SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 39
GESTÃO DO CONHECIMENTO - GC
GESTÃO DO CONHECIMENTO - GC

Agenda:
Sabrina - Conceitos
Denis - Dimensões da GC
Wilson - Forma de gerar conhecimento
Marcelo - GC e TI
Carlos - GC na prática
João - Conclusão
Conceito de Gestão do
   Conhecimento
        Sabrina
O que é Conhecimento ?

“Ato ou efeito de conhecer, realizado por meio da razão
e/ou da experiência”. (1)

  “Conhecimento consiste em uma crença verdadeira e
justificada”. (2)

Conhecimento é um fato que foi observado e analisado, a
partir de um objetivo e/ou situação, de acordo com a base
de conhecimento, na medida que a pessoa obtém
informação, sempre irá agregar razões e crenças no seu
conhecimento.
                                                (1)Dicionário Houaiss
                                         (2)Platão ( 428ac a 347ac )
Resultado da informação ?

Dado: Coleta das informações organizadas, que podem
consistir de números, palavras ou imagens.

Informação: resultado do processamento, manipulação e
organização de dados, de tal forma que represente uma
modificação (quantitativa ou qualitativa) no conhecimento do
sistema (pessoa, animal ou máquina) que a recebe.

O que é um dado para um indivíduo pode ser informação
e/ou conhecimento para outro.
Classificação do Conhecimento

Tácito - não expresso, subtendido. (1) Experiência do
individuo compreendendo as crenças pessoais, difícil de ser
formalizada ou explicada a outra pessoa.

Implícito - que está envolvido, mas não expresso
claramente(1). Serve para descrever conhecimento, ainda
não documentado mas é possível.

Explícito - Claro, Expresso (1). Formalizado em textos,
desenhos, diagramas, assim como armazenamento em base
de dados.

                                        (1)Dicionário Michaelis (Classificação)
Definição: Gestão do Conhecimento

         “Processo pelo qual uma organização
consciente e sistematicamente coleta, organiza,
           compartilha e analisa seu acervo de
     conhecimento para atingir seus objetivos”

           (Falcão e Bresciani Filho apud Carbone et al, 2005, p. 82).
Objetivo – Gestão do Conhecimento
•   Tornar acessíveis grandes quantidades de informação
    organizacional
•   Permitir a identificação e mapeamento dos ativos de
    conhecimento e informações
•   Apoiar a geração de novos conhecimentos, propiciando
    o estabelecimento de vantagens competitivas.
•   Organiza e acrescenta lógica aos dados de forma a torná-
    los compreensíveis.
•   Aumentar a competitividade da organização através da
    valorização de seus bens intangíveis.


                                                       Wikipédia
Vantagem– Gestão do Conhecimento
•   Vantagem competitiva em relação à concorrência
•   Redução dos custos e tempo de produção e
    desenvolvimento de produtos
•   Rápida comercialização de novos produtos
•   Processos internos e maior fluidez nas operações
•   Tomada de decisões mais eficientes e melhores
    resultados
•   Coordenação de esforços entre unidades de negócios
•   Prestação de serviços (agilidade), da qualidade dos
    produtos e da qualidade do serviço cliente
Dimensões da Gestão do
    Conhecimento
      Denis Pereira
D1 - Estratégia & Alta administração
 • Definição e foco nas competências estratégicas
 • Estratégicas de conhecimento
 • Mapeamento do conhecimento organizacional

D2 - Sistemas de Informação & Comunicação
 • Canais de Comunicação          • Segurança de Informação
 • Política de Informação         • Transparência

D3 - Cultural Organizacional
 • Valores Organizacionais        • Colaboração
 • Inovação                       • Aprendizado
D4 - Organização e processo de trabalho
• Trabalho em equipe        • Flexibilidade organizacional
• Documentação de processos

D5 - Políticas e práticas para administração de RH
• Planos de carreira           • Planos de reconhecimento
• Práticas de Recrutamento     • Estratégias de treinamento

D6 - Mensuração do Resultado
• Foco no impacto nos clientes • Uso de Sist. Informação
D7 - Aprendizado com o Ambiente
• Aprendizado com clientes   • Benchmarking
• Relacionamento com fornecedores e parceiros
Conversão do Conhecimento
 Formas de gerar conhecimento na organização


                  Wilson
Organização baseada no conhecimento

Segundo Nonaka e Takeuchi (1995), conhecimento
organizacional é a capacidade de uma empresa de criar
um novo conhecimento, difundí-lo na organização como um
todo e incorporá-lo a produtos (ou serviços) e sistemas
(processos).
Conceito - BA

Ba é um contexto, que significa “porto”. Pode ser considerado
um espaço compartilhado que serve como base para a criação
do conhecimento.

De acordo com Nonaka, "Ba" pode ser visto como um espaço
compartilhado para relações emergentes. Este espaço pode ser
físico (por exemplo, escritórios, espaços comerciais dispersos),
virtuais (por exemplo, e–mails e teleconferência), mentais (por
exemplo, experiências compartilhadas, ideias e ideais) ou
qualquer combinação dos mesmos.

Ba fornece uma plataforma para o avanço do conhecimento
individual e/ou coletivo.
Modelo da GC

Modelo de conversão com o objetivo de apresentar uma
melhor compreensão sobre a criação de conhecimento e o
gerenciamento desta criação. (Conhecido como modelo de
SECI).
Conversão do Conhecimento
• Socialização:
É a difusão do conhecimento tácito por meio do
compartilhamento de experiências, tais como modelos mentais
ou habilidades técnicas compartilhadas (face to face).

Exemplo: Desenvolvimento conjunto com clientes /fornecedores.

• Externalização:
Processo de articulação do conhecimento tácito em explícito.
Exemplo: Diálogos com utilização de metáforas.
Conversão do Conhecimento

• Combinação:
Processo de sistematização de conceitos em um sistema de
conhecimentos.
Exemplos: A troca e compartilhamento de conhecimentos por
meio de reuniões, conversas por telefone, messenger e sistemas
de computadores.

• Internalização:
Incorporação do conhecimento explícito no conhecimento
tácito. Processos de “aprender fazendo” podem estimular a
internalização.
Exemplo: Treinamento formal.
Ciclo PDCA e Gestão do
     Conhecimento
PDCA e GC

O PDCA aplicado na GC possibilita o compartilhamento de
conhecimento dirigido por uma metodologia orientada para a
melhoria contínua. Os processos de aprendizagem são vinculados
ao Ciclo PDCA, considerando a aprendizagem como um processo
cíclico de revisões e avaliações de atividades executadas.




