Web 2.0 e mobilidade

348 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
348
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
65
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Web 2.0 e mobilidade

  1. 1. João Batista Bottentuit Junior Universidade Federal do Maranhão – UFMA jbbj@terra.com.br 29 de Outubro de 2013 Tecnologias Móveis e Ferramentas Web 2.0 no Ensino Superior: algumas possibilidades
  2. 2. Contexto Educacional  Ainda muito baseado em informação textual;  No século 21 ainda temos resistências quando aos recursos multimídia;  Será que só existe uma forma de aprender e ensinar?  Será que devo usar somente um único recurso?  Alunos possuem múltiplas formas de aprender;
  3. 3. Aprendizagem  As pesquisas tem mostrado 7 diferentes estilos de aprendizagem. Visual Lógico Solitário Auditivo Verbal Físico/Prático Social
  4. 4. Reflexão  Os sujeitos são curiosos e precisam conectar-se com o cenário atual.
  5. 5. Era dos Alunos Nativos Digitais
  6. 6. Contradição....
  7. 7. “Estamos preparando os alunos para um futuro que não podemos descrever claramente.” David Warlick
  8. 8. Porque eu preciso usar tecnologias com meus alunos?  Mais de 50% da população mundial tem menos de 30 anos... isso significa que eles estão acostumados a desde sempre usar tecnologias em suas vidas...  ...no banco, no médico, no restaurante, no lazer, e porque não, na escola?  É preciso alinhar a educação a realidade dos alunos “nativos digitais”.
  9. 9. O que diz a Literatura?  Utilizar uma única maneira de transmitir informação e construir conhecimento não é adequada para todas as situações, podendo não ocasionar o efeito esperado por conta da maneira pessoal de cada um aprender (VICARI, SUMENSARI, e PESSO, 2005, s/p).  Com o uso de tecnologias é possível operar uma revolução nas práticas pedagógicas tradicionais, atendendo a pessoas que possuem diferentes formas de apreensão cognitiva.
  10. 10. Wikis Microblogs Blogs Redes Sociais Ambientes Virtuais de Aprendizagem Podcasts Second Life Comunicação Instantânea Skype, Gtalk Transmissão de Informação •Texto •Áudio •Vídeo •Animação
  11. 11.  Participação coletiva  Colaboração em vez de cooperação  Qualquer um pode publicar conteúdos  Muitos sites permitem comentários, participação, personalização, etc.  As pessoas têm mais opções na escolha de fornecedores de informação
  12. 12. Algumas Características WEB 1.0 WEB 2.0 Usuário é Consumidor da Informação Dificuldades Inerentes a Programação e ao Software Específico Para Criação de Páginas na Web Para ter um espaço na rede é preciso Pagar Número de Ferramentas e Possibilidades Limitadas Os softwares possuem versões a cada Semestre ou ano Usuário é Consumidor e Produtor da Informação Facilidades de Criação e Edição de páginas Online O usuário tem inúmeros servidores Gratuitos para disponibilizar suas páginas e ficheiros Número de Ferramentas e Possibilidades Ilimitadas Os softwares mudam quase todos os dias
  13. 13. Transformação Web 1.0 Web 2.0 1 Para Muitos Muitos para Milhares
  14. 14. Escrita  Para desenvolver a capacidade escrita, pode-se recorrer a uma gama muito variada de ferramentas:
  15. 15. Capacidade Escrita  http://sites.google.com;  http://www.webnode.com.br;  http://www.toondoo.com;  http://www.pikistrips.com;  http://www.stripgenerator.com  http://www.scribd.com; http://www.issuu.com;
  16. 16. Capacidade Oral  http://podomatic.com /  http://audacity.sourceforge.net  http://voicethread.com/
  17. 17. Organização Espacial  A este nível, podemos utilizar alguns recursos e ferramentas tais como:
  18. 18. Inteligência Espacial  Infográficos – Trabalhar ou Construir
  19. 19. Desenvolvimento Interpessoal  A maioria dos trabalhos são realizados de forma individual o que inibe um pouco o estímulo ao desenvolvimento interpessoal, por isso os professores precisam elaborar algumas estratégias para aproximar os alunos, ou seja, colocá-los para interagir.
  20. 20. Mobilidade  O dispositivo móvel deixou de ser um luxo e passou a ser um objeto de uso corrente;  Há quem tenha inclusive mais de um aparelho;  Esta propagação veio influenciar os hábitos quotidianos em todos os setores da sociedade;  Como seria de esperar o celular chegou à escola e, apesar das medidas restritivas de muitos Regulamentos Internos, os alunos continuam a transportar consigo estes dispositivos e a usá-los;
  21. 21. Novidades  Na edição de 2012 do Horizon Report (apresenta tecnologias emergentes ou práticas que se espera que tenham forte impacto no sistema educativo durante os próximos 5 anos)  Os "mobile devices & apps" e o "tablet computing" apareciam como as tecnologias que iriam ter maior impacto educativo nos 12 meses seguintes.
  22. 22. Principais características pedagógicas do Mobile Learning • Centra a aprendizagem no contexto do estudante; • Permite a publicação imediata de conteúdos; • Favorece a interação e colaboração; • Proporciona uma aprendizagem diferenciada; • Favorece o trabalho colaborativo.
  23. 23. Questão? Como os professores poderão tornar esta ferramenta um excelente recurso pedagógico?
  24. 24. Como utilizar?  Cochrane (2009) os atuais dispositivos móveis conseguem acessar a quase todas as ferramentas da Web 2.0 tais como:  Os da família do Google, como o calendário (Google Calendar), mapas (Google Maps), documentos (Google Docs), pesquisas (Google Search), E-mai (Gmail), Fotos (Google Picasa), Vídeos (Youtube) e Assinatura de Notícias (Google Reader).  Permitem a colaboração social através das plataformas como a Moodle, Facebook, Orkut, etc. e ainda ferramentas como para a partilha de conteúdos como o Flickr (Fotos), Slideshare (Slides) e Del.icio.us (Sites Favoritos), Ferramentas de comunicação tais como Google Talk
  25. 25. Que Recursos Podem ser Utilizados?  Câmera fotográfica  Gravador de áudio  Gravador de vídeo  Mensagens eletrônicas  Acesso a Internet  Aplicativos Variados  Etc.
  26. 26. O que é esse Código QR
  27. 27. QR CODE
  28. 28. Questionários
  29. 29. Exercícios
  30. 30. Caça ao Tesouro – Desafios - Gincanas
  31. 31. Classificações Visitas de Estudo
  32. 32. Tabela Periódica
  33. 33. Exercício e Resposta
  34. 34. Possibilidades de Atividades
  35. 35. Entrevistas
  36. 36. Edição de Notícias
  37. 37. Histórias - Storytelling
  38. 38. Viagens
  39. 39. Documentários
  40. 40. Propagandas
  41. 41. Considerações Finais ! Atenção ! “As ferramentas Web 2.0, assim como todas as outras tecnologias, não produzem efeito ou impacto no processo de ensino-aprendizagem, se não estiverem atreladas a uma boa estratégia de exploração, com objetivos e metas definidas.” João Batista Bottentuit Junior
  42. 42. João Batista Bottentuit Junior Universidade Federal do Maranhão – UFMA jbbj@terra.com.br 29 de Outubro de 2013 Obrigado ! Perguntas? Tecnologias Móveis e Ferramentas Web 2.0 No Ensino Superior: algumas possibilidades

×