Acadêmicos(as): Andriéli Salbego, Karla
Oliveira, Nathália Figueiredo, Samuel
Munhoz.
Professora: Paula Vidal.
EQUILIBRIO ÁCIDO-BÁSICO DURANTE O EXERCÍCIO:
 Definir os termos ácido, base, pH;
 Importância da regulação ácido-básica ...
ÁCIDO:
É uma molécula (eletrólitos) que pode liberar íons de
Hidrogênio em um meio aquoso.
Exemplo:
Ácido lático (ácido fo...
BASE:
São moléculas que em um meio aquoso, são capazes de
receber concentrações de íons de Hidrogênio de uma solução.
Exem...
pH:
Significa o POTENCIAL DE
HIDROGÊNIO, que em uma
solução aquosa indica: acidez
(acidose), neutralidade e
alcalinidade (...
IMPORTÂNCIA DA REGULAÇÃO ÁCIDO-BÁSICA PARA A
REALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO:
A atividade física intensa propicia o aumento da
con...
O aumento de íon de Hidrogênio compromete o exercício
de duas maneiras:
1- Devido a redução da capacidade da célula muscul...
PRINCIPAIS TAMPÕES INTRACELULARES E
EXTRACELULARES:
A regulação da concentração de íons de Hidrogênio nos
líquidos corpora...
 Os tampões extracelulares mais comuns são hemoglobina,
proteínas e bicarbonato.
As proteínas do sangue tem a mesma funçã...
Sistema tampão utilizado para
controlar o pH no sangue:
SISTEMA TAMPÃO ÁCIDO
CARBÔNICO-BICARBONATO
PAPEL DA RESPIRAÇÃO NA REGULAÇÃO DA CONDIÇÃO
ÁCIDO-BÁSICA:
O sistema respiratório é o meio mais rápido para a
regulação do...
REGULAÇÃO DA TEMPERATURA:
 Definição do termo homeotermo;
 Visão geral do equilíbrio térmico durante o exercício;
Visão...
HOMEOTERMO
São todos os animais que mantém
temperatura corporal quase
constante.
Para obter a regulação térmica o corpo é ...
VISÃO GERAL DO EQUILÍBRIO TÉRMICO DURANTE O
EXERCÍCIO:
Regulação da temperatura é manter uma temperatura
interna constante...
VISÃO GERAL DA PRODUÇÃO DE CALOR/PERDA DE
CALOR:
Produção de calor: o corpo produz calor devido a
processos metabólicos no...
Existem 4 tipos de processos de perda de calor entre a pele e o
meio ambiente:
 Condução – contato de uma superfície com ...
 Evaporação – é a principal forma de perda de calor em
ambiente frio durante o exercício. Depende de 3 fatores que são
a ...
PAPEL DO HIPOTÁLAMO COMO
TERMOSTATO DO CORPO:
O termostato do corpo está
localizado no hipotálamo. O
hipotálamo divide-se ...
 A exposição ao frio faz com que o hipotálamo posterior promova
alterações fisiológicas que aumentam a produção corporal ...
EVENTOS TÉRMICOS QUE OCORREM NO AMBIENTE
FRIO/MODERADO E NO AMBIENTE QUENTE/ÚMIDO:
Durante o exercício em um ambiente quen...
EVENTOS TÉRMICOS QUE OCORREM NO AMBIENTE
FRIO/MODERADO E NO AMBIENTE QUENTE/ÚMIDO:
Durante o exercício em um ambiente frio...
HIPOTERMIA X HIPERTERMIA
(Decorrentes de anormalidades na
temperatura corporal.)
 Hipotermia - Queda da temperatura
corpo...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalho fisiologia do exercício - Equilíbrio ácido-básico e temperatura corporal durante o exercício.

5.204 visualizações

Publicada em

Equilíbrio ácido-básico e temperatura corporal durante o exercício.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.204
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
114
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho fisiologia do exercício - Equilíbrio ácido-básico e temperatura corporal durante o exercício.

