SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 35
Baixar para ler offline
WWW.PRIMEIROSACORDES.COM.BR
2008
Curso Básico de
Cavaquinho
Marcos Duprá
Compre o Dvd Cavaquinho Iniciante de Marcos Duprá
Entre em contato por marcos.dupra@globo.com
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 2
Sobre o autor
Marcos Duprá é músico, arranjador e compositor.Tendo já tocado em diversas
bandas com as quais já andou pelo interior afora. Nasceu em São Paulo e leciona
há mais de 10 anos. Já foi professor em diversas escolas de música entre elas:
Sintonia, Playmusic, Concertus, Conservatório Musical do Tucuruvi, etc...
Também participa de projetos sociais, como o da Escola de Samba Unidos da
Vila Maria.
Sobre o método
A intenção do presente trabalho é de suprir a necessidade de achar um material
didático que tenha um avanço gradual.Que a teoria musical esteja amarrada com
as músicas que estamos aprendendo, e assim coloquemos em prática a teoria
aprendida.
Para um bom desempenho é necessário que tenhamos disciplina. Lembre-se
treinar todos os dias 20 minutos é melhor do que treinar 3 horas apenas num
único dia da semana.Não pule fases. Os métodos estão baseados num esquema
passo a passo, portanto achar que já sabe determinada matéria, ou que ela é
desinteressante, pode ser problemático mais pra frente.
No final do método há um dicionário de acordes, conforme você for aprendendo as
músicas deve consultá-lo.
As dúvidas ou críticas, aceitamos as críticas pois elas nos ajudam a melhorar,
podem ser enviadas para o meu email: marcos.duprá@globo.com
Bom estudo.
Todos os direitos reservados e protegidos por lei.
Nenhuma parte deste livro poderá ser reproduzida ou transmitida, sejam quais forem
os meios: eletrônico, fotográfico, gravação ou quaisquer outros.
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 3
Funções
Antes mesmo de colocar as mãos no cavaquinho, é importante saber
qual sua função num meio musical.
Pois bem, como um instrumento de base (acompanhamento) ou solo, o
cavaco sempre está acompanhado pelos violões, banjos,bandolins e
companhia limitada.
Nas bases, tem função de dar pegada e um certo preenchimento, um
temperinho a mais. Nos solos e chorinhos dita a melodia esbanjando
técnica e sendo acompanhados pelos demais,de modo que as formas
de se ''interpretar'' uma peça diferencia cada musico.
Apresentação
As cordas estão dispostas desta maneira:
4º ------ Re
3º------- Sol
2º------- Si
1º------- Re
São contadas de baixo pra cima, assim como os outros instrumentos de
corda, deixando o cavaco afinado em sol maior. Veremos o porque
quando estudarmos a formação dos acordes.
Observações:
Você que é canhoto, para utilizar esse método e entender melhor suas figuras e
posições, troque a mão direita pela esquerda e inverta a ordem das cordas assim: a
primeira no lugar da Quarta, a segunda no lugar da terceira e assim por diante.
1-caixa acústica
2-tampo
3-casa
4-cavalete
5-boca
6-tarraxas
7-braço
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 4
A Escolha do instrumento
-do instrumento: é importante não se prender à sua beleza.
Dê mais ênfase ao estado de conservação vendo se não há rachaduras ou se está
empenado.
As melhores madeiras pra cavaco são jacarandá e faia para o corpo, ébano para
escala (braço) e o pinho, para o tampo.
Evite instrumento com muita tinta; prefira os levemente envernizados. Palhetas: as
mais comuns são as de numero 50 independente da marca e material.
-das cordas: os encordoamentos pra cavaco, embora tenha uma certa variedade
de marcas e modelos, ainda não correspondem as expectativas : os que duram
mais não tem som e os que têm som duram pouco.
Obs: a questão de escolha do instrumento é completamente pessoal, por isso
pesquise e veja dentro de sua realidade qual se encaixa melhor com você.
Sobre a posição das mãos
Na mão esquerda usamos o polegar como apoio. Os dedos que
pressionam as cordas são:
Dedo1:INDICADOR
Dedo2:ANULAR
Dedo3:MEDIO
Dedo4:MINDINHO
Na mão direita segura-se a palheta com os dedos polegar e indicador.
OBS: evite encostar a palma da mão esquerda no braço do cavaquinho;
do contrario terá dificuldades na movimentação, não tendo noção dos
espaços percorridos.
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 5
Aula 1
Noções básicas
Leitura de cifras
Para começarmos esse curso, temos de aprender o uso das cifras, assim
poderemos identificar o nome dos acordes.As cifras são os nomes que damos aos
acordes, para isso precisamos saber os nomes das notas musicais que são:
Para cada uma dessas notas damos o nome de uma letra,começando pela letra A
que corresponde a nota Lá.
Portanto:
A = Lá maior a letra “A” corresponde a nota Lá, como ela está sozinha
significa que o acorde é maior.
Am = Lá menor a letra “A” corresponde a nota Lá, e a letra “m” significa
que o acorde é menor .
A7=Lá com sétima a letra “A” corresponde a nota Lá, e o nº 7 que o
acorde é com sétima.
Exercícios
a) D7 – Ré com sétima
b) C –
c) Em -
d) F –
e) A7 -
f) G4 –
Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si
A=lá ; B=si ; C=dó ; D=ré ; E=mi ; F=fá ; G=sol
Descubra o nome
dos acordes:
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 6
Aula 2
Noções básicas
Cd Faixa 1 -Nome das cordas
O nome das cordas soltas do cavaquinho, começando pela primeira corda,
contando de baixo para cima são: 1º corda – ré, 2º corda – si, 3º corda – sol,
4º corda – ré.
Leitura tablatura
Para lermos uma tablatura é como se o braço do cavaco estivesse de frente para
nós, portanto, tome cuidado nesse caso com a primeira corda, corda mi, ela está
em cima.Os números que aparecem na tablatura são as casas.No exemplo abaixo
a corda usada é a terceira corda presa na terceira casa.
Afinação
1º modo:com a ajuda de um diapasão,(instrumento calibrado, de sopro ou
percussivo) ou outro instrumento qualquer, iguale o som das cordas do cavaco. O
nome das cordas você já sabe.
2º modo:comece pela quarta corda; aumente a tensão da corda até determinada
altura de modo a considerar que estará afinada.
Pressione agora na mesma corda a casa de numero cinco e terá o som da corda
sol; tente igualar o som. Na terceira corda já afinada pressione a quarta casa
obtendo a nota si tente novamente igualar som e,por ultimo, na corda si, pressione
a terceira casa obtendo a nota ré e proceda da mesma maneira tentando igualar o
som.
OBS: Geralmente as cordas afrouxam um pouco, por isso confira a afinação e se
necessário repita os passos acima. No caso de um afinador eletrônico, de ponteiro
ou luminoso, não há dificuldades uma vez que só nos cabe aumentar ou diminuir a
tensão das cordas.
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 7
Localização das notas no instrumento
As notas indicadas são A= lá , B= si, C= dó, D= ré, E= mi, F= fá, G= sol
Sustenido e bemol
As notas musicais que conhecemos desde criança são :
Dó , Ré, Mi, Fá, Sol, Lá, Si.
Entre essas notas existem outras que chamamos de sustenido ou bemol.
O sustenido é representado pelo símbolo “#”.O bemol por “b”.
Teoricamente o sustenido é diferente do bemol, mas na prática, são formas
diferentes de representar a mesma nota.Ex.: Dó# = Réb
Vamos entender isso melhor falando em voz alta todas as notas musicais a partir
de Dó.
Dó , Dó# ou Réb , Ré , Ré# ou Mib, Mi ,Fá ,Fá# ou Solb , Sol ,Sol# ou Láb ,Lá
,Lá# ou Sib ,Si.
Exercício
Qual o nome
das notas?
A B C
E F G
D
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 8
Exercícios para palhetada alternada
Todos os exercícios a seguir devem ser feitos com palhetadas alternadas, ou seja uma
para cima outra para baixo.Faça os exercícios lentamente e aumente a velocidade
gradativamente.
Cd Faixa 2 - Ex. 1 – Duas notas por corda.
Cd faixa 3 - Ex.2- Três notas por corda.
Cd Faixa 4 - Ex. 3 – Quatro notas por corda.
Não corra.Música não é corrida de
fórmula 1. Faça os exercícios acima
lentamente e com a palhetada correta.
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 9
Aula 3
O Quadradinho
Uma das seqüências de acordes mais usadas no samba é a que os sambistas chamam
de quadradinho.
Ela é chamada dessa maneira, porque usamos quatro acordes, e eles formam uma
espécie de quadrado em torno do braço.
Vamos começar a tocar o quadradinho pela tonalidade de D, ou seja, o 1º acorde será o
acorde de D.
Agora toque a seqüência da seguinte maneira:
Cd faixa 5 –
D D B7 B7 Em Em A7 A7
Obs.: Toque uma única batida para cada acorde.Conte até 2 e vá para o próximo
compasso.
Os tempos são agrupados em grupos iguais, de dois em dois, de três em três ou de
quatro em quatro, constituindo unidades métricas as quais se dá o nome de compasso.
Cada grupo de tempos, isto é, cada compasso, é separado do seguinte por uma linha
vertical(travessão).
ou como está acima: D D B7 etc...
Treine o quadradinho de D até não agüentar
mais.Você verá que ao memorizar um
quadradinho, teremos aprendido pelos menos uns
mil sambas.
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 10
Aula 4
Batidas para cavaco
Neste módulo nós vamos trabalhar apenas com batidas básicas.
Pra tocarmos uma batida devemos ter em mente o conceito básico de divisão.A maioria
dos sambas, está dividida em dois tempos iguais, ou seja contamos até dois e depois
recomeçamos a contagem.Veja a figura abaixo:
1 ta ta ta 2 ta ta ta 1 ta ta ta 2 ta ta ta
Exercício 1 - Vamos fazer a contagem acima batendo o pé.Os quadrados brancos
indicam o momento em que o pé bate no chão, e os quadrados cinzas quando o pé se
levanta.
As setas indicam o sentido da batida. Seta para baixo, batida para baixo. Seta para
