SARDINHADA CÍVICAPROPOSTA PARA O CONCURSO NO RULES, GREAT SPOT
Pelos meus nove e dez anosGostava de tocar à campainha dos prédios grandes.Drrim... drrim... drrim...Depois, fugia até à e...
Houvera sido naquele dia posto a descoberto o último logradouro do quarteirão deCedofeita que faltava explorar, com ruínas...
Aos vinte e oito dias do mês de Maio de dois mil e                  A mensagem de boas vindas em forma de quadraonze pelas...
Sardinhada Cívica | No Rules Great Spot | Moreira & Moreira
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sardinhada Cívica | No Rules Great Spot | Moreira & Moreira

3.771 visualizações

Publicada em

Sardinhada Cívica: proposta para o concurso No Rules Great Spot (Maio de 2011).

Imagem - Paulo Moreira
Texto - Sara Moreira
Organização - Esta é a minha cidade?
http://www.norulesgreatspot.com/

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.771
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.148
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sardinhada Cívica | No Rules Great Spot | Moreira & Moreira

  1. 1. SARDINHADA CÍVICAPROPOSTA PARA O CONCURSO NO RULES, GREAT SPOT
  2. 2. Pelos meus nove e dez anosGostava de tocar à campainha dos prédios grandes.Drrim... drrim... drrim...Depois, fugia até à esquina, afogueado,A disfarçar o medo.Mas às vezes quando tinha mais vontade de viver que de fugirVoltava para trás e espreitava...Inquilinos em todos os patamares,Uns olhando para cima e outros para baixo,Primeiro rogando pragas ao acaso,Depois interrogando-se,Cumprimentando-se tardiamente, oferecendo-se os serviços,E dando-se de um certo calor alheio.Tocar as campainhas...Fiz isso em muitas ruas.Era o modo que eu tinha de convocar a cidadeA encontrar-se, a perguntar-se, a dar-se as mãos e dialogar.Fernando Sylvan , Convocação
  3. 3. Houvera sido naquele dia posto a descoberto o último logradouro do quarteirão deCedofeita que faltava explorar, com ruínas de granito e jardins imensos por dentro. Osvizinhos do bairro comiam ameixas no descanso da horta, alguns tocavam instrumentos,outros liam à sombra, consertavam bicicletas, projectavam o espaço adoptado com aleveza da cidade que se quer habitável. Respirava-se. As crianças juntavam pauzinhos, queateariam o lume da sardinhada cívica na Praça de Lisboa. A Assembleia Popular estavamarcada para as 18h.- Seremos mil.
  4. 4. Aos vinte e oito dias do mês de Maio de dois mil e A mensagem de boas vindas em forma de quadraonze pelas dezoito horas, realizou-se na Praça de sanjoanina foi declamada pela Dona Maria dos Anjos,Lisboa a trigésima sétima Assembleia Popular da que tinha em tempos vendido ovos de codorniz noDevolução da Praça às Pessoas. Participaram Mercado homónimo singular.--------------------------------seiscentos e sessenta e seis cidadãos e cidadãs.-------- ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Seguiu-se a discussão do terceiro ponto da ordem deFoi posto à discussão o primeiro ponto da ordem de trabalhos: a Programação das actividadestrabalhos assente na problemática dos Contrastes extraordinárias da semana. Em representação dosno Tecido Urbano Envolvente, levantada pelo refugiados recém-chegados à Praça, interveio a DonaIGESPAR a propósito do contraste entre a Praça de Lisboa, que propôs que se montassem bancas de floresLisboa e a sensível e imponente, histórica e e vegetais na continuação do mercado de trocas. Daesplendorosa, Torre dos Clérigos. A questão ES.COL.A disseram estar preparados para trazer aspartilhada pelo senhor Barroco, despoletou grande actividades auto-gestionadas para o novo local. Posto aapoio pelos participantes, que se indignaram votação, o abraço foi consensual, e a âncora doconjuntamente com o que a seu ver é um completo projecto mantém-se alfarrabista.----------------------------destoar entre a cidade burguesa dos sécs. --------------------------------------------------------------------XVIII/XIX, face à faixa publicitária com cerca de Nada mais havendo a tratar, foi apresentado um votosetenta e cinco metros de altura, na qual o James de confiança à menina Papoila para lavrar a presenteBond brinda a cidade, ironicamente, com “mais uma acta, que depois lida em voz alta foi passada de mãoprova de bom gosto”. Posto à votação se o “Porto em mão e assinada pelos presentes. Deu-se assim portem pinta” ou não com tal desrespeito pelo encerrada a reunião e abriram-se as hostes damonumento, sem demoras e em consenso sardinhada cívica, sem querer marcar posição alguma,mobilizou-se um grupo de pessoas que arrancou a só a espontaneidade das pessoas que também paramdita com os braços, e depois saltou-se à fogueira.----- para comer a dada hora, e que agradecem quando os----------------------------------------------------------------- sabores ao prato trazem cores da terra que é nossa.-----Passou-se de seguida ao segundo ponto da ordem de --------------------------------------------------------------------trabalhos, do qual constava o Acolhimento dos --------------------------------------------------------------------refugiados dos Mercados do Bom Sucesso e do --------------------------------------------------------------------Bolhão, e das vítimas de despejo da ES.COL.A --------------------------------------------------------------------da Fontinha. ----------------------------------------------- --------------------------------------------------------------------

×