 31% 23% 25% 10% Saúde em Debate 165 41% 15% 17% 12% 8% 7% Interface - Comunicação, Saúde, Educação 60 55% 22% 13% 10% 0% 0% Physis: Revista de Saúde Coletiva 54 63% 19% 6% 7% 4% 2% periódico artigos Artigos segundo o número de tabelas-gráficos Fonte: SciELO, 2017 SciELO, 2017 – Periódicos de saúde coletiva segundo porcentagem de artigos por número de tabelas por artigo Abel L Packer, SciELO, CC-BY, 24 de setembro 2018
  12. 12. transparência, abertura do processo de peer review • todos os tipos de peer review são aceitáveis, informados nas instruções aos autores • sistema de gestão online reconhecido pelo SciELO • form de submissão de manuscritos - identificar se é preprint • publicar nos artigos aprovados o nome do editor responsável • oferecer aos pareceristas a possibilidade de abrir a identidade aos autores • oferecer aos autores e pareceristas a possibilidade de abrir mutuamente as identidades • oferecer aos autores e pareceristas a possibilidade de publicar o pareceres de aprovação • adotar uma das formas de peer review aberto • editores de dados – curadoria de dados
  13. 13. Google Scholar, 2018
  14. 14. SciELO – futuro – 2018 a 2023 • maximizar a qualificação social e científica dos periódicos • profissionalização, internacionalização e sustentabilidade • adoção de preprints - SciELO Preprints • referenciamento de dados e métodos ... – FAIR, TOP / COS guidelines • participação dos autores na edição final dos artigos • prioridade de publicação de artigos, autores com ORCID • alinhamento com as boas práticas da ciência aberta • Semana SciELO 20 Anos –fórum de discussão sobre o amanhã Obrigado ! Abel L Packer, SciELO, CC-BY, 9 junho 2018

×