Apostila mpe-carlos-zambeli

311 visualizações

Publicada em

administração

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
311
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apostila mpe-carlos-zambeli

  1. 1. Português Prof.: Carlos Zambeli
  2. 2. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 3 Sumário da apostila de Língua Portuguesa – Prof Carlos Zambeli  Edital Prof. Carlos Zambeli: Convenções Ortográficas: sistema ortográfico vigente. Morfologia: estrutura e formação de palavras. Sintaxe e Morfossintaxe: identificação e emprego das classes gramaticais; flexão verbal; flexão nominal; concordância verbal e nominal; colocação pronominal; regência verbal e nominal (emprego do sinal de crase); frase, oração e período (a oração e seus termos; estrutura da oração e do período; colocação dos termos na oração e das orações no período); processos sintáticos: coordenação e subordinação; paralelismo sintático; equivalência e transformação de estruturas; discurso direto e indireto. Pontuação: ponto, dois-pontos, ponto e vírgula, vírgula, travessão e parênteses. Prof. Maria Tereza Faria: Semântica: significado de palavras e expressões; relações de sinonímia e antonímia; denotação e conotação. Intelecção de textos: análise e interpretação de textos; tipos de texto; estrutura textual; relação entre ideias: coesão e coerência; recursos coesivos; ponto de vista do autor; ideia central e ideias convergentes; informações literais e pressupostas; inferências. Redação Oficial.  Conteúdo desenvolvido por aula Aula 01 Morfossintaxe: identificação e emprego das classes gramaticais; flexão nominal; Convenções Ortográficas: sistema ortográfico vigente. página 04 e 09 Aula 02 Flexão verbal; frase, oração e período (a oração e seus termos; estrutura da oração e do período) página 16 Aula 03 Concordância verbal e nominal página 23 Aula 04 Regência Verbal e Nominal página 32 Aula 05 Emprego do sinal de crase página 40 Aula 06 Processos sintáticos: coordenação e subordinação página 48 Aula 07 Pontuação: ponto, dois-pontos, ponto e vírgula, vírgula, travessão e parênteses. página 55 Aula 08 Colocação Pronominal ; Estrutura e formação de palavras página 66 Aula 09 Equivalência e transformação de estruturas; discurso direto e indireto página 78 Caros alunos da Casa do Concurseiro, contem comigo! Bons estudos a todos!
  3. 3. Português MPE Página 4 Prof. Carlos Zambeli Aula 01 Morfossintaxe A morfologia (flexão nominal) está agrupada em dez classes, denominadas classes de palavras ou classes gramaticais. São elas: Substantivo, Artigo, Adjetivo, Numeral, Pronome, Verbo, Advérbio, Preposição, Conjunção e Interjeição. 1) Substantivo 2) Artigo Artigo é a palavra que, vindo antes de um substantivo, indica se ele está sendo empregado de maneira definida ou indefinida. Além disso, o artigo indica, ao mesmo tempo, o gênero e o número dos substantivos. Detalhe zambeliano 1 Substantivação! Não aceito um não de você. Detalhe zambeliano 2 Artigo facultativo diante de nomes próprios. Sérgio chegou. / O Sérgio chegou. Detalhe zambeliano 3 Artigo facultativo diante dos pronomes possessivos. Sua turma é pequena no curso. A sua turma é pequena no curso. Tudo o que existe é ser e cada ser tem um nome. Substantivo é a classe gramatical de palavras variáveis, as quais denominam os seres. Além de objetos, pessoas e fenômenos, os substantivos também nomeiam: -lugares: Itália, Porto Alegre... -sentimentos: raiva, ciúmes ... -estados: alegria, tristeza... -qualidades: honestidade, sinceridade... -ações: corrida, leitura...
  4. 4. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 5 3) Adjetivo ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ __________ 4) Advérbio 5) Preposição Morfossintaxe do Adjetivo: O adjetivo exerce sempre funções sintáticas relativas aos substantivos, atuando como adjunto adnominal ou como predicativo (do sujeito ou do objeto). Adjetivo é a palavra que expressa uma qualidade ou característica do ser e se "encaixa" diretamente ao lado de um substantivo. Locução adjetiva Noite de chuva (chuvosa) Atitudes de anjo (angelicais) Pneu de trás (traseiro) Seleção do Brasil (brasileira) Detalhe zambeliano! Advérbio é uma palavra invariável que modifica o sentido do verbo, do adjetivo e do próprio advérbio. Classificação dos advérbios: Lugar – ali, aqui, aquém, atrás, cá, dentro... Tempo – agora, amanhã, antes, ontem... Modo – a pé, à toa, à vontade... Dúvida – provavelmente, talvez, quiçá... Afirmação – sim, certamente, realmente... Negação – não, nunca, jamais... Intensidade - bastante, demais, mais, menos Dica do Zambeli Aqui dormi nesta semana. Hoje eu estudei gramática no curso.
  5. 5. Português MPE Página 6 Prof. Carlos Zambeli ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________ __________ 6) Pronome Preposição é uma palavra invariável que liga dois elementos da oração, subordinando o segundo ao primeiro, ou seja, o regente e o regido. Regência verbal: Assisti ao vídeo do curso. Regencia nominal: Estou alheio a tudo isso. Zambeli, quais são as preposições? a - ante - até - após - com - contra - de - desde - em - entre - para - per - perante - por - sem - sob - sobre - trás. Indefinidos Não encontrei nenhum conhecido na aula do Zambeli. Não encontrei nem um conhecido na aula do Zambeli. Possessivos Aqui está a minha carteira. Cadê a sua? Demonstrativos Este, esta, isto – perto do falante. ESPAÇO Esse, essa, isso – perto do ouvinte. Aquele, aquela, aquilo - longe dos dois. Este, esta, isto – presente/futuro TEMPO Esse, essa, isso – passado breve Aquele, aquela, aquilo – passado distante DISCURSO Este, esta, isto – vai ser dito Esse, essa, isso – já foi dito
  6. 6. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 7 7) 8) Numeral – indicam quantidade ou posição – um, dois, vinte, primeiro, terceiro. 9) Interjeição – expressam um sentimento, uma emoção... 10) Verbos – indicam ação, estado, fato, fenômeno da natureza. 11) Conjunções – ligam orações ou, eventualmente, termos. São divididas em: 1) Classifique a classe gramatical das palavras destacadas (substantivo, adjetivo, advérbio) 1. A cerveja que desce redondo. 2. A cerveja que eu bebo gelada. 3. Zambeli é um professor exigente. 4. O bom da aula é o ensinamento que fica para nós. 5. Carlos está no meio da sala. 6. Leu meia página da matéria. 7. Aquelas jovens são meio nervosas. 8. Ela estuda muito. 9. Não faltam pessoas bonitas aqui. 10.O bonito desta janela é o visual. 11.Vi um bonito filme brasileiro. 12.O brasileiro não desiste nunca. 13.A população brasileira reclama muito de tudo. 14.O crescimento populacional está diminuindo no Brasil. 15.Número de matrimônios cresce, mas gaúchos estão entre os que menos casam no país. 2) Preencha as lacunas com os pronomes demonstrativos adequados: a) A grande verdade é ___________: foi o Zambeli o mentor do plano. b) Embora tenha sido o melhor plano, ele nunca admitiu _________ fato. c) Ninguém conseguiu provar sua culpa, diante _____________, o júri teve de absolvê-lo. d) O país atravessa um momento delicado. __________ crise parece nunca acabar. e) Assisti à aula de Português aqui no curso. Uma aula _________ é indispensável para mim! f) Por que você nunca lava _________ mãos? g) Ana, traga ____________ material que está aí do seu lado. h) Ana, ajude-me a carregar _______ sacolas aqui. Coordenadas – aditivas, adversativas, alternativas, conclusivas, explicativas. Subordinadas – concessivas, conformativas, causais, consecutivas, comparativas, condicionais, temporais, finais, proporcionais. Pessoais – retos e oblíquos Retos - eu, tu, ele, ela, nós, vós eles, elas. Oblíquos - Os pronomes pessoais do caso oblíquo se subdividem em dois tipos: os átonos, que não são antecedidos por preposição, e os tônicos, precedidos por preposição. Átonos: me, te, se, o, a, lhe, nos, vos, os, as, lhes. Ex.: Enviaram aquele material do curso para mim. Enviaram aquele material do curso para eu usar na aula.
  7. 7. Português MPE Página 8 Prof. Carlos Zambeli 3) Se houvesse a seguinte transformação em frases do texto: A situação da Itália e da Suíça é grave. Projeções indicam que _______ (referindo-se à Itália) está prestes a _______: encolherá de fato, os pronomes que completariam correta e respectivamente as lacunas correspondentes a palavras seriam: a) aquela e isto b) aquela e isso c) esta e isto d) essa e isso e) essa e aquilo 4) No trecho “a igreja suprimiu dez dias”, todas as alternativas abaixo poderiam substituir a palavra sublinhada sem acarretar mudança de sentido na frase, MENOS: a) eliminou. b) excluiu. c) cortou. d) extinguiu. e) inteirou. 5) Considerando a classificação morfológica das palavras, assinale a alternativa correta. a) As palavras sublinhadas em “Ronaldo já foi a terceira pessoa mais conhecida do mundo” são substantivos. b) Em “um símbolo do que o nosso país tem de melhor”, há pronome, preposição, artigo, entre outras classes. c) A palavra “várias”, em “Ronaldo usou várias vezes a palavra “aproximar”, classifica-se como advérbio. d) Há adjetivo e advérbio em “fazer a ponte entre o governo federal e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF)”. e) Em “um símbolo da identidade nacional”, as palavras sublinhadas são respectivamente pronome e adjetivo.
  8. 8. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 9 Convenções Ortográficas: sistema ortográfico vigente. Os porquês 1. Complete com os porquês. a) Esta é o pior momento ___________________ passei. b) Não fiz o tema, ________________ tive um compromisso. c) Filosofar é procurar os ________________ de tudo. d) Ficou nervoso e ninguém entendeu ________________. e) Não saíste comigo ___________________ estás zangado ? f) Todos nos empenhamos _________________ queríamos a vitória. g) Qual o ________________ de tanta dedicação ? h) As cidades ______________ passamos eram muito lindas. 1) Por que Por qual motivo Por qual razão O motivo pelo qual Pela qual Por que não me disse a verdade? Gostaria de saber por que não me disse a verdade. As causas por que discuti com ele são sérias demais. 2) por quê = por que Mas sempre bate em algum sinal de pontuação! Você não veio por quê? Não sei por quê. 3) porque = pois Ele foi embora porque foi demitido daqui. Não vá porque você é útil aqui. 4) porquê = substantivo Usado com artigos, pronomes adjetivos ou numerais. Ele sabe o porquê de tudo isso. Este porquê é um substantivo. Quantos porquês existem na Língua Portuguesa? Existem quatro porquês. Anotações zambelianas
  9. 9. Português MPE Página 10 Prof. Carlos Zambeli Questões 1) Assinale quais estão corretas? I. Afinal, chegou o momento porque tanto esperei. II. Não sei o porquê de seu entusiasmo. III. Você está feliz assim, por quê? IV. Então por quê não falas claramente. a) I, II e III b) II, III e IV c) I, II e V d) II, III 2) Assinale o que se pede. I. O porquê de sua demissão está muito claro. II. Por que não me telefonou? III. Não me telefonou, por quê? IV. O motivo porque lhe falei tudo aquilo não interessa. V. Irei viajar, porque estou em férias. a) Todas estão corretas. b) Todas estão corretas, menos a IV. c) I, III e IV estão corretas. d) I, II e V e) I, II e III 3) Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas das frases apresentadas: _________________________me tratas tão mal? _________________________não gosto de você? E não gostas de mim, _____________________? Nem eu sei o_____________________________? a) Por que – Porque – por que - por quê. b) Por que – Porque – por quê – porquê. c) Porque – Por que – porque – por quê. d) Por que – Por que – por quê – porquê. e) Por que – Por que – por quê – por quê. 4) Eu não sei__________ele fez________fez. ___________mesmo não me envolvo nesse assunto. a) porque – o quê – Por isso. b) por que – o que – Porisso. c) por que – o que – Por isso.
