PCD S/A - Proposta

815 visualizações

Publicada em

Com a Lei das Cotas, todas as grandes empresas são obrigadas a terem funcionários com deficiência. Isso cria um cenário onde o engajamento é muito baixo, seja da PCD com a empresa, com o gestor, com os colegas, e vice-versa. Nosso próximo estudo visa entender esse cenário que virou uma indústria.

Quer receber o relatório completo ou que sua empresa seja analisada? Fale com a gente: querofalarcom@santocaos.com.br

Publicada em: Carreiras
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
815
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PCD S/A - Proposta

  1. 1. Somos a primeira consultoria de engajamento do Brasil. Nosso negócio é entender pessoas, entender as instituições e fazer com que ambos se entendam. Além do trabalho com nossos clientes, fazemos também trabalhos de engajamento de causas. Hoje, o engajamento entre as pessoas com deficiência e as empresas é um desafio gigantesco. Nosso objetivo é entender esse cenário, para assim auxiliar as empresas a trabalharem estratégias que melhorem o engajamento da PcD com a empresa, os gestores, colegas de trabalho e outros interlocutores.
  2. 2. NOSSOS CLIENTES(CLIQUE PARA SABER MAIS) NOSSOS ESTUDOS (CLIQUE PARA SABER MAIS)
  3. 3. PCD S/A
  4. 4. Em um país onde quase ¼ da população da população tem algum tipo de deficiência, a realidade desses brasileiros é bem diferente do resto da população.
  5. 5. Com dificuldades desde a escola, sua inserção no mercado de trabalho é delicada, fazendo com que seja difícil encontrar PcDs qualificadas. 61,1% 14,2% 17,7% 6,7% 0,4% 38,2% 21,0% 29,7% 10,4% 0,7% Sem instução e fundamental incompleto Fundamental completo e médio incompleto Médio completo e superior incompleto Superior completo Não determinado PCD Não PCD QUANTO VOCÊ SE ESFORÇA PARA CONTRATAR UMA PCD?
  6. 6. Completando 24 anos, a Lei de Cotas para as pessoas com deficiência fez as empresas se adaptarem e procurarem incluir as pessoas com deficiência no seu quadro de colaboradores. SUA EMPRESA CUMPRE A COTA? VOCÊ TEM PLANOS DE CARREIRA ESPECÍFICOS PARA PCDs? 0,73%dos trabalhadores formais no país são PcD 2013 8%das empresas cumprem A Lei das Cotas 2012 1000empresas são multadas por ano
  7. 7. Mesmo assim, a inclusão real e o engajamento desse público com as empresas empregadoras é um grande desafio. O CUSTO DE PERDER UMA PCD É MAIOR DO QUE PERDER UM OUTRO COLABORADOR?
  8. 8. Queremos entender o engajamento da PcD com as empresas e para isso teremos que analisar a visão de diversos pontos de vista: Entender como as empresas enxergam a PcD, o que oferecem, como se preparam e quais são as dificuldades de gestão e inclusão desse colaborador. PCDs (empregados ou não) Entender as vontades, os medos, os fatores de decisão, os processos e os desafios que esse público passa para escolher e concorrer a uma vaga, além do dia a dia de trabalho. RHs / GESTORES Identificar de uma forma geral as características e dificuldades da relação PcD – empresa. ESPECIALISTAS (ONGs, associações, advogados, psicólogos, etc) Identificar estereótipos e preconceitos da sociedade, analisar o que um trabalhador sem deficiência enxerga a PcD. OPINIÃO PÚBLICA
  9. 9. HIPÓTESES • Prefere procurar vagas não exclusivas, para não sentir-se diferente. • Sente que o processo de recrutamento é diferente. • Colegas de trabalho não o tratam de forma igual. • Sente que sua deficiência influencia no seu crescimento na empresa. • Fomentar a diversidade como um todo aumenta a identificação da PcD com a empresa PCDs (empregadas ou não) • Acreditam que seu papel se restringe a algumas funções. • Imagina que PcDs são favorecidas pela empresa por sua condição. • Não imaginam ter uma PcD como chefe. • Não acha justo ter cota para PcD. • Já presenciou casos de preconceito. OPINIÃO PÚBLICA
  10. 10. HIPÓTESES • A empresa só contrata para cumprir a cota. • Existe uma barreira dos gestores na contratação. • Há uma dificuldade no engajamento da PcD com os outros colaboradores. • O RH não se sente preparado para lidar e engajar a PcD. • A PcD não está na alta hierarquia. • O medo de perder o auxílio do governo é um impeditivo para a PcD procurar emprego • A família é um influenciador na decisão de trabalho da PcD • Grande parte dos processos de PcD contra empresas é relacionado a discriminação • As empresas geralmente agem por consequência e não por prevenção RH / GESTORES ESPECIALISTAS (ONGs, associações, advogados, psicólogos, etc)
  11. 11. METODOLOGIAS ENTREVISTA EM PROFUNDIDADE com PcDs, especialistas, opinião pública, RHs e recrutadores CENÁRIO pesquisa nacional com PcDs para identificar padrões de comportamento DESK RESEARCH entendimento de leis, coleta de dados públicos e análise de melhores práticas ESPIÃO acompanharemos o processo de escolha, recrutamento e seleção de uma PcD em uma vaga não exclusiva
