Movimentos Corporais - O uso de si mesmo

2.977 visualizações

Publicada em

Mais do que apenas um "manual" de exercícios ou "regras" para o corpo, neste documento é proposto uma abordagem integral para a saúde corporal e emocional, não fazendo uma separação mente/corpo, mas uma simbiose existente neste "universo" que é o corpo/mente, que muitos "especialistas" gostam de dividir em "pedaços" levando a uma clara descaracterização e um "afastamento" da alma humana, de seu "eu".
A simples proposta aqui mostrada é apenas um "retornar" a si mesmo, de maneira natural e fácil, em atividades cotidianas mas muito importantes para a saúde e qualidade de vida do ser humano.

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.977
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
67
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Movimentos Corporais - O uso de si mesmo

  1. 1. MOVIMENTOS E EXERCÍCIOS Prestando atenção em como VOCE USA SEU CORPO!
  2. 2. POSIÇÕES PARA DORMIR • Muitas de nossas tensões diárias são aumentadas “inconscientemente” durante os momentos de descanso, principalmente ao deitarmos a noite para dormir. • PRESTE ATENÇÃO A SEUS MOVIMENTOS E POSIÇÕES AO DEITAR-SE PARA DORMIR!
  3. 3. 1 – Ao deitar-se para dormir, procurar conservar a curvatura normal da coluna, muita atenção a travesseiros altos ou baixos demais.
  4. 4. 2- Posição “barriga para cima”, mas com um travesseiro embaixo dos joelhos.
  5. 5. 3 – Posição “barriga para baixo”, mas com um travesseiro colocado na região pélvica e coxas.
  6. 6. FAZENDO MOVIMENTOS NO DIA-A-DIA • Sem estarmos atentos em como usamos nosso corpo, mesmo em coisas simples como ao sentar-se e levantar-se de uma cadeira, levantando pesos, ao subirmos escadas, ao executarmos qualquer trabalho rotineiro mas sem atenção ao uso de nosso corpo, o expomos a condições exageradas e estresse constante, que de alguma forma refletirá em nossa saúde!
  7. 7. Ao levantar “qualquer tipo” de peso do chão estar atento a posição da cabeça “para cima” como que dirigindo o movimento para cima, mas o peso é levantado com a “força” das pernas.
  8. 8. Continuações do movimento para “cima” com a “cabeça - pescoço e dorso” acompanhando o movimento para cima, feito de maneira suave sem solavancos.
  9. 9. Movimentando-se o todo para cima!
  10. 10. 6 – Variação do movimento anterior para cima, mas “agachando-se”, e usando a “força” das pernas para levantar o peso.
  11. 11. Mantendo a curvatura natural da coluna, com um “movimento” da cabeça direcionando para cima, “pensamos num movimento da cabeça, imaginando como se ela fosse um balão de hélio comandando todo o movimento corporal para cima”.
  12. 12. Atenção ao movimento conjunto da pélvis e pés, note que os pés procuram ficar na mesma posição retos, para frente, e jamais abertos ou fechados, pois pode-se nestas circunstancias, alterar o funcionamento natural da pelve, gastando-se muita energia assim, alterando o funcionamento natural da coluna.
  13. 13. Teste de espaço entre a coluna e a parede; se você colocar as mãos atrás nas costas devera haver apenas um pequeno espaço de uma palma, se houver mais seus músculos abdominais estão flácidos.
  14. 14. Ao trabalhar sentado em uma cadeira, procurar sustentar a coluna, com ambos os pés no chão, sem estar cruzados,mas tocando o chão com toda a sola do pé. Movimento da cabeça sempre para cima com todo o corpo acompanhando este movimento.
  15. 15. Alteração da estrutura da coluna devido aos maus hábitos diários, pode levar a deformidade precoce e constante da coluna, prestar atenção à carga emocional envolvida no mesmo movimento que fazemos, pode nos dar uma idéia de “sentimentos” que desenvolvemos em uma determinada posição ou postura que assumimos, “nossa postura” diante da vida. Observe-se no espelho sem alterar a postura, e procure definir seus “sentimentos” à postura assumida!
  16. 16. As setas indicam as descargas de força envolvida numa “postura” que assumimos, envolvendo todos os órgãos próximos, aqui neste exemplo, vemos as setas indicando na região torácica, afetando possivelmente órgãos vitais tais como, coração, pulmão, diafragma, estomago, etc. Na segunda seta, indicando desequilíbrios na região intestinal, reprodutora e mesmo sexual.
  17. 17. Ao estarmos atentos às nossas emoções e postura assumida, podemos alterar tanto nossa posição/postura física e emocional, ao utilizarmos melhor nossos recursos internos naturais.
  18. 18. Como você se sente emocionalmente? Olhe no espelho e perceba: Suas emoções, sua postura!

×