SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 95
Manopuntura
Podopuntura
Rinopuntura
MANOPUNTURA
São estímulos de acupuntura
realizados em pontos específicos
localizados na mão. Podem ou não
ser em mesmo local de pontos
regulares de canais energéticos.
Muito usado para tratamento de
patologias agudas, em especial em
caso de dor.
PONTOS REGULARES
CORAÇÃO
PONTOS REGULARES
PERICÁRDIO
PONTOS REGULARES
PULMÃO
PONTOS REGULARES
INTESTNO DELGADO
PONTOS REGULARES
INTESTNO DELGADO
PONTOS REGULARES
TRIPLO AQUECEDOR
PONTOS REGULARES
INTESTNO GROSSO
PONTOS REGULARES
INTESTNO GROSSO
SELEÇÃO DOS PONTOS
1) De acordo com a propriedade do
ponto: Para cada patologia
específica usa-se o ponto de
propriedade correspondente.
Exemplo: Paciente com asma, pode-
se usar o Ponto Tosse e/ou Ponto
Pulmão.
SELEÇÃO DOS PONTOS
2) De acordo com o método cruzado:
Uma patologia no lado esquerdo é
tratada por agulhas inseridas em
pontos da mão direita e vice-
versa. Exemplo: Dor no tornozelo
esquerdo faz-se a manopuntura
no lado direito.
SELEÇÃO DOS PONTOS
3) Usando pontos bilateralmente:
Doenças dos órgãos internos com
manifestações gerais ou doenças
com dificuldade de distinção de
local exato de dor usa-se a
manopuntura bilateral. Exemplo:
Diarréia usa-se pontos da diarréia
bilateralmente.
TRATAMENTO
1) Normalmente agulhas de 1 cun
2) Face dorsal inserção de 15º a 20º, com
profundidade de 0,2 a 0,4 cun
3) Face ventral inserção vertical, com
profundidade de 0,3 a 0,5 cun
4) Associar a tratamento sistêmico e/ou com
outros microssistemas
5) Quando dor articular ou em membro pede-se
o movimento da área afetada durante a
estimulação.
6) Tempo: No mínimo 30 min.
PALMA DA MÃO
1) Total de 19 pontos
2) 4 pontos de canais regulares
* PC8
* PC7
* P10
* PC9 (Extra)
3) 3 pontos extras
Pontos da Palma da Mão
1) Ponto Daling (PC7): No meio da prega de
flexão do punho.
Indicação: Miocardite, loucura.
2) Ponto Lao Gong (PC8): Entre o segundo e o
terceiro osso metacarpo, onde o dedo
médio toca ao fechar a mão.
Indicação: Convulsão, inconsciência,
polihidrosis.
3) Ponto Gastrointestinal: No ponto médio
entre os pontos PC7 e PC8.
Indicação: Distúrbios gatrointestinais.
1 – Daling (PC7)
2 – Lao Gong (PC8)
3 – Gastrointestinal
4) Ponto Tornozelo: No ponto médio entre o
ponto gastrointestinal e ponto PC7.
Indicação: Dores no tornozelo e no pé.
5) Polihidrosis: No centro da palma da mão.
Indicação: Distúrbios de suor, excesso de
açúcar.
6) Ponto da Palpitação: No lado radial da
articulação metacarpofalangeana do dedo
mínimo.
Indicação: Vertigem, angina, palpitação.
4 – Tornozelo
5 – Polihidrosis
6 – Palpitação
7) Ponto 1 da Noctúria: No ponto médio da dobra
da segunda art. Interfalangeana do dedo
mínimo.
Indicação: Enurese.
8) Ponto 2 da Noctúria: No ponto médio da dobra
da primeira art. Interfalangeana do dedo
mínimo.
Indicação: Enurese, impotência sexual,
diminuição de libido.
9) Ponto Histeria: No ponto médio da dobra
transversal da art. metacarpofalangeana do
polegar.
Indicação: Distúrbios emocionais, histeria,
demência, loucura.
7 – Noctúria 1
8 – Noctúria 2
9 - Histeria
10) Ponto Úlcera Bucal: No ponto médio da dobra da
articulação metacarpofalangeana do dedo médio.
Indicação: Dor na boca, dor de dente, úlcera bucal.
11) Ponto da Tosse: No lado ulnar da articulação
metacarpofalangeana do dedo indicador.
Indicação: Tosse, bronquite crônica, asma
12) Ponto Yu Ji (P10): No ponto médio do primeiro
metacarpo.
Indicação: Febre e hemoptise.
13) Ponto do Resfriado: 1 cun abaixo de P10.
Indicação: Rinite, gripe, resfriado, cefaléia.
10 – Úlcera Bucal
11 – Tosse
12 – Yu Ji (P10)
13 – Resfriado
14) Ponto do Baço: No meio da dobra da
segunda articulação interfalangeana do
dedo anelar.
Indicação: Indigestão e edema.
15) Ponto do Fígado: No meio da dobra da
primeira articulação interfalangeana do
dedo anelar.
Indicação: Hepatite, icterícia, indigestão.
16) Ponto Dor de Dente: Entre o terceiro e
quarto dedos, 1 cun proximal.
Indicação: Distúrbios odontológicos.
14 – Baço
15 – Fígado
16 – Dor de Dente
EXTRAS
17) Ponto Anticonvulsivo: Na união dos
músculos tenar e hipotenar.
Indicação: Convulsão.
18) Ponto da Indigestão Infantil: No meio da
dobra da primeira articulação
interfalangeana do dedo médio .
Indicação: Indigestão infantil.
19) Ponto da Emergência (PC9): No centro da
ponta do dedo médio.
Indicação: Coma, pico de hipertensão,
desmaio.
17 – Anticonvulsivo
18 – Indigestão Infantil
19 – Emergência (PC9)
DORSO DA MÃO
1) Total de 23 pontos.
2) 2 Pontos de canais regulares:
* IG5
* TA4
3) 3 Pontos extras
Pontos do Dorso da Mão
20) Quadril e Pernas (2 pontos): no lado ulnar na
base quarto osso metacarpo (1), no lado ulnar
da base do segundo osso metacarpo (2).
Indicação: Dor lombar e nas pernas, ciático,
parestesia de MMII.
21) Ponto do Tornozelo: No lado radial da
articulação metacarpofalangeana do dedo
polegar.
Indicação: Dores no tornozelo e pé.
22) Ponto do Tórax: No lado radial da articulação
interfalangeana do dedo polegar.
Indicação: Dores no tórax, distúrbios
neurológicos, vômitos.