cima, batida para cima. O “v” indica que devemos tocar somente a 4ª corda, e o “X” indica
que devemos abafar o som da corda, desapertando-as.
Setas brancas ou cinzas significam que a batida
deve ser feita com a corda abafada.
A mão direita segura a palheta entre os dedos do polegar e
indicador, formando uma pinça, como na figura ao lado.
Exercício 2 - Agora vamos montar o acorde de D (ré maior), e tocar a figura abaixo:
Cd faixa 6 -
1 ta ta ta 2 ta ta ta
Dicas do professor
1ª - A mão esquerda deve segurar o braço do cavaquinho entre o polegar e o indicador,
bem na junta dos dois dedos.Veja a figura:
2ª - Os dedos da mão esquerda devem pressionar as cordas com a ponta dos dedos, não
dobre a junta dos dedos para baixo.Veja as figuras abaixo:
3ª - Os dedos da mão esquerda devem apertar as cordas o mais próximo possível do
traste do cavaco. Evite apertar as cordas no meio da casa pois assim você precisará de
muito mais força para emitir um som da corda apertada.Veja as figuras abaixo:
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 11
Cd faixa 7- Batida 1 -
1 ta ta ta 2 ta ta ta
Importante :Todos os acordes podem ser consultados no dicionário de acordes que está no
fim do método.
Cd faixa 8 ---- Seqüência 1 – Esta seqüência tem os mesmos acordes da música : “Cada
macaco no seu galho”.
D Em A7
Os acordes de Em e A7 estão no mesmo compasso, portanto toque conforme a figura abaixo.
Em A7
Cd faixa 9- Seqüência 2 – Esta seqüência tem os mesmos acordes da música: “O mar
serenou”, interpretada por Clara Nunes.
Batida 1 -
D B7 Em Em A7 A7 D A7
Cd faixa 10 - Batida 2 -
1 ta ta ta 2 ta ta ta 1 ta ta ta 2 ta ta ta
Cd faixa 11 - Seqüência 3 – Esta seqüência tem os mesmos acordes da música: “Faixa
amarela”, interpretada por Zeca Pagodinho.
D B7 Em Em A7 A7 D A7
A batida acima tem duração de 2 compassos, portanto para os acordes que tem duração de 1
compasso, como os dois primeiros, toque conforme abaixo.
D B7
Dicas do professor
1ª - A mão esquerda deve segurar o braço do cavaquinho entre o polegar e o indicador, bem na junta dos dois
dedos.
2ª - Para se montar um acorde devemos sempre colocar o dedo 1 antes dos demais.
3ª - Para os acordes de: D e B7, a palma da mão esquerda se aproxima do braço do cavaco; Para os acordes
de: Em e A7, a palma da mão se distancia.
4ª - As batidas aprendidas não são as batidas originais das músicas, mas batidas ótimas para iniciantes.
v v
v v
v
v
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 12
Aula5
Posicionamento dos dedos da mão esquerda
Para se ter um posicionamento correto para a mão esquerda, observe a figura
abaixo:
O dedo 1 (conforme quadrado branco na figura acima) está prendendo a quarta
corda na terceira casa, isto implica que; para qualquer corda presa na quarta casa
deveremos usar o dedo 2; para qualquer corda presa na quinta casa usaremos o
dedo 3; para qualquer corda presa na sexta casa usaremos o dedo 4.
Pensando no que foi dito acima, veja a tablatura abaixo
.
Agora observe abaixo a digitação correta
A digitação não possui uma regra fixa, mas a sugestão acima é uma boa maneira
de se pensar qual o dedo correto a ser usado.
Puxão de orelha:
Use todos os dedos da mão esquerda
para tocar o seu cavaquinho.Somente
assim você conseguirá desenvolver
velocidade,
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 13
Cd faixa 12 - Parabéns pra você
Dicas do professor
1- Observe se você está segurando a palheta de maneira correta..
2- Evite deixar os dedos, da mão esquerda, que não estão sendo usados,
levantados.Deixe-os próximos do braço.
3- Devemos tocar o solo com palhetada alternada.
4- Tome cuidado com o posicionamento dos dedos da mão esquerda.
5- As cifras que estão acima da tablatura, são acordes que têm a função de
acompanhamento, mas ainda não foram aprendidos, portanto no momento
ainda não precisam ser executados.
6- A fração que aparece no início da tablatura, deve ser desconsiderada, pois
o seu significado será aprendido mais tarde.
7- A sua vontade ao tocar esse solo, é de tocá-lo na velocidade original.Mas
se você não respeitar o uso da palhetada alternada e o posicionamento dos
dedos, você terá problemas sérios de velocidade no futuro. Por isso
comece lentamente e quando tiver segurança toque com o Cd.
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 14
Aula 6
Formação de escalas
Desde criança fomos ensinados que as notas musicais eram:
No entanto , como já foi observado existem outras notas além dessas, os
sustenidos e bemóis.
A medida da distância de uma nota até outra é feita através do semitom.Ex.:
A distância que vai da nota Dó até a nota Dó# é de um semitom.
A distância que vai da nota Dó até a nota Ré é de dois semitons ou um Tom.
T= um tom 1/2T = um semitom
Usando essa fórmula deveremos entender que da primeira para a segunda nota
haverá a distância de um tom e assim sucessivamente.Ex.:
Para montarmos a escala menor de Dó o processo é o mesmo mas a fórmula
é a seguinte:
Portanto a escala menor de Dó seria:
Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si Dó
T T 1/2T T T T 1/2T
Dó T Ré T Mi 1/2T Fá T Sol T Lá T Si 1/2T Dó
T 1/2T T T 1/2T T T
Dó T Ré 1/2T Mib T Fá T Sol 1/2T Ab T Sib T Dó
Para montarmos a escala maior é necessário
termos a fórmula abaixo na cabeça.
Toda escala maior possui uma escala menor
relativa.Por exemplo, a escala menor relativa de C
maior é Am, que é a sexta nota da escala de C maior
e possui as mesmas notas com a diferença que
começa pela nota A (escala de Am- Lá si dó ré mi fá
sol lá.).Dê uma olhada na escala de Dó maior, e
observe que a partir da nota lá temos a fórmula da
escala menor.
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 15
Exercícios
1- Quais os nomes das seguintes cordas:
a) Quarta corda –
b) Segunda corda –
c) Primeira corda –
a) Escala maior de Mi
b) Escala menor de Sol
c) Escala maior de Ré
3 - Diga o nome das seguintes cifras:
a) C = b) A = c) Fm =
4 - Quais os nomes das seguintes notas:
5 - Diga o nome dos seguintes acordes:
2 -Monte as seguintes
escalas:
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 16
Cd faixa 13 - Seqüência 4 – Esta seqüência tem os mesmos acordes da música: “Só
pra contrariar”, do grupo Fundo de Quintal.
Batida 2 -
D D D B7 Em Em A7 A7 D D D7 D7 G
G D A7
Cd faixa 14 ---- Batida 3-
1 ta ta ta 2 ta ta ta 1 ta ta ta 2 ta ta ta
Cd faixa 15 - Seqüência 5 - Esta seqüência te os mesmos acordes da
música:”Canta,Canta minha gente” do cantor Martinho da Vila.
Parte 1 - G G G E7 A m Am D7 D7
Parte 2 - G E7 Am D7
Cd faixa 16 - Seqüência 6 – Esta seqüência tem os mesmos acordes da
música:”Caxambu” de Almir Guineto.
Parte 1 - G D7 G C G E7 Am D7 G E7 Am D7
Parte 2 - G D7 G C G C G C
Parte 3 - G D7 G C G C
Parte 4 - G D7 G C G C D7
Dicas do professor
1ª - A mão esquerda deve segurar o braço do cavaquinho entre o polegar e o indicador,
bem na junta dos dois dedos.
2ª - Os dedos da mão esquerda devem pressionar as cordas com a ponta dos dedos, não
dobre a junta dos dedos para baixo.
3ª - Para os acordes de: D e B7, a palma da mão esquerda se aproxima do braço do
cavaco; Para os acordes de: Em e A7, a palma da mão se distancia.
4ª - A partir da seqüência 4, começam a aparecer acordes novos, portanto antes de tocar
as músicas, treine a troca dos acordes sem fazer batida.Assim você conseguirá
memorizar melhor.
5ª - O dedo 1, da mão esquerda, deve ser colocado antes dos demais.
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 17
Aula 7
Cd faixa 17 - Asa branca
Dicas do professor
1 - Observe se você está segurando a palheta de maneira correta.
2 - Evite deixar os dedos, da mão esquerda, que não estão sendo usados
levantados.Deixe-os próximos do braço.
3 - Devemos tocar o solo com palhetada alternada.
4 - Tome cuidado com o posicionamento dos dedos da mão esquerda.
5 - A sua vontade ao tocar esse solo, é de tocá-lo na velocidade original.Mas
se você não respeitar o uso da palhetada alternada e o posicionamento dos
dedos, você terá problemas sérios de velocidade no futuro. Por isso
comece lentamente.
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 18
Aula 8
Regra dos três
Para montar qualquer acorde maior basta ter em mente os três desenhos principais:
Usando a mesma ordem, vamos montar o acorde de A, em cada um dos três desenhos.
O mesmo processo é usado para os acorde menores, a única diferença é que para
facilitar a visualização ao invés de usarmos Gm usaremos G#m.
Usando a mesma ordem vamos montar o acorde de Am em cada um dos três desenhos.
Exercícios
Toque os acordes abaixo, usando a regra de três:
a) B b) C# c) F d) Bbm e) Dm f) Fm
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 19
Exercícios
a) Escala menor de Bm-
b) Escala menor de Dm-
c) Escala menor de Cm-
d) Escala maior de B-
2- Ligue com um traço os sustenidos com os bemóis:
C# Bb
F# Eb
A# Db
G# Ab
D# Gb
3 - Diga o nome das seguintes cifras :
a) Bm - b) Eb- c) F#m-
4 - Qual o nome das cordas soltas em sua respectiva ordem?
5 - Desenhe os acordes pedidos:
a) Em b) A
1- Forme as seguintes
escalas :
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 20
Aula9
Cd faixa 18 - Batida 4 -
1 ta ta ta 2 ta ta ta 1 ta ta ta 2 ta ta ta
Cd faixa 19 - Seqüência 7 - Esta seqüência tem os mesmos acordes da
música:”Caviar” interpretada por Zeca Pagodinho.
Parte 1 - G G Am D7
Parte 2 - G G G E7 Am Am G G G7 G7 C D7
G D7
Cd faixa 20 - Seqüência 8 – Esta seqüência tem os mesmos acordes da
música: ”Capoeira” interpretada pelo grupo Sensação.
Parte 1 - G G D7 D7 D7 D7 G G
