SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Descoberta…

…das Ilhas Atlânticas
Arquipélago
da Madeira
Descoberta do Arquipélago da Madeira
• As ilhas do arquipélago da Madeira já seriam
  conhecidas     antes    da    chegada    dos
  portugueses segundo a representação destas
  em cartas geográficas.
• Em 1418 a ilha do Porto Santo foi
  redescoberta por João Gonçalves Zarco e por
  Tristão Vaz Teixeira. No ano seguinte estes
  navegadores, acompanhados por Bartolomeu
  Perestrelo, chegam à ilha da Madeira.
Colonização do Arquipélago da Madeira

• Iniciou-se por volta de 1425 a colonização.
• A partir de 1440 estabelece-se o regime das
  capitanias com Tristão Vaz Teixeira como
  capitão-donatário da capitania de Machico;
• Seis anos mais tarde Bartolomeu Perestrelo
  torna-se capitão-donatário do Porto Santo e
  em 1450 Zarco torna-se capitão-donatário da
  capitania do Funchal.
Descobridores




Bartolomeu Perestrelo João Gonçalves Zarco   Tristão Vaz Teixeira
 Os capitães-donatários tinham como funções
 defender, povoar e explorar os recursos naturais das
 capitanias.
Povoação do Arquipélago
• A fixação de população foi
  dificultada       pelo relevo
  montanhoso e pela densa
  vegetação, pelo que apenas o
  litoral foi ocupado.
• O povoamento das ilhas fez-se com
  população originária do Algarve e
  do Minho, também com Flamengos,
  Genoveses e Ingleses. Aproveitaram
  os recursos naturais, madeira e
  plantas tintureiras e introduziram
  novas culturas. trigo e cana de
  açúcar. Desenvolveu-se a pesca e a
  criação de gado.
591 anos depois…
• A Ilha da Madeira, muitas vezes
  designada       de    quot;Pérola    do
  Atlânticoquot;, quot;Ilha dos Amoresquot;, Éden
  ou Paraíso, toda ela constitui um
  Parque Natural com os seus 728
  Km2 de superfície ao conservar mais
  de 700 espécies de plantas
  superiores, sendo 100 delas
  endémicas (não se vêem em mais
  nenhuma parte do mundo).
• A sua maior altitude é o Pico
  Ruivo         (1862           m).
  A nível administrativo, esta ilha
  abrange 10 concelhos e 52
  freguesias, com uma população
  total de aproximadamente
  260.000 habitantes, 120.000
  vivendo na capital desta
  Região, Funchal.
Significado da Bandeira
• A Bandeira da Madeira está dividida
  em três rectângulos iguais. Tem ao
  centro o símbolo da Cruz de Cristo
  sobre a cor de oiro (representa a fé
  do povo) e a cor azul nos dois
  extremos (símbolo da amenidade do
  clima).
Arquipélago dos
    Açores
Descoberta do Arquipélago dos Açores
• A descoberta do arquipélago dos Açores foi
  feita no ano de 1427 por Diogo De Silves. Até
  1439 sabe-se que foram descobertas 7 das 9
  ilhas:    Santa     Maria,   Terceira,    São
  Jorge, Faial, Pico, São Miguel e Graciosa. As
  outras duas, Flores e Corvo, só foram
  descobertas em 1452 por Diogo de Teive, um
  escudeiro do Infante D. Henrique.
• O nome Açores vem da palavra açor, que é a
  designação de uma ave.
Porque foram importantes?
• Na época dos Descobrimentos, as ilhas dos
  Açores eram um importante local de paragem
  quando se atravessava o Atlântico. Lá, as
  naus podiam reabastecer-se de água e outras
  provisões no seu caminho para o Brasil, a
  Índia, África, etc.
• Durante várias crises políticas que foram
  acontecendo em Portugal ao longo dos
  séculos, as ilhas dos Açores foram
  também pontos de resistência e centros
  de comunicação e apoio militar.