                                            PACHECO, Ana Paula Reusing, et. al
Ciclo PDCA e GC

• Planejar: Registra o conhecimento por meio do entendimento dos
processos e possibilita transformar o conhecimento tácito em explicito.
Gera debates e troca de ideias que possibilita troca de conhecimento,
resultando em novo conhecimento, fruto deste processo

• Desempenho: Possibilita a socialização e a combinação do
conhecimento pela educação e capacitação, a interiorização na execução
das tarefas conforme os padrões estabelecidos na etapa anterior e,
compartilhar o conhecimento

• Controlar e Agir: Possibilitar a transformação do conhecimento
tácito, experiências da implementação – etapa anterior, em explicito,
gerando novos conhecimentos. Possibilita gerar novos conhecimento
devido a busca pela resolução de problemas encontrados
                                                   PACHECO, Ana Paula Reusing, et. al
Case de aplicação do PDCA na GC




Proposta de Implantação do Ciclo PDCA na Gestão do Conhecimento da
SOFTEX. Fonte: . Fonte SOFTEX (2005)
Gestão do Conhecimento e
 Tecnologia da Informação
         Marcelo
Papel da TI na GC

O Papel de TI é dar suporte - infraestrutura - à GC. Apenas
tecnologia da informação não é suficiente para a gestão do
conhecimento.

A integração entre GC e TI é extremamente complexa, pois
envolve :
•aspectos da organização
•pessoas - aspectos psicológicos
•conhecimentos tácitos
•conhecimentos explícitos
•conhecimentos individuais
•conhecimentos organizacionais
                       Adroaldo Rossetti (2007) – Dr. em Gestão do Conhecimento;
                       Aran Bey Morales (2007) - Dr. Pesquisa Operacional e Sistemas
Contribuição da TI para GC

A contribuição da TI deve ir além do armazenamento e
coleta de registros, deve possibilitar:
•criar ambientes virtuais para o compartilhamento de
conhecimento tácito.
•apoiar à comunicação empresarial e à troca de idéias e
experiências.
•facilitar o compartilhamento de problemas, idéias e
soluções
•ajudar o desenvolvimento do conhecimento coletivo e do
aprendizado contínuo.


                      Adroaldo Rossetti (2007) – Dr. em Gestão do Conhecimento;
                      Aran Bey Morales (2007) - Dr. Pesquisa Operacional e Sistemas
TI para GC

Três aspectos essenciais no desenvolvimento de tecnologia
para apoio ao conhecimento :
•criação de mecanismos que permitam aos profissionais
manter contato e não na captura e disseminação centralizada
de informação.
•o desenvolvimento de sistemas de suporte ao
conhecimento deve estar vinculado a geração de valor ao
negócio.
•as tecnologias de suporte ao conhecimento devem ser
flexíveis e fáceis de usar, dando maior autonomia e com um
mínimo de interferência da área de TI.

                                              Jayme Teixeira Filho (2003);
Desafios da TI na GC

    “O desafio para a área de TI é sair do patamar do
  processamento de transações, e agregar um perfil de
construção de formas de comunicação, de conversação
     e aprendizado, de comunidades de trabalho, e de
       estruturação e acesso às idéias e experiências.”




                                            Jayme Teixeira Filho (2003)
                               presidente da Sociedade Brasileira de GC
                                  Professor da Fundação Getúlio Vargas
Tecnologias úteis para suporte à GC

A TI deve ser utilizada para facilitar a evolução da empresa,
fornecendo meios para que as pessoas possam representar
problemas e criar soluções, como registrar as melhores
práticas e compartilhar o conhecimento gerado na
organização. A TI pode:

• fornecer meios para que as pessoas possam compartilhar
experiências adquiridas com cada projeto
• proporcionar apresentações e aprendizagem das melhores
experiências por meio de cursos online
• proporcionar colaboradores relatarem o histórico do
projeto
                                 Jayme Teixeira Filho (2003); Revista Information Strategy Online
Tecnologias úteis para suporte à GC

As tecnologias principais em uso na Gestão do
Conhecimento são:
•data warehouse / data mining.
•software que apoia o trabalho em grupo.
•grupos de discussão.
•internet, intranet e bases de dados on-line.
•sistemas especialistas e agentes de pesquisa inteligentes.
•gerenciamento eletrônico de documentos.
•videoconferência.



                           Jayme Teixeira Filho (2003); Revista Information Strategy Online
Gestão do Conhecimento na Prática
  considerações aplicação de gestão do conhecimento


                      Carlos
Situação do GC nas Organizações




                  E-Consulting Corp; HSM Management; 2004
Envolvimento dos departamentos




                  E-Consulting Corp; HSM Management; 2004
Espectativas e conquistas com o GC




                    E-Consulting Corp; HSM Management; 2004
Fatores Críticos de Sucesso
•   Vinculação clara e explícita com a estratégia da
    organização
•   Apoio da alta gerência
•   Cultura orientada ao conhecimento
•   Formação de redes sociais
•   Ética e confiança
•   Infraestrutura técnica e organizacional
•   Processos sistematizados de conhecimento
•   Redes de computadores
•   Defensores e lideranças do conhecimento



                                     E-Consulting Corp; HSM Management; 2004
Conclusão

João Marson
Conclusão
•   A adoção da GC depende de vários fatores
    organizacionais que vão além da tecnologia a ser
    adotada.
•   O objetivo com a GC será transformar os
    conhecimentos tácitos contido nas cabeças de seus
    colaboradores em explícitos.
•   Acreditamos nessa tendência, pois as empresas não
    podem depender apenas de uma determinada pessoa
    ou mais.
Conclusão
• Empresas que não possuírem GC a médio e longo
  prazo provavelmente não conseguirão reter
  conhecimento, não conseguirão evoluir seus
  produtos, aprender com o mercado, reduzir
  custos, aumentar produtividade e por fim, se
  manter no mercado.
Referências
SHINYASHIKI, Gilberto Tadeu; TREVIZAN, Maria Auxiliadora; MENDES, Isabel Amélia Costa. Sobre a criação e a gestão
do conhecimento organizacional. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104-
11692003000400013&script=sci_arttext&tlng=pt>. Acesso em: 02 out. 2010.

E-CONSULTING CORP. A gestão do conhecimento na prática. HSM Management, São Paulo, n. , jan-fev. 2010.

CARLETTO, Balduir; ESCORSIM Sérgio; FRANCISCO, Antonio Carlos; CARVALHO, Hélio Gomes.. As sete dimensões da
gestão do conhecimento na organização: caso Iapó. In: SIMPEP, 8, 2006, Bauru. As sete dimensões da gestão do
conhecimento na organização: caso Iapó.Bauru, 2006. p. 1 - 10.

EYNG, Ivanilde Scussiatto; MACHADO, Liliane Correa. As sete dimensões da gestão do conhecimento na
organização: caso Iapó: um estudo de caso na Gecor S.A.. In: SEMINÁRIO LATINO-IBEROAMERICANO DE
GESTIÓN DE TECNOLÓGIA, 6., 2005, Salvador., 2006.

SILVEIRA, Gutenberg de Araújo; SANTOS, Silvio Aparecido; KUNIYOSH, Márcio Shoiti. GESTÃO DO
CONHECIMENTO EM EMPRESAS DE TECNOLOGIA INTENSIVA E SUAS CONTRIBUIÇOES PARA A
CRIAÇÃO DE VALOR: ESTUDO DE CASOS. [são Paulo], [2005].