Parte 2 - G G G G D7 D7 Am D7 G G
Parte 3 – Dm G7 C C Cm D7 G G E7 E7 A7 A7
D7 D7 G G
Cd faixa 21 - Sequência 9 - Esta seqüência tem os mesmos acordes da
música: ”Devagar, devagarinho”de Martinho da Vila.
Parte 1 - F F F F Gm Gm C7 C7
Parte 2 - F F F F Gm Gm Gm F C7
Dicas do professor
1 – Para abafarmos a corda, devemos apenas desapertar as cordas e não soltá-las.
2 – Cante a batida na sua cabeça.Os quadradinhos brancos e cinzas são apenas um
guia, não faça dele seu mestre.A batida deve se tornar, com o passar do tempo, mais
livre.
X X v
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 21
Cd faixa 22 - Jingle bells
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 22
Aula10
Intervalos simples e compostos
Intervalo é a distância que separa duas notas musicais.Por exemplo já sabemos que da
nota Dó até a nota Ré existe uma distância de um tom.O intervalo que existe da nota Ré
em relação à nota Dó receberá o nome de intervalo de segunda maior.Cada intervalo
receberá uma denominação própria da sua relação com a tônica (fundamental ou
primeira nota da escala).
Nome Exemplo Distâncias
Tônica C Zero (contando a
partir de dó)
Segunda menor Db ½ tom
Segunda maior D 1 tom
Terça menor Eb 1 1/2tons
Terça maior E 2 tons
Quarta perfeita (ou justa) F 2 ½ tons
Quinta menor F# 3 tons
Quinta maior G 3 1/2tons
sexta menor ou quinta aumentada G# 4 tons
Sexta maior A 4 ½ tons
Sétima menor Bb 5 tons
Sétima maior B 5 1/2tons
Obs.: as notas em negrito são as notas da escala maior de C.
Nome Exemplo Distâncias
Oitava C 6 tons
Nona menor Db 6 ½ tons
Nona maior D 7 tons
terça menor Eb
terça maior E
Décima primeira F 8 ½ tons
Décima primeira aumentada F# 9 tons
quinta maior G
Décima terceira menor Ab 10 ½ tons
Décima terceira A 11 tons
Intervalos Simples
São os intervalos que vão da Tônica até a sétima maior.
Intervalos compostos
São os intervalos que vão da oitava em diante. Não se
assuste, são as mesmas notas com nomes diferentes.
Não se perca pensando demais. Alguns
intervalos podem ter nomes diferentes mas
serem a mesma nota, por exemplo: no quadro
acima, ré pode ser segunda maior de dó
(intervalo simples), mas também pode ser
nona maior (intervalo composto).Tudo isso
ficará mais claro quando aprendermos a
formar acordes.
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 23
Intervalos no instrumento
Intervalos simples
Intervalo de segunda maior – dó até ré
Intervalo de terça maior – dó até mi
Intervalo de quarta – dó até fá
Intervalo de quinta – dó até sol
Intervalo de sexta maior – dó até lá
Intervalo de sétima maior – dó até si
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 24
Intervalos compostos
Daqui por diante, os intervalos serão chamados de intervalos compostos.
Intervalo de oitava – dó até dó
Intervalo de nona maior – dó até ré
Intervalo de terça maior ( décima) – dó até mi
Intervalo de décima primeira – dó até fá
Intervalo de quinta maior(décima-segunda) – dó até sol
Intervalo de décima terceira maior – dó até lá
Preste atenção: os intervalos simples e
compostos são iguais, a única
diferença está no nome. Nos exemplos
acima, a nona, a décima primeira e a
décima terceira são iguais a segunda,
a quarta e a sexta, respectivamente.
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 25
Exercícios
1 - Qual a fórmula para formar uma escala maior?
2 - Qual a fórmula para formar uma escala menor?
3 - Quais são os três acordes maiores básicos?
a) Escala maior de G
b) Escala menor de Em
c) Escala maior de A
5 - Diga quem é a terça de:
G E
A D
C G
Bb C#
Eb B
6 - Complete os espaços:
A nota sol# é a terça de ___________.
A nota mi é a quinta de ___________.
A nota dó e a tônica de ___________.
A nota sol é a quinta de ___________.
4 - Monte a
seguintes escalas:
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 26
Aula 11
Cd faixa 23 - Seqüência 10 – Esta seqüência tem os mesmos acordes da
música:” Vai lá,vai lá” do grupo Fundo de Quintal.
Batida 2 -
F D7 Gm C7
Cd faixa 24 - Seqüência 11 – Esta seqüência tem os mesmos acordes da
música:”Conselho” de Almir Guineto.
Batida 2 -
Parte 1 - G G Bm Bm Dm G7 C C Cm Cm
G E7 A7 A7 Am D7
Parte 2 - G Bm Dm G7 C Cm G E7 A7 Cm D7 G D7
Parte 3 - G Bm Dm G7 C Cm G E7 A7 D7 G
Cd faixa 25 - Seqüência 12 – Esta seqüência tem os mesmos acordes da
música:”Mulheres”, interpretada por Martinho da Vila.
Parte 1 – Em A D Bm Em F# Bm Bm Tocar
esta parte 2 vezes.
Parte 2 - F# F# Bm Bm G F# Bm Bm
Parte 3 - G F# Bm Bm Em F# Bm Bm Tocar esta
parte 2 vezes.
Dicas do professor
1ª – Para o acorde de Bm, a palma da mão esquerda deve se afastar um pouco
do braço do cavaquinho, para que os dedos se posicionem de uma maneira que
fiquem perpendiculares em relação às cordas.
2ª - A mão esquerda deve segurar o braço do cavaquinho entre o polegar e o indicador,
bem na junta dos dois dedos.
3ª - Os dedos da mão esquerda devem pressionar as cordas com a ponta dos dedos, não
dobre a junta dos dedos para baixo.
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 27
Aula 12
Transposição de tonalidade
Transpor a tonalidade de uma música para outra tonalidade é um processo bastante
simples.Supondo que a tonalidade de uma música seja C e eu quero tocá-la na
tonalidade de G, eu devo contar qual a distância de semitons que separa a tonalidade de
C da tonalidade de G.
Ex.: C# D D# E F F#
3 e ½ tons
Sabendo a distância que separa uma tonalidade de outra, no caso 3 ½ tons, os outros
acordes da seqüência deverão ter a mesma distância, 3 ½ tons, devendo ser respeitada a
sua função na música, ou seja se o acorde original for menor o acorde transposto deverá
ser menor e assim por diante.Vejamos no exemplo abaixo como ficaria uma seqüência
em C transposta para G.
Cd faixa 26
Ex.:
Tonalidade
Original
C# A# D# G#
D B E A 3 ½ tons
D# C F A#
E C# F# B
F D G C
F# D# G# C#
Tonalidade
Transposta
C G
C Am G7Dm
G D7Em Am
Sugestão:
Pegue as músicas que você já toca e
transporte-as para outra tonalidade.
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 28
Exercícios
1 - Transporte as seguintes seqüências para a tonalidade de G :
a) C / Am / Dm / G /
b) D / F#m / G / A7 /
c) A / Bm / C#m / E7 /
a) Db=C# ( ) d) Eb=C# ( )
b) E=Fb ( ) e) A#=Bb ( )
c) G#=Gb ( )
3 - Dê nome aos símbolos:
# - _________________________
b - ________________________
4 - Forme as seguintes escalas:
a) Dm –
b) Cm –
5 - Qual a terça maior de :
a) D
b) F
c) B
d) G
2 - Falso ou
verdadeiro:
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 29
O quadradinho em outras tonalidades
Vamos por em prática o que aprendemos sobre transposição de tonalidade, usando o
quadradinho de “D”.
Quadradinho de D – tom D
D B7 Em A7
Transpondo para a tonalidade de E.
A distância de “D” até “E” é de um tom, portanto devemos subir um tom para cada acorde.
D B7 Em A7
1 tom
E C#7 F#m B7 Quadradinho de E.
Transpondo para a tonalidade de F.
A distância de “D” até “F” é de um tom e meio, portanto devemos subir um tom e meio
para cada acorde.
D B7 Em A7
1 tom e meio
F D7 Gm C7 Quadradinho de F.
Transpondo para a tonalidade de G.
A distância de “D” até “G” é de dois tons, portanto devemos subir dois tons para cada
acorde.
D B7 Em A7
2 tons
G E7 Am D7 Quadradinho de G.
Transporte o quadradinho de D, para
todas as tonalidades, isso ajudará muito
no raciocínio.
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 30
Aula 13
Cd faixa 27 - Brasileirinho
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 31
Nomenclatura
- Clave de sol – Indica onde está a nota sol.
- Bequadro – Anula o bemol ou sustenido.
- Bemol – Abaixa a nota em meio tom.
- Sustenido – Eleva a nota em meio tom.
-Compasso – Indica qual a
duração de tempo de um travessão até outro. O numero superior da fração, indica
quantos tempos devem ser contados de um travessão até outro.
- Ritornello – Indica a repetição de um trecho da música.
- Casa 1, casa 2 – Indica que devemos repetir um trecho
da música e depois pular a casa 1 e continuar da casa 2.
-Fermata – Indica que o tempo da nota tocada é livre.
- Trinado – Indica que a nota deve ser palhetada
constantemente pela mão direita.
% - Repetição – Indica que o compasso anterior deve ser
repetido.
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 32
Pequeno dicionário de acordes
Para usarmos o dicionário é importante entender aonde devemos colocar os
dedos.Vejamos a figura abaixo:
Os acordes que aqui estão, são
apenas para consulta, é importante
você memorizar a regra de três para
não precisar consultá-lo.
Indica que a corda é solta
Estes números indicam com que dedo você deve segurar a
corda, no caso, a 4ªcorda é presa pelo dedo 2, a 3ª corda é
solta, a 2ª corda é presa pelo dedo 1, e a 1ª é presa pelo
dedo 3.
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 33
www.cliqueapostilas.com.br
www.primeirosacordes.com.br
Método básico - Cavaquinho 34
Obrigado por nos Visitar, esperamos que tenha
gostado do Curso.
Até o próximo Módulo!!!
www.cliqueapostilas.com.br
Nome do arquivo: 2
Diretório: C:Documents and SettingsMarcosMeus documentos
Modelo: C:Documents and SettingsMarcosDados de
aplicativosMicrosoftModelosNormal.dotm
Título: Noções básicas
Assunto:
Autor:
Palavras-chave:
Comentários:
Data de criação: 6/1/2006 12:20:00
Número de alterações:46
Última gravação: 6/4/2011 18:47:00
Salvo por: Marcos
Tempo total de edição: 1.023 Minutos
Última impressão: 12/9/2011 22:35:00
Como a última impressão
Número de páginas: 34
Número de palavras: 4.606 (aprox.)
Número de caracteres: 24.876 (aprox.)
www.cliqueapostilas.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

