Foi no verão de 1929 que chegou à comunidade de Nova Trento uma pequena companhia de teatro.<br />
O mágico que acompanhava a companhia prometeu que no grande show da noite iria cortar a cabeça de um galo e ao recolocá-la...
A publicidade do mágico foi tão eficiente que a comunidade toda ("tutti taliani") se reuniu para assistir ao show do tão e...
Como podia... cortar a cabeça do "bicho" e após à mágica, voltar a cantar? A pergunta "perambulava" pelas ruas da pequena ...
Hiiii... Mas o padre e o delegado da cidade estavam de reunião. Alguma coisa estavam tramando. De qualquer forma, a noite ...
"Respeitável público... a Companhia de Teatro "São Pedro" tem a honra de.... e agora, senhoras e senhores, o show mais esp...
A comunidade está atenta.. os jovens mais agitados gritam... "quero vê?" "duvido! fazer o galo cantá!"<br />
Depois de feito todo o cerimonial de apresentação, Dipiero dirigindo-se à comunidade solicita a presença de dois voluntári...
O mágico, esperto, exclamou... "Agora, com a presença do delegado , a mágica será feita com segurança e com a presença do ...
-..."Delegado... segura as pernas do bicho"!.... "Padre... se agarre no pescoço...! grita o grande mágico Dipiero.<br />
Zuchummmm...! A platéia pronuncia o tradicional "aaaaaa". Cabeça cortada e sangue jorrando. <br />
E o mágico, pensando em "seu pescoço", diz... "Agora vamos esperar cinco minutos para que o sangue pare de sair... Segura ...
O mágico... diz.... "Vou ter que colocar sangue novo neste galo para que ele cante novamente... Vou buscar... "! E o mágic...
Todos aguardam ansiosamente o retorno do mágico... Passaram-se os cinco minutos, 10 minutos, meia hora e cadê o mágico? Re...
A comunidade, então resolveu adotar o galo como símbolo da cidade<br />
E com o tempo aprenderam a gostar e ter orgulho que sua cidade de Flores da Cunha fosse conhecida como a "Terra do Galo".<...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

História do Galo

4.544 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.544
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.055
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História do Galo

  1. 1. Foi no verão de 1929 que chegou à comunidade de Nova Trento uma pequena companhia de teatro.<br />
  2. 2. O mágico que acompanhava a companhia prometeu que no grande show da noite iria cortar a cabeça de um galo e ao recolocá-la no mesmo lugar o galo cantaria para o povo presente.<br />
  3. 3. A publicidade do mágico foi tão eficiente que a comunidade toda ("tutti taliani") se reuniu para assistir ao show do tão esperado mágico.<br />
  4. 4. Como podia... cortar a cabeça do "bicho" e após à mágica, voltar a cantar? A pergunta "perambulava" pelas ruas da pequena cidade. `" Zelo vera..."? (é verdade...?)<br />
  5. 5. Hiiii... Mas o padre e o delegado da cidade estavam de reunião. Alguma coisa estavam tramando. De qualquer forma, a noite chegou... a comunidade se reuniu, e...<br />
  6. 6. "Respeitável público... a Companhia de Teatro "São Pedro" tem a honra de.... e agora, senhoras e senhores, o show mais esperado da noite... nosso grande mágico Dipiero vai cortar a cabeça de um galo..... mesmo assim, o galo cantará..... Com vocês o mágico Dipiero... <br />
  7. 7. A comunidade está atenta.. os jovens mais agitados gritam... "quero vê?" "duvido! fazer o galo cantá!"<br />
  8. 8. Depois de feito todo o cerimonial de apresentação, Dipiero dirigindo-se à comunidade solicita a presença de dois voluntários para a grande mágica da noite. Quem se apresentou? O padre e o delegado que não admitiriam jamais serem enganados.<br />
  9. 9. O mágico, esperto, exclamou... "Agora, com a presença do delegado , a mágica será feita com segurança e com a presença do padre a mágica se realizará com a proteção de Deus"<br />
  10. 10. -..."Delegado... segura as pernas do bicho"!.... "Padre... se agarre no pescoço...! grita o grande mágico Dipiero.<br />
  11. 11. Zuchummmm...! A platéia pronuncia o tradicional "aaaaaa". Cabeça cortada e sangue jorrando. <br />
  12. 12. E o mágico, pensando em "seu pescoço", diz... "Agora vamos esperar cinco minutos para que o sangue pare de sair... Segura ái, delegado... Padre, mostra a cabeça cortada para o povo.." . Neste instante o delegado dá uma "piscadinha" afirmando com a cabeça para o padre,... "agora nós pegamos o mágico!".<br />?<br />
  13. 13. O mágico... diz.... "Vou ter que colocar sangue novo neste galo para que ele cante novamente... Vou buscar... "! E o mágico se dirige ao camarin, enquanto a comunidade assiste o padre e o delegado segurando a cabeça e o corpo do galo.<br />
  14. 14. Todos aguardam ansiosamente o retorno do mágico... Passaram-se os cinco minutos, 10 minutos, meia hora e cadê o mágico? Resolveram esperar mais um pouco. Algumas horas. Alguns dias. Alguns anos. E ...<br />
  15. 15. A comunidade, então resolveu adotar o galo como símbolo da cidade<br />
  16. 16. E com o tempo aprenderam a gostar e ter orgulho que sua cidade de Flores da Cunha fosse conhecida como a "Terra do Galo".<br />

×