ROSSETTI, Adroaldo; MORALES, Aran Bey. O papel da tecnologia da informação na gestão do conhecimento.
Brasília, 2007.

FILHO, Jayme Teixeira. Tecnologia da informação para a gestão do conhecimento . , 2003. Disponível em:
<http://www.w3net.com.br/noticias/artigo/?artigo=7>. Acesso em: 01 out. 2010.

GIUGLIANI, Eduardo. Gestão do Conhecimento Empresarial. Disponível em: <
http://www.pucrs.br/feng/civil/professores/giugliani/Gestao_Notas_05_Conhecimento_nas_Organizacoes.pdf>. Acesso em: 03
out. 2010
Referências
VERNI, Marli de Lourdes. Gestão do Conhecimento Nas Organizações Contemporâneas. Universidade Estadual de
Londrina. [são Paulo], [2005].

PACHECO, Ana Paula Reusing; SALLES, Bertholdo Werner; GARCIA, Marcos Antônio; POSSAMAI, Osmar. O ciclo PDCA
na gestão do conhecimento: Uma abordagem sistêmica. Universidade federal de Santa Catarina, Florianópolis: SD.
Disponível em: http://www.isssbrasil.usp.br/pdfs2/ana.pdf, acesso em 25 de outubro de 2010.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula - Sistemas de Informação
Aula - Sistemas de InformaçãoAula - Sistemas de Informação
Aula - Sistemas de InformaçãoDaniela Brauner
 
Gestão do conhecimento
Gestão do conhecimentoGestão do conhecimento
Gestão do conhecimentoFaseLog
 
SIG - Sistema de Informação Gerencial - Técnico em RH
SIG - Sistema de Informação Gerencial - Técnico em RHSIG - Sistema de Informação Gerencial - Técnico em RH
SIG - Sistema de Informação Gerencial - Técnico em RHAntonio Pinto Pereira
 
Sistemas de Informações Gerenciais - SIG
Sistemas de Informações Gerenciais - SIGSistemas de Informações Gerenciais - SIG
Sistemas de Informações Gerenciais - SIGMúsicaParaense.Org
 
Gestão do Conhecimento
Gestão do ConhecimentoGestão do Conhecimento
Gestão do ConhecimentoHudson Augusto
 
Avaliação de desempenho - O papel do avaliador
Avaliação de desempenho  - O papel do avaliadorAvaliação de desempenho  - O papel do avaliador
Avaliação de desempenho - O papel do avaliadorAnildo Junior
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Wandick Rocha de Aquino
 
Gestão por Competência
Gestão por CompetênciaGestão por Competência
Gestão por Competênciaguest65dc90
 
Sistema de informação gerencial
Sistema de informação gerencialSistema de informação gerencial
Sistema de informação gerencialDenilson Sousa
 
Capítulo 1 evolução na gestão de pessoas
Capítulo 1   evolução na gestão de pessoasCapítulo 1   evolução na gestão de pessoas
Capítulo 1 evolução na gestão de pessoasmvaf_rj
 
Processo de monitorar pessoas gp
Processo de monitorar pessoas gpProcesso de monitorar pessoas gp
Processo de monitorar pessoas gprenatawr1
 
Sistemas de Informações Gerenciais - SIG
Sistemas de Informações Gerenciais - SIGSistemas de Informações Gerenciais - SIG
Sistemas de Informações Gerenciais - SIGJoão Filho
 
Gestão de recursos humanos
Gestão de recursos humanosGestão de recursos humanos
Gestão de recursos humanosNicole Fernandes
 
Recrutamento e Seleção
Recrutamento e SeleçãoRecrutamento e Seleção
Recrutamento e SeleçãoCaroline Ricci
 
Gestão do Conhecimento_ parte 1
Gestão do Conhecimento_ parte 1Gestão do Conhecimento_ parte 1
Gestão do Conhecimento_ parte 1Leonardo Moraes
 

Mais procurados (20)

Estrutura organizacional
Estrutura organizacionalEstrutura organizacional
Estrutura organizacional
 
Aula - Sistemas de Informação
Aula - Sistemas de InformaçãoAula - Sistemas de Informação
Aula - Sistemas de Informação
 
Gestão do conhecimento
Gestão do conhecimentoGestão do conhecimento
Gestão do conhecimento
 
SIG - Sistema de Informação Gerencial - Técnico em RH
SIG - Sistema de Informação Gerencial - Técnico em RHSIG - Sistema de Informação Gerencial - Técnico em RH
SIG - Sistema de Informação Gerencial - Técnico em RH
 
Recrutamento de Pessoas
Recrutamento de PessoasRecrutamento de Pessoas
Recrutamento de Pessoas
 
Sistemas de Informações Gerenciais - SIG
Sistemas de Informações Gerenciais - SIGSistemas de Informações Gerenciais - SIG
Sistemas de Informações Gerenciais - SIG
 
Gestão do Conhecimento
Gestão do ConhecimentoGestão do Conhecimento
Gestão do Conhecimento
 
Avaliação de desempenho - O papel do avaliador
Avaliação de desempenho  - O papel do avaliadorAvaliação de desempenho  - O papel do avaliador
Avaliação de desempenho - O papel do avaliador
 
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
Práticas de Recursos Humanos - Aula 1 a 10
 
Gestão por Competência
Gestão por CompetênciaGestão por Competência
Gestão por Competência
 
Sistema de informação gerencial
Sistema de informação gerencialSistema de informação gerencial
Sistema de informação gerencial
 
Apostila do curso assistente administrativo
Apostila do curso assistente administrativoApostila do curso assistente administrativo
Apostila do curso assistente administrativo
 
Mapeamento de Processos
Mapeamento de ProcessosMapeamento de Processos
Mapeamento de Processos
 
Capítulo 1 evolução na gestão de pessoas
Capítulo 1   evolução na gestão de pessoasCapítulo 1   evolução na gestão de pessoas
Capítulo 1 evolução na gestão de pessoas
 
Processo de monitorar pessoas gp
Processo de monitorar pessoas gpProcesso de monitorar pessoas gp
Processo de monitorar pessoas gp
 
A tão temida entrevista de emprego.
A tão temida entrevista de emprego.A tão temida entrevista de emprego.
A tão temida entrevista de emprego.
 
