Catarina Filipa

1.437 visualizações

Publicada em

Portugueses que se destacaram nos últimos 100 anos

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.437
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Catarina Filipa

  1. 1. Portugueses que se destacaram nos últimos 100 anos Naide Gomes António Variações Manoel de Oliveira Autores: Catarina Cachão nº5 6ºM Filipa Dias nº8 6ºM Ano lectivo: 2009/2010 (Falta a Escola, disciplina e professores)
  2. 2. Índice Introdução……………………………………………………………………………...2 Naide Gomes…………………………………………………………………………..3 António Variações…………………………………………………………………….5 Manoel de Oliveira…………………………………………………………………….7 Conclusão……………………………………………………………………………...9 Bibliografia…………………………………………………………………………….10
  3. 3. Introdução Neste trabalho vamos falar um pouco sobre três portugueses que se destacaram nos últimos 100 anos, eles são: _ Naide Gomes, uma atleta olímpica de salto e comprimento; _ António Variações, um cantor e compositor português do inicio dos anos 80; _ Manoel de Oliveira, o cineasta mais velho do mundo; Este trabalho foi escolhido e exercido na área (extra) curricular não disciplinar de Área de Projecto, devido a uma sugestão dos nossos professores da mesma disciplina. O que nós pretendemos com este trabalho é agradar-mos as pessoas, com o objectivo de lhes alargar um pouco a sua cultura geral e também conhecer e dar a conhecer um pouco das figuras importantes de Portugal. Resolvemos começar este trabalho pela área que gostamos mais que é o desporto, depois passamos para a música e por fim ao cinema. Realizamos pesquisas na internet, fizemos resumos e por fim apresentamos o nosso trabalho, que foi feito com muita dedicação e trabalho. Esperamos que gostem!!!! Naide Gomes:
  4. 4. Naide Gomes nascida a 20 de Novembro de 1979, em São Tomé e Príncipe, foi registada como Enezenaide do Rosário da Vera Cruz Gomes. Naide Gomes é uma atleta portuguesa, que representa o Sporting Clube de Portugal desde 1998 e é treinada por Abreu Matos, mas este reformou-se deixando o seu lugar para José Barros, treinador actual de Naide Gomes. A sua modalidade é o salto em comprimento, embora os seus primeiros resultados tenham ocorrido nas provas combinadas de Pentatlo. Nos campeonatos da Europa, do Mundo ou nos Jogos Olímpicos nunca conseguiu nenhuma medalha na prova de Heptatlo. Nas provas de Heptatlo teve prestações menos boas devido a lesões que condicionaram e impossibilitaram a sua participação nos Campeonatos do Mundo em 2003. Em 2000, representou São Tomé e Príncipe na prova de 100 metros barreira nos Jogos Olímpicos de Sydney, na Austrália. Em 2001 naturalizou-se portuguesa e em 2002 representou Portugal pela primeira vez no Campeonato da Europa de pista coberta em Viena. Em 2003 participou no Campeonato do Mundo de pista coberta em Birmingham, onde alcançou o 5º lugar. Com muitas expectativas para o Campeonato do Mundo de Atletismo ao Ar Livre, em Paris, mas teve novamente uma lesão que a impediu de participar. Em 2004 era o ano dos Jogos Olímpicos em Atenas e Naide Gomes sagrou-se campeã mundial no Pentatlo de Pista Coberta. Em Atenas as expectativas eram altas, mas a atleta reconheceu que não era tão boa no Heptatlo como no pentatlo. No fim do primeiro dia a atleta estava em 2º lugar, embora no segundo dia tenha terminado a prova em 6º lugar. Em 2005 opta por participar no Campeonato Europeu de Pista Coberta em Madrid, no salto em comprimento onde conseguiu vencer e ficou conhecida como Campeã da Europa. Essa prova ficou marcada por um erro de um dos oficiais que mediu mal o salto da atleta alemã Bianca Kappler por causa disso Naide Gomes foi declarada campeã. O ano de 2006 foi marcado pela aposta no salto em comprimento e pelo Campeonato do Mundo de Atletismo em Pista Coberta que decorreu em Moscovo, a atleta conseguiu obter a medalha de ouro no seu último salto e conseguindo assim o novo recorde nacional de 6,76m