20 – Quadril e Pernas
21 – Tornozelo
22 – Tórax
23) Ponto do Olho: No lado ulnar da
articulação interfalangeana do polegar.
Indicação: Distúrbios oftalmológicos.
24) Ponto do Ombro: No lado radial da
articulação metacarpofalangeana do dedo
indicador.
Indicação: Dores no ombro e cintura
escapular.
25) Ponto da Fronte: No lado radial da
primeira articulação interfalangeana do
dedo indicador.
Indicação: Cefaléia frontal, indigestão.
23 – Olho
24 – Ombro
25 – Fronte
26) Ponto do Vértice: No lado radial da
primeira articulação interfalangeana do dedo
médio.
Indicação: Cefaléia de vértice, cefaléia
tensional.
27) Ponto da Enxaqueca: No lado ulnar da
primeira articulação interfalangeana do dedo
anelar.
Indicação: Enxaqueca, dor no tórax.
28) Ponto Perineal: No lado radial da primeira
articulação interfalangeana do dedo mínimo.
Indicação: Dor no períneo, hemorróidas,
distúrbio de próstata.
26 – Vértice
27 – Enxaqueca
28 – Perineal
29) Ponto Occipital: No lado ulnar da primeira
articulação interfalangeana do dedo mínimo.
Indicação: cefaléia occipital, tonsilite, distúrbios
de ATM.
30) Ponto da Coluna Vertebral: No lado ulnar da
articulação metacarpofalangeana do dedo
mínimo.
Indicação: Dores na coluna em geral.
31) Ponto do Nervo Ciático: No lado ulnar da
articulação metacarpofalangeana do dedo
anelar.
Indicação: Ciatalgia, dores no quadril e nádegas.
29 – Occipital
30 – Coluna Vertebral
31 – Nervo Ciático
32) Ponto da Garganta: No lado ulnar da
articulação metacarpofalangeana do dedo
médio.
Indicação: Faringite, laringite, afonia, ponto
analgésico geral.
33) Ponto do Pescoço e Nuca: No lado ulnar
da art. metacarpofalangeana do dedo
indicador.
Indicação: Torcicolo, cervicalgia.
34) Ponto da Epistaxe: Próximo a membrana
interdigital dos dedos polegar e indicador.
Indicação: Hemorragia nasal.
32 – Garganta
33 – Pescoço e Nuca
34 – Epistaxe
35) Ponto da Dor de Cabeça: No lado ulnar da
art. Metacarpofalangeana do polegar.
Indicação: Dores de cabeça em geral,
vertigem, indigestão.
36) Ponto do Nariz: No lado radial do segundo
metacarpo (base).
Indicação: Dor e congestão nasal.
37) Ponto Yang Chi (TA4): No meio da prega de
extensão do punho.
Indicação: Dor no punho e no braço.
35 – Dor de Cabeça
36 – Nariz
37 – Yang Chi (TA4)
38) Ponto Yang Xi (IG5): Entre os tendões dos
músculos extensor curto e longo do polegar.
Indicação: Zumbido, surdez, dor ocular.
39) Ponto do Punho: No ponto médio entre os
pontos TA4 e IG5.
Indicação: Parestesia em MMSS, dor no punho.
38 – Yang Xi (IG5)
39 – Punho
EXTRAS
40) Ponto da Diarréia: 1 cun proximal do ponto
médio entre a terceira e quarta articulação
metacárpicas.
indicação: Diarréia.
41) Ponto do Estômago: No meio da segunda
articulação interfalangeana do dedo médio.
Indicação: Vômitos e náuseas.
42) Ponto Antipirético: No lado radial da
membrana interdigital do dedo médio.
indicação: Febre.
40 – Diarréia
41 – Estômago
42 – Antipirético
PODOPUNTURA
São estímulos de acupuntura
realizados em pontos específicos
localizados ao longo de todo pé.
Podem ou não ser em mesmo local
de pontos regulares de canais
energéticos. Muito usado para
tratamento de patologias agudas,
em especial em caso de dor.
PONTOS REGULARES
RIM
PONTOS REGULARES
RIM
PONTOS REGULARES
BAÇO-PÂNCREAS
PONTOS REGULARES
BAÇO-PÂNCREAS
PONTOS REGULARES
FÍGADO
PONTOS REGULARES
BEXIGA
PONTOS REGULARES
BEXIGA
PONTOS REGULARES
ESTÔMAGO
PONTOS REGULARES
ESTÔMAGO
PONTOS REGULARES
VESÍCULA BILIAR
PONTOS REGULARES
VESÍCULA BILIAR
SELEÇÃO DOS PONTOS
1) De acordo com a propriedade do
ponto: Para cada patologia
específica usa-se o ponto de
propriedade correspondente.
SELEÇÃO DOS PONTOS
2) De acordo com o método cruzado:
Uma patologia no lado esquerdo é
tratada por agulhas inseridas em
pontos do pé esquerda e vice-
versa.
SELEÇÃO DOS PONTOS
3) Usando pontos bilateralmente:
Doenças dos órgãos internos com
manifestações gerais ou doenças com
dificuldade de distinção de local exato
de dor usa-se a manopuntura bilateral.
TRATAMENTO
1) Normalmente agulhas de 1 cun
2) Dorso, lateral e medial inserção de 15º a 20º,
com profundidade de 0,2 a 0,4 cun
3) Sola inserção vertical, com profundidade de
0,3 a 0,5 cun
4) Associar a tratamento sistêmico e/ou com
outros microssistemas
5) Quando dor articular ou em membro pede-se
o movimento da área afetada durante a
estimulação.
6) Tempo: No mínimo 30 min.
PONTOS
 15 Pontos na face plantar
 11 Pontos na face dorsal
4 Pontos do lado medial
1 Ponto no lado lateral
PLANTA
DOS PÉS
1) Ponto 1: Na planta do pé, entre os maléolos
medial e lateral.
Indicação: Insônia, hipotensão, histeria.
2) Ponto 2: A 5 cun da borda posterior do
tensão calcanear, 1 cun lateral a linha
média.
Indicação: Histeria, neurastenia
3) Ponto 3: A 4 cun da borda posterior do
tendão calcanear, 1,5 cun lateral a linha
média.
Indicação: Ciatalgia, dor lombar
Planta
4) Ponto 4: A 5 cun da borda posterior do tendão
calcanear na linha média.
Indicação: Astenia, hepatite, insônia.
5) Ponto 5: A 5 cun da borda posterior do tendão
calcanear, 1 cun medial a linha média.