Sistemas de Informações Gerenciais - SIG
Sistemas de Informações Gerenciais - SIGSistemas de Informações Gerenciais - SIG
Sistemas de Informações Gerenciais - SIG
 
Gestão de recursos humanos
Gestão de recursos humanosGestão de recursos humanos
Gestão de recursos humanos
 
Recrutamento e Seleção
Recrutamento e SeleçãoRecrutamento e Seleção
Recrutamento e Seleção
 
Gestão do Conhecimento_ parte 1
Gestão do Conhecimento_ parte 1Gestão do Conhecimento_ parte 1
Gestão do Conhecimento_ parte 1
 

Destaque

Gestão do Conhecimento
Gestão do ConhecimentoGestão do Conhecimento
Gestão do ConhecimentoJoselaine
 
A gestão do conhecimento nas universidades: o papel dos Repositórios Instituc...
A gestão do conhecimento nas universidades: o papel dos Repositórios Instituc...A gestão do conhecimento nas universidades: o papel dos Repositórios Instituc...
A gestão do conhecimento nas universidades: o papel dos Repositórios Instituc...Biblioteca do ISCTE-IUL
 
Interação Universidade-Empresa em Projetos de Inovação Tecnológica
Interação Universidade-Empresa em Projetos de Inovação TecnológicaInteração Universidade-Empresa em Projetos de Inovação Tecnológica
Interação Universidade-Empresa em Projetos de Inovação TecnológicaPortal Inovação UFMS
 
Uso da informação tecnológica para tomada de decisões utilizando o software P...
Uso da informação tecnológica para tomada de decisões utilizando o software P...Uso da informação tecnológica para tomada de decisões utilizando o software P...
Uso da informação tecnológica para tomada de decisões utilizando o software P...Marcelo Dultra
 
Gestão do Conhecimento; Inteligência; Competitividade; Inovação
Gestão do Conhecimento; Inteligência; Competitividade; InovaçãoGestão do Conhecimento; Inteligência; Competitividade; Inovação
Gestão do Conhecimento; Inteligência; Competitividade; InovaçãoDeomari Fragoso
 
Metodologia do trabalho científico
Metodologia do trabalho científicoMetodologia do trabalho científico
Metodologia do trabalho científicoDricaSantiago
 
Exercicis transformadors
Exercicis transformadorsExercicis transformadors
Exercicis transformadorsalexbel10
 
Colaboracao, inovacao e gestao do conhecimento
Colaboracao, inovacao e gestao do conhecimentoColaboracao, inovacao e gestao do conhecimento
Colaboracao, inovacao e gestao do conhecimentoJose Claudio Terra
 
O conhecimento tecnológico e a gestão do conhecimento
O conhecimento tecnológico e a gestão do conhecimentoO conhecimento tecnológico e a gestão do conhecimento
O conhecimento tecnológico e a gestão do conhecimentoRoberto C. S. Pacheco
 
Inovação na Era Do Conhecimento
Inovação na Era Do ConhecimentoInovação na Era Do Conhecimento
Inovação na Era Do ConhecimentoLeonardo Moraes
 
Balanced Scorecard - Gestão do Conhecimento
Balanced Scorecard - Gestão do ConhecimentoBalanced Scorecard - Gestão do Conhecimento
Balanced Scorecard - Gestão do ConhecimentoCristiane Conti
 
Gestão Estratégica da Inovação Tecnológica
Gestão Estratégica da Inovação TecnológicaGestão Estratégica da Inovação Tecnológica
Gestão Estratégica da Inovação TecnológicaMacroplan
 
As 10 principais tendências em business intelligence para 2015
As 10 principais tendências em business intelligence para 2015As 10 principais tendências em business intelligence para 2015
As 10 principais tendências em business intelligence para 2015Tableau Software
 
Conceitos Tabelas Fatos e Dimensões no BI
Conceitos Tabelas Fatos e Dimensões no BIConceitos Tabelas Fatos e Dimensões no BI
Conceitos Tabelas Fatos e Dimensões no BIJosé Nascimento
 
Aula 13 Universidade Corporativa e Gestão do Conhecimento
Aula 13 Universidade Corporativa e Gestão do ConhecimentoAula 13 Universidade Corporativa e Gestão do Conhecimento
Aula 13 Universidade Corporativa e Gestão do ConhecimentoCarlos Alves
 

Destaque (20)

Gestão do Conhecimento
Gestão do ConhecimentoGestão do Conhecimento
Gestão do Conhecimento
 
A gestão do conhecimento nas universidades: o papel dos Repositórios Instituc...
A gestão do conhecimento nas universidades: o papel dos Repositórios Instituc...A gestão do conhecimento nas universidades: o papel dos Repositórios Instituc...
A gestão do conhecimento nas universidades: o papel dos Repositórios Instituc...
 
Gestão da inovação nas empresas
Gestão da inovação nas empresasGestão da inovação nas empresas
Gestão da inovação nas empresas
 
Interação Universidade-Empresa em Projetos de Inovação Tecnológica
Interação Universidade-Empresa em Projetos de Inovação TecnológicaInteração Universidade-Empresa em Projetos de Inovação Tecnológica
Interação Universidade-Empresa em Projetos de Inovação Tecnológica
 
Uso da informação tecnológica para tomada de decisões utilizando o software P...
Uso da informação tecnológica para tomada de decisões utilizando o software P...Uso da informação tecnológica para tomada de decisões utilizando o software P...
Uso da informação tecnológica para tomada de decisões utilizando o software P...
 
Gestão do Conhecimento; Inteligência; Competitividade; Inovação
Gestão do Conhecimento; Inteligência; Competitividade; InovaçãoGestão do Conhecimento; Inteligência; Competitividade; Inovação
Gestão do Conhecimento; Inteligência; Competitividade; Inovação
 
Metodologia do trabalho científico
Metodologia do trabalho científicoMetodologia do trabalho científico
Metodologia do trabalho científico
 
Exercicis transformadors
Exercicis transformadorsExercicis transformadors
Exercicis transformadors
 
Colaboracao, inovacao e gestao do conhecimento
Colaboracao, inovacao e gestao do conhecimentoColaboracao, inovacao e gestao do conhecimento
Colaboracao, inovacao e gestao do conhecimento
 
O conhecimento tecnológico e a gestão do conhecimento
O conhecimento tecnológico e a gestão do conhecimentoO conhecimento tecnológico e a gestão do conhecimento
O conhecimento tecnológico e a gestão do conhecimento
 
Inovação na Era Do Conhecimento
Inovação na Era Do ConhecimentoInovação na Era Do Conhecimento
Inovação na Era Do Conhecimento
 
Balanced Scorecard - Gestão do Conhecimento
Balanced Scorecard - Gestão do ConhecimentoBalanced Scorecard - Gestão do Conhecimento
Balanced Scorecard - Gestão do Conhecimento
 
Lei de inovação
Lei de inovaçãoLei de inovação
Lei de inovação
 
Como tomar decisões com Business Intelligence
Como tomar decisões com Business IntelligenceComo tomar decisões com Business Intelligence
Como tomar decisões com Business Intelligence
 
Gestão Estratégica da Inovação Tecnológica
Gestão Estratégica da Inovação TecnológicaGestão Estratégica da Inovação Tecnológica
Gestão Estratégica da Inovação Tecnológica
 
Business Intelligence
Business IntelligenceBusiness Intelligence
Business Intelligence
 
GC: Conceitos VS Práticas
GC: Conceitos VS PráticasGC: Conceitos VS Práticas
GC: Conceitos VS Práticas
 
As 10 principais tendências em business intelligence para 2015
As 10 principais tendências em business intelligence para 2015As 10 principais tendências em business intelligence para 2015
As 10 principais tendências em business intelligence para 2015
 