20 músicas-fáceis-para-cavaquinho
20 músicas-fáceis-para-cavaquinho20 músicas-fáceis-para-cavaquinho
20 músicas-fáceis-para-cavaquinhoSaulo Gomes
 
Campo harmonico-da_escala_maior_natural
 Campo harmonico-da_escala_maior_natural Campo harmonico-da_escala_maior_natural
Campo harmonico-da_escala_maior_naturalnoisy_doctor
 
Apostila de violão intermediário ao avançado
Apostila de violão intermediário ao avançadoApostila de violão intermediário ao avançado
Apostila de violão intermediário ao avançadoMarlon Ferreira
 
Modelos dos Acordes_Básicos_e_Cromáticos_do_Sistema_5_por_Gilmar_Damião
Modelos dos Acordes_Básicos_e_Cromáticos_do_Sistema_5_por_Gilmar_DamiãoModelos dos Acordes_Básicos_e_Cromáticos_do_Sistema_5_por_Gilmar_Damião
Modelos dos Acordes_Básicos_e_Cromáticos_do_Sistema_5_por_Gilmar_DamiãoGilmar Damião
 
Curso-completo-de-violao-para-iniciantes
 Curso-completo-de-violao-para-iniciantes Curso-completo-de-violao-para-iniciantes
Curso-completo-de-violao-para-inicianteseltoleon
 
Acordes para teclado
Acordes para tecladoAcordes para teclado
Acordes para tecladoClaudio Luiz
 
Apostila de violao
Apostila de violaoApostila de violao
Apostila de violaoJúlio Rocha
 
Método ukulele prof. raimundo frança
Método ukulele prof. raimundo françaMétodo ukulele prof. raimundo frança
Método ukulele prof. raimundo françaSaulo Gomes
 
Apostila violao-iniciantes (1)
Apostila violao-iniciantes (1)Apostila violao-iniciantes (1)
Apostila violao-iniciantes (1)Kenneswester
 
Dicionário de acordes para teclado
Dicionário de acordes para tecladoDicionário de acordes para teclado
Dicionário de acordes para tecladoTassya Fontes
 
INSTRUÇÕES PRÁTICAS E BÁSICAS PARA VIOLÃO E GUITARRA - TABELA DE ACORDES.pdf
INSTRUÇÕES PRÁTICAS E BÁSICAS PARA VIOLÃO E GUITARRA - TABELA DE ACORDES.pdfINSTRUÇÕES PRÁTICAS E BÁSICAS PARA VIOLÃO E GUITARRA - TABELA DE ACORDES.pdf
INSTRUÇÕES PRÁTICAS E BÁSICAS PARA VIOLÃO E GUITARRA - TABELA DE ACORDES.pdfGilmar Damião
 
Batida de cavaquinho
Batida de cavaquinhoBatida de cavaquinho
Batida de cavaquinhoMarcos Duprá
 

Mais procurados (20)

20 músicas-fáceis-para-cavaquinho
20 músicas-fáceis-para-cavaquinho20 músicas-fáceis-para-cavaquinho
20 músicas-fáceis-para-cavaquinho
 
Apostila de Violão - Grupo SIM
Apostila de Violão - Grupo SIMApostila de Violão - Grupo SIM
Apostila de Violão - Grupo SIM
 
Campo harmonico-da_escala_maior_natural
 Campo harmonico-da_escala_maior_natural Campo harmonico-da_escala_maior_natural
Campo harmonico-da_escala_maior_natural
 
Acordes Cav
Acordes CavAcordes Cav
Acordes Cav
 
Apostila de violão intermediário ao avançado
Apostila de violão intermediário ao avançadoApostila de violão intermediário ao avançado
Apostila de violão intermediário ao avançado
 
Modelos dos Acordes_Básicos_e_Cromáticos_do_Sistema_5_por_Gilmar_Damião
Modelos dos Acordes_Básicos_e_Cromáticos_do_Sistema_5_por_Gilmar_DamiãoModelos dos Acordes_Básicos_e_Cromáticos_do_Sistema_5_por_Gilmar_Damião
Modelos dos Acordes_Básicos_e_Cromáticos_do_Sistema_5_por_Gilmar_Damião
 
Apostila violao-completa
Apostila violao-completaApostila violao-completa
Apostila violao-completa
 
Curso de teoria musical
Curso de teoria musicalCurso de teoria musical
Curso de teoria musical
 
Curso-completo-de-violao-para-iniciantes
 Curso-completo-de-violao-para-iniciantes Curso-completo-de-violao-para-iniciantes
Curso-completo-de-violao-para-iniciantes
 
Harmonia
HarmoniaHarmonia
Harmonia
 
Ebook Iniciação Violão.pdf
Ebook Iniciação Violão.pdfEbook Iniciação Violão.pdf
Ebook Iniciação Violão.pdf
 
Acordes para teclado
Acordes para tecladoAcordes para teclado
Acordes para teclado
 
Apostila de violao
Apostila de violaoApostila de violao
Apostila de violao
 
Método ukulele prof. raimundo frança
Método ukulele prof. raimundo françaMétodo ukulele prof. raimundo frança
Método ukulele prof. raimundo frança
 
Apostila violao-iniciantes (1)
Apostila violao-iniciantes (1)Apostila violao-iniciantes (1)
Apostila violao-iniciantes (1)
 
Dicionário de acordes para teclado
Dicionário de acordes para tecladoDicionário de acordes para teclado
Dicionário de acordes para teclado
 
INSTRUÇÕES PRÁTICAS E BÁSICAS PARA VIOLÃO E GUITARRA - TABELA DE ACORDES.pdf
INSTRUÇÕES PRÁTICAS E BÁSICAS PARA VIOLÃO E GUITARRA - TABELA DE ACORDES.pdfINSTRUÇÕES PRÁTICAS E BÁSICAS PARA VIOLÃO E GUITARRA - TABELA DE ACORDES.pdf
INSTRUÇÕES PRÁTICAS E BÁSICAS PARA VIOLÃO E GUITARRA - TABELA DE ACORDES.pdf
 
Acordes soul
Acordes soulAcordes soul
Acordes soul
 
Batida de cavaquinho
Batida de cavaquinhoBatida de cavaquinho
Batida de cavaquinho
 
Solos cavaco
Solos cavacoSolos cavaco
Solos cavaco
 

Destaque

1 hino-da-independencia-partitura
1 hino-da-independencia-partitura1 hino-da-independencia-partitura
1 hino-da-independencia-partituraSaulo Gomes
 
Nb baily practicalmethod
Nb baily practicalmethodNb baily practicalmethod
Nb baily practicalmethodSaulo Gomes
 
guitarra-nivel-basico
guitarra-nivel-basicoguitarra-nivel-basico
guitarra-nivel-basicoSaulo Gomes
 
metodo-livre-para-ukulele
metodo-livre-para-ukulelemetodo-livre-para-ukulele
metodo-livre-para-ukuleleSaulo Gomes
 
1 hino-a-bandeira-partitura
1 hino-a-bandeira-partitura1 hino-a-bandeira-partitura
1 hino-a-bandeira-partituraSaulo Gomes
 
Tabela de acordes__ou_posies_parte
Tabela de acordes__ou_posies_parteTabela de acordes__ou_posies_parte
Tabela de acordes__ou_posies_parteSaulo Gomes
 
(Guitar lessons) music theory for the rock guitarist - ben bolt mel bay
(Guitar lessons)   music theory for the rock guitarist - ben bolt mel bay(Guitar lessons)   music theory for the rock guitarist - ben bolt mel bay
(Guitar lessons) music theory for the rock guitarist - ben bolt mel baySaulo Gomes
 
Electronic keyboard for kids
Electronic keyboard for kidsElectronic keyboard for kids
Electronic keyboard for kidsSaulo Gomes
 
Metodo tune a day for viola vol i
Metodo tune a day for viola vol iMetodo tune a day for viola vol i
Metodo tune a day for viola vol iSaulo Gomes
 
!! Book a collection of his finest piano works ernesto nazareth
!! Book a collection of his finest piano works ernesto nazareth!! Book a collection of his finest piano works ernesto nazareth
!! Book a collection of his finest piano works ernesto nazarethSaulo Gomes
 
Williams, john piano and violin score - schindler's list - three pieces fro...
Williams, john   piano and violin score - schindler's list - three pieces fro...Williams, john   piano and violin score - schindler's list - three pieces fro...
Williams, john piano and violin score - schindler's list - three pieces fro...Saulo Gomes
 
Jamorama piano book 1 - web
Jamorama piano   book 1 - webJamorama piano   book 1 - web
Jamorama piano book 1 - webSaulo Gomes
 
Piano lessons book 2
Piano lessons book 2Piano lessons book 2
Piano lessons book 2Saulo Gomes
 
Cello piano sjogren - op1-58 cello sonata with cello part
Cello piano   sjogren - op1-58 cello sonata with cello partCello piano   sjogren - op1-58 cello sonata with cello part
Cello piano sjogren - op1-58 cello sonata with cello partSaulo Gomes
 

Destaque (17)