  5. 5. Também em 2006 no Campeonato da Europa de Atletismo ao Ar Livre que decorreu em Gotemburgo, na Suécia, alcançou no Salto em Comprimento a medalha de prata com 6,84m marca que só não constituiu o recorde nacional porque foi obtida em vento anti-regular. No ano de 2007 conseguiu conquistar pela 2ª vez consecutiva o título de Campeã da Europa de Pista Coberta em Salto em Comprimento em Birmingham, com a marca de 6,89m, onde constituiu um novo recorde nacional. Em 2008 no Meeting de Atletismo de Pista Coberta, em Estocolmo que se realizou em Fevereiro, conseguiu novamente bater o recorde nacional com 6,93m. Qualificou-se para os Jogos Olímpicos de Pequim com a marca de 6,87m. Em Março conquistou o título de campeã mundial de pista coberta no salto em comprimento que decorreu em Valência, Espanha onde alcançou a marca de 7,00m novo recorde nacional de pista coberta, onde conseguiu ficar no 1º lugar do pódio, ficando atrás de si a brasileira Maurren Maggi que ficou em 2º lugar com a marca de 6,89m e em 3º a russa Irina Samagina com a marca de 6,88m. A 19 de Agosto, nos Jogos Olímpicos de Pequim, apesar de ser favorita para a medalha de ouro teve dois saltos nulos acabando a prova com 6,29m, falhando assim a qualificação para a final. Em Agosto deste ano participou no Campeonato do Mundo de Atletismo, disputado em Berlim, na Alemanha classificando se para a final com a marca de 6,86m, que foi uma das melhores marcas de todas as saltadoras. Apesar do seu favoritismo e da sua óptima aptidão física, a portuguesa não foi além do 4º lugar ficando fora das medalhas. António Variações António Joaquim Rodrigues Ribeiro mais conhecido por António Variações, foi um cantor e compositor português no início dos anos 80 e aos seus 39 anos teve um desaparecimento precoce.
  6. 6. António Variações nasceu no distrito de Braga, na freguesia de Fiscal, no município de Amares. Variações, filho de Deolinda de Jesus e Jaime Ribeiro, tinha nove irmãos. Na sua infância trabalhou no campo para ajudar os pais e ao mesmo tempo estudava. Desde pequeno ouvia o seu pai Jaime a tocar cavaquinho e acordeão, e cedo o seu interesse pela música nasceu. Aos onze anos teve o seu primeiro emprego na vila de Caldelas. Mais tarde partiu para Lisboa onde foi aprendiz de escritório, barbeiro, balconista e caixeiro. Depois prestou serviço militar em Angola, que se seguiu de uma aventura pelo estrangeiro, mais precisamente para Londres em 1975 e meses depois em Amesterdão, onde descobriu um novo mundo querendo traze-lo para Portugal. Foi nesta última cidade que aprendeu a profissão de barbeiro, que mais tarde, exerceu em Lisboa quando voltou. Mais tarde, António Variações com a ajuda do seu amigo e colega Fernando Ataíde conseguiu ser admitido no primeiro salão unissexo em Portugal o “Ayer”. Fernando Ataíde não era apenas amigo e colega de António Variações, era também seu amante e assim António Variações assumiu a sua orientação sexual. Depois de trabalhar no “Ayer”, trabalho num salão no Centro Comercial de Alvalade e só mais tarde abriu a sua própria barbearia na Baixa de Lisboa. De seguida, António Variações entrou no mundo do espectáculo com um grupo chamado “Variações”, atraindo rapidamente as atenções. No início de carreira António Variações tinha um estilo muito excêntrico, mas não era só o seu estilo que chamava as multidões de fãs mas também a combinação de vários estilos musicais como o rock, o pop, os blues, ou o fado. Em 1978, assino contrato com a editora Valentim de Carvalho. No início de carreira António Variações apresentou-se ao público na discoteca “Trumps” ou no Rock Rendez-Vous, ou também conhecido por RRV. Em 1981, não tinha nenhuma música editada, mas mesmo assim participo no programa de televisão “O Passeio dos Alegres” apresentado por Júlio Isidro. Nessa altura a sua música e o seu estilo inconfundível fizeram com que alcançasse rapidamente uma razoável fama. Algum tempo depois de se ter apresentado no programa de Júlio Isidro, editou o seu primeiro single com os temas “Povo que lavas no Rio” de Amália Rodrigues e “Estou Além”. Logo depois gravou o seu primeiro LP, intitulado “Anjo da Guarda” com apenas dez faixas todas da sua autoria, os êxitos que mais se destacaram foram “É p’ra Amanhã” e “O Corpo é que Paga”. Em Fevereiro de 1984, lançou o seu segundo álbum chamado “Dar e Receber”. Dois meses depois António Variações deu o seu último concerto, na