  10. 10. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 11 d) porque – o que – Por isso e) por quê – o que – Por isso 5) "A gente se acostuma a acordar de manhã sobressaltado, porque está na hora." Observe o uso de porque na frase acima. Agora, analise as seguintes: I. Porque deixar de lado uma causa porque lutamos há tanto tempo? II. Ninguém sabe o porquê de nossa luta. III. Ele vivia tranqüilamente, porque tinha uma grande herança. IV. O governo não deve mudar, por quê? V. Pergunto por que você é tão irresponsável. VI. Vivo feliz, porque amo minha esposa. Assinale a única alternativa correta: a) As frases I e III são as únicas corretas. b) As frases I, III e V são corretas. c) Na frase II, o porquê é um substantivo. d) Na frase III, o acento é facultativo. e) A frase VI está errada. 6) “Indaguei ____________________o aluno não trouxe a apostila. Ele disse que não trouxe _________________a perdeu.” A alternativa que preenche corretamente as lacunas é: a) por que – porque b) porque – porque c) por que - por que d) porquê – pois e) pois – pois 7) Assinale o item correto quanto ao uso do porquê: a) Ele ganhou o prêmio porquê foi o melhor. b) Vamos agora resolver o por quê desta questão. c) Você não compareceu à aula ontem por quê? d) Você sabe porque ele partiu cedo? e) Não cheguei cedo, por que dormi demais! 8) Assinale a frase gramaticalmente correta. a) Não sei por que brigamos. b) Ele não o procurou por que estava doente. c) Porque não procura sua amiga? d) Zambeli, você sabe porquê crase sempre aparece nos concursos?
  11. 11. Português MPE Página 12 Prof. Carlos Zambeli 9) Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas das frases apresentadas: I. Ele não escreveu para você,__________________? II. Ninguém me explicou o_______________de sua indiferença. III. Quero saber__________________não estuda mais. IV. _____________________é sonhador, o jovem cultiva ideais. a) por quê – porquê – por que – porque. b) por que – porque – porque – por que. c) por quê – porquê – porque – por que. d) por quê – porquê – porque – porque. e) por quê – por quê – porque – por que. 10) Assinale a alternativa que substitui adequadamente a palavra destacada na frase: “ A viagem foi demasiadamente cansativa, pois tivemos que passar por estradas esburacadas e poeirentas.” a) por que b) porque c) por quê d) porquê Gabarito 1- D 4 – C 7 – C 10 – B 2 – B 5 – C 8 – A 3 – D 6 – A 9 – A
  12. 12. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 13 Homônimos e parônimos Definições - Homônimos: vocábulos que se pronunciam da mesma forma, e que diferem no sentido. - Homônimos perfeitos: vocábulos com pronúncia e grafia idênticas (homófonos e homógrafos). Ex.: São: 3ª p. p. do verbo ser. - Eles são inteligentes. São: sadio. - O menino, felizmente, está são. São: forma reduzida de santo. - São José é meu santo protetor. - Homônimos imperfeitos: vocábulos com pronúncia igual (homófonos), mas com grafia diferente (heterógrafos). Cessão: ato de ceder, cedência Seção ou secção: corte, subdivisão, parte de um todo Sessão: espaço de tempo em que se realiza uma reunião - Parônimos: vocábulos ou expressões que apresentam semelhança de grafia e pronúncia, mas que diferem no sentido. Ex.: Cavaleiro: homem a cavalo Cavalheiro: homem gentil Lista de Homônimos e Parônimos Acender - pôr fogo a Ascender - elevar-se, subir Acento - inflexão de voz, tom de voz, acento Assento - base, lugar de sentar-se Acessório - pertences de qualquer instrumento ou máquina; que não é principal Assessório - diz respeito a assistente, adjunto ou assessor Caçado - apanhado na caça Cassado - anulado Censo - recenseamento Senso - juízo Cessão - ato de ceder Sessão - tempo que dura uma assembléia Secção ou seção - corte, divisão Concerto - sessão musical; harmonia Conserto - remendo, reparação
  13. 13. Português MPE Página 14 Prof. Carlos Zambeli Deferir - atender, conceder Diferir - distinguir-se; posicionar-se contrariamente; adiar (um compromisso marcado) Descriminar - inocentar Discriminar - distinguir, diferenciar Emergir - sair de onde estava mergulhado Imergir - mergulhar Emigração - ato de emigrar Imigração - ato de imigrar Eminente - excelente Iminente - sobranceiro; que está por acontecer Empossar - dar posse Empoçar - formar poça Espectador - o que observa um ato Expectador - o que tem expectativa Flagrante - evidente Fragrante - perfumado Mandado - ordem judicial Mandato - período de permanência em cargo Ratificar - confirmar Retificar - corrigir Tacha - tipo de prego; defeito; mancha moral Taxa - imposto Tráfego - trânsito Tráfico - negócio ilícito Viagem - jornada Viajem - do verbo viajar  Acerca de: sobre, a respeito de. Fala acerca de alguma coisa. A cerca de: a uma distância aproximada de. Mora a cerca de dez quadras do centro da cidade. Há cerca de: faz aproximadamente. Trabalha há cerca de cinco anos.
  14. 14. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 15  Ao encontro de: a favor, para junto de. Ir ao encontro dos anseios do povo. Ir ao encontro dos familiares. De encontro a: contra. As medidas vêm de encontro aos interesses do povo. 1) Preencha as lacunas corretamente. a) Esses fatos _________ das circunstâncias (emergem - imergem) ; b) Nunca a vejo na _________ em que trabalha (sessão - seção) c) Quero assistir à _______ da tarde.(sessão – seção); d) Prenderam o ladrão em ______________ (flagrante – fragrante) e) A crise econômica do Brasil faz com que muitos _________ (emigrem - imigrem); f) Antes de ser promulgada, a Constituição já pedia muitos ________ (consertos - concertos); g) A ditadura _________ muitos políticos de oposição; (caçou - cassou); h) Ao sair da sala, o aluno foi preso em___________ (flagrante - fragrante); i) O tamanco foi restaurado com a aplicação de algumas ________ (tachas-taxas); j) Zambeli foi na _________ das 19h do cinema (seção- sessão) l) Para impedir a corrente de ar, Pedro _______ a porta (cerrou-serrou); m) Sérgio ________ pelo buraco da fechadura da sua vizinha. (expiava-espiava); n) Você respondeu ao último ________ ? (censo-senso). o) Precisamos combater o _________ de cocaína (tráfego-tráfico); p) No Brasil é vedada a ________ social. (discriminação-descriminação); q) Você precisa melhorar seu __________ de humor (censo-senso);
  15. 15. Português MPE Página 16 Prof. Carlos Zambeli Aula 02 Analise sintatica SUJEITO – é o ser da oração ou a quem o verbo se refere e sobre o qual se faz uma declaração. Ainda restam algumas vagas para o turno da noite. Um bando de torcedores vaiou o juiz. Corrigiram-se as provas. Alguém discordou daquela questão. Caminhavam em direção à lanchonete o gerente e os funcionários. Casos especiais Indeterminado – existe o sujeito, mas não pode ser identificado. Ocorre em duas situações:  verbo na 3a pessoa do plural sem antecedente expresso Aceitaram todos os argumentos sem hesitação. Falaram sobre esse assunto no meu trabalho.  verbo na 3a pessoa do singular + se – VTI, VI e VL. Luta-se por melhores salários. Mora-se bem naquele bairro. Era-se menos preocupado naqueles tempos. Inexistente (oração sem sujeito) – ocorre quando há verbos impessoais na oração.  haver significando existir, ocorrer, acontecer ou indicando tempo decorrido. Haverá mais concursos neste ano. Que(m) é quê?
  16. 16. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 17 Deve haver mais interessados naquela vaga. Há meses não vou faço testes de português.  fazer indicando tempo, temperatura ou fenômeno natural. Amanhã fará dois dias que me inscrevi na Casa do Concurseiro. Irá fazer quatro meses que terminamos o namoro. Faz dias muito quentes no mês de março.  Fenômenos meteorológicos. Choveu bastante no verão passado. Está anoitecendo. Obs.: quando empregados em sentido conotativo, haverá sujeito. Choveram gritos naquela sessão de votação. 1. Sublinhe e classifique o sujeito das orações abaixo. a) Entre os estudantes, foi encontrado um aluno dorminhoco. b) Contar-se-ão as novidades neste site. c) Convém que estudes mais. d) Obedeceu-se às regras do concurso. e) Será preciso que façamos o simulado da Casa do Concurseiro. f) Vai haver simulado neste domingo!
  17. 17. Português MPE Página 18 Prof. Carlos Zambeli TRANSITIVIDADE 1) Verbo Intransitivo (VI) – verbo que não exige complemento A professora se casou no sábado. Todos os alunos chegaram ao curso na mesma hora. 2) Verbo Transitivo Direto (VTD) – precisa de complemento sem preposição. As indicações deste dia registram a presença de temporais no sul da cidade. As pessoas aspiravam, durante a passeata, aquele fedor de carniça. 3) Verbo Transitivo Indireto (VTI) - precisa de complemento com preposição. Meus comentários, à margem da folha de redação, referem-se ao seu texto. As crianças deveriam sempre obedecer a seus professores durante uma aula. 4) Verbo Transitivo Direto e Indireto (VTDI) - precisa de 2 complementos. (OD e OI) As meninas da turma deram ao colega o melhor presente de todos. Aos alunos dedico meu livro. 5) Verbo de Ligação (VL) - não indicam ação. Esses verbos fazem a ligação entre 2 termos: o sujeito e suas características. Estas características são chamadas de predicativo do sujeito. Os alunos desta aula parecem cansados, mas continuam felizes. Fiquei doente antes da prova.
  18. 18. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 19 Adjunto Adverbial Como o próprio nome indica, são advérbios ou locuções adverbiais que vêm associados a verbos, adjetivos ou outros advérbios, acrescentando-lhes circunstâncias específicas. Os exercícios muito difíceis ajudam-nos a compreender mais rapidamente as noções fundamentais que precisamos dominar para atingir, durante o ano, os objetivos da aula zambeliana. Adjunto adnominal é o termo que caracteriza e/ou define um substantivo. As classes de palavras que podem desempenhar a função de adjunto adnominal são adjetivo, artigos, pronomes, numerais, locuções adjetivas. Portanto se trata de um termo de valor adjetivo que modificara o nome ao qual se refere. Aquele restaurante de luxo serve, durante as refeições, dois pratos lindíssimos. Artigo – As provas de português estão bem acessíveis. Adjetivos – A prova azul será anulada. Pronome – Aquele simulado da Casa do concurseiro...! Numeral – Trinta pessoas realizaram o simulado do curso. Locução adjetiva – O problema da empresa continua afetando aqueles funcionários. Aposto – termo que apresenta uma explicação extra a respeito de outro, cujo intuito é o esclarecimento, detalhamento. Para vencer na vida, são necessárias três qualidades: coragem, determinação e paciência. Encontrei o Sérgio, professor de informática do curso, hoje perambulando pelas ruas. Vocativo - sua função é interpelar o interlocutor. Termo independente. Meu bem, que tal pegarmos um cinema hoje? Observação zambeliana:
  19. 19. Português MPE Página 20 Prof. Carlos Zambeli QUESTÕES DE CONCURSOS 1) Os termos grifados NÃO exercem a função de sujeito da oração apenas em: a) Segue em anexo o documento. b) “Aprovado”, disse enfaticamente o magistrado. c) O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística divulgou os dados em sua sede. d) Há dois ovos no ninho. e) A brusca mudança indica preocupação com o nível de crescimento econômico. 2) ... 43,9% do território amazônico está protegido. O elemento em destaque exerce na frase acima a mesma função sintática que o segmento grifado exerce em: a) ... Amapá, Roraima, Pará e Amazonas possuem mais da metade de seu território nessa categoria. b) E, de fato, a taxa de desmate de 1998 a 2009 é a menor nas terras indígenas... c) Terras indígenas e unidades de conservação contribuem de modo quase parelho para o número total de áreas protegidas na Amazônia. d) ... nas quais é possível a extração controlada de madeira, por exemplo... e) Quase metade da Amazônia brasileira pertence hoje à categoria de área protegida por lei contra a devastação... 3) O velho gaúcho foi ajudar, no posto mais próximo do hotel em que se hospedara, o serviço de assistência aos desabrigados pelo temporal. A função sintática do termo grifado acima é a mesma do termo, também grifado, da frase: a) ... quando um mais afobado desanda a correr pelo pátio ... b) Como tem prática de campo e prática de cidade ... de repressão a contrabando ... c) ... propõe, de saída, a divisão dos serviços em setores bem caracterizados ... d) ... mas tudo se resolve com bom humor. e) Nomeia o rapazinho seu ajudante-de-ordens ... 4) A República criou o brasileiro genérico e abstrato. O mesmo tipo de complemento verbal grifado acima está na frase: a) ... esse esporte assumiu entre nós funções sociais extrafutebolísticas ... b) ... respondem por sua imensa popularidade. c) O advento do futebol entre nós coincidiu com a busca de identidades reais ...