Harmonizacao
HarmonizacaoHarmonizacao
Harmonizacao
 
1 hino-da-independencia-partitura
1 hino-da-independencia-partitura1 hino-da-independencia-partitura
1 hino-da-independencia-partitura
 
Nb baily practicalmethod
Nb baily practicalmethodNb baily practicalmethod
Nb baily practicalmethod
 
guitarra-nivel-basico
guitarra-nivel-basicoguitarra-nivel-basico
guitarra-nivel-basico
 
metodo-livre-para-ukulele
metodo-livre-para-ukulelemetodo-livre-para-ukulele
metodo-livre-para-ukulele
 
1 hino-a-bandeira-partitura
1 hino-a-bandeira-partitura1 hino-a-bandeira-partitura
1 hino-a-bandeira-partitura
 
Tabela de acordes__ou_posies_parte
Tabela de acordes__ou_posies_parteTabela de acordes__ou_posies_parte
Tabela de acordes__ou_posies_parte
 
(Guitar lessons) music theory for the rock guitarist - ben bolt mel bay
(Guitar lessons)   music theory for the rock guitarist - ben bolt mel bay(Guitar lessons)   music theory for the rock guitarist - ben bolt mel bay
(Guitar lessons) music theory for the rock guitarist - ben bolt mel bay
 
Horn
HornHorn
Horn
 
Electronic keyboard for kids
Electronic keyboard for kidsElectronic keyboard for kids
Electronic keyboard for kids
 
Metodo tune a day for viola vol i
Metodo tune a day for viola vol iMetodo tune a day for viola vol i
Metodo tune a day for viola vol i
 
!! Book a collection of his finest piano works ernesto nazareth
!! Book a collection of his finest piano works ernesto nazareth!! Book a collection of his finest piano works ernesto nazareth
!! Book a collection of his finest piano works ernesto nazareth
 
Williams, john piano and violin score - schindler's list - three pieces fro...
Williams, john   piano and violin score - schindler's list - three pieces fro...Williams, john   piano and violin score - schindler's list - three pieces fro...
Williams, john piano and violin score - schindler's list - three pieces fro...
 
Easy hymn
Easy hymnEasy hymn
Easy hymn
 
Jamorama piano book 1 - web
Jamorama piano   book 1 - webJamorama piano   book 1 - web
Jamorama piano book 1 - web
 
Piano lessons book 2
Piano lessons book 2Piano lessons book 2
Piano lessons book 2
 
Cello piano sjogren - op1-58 cello sonata with cello part
Cello piano   sjogren - op1-58 cello sonata with cello partCello piano   sjogren - op1-58 cello sonata with cello part
Cello piano sjogren - op1-58 cello sonata with cello part
 

Semelhante a Curso básico de cavaquinho online gratuito

contrabaixo---iniciante
 contrabaixo---iniciante contrabaixo---iniciante
contrabaixo---inicianteSaulo Gomes
 
Aprender como tocar um violão
Aprender como tocar um violãoAprender como tocar um violão
Aprender como tocar um violãoCarlos Eugênio
 
Aula de violão guitarra
Aula de violão guitarraAula de violão guitarra
Aula de violão guitarraIron Filho
 
Aula de teclado reggae
Aula de teclado reggaeAula de teclado reggae
Aula de teclado reggaeMarcos Duprá
 
Aprenda Acordes deViolão - Professor Marcos Duprá - Com Vídeos.pdf
Aprenda Acordes deViolão - Professor Marcos Duprá - Com Vídeos.pdfAprenda Acordes deViolão - Professor Marcos Duprá - Com Vídeos.pdf
Aprenda Acordes deViolão - Professor Marcos Duprá - Com Vídeos.pdfubsrc
 
Aprenda Acordes deViolão - Professor Marcos Duprá - Com Vídeos.pdf
Aprenda Acordes deViolão - Professor Marcos Duprá - Com Vídeos.pdfAprenda Acordes deViolão - Professor Marcos Duprá - Com Vídeos.pdf
Aprenda Acordes deViolão - Professor Marcos Duprá - Com Vídeos.pdfubsrc
 
Aprenda acordes violão
Aprenda acordes violãoAprenda acordes violão
Aprenda acordes violãoMarcos Duprá
 
Curso de violão simples e completo, com varios solinho
Curso de violão simples e completo, com varios solinhoCurso de violão simples e completo, com varios solinho
Curso de violão simples e completo, com varios solinhoLuiz Avelar
 
Aprenda a tocar blues no piano
Aprenda a tocar blues no pianoAprenda a tocar blues no piano
Aprenda a tocar blues no pianoMarcos Duprá
 
Curso básico de teclado - academia das teclas
Curso básico de teclado  - academia das teclasCurso básico de teclado  - academia das teclas
Curso básico de teclado - academia das teclasCleber Lucas
 
Curso básico de teclado
Curso básico de tecladoCurso básico de teclado
Curso básico de tecladovestaisdvenus
 
Apostila violão basico
Apostila violão basicoApostila violão basico
Apostila violão basicoSaulo Gomes
 
Pauta, Claves E NoçõEs De Partitura
Pauta, Claves E NoçõEs De PartituraPauta, Claves E NoçõEs De Partitura
Pauta, Claves E NoçõEs De PartituraHOME
 
Curso Básico de Violão Prático
Curso Básico de Violão PráticoCurso Básico de Violão Prático
Curso Básico de Violão PráticoEvertonBorba7
 
Aprender guitarra-classica
Aprender guitarra-classicaAprender guitarra-classica
Aprender guitarra-classicahome
 

Semelhante a Curso básico de cavaquinho online gratuito (20)

contrabaixo---iniciante
 contrabaixo---iniciante contrabaixo---iniciante
contrabaixo---iniciante
 
Violo1b
Violo1bViolo1b
Violo1b
 
Aprender como tocar um violão
Aprender como tocar um violãoAprender como tocar um violão
Aprender como tocar um violão
 
Aula de violão guitarra
Aula de violão guitarraAula de violão guitarra
Aula de violão guitarra
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Aula de teclado reggae
Aula de teclado reggaeAula de teclado reggae
Aula de teclado reggae
 
Aprenda Acordes deViolão - Professor Marcos Duprá - Com Vídeos.pdf
Aprenda Acordes deViolão - Professor Marcos Duprá - Com Vídeos.pdfAprenda Acordes deViolão - Professor Marcos Duprá - Com Vídeos.pdf
Aprenda Acordes deViolão - Professor Marcos Duprá - Com Vídeos.pdf
 
Aprenda Acordes deViolão - Professor Marcos Duprá - Com Vídeos.pdf
Aprenda Acordes deViolão - Professor Marcos Duprá - Com Vídeos.pdfAprenda Acordes deViolão - Professor Marcos Duprá - Com Vídeos.pdf
Aprenda Acordes deViolão - Professor Marcos Duprá - Com Vídeos.pdf
 
Aprenda acordes violão
Aprenda acordes violãoAprenda acordes violão
Aprenda acordes violão
 
Viola iniciante
Viola inicianteViola iniciante
Viola iniciante
 
Curso de violão simples e completo, com varios solinho
Curso de violão simples e completo, com varios solinhoCurso de violão simples e completo, com varios solinho
Curso de violão simples e completo, com varios solinho
 
Ebook teclas-magicas
Ebook teclas-magicasEbook teclas-magicas
Ebook teclas-magicas
 
Aprenda a tocar blues no piano
Aprenda a tocar blues no pianoAprenda a tocar blues no piano
Aprenda a tocar blues no piano
 
Lendo partitura.docx
Lendo partitura.docxLendo partitura.docx
Lendo partitura.docx
 
Curso básico de teclado - academia das teclas
Curso básico de teclado  - academia das teclasCurso básico de teclado  - academia das teclas
Curso básico de teclado - academia das teclas
 
Curso básico de teclado
Curso básico de tecladoCurso básico de teclado
Curso básico de teclado
 
Apostila violão basico
Apostila violão basicoApostila violão basico
Apostila violão basico
 
Pauta, Claves E NoçõEs De Partitura
Pauta, Claves E NoçõEs De PartituraPauta, Claves E NoçõEs De Partitura
Pauta, Claves E NoçõEs De Partitura
 
Curso Básico de Violão Prático
Curso Básico de Violão PráticoCurso Básico de Violão Prático
Curso Básico de Violão Prático
 
Aprender guitarra-classica
Aprender guitarra-classicaAprender guitarra-classica
Aprender guitarra-classica
 

Último

LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...Martin M Flynn
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISVitor Vieira Vasconcelos
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 

Último (20)

LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppttreinamento brigada incendio 2024 no.ppt
treinamento brigada incendio 2024 no.ppt
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
DIGNITAS INFINITA - DIGNIDADE HUMANA -Declaração do Dicastério para a Doutrin...
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGISPrática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
Prática de interpretação de imagens de satélite no QGIS
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 