Conceitos Tabelas Fatos e Dimensões no BI
Conceitos Tabelas Fatos e Dimensões no BIConceitos Tabelas Fatos e Dimensões no BI
Conceitos Tabelas Fatos e Dimensões no BI
 
Aula 13 Universidade Corporativa e Gestão do Conhecimento
Aula 13 Universidade Corporativa e Gestão do ConhecimentoAula 13 Universidade Corporativa e Gestão do Conhecimento
Aula 13 Universidade Corporativa e Gestão do Conhecimento
 

Semelhante a GESTÃO DO CONHECIMENTO

Gestão do Conhecimento e Tecnologia
Gestão do Conhecimento e TecnologiaGestão do Conhecimento e Tecnologia
Gestão do Conhecimento e TecnologiaMarcelo Ramos
 
Gestao do conhecmiento e cultura organizacional
Gestao do conhecmiento e cultura organizacionalGestao do conhecmiento e cultura organizacional
Gestao do conhecmiento e cultura organizacionalpitanguinhass
 
Diagnósticos de Maturidade e plano de ação de Gestão do Conhecimento.
Diagnósticos de Maturidade e plano de ação de Gestão do Conhecimento.Diagnósticos de Maturidade e plano de ação de Gestão do Conhecimento.
Diagnósticos de Maturidade e plano de ação de Gestão do Conhecimento.Patrícia de Sá Freire, PhD. Eng.
 
Gestão do conhecimento em engenharia de software
Gestão do conhecimento em engenharia de softwareGestão do conhecimento em engenharia de software
Gestão do conhecimento em engenharia de softwareWashington da Costa
 
Gestao do conhecimento
Gestao do conhecimentoGestao do conhecimento
Gestao do conhecimentoCharlley Luz
 
Gestao do conhecimento: Produtividade e Competitividade
Gestao do conhecimento: Produtividade e CompetitividadeGestao do conhecimento: Produtividade e Competitividade
Gestao do conhecimento: Produtividade e CompetitividadeJose Claudio Terra
 
Evento de GC no IPEA - Palestra de Abertura: Andre Saito
Evento de GC no IPEA - Palestra de Abertura: Andre SaitoEvento de GC no IPEA - Palestra de Abertura: Andre Saito
Evento de GC no IPEA - Palestra de Abertura: Andre SaitoinovaDay .
 
FREIRE, P.S. 2021_Gestão do Conhecimento_primeiros passos.pdf
FREIRE, P.S. 2021_Gestão do Conhecimento_primeiros passos.pdfFREIRE, P.S. 2021_Gestão do Conhecimento_primeiros passos.pdf
FREIRE, P.S. 2021_Gestão do Conhecimento_primeiros passos.pdfPatrícia de Sá Freire, PhD. Eng.
 
Gestao do Conhecimento - Praticas de Gestao
Gestao do Conhecimento - Praticas de GestaoGestao do Conhecimento - Praticas de Gestao
Gestao do Conhecimento - Praticas de GestaoKenneth Corrêa
 
KM Brasil 2010 - Tutorial "Gestão do Conhecimento: Da Estratégia aos Resultad...
KM Brasil 2010 - Tutorial "Gestão do Conhecimento: Da Estratégia aos Resultad...KM Brasil 2010 - Tutorial "Gestão do Conhecimento: Da Estratégia aos Resultad...
KM Brasil 2010 - Tutorial "Gestão do Conhecimento: Da Estratégia aos Resultad...Beto do Valle
 
Gestão do Conhecimento por Christian (1).pptx
Gestão do Conhecimento por Christian (1).pptxGestão do Conhecimento por Christian (1).pptx
Gestão do Conhecimento por Christian (1).pptxssuser17026c1
 
Gestão do Conhecimento por Christian.pptx
Gestão do Conhecimento por Christian.pptxGestão do Conhecimento por Christian.pptx
Gestão do Conhecimento por Christian.pptxEduardoWeber17
 
Gestao De Conhecimento Em Bibliotecas Universitarias
Gestao De Conhecimento Em Bibliotecas UniversitariasGestao De Conhecimento Em Bibliotecas Universitarias
Gestao De Conhecimento Em Bibliotecas UniversitariasElisabeth Dudziak
 
Gestao Do Conhecimento & Web 2.0 No Governo
Gestao Do Conhecimento & Web 2.0 No GovernoGestao Do Conhecimento & Web 2.0 No Governo
Gestao Do Conhecimento & Web 2.0 No GovernoJose Claudio Terra
 
Sistemas de Informação - Inteligencia coletiva parte 3
Sistemas de Informação - Inteligencia coletiva parte 3Sistemas de Informação - Inteligencia coletiva parte 3
Sistemas de Informação - Inteligencia coletiva parte 3Paulo Sérgio Ramão
 
Conceitos de GC&I e Desafios na Gestão Pública
Conceitos de GC&I e Desafios na Gestão PúblicaConceitos de GC&I e Desafios na Gestão Pública
Conceitos de GC&I e Desafios na Gestão PúblicainovaDay .
 

Semelhante a GESTÃO DO CONHECIMENTO (20)

Gestão do Conhecimento e Tecnologia
Gestão do Conhecimento e TecnologiaGestão do Conhecimento e Tecnologia
Gestão do Conhecimento e Tecnologia
 
Gestao do conhecmiento e cultura organizacional
Gestao do conhecmiento e cultura organizacionalGestao do conhecmiento e cultura organizacional
Gestao do conhecmiento e cultura organizacional
 
Diagnósticos de Maturidade e plano de ação de Gestão do Conhecimento.
Diagnósticos de Maturidade e plano de ação de Gestão do Conhecimento.Diagnósticos de Maturidade e plano de ação de Gestão do Conhecimento.
Diagnósticos de Maturidade e plano de ação de Gestão do Conhecimento.
 
Gestão do conhecimento em engenharia de software
Gestão do conhecimento em engenharia de softwareGestão do conhecimento em engenharia de software
Gestão do conhecimento em engenharia de software
 
Gestao do conhecimento
Gestao do conhecimentoGestao do conhecimento
Gestao do conhecimento
 
Engenharia e Gestão do Conhecimento: Conceitos e Cases
Engenharia e Gestão do Conhecimento: Conceitos e CasesEngenharia e Gestão do Conhecimento: Conceitos e Cases
Engenharia e Gestão do Conhecimento: Conceitos e Cases
 
Gestao do conhecimento: Produtividade e Competitividade
Gestao do conhecimento: Produtividade e CompetitividadeGestao do conhecimento: Produtividade e Competitividade
Gestao do conhecimento: Produtividade e Competitividade
 
Evento de GC no IPEA - Palestra de Abertura: Andre Saito
Evento de GC no IPEA - Palestra de Abertura: Andre SaitoEvento de GC no IPEA - Palestra de Abertura: Andre Saito
Evento de GC no IPEA - Palestra de Abertura: Andre Saito
 
Freire, p.s. 2021 gestão do conhecimento primeiros passos
Freire, p.s. 2021 gestão do conhecimento primeiros passosFreire, p.s. 2021 gestão do conhecimento primeiros passos
Freire, p.s. 2021 gestão do conhecimento primeiros passos
 
