Água

3.974 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.974
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
994
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
74
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Água

  1. 1. Água e Qualidade de Vida<br />
  2. 2. Introdução<br /><ul><li>Recurso natural de valor econômico, estratégico e social, essencial à existência e bem estar do homem e à manutenção dos ecossistemas do planeta, a água é um bem comum a toda a humanidade.
  3. 3. Especialistas acreditam que em cerca de 20 anos teremos no mundo uma crise semelhante ‘a do petróleo, relacionada com a disponibilidade de água de boa qualidade.</li></li></ul><li>Onde está a água no planeta?<br /> Todo mundo sabe que o Planeta Terra é formado por muita água, mas...<br />
  4. 4. A situação da água no mundo<br />Regiões onde há deficiência de água<br />África: Saara (9.000.000 km2) - Kalahari (260.000 km2)<br />Ásia: Arábia (225.500 km2) - Gobi (1.295.000 km2)<br />Chile: Atacama (78.268 km2)<br />Onze países da África e nove do Oriente Médio já não têm água. A situação também é crítica no México, Hungria, Índia, China, Tailândia e Estados Unidos.<br />
  5. 5. A SITUAÇÃO DA ÁGUA NO BRASIL<br /><ul><li>O Brasil detém 11,6% da água doce superficial do mundo.
  6. 6. Os 70 % da água disponíveis para uso estão localizados na Região Amazônica.
  7. 7. Os 30% restantes distribuem-se desigualmente pelo País, para atender a 93% da população.</li></ul>Distribuição dos Recursos Hídricos, da Superfície e da População(em % do total do país)<br />Fonte: DNAEE 1992 <br />
  8. 8. Poluição pela matéria orgânica<br />A poluição dos cursos d’água se agravou com o advento das construções das redes de esgotos sanitários , as quais aportam a matéria orgânica e esta é dissolvida nesses corpos.<br /> Isto ocorreu após a “reforma sanitária” iniciada na Inglaterra em 1847, a qual introduziu o uso generalizado da descarga hidráulica nos vasos sanitários, ligando-os aos sistemas de esgotos os quais estavam diretamente ligados aos rios. <br />
  9. 9. Em pequenas quantidades, o esgoto sanitário e alguns poucos despejos industriais, são integrados por matéria orgânica e alimentam animais como peixes, fungos e bactérias.<br /> A sobra deste “alimento” (início da poluição pela matéria orgânica) é consumida por bactérias que se multiplicam com espantosa rapidez.<br /> O grande excesso de esgotos produz uma demanda de oxigênio a qual é sempre resultante de uma atividade biológica ou bioquímica (DBO).<br />
  10. 10. Fig.2 Rio Tietê<br />Fig.1 Contaminação de rios por lixo e esgoto sanitário.<br />
  11. 11. b) Poluição por resíduos industriais não biodegradáveis<br />São, biologicamente resistentes, e não podem servir de alimento a nenhum ser vivo, incluindo até mesmo as bactérias). <br />Se estes microorganismos não os podem digerir, a natureza não os consegue decompor, por exemplo, as substâncias plásticas de grande utilização doméstica e industrial.<br />As substâncias tensoativas (detergentes sintéticos) são as grandes poluidoras. Suas moléculas se caracterizam por ligações sulfônicas que são extremamente resistentes a ação química ou biológica.<br />
  12. 12. A estabilidade dessas substâncias é muito vantajosa para a indústria pois podem permanecer armazenadas por tempo indefinido sem se deteriorarem.<br /> A redução da tensão superficial interfere no equilíbrio ecológico, matando insetos e até aves, que utilizam esta propriedade de água para se locomoverem na sua superfície em busca de alimento.<br /> Mesmo não sendo providos de ação tóxica, como os defensivos agrícolas, os detergentes sulfônicos causam grandes prejuízos ambientais, pelo poder tensoativo sobre as células microbianas inibindo-as em seu poder antipoluente.<br />
  13. 13. Fig.3 Tensão Superficial.<br />
  14. 14. c) Poluição pelos despejos industriais<br />É decorrente do uso da água em operações industriais, possui agentes químicos e substâncias tóxicas.<br />Encontram-se também esgotos sanitários e o despejo industrial específico daquele estabelecimento. <br />Altera o funcionamento das estações de tratamento e poluir os corpos líquidos receptores, como os cursos d’água, o mar e o solo(como nos casos de vazamentos). <br />
  15. 15. Principais tipos de despejos além dos domésticos<br />Água das chuvas, ou águas pluviais, mesmo não sendo esgoto causam danos como infiltrações em fundações, inundações em subsolos e erosão carregando sujidades e poluentes para áreas distantes.<br />Atividades de agricultura estão geralmente relacionados com os produtos (e sua embalagem) utilizados no campo tais como fertilizantes e pesticidas.<br />
  16. 16.