  20. 20. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 21 d) ... a vida recomeça continuamente ... e) ... os 22 jogadores não atuavam como dois times de 11 ... 5) ... intervêm nele importantes fatores políticos. O segmento em destaque exerce na frase acima a mesma função sintática que o elemento grifado exerce em: a) A partir daí a ocupação da América deixa de ser um problema exclusivamente comercial... b) A ocupação econômica das terras americanas constitui um episódio da expansão comercial da Europa. c) A legenda de riquezas inapreciáveis por descobrir corre a Europa... d) O comércio interno europeu [...] havia alcançado um elevado grau de desenvolvimento no século XV... e) Outros países tentarão estabelecer-se em posições fortes. 6) “... quando vierem as cheias...” O segmento em destaque exerce na frase acima a mesma função sintática que o elemento grifado exerce em: a) ... todos fogem diante dele... b) .. as coisas do mundo sejam governadas pela fortuna e por Deus... c) ... mas deixa a nosso governo a outra metade... d) ... sem poder contê-lo minimamente... e) ... só resta aos homens providenciar barreiras e diques... 7) Na oração “Trabalhar no Tribunal de Justiça é um grande desejo meu”: a) O sujeito é “trabalhar”. b) O sujeito é oculto: eu. c) É uma oração sem sujeito. d) O sujeito é indeterminado. e) O sujeito é “Tribunal”. 8)... de modo que ele próprio o anunciou no orçamento de 1925. Considerando-se o contexto, o verbo grifado acima está empregado como a) transitivo indireto pronominal. b) transitivo indireto. c) bitransitivo. d) transitivo direto. e) intransitivo.
  21. 21. Português MPE Página 22 Prof. Carlos Zambeli 9) “...saibamos ensinar aos alunos o mais elementar...”, o verbo destacado é: A) VTD. B) VTI. C) VI. D) VL. E) VTDI. 10) A interiorização das universidades federais e a criação de novos institutos tecnológicos também mudam a cara do Nordeste... O mesmo tipo de complemento grifado acima está na frase: a) ... que mexeram com a renda ... b) ... que mais crescem na região. c) ... que movimentam milhões de reais ... d) A outra face do "novo Nordeste" está no campo. e) ... onde as condições são bem menos favoráveis ... 11) Aponte a alternativa em que ocorre a oração sem sujeito. a) Precisa-se de uma babá. b) A noite caiu sobre a cidade. c) Alguém mentiu. d) Hoje fez muito calor em Fortaleza. 12) Assinale a opção cujo termo em destaque tem valor sintático diferente dos demais. a) "As palavras juntas formam frases, orações e períodos." b) "No cotidiano, as pessoas não têm mais tempo para dialogar." c) "elas se tornam vivas, dando uma sensação de bem estar," d) " porque a ideia se perpetua e é transmitida de geração para geração." e) "A mobilização social é um ato de comunicação." GABARITO 1) D 2) B 3) B 4) A 5) B 6) E 7) A 8) D 9) E 10) C 11) D 12) E
  22. 22. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 23 Aula 03 CONCORDANCIA VERBAL Regra geral O verbo concorda com o núcleo do sujeito. As alunas dedicadas estudaram esse assunto complicado ontem. 1) Verbos impessoais a) Verbo Haver O verbo haver é impessoal ( permanecendo na 3o . pessoa do singular) quando significa : existir, acontecer, ocorrer. Formando locução com outro verbo, a impessoalidade a ele se estenderá. Comentam que vai haver questões anuladas na prova! Havia cinco pessoas na fila. Aqui houve modificações. Está havendo rebeliões no presídio. Estão ocorrendo rebeliões no presídio. b) Verbo Fazer Esse verbo é impessoal, mantendo-se na 3o . pessoa do singular e não apresentando sujeito, quando indicar: tempo , temperatura ou fenômeno natural. A impessoalidade será transmitida para o outro verbo, quando houver locução. Está fazendo cinquenta anos que casei. Já fez mais de cinco minutos que ela saiu. Fez frio na serra gaúcha. c) Verbo Ser É impessoal quando se refere a Horário, Data e Distância. Nesses casos, não há sujeito, e a concordância será feita com o predicativo.
  23. 23. Português MPE Página 24 Prof. Carlos Zambeli Hoje são 25 de março. Hoje é dia 25 de março. Eram dezessete horas em Brasília. Daqui até Porto Alegre são 229 km. 2) A voz passiva sintética Em expressões do tipo “vendem-se casas”, o verbo deve concordar com a palavra que o acompanha, porque ela é o sujeito, a menos que venha precedida de preposição. Assim, na frase vendem-se casas, a palavra casa não é objeto direto, como se poderia pensar ao primeiro exame, mas sujeito. A frase deve ser entendida assim: Casas são vendidas. Compare 3) Expressões de tratamento Vossa senhoria, queremos parabenizá-la pela sua nova conquista. 4) Sujeito posposto ao verbo ( faltar, restar, sobrar, existir, ocorrer, acontecer, bastar, etc..) Faltam poucas vagas para o simulado. Existem pessoas desagradáveis nesta turma! Durante a palestra, restariam algumas crianças na sala de aula. Se - Se - Aluga-se uma bicicleta. Alugam-se duas bicicletas. Consertam-se motores. Veem-se, desta janela, os raios do sol. Precisa-se de professores Nunca se assistiu a tanta violência na tevê. Obedecia-se, durante a aula, às regras. Se o termo que acompanha o verbo vier preposicionado, não será sujeito (porque o sujeito não pode ser preposicionado), e o verbo ficará no singular:
  24. 24. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 25 Exercícios 1) Classifique 1 – se – partícula apassivadora 2 – se – índice de indeterminação do sujeito a) Precisa-se apenas de uma oportunidade. ( ) b) Não se perdoam certas atitudes. ( ) c) Aqui, anda-se muito. ( ) d) Manga chupa-se no pé. ( ) e) Aqui se vive em paz! ( ) f) debateu- se essa matéria na aula. ( ) g) Alugam-se bicicletas no Rio de janeiro. ( ) h) Repreendia-se o aluno durante a aula. ( ) i) Necessitava-se de vagas de emprego. ( ) CONCORDANCIA NOMINAL Regra geral Concordam com o substantivo Artigo Pronome Numeral Adjetivo Casos especiais 1) Adjetivo + substantivos de gênero diferente: concordância com o termo mais próximo. O concurseiro faz complicados simulados e provas. O concurseiro faz complicadas provas e simulados. 2) Substantivos de gênero e número diferentes mais adjetivo: concordância com o termo mais próximo ou uso do masculino plural. Aquele jovem tem pai e mãe compreensivos. Aquele jovem tem pai e mãe compreensiva. Atenção! 3) SÓ Adjetivo X Advérbio Ela só quer revisar tudo antes da prova.
  25. 25. Português MPE Página 26 Prof. Carlos Zambeli Ela ficou só durante sua revisão. 4) OBRIGADO Muito obrigado! – disse Sérgio a Ana. Muito obrigada! – disse Ana a Sérgio. 5) BASTANTE Adjetivo X Advérbio Aproveitamos e compramos bastantes livros de concursos naquela loja. Achei bastante complicadas as questões da prova. No feriado, revisei bastante. 6) TODO, TODA, TODO O , TODA A Toda vítima tem direito à indenização nesse caso. Toda a turma riu dessa situação. 7) É BOM, É NECESSÁRIO, É PROIBIDO, É PERMITIDO Ricota com cebolinha é bom. A ricota com cebolinha está muito boa. A cautela é necessária no trato com concurseiros estressados. É necessário cautela com esses estudantes. 8) MEIO Adjetivo X Advérbio Sérgio comeu meia bacia de pipocas. Ana é meio desconfiada, pois não aceita meias palavras.
  26. 26. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 27 QUESTÕES DE CONCURSO 1) Há concordância inadequada em: a) clima e terras desconhecidas. b) clima e terra desconhecidos. c) terras e clima desconhecidas. d) terras e clima desconhecido. e) terras e climas desconhecidos. 2) Identifique o item em que ocorra algum erro de concordância nominal. a) Seguem três faturas anexo. b) As atrizes pareciam meio preocupadas. c) Naquela pintura, sobressaíam as cores verde-água. d) Tragam-se trezentos gramas de queijo. e) Anexas ao documento, enviamos-lhe as fichas de inscrição. 3) A acumulação de conhecimentos e de experiências alheias ...................... os meios de comunicação escrita ..................... de maior atenção por parte de ........................... que desejam aprimorar a sua cultura. a) tornam - dignas - todos b) torna - digna - todos c) tornam - dignos - todos os d) torna - dignos - todos os e) tornam - digna - todos 4) “ Os caminhos pelos quais este modelo secreto de beleza se estabelece são complexos e prendem suas raízes na primeira infância. Pai e mãe, como seres inicialmente centralizadores de todo o afeto, e modelos básicos de identidade, costumam emprestar suas características para a formação do amado ideal.” Caso a expressão Os caminhos estivesse no singular, quantas outras palavras da frase deveriam obrigatoriamente sofrer alterações para fins de concordância? a) Uma b) Duas c) Três d) Quatro e) Cinco “O pianista dominou a técnica do piano quando não precisava pensar nos dedos e nas notas: ele só pensa na música. O leitor dominou a técnica da leitura quando não precisava pensar em letras e palavras: só pensa nos mundos que saem delas; quando ler é o mesmo que viajar. Há concertos de música. Por que não concertos de leitura? Imagino uma situação impensável: o adolescente se prepara para sair com a namorada e a mãe”
  27. 27. Português MPE Página 28 Prof. Carlos Zambeli 5) Caso se substituísse a palavra pianista por pianistas, quantas outras palavras do período deveriam obrigatoriamente sofrer ajustes para fins de concordância? a) Cinco b) Quatro c) Três d) Duas e) Uma 6) A expressão que preenche correta e respectivamente a lacuna pontilhada da frase abaixo “Os ferimentos causados nas vítimas dos três crimes ............... pelas mesmas armas?” a) fora feito. b) foram feitos. c) foram feito. d) foi feitos. e) foi feito. 7) Caso a palavra dados fosse substituída na frase abaixo por informações, quantas outras palavras deveriam, obrigatoriamente, sofrer ajustes para fins de concordância? Os dados são da ONU e podem ser confirmados pelo lucro dos bancos, das empresas de segurança privada e pelas grades na frente da sua casa. a) Nenhuma. b) Uma. c) Duas. d) Três. e) Quatro. 8) A concordância verbal e nominal está inteiramente correta na frase: a) A sociedade deve reconhecer os princípios e valores que determinam as escolhas dos governantes, para conferir legitimidade a suas decisões. b) A confiança dos cidadãos em seus dirigentes devem ser embasados na percepção dos valores e princípios que regem a prática política. c) Eleições livres e diretas é garantia de um verdadeiro regime democrático, em que se respeita tanto as liberdades individuais quanto as coletivas. d) As instituições fundamentais de um regime democrático não pode estar subordinado às ordens indiscriminadas de um único poder central. e) O interesse de todos os cidadãos estão voltados para o momento eleitoral, que expõem as diferentes opiniões existentes na sociedade. 9) A concordância verbo-nominal está inteiramente correta na frase: a) Em todas as épocas, ocorreram ataques de elefantes em várias regiões, porém a média de pessoas expostas a eles era quase insignificante. b) O sentimento familiar entre manadas de elefantes são intensos, e muitas vezes os ataques de um animal constitui reação a uma iniciativa humana. c) Elefantes que desenvolvem comportamento agressivo acaba abatidos a tiro para que se evite os ataques a pessoas e a propriedades. d) Imagens do cérebro de elefantes apresentadas em estudo recente apontou a importância do convívio com animais mais velhos durante a infância. e) Nos últimos anos, na Índia, foi morta mais de 500 pessoas, atacadas por elefantes em fúria, aparentemente explicáveis por stress pós-traumático.