FREIRE, P.S. 2021_Gestão do Conhecimento_primeiros passos.pdf
FREIRE, P.S. 2021_Gestão do Conhecimento_primeiros passos.pdfFREIRE, P.S. 2021_Gestão do Conhecimento_primeiros passos.pdf
FREIRE, P.S. 2021_Gestão do Conhecimento_primeiros passos.pdf
 
Gestao do Conhecimento - Praticas de Gestao
Gestao do Conhecimento - Praticas de GestaoGestao do Conhecimento - Praticas de Gestao
Gestao do Conhecimento - Praticas de Gestao
 
KM Brasil 2010 - Tutorial "Gestão do Conhecimento: Da Estratégia aos Resultad...
KM Brasil 2010 - Tutorial "Gestão do Conhecimento: Da Estratégia aos Resultad...KM Brasil 2010 - Tutorial "Gestão do Conhecimento: Da Estratégia aos Resultad...
KM Brasil 2010 - Tutorial "Gestão do Conhecimento: Da Estratégia aos Resultad...
 
Palestra gc ulbra
Palestra gc ulbraPalestra gc ulbra
Palestra gc ulbra
 
Gestão do Conhecimento por Christian (1).pptx
Gestão do Conhecimento por Christian (1).pptxGestão do Conhecimento por Christian (1).pptx
Gestão do Conhecimento por Christian (1).pptx
 
Gestão do Conhecimento por Christian.pptx
Gestão do Conhecimento por Christian.pptxGestão do Conhecimento por Christian.pptx
Gestão do Conhecimento por Christian.pptx
 
Gestao De Conhecimento Em Bibliotecas Universitarias
Gestao De Conhecimento Em Bibliotecas UniversitariasGestao De Conhecimento Em Bibliotecas Universitarias
Gestao De Conhecimento Em Bibliotecas Universitarias
 
Gestao Do Conhecimento & Web 2.0 No Governo
Gestao Do Conhecimento & Web 2.0 No GovernoGestao Do Conhecimento & Web 2.0 No Governo
Gestao Do Conhecimento & Web 2.0 No Governo
 
Sistemas de Informação - Inteligencia coletiva parte 3
Sistemas de Informação - Inteligencia coletiva parte 3Sistemas de Informação - Inteligencia coletiva parte 3
Sistemas de Informação - Inteligencia coletiva parte 3
 
Web 2.0 e Gestão do Conhecimento
Web 2.0  e Gestão do ConhecimentoWeb 2.0  e Gestão do Conhecimento
Web 2.0 e Gestão do Conhecimento
 
Conceitos de GC&I e Desafios na Gestão Pública
Conceitos de GC&I e Desafios na Gestão PúblicaConceitos de GC&I e Desafios na Gestão Pública
Conceitos de GC&I e Desafios na Gestão Pública
 

Mais de Sabrina Mariana

Gestão de Projeto - Fast Shop Mega Store
Gestão de Projeto  -  Fast Shop Mega StoreGestão de Projeto  -  Fast Shop Mega Store
Gestão de Projeto - Fast Shop Mega StoreSabrina Mariana
 
Gestão da Qualidade - Metodologia ágil
Gestão da Qualidade - Metodologia ágilGestão da Qualidade - Metodologia ágil
Gestão da Qualidade - Metodologia ágilSabrina Mariana
 
Gestão da qualidade metodologia ágil v01 (2)
Gestão da qualidade   metodologia ágil v01 (2)Gestão da qualidade   metodologia ágil v01 (2)
Gestão da qualidade metodologia ágil v01 (2)Sabrina Mariana
 
Gestão de Projetos - Palco Brasilidade
Gestão de Projetos - Palco BrasilidadeGestão de Projetos - Palco Brasilidade
Gestão de Projetos - Palco BrasilidadeSabrina Mariana
 
Apresentação fernao capelo gaivota
Apresentação fernao capelo gaivotaApresentação fernao capelo gaivota
Apresentação fernao capelo gaivotaSabrina Mariana
 
Apresentação árvore do conhecimento - final 2
Apresentação   árvore do conhecimento - final 2Apresentação   árvore do conhecimento - final 2
Apresentação árvore do conhecimento - final 2Sabrina Mariana
 
EAP - O PROJETO FAST SHOP MEGA STORE
EAP - O PROJETO FAST SHOP MEGA STOREEAP - O PROJETO FAST SHOP MEGA STORE
EAP - O PROJETO FAST SHOP MEGA STORESabrina Mariana
 
CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO - GESTÃO DE PROJETOS - O PROJETO FAST SHOP MEGA STORE
CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO -  GESTÃO DE PROJETOS  - O PROJETO FAST SHOP MEGA STORECURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO -  GESTÃO DE PROJETOS  - O PROJETO FAST SHOP MEGA STORE
CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO - GESTÃO DE PROJETOS - O PROJETO FAST SHOP MEGA STORESabrina Mariana
 
ESTRATÉGIA DE REAÇÃO EM CALL CENTER: UMA PROPOSTA DE ARQUITETURA
ESTRATÉGIA DE REAÇÃO EM CALL CENTER: UMA PROPOSTA DE ARQUITETURAESTRATÉGIA DE REAÇÃO EM CALL CENTER: UMA PROPOSTA DE ARQUITETURA
ESTRATÉGIA DE REAÇÃO EM CALL CENTER: UMA PROPOSTA DE ARQUITETURASabrina Mariana
 
ESTRATÉGIA DE REAÇÃO EM CALL CENTER: UMA PROPOSTA DE ARQUITETURA
ESTRATÉGIA DE REAÇÃO EM CALL CENTER: UMA PROPOSTA DE ARQUITETURAESTRATÉGIA DE REAÇÃO EM CALL CENTER: UMA PROPOSTA DE ARQUITETURA
ESTRATÉGIA DE REAÇÃO EM CALL CENTER: UMA PROPOSTA DE ARQUITETURASabrina Mariana
 
Teorias Pedagógica de Aprendizagem
Teorias Pedagógica de AprendizagemTeorias Pedagógica de Aprendizagem
Teorias Pedagógica de AprendizagemSabrina Mariana
 

Mais de Sabrina Mariana (13)

Gestão de Projeto - Fast Shop Mega Store
Gestão de Projeto  -  Fast Shop Mega StoreGestão de Projeto  -  Fast Shop Mega Store
Gestão de Projeto - Fast Shop Mega Store
 
Gestão da Qualidade - Metodologia ágil
Gestão da Qualidade - Metodologia ágilGestão da Qualidade - Metodologia ágil
Gestão da Qualidade - Metodologia ágil
 
Gestão da qualidade metodologia ágil v01 (2)
Gestão da qualidade   metodologia ágil v01 (2)Gestão da qualidade   metodologia ágil v01 (2)
Gestão da qualidade metodologia ágil v01 (2)
 