Indicação: Disenteria, diarréia.
6) Ponto 6: A 1 cun proximal do ponto 5.
Indicação: Disenteria, diarréia.
Planta
7) Ponto 7: 3 cun proximal entre o terceiro e
quarto dedo.
Indicação: Dismenorréia, gastrenterite
8) Ponto 8: 3 cun proximal entre o hálux e o
segundo dedo.
Indicação: Espasmos gástricos, gastroenterite
9) Ponto 9: 3 cun proximal entre o quarto e
quinto dedo.
Indicação: Ciatalgia, urticária, dor nos
ombros.
Planta
10) Ponto 10: 1 cun proximal a prega média do
quinto dedo.
Indicação: Dor de dente
11) Ponto 11: 1 cun posterior a borda do tendão
calcanear.
Indicação: Resfriado comum, sinusite, rinite
12) Ponto 12: 1 cun lateral ao Ponto 1.
Indicação: Nevralgia intercostal, opressão torácica.
Planta
13) Ponto 13: 1 cun medial ao Ponto 1.
Indicação: Nevralgia do trigêmeo.
14) Ponto Yong Quan (R1): Na depressão forma
ao flexionar os dedos dos pés.
Indicação: Inconsciência, histeria
15) Ponto 15: No ponto médio da dobra do
quinto dedo.
Indicação: incontinência urinária, poliúria.
Planta
DORSO DO
PÉ
16) Ponto 16: São dois pontos. 0,5 cun
laterais e abaixo da linha de flexão do
tornozelo.
Indicação: Espasmos gástricos
17) Ponto 17: A 2,5 cun do E41.
indicação: Angina, astenia
18) Ponto 18: 3 cun proximal entre o
segundo e terceiro dedo.
Indicação: Úlcera gástrica, gastrite,
queimação.
DORSO
19) Ponto 19: 1,5 cun da prega entre o quarto
e quinto dedo. Entre VB41 e VB42.
Indicação: Ciatalgia, tonsilite.
20) Ponto 20: 2 cun proximal a prega entre o
terceiro e quarto dedo.
Indicação: Torcicolo
21) Ponto 21: No ponto médio da dobra de
extensão do hálux.
Indicação: Tonsilite, caxumba, urticária.
DORSO
22) Ponto Xing Jian (F2): Na membrana
interdigital entre o hálux e o segundo dedo.
Indicação: Dor de cabeça, suor noturno
23) Ponto Tai Chong (F3): 2 cun acima de F2.
Indicação: Dor de cabeça, hipertensão
24) Ponto 24: No lado medial da segunda
articulação interfalangeana do segundo
dedo.
Indicação: Cefaléia, otite.
DORSO
25) Ponto 25: No lado medial da segunda
articulação interfalangeana do terceiro dedo.
Indicação: Cefaléia
26) Ponto 26: No lado medial da segunda
articulação interfalangeana do quarto dedo.
Indicação: Cefaléia, hipertensão
DORSO
FACE MEDIAL
27) Ponto 27: Entre os pontos BP3 e BP4
Indicação: Confusão, loucura, pesadelos
28) Ponto 28: 1 cun anterior do ponto BP4.
Indicação: Dismenorréia, sangramento uterino.
29) Ponto 29: 2 cun abaixo do topo do maléolo
medial.
Indicação: Sangramento uterino, asma,
bronquite.
30) Ponto 30: 1 cun a frente de F4.
Indicação: Hipertensão.
FACE MEDIAL
FACE LATERAL
31) Ponto Kun Lun (B60): Na depressão entre o
topo do maléolo lateral e o tendão calcanear.
Indicação: Ciatalgia, dor lombar, hemiplegia.
FACE LATERAL
RINOPUNTURA
De acordo com a teoria da
Medicina Tradicional Chinesa, o
nariz está situado no meio da face
e assim se converte no ponto de
encontro do Xue e do Qi de todo o
corpo. Daí parte a origem deste
microssistema de tratamento.
TRATAMENTO
1) Com associação a acupuntura sistêmica
e/ou outros microssistemas.
2) Estímulos por massagem, laser,
magnetos, agulhas (0,5 cun – “face”).
3) Sensações de peso, dor, calor ou frio.
LINHAS DA RINOPUNTURA
Os pontos da rinopuntura estão
localizados em um sistema linear.
1) Linha divisória (Zang).
2) Linha média (Fu).
3) Linha lateral (Membros, segmentos...)
Lembrando que as linhas média e
lateral são bilaterais.
LINHA DIVISÓRIA
Linha vertical no meio do nariz, encontram-
se os pontos:
1) Cabeça e Face: Na linha média das
sobrancelhas, na linha dos cabelos.
2) Ponto do Pescoço: Entre o Ponto da Cabeça e
Face e o Ponto do Pulmão.
3) Ponto do Pulmão: No ponto médio entre as
sobrancelhas (Yin Tang)
4) Ponto do Coração: Na altura entre os olhos.
5) Ponto do Fígado: Na proeminência mais
elevada do nariz.
6) Ponto do Baço: Entre o Ponto do Fígado e o
Ponto de Rim.
7) Ponto do Rim: Na ponta do nariz.
8) Ponto dos Órgão Genitais Externos: No
extremo do filtro nasal.
LINHA MÉDIA
9) Ponto da Vesícula Biliar: Ao mesmo nível do
ponto do Fígado.
10)Ponto do Estômago: Ao mesmo nível do
ponto do Baço.
11)Ponto de Intestino Delgado: Na terça parte
do centro até a aleta nasal.
12)Ponto do Intestino Grosso: Zona média da
aleta nasal.
13)Ponto da Bexiga: Borda inferior da aleta
nasal.
LINHA LATERAL
14) Ponto da Orelha: Extremo médio das
sobrancelhas.
15) Ponto do Tórax: Entre o Ponto da Orelha e
o Ponto da Mama.
16) Ponto das Mamas: Sobre o Ponto Jing
Ming (B1)
17) Ponto da Nuca e Pescoço: Entre o Ponto da
Mama e o Ponto das Vértebras Lombares.
18) Ponto das Vértebras Lombares: No mesmo
nível do Ponto da Vesícula Biliar
19) Ponto das Extremidades Superiores: No
mesmo nível do Ponto do Estômago.
20) Ponto das Nádegas Coxa: Ao lado da borda
superior da aleta nasal.
21) Ponto dos Joelhos: Ao lado da zona média
da aleta nasal.
22) Ponto do Pé e Dedos: Ao lado da borda
inferior da aleta nasal.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pontos de alarme, vc e shu mo
Pontos de alarme, vc e shu moPontos de alarme, vc e shu mo
Pontos de alarme, vc e shu moFlavia Parente
 