Curso básico de cavaquinho online gratuito

  • 1. WWW.PRIMEIROSACORDES.COM.BR 2008 Curso Básico de Cavaquinho Marcos Duprá Compre o Dvd Cavaquinho Iniciante de Marcos Duprá Entre em contato por marcos.dupra@globo.com www.cliqueapostilas.com.br
  • 2. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 2 Sobre o autor Marcos Duprá é músico, arranjador e compositor.Tendo já tocado em diversas bandas com as quais já andou pelo interior afora. Nasceu em São Paulo e leciona há mais de 10 anos. Já foi professor em diversas escolas de música entre elas: Sintonia, Playmusic, Concertus, Conservatório Musical do Tucuruvi, etc... Também participa de projetos sociais, como o da Escola de Samba Unidos da Vila Maria. Sobre o método A intenção do presente trabalho é de suprir a necessidade de achar um material didático que tenha um avanço gradual.Que a teoria musical esteja amarrada com as músicas que estamos aprendendo, e assim coloquemos em prática a teoria aprendida. Para um bom desempenho é necessário que tenhamos disciplina. Lembre-se treinar todos os dias 20 minutos é melhor do que treinar 3 horas apenas num único dia da semana.Não pule fases. Os métodos estão baseados num esquema passo a passo, portanto achar que já sabe determinada matéria, ou que ela é desinteressante, pode ser problemático mais pra frente. No final do método há um dicionário de acordes, conforme você for aprendendo as músicas deve consultá-lo. As dúvidas ou críticas, aceitamos as críticas pois elas nos ajudam a melhorar, podem ser enviadas para o meu email: marcos.duprá@globo.com Bom estudo. Todos os direitos reservados e protegidos por lei. Nenhuma parte deste livro poderá ser reproduzida ou transmitida, sejam quais forem os meios: eletrônico, fotográfico, gravação ou quaisquer outros. www.cliqueapostilas.com.br
  • 3. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 3 Funções Antes mesmo de colocar as mãos no cavaquinho, é importante saber qual sua função num meio musical. Pois bem, como um instrumento de base (acompanhamento) ou solo, o cavaco sempre está acompanhado pelos violões, banjos,bandolins e companhia limitada. Nas bases, tem função de dar pegada e um certo preenchimento, um temperinho a mais. Nos solos e chorinhos dita a melodia esbanjando técnica e sendo acompanhados pelos demais,de modo que as formas de se ''interpretar'' uma peça diferencia cada musico. Apresentação As cordas estão dispostas desta maneira: 4º ------ Re 3º------- Sol 2º------- Si 1º------- Re São contadas de baixo pra cima, assim como os outros instrumentos de corda, deixando o cavaco afinado em sol maior. Veremos o porque quando estudarmos a formação dos acordes. Observações: Você que é canhoto, para utilizar esse método e entender melhor suas figuras e posições, troque a mão direita pela esquerda e inverta a ordem das cordas assim: a primeira no lugar da Quarta, a segunda no lugar da terceira e assim por diante. 1-caixa acústica 2-tampo 3-casa 4-cavalete 5-boca 6-tarraxas 7-braço www.cliqueapostilas.com.br
  • 4. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 4 A Escolha do instrumento -do instrumento: é importante não se prender à sua beleza. Dê mais ênfase ao estado de conservação vendo se não há rachaduras ou se está empenado. As melhores madeiras pra cavaco são jacarandá e faia para o corpo, ébano para escala (braço) e o pinho, para o tampo. Evite instrumento com muita tinta; prefira os levemente envernizados. Palhetas: as mais comuns são as de numero 50 independente da marca e material. -das cordas: os encordoamentos pra cavaco, embora tenha uma certa variedade de marcas e modelos, ainda não correspondem as expectativas : os que duram mais não tem som e os que têm som duram pouco. Obs: a questão de escolha do instrumento é completamente pessoal, por isso pesquise e veja dentro de sua realidade qual se encaixa melhor com você. Sobre a posição das mãos Na mão esquerda usamos o polegar como apoio. Os dedos que pressionam as cordas são: Dedo1:INDICADOR Dedo2:ANULAR Dedo3:MEDIO Dedo4:MINDINHO Na mão direita segura-se a palheta com os dedos polegar e indicador. OBS: evite encostar a palma da mão esquerda no braço do cavaquinho; do contrario terá dificuldades na movimentação, não tendo noção dos espaços percorridos. www.cliqueapostilas.com.br
  • 5. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 5 Aula 1 Noções básicas Leitura de cifras Para começarmos esse curso, temos de aprender o uso das cifras, assim poderemos identificar o nome dos acordes.As cifras são os nomes que damos aos acordes, para isso precisamos saber os nomes das notas musicais que são: Para cada uma dessas notas damos o nome de uma letra,começando pela letra A que corresponde a nota Lá. Portanto: A = Lá maior a letra “A” corresponde a nota Lá, como ela está sozinha significa que o acorde é maior. Am = Lá menor a letra “A” corresponde a nota Lá, e a letra “m” significa que o acorde é menor . A7=Lá com sétima a letra “A” corresponde a nota Lá, e o nº 7 que o acorde é com sétima. Exercícios a) D7 – Ré com sétima b) C – c) Em - d) F – e) A7 - f) G4 – Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si A=lá ; B=si ; C=dó ; D=ré ; E=mi ; F=fá ; G=sol Descubra o nome dos acordes: www.cliqueapostilas.com.br
  • 6. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 6 Aula 2 Noções básicas Cd Faixa 1 -Nome das cordas O nome das cordas soltas do cavaquinho, começando pela primeira corda, contando de baixo para cima são: 1º corda – ré, 2º corda – si, 3º corda – sol, 4º corda – ré. Leitura tablatura Para lermos uma tablatura é como se o braço do cavaco estivesse de frente para nós, portanto, tome cuidado nesse caso com a primeira corda, corda mi, ela está em cima.Os números que aparecem na tablatura são as casas.No exemplo abaixo a corda usada é a terceira corda presa na terceira casa. Afinação 1º modo:com a ajuda de um diapasão,(instrumento calibrado, de sopro ou percussivo) ou outro instrumento qualquer, iguale o som das cordas do cavaco. O nome das cordas você já sabe. 2º modo:comece pela quarta corda; aumente a tensão da corda até determinada altura de modo a considerar que estará afinada. Pressione agora na mesma corda a casa de numero cinco e terá o som da corda sol; tente igualar o som. Na terceira corda já afinada pressione a quarta casa obtendo a nota si tente novamente igualar som e,por ultimo, na corda si, pressione a terceira casa obtendo a nota ré e proceda da mesma maneira tentando igualar o som. OBS: Geralmente as cordas afrouxam um pouco, por isso confira a afinação e se necessário repita os passos acima. No caso de um afinador eletrônico, de ponteiro ou luminoso, não há dificuldades uma vez que só nos cabe aumentar ou diminuir a tensão das cordas. www.cliqueapostilas.com.br
  • 7. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 7 Localização das notas no instrumento As notas indicadas são A= lá , B= si, C= dó, D= ré, E= mi, F= fá, G= sol Sustenido e bemol As notas musicais que conhecemos desde criança são : Dó , Ré, Mi, Fá, Sol, Lá, Si. Entre essas notas existem outras que chamamos de sustenido ou bemol. O sustenido é representado pelo símbolo “#”.O bemol por “b”. Teoricamente o sustenido é diferente do bemol, mas na prática, são formas diferentes de representar a mesma nota.Ex.: Dó# = Réb Vamos entender isso melhor falando em voz alta todas as notas musicais a partir de Dó. Dó , Dó# ou Réb , Ré , Ré# ou Mib, Mi ,Fá ,Fá# ou Solb , Sol ,Sol# ou Láb ,Lá ,Lá# ou Sib ,Si. Exercício Qual o nome das notas? A B C E F G D www.cliqueapostilas.com.br
  • 8. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 8 Exercícios para palhetada alternada Todos os exercícios a seguir devem ser feitos com palhetadas alternadas, ou seja uma para cima outra para baixo.Faça os exercícios lentamente e aumente a velocidade gradativamente. Cd Faixa 2 - Ex. 1 – Duas notas por corda. Cd faixa 3 - Ex.2- Três notas por corda. Cd Faixa 4 - Ex. 3 – Quatro notas por corda. Não corra.Música não é corrida de fórmula 1. Faça os exercícios acima lentamente e com a palhetada correta. www.cliqueapostilas.com.br
  • 9. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 9 Aula 3 O Quadradinho Uma das seqüências de acordes mais usadas no samba é a que os sambistas chamam de quadradinho. Ela é chamada dessa maneira, porque usamos quatro acordes, e eles formam uma espécie de quadrado em torno do braço. Vamos começar a tocar o quadradinho pela tonalidade de D, ou seja, o 1º acorde será o acorde de D. Agora toque a seqüência da seguinte maneira: Cd faixa 5 – D D B7 B7 Em Em A7 A7 Obs.: Toque uma única batida para cada acorde.Conte até 2 e vá para o próximo compasso. Os tempos são agrupados em grupos iguais, de dois em dois, de três em três ou de quatro em quatro, constituindo unidades métricas as quais se dá o nome de compasso. Cada grupo de tempos, isto é, cada compasso, é separado do seguinte por uma linha vertical(travessão). ou como está acima: D D B7 etc... Treine o quadradinho de D até não agüentar mais.Você verá que ao memorizar um quadradinho, teremos aprendido pelos menos uns mil sambas. www.cliqueapostilas.com.br