  28. 28. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 29 10) O verbo indicado entre parênteses deverá flexionar-se numa forma do singular para preencher corretamente a lacuna da frase: a) Será preciso ler Libertinagem para que se ...... (reconhecer), na poesia de Bandeira, suas formas “libertinas”. b) A literatura muito freqüentemente explora esse tipo de conflito que ...... (costumar) interiorizar as pessoas de todas as épocas. c) A razão de muitas tensões que nos assaltam ......(estar) nas oscilações provocadas pelos sucessivos mascaramentos. d) Se cada norma de conduta a que nos ...... (submeter) fosse avaliada como inteiramente justa, seríamos menos tensos. e) ...... (acabar) por equilibrar-se num fio de navalha os que oscilam entre as verdades e as máscaras. 11) Quanto à concordância verbal, está inteiramente correta a frase: a) Devem-se ressaltar, nos meios de comunicação, a constância com que promovem abusos, na exploração da cultura popular. b) Nem mesmo um pequeno espaço próprio querem conceder à cultura popular os que a exploram por interesses estritamente econômicos. c) Restam das festas, dos ritos e dos artesanatos da cultura popular pouco mais que um resistente núcleo de práticas comunitárias. d) Muita gente acredita que se devem imputar aos turistas a responsabilidade por boa parte desses processos de falseamento da cultura popular. e) Produzem-se nas pequenas células comunitárias, a despeito das pressões da cultura de massa, lento e seguro dinamismo de cultura popular. 12) Analisando as orações “Os caminhoneiros eram os maiores solitários do Brasil. Viviam longe de namoradas e da família. Só lhes sobrava um pouco de humor para compartilhar com quem os ultrapassava.”, caso substituíssemos o vocábulo caminhoneiros por sua forma no singular caminhoneiro, considerando as relações de referência entre os períodos, seriam necessárias quantas outras alterações no fragmento textual para manter a concordância adequada? A) 4. B) 5. C) 6. D) 7. E) 8. 13) Preencha as lacunas do texto abaixo com base nas alternativas propostas. No princípio, estávamos ________ temerosas, mas depois recebemos ________ encomendas de ________ cidade, por isso ficamos muito ________ a todos que nos prestigiaram. a) meio – bastante – toda – obrigadas b) meias – bastantes – toda a – obrigado c) meio – bastantes – toda a - obrigadas d) meia – bastante – toda – obrigada e) meia – bastante – toda a – obrigadas
  29. 29. Português MPE Página 30 Prof. Carlos Zambeli 14) Com a autoridade que ...... cabe, V.Sa. ...... inspecionar os trabalhos da usina que está sob ...... responsabilidade. a) vos - deve - sua b) vos - deveis - vossa c) lhe - deve - vossa d) vos - deveis - sua e) lhe - deve – sua 15) Há pessoas ________ apreensivas com a crise atual. Elas ________ devem lutar para que as transformações necessárias aconteçam. a) meia – mesmas b) meias – mesmas c) meia – mesmo d) meio – mesmas e) meio – mesmo 16) A frase em que a concordância está em conformidade com o padrão culto escrito é: a) O seu intenso trabalho em favor das pessoas desassistidas pelas diferentes instâncias governamentais tornaram-se exemplos dignos de referência, merecedores de aplausos. b) Na região central, foi destinado aos jovens arquitetos uma área bastante grande para que nela se fizessem o maior número de melhorias urbanas possíveis. c) Mais de um residente procurou o setor de instrumentos médico-cirúrgicos para solicitar que fosse preparados com urgência os que seriam utilizados pelo professor. d) Apesar de ser os menos preparados tecnicamente, foram eles que se distinguiram no combate às chamas que, em segundos, chegou a destruírem uma vila inteira de casas. e) Fossem quais fossem os escolhidos para a tarefa, certamente não haveriam de faltar com a palavra dada, pois o grupo todo já tinha se comprometido em dar o melhor de si. 17) Obviamente, esse processo acontecerá progressivamente, mas nem por isso deverá ocorrer sem a nossa vigilância e a nossa participação ativa. Haveremos de estar atentos a todas às vezes em que se cometerem disparates nesse setor. Caso o segmento esse processo fosse substituído por “tais transformações”, alguns ajustes de concordância seriam necessários no período. Deveriam sofrer ajuste, nesse caso, a) uma forma verbal, apenas. b) duas formas verbais, apenas c) três formas verbais, apenas. d) uma forma verbal e um advérbio. e) duas formas verbais e um advérbio.
  30. 30. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 31 18) Se a frase Além da pouca escolaridade, há outras razões que explicam... fosse transcrita de forma que o fato expresso fosse posterior ao momento da afirmação, o verbo há deveria ser substituído por a) houveram b) existirá c) haverão d) haviam e) existirão GABARITO 1) C 2) A 3) D 4) E 5) A 6) B 7) C 8) A 9) A 10) C 11) B 12) E 13)C 14) E 15) D 16) E 17) B 18) E
  31. 31. Português MPE Página 32 Prof. Carlos Zambeli AULA 04 Regencia verbal e nominal A regência verbal estuda a relação que se estabelece entre os verbos e os termos que os complementam (objetos diretos e objetos indiretos) ou as circunstâncias (adjuntos adverbiais). Um verbo pode assumir valor semântico diferente com a simples mudança ou retirada de uma preposição. Observe: A mulher agradou o namorado. -> agradar significa acariciar, contentar. Os políticos agradam ao povo. -> agradar significa "causar agrado ou prazer", satisfazer. Logo, "agradar alguém" é diferente de "agradar a alguém". Observe sempre a transitividade do verbo. Entretanto a transitividade não é um fato absoluto: um mesmo verbo pode atuar de diferentes formas em frases distintas. Zambeli, o que eu preciso saber para compreender melhor este assunto? Pronome relativo 1. QUE: Retoma pessoas ou coisas. O programa de computador de que preciso chegou. O amigo em que confio é o Sérgio. 2. QUEM: Só retoma pessoas. Um detalhe importante: sempre antecedido por preposição. A professora em quem tu acreditas pode te ajudar. O amigo de quem Pedro precisará não está em casa. O vizinho a quem encontrei no curso mora no 304. 3. O QUAL: Existe flexão de gênero e de número: OS QUAIS, A QUAL, O QUAL, AS QUAIS. A sobremesa de que gosto. A sobremesa da qual gosto. O amor por que lutarei. O amor pelo qual lutarei. A questão a que me refiro foi anulada.
  32. 32. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 33 A questão à qual me refiro foi anulada. 4. CUJO: Indica uma ideia de posse. Concorda sempre com o ser possuído. A prova cujo assunto eu não sei será amanhã! . A namorada com cuja opinião concordo estava me criticando. A namorada a cujos pedidos obedeço sempre me abraça forte. 5. ONDE: Só retoma lugar. Sinônimo de EM QUE O país aonde viajarei é perto daqui. O problema em que estou metido pode ser resolvido ainda hoje. Principais verbos deste assunto: 1) Assistir VTD = ajudar, dar assistência: Ex.: O professor não assistiu os alunos durante a prova = O professor não os assistiu... A polícia assiste todas as vítimas de trânsito. VTI = ver, olhar, presenciar (prep. A obrigatória): Ex.: Assisti ao espetáculo “Fuerzabruta” = Assisti a ele. O filme a que eu assisti chama-se “ Os intocáveis”. 2) Aspirar VTD = inalar, cheirar, sorver Ex.: Aspirei esse fedor de fritura. As pessoas aspiram o ar poluído das cidades. VTI = desejar, ambicionar (prep. A obrigatória): Ex.: Quem não aspira ao cargo? = Quem não aspira a ele? A vaga a que todos aspiram está neste concurso. 3) Proceder Proceder = começar, realizar, dar início: VTI: Ex.: O professor procederá ao debate.
  33. 33. Português MPE Página 34 Prof. Carlos Zambeli 4) Pagar e Perdoar VTD - OD - coisa: Ex.: Pagou a conta. VTI - OI - A alguém: Ex.: Pagou ao garçom. VTDI - alguma COISA A ALGUÉM: Ex.: Pagou a dívida ao banco. Pagamos ao garçom as contas da mesa. 5) Querer VTD = desejar, almejar: Ex.: Eu quero esta vaga para mim. A população quer aumento de salário. VTI = estimar, querer bem, gostar: Ex.: Quero muito aos meus amigos. Quero a você, querida! 6) Visar VTD = pôr o visto, assinar Ex.: Você precisa visar atrás do cheque. VTD = apontar, mirar Ex.: O Capitão Nascimento visou o traficante. VTI = desejar, almejar, ambicionar: Ex.: Vocês visam ao cargo público. 7) Implicar VTD = acarretar, ter consequência Ex.: Passar no concurso implica sacrifícios. Essas medidas econômicas implicarão mudanças na minha vida. VTI – ter birra, implicância Ela sempre implica com meus amigos! 8) Preferir VTDI = exige a prep. A= X a Y Ex.: Prefiro concursos federais a concursos estaduais. 9) Esquecer-se, Lembrar-se = VTI (DE) Esquecer, Lembrar = VTD
  34. 34. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 35 Eu nunca me esqueci de você! Esqueça aquilo. O aluno cujo nome nunca lembro foi aprovado. O aluno de cujo nome nunca me lembro foi aprovado. 10) Obedecer VTI: Ex.: Obedeça a seus professores. = Obedeça-lhes. Obedeça à sinalização de trânsito As regras a que devemos obedecer nem sempre são lembradas pelo povo. Regência Nominal É o nome da relação existente entre um substantivo, adjetivo ou advérbio transitivos e seu respectivo complemento nominal. Essa relação é sempre intermediada por uma preposição. Deve-se considerar que muitos nomes seguem exatamente a mesma regência dos verbos correspondentes. Conhecer o regime de um verbo significa, nesses casos, conhecer o regime dos nomes cognatos. Por exemplo, obedecer e os nomes correspondentes: todos regem complementos introduzidos pela preposição a: obedecer a algo/a alguém; obediência a algo/a alguém; obediente a algo/a alguém; obedientemente a algo/a alguém. admiração a, por horror a atentado a, contra impaciência com aversão a, para, por medo a, de bacharel em, doutor em obediência a capacidade de, para ojeriza a, por devoção a, para com, por proeminência sobre dúvida acerca de, em, sobre respeito a, com, para com, por Complete as frases quando for necessário 1. Pedro pagou_____ Sérgio e depois pagou __________ contas da maternidade. 2. Aquele resultado implicará ____ mudanças na empresa. 3. Respondeu ________bilhete, mas não respondeu _______ carta. 4. O povo deve visar _____ paz e ________ entendimento. 5. Os funcionários do curso queriam _______ festa de final de ano. 6. Sérgio quer _______ novo programa de computador.
  35. 35. Português MPE Página 36 Prof. Carlos Zambeli 7. Você nunca perdoa _______ vizinho. 8. Essa empresa paga em dia _______ salário dos empregados. 9. Assisti _____combate dos lutadores. 10. Nossos alunos aspiram ________ bons concursos. 11. Aspiremos _____esse perfume maravilhoso. 12. Vamos proceder ______uma série de aprovações. 13. Nunca visei _____qualquer lucro com você, meu amor! 14. Minha sogra quer muito_______ seus genros. 15. Paguei ____ conta, paguei _____ meu colega e ainda paguei ______ você! QUESTÕES DE CONCURSOS 01) A frase que, segundo os preceitos da gramática normativa do português do Brasil, está correta quanto à regência é: a) A cada pequena discussão, costumava lhe chamar de aventureiro e até como irresponsável, e disso já se havia coletado muitas provas. b) Nada daquela maluca versão interessava a ele, principal testemunha do caso, e por isso manifestou- se quanto à imediata retirada do indesejável depoimento. c) A afinidade entre os colegas intensificava-se ao mesmo tempo que seus estudos se desenvolviam, e disso surgiu uma amizade que todos tinham orgulho. d) Sua obra é daquelas que se pode dizer tudo, menos que passará despercebida a futuras gerações, seja para negar-lhe méritos, seja para reconhecê-los. e) Aquele professor é a verdadeira razão de que muitos estudantes decidiram dedicar-se à pesquisa, o que lhe faz ser constantemente mencionado como exemplo a ser seguido. 02) Cronistas de reinos passados, gênios das navegações [...] não falam de discos, pratos ou charutos voadores ... O verbo que NÃO foi empregado com o mesmo tipo de complemento que o verbo grifado acima está em: a) ... sequer pensarmos em outros mundos ... b) Enjoaram de nós? c) Venceu a hipótese de naves ... d) Começou com um piloto norte-americano de caças ... e) ... que simplesmente desistimos deles?