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...http://www.saudebio.com Bio
 
Vasos maravilhosos,curiosos, irregulares ou extrordinarios
Vasos maravilhosos,curiosos, irregulares ou extrordinariosVasos maravilhosos,curiosos, irregulares ou extrordinarios
Vasos maravilhosos,curiosos, irregulares ou extrordinariosElva Judy Nieri
 
Bian zheng (Diagnóstico pela Diferenciação de Síndromes)
Bian zheng (Diagnóstico pela Diferenciação de Síndromes)Bian zheng (Diagnóstico pela Diferenciação de Síndromes)
Bian zheng (Diagnóstico pela Diferenciação de Síndromes)http://www.saudebio.com Bio
 
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...http://www.saudebio.com Bio
 
Acupuntura constitucional dos cinco elementos angela hicks, john hicks & pe...
Acupuntura constitucional dos cinco elementos   angela hicks, john hicks & pe...Acupuntura constitucional dos cinco elementos   angela hicks, john hicks & pe...
Acupuntura constitucional dos cinco elementos angela hicks, john hicks & pe...Rodrigo Bastos
 
Apresentação vasos-maravilhosos-delvo
Apresentação vasos-maravilhosos-delvoApresentação vasos-maravilhosos-delvo
Apresentação vasos-maravilhosos-delvoAlexandre de Aguiar
 
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...http://www.saudebio.com Bio
 
Lingua diagnostico na MTC- MEDICINA TRADICIONAL CHINESA-Virality
Lingua  diagnostico na MTC- MEDICINA TRADICIONAL CHINESA-ViralityLingua  diagnostico na MTC- MEDICINA TRADICIONAL CHINESA-Virality
Lingua diagnostico na MTC- MEDICINA TRADICIONAL CHINESA-ViralityMarcos Dias
 
Ação energética dos pontos de acupuntura
Ação energética dos pontos de acupunturaAção energética dos pontos de acupuntura
Ação energética dos pontos de acupunturaFlavia Parente
 
Meridianos Tendinos Musculares
Meridianos Tendinos MuscularesMeridianos Tendinos Musculares
Meridianos Tendinos MuscularesFlavia Parente
 
Conceitos Fundamentais e diagnóstico em Acupuntura/MTC
Conceitos Fundamentais e diagnóstico em Acupuntura/MTCConceitos Fundamentais e diagnóstico em Acupuntura/MTC
Conceitos Fundamentais e diagnóstico em Acupuntura/MTCcomunidadedepraticas
 

Mais procurados (20)

Zang fu
Zang fuZang fu
Zang fu
 
Canais unitarios
Canais unitariosCanais unitarios
Canais unitarios
 
Pontos de alarme, vc e shu mo
Pontos de alarme, vc e shu moPontos de alarme, vc e shu mo
Pontos de alarme, vc e shu mo
 
acao-energetica-dos-pontos
acao-energetica-dos-pontosacao-energetica-dos-pontos
acao-energetica-dos-pontos
 
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
 
Vasos maravilhosos,curiosos, irregulares ou extrordinarios
Vasos maravilhosos,curiosos, irregulares ou extrordinariosVasos maravilhosos,curiosos, irregulares ou extrordinarios
Vasos maravilhosos,curiosos, irregulares ou extrordinarios
 
Técnicas em MTC
Técnicas em MTCTécnicas em MTC
Técnicas em MTC
 
Bian zheng (Diagnóstico pela Diferenciação de Síndromes)
Bian zheng (Diagnóstico pela Diferenciação de Síndromes)Bian zheng (Diagnóstico pela Diferenciação de Síndromes)
Bian zheng (Diagnóstico pela Diferenciação de Síndromes)
 
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
 
Acupuntura constitucional dos cinco elementos angela hicks, john hicks & pe...
Acupuntura constitucional dos cinco elementos   angela hicks, john hicks & pe...Acupuntura constitucional dos cinco elementos   angela hicks, john hicks & pe...
Acupuntura constitucional dos cinco elementos angela hicks, john hicks & pe...
 