• Este apoio ainda se mantém na aviação
  comercial e militar.
Povoamento dos Açores
• A partir de 1932, conforme foram sendo
  exploradas, as ilhas começaram a ser
  povoadas por colonos vindos principalmente
  do Algarve e do Alentejo.
• Mas também houve colonos estrangeiros (da
  Flandres, uma região a norte da Bélgica; da
  Bretanha, uma região a noroeste de França; e
  de outras regiões da Europa).
Curiosidade
•      Diz-se que é à mistura destes colonos
    portugueses e estrangeiros que os Açorianos
    vão buscar os seus sotaques, tão diferentes de
    ilha para ilha (por exemplo, os habitantes de S.
    Miguel parecem estar a falar francês)…
Colonização dos Açores
• Tal como no arquipélago da Madeira, os
  Açores eram administrados por um sistema
  de capitanias, lideradas por um capitão
  donatário.
• O papel dos colonos nas ilhas era o de
  povoamento e exploração das terras.
• Na     exploração      agrícola    cultivavam-se
  cereais, matérias-primas tintureiras e, mais
  tarde, laranjas, batatas, chá e tabaco.
• Outra actividade muito importante para a
  economia das ilhas era (e ainda é) a criação de
  gado.
Actualidade
• No final do século XVIII, começa uma
  importante actividade para a economia das
  ilhas e que as tornaram conhecidas em todo o
  mundo: a caça à baleia, mais propriamente a
  caça ao cachalote.
• A caça à baleia durou até meados dos anos 80
  do século XX.
• Quando finalmente esta actividade acabou
  nos Açores, os seus habitantes passaram a ser
  os seus grandes amigos e protectores.
• É que, hoje em dia, nos Açores uma das
  actividades económicas e turísticas mais
  importantes é a observação de baleias.
  E para isso esta espécie é protegida por todos.
Significado da Bandeira

• O azul simboliza o céu, o branco
  simboliza o mar, As noves
  estrelas simbolizam as nove
  ilhas, o pássaro é o Açor que deu
  o nome ao arquipélago e o
  escudo indica que os Açores
  fazem parte de Portugal.
Curiosidades
• A revista National Geographic Traveler
  elegeu o arquipélago dos Açores, em
  Portugal, como as segundas melhores
  ilhas do mundo, atrás das ilhas
  Faroé, na Dinamarca. No artigo Best
  Rated Islands são avaliados 111
  destinos por 522 peritos em turismo
  sustentável.
Património Mundial
• A importância de Angra do
  Heroísmo começou com a viagem
  de Vasco da Gama à
  Índia, inaugurando uma escala
  obrigatória para as carreiras que
  seguiam para a África Equatorial e
  para as Índias Ocidentais e
  Orientais.
• Em 1534 é instituída a cidade, sede de
  Arcebispado dos Açores. Este facto
  imprimiu-lhe        um         carácter
  monumental, com construções de tipo
  barroco. As provas da sua importância
  estão no seu legado de esculturas, talha
  dourada, azulejaria e mobiliário de
  madeiras exóticas que recheiam os seus
  solares, igrejas e monumentos. Está
  classificada como património mundial
  desde 1983.
Descoberta Das Ilhas Atanticas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Infante D. Henrique
Infante D. HenriqueInfante D. Henrique
Infante D. Henrique
Ana Vieira
 
A Crise do Séc. XIV
A Crise do Séc. XIVA Crise do Séc. XIV
A Crise do Séc. XIV
Carlos Vieira
 
A expansao Portuguesa
A expansao PortuguesaA expansao Portuguesa
A expansao Portuguesa
sandrabranco
 
Manuelino em portugal
Manuelino em portugalManuelino em portugal
Manuelino em portugal
Ana Luisa
 
O gótico em portugal
O gótico em portugalO gótico em portugal
O gótico em portugal
Ana Barreiros
 

Mais procurados (20)

País urbano concelhio módulo II-10 º ANO
País urbano concelhio  módulo II-10 º ANOPaís urbano concelhio  módulo II-10 º ANO
País urbano concelhio módulo II-10 º ANO
 
A Expansão marítima
A Expansão marítimaA Expansão marítima
A Expansão marítima
 
O comercio à escala mundial
O comercio à escala mundialO comercio à escala mundial
O comercio à escala mundial
 
11 ha m4 u3 1
11 ha m4 u3 111 ha m4 u3 1
11 ha m4 u3 1
 
Manuelino
ManuelinoManuelino
Manuelino
 
O espaço português 1
O espaço português 1O espaço português 1
O espaço português 1
 
Infante D. Henrique
Infante D. HenriqueInfante D. Henrique
Infante D. Henrique
 
O Despotismo Pombalino
O  Despotismo  PombalinoO  Despotismo  Pombalino
O Despotismo Pombalino
 
Império Português nos séculos XVI a XVIII
Império Português nos séculos XVI a XVIIIImpério Português nos séculos XVI a XVIII
Império Português nos séculos XVI a XVIII
 
A Crise do Séc. XIV
A Crise do Séc. XIVA Crise do Séc. XIV
A Crise do Séc. XIV
 
A expansao Portuguesa
A expansao PortuguesaA expansao Portuguesa
A expansao Portuguesa
 
Arte romanica gotica
Arte romanica goticaArte romanica gotica
Arte romanica gotica
 
Os descobrimentos Portugueses e a concorrência de Espanha
Os descobrimentos Portugueses e a concorrência de EspanhaOs descobrimentos Portugueses e a concorrência de Espanha
Os descobrimentos Portugueses e a concorrência de Espanha
 