  36. 36. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 37 03) ... Amapá, Roraima, Pará e Amazonas possuem mais da metade de seu território nessa categoria. O verbo grifado acima tem o mesmo tipo de complemento que o verbo empregado em: a) Terras indígenas e unidades de conservação contribuem de modo quase parelho para o número total de áreas protegidas... b) ... cujo nome já diz tudo... c) ... esse número no mesmo período foi de 2,1%. d) Quase metade da Amazônia brasileira pertence hoje à categoria de área protegida por lei contra a devastação ... e) É pouco mais do que um quarto de todas as terras do Brasil. 04) ... o recurso à coerção atenta contra os princípios do direito internacional ... O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que o grifado acima está empregado em: a) Se nossos objetivos maiores incluem a decidida defesa dos direitos humanos ... b) ... o Brasil incorpora plenamente esses valores a sua ação externa ... c) A ONU constitui o foro privilegiado para ... d) Em meados da década de 90 surgiram vozes que ... e) ... a relação [...] passou por várias etapas. 05) Está correto o emprego do elemento sublinhado na frase: a) Quem não se irrita por ser o destinatário de mensagens por cujo assunto não tem o menor interesse? b) Como reagir à recepção de textos aos quais jamais houve solicitação nossa? c) A autora refere-se ao deus Janus Bifronte, às duas faces suas em cujas representavam-se o passado e o futuro. d) Quem matou o hábito das cartas foi o telefone, em que o reinado começou junto com o século XX. e) Os e-mails acabam chegando a destinatários de cuja privacidade não costumam respeitar. 06)... e favoreça os seus amores por ela... O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que o grifado acima está empregado em: a) A jovem é irmã de Hersé... b) ... este espetáculo a corrói... c) ... Palas Atena vai à morada da Inveja... d) ... e ordena-lhe que... e) Assiste com despeito aos sucessos dos homens...
  37. 37. Português MPE Página 38 Prof. Carlos Zambeli 07) Julgo o item (C ou E) Segundo o Ministério da Justiça, a partir de 2011, outros estados devem integrar-se gradativamente ao sistema. A previsão é que, em nove anos, todos os brasileiros estejam cadastrados em uma base de dados unificada na Polícia Federal. Pergunta: O emprego da preposição a na combinação “ao” (em negrito e sublinhado) é exigência sintática do verbo “integrar”. 08) ... salvo durante os intervalos de torpor a que aludi. O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que o grifado acima está em: a) ... começarão por Sherlock Holmes. b) ... mas que fosse marcadamente diferente das narrativas ... c) ... no entanto ele possuía enorme delicadeza de toque ... d) ... qualidades que espelham as de seu criador. e) ... um novo caso produza em Holmes uma onda de entusiasmo ... 09) A moça ____ feições me lembro, encontrava-se à porta ____ me referi. a) cujas – à qual b) de cujas – a que c) de cujas – a qual d) cujas – a que e) de cujas – à que 10) Assinale a opção que completa corretamente as lacunas das frases: I. O lugar ____ moro é muito pequeno. II. Esse foi o número ____ gostei mais. III. O filme ____ enredo é fraco, tem dado grande prejuízo. a) onde – que – cujo b) em que – de que – cujo o c) que – que – cujo o d) em que – de que – cujo e) no qual – do qual – cujo o 11) A interiorização das universidades federais e a criação de novos institutos tecnológicos também mudam a cara do Nordeste... O mesmo tipo de complemento grifado acima está na frase: a) ... que mexeram com a renda ... b) ... que mais crescem na região. c) ... que movimentam milhões de reais ... d) A outra face do "novo Nordeste" está no campo.
  38. 38. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 39 e) ... onde as condições são bem menos favoráveis ... 12) As crianças diferem entre si quanto aos tipos de brinquedos ...............: algumas crianças ............ brincar com bonecas ............... jogar xadrez, baralho, tênis e pingue-pongue. a) de que gostam – preferem – mais do que b) que gostam – preferem – mais que c) que gostam – preferem – do que d) que gostam – preferem – mais do que e) de que gostam – preferem – a 13) Os filmes ............... assistia, não eram aqueles .............. mais gostava. a) a que – de que b) aos quais – que c) que – que d) que – dos quais e) a que – que 14) Apenas exigem imperiosamente um final feliz... O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que o grifado acima está em: a) Leitores de romances policiais não são exigentes. b) ... e os meios para obtê-la. c) ... que contribua com eficiência maior... d) Os leitores contemporâneos acreditam firmemente na onipotência... e) ... porque lhes falta o valor literário. 15) A palavra “que” retoma uma palavra anterior na alternativa a) “as descrições que encontramos são sempre de super-homens”. b) “uns dizem que é bom”. c) “outros acham que não”. d) “Então que tal parar um pouco”. e) “É preciso saber que formação é a mais adequada”. Gabarito das questões de concurso 01) B 04) E 07) C 10) D 13) A 02) A 05) A 08) A 11) C 14) B 03) B 06) B 09) B 12) E 15) A
  39. 39. Português MPE Página 40 Prof. Carlos Zambeli Aula 5 CRASE Ocorre Crase Eles foram à praia no fim de semana (A prep. + A artigo) A aluna à qual me refiro é estudiosa (A prep. + A do pronome relativo A Qual) A minha blusa é semelhante à de Maria (A prep. + A pronome demonstrativo) Ele fez referência àquele aluno (A prep. + A pronome demonstrativo Aquele). 1. Substitua a palavra feminina por outra masculina correlata; em surgindo a combinação AO, haverá crase. Ex.: Eles foram à praia = AO mar 2. Substitua os demonstrativos Aqueles(s), Aquela(s), Aquilo por A este(s), A esta(s), A isto; mantendo-se a lógica, haverá crase. Ex.:Ele fez referência àquele aluno = A este aluno. 3. Antes de nome próprio de lugares, deve-se colocar o verbo VOLTAR; se dissermos VOLTO DA, haverá acento indicativo de crase; se dissermos VOLTO DE, não ocorrerá o acento. Ex.: Vou à Bahia. (volto da). Vou a São Paulo (volto de). Obs.: se o nome do lugar estiver acompanhado de uma característica (adjunto adnominal), o acento será obrigatório. Ex.: Vou a Portugal. Vou à Portugal das grandes navegações. 4. Nas locuções prepositivas, conjuntivas e adverbiais. Ex.: à frente de; à espera de; à procura de; à noite; à tarde; à esquerda; à direita; às vezes; às pressas; à medida que; à proporção que; à toa; à vontade, etc. 5. Na indicação de horas determinadas: deve-se substituir a hora pela expressão “meio-dia”; se aparecer AO antes de “meio-dia”, devemos colocar o acento, indicativo de crase no A. Ex.: Ele saiu às duas horas e vinte minutos. (ao meio dia) Ele está aqui desde as duas horas. (o meio-dia).
  40. 40. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 41 Crase Opcional  Antes de nomes próprios femininos. Ex.: Entreguei o presente a Ana (ou à Ana).  Antes de pronomes possessivos femininos adjetivos no singular. Ex.: Fiz alusão a minha amiga (ou à minha amiga). Mas não fiz à sua.  Depois da preposição ATÉ. EX.: Fui até a escola. (ou até à escola). Não ocorre crase  Antes de palavras masculinas. EX.: Ele saiu a pé.  Antes de verbos. EX.: Estou disposto a colaborar com ele.  Antes de artigo indefinido. EX.: Fomos a uma lanchonete no centro.  Depois de preposição. Ex.: Eles foram para a praia.  Quando o A estiver no singular e a palavra a que ele se refere estiver no plural. Ex.: Refiro-me a pessoas que são competentes.  Em locuções formadas pela mesma palavra. Ex.: Tomei o remédio gota a gota. (cara a cara, lado a lado, face a face, passo a passo, frente a frente, dia a dia, etc.)  Antes de alguns pronomes. Exercícios 1. Utilize o acento indicativo de crase quando necessário. a) Chegamos a ideia de que a regra não se refere a pessoas jovens. b) A todo momento, damos sinais de que nos apegamos a vida.
  41. 41. Português MPE Página 42 Prof. Carlos Zambeli c) Ela elevou-se as alturas. d) Os alunos davam valor as normas da escola. e) As duas horas as pegaríamos a frente da escola. f) Ele veio a negócios e precisa falar a respeito daquele assunto. g) Foi a Bahia, depois a São Paulo e a Porto Alegre. h) Eles tinham a mão as provas que eram necessárias. i) Graças a vontade de um companheiro de trabalho, reformulamos a agenda da semana. j) Refiro-me a irmã do colega e as cunhadas, mas nada sei sobre a mãe dele. k) Aderiu a turma a qual todos aderem. l) A classe a qual pertenço é a única que não fará a visita aquela praia. m) Não podemos ignorar as catástrofes do mundo e deixar a humanidade entregue a própria sorte. n) Somos favoráveis as orientações dos professores. o) O ser humano é levado a luta que tem por meta a resolução das questões relativas a sobrevivência. p) Sou a favor da preservação das baleias. q) Fique a espera do chefe, pois ele chegará as 14h. r) A situação a que me refiro tornou-se complexa, sujeita a variadas interpretações. Questões 1) Considere: ...... angústia de imaginar que o homem pode estar só no universo soma-se a curiosidade humana, que se prende ..... tudo o que é desconhecido, para que não desapareça de todo o interesse por pistas que dariam embasamento ..... teses de que haveria vida em outros planetas. Preenchem corretamente as lacunas da frase acima, na ordem dada: a) À - a - às b) A - à - as c) À - a - as d) A - a - às e) À - à – as
  42. 42. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 43 2) ...... procura de paisagens e culturas diversas, os turistas têm escolhido ultimamente locais menos conhecidos para as férias; ainda assim, poucos planejariam uma viagem de turismo ...... destinos sujeitos ...... crises políticas. Preenchem corretamente as lacunas da frase acima, na ordem dada: a) À - à - a b) A - à - a c) A - a - à d) À - a - a e) À - à – à 3) ... assim [ele] se via transportado de volta “à glória que foi a Grécia e à grandeza que foi Roma”. Ambos os sinais indicativos de crase devem ser mantidos caso o segmento sublinhado seja substituído por: a) enaltecia. b) louvava. c) aludia. d) mencionava. e) evocava. 4) A pesquisa, feita em terras destinadas ...... agricultura, teve por objetivo estudar ...... áreas que permitissem condições favoráveis de sobrevivência ...... aves. a) à - às - as b) à - as - as c) à - as – às d) a - as - as e) a - às – às 5) ...... Florença e Flandres deu-se a irradiação ...... cultura renascentista ...... toda a Europa. (Adaptado do dicionário Houaiss, verbete: irradiação) Preenchem corretamente as lacunas da frase acima, na ordem dada: a) Por - da - à b) Da - à - por c) À - pela - de d) De - da - para e) Para - à – de 6) ... e chegou à conclusão de que o funcionário passou o dia inteiro tomando café. Do mesmo modo que se justifica o sinal indicativo de crase em destaque na frase acima, está correto o seu emprego em: a) e chegou à uma conclusão totalmente inesperada. b) e chegou então à tirar conclusões precipitadas.
  43. 43. Português MPE Página 44 Prof. Carlos Zambeli c) e chegou à tempo de ouvir as conclusões finais. d) e chegou finalmente à inevitável conclusão. e) e chegou à conclusões as mais disparatadas. 7) ... os modernistas promoveram uma valorização diferente do léxico, paralela à renovação dos assuntos. O sinal indicativo de crase presente na frase acima deve ser mantido em caso de substituição do segmento grifado por: a) muita inovação no repertório. b) uma grande reformulação dos temas. c) toda sorte de revigoramento do repertório. d) profundas mudanças temáticas. e) inevitável transformação temática. 8) Não deixa de ser paradoxal o fato de o crescimento da descrença, que parecia levar ...... uma ampliação da liberdade, ter dado lugar ...... escalada do fundamentalismo religioso, ...... que se associam manifestações profundamente reacionárias. Preenchem corretamente as lacunas da frase acima, na ordem dada: a) a - à - a b) à - a - a c) a - a - à d) à - à - a e) a - à – à 9) A parcela da população mundial que ascendeu ...... classe média nos últimos vinte anos passou ...... consumir mais, ...... um ritmo acelerado, o que põe em risco a sustentabilidade do planeta. As lacunas da frase acima estarão corretamente preenchidas, respectivamente, por: a) à - a - a b) à - à - a c) à - a - à d) a - a - à e) a - a – a 10) ... levava à crença na contínua evolução da sociedade ... O emprego do sinal de crase, exemplificado acima, estará correto, unicamente, em a) aludir à felicidade geral. b) buscar à felicidade. c) propor à toda a população d) impor à esse grupo. e) discutir à obrigatoriedade da lei.