Apresentação vasos-maravilhosos-delvo
Apresentação vasos-maravilhosos-delvoApresentação vasos-maravilhosos-delvo
Apresentação vasos-maravilhosos-delvo
 
Técnicas em MTC
Técnicas em MTCTécnicas em MTC
Técnicas em MTC
 
Diagnóstico em MTC
Diagnóstico em MTCDiagnóstico em MTC
Diagnóstico em MTC
 
Medicina chinesa - fundamentos
Medicina chinesa - fundamentosMedicina chinesa - fundamentos
Medicina chinesa - fundamentos
 
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
 
Lingua diagnostico na MTC- MEDICINA TRADICIONAL CHINESA-Virality
Lingua  diagnostico na MTC- MEDICINA TRADICIONAL CHINESA-ViralityLingua  diagnostico na MTC- MEDICINA TRADICIONAL CHINESA-Virality
Lingua diagnostico na MTC- MEDICINA TRADICIONAL CHINESA-Virality
 
Ação energética dos pontos de acupuntura
Ação energética dos pontos de acupunturaAção energética dos pontos de acupuntura
Ação energética dos pontos de acupuntura
 
Meridianos Tendinos Musculares
Meridianos Tendinos MuscularesMeridianos Tendinos Musculares
Meridianos Tendinos Musculares
 
Conceitos Fundamentais e diagnóstico em Acupuntura/MTC
Conceitos Fundamentais e diagnóstico em Acupuntura/MTCConceitos Fundamentais e diagnóstico em Acupuntura/MTC
Conceitos Fundamentais e diagnóstico em Acupuntura/MTC
 
Mtm
MtmMtm
Mtm
 

Semelhante a Técnicas em MTC (9)

Waa
WaaWaa
Waa
 
Técnicas em MTC
Técnicas em MTCTécnicas em MTC
Técnicas em MTC
 
20. ARTRITE REUMATOIDE (AR).pptx
20. ARTRITE REUMATOIDE (AR).pptx20. ARTRITE REUMATOIDE (AR).pptx
20. ARTRITE REUMATOIDE (AR).pptx
 
Modulo 16
Modulo 16Modulo 16
Modulo 16
 
Ynsa parte 1
Ynsa parte 1Ynsa parte 1
Ynsa parte 1
 
Sindrome do tunel cubital
Sindrome do tunel cubitalSindrome do tunel cubital
Sindrome do tunel cubital
 
Modulo 14
Modulo 14Modulo 14
Modulo 14
 
Técnicas anestésicas dentistica uni foa 2012-01-pedro
Técnicas anestésicas   dentistica uni foa 2012-01-pedroTécnicas anestésicas   dentistica uni foa 2012-01-pedro
Técnicas anestésicas dentistica uni foa 2012-01-pedro
 
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA DO TORNOZELO
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA DO TORNOZELORESSONÂNCIA MAGNÉTICA DO TORNOZELO
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA DO TORNOZELO
 

Mais de http://www.saudebio.com Bio

Mais de http://www.saudebio.com Bio (9)

SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
 
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
 
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
SÍNDROMES NA MEDICINA TRADICIONAL CHINESA E PADRÕES DE DESARMONIA E MANIFESTA...
 
Pulmão intestino grosso (novo)
Pulmão   intestino grosso (novo)Pulmão   intestino grosso (novo)
Pulmão intestino grosso (novo)
 
Pulmão+e+intestino+grosso
Pulmão+e+intestino+grossoPulmão+e+intestino+grosso
Pulmão+e+intestino+grosso
 
BP/ Estômago
BP/ EstômagoBP/ Estômago
BP/ Estômago
 
Meridianos de Acupuntura
Meridianos de AcupunturaMeridianos de Acupuntura
Meridianos de Acupuntura
 
Pontos de Acupuntura do Baço/Estômago_1
Pontos de Acupuntura do Baço/Estômago_1Pontos de Acupuntura do Baço/Estômago_1
Pontos de Acupuntura do Baço/Estômago_1
 
Lesões no desporto
Lesões no desportoLesões no desporto
Lesões no desporto
 

Último

Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino FelisbertoAltas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisbertoadelinofelisberto3
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdfIANAHAAS
 
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosCaracterísticas gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosThaiseGerber2
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfHELLEN CRISTINA
 
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasProf. Marcus Renato de Carvalho
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdfHELLEN CRISTINA
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfDanieldaSade
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfDanieldaSade
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSProf. Marcus Renato de Carvalho
 

Último (9)

Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino FelisbertoAltas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
 
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosCaracterísticas gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
 