Aula de Dot Project
Aula de Dot ProjectAula de Dot Project
Aula de Dot Project
 
Gestão de Projetos - Palco Brasilidade
Gestão de Projetos - Palco BrasilidadeGestão de Projetos - Palco Brasilidade
Gestão de Projetos - Palco Brasilidade
 
Apresentação fernao capelo gaivota
Apresentação fernao capelo gaivotaApresentação fernao capelo gaivota
Apresentação fernao capelo gaivota
 
Apresentação árvore do conhecimento - final 2
Apresentação   árvore do conhecimento - final 2Apresentação   árvore do conhecimento - final 2
Apresentação árvore do conhecimento - final 2
 
Versao final risco
Versao final riscoVersao final risco
Versao final risco
 
EAP - O PROJETO FAST SHOP MEGA STORE
EAP - O PROJETO FAST SHOP MEGA STOREEAP - O PROJETO FAST SHOP MEGA STORE
EAP - O PROJETO FAST SHOP MEGA STORE
 
CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO - GESTÃO DE PROJETOS - O PROJETO FAST SHOP MEGA STORE
CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO -  GESTÃO DE PROJETOS  - O PROJETO FAST SHOP MEGA STORECURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO -  GESTÃO DE PROJETOS  - O PROJETO FAST SHOP MEGA STORE
CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO - GESTÃO DE PROJETOS - O PROJETO FAST SHOP MEGA STORE
 
ESTRATÉGIA DE REAÇÃO EM CALL CENTER: UMA PROPOSTA DE ARQUITETURA
ESTRATÉGIA DE REAÇÃO EM CALL CENTER: UMA PROPOSTA DE ARQUITETURAESTRATÉGIA DE REAÇÃO EM CALL CENTER: UMA PROPOSTA DE ARQUITETURA
ESTRATÉGIA DE REAÇÃO EM CALL CENTER: UMA PROPOSTA DE ARQUITETURA
 
ESTRATÉGIA DE REAÇÃO EM CALL CENTER: UMA PROPOSTA DE ARQUITETURA
ESTRATÉGIA DE REAÇÃO EM CALL CENTER: UMA PROPOSTA DE ARQUITETURAESTRATÉGIA DE REAÇÃO EM CALL CENTER: UMA PROPOSTA DE ARQUITETURA
ESTRATÉGIA DE REAÇÃO EM CALL CENTER: UMA PROPOSTA DE ARQUITETURA
 
Teorias Pedagógica de Aprendizagem
Teorias Pedagógica de AprendizagemTeorias Pedagógica de Aprendizagem
Teorias Pedagógica de Aprendizagem
 

Último

QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...WelitaDiaz1
 
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxSão Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxMartin M Flynn
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfFbioFerreira207918
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivararambomarcos
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024azulassessoria9
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaCentro Jacques Delors
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Centro Jacques Delors
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxprofbrunogeo95
 

Último (20)

QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptxSão Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
São Damião, missionário entre os leprosos de Molokai, Havaí.pptx
 
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdfMissa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
Missa catequese para o dia da mãe 2025.pdf
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
ATIVIDADE 1 - ENF - ENFERMAGEM BASEADA EM EVIDÊNCIAS - 52_2024
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptxSlides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
Slides Lição 06, Central Gospel, O Anticristo, 1Tr24.pptx
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 