  44. 44. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 45 11) Consta que, durante o verão, em meio ...... beleza das montanhas dos Alpes, Mahler buscava ...... inspiração necessária para compor sinfonias que, felizmente, foram legadas ...... gerações futuras. Preenchem corretamente as lacunas da frase acima, na ordem dada: a) à - à - as b) a - a - às c) à - a - às d) a - à - às e) à - a – as 12) Considere: As decisões referentes ...... medidas que dizem respeito ...... toda a sociedade devem ser tomadas com sabedoria, cada uma ...... seu tempo. As lacunas da frase acima estarão corretamente preenchidas, respectivamente, por: a) as - à - à b) às - a – a c) às - à - a d) às - a - à e) as - a – à 13) Das decisões cotidianas relacionadas ...... distrações e dietas ...... escolhas profissionais e afetivas de longo prazo, o modo como usamos o tempo influencia todos os setores da vida e acarreta algum tipo de ônus ...... ser pago futuramente. Preenchem corretamente as lacunas da frase acima, na ordem dada: a) a - às - à b) à - as - à c) à - às - a d) à - as - a e) a - às – a 14) Os esforços dos ambientalistas visam ...... conservar a grande e contínua área de floresta, destinada ..... pesquisas científicas voltadas, principalmente, ...... estudos sobre a biodiversidade. As lacunas da frase acima estarão corretamente preenchidas, respectivamente, por: a) à - às - a b) a - às - a c) à - as - à d) à - as - a e) a - às – à 15) É a atividade de construção de que o artista dispõe, o seu poder de imprimir ...... um trabalho sentimentos e sensações, e a qualidade de pensamento que conferem humanidade ...... arte; e essa humanidade pode ser realizada com uma série ilimitada de temas ou elementos formais. Tudo isso já foi repetido ...... exaustão. Preenchem corretamente as lacunas da frase acima, na ordem dada: a) à - à - a b) a - à - à c) a - à - a d) à - a - à e) à - a – a
  45. 45. Português MPE Página 46 Prof. Carlos Zambeli 16) Na pequena cidade várias pessoas estavam paradas ...... frente de uma casa. O motorista, atento ...... condições da estrada, resolveu entrar. Pretendia pedir informações ...... algum morador. As lacunas da frase acima devem ser corretamente preenchidas, respectivamente, por: a) a - as - a b) a - as - à c) à - as - à d) à - às - à e) à - às – a 17) Ainda que riqueza [...] à custa do trabalho escravo ... A sociedade colonial no Brasil [...] desenvolveu-se [...] à sombra das grandes plantações de açúcar ... Do mesmo modo que nas frases acima, está correto o emprego da crase em: a) combate à fome. b) vendas à prazo. c) escrito à lápis. d) avião à jato. e) defender à unhas e dentes. 18) Com o inchaço populacional decorrente do fluxo migratório em direção ...... cidades, surgiram problemas na oferta de serviços ...... população, que muitas vezes não consegue acesso ...... recursos essenciais. As lacunas da frase acima são corretamente preenchidas, respectivamente, por: a) às - à - à b) às - à - a c) as - a - à d) as - à - a e) às - a – à 19) Diferentemente de outros pintores impressionistas de sua época, que, no entanto respeitava imensamente, Degas dedicou-se ...... estudar os efeitos que a luz artificial, em oposição ...... natural, impunha ...... cenas que retratava. Preenchem corretamente as lacunas da frase acima, na ordem dada: a) a - a - às b) a - à – às c) à - a - as d) à - à - as e) a - à - as 20) O período em que devem ser utilizados dois acentos indicativos de crase é a) A despeito da falta de técnicos especializados entre nós, o mercado tende a valorizar o profissional de formação mais genérica. b) Quem está a par do que acontece na economia brasileira fica a espera de uma ação mais enérgica das autoridades. c) O articulista não faz menção apenas aquilo que acontece nas grandes potências, mas também a situação de países em desenvolvimento, como o Brasil. d) As empresas também cabe zelar pela qualidade da educação a que os filhos de seus funcionários têm acesso.
  46. 46. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 47 e) A formação direcionada a áreas especializadas pode não ser bem sucedida se a ela não se integrar um conhecimento mais amplo do mundo e das pessoas. Gabarito das questões 1 – A 4 – C 7 – E 10 – A 13 – E 16 – E 19 – B 2 – D 5 – D 8 – A 11 – C 14 – B 17 – A 20 – C 3 – C 6 – D 9 – A 12 – B 15 – B 18 – B
  47. 47. Português MPE Página 48 Prof. Carlos Zambeli AULA 06 Análise Sintática Externa: coordenação e subordinação As conjunções podem ser classificadas em: Coordenativas: ligam orações independentes, ou seja, que possuem sentido completo. 1) aditivas: expressam ideia de adição, soma, acréscimo. São elas: e, nem,não só... mas também, mas ainda, etc. Carla estudou e foi bem em todos os exames. Edgar não gosta de pipocas, nem aprova essa orgia gastronômica no cinema. 2) adversativas: expressam ideia de oposição, contraste. São elas: mas, porém, todavia, contudo, no entanto, entretanto, não obstante, etc. Carla estudou, mas não foi bem em todos os exames. O investimento no projeto foi enorme; o retorno financeiro, porém, foi insignificante. 3) alternativas: expressam ideia de alternância ou exclusão. São elas; ou, ou... ou, ora... ora, quer... quer, etc. Ora prefere que eu me cale, ora prefere que eu fale bastante! Ela virá ao encontro, quer chova, quer faça sol. 4) conclusivas: expressam ideia de conclusão ou uma ideia consequente do que se disse antes. São elas: logo, portanto, por isso, por conseguinte, assim, de modo que, em vista disso então, pois (depois do verbo) etc. A torta é feita com chocolate, portanto está deliciosa!
  48. 48. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 49 Os alunos já haviam estudado tudo, de modo que não precisaram revisar nada. Recebemos a incumbência há pouco; não poderíamos, pois, ter concluído hoje. 5) explicativas: a segunda oração dá a explicação sobre a razão do que se afirmou na primeira oração. São elas: pois, porque, que. Não iremos à festa porque trabalharemos no dia seguinte. Não insista, Mônica, que Eduardo não virá sem as pipocas! Subordinativas: ligam orações dependentes, de sentido incompleto, a uma oração principal que lhe completa o sentido. Podem ser adverbiais, substantivas e adjetivas; neste caso, estudaremos as conjunções que introduzem as orações subordinadas adverbiais. 1) causais: expressam ideia de causa, motivo ou a razão do fato expresso na oração principal. São elas: porque, porquanto, posto que, visto que, já que, uma vez que, como, etc. Como o valor da carne aumentou, comeremos arroz e feijão. Edgar ficou indignado, porque arranharam seu carro. 2) comparativas: estabelecem uma comparação com o elemento da oração principal. São elas: como, que (precedido de “mais”, de “menos”, de “tão” ), etc. Minha mãe é como uma dama da alta sociedade. Esses alunos falam mais do que papagaios. 3) condicionais: expressam ideia de condição ou hipótese para que o fato da oração principal aconteça. São elas: se, caso, exceto se, a menos que, salvo se, contanto que, desde que, etc. Repenso a tua demissão contanto que acabes com este preconceito.
  49. 49. Português MPE Página 50 Prof. Carlos Zambeli Caso você descubra uma questão de crase, envie para mim. 4) consecutivas: expressam ideia de consequência ou efeito do fato expresso na oração principal. São elas: que (precedido de termo que indica intensidade: tão, tal, tanto, etc.), de modo que, de sorte que, de maneira que, etc. A alegria era tanta que chorei de felicidade. Edgar falou tanto durante a aula que ficou sem voz. 5) conformativas: expressam ideia de conformidade ou acordo em relação a um fato expresso na oração principal. São elas: conforme, segundo, consoante, como. Farei a tarefa conforme fui orientado. Como havíamos previsto, o conteúdo está de acordo com o edital. 6) concessivas: expressam ideia de que algo que se esperava que acontecesse, contrariamente às expectativas, não acontece. São elas: embora, conquanto, ainda que, se bem que, mesmo que, apesar de que, etc. Embora pretendesse chegar a tempo para a aula, o aluno se atrasou. “Ainda que eu falasse a língua dos homens e falasse a língua dos anjos, sem amor eu nada seria.” 7) finais: expressam ideia de finalidade. São elas: a fim de que, para que, que, etc. O texto foi traduzido a fim de que os alunos irlandeses o compreendam. Os professores capricham na apostila para que seus alunos gabaritem a prova.
  50. 50. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 51 8) proporcionais: expressam ideia de proporção, simultaneidade. São elas: à medida que, à proporção que, ao passo que, etc. Ao passo que comes muito, deves engordar. 9) integrantes: introduzem uma oração que integra ou completa o sentido do que foi expresso na oração principal. São elas: que, se. A população deseja que haja uma educação digna. Convém que você saiba isso! 10) temporais: expressam anterioridade, simultaneidade, posteridade relativas ao que vem expresso na oração principal. São elas: quando, enquanto, assim que, desde que, logo que, depois que, antes que, sempre que, etc. “Quando o sol bater na janela do teu quarto, lembra e vê que o caminho é um só.” “Enquanto você se esforça prá ser um sujeito normal e fazer tudo igual...”
  51. 51. Português MPE Página 52 Prof. Carlos Zambeli 1) Qual dos nexos abaixo não pode substituir o nexo mas (linha 18 - as pessoas se deslocam sobretudo utilizando carros, trens, aviões. Mas caminhar também envolve um processo de autoconhecimento), sem alterar o sentido da frase na qual ele está inserido? A) Porém B) Todavia C) Porquanto D) Contudo E) Entretanto 2) Observe os fragmentos abaixo, retirados do texto. I – uma área de pesquisa que dificilmente produz... II – Ele mostra que mulheres e homens... III – As mulheres acham que precisam ... Em quais deles a palavra que é conjunção? A) Apenas a I. B) Apenas a II. C) Apenas a III. D) Apenas a I e a II. E) Apenas a II e a III. 3) No período as mulheres em geral sofrem mais de stress do que os homens, o uso dos nexos estabelece uma relação de A) adição. B) comparação. C) concessão. D) proporção. E) causa. 4) As palavras consideravelmente (linha02- O brasileiro trabalha em média 52 horas por semana e a tendência é que essa carga horária aumente consideravelmente na próxima década.) e tão (linha 17 - ... tempo para provar que são tão capazes quanto os homens) expressam, respectivamente, A) modo e intensidade. B) tempo e dúvida. C) intensidade e modo. D) tempo e intensidade. E) intensidade e tempo.
  52. 52. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 53 5) Em relação ao uso de certas palavras e expressões do texto, afirma-se que: I – O que da linha 10 e os da linha 11 pertencem à mesma classe gramatical. Pedi a um agrônomo que me marcasse com pontinhos no mapa onde estava situado o agronegócio. Em seguida, tomei os níveis que cada estado obteve no Ideb (um indicador do MEC que combina a velocidade de avanço dos alunos... II – A expressão contudo equivale à no entanto, podendo substituí-la. O mapa, contudo, mostra algumas bolinhas avançando sobre estados educacionalmente... III – Ainda assim, sem provocar alterações no período em que ocorre, poderia ser substituída por Em contrapartida. A Embrapa tem enormes investimentos em produtos para toda a geografia nacional. Ainda assim, seus grandes clientes se encontram no agronegócio. Quais estão corretas? A) I. B) II. C) I e II. D) II e III. E) I, II e III. 6) A alternativa que apresenta palavras ou expressões que têm sentido equivalente à Quando (l. 03 - Quando o ar e as águas se contaminam, tudo se contamina.), mas (l. 17 - O planeta está ainda em formação, mas, antes de desvendá-lo e protegê-lo, desenvolvemos a energia nuclear... ) para que (l. 32 - Foi preciso uma ação judicial da comunidade local para que elaborassem um “plano de contingência” para situações graves.), respectivamente, é: A) No instante que – contudo – que. B) Durante esse momento – logo – que. C) No momento que – e – na qual. D) No momento em que – porém – a fim de que. E) Em algum momento – por isso – que. 7) Em relação a elementos de coesão presentes no texto, afirma-se que: I. Embora (- Embora eles costumem se apoiar em dados, fatos e estatísticas, estão sempre atentos...) expressa ideia de concessão, podendo ser substituído por Ainda que.