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
 

Técnicas em MTC

  • 2. MANOPUNTURA São estímulos de acupuntura realizados em pontos específicos localizados na mão. Podem ou não ser em mesmo local de pontos regulares de canais energéticos. Muito usado para tratamento de patologias agudas, em especial em caso de dor.
  • 11. SELEÇÃO DOS PONTOS 1) De acordo com a propriedade do ponto: Para cada patologia específica usa-se o ponto de propriedade correspondente. Exemplo: Paciente com asma, pode- se usar o Ponto Tosse e/ou Ponto Pulmão.
  • 12. SELEÇÃO DOS PONTOS 2) De acordo com o método cruzado: Uma patologia no lado esquerdo é tratada por agulhas inseridas em pontos da mão direita e vice- versa. Exemplo: Dor no tornozelo esquerdo faz-se a manopuntura no lado direito.
  • 13. SELEÇÃO DOS PONTOS 3) Usando pontos bilateralmente: Doenças dos órgãos internos com manifestações gerais ou doenças com dificuldade de distinção de local exato de dor usa-se a manopuntura bilateral. Exemplo: Diarréia usa-se pontos da diarréia bilateralmente.
  • 14. TRATAMENTO 1) Normalmente agulhas de 1 cun 2) Face dorsal inserção de 15º a 20º, com profundidade de 0,2 a 0,4 cun 3) Face ventral inserção vertical, com profundidade de 0,3 a 0,5 cun 4) Associar a tratamento sistêmico e/ou com outros microssistemas 5) Quando dor articular ou em membro pede-se o movimento da área afetada durante a estimulação. 6) Tempo: No mínimo 30 min.
  • 15. PALMA DA MÃO 1) Total de 19 pontos 2) 4 pontos de canais regulares * PC8 * PC7 * P10 * PC9 (Extra) 3) 3 pontos extras
  • 16. Pontos da Palma da Mão
  • 17. 1) Ponto Daling (PC7): No meio da prega de flexão do punho. Indicação: Miocardite, loucura. 2) Ponto Lao Gong (PC8): Entre o segundo e o terceiro osso metacarpo, onde o dedo médio toca ao fechar a mão. Indicação: Convulsão, inconsciência, polihidrosis. 3) Ponto Gastrointestinal: No ponto médio entre os pontos PC7 e PC8. Indicação: Distúrbios gatrointestinais.
  • 18. 1 – Daling (PC7) 2 – Lao Gong (PC8) 3 – Gastrointestinal
  • 19. 4) Ponto Tornozelo: No ponto médio entre o ponto gastrointestinal e ponto PC7. Indicação: Dores no tornozelo e no pé. 5) Polihidrosis: No centro da palma da mão. Indicação: Distúrbios de suor, excesso de açúcar. 6) Ponto da Palpitação: No lado radial da articulação metacarpofalangeana do dedo mínimo. Indicação: Vertigem, angina, palpitação.
  • 20. 4 – Tornozelo 5 – Polihidrosis 6 – Palpitação
  • 21. 7) Ponto 1 da Noctúria: No ponto médio da dobra da segunda art. Interfalangeana do dedo mínimo. Indicação: Enurese. 8) Ponto 2 da Noctúria: No ponto médio da dobra da primeira art. Interfalangeana do dedo mínimo. Indicação: Enurese, impotência sexual, diminuição de libido. 9) Ponto Histeria: No ponto médio da dobra transversal da art. metacarpofalangeana do polegar. Indicação: Distúrbios emocionais, histeria, demência, loucura.
  • 22. 7 – Noctúria 1 8 – Noctúria 2 9 - Histeria
  • 23. 10) Ponto Úlcera Bucal: No ponto médio da dobra da articulação metacarpofalangeana do dedo médio. Indicação: Dor na boca, dor de dente, úlcera bucal. 11) Ponto da Tosse: No lado ulnar da articulação metacarpofalangeana do dedo indicador. Indicação: Tosse, bronquite crônica, asma 12) Ponto Yu Ji (P10): No ponto médio do primeiro metacarpo. Indicação: Febre e hemoptise. 13) Ponto do Resfriado: 1 cun abaixo de P10. Indicação: Rinite, gripe, resfriado, cefaléia.
  • 24. 10 – Úlcera Bucal 11 – Tosse 12 – Yu Ji (P10) 13 – Resfriado
  • 25. 14) Ponto do Baço: No meio da dobra da segunda articulação interfalangeana do dedo anelar. Indicação: Indigestão e edema. 15) Ponto do Fígado: No meio da dobra da primeira articulação interfalangeana do dedo anelar. Indicação: Hepatite, icterícia, indigestão. 16) Ponto Dor de Dente: Entre o terceiro e quarto dedos, 1 cun proximal. Indicação: Distúrbios odontológicos.
  • 26. 14 – Baço 15 – Fígado 16 – Dor de Dente
  • 27. EXTRAS 17) Ponto Anticonvulsivo: Na união dos músculos tenar e hipotenar. Indicação: Convulsão. 18) Ponto da Indigestão Infantil: No meio da dobra da primeira articulação interfalangeana do dedo médio . Indicação: Indigestão infantil. 19) Ponto da Emergência (PC9): No centro da ponta do dedo médio. Indicação: Coma, pico de hipertensão, desmaio.
  • 28. 17 – Anticonvulsivo 18 – Indigestão Infantil 19 – Emergência (PC9)
  • 29. DORSO DA MÃO 1) Total de 23 pontos. 2) 2 Pontos de canais regulares: * IG5 * TA4 3) 3 Pontos extras
  • 30. Pontos do Dorso da Mão
  • 31. 20) Quadril e Pernas (2 pontos): no lado ulnar na base quarto osso metacarpo (1), no lado ulnar da base do segundo osso metacarpo (2). Indicação: Dor lombar e nas pernas, ciático, parestesia de MMII. 21) Ponto do Tornozelo: No lado radial da articulação metacarpofalangeana do dedo polegar. Indicação: Dores no tornozelo e pé. 22) Ponto do Tórax: No lado radial da articulação interfalangeana do dedo polegar. Indicação: Dores no tórax, distúrbios neurológicos, vômitos.