01 a geografia cultural europeia
01 a geografia cultural europeia01 a geografia cultural europeia
01 a geografia cultural europeia
 
C3 cristãos e muçulmanos na península
C3 cristãos e muçulmanos na penínsulaC3 cristãos e muçulmanos na península
C3 cristãos e muçulmanos na península
 
A india
A indiaA india
A india
 
F3 a cultura e o iluminismo em portugal
F3 a cultura e o iluminismo em portugalF3 a cultura e o iluminismo em portugal
F3 a cultura e o iluminismo em portugal
 
Manuelino em portugal
Manuelino em portugalManuelino em portugal
Manuelino em portugal
 
23 os descobrimentos
23  os descobrimentos23  os descobrimentos
23 os descobrimentos
 
O gótico em portugal
O gótico em portugalO gótico em portugal
O gótico em portugal
 

Semelhante a Descoberta Das Ilhas Atanticas (20)

Ilhas atlânticas
Ilhas atlânticasIlhas atlânticas
Ilhas atlânticas
 
Ae vh madeira
Ae vh madeiraAe vh madeira
Ae vh madeira
 
O império português do oriente 2ª parte
O império português do oriente   2ª parteO império português do oriente   2ª parte
O império português do oriente 2ª parte
 
Sos matéria descobrimentos.
Sos matéria descobrimentos.Sos matéria descobrimentos.
Sos matéria descobrimentos.
 
O império português do oriente parte 2
O império português do oriente   parte 2O império português do oriente   parte 2
O império português do oriente parte 2
 
Ae vt acores
Ae vt acoresAe vt acores
Ae vt acores
 
Ae vh acores
Ae vh acoresAe vh acores
Ae vh acores
 
Portugal
PortugalPortugal
Portugal
 
Portugal
PortugalPortugal
Portugal
 
Madeira
MadeiraMadeira
Madeira
 
Fortuna
FortunaFortuna
Fortuna
 
descobrimentos1.ppt
descobrimentos1.pptdescobrimentos1.ppt
descobrimentos1.ppt
 
Trabalho da madeira
Trabalho da madeiraTrabalho da madeira
Trabalho da madeira
 
Ilhas
IlhasIlhas
Ilhas
 
Ilha do Corvo
Ilha do CorvoIlha do Corvo
Ilha do Corvo
 
Apontamentos historia a expansão marítima portuguesa
Apontamentos historia a expansão marítima portuguesaApontamentos historia a expansão marítima portuguesa
Apontamentos historia a expansão marítima portuguesa
 
A expansao portuguesa
A expansao portuguesaA expansao portuguesa
A expansao portuguesa
 
A expansao portuguesa 01
A expansao portuguesa 01A expansao portuguesa 01
A expansao portuguesa 01
 
A Expansão Portuguesa
A Expansão Portuguesa A Expansão Portuguesa
A Expansão Portuguesa
 
A expansao portuguesa 01
A expansao portuguesa 01A expansao portuguesa 01
A expansao portuguesa 01
 