  53. 53. Português MPE Página 54 Prof. Carlos Zambeli II. Em (Saiba, entretanto, reconhecer que mulheres tendem a ser mais sensíveis...), no entanto poderia substituir entretanto sem provocar alteração no período. III. Em Se o filho apresenta problema na escola (- Se o filho apresenta problema na escola, a mãe facilmente vai pensar que não lhe deu atenção suficiente por estar trabalhando.), a palavra Se funciona como pronome reflexivo. Quais estão incorretas? A) Só I. B) Só II. C) Só III. D) Só I e II. E) Só II e III. Homens gostam de fazer jogos ou impressionar os outros com seu conhecimento. Eles provam sua sabedoria para eles próprios através das conversas. Ao receberem uma crítica, homens inicialmente não gostam, porque isso rebaixa seu status e independência. 8) Assinale a alternativa cujo sentido original da frase Ao receberem uma crítica é mantido, considerando a relação que estabelece no período. A) Se recebem uma crítica. B) Quando recebem uma crítica. C) Apesar de receber uma crítica. D) Mesmo sendo criticados. E) Desde que recebam uma crítica. Gabarito: 1) C 2) E 3) B 4) A 5) E 6) D 7) C 8) B
  54. 54. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 55 Aula 07 Pontuaçao Emprego da Vírgula Na ordem direta da oração (sujeito + verbo + complemento(s) + adjunto adverbial), NÃO use vírgula entre os termos. Isso só ocorrerá ao deslocarem-se o predicativo ou o adjunto adverbial. Ex.: Todos os alunos entregaram as redações ao professor no término da aula. Todos os alunos entregaram ao professor as redações no término da aula. Ao professor todos os alunos entregaram as redações no término da aula. As redações entregaram todos os alunos ao professor no término da aula. Entre os termos da oração * para separar itens de uma série. (Enumeração) Alegrias, tristezas, fracassos e êxitos fazem parte da vida. * para assinalar supressão de um verbo. Ele prefere cinema; eu, teatro. * para separar o adjunto adverbial deslocado. Naquele exato momento, lembrou o nome dela. Obs.: Se o adjunto adverbial for pequeno, a utilização da vírgula não é necessária, a não ser que se queira enfatizar a informação nele contida. Ontem lembrou o nome dela. * para separar o aposto.
  55. 55. Português MPE Página 56 Prof. Carlos Zambeli Naziazeno, personagem do romance “Os Ratos”, precisava arrecadar dinheiro para pagar o leiteiro. * para separar o vocativo. Senhores passageiros, desliguem os celulares. * para separar expressões explicativas, retificativas, continuativas, conclusivas ou enfáticas (aliás, além disso, com efeito, enfim, isto é, em suma, ou seja, ou melhor, por exemplo, etc). Ex.: Falar ao celular no cinema é, em suma, manifestação de falta de respeito. Entre as orações * para separar orações coordenadas assindéticas. Ex.: Deu a volta na quadra, encontrou a vaga, estacionou o carro. * para separar orações ligadas por conjunções coordenativas (exceto e). Ex.: Ela queria muito o presente, entretanto não ganhou. * para separar orações coordenadas sindéticas ligadas por “e”, desde que os sujeitos sejam diferentes. Ex.: Estacionou o carro, e logo o guarda infligiu a multa. * para separar orações adverbiais, especialmente quando forem longas. Ex.: Em determinado momento, ele ficou bastante estressado, porque não encontrava vaga para estacionar. * para separar orações adverbiais antepostas à principal ou intercaladas, tanto desenvolvidas quanto reduzidas. Ex.: Quando terminou a prova, sentiu-se aliviado. Terminada a prova, sentiu-se aliviado. * para isolar orações subordinadas adjetivas explicativas.
  56. 56. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 57 Ex.: A telefonia móvel, que facilitou a vida do homem moderno, provocou também situações constrangedoras. Orações Subordinadas Adjetivas Podem ser: * Restritivas – delimitam o sentido do substantivo antecedente (sem vírgula). Encerram uma qualidade que não é inerente ao substantivo. Ex.: Os concurseiros que estudaram obtiveram ótima classificação. * Explicativas – explicações ou afirmações adicionais ao antecedente já definido plenamente (com vírgula). Encerram uma qualidade inerente ao substantivo. Ex.: O homem, que é racional, percebe a verdade. Emprego do Ponto-e-Vírgula * para separar orações que contenham ideias opostas ou independentes entre si. Ex.: A partida não seria um desastre; via-se que os jogadores estavam preparados para vencer. Aproximei-me; todos continuavam calados. * para separar orações que contenham várias enumerações já separadas por vírgula ou que encerrem comparações e contrastes. Ex.: Os jogadores estavam suados, nervosos, procurando a vitória; os espectadores gritavam, incentivavam o time, exigiam resultados; o treinador angustiava-se, projetava substituições. * para separar orações em que as conjunções adversativas ou conclusivas estejam deslocadas. Ex.: Sem dúvida, jogaram bem; não conseguiram, no entanto, a vitória.
  57. 57. Português MPE Página 58 Prof. Carlos Zambeli Emprego dos Dois-Pontos * para anunciar uma citação. Ex.: Os eleitores desabafam: “Não aguentamos mais ouvir promessas de campanha.” * para anunciar uma enumeração, um aposto, uma explicação, uma conseqüência ou um esclarecimento. Ex.: Encontramos vários amigos: alguns da infância e outros atuais. Não há motivo para preocupações: tudo já está resolvido. Observações * É possível substituir vírgulas que isolem apostos, adjuntos adverbiais ou orações adverbiais deslocados por travessões ou parênteses, conferindo maior ênfase à informação. Ex.: Os vestibulandos – depois da prova – comentaram sobre o tema da redação. * Também é possível substituir a vírgula que isola o aposto terminativo por dois-pontos. Ex.: Precisamos ficar atentos a um detalhe: o olhar. * A vírgula após as conjunções adversativas ou conclusivas em início de período é facultativa. Ex.: Portanto, não desistimos. / Portanto não desistimos. * Não se usa vírgula após as conjunções adversativas “mas” e “porém”. Ex.: Porém não concordamos com qualquer ideia. * Os parênteses podem ser utilizados para destacar expressões, frases explicativas, reflexões, digressões, pensamentos subentendidos, etc. Ex.: O primeiro beijo (creio) é dado com os olhos. * As aspas podem destacar citações, neologismos, gírias, expressões populares, afirmações irônicas, etc. Ex.: Eu “adoro” fazer redações.
  58. 58. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 59 Exercícios a) O noivo apresentou várias pessoas aos amigos com objetividade. b) Com objetividade o noivo apresentou várias pessoas aos amigos. c) O noivo com objetividade apresentou várias pessoas aos amigos. d) O gerente apresentou com determinação várias sugestões aos acionistas. e) Os namorados após meticulosa discussão decidiram acabar o relacionamento. f) Os namorados realizaram com extrema eficácia a catalogação dos bens. g) Alegria tristeza expectativa nervosismo decepção são comuns na vida dos indivíduos. h) Naquela altura do julgamento o advogado de acusação homem comedido e responsável deixou entrever com extraordinária categoria sua invejável formação jurídica. i) Quando lhe disserem para desistir persista quando conseguir a vitória divida com seus amigos a sua alegria. j) De MPB eu gosto mas de música sertaneja k) O presidente pode se tiver interesse colocar na cadeia os corruptos ou seja aqueles que só fazem mal ao país. Questões de concursos 1) Considerando as ideias e estruturas linguísticas do texto acima, julgue os itens que se seguem. O emprego de vírgula logo após “agências” justifica-se porque isola oração subsequente de natureza explicativa. “...o setor de contabilidade e registro das agências, que foi paulatinamente se reduzindo,...” ( ) Certo ( ) Errado 2) A omissão da vírgula empregada logo após “bancário” manteria a correção gramatical e o sentido original do texto. “Ele enfatizou a importância do correspondente bancário, que presta serviços bancários...” ( ) Certo ( ) Errado 3) O emprego de vírgulas justifica-se por isolar adjunto adverbial deslocado de sua posição padrão. “Constituiu, a um só tempo, caráter estruturante do Estado e da própria sociedade.”
  59. 59. Português MPE Página 60 Prof. Carlos Zambeli ( ) Certo ( ) Errado 4) Atente para as afirmações abaixo. I. Não ignoro que muitos tiveram e têm a convicção de que as coisas do mundo sejam governadas pela fortuna e por Deus... Uma vírgula poderia ser colocada imediatamente depois do termo convicção, sem prejuízo para a correção e o sentido. II. Comparo-a a um desses rios devastadores que, quando se enfurecem, alagam as planícies, derrubam árvores e construções, arrastam grandes torrões de terra de um lado para outro: todos fogem diante dele, todos cedem a seu ímpeto sem poder contê-lo minimamente. Os dois-pontos poderiam ser substituídos por um travessão, sem prejuízo para a correção e a lógica. III. Algo semelhante ocorre com a fortuna, que demonstra toda sua potência ali onde a virtude não lhe pôs anteparos... A retirada da vírgula implicaria alteração do sentido da frase. Está correto APENAS o que se afirma em a) I e II. b) II. c) II e III. d) III. e) I e III. 5) A pontuação é um recurso de que dispõe a língua escrita para auxiliar o leitor na construção dos sentidos do texto. Sendo de base sintática na língua portuguesa, a pontuação NÃO está empregada de acordo com a norma-padrão em: a) Quando vemos um menino de rua, afastamo-nos rapidamente. b) Meninos de família, crianças educadas e honestas, frequentam a escola. c) Meninos de rua, que vivem à própria sorte, sofrem agressões todos os dias. d) Meninos, é preferível estar em um abrigo a passar as noites embaixo de marquises. e) As autoridades, tudo fazem para minimizar o problema dos menores abandonados. 6) Sobre a pontuação empregada em um segmento do texto, é correto afirmar: a) Em um dos mais abrangentes relatórios sobre as áreas protegidas amazônicas, que acaba de ser publicado pelo ISA (Instituto Socioambiental) e pelo Imazon (Instituto do Homem e Meio
  60. 60. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 61 Ambiente da Amazônia), no primeiro parágrafo, a vírgula poderia ser substituída por dois-pontos, sem prejuízo para a correção. b) Em Vários levantamentos apontam que formalizar a posse de certas áreas por seus habitantes nativos é uma excelente maneira de evitar o desmatamento nelas, uma vírgula poderia ser colocada imediatamente depois de apontam, sem prejuízo para a correção. c) O segmento isolado por parênteses no início do segundo parágrafo - as de proteção integral, cujo nome já diz tudo, e as de uso sustentável, nas quais é possível a extração controlada de madeira, por exemplo - constitui uma ressalva ao que se afirma. d) Em E, de fato, a taxa de desmate de 1998 a 2009 é a menor nas terras indígenas: cerca de 1,5% da área , os dois-pontos introduzem uma especificação do que se acabou de afirmar. e) No segmento as de proteção integral, cujo nome já diz tudo , a vírgula poderia ser retirada sem prejuízo para a correção e o sentido originais. 7) A afirmação INCORRETA sobre a pontuação empregada em um segmento do segundo parágrafo do texto é: a) Em A descoberta das terras americanas é, basicamente, um episódio dessa obra ingente, a retirada simultânea das vírgulas manteria, em linhas gerais, o sentido da frase. b) Em De início pareceu ser episódio secundário, uma vírgula poderia ser colocada imediatamente depois do termo início, sem prejuízo para a correção e a lógica. c) Em A Espanha - a quem coubera um tesouro como até então não se conhecera no mundo - tratará de transformar os seus domínios numa imensa cidadela, os travessões poderiam ser substituídos por vírgulas, sem prejuízo para a correção e a lógica. d) Em Esse interesse contrapõe Espanha e Portugal, “donos” dessas terras, às demais nações europeias, o emprego das aspas denota a atribuição de um sentido particular ao termo destacado. e) Em A partir desse momento a ocupação da América deixa de ser um problema exclusivamente comercial: intervêm nele importantes fatores políticos, os dois-pontos indicam uma quebra da sequência das ideias.