  • 10. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 10 Aula 4 Batidas para cavaco Neste módulo nós vamos trabalhar apenas com batidas básicas. Pra tocarmos uma batida devemos ter em mente o conceito básico de divisão.A maioria dos sambas, está dividida em dois tempos iguais, ou seja contamos até dois e depois recomeçamos a contagem.Veja a figura abaixo: 1 ta ta ta 2 ta ta ta 1 ta ta ta 2 ta ta ta Exercício 1 - Vamos fazer a contagem acima batendo o pé.Os quadrados brancos indicam o momento em que o pé bate no chão, e os quadrados cinzas quando o pé se levanta. As setas indicam o sentido da batida. Seta para baixo, batida para baixo. Seta para cima, batida para cima. O “v” indica que devemos tocar somente a 4ª corda, e o “X” indica que devemos abafar o som da corda, desapertando-as. Setas brancas ou cinzas significam que a batida deve ser feita com a corda abafada. A mão direita segura a palheta entre os dedos do polegar e indicador, formando uma pinça, como na figura ao lado. Exercício 2 - Agora vamos montar o acorde de D (ré maior), e tocar a figura abaixo: Cd faixa 6 - 1 ta ta ta 2 ta ta ta Dicas do professor 1ª - A mão esquerda deve segurar o braço do cavaquinho entre o polegar e o indicador, bem na junta dos dois dedos.Veja a figura: 2ª - Os dedos da mão esquerda devem pressionar as cordas com a ponta dos dedos, não dobre a junta dos dedos para baixo.Veja as figuras abaixo: 3ª - Os dedos da mão esquerda devem apertar as cordas o mais próximo possível do traste do cavaco. Evite apertar as cordas no meio da casa pois assim você precisará de muito mais força para emitir um som da corda apertada.Veja as figuras abaixo: www.cliqueapostilas.com.br
  • 11. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 11 Cd faixa 7- Batida 1 - 1 ta ta ta 2 ta ta ta Importante :Todos os acordes podem ser consultados no dicionário de acordes que está no fim do método. Cd faixa 8 ---- Seqüência 1 – Esta seqüência tem os mesmos acordes da música : “Cada macaco no seu galho”. D Em A7 Os acordes de Em e A7 estão no mesmo compasso, portanto toque conforme a figura abaixo. Em A7 Cd faixa 9- Seqüência 2 – Esta seqüência tem os mesmos acordes da música: “O mar serenou”, interpretada por Clara Nunes. Batida 1 - D B7 Em Em A7 A7 D A7 Cd faixa 10 - Batida 2 - 1 ta ta ta 2 ta ta ta 1 ta ta ta 2 ta ta ta Cd faixa 11 - Seqüência 3 – Esta seqüência tem os mesmos acordes da música: “Faixa amarela”, interpretada por Zeca Pagodinho. D B7 Em Em A7 A7 D A7 A batida acima tem duração de 2 compassos, portanto para os acordes que tem duração de 1 compasso, como os dois primeiros, toque conforme abaixo. D B7 Dicas do professor 1ª - A mão esquerda deve segurar o braço do cavaquinho entre o polegar e o indicador, bem na junta dos dois dedos. 2ª - Para se montar um acorde devemos sempre colocar o dedo 1 antes dos demais. 3ª - Para os acordes de: D e B7, a palma da mão esquerda se aproxima do braço do cavaco; Para os acordes de: Em e A7, a palma da mão se distancia. 4ª - As batidas aprendidas não são as batidas originais das músicas, mas batidas ótimas para iniciantes. v v v v v v www.cliqueapostilas.com.br
  • 12. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 12 Aula5 Posicionamento dos dedos da mão esquerda Para se ter um posicionamento correto para a mão esquerda, observe a figura abaixo: O dedo 1 (conforme quadrado branco na figura acima) está prendendo a quarta corda na terceira casa, isto implica que; para qualquer corda presa na quarta casa deveremos usar o dedo 2; para qualquer corda presa na quinta casa usaremos o dedo 3; para qualquer corda presa na sexta casa usaremos o dedo 4. Pensando no que foi dito acima, veja a tablatura abaixo . Agora observe abaixo a digitação correta A digitação não possui uma regra fixa, mas a sugestão acima é uma boa maneira de se pensar qual o dedo correto a ser usado. Puxão de orelha: Use todos os dedos da mão esquerda para tocar o seu cavaquinho.Somente assim você conseguirá desenvolver velocidade, www.cliqueapostilas.com.br
  • 13. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 13 Cd faixa 12 - Parabéns pra você Dicas do professor 1- Observe se você está segurando a palheta de maneira correta.. 2- Evite deixar os dedos, da mão esquerda, que não estão sendo usados, levantados.Deixe-os próximos do braço. 3- Devemos tocar o solo com palhetada alternada. 4- Tome cuidado com o posicionamento dos dedos da mão esquerda. 5- As cifras que estão acima da tablatura, são acordes que têm a função de acompanhamento, mas ainda não foram aprendidos, portanto no momento ainda não precisam ser executados. 6- A fração que aparece no início da tablatura, deve ser desconsiderada, pois o seu significado será aprendido mais tarde. 7- A sua vontade ao tocar esse solo, é de tocá-lo na velocidade original.Mas se você não respeitar o uso da palhetada alternada e o posicionamento dos dedos, você terá problemas sérios de velocidade no futuro. Por isso comece lentamente e quando tiver segurança toque com o Cd. www.cliqueapostilas.com.br
  • 14. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 14 Aula 6 Formação de escalas Desde criança fomos ensinados que as notas musicais eram: No entanto , como já foi observado existem outras notas além dessas, os sustenidos e bemóis. A medida da distância de uma nota até outra é feita através do semitom.Ex.: A distância que vai da nota Dó até a nota Dó# é de um semitom. A distância que vai da nota Dó até a nota Ré é de dois semitons ou um Tom. T= um tom 1/2T = um semitom Usando essa fórmula deveremos entender que da primeira para a segunda nota haverá a distância de um tom e assim sucessivamente.Ex.: Para montarmos a escala menor de Dó o processo é o mesmo mas a fórmula é a seguinte: Portanto a escala menor de Dó seria: Dó Ré Mi Fá Sol Lá Si Dó T T 1/2T T T T 1/2T Dó T Ré T Mi 1/2T Fá T Sol T Lá T Si 1/2T Dó T 1/2T T T 1/2T T T Dó T Ré 1/2T Mib T Fá T Sol 1/2T Ab T Sib T Dó Para montarmos a escala maior é necessário termos a fórmula abaixo na cabeça. Toda escala maior possui uma escala menor relativa.Por exemplo, a escala menor relativa de C maior é Am, que é a sexta nota da escala de C maior e possui as mesmas notas com a diferença que começa pela nota A (escala de Am- Lá si dó ré mi fá sol lá.).Dê uma olhada na escala de Dó maior, e observe que a partir da nota lá temos a fórmula da escala menor. www.cliqueapostilas.com.br
  • 15. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 15 Exercícios 1- Quais os nomes das seguintes cordas: a) Quarta corda – b) Segunda corda – c) Primeira corda – a) Escala maior de Mi b) Escala menor de Sol c) Escala maior de Ré 3 - Diga o nome das seguintes cifras: a) C = b) A = c) Fm = 4 - Quais os nomes das seguintes notas: 5 - Diga o nome dos seguintes acordes: 2 -Monte as seguintes escalas: www.cliqueapostilas.com.br
  • 16. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 16 Cd faixa 13 - Seqüência 4 – Esta seqüência tem os mesmos acordes da música: “Só pra contrariar”, do grupo Fundo de Quintal. Batida 2 - D D D B7 Em Em A7 A7 D D D7 D7 G G D A7 Cd faixa 14 ---- Batida 3- 1 ta ta ta 2 ta ta ta 1 ta ta ta 2 ta ta ta Cd faixa 15 - Seqüência 5 - Esta seqüência te os mesmos acordes da música:”Canta,Canta minha gente” do cantor Martinho da Vila. Parte 1 - G G G E7 A m Am D7 D7 Parte 2 - G E7 Am D7 Cd faixa 16 - Seqüência 6 – Esta seqüência tem os mesmos acordes da música:”Caxambu” de Almir Guineto. Parte 1 - G D7 G C G E7 Am D7 G E7 Am D7 Parte 2 - G D7 G C G C G C Parte 3 - G D7 G C G C Parte 4 - G D7 G C G C D7 Dicas do professor 1ª - A mão esquerda deve segurar o braço do cavaquinho entre o polegar e o indicador, bem na junta dos dois dedos. 2ª - Os dedos da mão esquerda devem pressionar as cordas com a ponta dos dedos, não dobre a junta dos dedos para baixo. 3ª - Para os acordes de: D e B7, a palma da mão esquerda se aproxima do braço do cavaco; Para os acordes de: Em e A7, a palma da mão se distancia. 4ª - A partir da seqüência 4, começam a aparecer acordes novos, portanto antes de tocar as músicas, treine a troca dos acordes sem fazer batida.Assim você conseguirá memorizar melhor. 5ª - O dedo 1, da mão esquerda, deve ser colocado antes dos demais. www.cliqueapostilas.com.br
  • 17. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 17 Aula 7 Cd faixa 17 - Asa branca Dicas do professor 1 - Observe se você está segurando a palheta de maneira correta. 2 - Evite deixar os dedos, da mão esquerda, que não estão sendo usados levantados.Deixe-os próximos do braço. 3 - Devemos tocar o solo com palhetada alternada. 4 - Tome cuidado com o posicionamento dos dedos da mão esquerda. 5 - A sua vontade ao tocar esse solo, é de tocá-lo na velocidade original.Mas se você não respeitar o uso da palhetada alternada e o posicionamento dos dedos, você terá problemas sérios de velocidade no futuro. Por isso comece lentamente. www.cliqueapostilas.com.br
  • 18. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 18 Aula 8 Regra dos três Para montar qualquer acorde maior basta ter em mente os três desenhos principais: Usando a mesma ordem, vamos montar o acorde de A, em cada um dos três desenhos. O mesmo processo é usado para os acorde menores, a única diferença é que para facilitar a visualização ao invés de usarmos Gm usaremos G#m. Usando a mesma ordem vamos montar o acorde de Am em cada um dos três desenhos. Exercícios Toque os acordes abaixo, usando a regra de três: a) B b) C# c) F d) Bbm e) Dm f) Fm www.cliqueapostilas.com.br
  • 19. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 19 Exercícios a) Escala menor de Bm- b) Escala menor de Dm- c) Escala menor de Cm- d) Escala maior de B- 2- Ligue com um traço os sustenidos com os bemóis: C# Bb F# Eb A# Db G# Ab D# Gb 3 - Diga o nome das seguintes cifras : a) Bm - b) Eb- c) F#m- 4 - Qual o nome das cordas soltas em sua respectiva ordem? 5 - Desenhe os acordes pedidos: a) Em b) A 1- Forme as seguintes escalas : www.cliqueapostilas.com.br
  • 20. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 20 Aula9 Cd faixa 18 - Batida 4 - 1 ta ta ta 2 ta ta ta 1 ta ta ta 2 ta ta ta Cd faixa 19 - Seqüência 7 - Esta seqüência tem os mesmos acordes da música:”Caviar” interpretada por Zeca Pagodinho. Parte 1 - G G Am D7 Parte 2 - G G G E7 Am Am G G G7 G7 C D7 G D7 Cd faixa 20 - Seqüência 8 – Esta seqüência tem os mesmos acordes da música: ”Capoeira” interpretada pelo grupo Sensação. Parte 1 - G G D7 D7 D7 D7 G G Parte 2 - G G G G D7 D7 Am D7 G G Parte 3 – Dm G7 C C Cm D7 G G E7 E7 A7 A7 D7 D7 G G Cd faixa 21 - Sequência 9 - Esta seqüência tem os mesmos acordes da música: ”Devagar, devagarinho”de Martinho da Vila. Parte 1 - F F F F Gm Gm C7 C7 Parte 2 - F F F F Gm Gm Gm F C7 Dicas do professor 1 – Para abafarmos a corda, devemos apenas desapertar as cordas e não soltá-las. 2 – Cante a batida na sua cabeça.Os quadradinhos brancos e cinzas são apenas um guia, não faça dele seu mestre.A batida deve se tornar, com o passar do tempo, mais livre. X X v www.cliqueapostilas.com.br