  7. 7. aldeia de Viatodos no concelho de Barcelos, durante a festa da “Isabelinha”. Depois disso, só apareceu uma vez mais em público no programa apresentado por Júlio Isidro “A Festa Continua”. Quando António Variações se encontrava internado no Hospital Pulido Valente, devido a um problema brônquico-asmático, a sua canção do engate invadiu as rádios. Morreu a 13 de Junho, com broncopneumonia, provavelmente provocada pela SIDA, na Clínica da Cruz Vermelha. Diz-se que foi a primeira figura pública a morrer de SIDA. Após vinte anos da sua morte em Dezembro de 2004, a banda “Humanos” lançou um álbum em sua homenagem, com 12 músicas nunca editadas, mas todas da autoria de António Variações. Manoel de Oliveira Manoel Cândido Pinto de Oliveira, nascido no Porto a 11 de Dezembro de 1908. É o cineasta mais velho do mundo, e também mais famoso. Ele é autor de trinta e duas longas-metragens. Manoel de Oliveira tem origens numa família da média-alta da burguesia nortenha, com antepassados fidalgos. É filho de Francisco José de
  8. 8. Oliveira e Cândida Ferreira Pinto. Seu pai foi o primeiro fabricante de lâmpadas de Portugal. A sua juventude foi passada na Galiza, no município de A Guarda, onde frequentou um colégio Jesuíta. Ele admite nunca ter sido bom aluno. No colégio dedicou se ao atletismo tendo sido campeão nacional do salto à vara, também foi atleta do Sport Club do Porto. Mesmo antes de se tornar cineasta veio o automobilismo e a vida boémia. Aos vinte anos foi para a escola de actores fundada no Porto por um cineasta Italiano chamado Rino Lupo, onde decidiu fazer uma curta-metragem inspirada na faina do Rio Douro, intitulado “Douro, Faina Fluvial”, esta curta-metragem suscitou uma grande admiração perante a crítica estrangeira e um grande desagrado perante o público nacional, esta foi a primeira curta-metragem a abordar muitos pontos de vista. Adquiriu entretanto alguma formação técnica mantendo assim o gosto pela representação, participando como actor no segundo filme sonoro português “A canção de Lisboa” em 1933. Mais tarde em 1942 aventurou-se na ficção como realizador do conto, “Os Meninos Milionários” da autoria de Rodrigues de Freitas. No mesmo ano também realizou “Aniki-Bobó” que tocou o retrato da infância no cru ambiente neo-realista sobre a Ribeira do Porto, que foi um fracasso comercial. Talvez por isso Manoel de Oliveira tenha abandonado outros projectos e dedicar se aos negócios familiares. Só voltou ao cinema em 1956 com o filme “O Pintor e a Cidade”. Em 1962 realizou o documentário chamado “O Acto da Primavera” marcando uma nova fase da sua carreira. Com este filme António Campos iniciou Manoel de Oliveira em Portugal. No ano de 1963 teve dois documentários muito marcantes na sua carreira chamados “O Acto da Primavera” e “A Caça”. A sua obra cinematográfica, até então interrompida só prosseguiu sem quebras nem sobressaltos a partir de 1971 quando realizou a sua longa-metragem intitulada “O Passado e o Presente”. Manoel de Oliveira insiste em dizer que só faz filmes pela diversão, independentemente da reacção dos críticos. Apesar de muitas condecorações em festivais muito conhecidos tem uma vida fora das luzes da ribalta. Os actores que entram regularmente nos seus filmes são Luís Miguel Cintra, Leonor Silveira, Diogo Dória, Rogério Samora, Miguel Guilherme, Isabel Ruth e agora mais recentemente o seu neto Ricardo Trepa.