  61. 61. Português MPE Página 62 Prof. Carlos Zambeli 8) Está plenamente adequada a pontuação da seguinte frase: a) O texto é polêmico, de vez que, busca estabelecer um equilíbrio de julgamento, num terreno em que via de regra dominam as paixões, já que tanto a religião como a ciência advogam para si mesmas, o estatuto do conhecimento verdadeiro. b) O texto é polêmico, de vez que busca estabelecer, um equilíbrio de julgamento, num terreno em que via de regra dominam as paixões; já que tanto a religião como a ciência advogam para si mesmas, o estatuto do conhecimento verdadeiro. c) O texto é polêmico, de vez que: busca estabelecer um equilíbrio de julgamento num terreno em que, via de regra, dominam as paixões já que tanto a religião, como a ciência, advogam para si mesmas o estatuto do conhecimento verdadeiro. d) O texto é polêmico, de vez que busca estabelecer um equilíbrio de julgamento num terreno em que, via de regra, dominam as paixões, já que tanto a religião como a ciência advogam para si mesmas o estatuto do conhecimento verdadeiro. e) O texto é polêmico de vez, que busca estabelecer um equilíbrio de julgamento, num terreno em que via de regra, dominam as paixões já que, tanto a religião como a ciência, advogam, para si mesmas, o estatuto do conhecimento verdadeiro. 9) Os trechos a seguir constituem um texto adaptado do Editorial de O Globo de 20/3/2012. Assinale a opção correta quanto ao emprego dos sinais de pontuação. a) Estudo recente de uma instituição americana, mostra que, em termos da produtividade do trabalho, estamos atrás da Argentina, do Chile, do México, do Uruguai, do Peru e da Colômbia, para citar apenas algumas nações sul-americanas. Superamos apenas a Bolívia e Equador. b) O aumento da escolaridade, foi um passo à frente, pois os jovens estarão mais aptos ao aprendizado necessário, a um bom desempenho em suas profissões e atividades do que as gerações anteriores. c) Porém, para se nivelar aos parâmetros, até mesmo, da maioria dos países do continente, o Brasil, terá de andar bem mais rápido. d) O país já se encontra em um estágio no qual os saltos de produtividade não ocorrerão sem investimentos mais expressivos. Além de equipamentos, automação e outras ferramentas da tecnologia, parte desses investimentos precisará estar voltada para os recursos humanos. e) É recente (menos de vinte anos) um envolvimento mais vigoroso do poder público, nesse esforço, para qualificar os recursos humanos disponíveis. Até então, a iniciativa partia de instituições privadas ou das empresas, muitas vezes agindo de maneira isolada
  62. 62. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 63 10) O equilíbrio alcançado pelo sistema de Estados nacionais não foi um mero fantasma, mas ruiu exatamente conforme as previsões de Kant. Outra pontuação para a frase acima, que mantém o sentido e a correção originais, é: a) O equilíbrio alcançado pelo sistema de Estados nacionais, não foi um mero fantasma (mas: ruiu exatamente conforme as previsões de Kant). b) O equilíbrio alcançado pelo sistema de Estados nacionais não foi: um mero fantasma; mas ruiu, exatamente, conforme as previsões de Kant. c) O equilíbrio alcançado pelo sistema de Estados nacionais não foi um mero fantasma. Mas ruiu exatamente, conforme as previsões de Kant. d) O equilíbrio alcançado pelo sistema de Estados, nacionais, não foi um mero fantasma - mas ruiu; exatamente conforme as previsões de Kant. e) O equilíbrio alcançado pelo sistema de Estados nacionais não foi um mero fantasma; mas ruiu, exatamente conforme as previsões de Kant 11) Está inteiramente adequada a pontuação da frase: a) Como já se disse, poeta é aquele que, ao aplicar-se conscientemente à difícil arte do desaprender, passa a ver o mundo com olhar infantil, despido das camadas de preconceitos e prejuízos que, quase sempre à nossa revelia, acumulamos ao longo da vida adulta. b) Como, já se disse, poeta é aquele que ao aplicar-se conscientemente à difícil arte do desaprender, passa a ver o mundo, com olhar infantil, despido das camadas de preconceitos e prejuízos, que quase sempre à nossa revelia, acumulamos ao longo da vida adulta. c) Como já se disse poeta é aquele, que ao aplicar-se conscientemente à difícil arte do desaprender, passa a ver o mundo com olhar infantil despido das camadas de preconceitos e prejuízos que, quase sempre à nossa revelia acumulamos, ao longo da vida adulta. d) Como já se disse poeta, é aquele que ao aplicar-se conscientemente à difícil arte do desaprender, passa a ver o mundo com olhar infantil despido das camadas de preconceitos, e prejuízos, que quase sempre à nossa revelia acumulamos ao longo da vida adulta. e) Como já se disse, poeta é aquele que ao aplicar-se, conscientemente, à difícil arte do desaprender passa a ver, o mundo, com olhar infantil despido das camadas de preconceitos e prejuízos que quase sempre, à nossa revelia, acumulamos ao longo da vida adulta.
  63. 63. Português MPE Página 64 Prof. Carlos Zambeli 12) Em relação às vírgulas usadas no período, afirma-se que: “Nas estradas estaduais, a regra é algo parecida, mas há menos variações.” I - Ambas são usadas face à mesma justificativa. II - A primeira separa um adjunto adverbial deslocado. III - A segunda separa orações. IV - A segunda poderia ser retirada, pois seu uso é facultativo. Quais estão corretas? a) Apenas I e II. b) Apenas II e III. c) Apenas III e IV. d) Apenas I, II e III. e) Apenas II, III e IV. 13) (l.21) O que lastimo é a necessidade de condenar a velhice a uma condição indigna, que deve ser banida de um ambiente saudável. (l.36) Mas, se nos respaldarmos nas evidências responsáveis, teremos as bases para constituir um grande movimento que marcará uma posição vanguardista na luta “pró-envelhecimento saudável”. A vírgula da linha 21 e as vírgulas da linha 36 são usadas, respectivamente, para a) separar uma oração subordinada adjetiva explicativa e isolar uma oração subordinada adverbial. b) separar uma oração coordenada assindética e isolar uma oração subordinada adverbial. c) separar uma oração subordinada adverbial e isolar uma oração intercalada. d) separar uma oração subordinada adjetiva explicativa e isolar uma oração coordenada assindética. e) separar uma oração intercalada e isolar uma oração subordinada adverbial. 14) (l. 22) Não valorizamos a aprendizagem do jogo que é a vida desde a largada, e sim seu resultado , que só pode ser um: ganhar. (l.30) É preciso saber que essa olimpíada permanente tem seu preço. Sabemos o custo que os atletas pagam na busca da superação: _________ sérias, cirurgias precoces, interrupção da vida profissional muito cedo. Os dois-pontos da linha 22 e a vírgula da linha 30 foram empregados, respectivamente, a) para introduzir um esclarecimento e para marcar a antecipação de um adjunto adverbial.
  64. 64. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 65 b) para introduzir um esclarecimento e para separar elementos de uma enumeração. c) para introduzir uma citação e para separar elementos de uma enumeração. d) para introduzir uma conseqüência e para marcar a antecipação de um adjunto adverbial. e) para introduzir uma citação e para marcar a antecipação de um adjunto adverbial. 15) Está inteiramente adequada a pontuação da frase: a) Objetos voadores não identificados, mais conhecidos como óvnis foram, não apenas objeto, de acaloradas controvérsias, como tema de inúmeros filmes de sucesso, principalmente aqueles produzidos em Hollywood essa verdadeira fábrica de sonhos. b) Objetos voadores, não identificados, mais conhecidos como óvnis foram, não apenas objeto de acaloradas controvérsias, como tema de inúmeros filmes de sucesso, principalmente, aqueles produzidos em Hollywood essa verdadeira fábrica de sonhos. c) Objetos voadores não identificados mais conhecidos, como óvnis foram não apenas, objeto de acaloradas controvérsias, como tema de inúmeros filmes, de sucesso, principalmente aqueles produzidos, em Hollywood, essa verdadeira fábrica de sonhos. d) Objetos voadores não identificados, mais conhecidos como óvnis, foram não apenas objeto de acaloradas controvérsias, como tema de inúmeros filmes de sucesso, principalmente aqueles produzidos em Hollywood, essa verdadeira fábrica de sonhos. e) Objetos voadores, não identificados, mais conhecidos como óvnis foram não apenas, objeto de acaloradas controvérsias, como tema de inúmeros filmes, de sucesso principalmente aqueles produzidos em Hollywood, essa verdadeira fábrica de sonhos. Gabarito das questões de concursos 1) C 4) C 7) E 10) E 13) A 2) E 5) E 8) D 11) A 14) B 3) C 6) D 9) D 12) B 15) E
  65. 65. Português MPE Página 66 Prof. Carlos Zambeli AULA 08 Colocaçao Pronominal TU X VOCÊ Colocação pronominal É o estudo da colocação dos pronomes oblíquos átonos (me, te, se, o, a, lhe, nos, vos, os, as, lhes) em relação ao verbo. Os pronomes átonos podem ocupar 3 posições: antes do verbo (próclise), no meio do verbo (mesóclise) e depois do verbo (ênclise). PRÓCLISE Usamos a próclise nos seguintes casos: 1) Com palavras ou expressões negativas: não, nunca, jamais, nada, ninguém, nem, de modo algum. - Nada me desconcentrava. - Ninguém se retirou. - De modo algum me desesperarei. - Ela nem se importou comigo. 2) Com conjunções subordinativas: quando, se, porque, que, conforme, embora, logo, que. - Quando se trata de concurso, só estudo neste curso. - É necessário que a procurem. - Fazia a lista de chamada, conforme me lembrava dos alunos. 3) Advérbios - Aqui se tem paz. - Sempre me dediquei aos estudos. - Talvez o veja na escola. Dica zambeliana
  66. 66. Português MPE Prof. Carlos Zambeli Página 67 4) Pronomes (relativos, demonstrativos , indefinidos, interrogativos...) Alguém me ligou? A pessoa que me ligou era minha amiga. Isso me incomoda. Não vou deixar de estudar os conteúdos que me falaram. Quanto me cobrará pela tradução? Quem me disse isso? Todos se comoveram durante o discurso de despedida. 5) Em frases exclamativas ou optativas (que exprimem desejo). - Deus o abençoe! - Macacos me mordam! - Os anjos te abençoem, meu filho! 6) Com verbo no gerúndio antecedido de preposição EM. - Em se plantando tudo dá. - Em se tratando de beleza, ele é campeão. MESÓCLISE Só usada quando o verbo estiver no futuro do presente (vai acontecer – amarei, amarás, …) ou no futuro do pretérito (iria acontecer – amaria, amarias, …) Convidar-me-ão para a aula. Convidar-me-iam para a aula. A prova realizar-se-á neste domingo. Far-lhe-ei uma proposta irrecusável. Dica zambeliana Dica zambeliana
  67. 67. Português MPE Página 68 Prof. Carlos Zambeli ÊNCLISE 1) Com o verbo no início da frase: Entregaram-me as apostilas . Entregar-lhe. 2) Com o verbo no imperativo afirmativo: Alunos, comportem-se. COLOCAÇÃO PRONOMINAL NAS LOCUÇÕES VERBAIS Locuções verbais são formadas por um verbo auxiliar + infinitivo, gerúndio ou particípio. AUX + PARTICÍPIO: o pronome deve ficar depois do verbo auxiliar. Se houver palavra atrativa, o pronome deverá ficar antes do verbo auxiliar. - Havia-lhe contado isso. - Não lhe havia contado isso. AUX + GERÚNDIO OU INFINITIVO: se não houver palavra atrativa, o pronome oblíquo virá depois do verbo auxiliar ou do verbo principal. Infinitivo - Quero-lhe dizer isso. - Quero dizer-lhe isso. Gerúndio - Ia-lhe dizendo isso. - Ia dizendo-lhe isso. Se houver palavra atrativa, o pronome oblíquo virá antes do verbo auxiliar ou depois do verbo principal. Infinitivo - Não lhe quero dizer isso. - Não quero dizer-lhe isso. Gerúndio - Não lhe ia dizendo isso. - Não ia dizendo-lhe isso. Exercício 1) Complete com os verbos e o pronome oblíquo que estão nos parênteses. a) Depois que _____________________ ,tomei providência. (avisaram +me) b) Os fatos relatados __________________ da verdade. (convenceram+o) c) Pouco __________________ a respeito dessa banca. (conhece + se) d) Os alunos ___________________ atentos à situação. (manterão + se) e) Pessoal, __________________! (arrumem +se)

×