  • 32. 20 – Quadril e Pernas 21 – Tornozelo 22 – Tórax
  • 33. 23) Ponto do Olho: No lado ulnar da articulação interfalangeana do polegar. Indicação: Distúrbios oftalmológicos. 24) Ponto do Ombro: No lado radial da articulação metacarpofalangeana do dedo indicador. Indicação: Dores no ombro e cintura escapular. 25) Ponto da Fronte: No lado radial da primeira articulação interfalangeana do dedo indicador. Indicação: Cefaléia frontal, indigestão.
  • 34. 23 – Olho 24 – Ombro 25 – Fronte
  • 35. 26) Ponto do Vértice: No lado radial da primeira articulação interfalangeana do dedo médio. Indicação: Cefaléia de vértice, cefaléia tensional. 27) Ponto da Enxaqueca: No lado ulnar da primeira articulação interfalangeana do dedo anelar. Indicação: Enxaqueca, dor no tórax. 28) Ponto Perineal: No lado radial da primeira articulação interfalangeana do dedo mínimo. Indicação: Dor no períneo, hemorróidas, distúrbio de próstata.
  • 36. 26 – Vértice 27 – Enxaqueca 28 – Perineal
  • 37. 29) Ponto Occipital: No lado ulnar da primeira articulação interfalangeana do dedo mínimo. Indicação: cefaléia occipital, tonsilite, distúrbios de ATM. 30) Ponto da Coluna Vertebral: No lado ulnar da articulação metacarpofalangeana do dedo mínimo. Indicação: Dores na coluna em geral. 31) Ponto do Nervo Ciático: No lado ulnar da articulação metacarpofalangeana do dedo anelar. Indicação: Ciatalgia, dores no quadril e nádegas.
  • 38. 29 – Occipital 30 – Coluna Vertebral 31 – Nervo Ciático
  • 39. 32) Ponto da Garganta: No lado ulnar da articulação metacarpofalangeana do dedo médio. Indicação: Faringite, laringite, afonia, ponto analgésico geral. 33) Ponto do Pescoço e Nuca: No lado ulnar da art. metacarpofalangeana do dedo indicador. Indicação: Torcicolo, cervicalgia. 34) Ponto da Epistaxe: Próximo a membrana interdigital dos dedos polegar e indicador. Indicação: Hemorragia nasal.
  • 40. 32 – Garganta 33 – Pescoço e Nuca 34 – Epistaxe
  • 41. 35) Ponto da Dor de Cabeça: No lado ulnar da art. Metacarpofalangeana do polegar. Indicação: Dores de cabeça em geral, vertigem, indigestão. 36) Ponto do Nariz: No lado radial do segundo metacarpo (base). Indicação: Dor e congestão nasal. 37) Ponto Yang Chi (TA4): No meio da prega de extensão do punho. Indicação: Dor no punho e no braço.
  • 42. 35 – Dor de Cabeça 36 – Nariz 37 – Yang Chi (TA4)
  • 43. 38) Ponto Yang Xi (IG5): Entre os tendões dos músculos extensor curto e longo do polegar. Indicação: Zumbido, surdez, dor ocular. 39) Ponto do Punho: No ponto médio entre os pontos TA4 e IG5. Indicação: Parestesia em MMSS, dor no punho.
  • 44. 38 – Yang Xi (IG5) 39 – Punho
  • 45. EXTRAS 40) Ponto da Diarréia: 1 cun proximal do ponto médio entre a terceira e quarta articulação metacárpicas. indicação: Diarréia. 41) Ponto do Estômago: No meio da segunda articulação interfalangeana do dedo médio. Indicação: Vômitos e náuseas. 42) Ponto Antipirético: No lado radial da membrana interdigital do dedo médio. indicação: Febre.
  • 46. 40 – Diarréia 41 – Estômago 42 – Antipirético
  • 47. PODOPUNTURA São estímulos de acupuntura realizados em pontos específicos localizados ao longo de todo pé. Podem ou não ser em mesmo local de pontos regulares de canais energéticos. Muito usado para tratamento de patologias agudas, em especial em caso de dor.
  • 59. SELEÇÃO DOS PONTOS 1) De acordo com a propriedade do ponto: Para cada patologia específica usa-se o ponto de propriedade correspondente.
  • 60. SELEÇÃO DOS PONTOS 2) De acordo com o método cruzado: Uma patologia no lado esquerdo é tratada por agulhas inseridas em pontos do pé esquerda e vice- versa.
  • 61. SELEÇÃO DOS PONTOS 3) Usando pontos bilateralmente: Doenças dos órgãos internos com manifestações gerais ou doenças com dificuldade de distinção de local exato de dor usa-se a manopuntura bilateral.
  • 62. TRATAMENTO 1) Normalmente agulhas de 1 cun 2) Dorso, lateral e medial inserção de 15º a 20º, com profundidade de 0,2 a 0,4 cun 3) Sola inserção vertical, com profundidade de 0,3 a 0,5 cun 4) Associar a tratamento sistêmico e/ou com outros microssistemas 5) Quando dor articular ou em membro pede-se o movimento da área afetada durante a estimulação. 6) Tempo: No mínimo 30 min.
  • 63. PONTOS  15 Pontos na face plantar  11 Pontos na face dorsal 4 Pontos do lado medial 1 Ponto no lado lateral
  • 65. 1) Ponto 1: Na planta do pé, entre os maléolos medial e lateral. Indicação: Insônia, hipotensão, histeria. 2) Ponto 2: A 5 cun da borda posterior do tensão calcanear, 1 cun lateral a linha média. Indicação: Histeria, neurastenia 3) Ponto 3: A 4 cun da borda posterior do tendão calcanear, 1,5 cun lateral a linha média. Indicação: Ciatalgia, dor lombar
  • 67. 4) Ponto 4: A 5 cun da borda posterior do tendão calcanear na linha média. Indicação: Astenia, hepatite, insônia. 5) Ponto 5: A 5 cun da borda posterior do tendão calcanear, 1 cun medial a linha média. Indicação: Disenteria, diarréia. 6) Ponto 6: A 1 cun proximal do ponto 5. Indicação: Disenteria, diarréia.
