Força G <ul><li>O que é a força G, e como os carros geram forças tão altas?  </li></ul><ul><li>Em 29 de abril de 2001, os ...
Força G <ul><li>Quando um carro dá uma volta, acelera o tempo inteiro (isto é por que, quando você dá uma volta, você sent...
Força G <ul><li>Uma pista de corrida tem 24 graus de inclinação.  </li></ul><ul><li>A inclinação realmente não afeta o cál...
Força G <ul><li>A aerodinâmica do carro também cria uma força descendente significante a 230 mph. Em um avião, as asas age...
Força G <ul><li>A pista no autódromo do Texas é 1.5 milhas (2.4 km) de extensão: A 230 mph (337 f/s), os motoristas levam ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A força G

10.431 visualizações

Publicada em

Conceitos da fisica da força G

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.431
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
87
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A força G

  1. 1. Força G <ul><li>O que é a força G, e como os carros geram forças tão altas? </li></ul><ul><li>Em 29 de abril de 2001, os diretores da CART (Championship Auto Racing Teams) cancelaram uma corrida no autódromo do Texas porque os motoristas sentiam vertigens pouco depois de 10 voltas. A combinação de altas velocidades e voltas apertadas no autódromo produzia forças de quase 5 Gs nas voltas. Um G é a força da gravidade da Terra, é esta força que determina quanto nós pesamos. Um motorista sofre uma força igual a cinco vezes o seu peso à 5 G´s. Por exemplo, durante uma volta à 5G´s, há de 60 à 70 libras de força puxando sua cabeça para o lado. Vejamos como calcular quanto Gs atinge um carro por volta e como estes carros modernos podem ficar na pista debaixo de tanto força. </li></ul><ul><li>Para calcular as forças G nos motoristas é realmente bastante simples. Tudo que precisamos saber é o rios da pista e a velocidade dos carros. De acordo com os responsáveis a pista tem um raio de 750 pés (229 metros). Durante os treinos, os carros estavam girando ao redor 230 milhas por hora (370 kph). </li></ul>
  2. 2. Força G <ul><li>Quando um carro dá uma volta, acelera o tempo inteiro (isto é por que, quando você dá uma volta, você sente uma força puxando seu corpo para o fora do carro). A quantidade de aceleração é igual à velocidade do carro ao quadrado dividido pelo raio da pista: A = v 2 / r </li></ul><ul><li>Vamos calcular os números: </li></ul><ul><li>230 mph = 337 pés por segundo (f/s). </li></ul><ul><li>(337 f/s)2 / 750 pés = aproximadamente 151 f/s2. </li></ul><ul><li>A aceleração devido a gravidade (1 G) é 32 f/s2. </li></ul><ul><li>151 / 32 = 4.74 Gs que foi experimentada pelos motoristas. </li></ul><ul><li>Como o carro pode ficar na pista sob este tipo de força? </li></ul><ul><li>É por isto que a pista é inclinada. </li></ul>
  3. 3. Força G <ul><li>Uma pista de corrida tem 24 graus de inclinação. </li></ul><ul><li>A inclinação realmente não afeta o cálculo das forças G no motorista, mas sem ela os carros nunca poderia passar de 230 mph por volta. </li></ul><ul><li>Se um carro tentasse fazer uma volta plana a 230 mph, deslizaria direto para fora da pista porque não tem bastante tração. A tração é proporcional ao peso que está nos pneus, mais peso, mais tração. </li></ul><ul><li>A inclinação da pista permite que algumas das forças G criadas na volta aumentem o peso nos pneus e aumenta a tração. </li></ul><ul><li>Para entender que porção das Gs são adicionadas ao peso aos pneus, você multiplica as forças G pelo seno do grau de inclinação. </li></ul><ul><li>Em nosso exemplo: 4.74 Gs x seno 24 graus = 1.93 Gs </li></ul><ul><li>Assim com 24 graus, são adicionados 1.93 Gs de peso aos pneus. Além disso, uma porção de 1 G da gravidade da Terra também põe mais um pouco de peso nos pneus: 1 G x cos24ø = 0.91 Gs. Junto, 2.84 Gs (ou 2.84 vezes o peso do carro) os carros rebaixados ajudam a aderir a pista. </li></ul>
  4. 4. Força G <ul><li>A aerodinâmica do carro também cria uma força descendente significante a 230 mph. Em um avião, as asas agem como um elevador. Um carro tem spoilers que é como uma asa ao contrário e age opostamente ao elevador: O força descendente mantém o carro colado à pista com uma pressão descendente provida pelas asas dianteiras e traseiras, como também pelo próprio corpo. A quantia de força descendente é espantosa uma vez que o carro está viajando a 200 mph (322 kph), há bastante força no carro que poderia aderi-lo ao teto de um túnel e poderia trafegar de cabeça para baixo. </li></ul><ul><li>Entre a força descendente e as forças G, o peso do carro é aumentado em 4 vezes que mantém os pneus na pista ao percorrer uma pista de 24 graus à 230 mph. </li></ul><ul><li>Os motoristas sofrem um enorme de castigo em uma pista como essa. O nível de aceleração sempre é mais alto que a maioria das pessoas experimentam. Até mesmo uma nave espacial só desenvolve 3 Gs ao decolar. O que surpreende é quanto tempo estes motoristas toleram este tipo de força. </li></ul>
  5. 5. Força G <ul><li>A pista no autódromo do Texas é 1.5 milhas (2.4 km) de extensão: A 230 mph (337 f/s), os motoristas levam aproximadamente 6.5 segundos para ultrapassar a reta frontal, e então eles são batidos por quase 5 Gs de força durante os próximos 6.5 segundos quando atingem a curva. </li></ul><ul><li>Só leva aproximadamente 4 segundos para percorrer a reta posterior na extensão da parte de trás antes da próxima volta e outros 6.5 segundos de quase 5 Gs. </li></ul><ul><li>Se as 600-milhas planejadas (966 km) foram percorridas, os motoristas teriam ido de um lado para outro entre zero e cinco G´s em um total de 800 vezes. </li></ul>

×