BIOENERGÉTICA A energia e os seres vivos
EnergiaÉ     a    capacidade      de     produzirum trabalho ou realizar uma ação.
Energia e vidaA cada nível temos menos energia disponível.
Alimentos e energia                       Nos                   alimentos                   a energia                  é i...
Calculando as caloriasSe olharmos para a tabela nutricional no verso de um pacotede aveia, sabor açúcar mascavo, descobrir...
METABOLISMOMetabolismo (do grego metabolismos,     μεταβολισμός,que significa "mudança", troca) é o conjuntode transformaç...
METABOLISMOO     metabolismo     é    normalmente     dividido  em     doisgrupos: anabolismo e catabolismo.Reações anaból...
METABOLISMO
Reações exergônicas(catabolismo) → queliberam energia para otrabalho celular a partirdo potencial dedegradação dosnutrient...
Reações químicas e Energia
As enzimas e a Energia de Ativação
As enzimas são biocatalizadoras diminuindoassim a Energia de Ativação, o que leva aaceleração das reações químicas.
ATP: a “moeda energética”
Adenosina Trifosfato (ATP)ATP              ADP + P
Importância do ATP
Calorias e ATP A glicose armazena cerca de 686 mil calorias por mol, valorque pode ser determinado através de um calorímet...
Respiração Celular  ATP
Respiração celular aeróbicaEquação resumida:  C6H12O6 + O2 → CO2 + H2O + energia     Saldo energético: 38 ATP (30 ATP)
Mitocôndrias: respiração celular (produção de energia)
Fases darespiração aeróbica  Glicólise (citoplasma)Saldo energético:    2 ATP
Ciclo de Krebs (matriz mitocondrial)  ATP                         Saldo energético:                             2 ATP     ...
Cadeia  respiratória(cristas mitocondriais)  Saldo energético:      34 ATP
SALDO ATUAL DE ATP
Fontes energéticas para respiração
Fermentações   Saldo energético: 2 ATP       Equação resumida:C6H12O6 → 2 C3H6O3 (ácido láctico)
Aplicações: fabricação de derivados do leite e cãibranas células musculares.
Equação resumida:C6H12O6 → 2 CO2 + 2 C2H5OH (álcool etílico)
Aplicações: fabricação de pães, bolos e bebidas alcoólicas (cerveja, vinho e champagne).
FOTOSSÍNTESE
Cloroplastos: fotossíntese (síntese de glicose)
Fotossíntese
FotossínteseEquação: 6CO2 + 12H2O + luz solar→ C6H12O6 + 6O2 + 6H2O
Fases da FotossínteseEtapa Fotoquímica (fase clara):       Fotofosforilação      (cíclica e acíclica)       ADP + P → ATP ...
Etapa Química (fase escura):      Síntese da glicose   (Ciclo de Calvin-Benson)CO2 + NADPH + ATP → C6H12O6
FASE CLARA X FASE ESCURA
Etapa Química (fase escura):
Ponto de compensação luminosaTaxametabólica                                                         Fotossíntese          ...
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Bioenergética   respiração, fermentação e fotossíntese
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Bioenergética respiração, fermentação e fotossíntese

1.023 visualizações

Publicada em

Colégio Brasil - 9º ano - Biologia (Metabolismo Celular )