  • 69. 7) Ponto 7: 3 cun proximal entre o terceiro e quarto dedo. Indicação: Dismenorréia, gastrenterite 8) Ponto 8: 3 cun proximal entre o hálux e o segundo dedo. Indicação: Espasmos gástricos, gastroenterite 9) Ponto 9: 3 cun proximal entre o quarto e quinto dedo. Indicação: Ciatalgia, urticária, dor nos ombros.
  • 71. 10) Ponto 10: 1 cun proximal a prega média do quinto dedo. Indicação: Dor de dente 11) Ponto 11: 1 cun posterior a borda do tendão calcanear. Indicação: Resfriado comum, sinusite, rinite 12) Ponto 12: 1 cun lateral ao Ponto 1. Indicação: Nevralgia intercostal, opressão torácica.
  • 73. 13) Ponto 13: 1 cun medial ao Ponto 1. Indicação: Nevralgia do trigêmeo. 14) Ponto Yong Quan (R1): Na depressão forma ao flexionar os dedos dos pés. Indicação: Inconsciência, histeria 15) Ponto 15: No ponto médio da dobra do quinto dedo. Indicação: incontinência urinária, poliúria.
  • 76. 16) Ponto 16: São dois pontos. 0,5 cun laterais e abaixo da linha de flexão do tornozelo. Indicação: Espasmos gástricos 17) Ponto 17: A 2,5 cun do E41. indicação: Angina, astenia 18) Ponto 18: 3 cun proximal entre o segundo e terceiro dedo. Indicação: Úlcera gástrica, gastrite, queimação.
  • 77. DORSO
  • 78. 19) Ponto 19: 1,5 cun da prega entre o quarto e quinto dedo. Entre VB41 e VB42. Indicação: Ciatalgia, tonsilite. 20) Ponto 20: 2 cun proximal a prega entre o terceiro e quarto dedo. Indicação: Torcicolo 21) Ponto 21: No ponto médio da dobra de extensão do hálux. Indicação: Tonsilite, caxumba, urticária.
  • 79. DORSO
  • 80. 22) Ponto Xing Jian (F2): Na membrana interdigital entre o hálux e o segundo dedo. Indicação: Dor de cabeça, suor noturno 23) Ponto Tai Chong (F3): 2 cun acima de F2. Indicação: Dor de cabeça, hipertensão 24) Ponto 24: No lado medial da segunda articulação interfalangeana do segundo dedo. Indicação: Cefaléia, otite.
  • 81. DORSO
  • 82. 25) Ponto 25: No lado medial da segunda articulação interfalangeana do terceiro dedo. Indicação: Cefaléia 26) Ponto 26: No lado medial da segunda articulação interfalangeana do quarto dedo. Indicação: Cefaléia, hipertensão
  • 83. DORSO
  • 84. FACE MEDIAL 27) Ponto 27: Entre os pontos BP3 e BP4 Indicação: Confusão, loucura, pesadelos 28) Ponto 28: 1 cun anterior do ponto BP4. Indicação: Dismenorréia, sangramento uterino. 29) Ponto 29: 2 cun abaixo do topo do maléolo medial. Indicação: Sangramento uterino, asma, bronquite. 30) Ponto 30: 1 cun a frente de F4. Indicação: Hipertensão.
  • 86. FACE LATERAL 31) Ponto Kun Lun (B60): Na depressão entre o topo do maléolo lateral e o tendão calcanear. Indicação: Ciatalgia, dor lombar, hemiplegia.
  • 88. RINOPUNTURA De acordo com a teoria da Medicina Tradicional Chinesa, o nariz está situado no meio da face e assim se converte no ponto de encontro do Xue e do Qi de todo o corpo. Daí parte a origem deste microssistema de tratamento.
  • 89. TRATAMENTO 1) Com associação a acupuntura sistêmica e/ou outros microssistemas. 2) Estímulos por massagem, laser, magnetos, agulhas (0,5 cun – “face”). 3) Sensações de peso, dor, calor ou frio.
  • 90. LINHAS DA RINOPUNTURA Os pontos da rinopuntura estão localizados em um sistema linear. 1) Linha divisória (Zang). 2) Linha média (Fu). 3) Linha lateral (Membros, segmentos...) Lembrando que as linhas média e lateral são bilaterais.
  • 91. LINHA DIVISÓRIA Linha vertical no meio do nariz, encontram- se os pontos: 1) Cabeça e Face: Na linha média das sobrancelhas, na linha dos cabelos. 2) Ponto do Pescoço: Entre o Ponto da Cabeça e Face e o Ponto do Pulmão. 3) Ponto do Pulmão: No ponto médio entre as sobrancelhas (Yin Tang) 4) Ponto do Coração: Na altura entre os olhos.
  • 92. 5) Ponto do Fígado: Na proeminência mais elevada do nariz. 6) Ponto do Baço: Entre o Ponto do Fígado e o Ponto de Rim. 7) Ponto do Rim: Na ponta do nariz. 8) Ponto dos Órgão Genitais Externos: No extremo do filtro nasal.
  • 93. LINHA MÉDIA 9) Ponto da Vesícula Biliar: Ao mesmo nível do ponto do Fígado. 10)Ponto do Estômago: Ao mesmo nível do ponto do Baço. 11)Ponto de Intestino Delgado: Na terça parte do centro até a aleta nasal. 12)Ponto do Intestino Grosso: Zona média da aleta nasal. 13)Ponto da Bexiga: Borda inferior da aleta nasal.
  • 94. LINHA LATERAL 14) Ponto da Orelha: Extremo médio das sobrancelhas. 15) Ponto do Tórax: Entre o Ponto da Orelha e o Ponto da Mama. 16) Ponto das Mamas: Sobre o Ponto Jing Ming (B1) 17) Ponto da Nuca e Pescoço: Entre o Ponto da Mama e o Ponto das Vértebras Lombares.
  • 95. 18) Ponto das Vértebras Lombares: No mesmo nível do Ponto da Vesícula Biliar 19) Ponto das Extremidades Superiores: No mesmo nível do Ponto do Estômago. 20) Ponto das Nádegas Coxa: Ao lado da borda superior da aleta nasal. 21) Ponto dos Joelhos: Ao lado da zona média da aleta nasal. 22) Ponto do Pé e Dedos: Ao lado da borda inferior da aleta nasal.