dopamina, serontonina e medicamentos antipsicóticos

4.429 visualizações

Publicada em

pesquisa

Publicada em: Saúde e medicina, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.429
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
79
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

dopamina, serontonina e medicamentos antipsicóticos

  1. 1. Guilherme Denes nº 20 3ºB Dopamina, serotonina e medicamentos antipsicóticos: A Dopamina é um neurotransmissor. A Dopamina é segregada pelo neurônio na sináp se, onde se combina com seus receptores específicos (da dopamina) nos neurônios adjacentes. A dopamina é, portanto, um neurotransmissor sintetizado por certas células nervosas que age em regiões do cérebro promovendo, entre outros efeitos, a sensação de prazer e a motivação. Depos de sintetizada, a Dopamina é armazenada dentro de vesículas nas sinápticas. Quando chega um impulso elétrico na sinápse, essas vesículas se direcionam para a periferia do neurônio e liberam seu conteúdo da Dopamina na fenda sináptica. A Dopamina aí liberada atravessa essa fenda e se liga aos seus receptores específicos na membrana do próximo neurônio. O neurônio que secreta a Dopamina é chamado de Neurônio Pré-Sináptico, porque est

×