  17. 17. Qualidade de Água<br /> A água da chuva, ao atingir, o solo dissolve e transporta vários materiais tais como:<br /><ul><li> Substâncias calcárias e magnesianas as quais tornam a água dura;
  18. 18. Substâncias ferruginosas as quais dão cor e sabor diferentes;
  19. 19. Substâncias em suspensão, como partículas finas dão turbidez; vegetais como algas modificam o sabor;
  20. 20. Quando a água passa sobre áreas sujeitas à atividade humana, pode levar organismos patogênicos além de resíduos da agricultura e industriais.</li></li></ul><li>Padrões de potabilidade<br /> A água própria para o consumo, ou água potável, deve obedecer certos requisitos na seguinte ordem:<br /><ul><li>organolética: não possui odor e sabor objetáveis;
  21. 21. física: ser de aspeco agradável; não ter cor e turbidez acima do padrão de potabilidade;
  22. 22. química: não conter substâncias nocivas ou tóxicas acima dos limites de tolerância para o homem;
  23. 23. biológica:não conter germes patogênicos.</li></li></ul><li>b)Doenças veiculadas com a água<br />Por ingestão de água contaminada:<br />. Cólera. Disenteria amebiana. Disenteria bacilar. Febre tifóide e paratifóide. Gastroenterite. Giardise. Hepatite infecciosa. Leptospirose. Paralisia infantil. Salmonelose<br />Por contato com água contaminada:<br />. Escabiose (doença parasitária cutânea conhecida como Sarna). Tracoma (mais frequente nas zonas rurais). Verminoses, tendo a água como um estágio do ciclo. Esquistossomose<br />
  24. 24. Por meio de insetos que se desenvolvem na água:<br />. Dengue. Febre Amarela. Filariose. Malária<br />Cólera, febre tifóide e paratifóide são as doenças mais frequentemente ocasionadas por águas contaminadas e penetram no organismo via cutâneo - mucosa como é o caso de via oral.<br />
  25. 25. Tratamento de água<br />Etapas do Tratamento de água<br />1) Aplicação de cal e coagulante: na chegada à estação de tratamento, a água bruta recebe, quando necessário, a aplicação de cal para a correção do pH. Aplica-se o coagulante ( Sulfato de alumínio) ao passar na calha parshall, que provoca a mistura rápida do coagulante à água, e faz-se a medição da água que está entrando na ETA( Estação de Tratamento de Água ). <br />
  26. 26. 2) Floculação - Após a mistura rápida ou a coagulação, a água segue para os tanques de floculação, onde a água vai ser ligeiramente agitada estimulando a produção dos flocos<br />3) Decantação - Logo depois de passar pelos floculadores, a água floculada entra nos tanques decantadores, onde os flocos, por serem mais pesados que a água, depositam-se no fundo e a água é recolhida na superfície.<br />
  27. 27. 4) Filtração - Depois da decantação, a água passa pelos filtros. Os filtros são compostos por camadas de carvão mineral e areia de várias espessuras para a retirada das partículas de sujeira ou mesmo microrganismos maiores que se encontram na água. <br />
  28. 28. Após esta seqüência, são adicionados os seguintes produtos químicos:<br />Cloro - É usado para desinfecção da água eliminando os microrganismos que podem prejudicar a saúde.Flúor - Atua na prevenção das cáries dentárias na faixa etária de 0 a 14 anos.Cal - Produto químico específico que funciona para eliminar a acidez da água devido aos produtos adicionados anteriormente. A partir destes processos a água estará tratada e própria para consumo.<br /> A água, depois de utilizada pela população, torna-se esgoto. E este, em sua maioria, é líquido pois é composto de águas servidas resultantes de lavagem de pisos, roupas, utensílios de cozinha, banho, etc.<br />
  29. 29.
  30. 30. CURIOSIDADES<br />Curiosa Coincidência<br />Proporção de Água no Corpo Humano igual a no Planeta Terra<br />
  31. 31. Cérebro<br />75%<br />Pulmões<br />86%<br />Fígado<br />86%<br />Músculos<br />75%<br />Coração<br />75%<br />Rins<br />83%<br />Sangue<br />81%<br />Distribuição da água no corpo humano<br />
  32. 32. Bibliografia<br /><ul><li>www.corsan.com.br/sistemas/trat -agua-etapas
  33. 33. Branco, Samuel Murgel, Água, Origem, Uso e Preservação,Editora Moderna,1996.
  34. 34. Apostilas Química Ambiental </li></li></ul><li>Atividades-turma 601<br />Após a leitura dos slides, responder (no caderno)<br />COPIAR A PERGUNTA E A RESPOSTA!<br />1-O que você entende por poluição da água? Explique com base nos slides.<br />2-Com base no slide 16, responda, quais são os padrões de potabilidade da água.<br />3-Cite algumas doenças causadas pela água contaminada.<br />4-Quais são as Etapas do Tratamento de Água? Cite e explique cada uma delas<br />
  35. 35. Após as atividades do cadernoacessar:<br />Ciclo da Água: <br />http://www.smartkids.com.br/desenhos-animados/ciclo-da-agua.html<br />Acompanhar a animação com atenção sobre o ciclo da água<br />

×