Dimensões biológicas e sociais
dos processos mentais
A vida humana, uma oscilação entre a
necessidade e o desejo
Necessidade ≠ Desejo
• Involuntárias
• Automáticas
• Aspetos básicos da conduta
• Aspirações
• Dependem da nossa vontade
•...
Necessidade ≠ Desejo
• A separação entre necessidade e desejo não é dicotómica, dado que, na vida prática
nem sempre é fác...
Na vida prática, confundem-se necessidades e desejos
Os desejos têm por base necessidades
• Segundo Freud, os atos que conduzem à satisfação das necessidades
são acompanhados ...
No caso das crianças
• A criança transforma o objeto portador de alimento, num objeto gerador de
prazer.
No caso dos jovens
• No jovem, a carência orgânica de nutrientes desencadeia um mecanismo que o
leva à ingestão de aliment...
No caso dos adultos
• A companhia, o ambiente e a excelência da comida são também fontes
suplementares de prazer.
Em suma:
• A distinção entre as necessidades e os desejos é demasiado teórica.
• A perspetiva psicanalítica considera que ...
Trabalho elaborado por:
Ana Lúcia Sousa
Edgar Silva
Micaela Figueira
Sara Rodrigues
12º2
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Psicologia b necessidade vs desejo

454 visualizações

Publicada em

Trabalho realizado na disciplina de psicologia B. Necessidade vs desejo

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
454
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Psicologia b necessidade vs desejo

  1. 1. Dimensões biológicas e sociais dos processos mentais A vida humana, uma oscilação entre a necessidade e o desejo
  2. 2. Necessidade ≠ Desejo • Involuntárias • Automáticas • Aspetos básicos da conduta • Aspirações • Dependem da nossa vontade • Voluntários O indivíduo pode não sobreviver sem a sua satisfação São alheios à sobrevivência do ser humano
  3. 3. Necessidade ≠ Desejo • A separação entre necessidade e desejo não é dicotómica, dado que, na vida prática nem sempre é fácil distinguir necessidades e desejos.
  4. 4. Na vida prática, confundem-se necessidades e desejos
  5. 5. Os desejos têm por base necessidades • Segundo Freud, os atos que conduzem à satisfação das necessidades são acompanhados de um sentimento de prazer, e a procura deste prazer leva à tendência de repetição desses mesmo atos.
  6. 6. No caso das crianças • A criança transforma o objeto portador de alimento, num objeto gerador de prazer.
  7. 7. No caso dos jovens • No jovem, a carência orgânica de nutrientes desencadeia um mecanismo que o leva à ingestão de alimento.
  8. 8. No caso dos adultos • A companhia, o ambiente e a excelência da comida são também fontes suplementares de prazer.
  9. 9. Em suma: • A distinção entre as necessidades e os desejos é demasiado teórica. • A perspetiva psicanalítica considera que os desejos se geram a partir das necessidades.
  10. 10. Trabalho elaborado por: Ana Lúcia Sousa Edgar Silva Micaela Figueira Sara Rodrigues 12º2

×