Relacoes ecologicas

549 visualizações

Publicada em

Aula sobre relações ecológicas

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
549
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relacoes ecologicas

  1. 1. RELAÇÕES ECOLÓGICAS Sabrina Lima
  2. 2. RELAÇÕES ECOLÓGICAS  INTRA-ESPECÍFICAS - entre indivíduos da mesma espécie.  INTERESPECÍFICAS – entre indivíduos de espécies diferentes. • DESARMÔNICAS (negativas) – representam prejuízo para pelo menos um dos associados. • HARMÔNICAS (positivas) – benefícios para um ou ambos os associados; nenhum dos dois têm perdas.
  3. 3. HARMÔNICAS COLÔNIAS SOCIEDADES DESARMÔNICAS COMPETIÇÃO CANIBALISMO HARMÔNICAS. INQUILINISMO COMENSALISMO MUTUALISMO PROTOCOOPERAÇÃO DESARMÔNICAS ANTIBIOSE COMPETIÇÃO PARASITISMO PREDATISMO SEÕÇALER SACI GÓLOCE ACI FÍ CEPSE.I CEPSERETNI
  4. 4. Colônias Relações harmônicas intra-específicas - indivíduos ligados fisicamente entre si corais, esponjas, bactérias, etc. ZZooaannttííddeeoo -- PPaallyytthhooaa,, AAbbrroollhhooss -- BBAA
  5. 5. SOCIEDADES AGRUPAMENTOS PERMANENTES E COOPERATIVOS, MANTENDO A INDIVIDUALIDADE – com ou sem divisão de trabalho •cupins •formigas •abelhas
  6. 6. CANIBALISMO  Seres da mesma espécie, predando-se.
  7. 7. COMPETIÇÃO INTRA-ESPECÍFICA (+/-)  Disputas por alimento, água, território, parceiros reprodutivos; tem fundo evolutivo.
  8. 8. PROTOCOOPERAÇÃO (+/+)  Associação entre indivíduos de espécies diferentes onde há benefício para ambas as partes. Não existe um comprometimento anatômico. Sua coexistência não é obrigatória. Eremita-paguro e anêmonas
  9. 9. PROTOCOOPERAÇÃO Capivara e gavião-carrapateiro
  10. 10. MUTUALISMO (+/+) Relação em que as espécies se beneficiam reciprocamente, de forma obrigatória. Líquen (algas + fungos), benefício para ambos. Leguminosas e bactérias Rhizobium sp.
  11. 11. COMENSALISMO (+/0)  associação entre indivíduos de espécies diferentes na qual um deles aproveita os restos alimentares ou metabólicos do outro sem causar a este qualquer tipo de prejuízo. Exemplo: a rêmora e o tubarão.  a rêmora e o tubarão
  12. 12. INQUILINOSMO (+/0) Relação na qual uma espécie vive no corpo de outra, sem causar-lhe danos. EPITIFISMO – ORQUÍDEAS (BROMÉLIAS) Epizoísmo: cracas sobre baleias
  13. 13. COMPETIÇÃO INTERESPECÍFICA (+/-)  Relação na qual indivíduos da mesma espécie ou de espécies diferentes disputam pelos mesmos recursos, que podem ser alimento, espaço, luminosidade, etc.
  14. 14. AMENSALISMO (+/-)  um dos indivíduos é capaz de produzir substâncias que podem inibir o desenvolvimento do outro ou mesmo causar sua morte. A substância produzida pela espécie inibidora pode não ter efeito letal sobre a espécie amensal, ou seja, a espécie cujo desenvolvimento é inibido.  Fungos e bactérias produzem substâncias – os antibióticos – que interrompem o crescimento de populações de outros microrganismos.  Pe nic ilium no ta tum é o responsável pela produção do mais antigo antibiótico: a penicilina.
  15. 15. AMENSALISMO  algas protistas (pirrófitas) de cor avermelhada e produtoras de substâncias altamente tóxicas apresentam intensa proliferação, formando enormes manchas vermelhas no oceano. Com isso, a concentração dessas substâncias tóxicas aumenta, provocando ““mmaarréé vveerrmmeellhhaa””.. "Maré vermelha" composta por Noctiluca sp. (foto: Peter Franks; www.redtide.whoi.edu/hab/rtphot os/rtphotos.html). Em 03/03/04
  16. 16. ESCLAVAGISMO (+/-) Uma espécie aproveita-se dos trabalhos de outra, escravizando-a; relação não obrigatória.
  17. 17. PARASISTISMO (+/-) Relação em que uma espécie vive às custas de alimento retirado do corpo de outra ( PARASITA-HOSPEDEIRO) ECTOPARASITAS ENDOPARASITA
  18. 18. Pulgões – parasitas de plantas Retiram seiva elaborada
  19. 19. PARASITISMO  HOLOPARASITAS HEMIPARASITAS Cipó-chumbo Erva-de-passarinho
  20. 20. PREDATISMO  Interação em que um indivíduo de uma espécie (predador) mata um indivíduo de outra espécie (presa) para alimentar-se.
  21. 21. ESTRATÉGIAS DE DISFARCE Mimetismo – imitar outros seres vivos, obtendo vantagens com essa semelhança. Falsa coral Nem todos os animais miméticos procuram se esconder. Assumindo a cor ou aparência de animais perigosos.
  22. 22. •CAMUFLAGEM - envolve semelhança de cor ou de forma entre o ser vivo e o ambiente  O peixe Linguado pode mudar de cor rapidamente de acordo com a coloração do meio.

×