PPeeiixxeess 
ccoonnddrriicctteess ee oosstteeíícctteess
Características Gerais 
 Acredita-se que os peixes tenham surgido por volta de 45 milhões 
de anos atrás. 
Ocupam águas ...
RReessppiirraaççããoo ee 
cciirrccuullaaççããoo ddee ssaanngguuee 
 A maioria dos peixes respira por meio de brânquias, tam...
AAlliimmeennttaaççããoo ee ddiiggeessttããoo 
 Herbívoros 
 Carnívoros 
 Detritívoros 
 O sistema digestório dos peixes ...
OOss sseennttiiddooss 
Bolsa olfatória 
Olhos 
Linha lateral
CCllaassssiiffiiccaaççããoo 
Existem duas classes de peixes: 
A classe dos condrictes, ou 
peixes cartilaginosos, e a class...
OOss ppeeiixxeess ccaarrttiillaaggiinnoossooss 
 Esqueleto formado exclusivamente 
por cartilagem. 
 Não apresentam opér...
OOss ppeeiixxeess óósssseeooss 
 Esqueleto predominantemente 
ósseo. 
 Boca frontal. 
 Opérculo protegendo as fendas 
b...
SSiisstteemmaa eexxccrreettoorr 
 Os órgãos excretores dos peixes são um par de rins, localizados na 
parte superior da c...
RReepprroodduuççããoo 
Osteíctes 
•Sexos separados. 
•Na maioria a fecundação é 
externa. 
•Desenvolvimento direto, 
com la...
CPMG-Unidade Carlos Cunha Filho 
Matéria : Biologia; Professor: Marcos 
2º ano F 
Alunas: 
Evely 
Nathalia Teles 
Sarah
Biologia   peixes
Biologia   peixes
Biologia   peixes
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Biologia peixes

1.358 visualizações

Publicada em

Condrictes e Osteíctes

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Biologia peixes

  1. 1. PPeeiixxeess ccoonnddrriicctteess ee oosstteeíícctteess
  2. 2. Características Gerais  Acredita-se que os peixes tenham surgido por volta de 45 milhões de anos atrás. Ocupam águas salgadas dos mares e oceanos e doces dos rios, lagos e açudes. Existem cerca de 24 mil espécies e mais da metade vive em água salgada. O tamanho médio dos peixes varia de um centímetro a até cerca de 18 metros. Foram os primeiros vertebrados a surgir na Terra. Houve uma série de adaptações: não ter couraça pesada, ser nadadores velozes, ter mandíbulas e poder morder. Os peixes tornaram-se também eficientes predadores.  São animais pecilotérmicos.
  3. 3. RReessppiirraaççããoo ee cciirrccuullaaççããoo ddee ssaanngguuee  A maioria dos peixes respira por meio de brânquias, também conhecidas como guelras.  Nas brânquias o gás oxigênio dissolvido na água passa para o sangue. Ao mesmo tempo, o gás carbônico que se forma no organismo do animal e que está no sangue passa para a água, sendo eliminado do corpo.  O coração dos peixes tem duas cavidades um átrio e um ventrículo.  Por ele circula apenas sangue não-oxigenado.  Depois de passar pelo coração, o sangue não-oxigenado vai para uma artéria e dai para as brânquias, onde recebe gás oxigênio.  esse sangue é distribuído para todos os órgãos do corpo do animal.
  4. 4. AAlliimmeennttaaççããoo ee ddiiggeessttããoo  Herbívoros  Carnívoros  Detritívoros  O sistema digestório dos peixes é constituído de boca, faringe, esôfago, estômago e intestino, além de glândulas anexas, como o fígado e o pâncreas.
  5. 5. OOss sseennttiiddooss Bolsa olfatória Olhos Linha lateral
  6. 6. CCllaassssiiffiiccaaççããoo Existem duas classes de peixes: A classe dos condrictes, ou peixes cartilaginosos, e a classe dos osteíctes, ou peixes ósseos.
  7. 7. OOss ppeeiixxeess ccaarrttiillaaggiinnoossooss  Esqueleto formado exclusivamente por cartilagem.  Não apresentam opérculo e bexiga natatória.  Presença de 5 a 7 pares de fendas branquiais e um orifício chamado espiráculo.  Cauda heretocerca.  Corpo coberto por escamas de origem dermoepidérmicas (Placóide).
  8. 8. OOss ppeeiixxeess óósssseeooss  Esqueleto predominantemente ósseo.  Boca frontal.  Opérculo protegendo as fendas branquiais.  Duas fendas branquiais, uma de cada lado.  Quatro brânquias em cada fenda branquial.  Presença de ânus.  Bexiga natatória.  Nadadeiras dorsal, peitoral, ventral (ou pélvica), anal e caudal.
  9. 9. SSiisstteemmaa eexxccrreettoorr  Os órgãos excretores dos peixes são um par de rins, localizados na parte superior da cavidade abdominal, logo acima da bexiga natatória.  Os rins retiram do sangue as excretas nitrogenadas, eliminando-os na forma de uma solução aquosa chamada urina.  A urina dos peixes ósseos é conduzida por meio de ureteres até um poro excretor, perto do ânus.  Nos peixes cartilaginosos, os condutos vindos dos rins desembocam na cloaca.  A maior parte das excretas dos peixes, no entanto, é eliminada através das brânquias.
  10. 10. RReepprroodduuççããoo Osteíctes •Sexos separados. •Na maioria a fecundação é externa. •Desenvolvimento direto, com larvas chamadas alevinos. Condrictes •Sexos separados. •Fecundação interna. •Há espécies ovíparas e ovovivíparas. •Desenvolvimento direto, sem estágio larval.
  11. 11. CPMG-Unidade Carlos Cunha Filho Matéria : Biologia; Professor: Marcos 2º ano F Alunas: Evely Nathalia Teles Sarah

×