  12. 12. ENTREGAS RELATÓRIO compilação de dados, depoimentos, análises e insights do estudo PERSONAS Segmentação das diferentes características das PcDs em perfis para serem trabalhados WORKSHOP processo de co-criação da equipe do projeto com a empresa para análise de ações MINI-DOC vídeo no estilo documentário com os principais aprendizados e depoimentos do projeto
  13. 13. ETAPAS JUL AGO SET OUT NOV S3 S4 S1 S2 S3 S4 S1 S2 S3 S4 S1 S2 S3 S4 S1 S2 S3 S4 NEGOCIAÇÃO DE PATROCÍNIO DESK RESEARCH ENTREVISTAS E IMERSÃO GERAL ENTREVISTAS E IMERSÃO PERSONALIZADAS PESQUISA DE CENÁRIO ANÁLISE E FORMATAÇÃO ENTREGA
  14. 14. O QUE A EMPRESA GANHA COM ISSO? Análise completa do cenário das PcDs no Brasil e no mercado, através de cruzamento de pesquisa própria, dados públicos e trabalhos acadêmicos. Entendimento aprofundado do comportamento da pessoa com deficiência e da sua relação com o trabalho e a empresa empregadora. Entendimento geral da causa, através da visão de todos os públicos envolvidos na questão de forma imparcial e prática. Entendimento do cenário da sua empresa com baixo investimento. Análise e auxílio no desenvolvimento de estratégias personalizadas para o engajamento das PcDs da sua empresa.
  15. 15. BENEFÍCIOS DO ENGAJAMENTO 87% of workers worldwide are either not engaged or actively disengaged $450 - $550 billion is the cost of disengaged employees per year para cada ponto percentual de redução no turnover, existe um crescimento de 0,5 ponto percentual no crescimento do negócio 82% das empresas brasileiras afirmam que o turnover aumentou nos últimos 3 anos NO BRASIL, TURNOVER CRESCE O DOBRO DA MÉDIA MUNDIAL DIVERSITY MATTERS para cada 10% de aumento no índice de diversidade de gênero o lucro bruto aumentou 3,5%
  16. 16. ESTUDO PÚBLICO Parte dos dados e das análises serão abertas à público, porém serão lançadas após o lançamento para as empresas apoiadoras. Dados de empresas não serão divulgados. A empresa poderá colocar seu logo entre as marcas apoiadoras do estudo, presente em todo material de divulgação. COTAS DE PATROCÍNIO As empresas terão acesso a dados e análises exclusivas do estudo, oferecidos em formatos diferenciados e em um evento, além de uma apresentação exclusiva para empresa. Uma análise da realidade dos PcDs na empresa, a comparação entre a sua realidade e o mercado, além de um workshop onde desenvolveremos um plano estratégico de engajamento PcDs-empresa também podem ser oferecidos.
  17. 17. COTAS DE PATROCÍNIO (valores até 14/ago) COTAS INVESTIMENTO RELATÓRIO + VÍDEO PCD RELATÓRIO + VÍDEO TODOS PÚBLICOS RELATÓRIO + VÍDEO PERSONALIZADOS WORKSHOP Inicial R$ 9.000 x Estudo R$ 15.000 x x Personalizada** R$ 21.000 x x x Completa** R$ 30.000 x x x x *custos de deslocamento fora de SP não inclusos ** cotas restritas em relação a capacidade operacional
  18. 18. COTA PERSONALIZADA METODOLOGIAS ENTREVISTA EM PROFUNDIDADE com funcionários PcDs, gerentes e responsáveis das áreas relacionadas PESQUISA DE CENÁRIO pesquisa quantitativa com os funcionários em geral e análise de processos da empresa (aplicada pela empresa) AMOSTRAGEM 20 FUNCIONÁRIOS PCDs 5 GERENTES DE PCDs 3 DIRETORES DE ÁREAS CRONOGRAMA S1 S2 S3+5 S4 +4 ANÁLISE DE PROCESSOS PESQUISA DE CENÁRIO ENTREVISTAS ANÁLISE E FORMATAÇÃO APRESENTAÇÃO ENTREGAS RELATÓRIO PERSONALIZADO com todo o cenário e análise da sua empresa e uma comparação com o mercado MINI-DOC PERSONALIZADO vídeo com o resumo dos aprendizados e principais depoimentos da sua empresa
  19. 19. COTA COMPLETA PRA QUE SERVE O WORKSHOP? • Para resolver qualquer problema todos na empresa precisam estar no mesmo nível de compreensão. • A etapa de CO-CRIAÇÃO serve para todas as áreas se alinharem e criarem medidas que realmente possam ser efetivadas por todos os atores da empresa. • Iremos aliar a análise crítica, com criatividade, consenso e vontade de melhorar. BENEFÍCIOS? • Alinhamento entre as áreas da empresa do que funciona e não funciona com o funcionário. • Modificar o que for necessário em conjunto. • Direcionar o plano de ação. 1 - alinhamento 2 - avaliação 3- posicionamento4- criação
  20. 20. COTA COMPLETA FASES FORMATO OBJETOS DE ANÁLISE EMPRESA APRESENTAÇÃO DO ESTUDO Apresentação em formato de PPT, e vídeo. Percepções do público, insights e críticas WORKSHOP PARTE 1 Dinâmicas e interações entre as áreas, para entendimento Avaliar a revista: esforço x resultado PARTE 2 Dinâmicas e interações entre as áreas, para criação Julgar quais seriam as modificações possíveis, busca de referências e se necessário como devemos incorporá-las. ANÁLISE COMPILAR Resgatar tudo que foi dito e falado no workshop e organizar. ANÁLISE Fazer curadoria das ações discutidas, sugerir ações e dar possíveis caminhos de ação. APRESENTAÇÃO 1 apresentação do relatório das ações discutidas e das ações sugeridas.
  21. 21. QUEROFALARCOM@SANTOCAOS.COM.BR

×