Publicada em: Educação

Bioenergética respiração, fermentação e fotossíntese

  1. 1. BIOENERGÉTICA A energia e os seres vivos
  2. 2. EnergiaÉ a capacidade de produzirum trabalho ou realizar uma ação.
  3. 3. Energia e vidaA cada nível temos menos energia disponível.
  4. 4. Alimentos e energia Nos alimentos a energia é indicada por calorias (Cal) ou Joules (J).
  5. 5. Calculando as caloriasSe olharmos para a tabela nutricional no verso de um pacotede aveia, sabor açúcar mascavo, descobriremos que contém160 calorias. Isso significa que se colocássemos essa aveiaem um prato, levássemos ao fogo e a queimássemoscompletamente (o que na verdade é um pouco complicado), areação produziria 160 quilocalorias (lembre: as calorias doalimento são quilocalorias) - energia suficiente para levantar atemperatura de 160 quilogramas de água em 1º C. Seolhássemos a tabela nutricional com mais cuidado, veríamosque nossa aveia contém 2 gramas de gordura, 4 gramas deproteína e 32 gramas de carboidratos, produzindo um total de162 calorias (aparentemente, os fabricantes de alimentosgostam de arredondá-las). Dessas 162 calorias, 18são de gordura (9cal x 2gr), 16 de proteína (4calx 4gr) e 128 de carboidratos (4cal x 32g).
  6. 6. METABOLISMOMetabolismo (do grego metabolismos, μεταβολισμός,que significa "mudança", troca) é o conjuntode transformações que assubstâncias químicas sofremno interior dos organismos vivos. O termo"metabolismo celular" é usado em referência aoconjunto de todas as reações químicas que ocorremnas células. Estas reações são responsáveis pelosprocessos de síntese e degradação dos nutrientes nacélula e constituem a base da vida, permitindoo crescimento e reprodução das células, mantendo assuas estruturas e adequando respostas aos seusambientes.
  7. 7. METABOLISMOO metabolismo é normalmente dividido em doisgrupos: anabolismo e catabolismo.Reações anabólicas, ou reações de síntese, são reações químicasque produzem nova matéria orgânica nos seres vivos. Sintetizam-se novos compostos (moléculas mais complexas) a partir demoléculas simples (com consumo de ATP).Reações catabólicas, ou reações de decomposição/degradação,são reações químicas que produzem grandes quantidades deenergia livre (sob a forma de ATP) a partir da decomposição oudegradação de moléculas mais complexas (matéria orgânica).Quando o catabolismo supera em atividade o anabolismo, oorganismo perde peso, o que acontece em períodosde jejum ou doença; mas se o anabolismo superar o catabolismo, oorganismo cresce ou ganha peso. Se ambos os processos estãoem equilíbrio, o organismo encontra-se em equilíbriodinâmico ou homeostase.
  8. 8. METABOLISMO
  9. 9. Reações exergônicas(catabolismo) → queliberam energia para otrabalho celular a partirdo potencial dedegradação dosnutrientes orgânicos;Reações endergônicas(anabolismo) → queabsorvem energiaaplicada aofuncionamento dacélula, produzindonovos componentes.
  10. 10. Reações químicas e Energia
  11. 11. As enzimas e a Energia de Ativação
  12. 12. As enzimas são biocatalizadoras diminuindoassim a Energia de Ativação, o que leva aaceleração das reações químicas.
  13. 13. ATP: a “moeda energética”
  14. 14. Adenosina Trifosfato (ATP)ATP ADP + P
  15. 15. Importância do ATP
  16. 16. Calorias e ATP A glicose armazena cerca de 686 mil calorias por mol, valorque pode ser determinado através de um calorímetro.Considerando que na conversão de ATP em ADP háliberação de aproximadamente 8.000 calorias por mol e quea degradação total de um mol de glicose produz 36moléculas de ATP, podemos concluir que as célulasconseguem transferir, para o ATP, cerca de 288 mil caloriaspor mol de glicose. Desta forma, a respiração aeróbia coloca cerca de 40% deenergia contida a disposição da célula para uso posterior nosdiversos trabalhos celulares. Embora, a primeira vista, possaparecer que os sistemas biológicos sejam pouco capazes doponto de vista energético, eles são, em verdade, muito maiseficientes que os sistemas inorgânicos
  17. 17. Respiração Celular  ATP
  18. 18. Respiração celular aeróbicaEquação resumida: C6H12O6 + O2 → CO2 + H2O + energia Saldo energético: 38 ATP (30 ATP)
  19. 19. Mitocôndrias: respiração celular (produção de energia)
  20. 20. Fases darespiração aeróbica Glicólise (citoplasma)Saldo energético: 2 ATP
  21. 21. Ciclo de Krebs (matriz mitocondrial) ATP Saldo energético: 2 ATP 1 ATP para cada ácido pirúvico
  22. 22. Cadeia respiratória(cristas mitocondriais) Saldo energético: 34 ATP
  23. 23. SALDO ATUAL DE ATP
  24. 24. Fontes energéticas para respiração
  25. 25. Fermentações Saldo energético: 2 ATP Equação resumida:C6H12O6 → 2 C3H6O3 (ácido láctico)
  26. 26. Aplicações: fabricação de derivados do leite e cãibranas células musculares.
  27. 27. Equação resumida:C6H12O6 → 2 CO2 + 2 C2H5OH (álcool etílico)
  28. 28. Aplicações: fabricação de pães, bolos e bebidas alcoólicas (cerveja, vinho e champagne).
  29. 29. FOTOSSÍNTESE
  30. 30. Cloroplastos: fotossíntese (síntese de glicose)
  31. 31. Fotossíntese
  32. 32. FotossínteseEquação: 6CO2 + 12H2O + luz solar→ C6H12O6 + 6O2 + 6H2O
  33. 33. Fases da FotossínteseEtapa Fotoquímica (fase clara): Fotofosforilação (cíclica e acíclica) ADP + P → ATP Fotólise da água H2O → H2 + ½ O2 NADP atmosfera
  34. 34. Etapa Química (fase escura): Síntese da glicose (Ciclo de Calvin-Benson)CO2 + NADPH + ATP → C6H12O6
  35. 35. FASE CLARA X FASE ESCURA
  36. 36. Etapa Química (fase escura):
  37. 37. Ponto de compensação luminosaTaxametabólica Fotossíntese Respiração PCL Meia noite Meio dia Taxa de Fotossíntese = Taxa de respiração Equilíbrio energético

×