O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Reações de hipersensibilidade

6.271 visualizações

Publicada em

Descrição dos tipos de respostas de hipersensibilidade e mecanismos envolvidos.

Publicada em: Saúde e medicina

Reações de hipersensibilidade

  1. 1. Reações deReações de hipersensibilidadehipersensibilidade Fredy RS Gutierrez MD, MSc, PhDFredy RS Gutierrez MD, MSc, PhD
  2. 2. “A concepção de que os anticorpos, que devem proteger contra a doença, são também responsáveis pela doença, parece à princípio, absurda.” Clemens von Pirquet, 1906
  3. 3. HipersensibilidadeHipersensibilidade • Exposição prévia • Suscetibilidade • Antígenos normalmente inofensivos • Imediata ou tardia • Tipo I (IgE), II (IgG e IgM), III (Complexos), IV (DTH) • Participam diferentes componentes do S.I.
  4. 4. Hipersensibilidade (HS)Hipersensibilidade (HS) • Tipo I (IgE) • Tipo II (IgG IgM) • Tipo III (Complexos imunes) • Tipo IV (DTH)
  5. 5. Mastócitos, basófilos e eosinófilosMastócitos, basófilos e eosinófilos Mastócito Basófilo Eosinófilo
  6. 6. Reações de hipersensibilidade tipo IReações de hipersensibilidade tipo I
  7. 7. Reações de hipersensibilidade tipo IReações de hipersensibilidade tipo I
  8. 8. Ativação de mastócitosAtivação de mastócitos
  9. 9. Ativação de mastócitosAtivação de mastócitos
  10. 10. Ativação de mastócitosAtivação de mastócitos
  11. 11. Implicações da ativação de mastócitosbasófilosImplicações da ativação de mastócitosbasófilos
  12. 12. Implicações da ativação deImplicações da ativação de eosinófiloseosinófilos
  13. 13. Reação de Hipersensibilidade de faseReação de Hipersensibilidade de fase imediataimediata//tardiatardia
  14. 14. Reação alérgica cutâneaReação alérgica cutânea
  15. 15. Reação alérgica cutâneaReação alérgica cutânea
  16. 16. Reação alérgica cutâneaReação alérgica cutânea
  17. 17. Reação alérgica respiratóriaReação alérgica respiratória
  18. 18. Mediadores e tratamentos na asmaMediadores e tratamentos na asma
  19. 19. Hipersensibilidade (HS)Hipersensibilidade (HS) • Tipo I (IgE) • Tipo II (IgG IgM) • Tipo III (Complexos imunes) • Tipo IV (DTH)
  20. 20. Hipersensibilidade mediada por anticorposHipersensibilidade mediada por anticorpos não-IgE (tipo II e III)não-IgE (tipo II e III)
  21. 21. Hipersensibilidade mediada por anticorpos não-IgE (Tipo II)Hipersensibilidade mediada por anticorpos não-IgE (Tipo II)
  22. 22. Mecanismos efetores do dano tecidual naMecanismos efetores do dano tecidual na hipersensibilidade mediada por anticorpos não-IgEhipersensibilidade mediada por anticorpos não-IgE
  23. 23. Mecanismos efetores do dano tecidual naMecanismos efetores do dano tecidual na hipersensibilidade mediada por anticorpos não-IgEhipersensibilidade mediada por anticorpos não-IgE
  24. 24. Mecanismos efetores do dano tecidual naMecanismos efetores do dano tecidual na hipersensibilidade mediada por anticorpos não-IgEhipersensibilidade mediada por anticorpos não-IgE
  25. 25. Hipersensibilidade (HS)Hipersensibilidade (HS) • Tipo I (IgE) • Tipo II (IgG IgM) • Tipo III (Complexos imunes) • Tipo IV (DTH)
  26. 26. Hipersensibilidade mediada por anticorposHipersensibilidade mediada por anticorpos (tipo III, complexos imunes)(tipo III, complexos imunes)
  27. 27. Glomerulonefrite mediada por anticorposGlomerulonefrite mediada por anticorpos (Tipo II e III)(Tipo II e III)
  28. 28. Glomerulonefrite mediada por anticorposGlomerulonefrite mediada por anticorpos (Tipo II e III)(Tipo II e III)
  29. 29. Doença do soro experimental aguda (Tipo III)Doença do soro experimental aguda (Tipo III)
  30. 30. Hipersensibilidade (HS)Hipersensibilidade (HS) • Tipo I (IgE) • Tipo II (IgG IgM) • Tipo III (Complexos imunes) • Tipo IV (DTH)
  31. 31. Mecanismos da doença mediada por células TMecanismos da doença mediada por células T (Tipo IV)(Tipo IV) • Hapteno-Carregador. Peptídeos próprios modificados pela presença de um agente químico que se complexa a eles (o hapteno). Este complexo é chamado de hapteno- carregador. Isso gera um antígeno novo. • Antígenos novos podem se formar de outras maneiras.
  32. 32. Mecanismos da doença mediada por células TMecanismos da doença mediada por células T (Tipo IV)(Tipo IV)
  33. 33. Reação de hipersensibilidade do tipo tardioReação de hipersensibilidade do tipo tardio (DTH, Tipo IV)(DTH, Tipo IV)
  34. 34. Morfologia de uma reação de DTHMorfologia de uma reação de DTH
  35. 35. Morfologia de uma reação de DTHMorfologia de uma reação de DTH
  36. 36. Inflamação granulomatosaInflamação granulomatosa
  37. 37. Inflamação granulomatosaInflamação granulomatosa
  38. 38. Resumindo...Resumindo...
  39. 39. Reações de hipersensibilidade tipo IReações de hipersensibilidade tipo I
  40. 40. Reações de hipersensibilidade tipo IIReações de hipersensibilidade tipo II
  41. 41. Reações de hipersensibilidade tipo IIIReações de hipersensibilidade tipo III Tipo III: Reação de complexos imunes
  42. 42. Reações de hipersensibilidade tipo IVReações de hipersensibilidade tipo IV
  43. 43. ResumoResumo • Exposição prévia necessária • Antígenos normalmente inofensivos • Imediata ou tardia • Tipo I (IgE), II (IgG e IgM), III (Complexos), IV (DTH) • Participam diferentes componentes do S.I.
  44. 44. Bibliografia sugerida • Abbas, Imunologia Celular e Molecular. 7ª Ed. Elsevier. 2012. Capítulos 18 e 19. • Janeway, Imunobiologia. 8ª Ed. Garland. 2012. Capítulo 14 • Artur M. Silverstein. 9. Allergy and immunopathology: the ‘‘price’’ of immunity. In: A History of Immunology, Second Edition Arthur M. Silverstein. Academic Press, 2009. • Mariana C. Castells Anaphylaxis and Hypersensitivity Reactions (Editor) Humana Press, 2010.

×