  • 21. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 21 Cd faixa 22 - Jingle bells www.cliqueapostilas.com.br
  • 22. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 22 Aula10 Intervalos simples e compostos Intervalo é a distância que separa duas notas musicais.Por exemplo já sabemos que da nota Dó até a nota Ré existe uma distância de um tom.O intervalo que existe da nota Ré em relação à nota Dó receberá o nome de intervalo de segunda maior.Cada intervalo receberá uma denominação própria da sua relação com a tônica (fundamental ou primeira nota da escala). Nome Exemplo Distâncias Tônica C Zero (contando a partir de dó) Segunda menor Db ½ tom Segunda maior D 1 tom Terça menor Eb 1 1/2tons Terça maior E 2 tons Quarta perfeita (ou justa) F 2 ½ tons Quinta menor F# 3 tons Quinta maior G 3 1/2tons sexta menor ou quinta aumentada G# 4 tons Sexta maior A 4 ½ tons Sétima menor Bb 5 tons Sétima maior B 5 1/2tons Obs.: as notas em negrito são as notas da escala maior de C. Nome Exemplo Distâncias Oitava C 6 tons Nona menor Db 6 ½ tons Nona maior D 7 tons terça menor Eb terça maior E Décima primeira F 8 ½ tons Décima primeira aumentada F# 9 tons quinta maior G Décima terceira menor Ab 10 ½ tons Décima terceira A 11 tons Intervalos Simples São os intervalos que vão da Tônica até a sétima maior. Intervalos compostos São os intervalos que vão da oitava em diante. Não se assuste, são as mesmas notas com nomes diferentes. Não se perca pensando demais. Alguns intervalos podem ter nomes diferentes mas serem a mesma nota, por exemplo: no quadro acima, ré pode ser segunda maior de dó (intervalo simples), mas também pode ser nona maior (intervalo composto).Tudo isso ficará mais claro quando aprendermos a formar acordes. www.cliqueapostilas.com.br
  • 23. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 23 Intervalos no instrumento Intervalos simples Intervalo de segunda maior – dó até ré Intervalo de terça maior – dó até mi Intervalo de quarta – dó até fá Intervalo de quinta – dó até sol Intervalo de sexta maior – dó até lá Intervalo de sétima maior – dó até si www.cliqueapostilas.com.br
  • 24. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 24 Intervalos compostos Daqui por diante, os intervalos serão chamados de intervalos compostos. Intervalo de oitava – dó até dó Intervalo de nona maior – dó até ré Intervalo de terça maior ( décima) – dó até mi Intervalo de décima primeira – dó até fá Intervalo de quinta maior(décima-segunda) – dó até sol Intervalo de décima terceira maior – dó até lá Preste atenção: os intervalos simples e compostos são iguais, a única diferença está no nome. Nos exemplos acima, a nona, a décima primeira e a décima terceira são iguais a segunda, a quarta e a sexta, respectivamente. www.cliqueapostilas.com.br
  • 25. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 25 Exercícios 1 - Qual a fórmula para formar uma escala maior? 2 - Qual a fórmula para formar uma escala menor? 3 - Quais são os três acordes maiores básicos? a) Escala maior de G b) Escala menor de Em c) Escala maior de A 5 - Diga quem é a terça de: G E A D C G Bb C# Eb B 6 - Complete os espaços: A nota sol# é a terça de ___________. A nota mi é a quinta de ___________. A nota dó e a tônica de ___________. A nota sol é a quinta de ___________. 4 - Monte a seguintes escalas: www.cliqueapostilas.com.br
  • 26. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 26 Aula 11 Cd faixa 23 - Seqüência 10 – Esta seqüência tem os mesmos acordes da música:” Vai lá,vai lá” do grupo Fundo de Quintal. Batida 2 - F D7 Gm C7 Cd faixa 24 - Seqüência 11 – Esta seqüência tem os mesmos acordes da música:”Conselho” de Almir Guineto. Batida 2 - Parte 1 - G G Bm Bm Dm G7 C C Cm Cm G E7 A7 A7 Am D7 Parte 2 - G Bm Dm G7 C Cm G E7 A7 Cm D7 G D7 Parte 3 - G Bm Dm G7 C Cm G E7 A7 D7 G Cd faixa 25 - Seqüência 12 – Esta seqüência tem os mesmos acordes da música:”Mulheres”, interpretada por Martinho da Vila. Parte 1 – Em A D Bm Em F# Bm Bm Tocar esta parte 2 vezes. Parte 2 - F# F# Bm Bm G F# Bm Bm Parte 3 - G F# Bm Bm Em F# Bm Bm Tocar esta parte 2 vezes. Dicas do professor 1ª – Para o acorde de Bm, a palma da mão esquerda deve se afastar um pouco do braço do cavaquinho, para que os dedos se posicionem de uma maneira que fiquem perpendiculares em relação às cordas. 2ª - A mão esquerda deve segurar o braço do cavaquinho entre o polegar e o indicador, bem na junta dos dois dedos. 3ª - Os dedos da mão esquerda devem pressionar as cordas com a ponta dos dedos, não dobre a junta dos dedos para baixo. www.cliqueapostilas.com.br
  • 27. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 27 Aula 12 Transposição de tonalidade Transpor a tonalidade de uma música para outra tonalidade é um processo bastante simples.Supondo que a tonalidade de uma música seja C e eu quero tocá-la na tonalidade de G, eu devo contar qual a distância de semitons que separa a tonalidade de C da tonalidade de G. Ex.: C# D D# E F F# 3 e ½ tons Sabendo a distância que separa uma tonalidade de outra, no caso 3 ½ tons, os outros acordes da seqüência deverão ter a mesma distância, 3 ½ tons, devendo ser respeitada a sua função na música, ou seja se o acorde original for menor o acorde transposto deverá ser menor e assim por diante.Vejamos no exemplo abaixo como ficaria uma seqüência em C transposta para G. Cd faixa 26 Ex.: Tonalidade Original C# A# D# G# D B E A 3 ½ tons D# C F A# E C# F# B F D G C F# D# G# C# Tonalidade Transposta C G C Am G7Dm G D7Em Am Sugestão: Pegue as músicas que você já toca e transporte-as para outra tonalidade. www.cliqueapostilas.com.br
  • 28. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 28 Exercícios 1 - Transporte as seguintes seqüências para a tonalidade de G : a) C / Am / Dm / G / b) D / F#m / G / A7 / c) A / Bm / C#m / E7 / a) Db=C# ( ) d) Eb=C# ( ) b) E=Fb ( ) e) A#=Bb ( ) c) G#=Gb ( ) 3 - Dê nome aos símbolos: # - _________________________ b - ________________________ 4 - Forme as seguintes escalas: a) Dm – b) Cm – 5 - Qual a terça maior de : a) D b) F c) B d) G 2 - Falso ou verdadeiro: www.cliqueapostilas.com.br
  • 29. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 29 O quadradinho em outras tonalidades Vamos por em prática o que aprendemos sobre transposição de tonalidade, usando o quadradinho de “D”. Quadradinho de D – tom D D B7 Em A7 Transpondo para a tonalidade de E. A distância de “D” até “E” é de um tom, portanto devemos subir um tom para cada acorde. D B7 Em A7 1 tom E C#7 F#m B7 Quadradinho de E. Transpondo para a tonalidade de F. A distância de “D” até “F” é de um tom e meio, portanto devemos subir um tom e meio para cada acorde. D B7 Em A7 1 tom e meio F D7 Gm C7 Quadradinho de F. Transpondo para a tonalidade de G. A distância de “D” até “G” é de dois tons, portanto devemos subir dois tons para cada acorde. D B7 Em A7 2 tons G E7 Am D7 Quadradinho de G. Transporte o quadradinho de D, para todas as tonalidades, isso ajudará muito no raciocínio. www.cliqueapostilas.com.br
  • 30. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 30 Aula 13 Cd faixa 27 - Brasileirinho www.cliqueapostilas.com.br
  • 31. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 31 Nomenclatura - Clave de sol – Indica onde está a nota sol. - Bequadro – Anula o bemol ou sustenido. - Bemol – Abaixa a nota em meio tom. - Sustenido – Eleva a nota em meio tom. -Compasso – Indica qual a duração de tempo de um travessão até outro. O numero superior da fração, indica quantos tempos devem ser contados de um travessão até outro. - Ritornello – Indica a repetição de um trecho da música. - Casa 1, casa 2 – Indica que devemos repetir um trecho da música e depois pular a casa 1 e continuar da casa 2. -Fermata – Indica que o tempo da nota tocada é livre. - Trinado – Indica que a nota deve ser palhetada constantemente pela mão direita. % - Repetição – Indica que o compasso anterior deve ser repetido. www.cliqueapostilas.com.br
  • 32. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 32 Pequeno dicionário de acordes Para usarmos o dicionário é importante entender aonde devemos colocar os dedos.Vejamos a figura abaixo: Os acordes que aqui estão, são apenas para consulta, é importante você memorizar a regra de três para não precisar consultá-lo. Indica que a corda é solta Estes números indicam com que dedo você deve segurar a corda, no caso, a 4ªcorda é presa pelo dedo 2, a 3ª corda é solta, a 2ª corda é presa pelo dedo 1, e a 1ª é presa pelo dedo 3. www.cliqueapostilas.com.br
  • 33. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 33 www.cliqueapostilas.com.br
  • 34. www.primeirosacordes.com.br Método básico - Cavaquinho 34 Obrigado por nos Visitar, esperamos que tenha gostado do Curso. Até o próximo Módulo!!! www.cliqueapostilas.com.br
  • 35. Nome do arquivo: 2 Diretório: C:Documents and SettingsMarcosMeus documentos Modelo: C:Documents and SettingsMarcosDados de aplicativosMicrosoftModelosNormal.dotm Título: Noções básicas Assunto: Autor: Palavras-chave: Comentários: Data de criação: 6/1/2006 12:20:00 Número de alterações:46 Última gravação: 6/4/2011 18:47:00 Salvo por: Marcos Tempo total de edição: 1.023 Minutos Última impressão: 12/9/2011 22:35:00 Como a última impressão Número de páginas: 34 Número de palavras: 4.606 (aprox.) Número de caracteres: 24.876 (aprox.) www.cliqueapostilas.com.br