  9. 9. No ano passado completou cem anos de vida, tendo condecorado pelo Presidente da República, e assistindo também a inúmeros documentários sobre a sua vida e obra. É o mais velho cineasta do mundo em actividade e ainda com planos futuros. Vida Privada: Manoel de Oliveira casou com Maria Isabel Brandão de Meneses de Almeida Carvalhais no Porto dia 4 de Dezembro de 1940, deste casamento resultaram quatro bonitas crianças, agora já adultas, com filhos e netos: _ Manuel Casimiro Brandão Carvalhais de Oliveira, de 68 anos; _ José Manuel Brandão Carvalhais de Oliveira, de 65 anos; _ Isabel Maria Brandão Carvalhais de Oliveira, de 62 anos; _ Adelaide Maria Brandão Carvalhais de Oliveira, de 61 anos. Manoel de Oliveira tem também já vários netos e bisnetos. Um dos seus netos e o conhecido actor Ricardo Trepa, filho de Adelaide (filha mais nova de Manoel e Maria). Conclusão Depois de executarmos este trabalho podemos tirar varias conclusões, como por exemplo:
  10. 10. _ Que existem vários portugueses que se destacam não só em Portugal, mas também em todo o mundo; _ Que os portugueses se destacaram em diferentes áreas, neste caso no desporto, na música e no cinema; _ Que os portugueses têm muitos trabalhos mais antigos, mas a maioria das pessoas só conhece os mais recentes; E estas são algumas das conclusões que podemos tirar deste trabalho. Bibliografia Naide Gomes:
  11. 11. Textos: http://pt.wikipedia.org/wiki/Naide_Gomes; http://www.comiteolimpicoportugal.pt/atleta.php?id=22; Fotografias: http://www.webtvhub.com/wp-content/uploads/2008/07/naide-gomes.jpg; http://4.bp.blogspot.com/_eLuKcU8pcQg/RfCWGI3dJCI/AAAAAAAAAsI/Tp6slp eZpMs/s400/naide_gomes.jpg; http://2.bp.blogspot.com/_zWiZoQeLSJM/SKDfMMubxRI/AAAAAAAABWc/ZW4 5XCUSuyM/s400/naidegomes.jpg; António Variações: Textos: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ant%C3%B3nio_Varia%C3%A7%C3%B5es; http://www.citi.pt/cultura/musica/musicos/a_variacoes/biografia.html; Fotografias: http://4.bp.blogspot.com/_fr02pdXNWSE/SvvdPAyLoI/AAAAAAAAULo/sC0JMc msinQ/s640/11181.jpg; http://cordaseoliveiras.files.wordpress.com/2008/10/variacoes_tesoura1.jpg; http://1.bp.blogspot.com/_Hx4A0K4L4LA/R1SeKWApPHI/AAAAAAAAA0Q/kliMj vvw1OQ/s1600-R/a%2Bvariacoes.jpg; Manoel de Oliveira: Textos: http://pt.wikipedia.org/wiki/Manoel_de_Oliveira; http://www.citi.pt/cultura/cinema/manoel_de_oliveira/biografia.html;
  12. 12. Fotografias: http://homepage.mac.com/luacintilante/blog2008/files/manoel-de-oliveira.jpg; http://www.vitruvius.com.br/entrevista/manoeloliveira/manoeloliveira_02.jpg; http://avidaeumpalco.com/wp-content/uploads/2009/03/manoel-oliveira-ricardo- trepa-1603.jpg; (faltou a data das consultas)

×