Descoberta Das Ilhas Atanticas

  • 3. Descoberta do Arquipélago da Madeira • As ilhas do arquipélago da Madeira já seriam conhecidas antes da chegada dos portugueses segundo a representação destas em cartas geográficas. • Em 1418 a ilha do Porto Santo foi redescoberta por João Gonçalves Zarco e por Tristão Vaz Teixeira. No ano seguinte estes navegadores, acompanhados por Bartolomeu Perestrelo, chegam à ilha da Madeira.
  • 4. Colonização do Arquipélago da Madeira • Iniciou-se por volta de 1425 a colonização. • A partir de 1440 estabelece-se o regime das capitanias com Tristão Vaz Teixeira como capitão-donatário da capitania de Machico; • Seis anos mais tarde Bartolomeu Perestrelo torna-se capitão-donatário do Porto Santo e em 1450 Zarco torna-se capitão-donatário da capitania do Funchal.
  • 5.
  • 6. Descobridores Bartolomeu Perestrelo João Gonçalves Zarco Tristão Vaz Teixeira Os capitães-donatários tinham como funções defender, povoar e explorar os recursos naturais das capitanias.
  • 7. Povoação do Arquipélago • A fixação de população foi dificultada pelo relevo montanhoso e pela densa vegetação, pelo que apenas o litoral foi ocupado.
  • 8. • O povoamento das ilhas fez-se com população originária do Algarve e do Minho, também com Flamengos, Genoveses e Ingleses. Aproveitaram os recursos naturais, madeira e plantas tintureiras e introduziram novas culturas. trigo e cana de açúcar. Desenvolveu-se a pesca e a criação de gado.
  • 9. 591 anos depois… • A Ilha da Madeira, muitas vezes designada de quot;Pérola do Atlânticoquot;, quot;Ilha dos Amoresquot;, Éden ou Paraíso, toda ela constitui um Parque Natural com os seus 728 Km2 de superfície ao conservar mais de 700 espécies de plantas superiores, sendo 100 delas endémicas (não se vêem em mais nenhuma parte do mundo).
  • 10. • A sua maior altitude é o Pico Ruivo (1862 m). A nível administrativo, esta ilha abrange 10 concelhos e 52 freguesias, com uma população total de aproximadamente 260.000 habitantes, 120.000 vivendo na capital desta Região, Funchal.
  • 11. Significado da Bandeira • A Bandeira da Madeira está dividida em três rectângulos iguais. Tem ao centro o símbolo da Cruz de Cristo sobre a cor de oiro (representa a fé do povo) e a cor azul nos dois extremos (símbolo da amenidade do clima).
  • 12. Arquipélago dos Açores
  • 13. Descoberta do Arquipélago dos Açores • A descoberta do arquipélago dos Açores foi feita no ano de 1427 por Diogo De Silves. Até 1439 sabe-se que foram descobertas 7 das 9 ilhas: Santa Maria, Terceira, São Jorge, Faial, Pico, São Miguel e Graciosa. As outras duas, Flores e Corvo, só foram descobertas em 1452 por Diogo de Teive, um escudeiro do Infante D. Henrique. • O nome Açores vem da palavra açor, que é a designação de uma ave.
  • 14. Porque foram importantes? • Na época dos Descobrimentos, as ilhas dos Açores eram um importante local de paragem quando se atravessava o Atlântico. Lá, as naus podiam reabastecer-se de água e outras provisões no seu caminho para o Brasil, a Índia, África, etc.
  • 15. • Durante várias crises políticas que foram acontecendo em Portugal ao longo dos séculos, as ilhas dos Açores foram também pontos de resistência e centros de comunicação e apoio militar. • Este apoio ainda se mantém na aviação comercial e militar.
  • 16. Povoamento dos Açores • A partir de 1932, conforme foram sendo exploradas, as ilhas começaram a ser povoadas por colonos vindos principalmente do Algarve e do Alentejo. • Mas também houve colonos estrangeiros (da Flandres, uma região a norte da Bélgica; da Bretanha, uma região a noroeste de França; e de outras regiões da Europa).
  • 17. Curiosidade • Diz-se que é à mistura destes colonos portugueses e estrangeiros que os Açorianos vão buscar os seus sotaques, tão diferentes de ilha para ilha (por exemplo, os habitantes de S. Miguel parecem estar a falar francês)…
  • 18. Colonização dos Açores • Tal como no arquipélago da Madeira, os Açores eram administrados por um sistema de capitanias, lideradas por um capitão donatário. • O papel dos colonos nas ilhas era o de povoamento e exploração das terras.
  • 19. • Na exploração agrícola cultivavam-se cereais, matérias-primas tintureiras e, mais tarde, laranjas, batatas, chá e tabaco. • Outra actividade muito importante para a economia das ilhas era (e ainda é) a criação de gado.
  • 20. Actualidade • No final do século XVIII, começa uma importante actividade para a economia das ilhas e que as tornaram conhecidas em todo o mundo: a caça à baleia, mais propriamente a caça ao cachalote. • A caça à baleia durou até meados dos anos 80 do século XX.
  • 21. • Quando finalmente esta actividade acabou nos Açores, os seus habitantes passaram a ser os seus grandes amigos e protectores. • É que, hoje em dia, nos Açores uma das actividades económicas e turísticas mais importantes é a observação de baleias. E para isso esta espécie é protegida por todos.
  • 22. Significado da Bandeira • O azul simboliza o céu, o branco simboliza o mar, As noves estrelas simbolizam as nove ilhas, o pássaro é o Açor que deu o nome ao arquipélago e o escudo indica que os Açores fazem parte de Portugal.
  • 23. Curiosidades • A revista National Geographic Traveler elegeu o arquipélago dos Açores, em Portugal, como as segundas melhores ilhas do mundo, atrás das ilhas Faroé, na Dinamarca. No artigo Best Rated Islands são avaliados 111 destinos por 522 peritos em turismo sustentável.
  • 24. Património Mundial • A importância de Angra do Heroísmo começou com a viagem de Vasco da Gama à Índia, inaugurando uma escala obrigatória para as carreiras que seguiam para a África Equatorial e para as Índias Ocidentais e Orientais.
  • 25. • Em 1534 é instituída a cidade, sede de Arcebispado dos Açores. Este facto imprimiu-lhe um carácter monumental, com construções de tipo barroco. As provas da sua importância estão no seu legado de esculturas, talha dourada, azulejaria e mobiliário de madeiras exóticas que recheiam os seus solares, igrejas e monumentos. Está classificada como património mundial desde 1983.