  1. 1. Acadêmicos(as): Andriéli Salbego, Karla Oliveira, Nathália Figueiredo, Samuel Munhoz. Professora: Paula Vidal.
  2. 2. EQUILIBRIO ÁCIDO-BÁSICO DURANTE O EXERCÍCIO:  Definir os termos ácido, base, pH;  Importância da regulação ácido-básica para a realização do exercício;  Listar os principais tampões intracelulares e extracelulares;  Papel da respiração na regulação da condição ácido-básica.
  3. 3. ÁCIDO: É uma molécula (eletrólitos) que pode liberar íons de Hidrogênio em um meio aquoso. Exemplo: Ácido lático (ácido forte) - produzido durante exercício intenso, como resultado da glicólise. No pH corporal, libera quase todos dos seus íons de H e assim, eleva a concentração desse íon no corpo, deixando-o mais ácido.
  4. 4. BASE: São moléculas que em um meio aquoso, são capazes de receber concentrações de íons de Hidrogênio de uma solução. Exemplo: Bicarbonato (HCO³) – São encontrados em grandes concentrações no sangue e são capazes de se combinar com íons de H, para formar Ácido Carbônico.
  5. 5. pH: Significa o POTENCIAL DE HIDROGÊNIO, que em uma solução aquosa indica: acidez (acidose), neutralidade e alcalinidade (base).
  6. 6. IMPORTÂNCIA DA REGULAÇÃO ÁCIDO-BÁSICA PARA A REALIZAÇÃO DO EXERCÍCIO: A atividade física intensa propicia o aumento da concentração de íons de hidrogênio pelo aumento da produção de ácido lático, prejudicando o desempenho durante o exercício. pH Tempo de exercício Capacidade do músculo produzir tensão
  7. 7. O aumento de íon de Hidrogênio compromete o exercício de duas maneiras: 1- Devido a redução da capacidade da célula muscular produzir ATP, devido a alta concentração de Hidrogênio que inibe certas enzimas. 2- Quando os íons de Hidrogênio competem com os de Cálcio impedindo a contração muscular.  Sendo assim, a IMPORTÂNCIA da regulação ácido-básica no exercício é manter um equilíbrio dos íons de Hidrogênio, balanceando ácidos e bases, para que haja HOMEOSTASE.
  8. 8. PRINCIPAIS TAMPÕES INTRACELULARES E EXTRACELULARES: A regulação da concentração de íons de Hidrogênio nos líquidos corporais é com auxilio dos tampões que são resistentes as alterações do pH.  Os tampões intracelulares mais comuns são proteínas e grupos fosfatos. Proteínas intracelulares contém grupos ionizáveis, que são ácidos fracos capazes de aceitar íons de H. Exemplo: Fosfocreatina, é um tampão útil no início do exercício.
  9. 9.  Os tampões extracelulares mais comuns são hemoglobina, proteínas e bicarbonato. As proteínas do sangue tem a mesma função das proteínas intracelulares, porém são encontradas em pequena quantidade e sua utilidade durante o exercício é limitada. A hemoglobina evita que a concentração de Hidrogênio varie bruscamente, provocando variações de acidez. É fundamental durante as condições de repouso. O bicarbonato, quando concentrado em alta quantidade no sangue, acarreta uma melhora no desempenho em alguns tipos de exercício.
  10. 10. Sistema tampão utilizado para controlar o pH no sangue: SISTEMA TAMPÃO ÁCIDO CARBÔNICO-BICARBONATO
  11. 11. PAPEL DA RESPIRAÇÃO NA REGULAÇÃO DA CONDIÇÃO ÁCIDO-BÁSICA: O sistema respiratório é o meio mais rápido para a regulação do pH sanguíneo pelo controle de quantidade de Co² presente no sangue.  Quando o pH do sangue está elevado (alcalose), aumenta a freqüência respiratória e aumenta a eliminação do CO²;  Quando o pH do sangue está baixo (acidose), a freqüência respiratória diminui, acumulando CO² no sangue, reduzindo a sua eliminação e aumentando a quantidade de bicarbonato.
  12. 12. REGULAÇÃO DA TEMPERATURA:  Definição do termo homeotermo;  Visão geral do equilíbrio térmico durante o exercício; Visão geral da produção de calor/perda de calor;  Definição dos processos pelos quais o corpo pode perder calor durante o exercício; Papel do Hipotálamo como termostato do corpo;  Eventos térmicos que ocorrem no ambiente frio/moderado e no ambiente quente/úmido.
  13. 13. HOMEOTERMO São todos os animais que mantém temperatura corporal quase constante. Para obter a regulação térmica o corpo é equipado de mecanismos nervosos e hormonais que regulam a taxa metabólica e temperatura corporal. Durante a contração, músculos esqueléticos produzem calor, o exercício prolongado em um ambiente quente/frio é uma ameaça grave a saúde, pois há dificuldade em manter a homeostase.
  14. 14. VISÃO GERAL DO EQUILÍBRIO TÉRMICO DURANTE O EXERCÍCIO: Regulação da temperatura é manter uma temperatura interna constante e impedir o superaquecimento ou o super- resfriamento. TEMPERATURA CONSTANTE/IDEAL: CALOR GANHO = CALOR PERDIDO AUMENTO DA TEMPERATURA CORPORAL: CALOR GANHO > CALOR PERDIDO DIMINUIÇÃO DA TEMPERATURA CORPORAL: CALOR GANHO < CALOR PERDIDO
  15. 15. VISÃO GERAL DA PRODUÇÃO DE CALOR/PERDA DE CALOR: Produção de calor: o corpo produz calor devido a processos metabólicos normais. A produção de calor pode ser classificada como voluntária e involuntária. PRODUÇÃO DE CALOR involuntária voluntária TREMORES TERMOGÊNESE EXERCÍCO
  16. 16. Existem 4 tipos de processos de perda de calor entre a pele e o meio ambiente:  Condução – contato de uma superfície com a outra. Ex: a mão fria que pega um copo quente;  Convecção – o movimento de um gás ou líquido tira o calor de uma região;  Radiação – Principal forma de troca de calor durante o repouso; raios infravermelhos (termograma);
  17. 17.  Evaporação – é a principal forma de perda de calor em ambiente frio durante o exercício. Depende de 3 fatores que são a temperatura/umidade/correntes convectivas em torno do corpo /quantidade superfície cutânea exposta ao meio ambiente.
  18. 18. PAPEL DO HIPOTÁLAMO COMO TERMOSTATO DO CORPO: O termostato do corpo está localizado no hipotálamo. O hipotálamo divide-se em anterior e posterior.  O anterior é responsável pela reação ao aumento de temperatura central, enquanto o hipotálamo posterior governa as respostas do corpo a uma diminuição da temperatura ;  No aumento de temperatura o hipotálamo anterior inicia uma série de ações fisiológicas que aumentam a perda de calor. As ações incluem o inicio da sudorese e um aumento do fluxo sanguíneo; ANTERIOR X POSTERIOR
  19. 19.  A exposição ao frio faz com que o hipotálamo posterior promova alterações fisiológicas que aumentam a produção corporal de calor (tremores).
  20. 20. EVENTOS TÉRMICOS QUE OCORREM NO AMBIENTE FRIO/MODERADO E NO AMBIENTE QUENTE/ÚMIDO: Durante o exercício em um ambiente quente/úmido a temperatura central não atinge seu nível máximo, mas continua a aumentar ao longo do exercício. Neste ambiente é aumentado as chances de lesão por calor. AJUSTES FISIOLÓGICOS AO CALOR: 1-Aumento do volume plástico; 2-Início mais precoce e maior taxa de transpiração; 3-Redução do fluxo sanguíneo 4-Aumento das proteínas de choque térmico nos tecidos 5-Redução do cloreto de sódio no suor;
  21. 21. EVENTOS TÉRMICOS QUE OCORREM NO AMBIENTE FRIO/MODERADO E NO AMBIENTE QUENTE/ÚMIDO: Durante o exercício em um ambiente frio/moderado aumenta a capacidade do atleta perder calor e, conseqüentemente, reduzir bastante a chance de lesão causado por calor. Para que o indivíduo/atleta sinta-se mais confortável no frio, a produção de calor aumenta e a temperatura central também. AJUSTES FISIOLÓGICOS AO FRIO: 1-Maior capacidade de dormir em ambientes frios; 2-Aumento da termogênese sem tremores; 3-Maior fluxo sanguíneo intermitente para as mãos e pés.
  22. 22. HIPOTERMIA X HIPERTERMIA (Decorrentes de anormalidades na temperatura corporal.)  Hipotermia - Queda da temperatura corporal (35ºC). Causas: exposição intensa ao frio, exercício físico longo sem roupas adequadas;  Hipertermia - Aumento da temperatura corporal (40ºC) Causas: Exposição intensa ao calor, exposição em horários inadequados, desidratação, fatores que impedem o mecanismo de perda de calor;

×