GESTÃO DO CONHECIMENTO

  • 2. GESTÃO DO CONHECIMENTO - GC Agenda: Sabrina - Conceitos Denis - Dimensões da GC Wilson - Forma de gerar conhecimento Marcelo - GC e TI Carlos - GC na prática João - Conclusão
  • 3. Conceito de Gestão do Conhecimento Sabrina
  • 4. O que é Conhecimento ? “Ato ou efeito de conhecer, realizado por meio da razão e/ou da experiência”. (1) “Conhecimento consiste em uma crença verdadeira e justificada”. (2) Conhecimento é um fato que foi observado e analisado, a partir de um objetivo e/ou situação, de acordo com a base de conhecimento, na medida que a pessoa obtém informação, sempre irá agregar razões e crenças no seu conhecimento. (1)Dicionário Houaiss (2)Platão ( 428ac a 347ac )
  • 5. Resultado da informação ? Dado: Coleta das informações organizadas, que podem consistir de números, palavras ou imagens. Informação: resultado do processamento, manipulação e organização de dados, de tal forma que represente uma modificação (quantitativa ou qualitativa) no conhecimento do sistema (pessoa, animal ou máquina) que a recebe. O que é um dado para um indivíduo pode ser informação e/ou conhecimento para outro.
  • 6. Classificação do Conhecimento Tácito - não expresso, subtendido. (1) Experiência do individuo compreendendo as crenças pessoais, difícil de ser formalizada ou explicada a outra pessoa. Implícito - que está envolvido, mas não expresso claramente(1). Serve para descrever conhecimento, ainda não documentado mas é possível. Explícito - Claro, Expresso (1). Formalizado em textos, desenhos, diagramas, assim como armazenamento em base de dados. (1)Dicionário Michaelis (Classificação)
  • 7. Definição: Gestão do Conhecimento “Processo pelo qual uma organização consciente e sistematicamente coleta, organiza, compartilha e analisa seu acervo de conhecimento para atingir seus objetivos” (Falcão e Bresciani Filho apud Carbone et al, 2005, p. 82).
  • 8. Objetivo – Gestão do Conhecimento • Tornar acessíveis grandes quantidades de informação organizacional • Permitir a identificação e mapeamento dos ativos de conhecimento e informações • Apoiar a geração de novos conhecimentos, propiciando o estabelecimento de vantagens competitivas. • Organiza e acrescenta lógica aos dados de forma a torná- los compreensíveis. • Aumentar a competitividade da organização através da valorização de seus bens intangíveis. Wikipédia
  • 9. Vantagem– Gestão do Conhecimento • Vantagem competitiva em relação à concorrência • Redução dos custos e tempo de produção e desenvolvimento de produtos • Rápida comercialização de novos produtos • Processos internos e maior fluidez nas operações • Tomada de decisões mais eficientes e melhores resultados • Coordenação de esforços entre unidades de negócios • Prestação de serviços (agilidade), da qualidade dos produtos e da qualidade do serviço cliente
  • 10. Dimensões da Gestão do Conhecimento Denis Pereira
  • 11. D1 - Estratégia & Alta administração • Definição e foco nas competências estratégicas • Estratégicas de conhecimento • Mapeamento do conhecimento organizacional D2 - Sistemas de Informação & Comunicação • Canais de Comunicação • Segurança de Informação • Política de Informação • Transparência D3 - Cultural Organizacional • Valores Organizacionais • Colaboração • Inovação • Aprendizado
  • 12. D4 - Organização e processo de trabalho • Trabalho em equipe • Flexibilidade organizacional • Documentação de processos D5 - Políticas e práticas para administração de RH • Planos de carreira • Planos de reconhecimento • Práticas de Recrutamento • Estratégias de treinamento D6 - Mensuração do Resultado • Foco no impacto nos clientes • Uso de Sist. Informação D7 - Aprendizado com o Ambiente • Aprendizado com clientes • Benchmarking • Relacionamento com fornecedores e parceiros
  • 13. Conversão do Conhecimento Formas de gerar conhecimento na organização Wilson
  • 14. Organização baseada no conhecimento Segundo Nonaka e Takeuchi (1995), conhecimento organizacional é a capacidade de uma empresa de criar um novo conhecimento, difundí-lo na organização como um todo e incorporá-lo a produtos (ou serviços) e sistemas (processos).
  • 15. Conceito - BA Ba é um contexto, que significa “porto”. Pode ser considerado um espaço compartilhado que serve como base para a criação do conhecimento. De acordo com Nonaka, "Ba" pode ser visto como um espaço compartilhado para relações emergentes. Este espaço pode ser físico (por exemplo, escritórios, espaços comerciais dispersos), virtuais (por exemplo, e–mails e teleconferência), mentais (por exemplo, experiências compartilhadas, ideias e ideais) ou qualquer combinação dos mesmos. Ba fornece uma plataforma para o avanço do conhecimento individual e/ou coletivo.
  • 16. Modelo da GC Modelo de conversão com o objetivo de apresentar uma melhor compreensão sobre a criação de conhecimento e o gerenciamento desta criação. (Conhecido como modelo de SECI).
  • 17. Conversão do Conhecimento • Socialização: É a difusão do conhecimento tácito por meio do compartilhamento de experiências, tais como modelos mentais ou habilidades técnicas compartilhadas (face to face). Exemplo: Desenvolvimento conjunto com clientes /fornecedores. • Externalização: Processo de articulação do conhecimento tácito em explícito. Exemplo: Diálogos com utilização de metáforas.
  • 18. Conversão do Conhecimento • Combinação: Processo de sistematização de conceitos em um sistema de conhecimentos. Exemplos: A troca e compartilhamento de conhecimentos por meio de reuniões, conversas por telefone, messenger e sistemas de computadores. • Internalização: Incorporação do conhecimento explícito no conhecimento tácito. Processos de “aprender fazendo” podem estimular a internalização. Exemplo: Treinamento formal.
  • 19. Ciclo PDCA e Gestão do Conhecimento
  • 20. PDCA e GC O PDCA aplicado na GC possibilita o compartilhamento de conhecimento dirigido por uma metodologia orientada para a melhoria contínua. Os processos de aprendizagem são vinculados ao Ciclo PDCA, considerando a aprendizagem como um processo cíclico de revisões e avaliações de atividades executadas. PACHECO, Ana Paula Reusing, et. al
  • 21. Ciclo PDCA e GC • Planejar: Registra o conhecimento por meio do entendimento dos processos e possibilita transformar o conhecimento tácito em explicito. Gera debates e troca de ideias que possibilita troca de conhecimento, resultando em novo conhecimento, fruto deste processo • Desempenho: Possibilita a socialização e a combinação do conhecimento pela educação e capacitação, a interiorização na execução das tarefas conforme os padrões estabelecidos na etapa anterior e, compartilhar o conhecimento • Controlar e Agir: Possibilitar a transformação do conhecimento tácito, experiências da implementação – etapa anterior, em explicito, gerando novos conhecimentos. Possibilita gerar novos conhecimento devido a busca pela resolução de problemas encontrados PACHECO, Ana Paula Reusing, et. al
  • 22. Case de aplicação do PDCA na GC Proposta de Implantação do Ciclo PDCA na Gestão do Conhecimento da SOFTEX. Fonte: . Fonte SOFTEX (2005)
  • 23. Gestão do Conhecimento e Tecnologia da Informação Marcelo
  • 24. Papel da TI na GC O Papel de TI é dar suporte - infraestrutura - à GC. Apenas tecnologia da informação não é suficiente para a gestão do conhecimento. A integração entre GC e TI é extremamente complexa, pois envolve : •aspectos da organização •pessoas - aspectos psicológicos •conhecimentos tácitos •conhecimentos explícitos •conhecimentos individuais •conhecimentos organizacionais Adroaldo Rossetti (2007) – Dr. em Gestão do Conhecimento; Aran Bey Morales (2007) - Dr. Pesquisa Operacional e Sistemas
  • 25. Contribuição da TI para GC A contribuição da TI deve ir além do armazenamento e coleta de registros, deve possibilitar: •criar ambientes virtuais para o compartilhamento de conhecimento tácito. •apoiar à comunicação empresarial e à troca de idéias e experiências. •facilitar o compartilhamento de problemas, idéias e soluções •ajudar o desenvolvimento do conhecimento coletivo e do aprendizado contínuo. Adroaldo Rossetti (2007) – Dr. em Gestão do Conhecimento; Aran Bey Morales (2007) - Dr. Pesquisa Operacional e Sistemas
  • 26. TI para GC Três aspectos essenciais no desenvolvimento de tecnologia para apoio ao conhecimento : •criação de mecanismos que permitam aos profissionais manter contato e não na captura e disseminação centralizada de informação. •o desenvolvimento de sistemas de suporte ao conhecimento deve estar vinculado a geração de valor ao negócio. •as tecnologias de suporte ao conhecimento devem ser flexíveis e fáceis de usar, dando maior autonomia e com um mínimo de interferência da área de TI. Jayme Teixeira Filho (2003);
  • 27. Desafios da TI na GC “O desafio para a área de TI é sair do patamar do processamento de transações, e agregar um perfil de construção de formas de comunicação, de conversação e aprendizado, de comunidades de trabalho, e de estruturação e acesso às idéias e experiências.” Jayme Teixeira Filho (2003) presidente da Sociedade Brasileira de GC Professor da Fundação Getúlio Vargas
  • 28. Tecnologias úteis para suporte à GC A TI deve ser utilizada para facilitar a evolução da empresa, fornecendo meios para que as pessoas possam representar problemas e criar soluções, como registrar as melhores práticas e compartilhar o conhecimento gerado na organização. A TI pode: • fornecer meios para que as pessoas possam compartilhar experiências adquiridas com cada projeto • proporcionar apresentações e aprendizagem das melhores experiências por meio de cursos online • proporcionar colaboradores relatarem o histórico do projeto Jayme Teixeira Filho (2003); Revista Information Strategy Online
  • 29. Tecnologias úteis para suporte à GC As tecnologias principais em uso na Gestão do Conhecimento são: •data warehouse / data mining. •software que apoia o trabalho em grupo. •grupos de discussão. •internet, intranet e bases de dados on-line. •sistemas especialistas e agentes de pesquisa inteligentes. •gerenciamento eletrônico de documentos. •videoconferência. Jayme Teixeira Filho (2003); Revista Information Strategy Online
  • 30. Gestão do Conhecimento na Prática considerações aplicação de gestão do conhecimento Carlos
  • 31. Situação do GC nas Organizações E-Consulting Corp; HSM Management; 2004
  • 32. Envolvimento dos departamentos E-Consulting Corp; HSM Management; 2004
  • 33. Espectativas e conquistas com o GC E-Consulting Corp; HSM Management; 2004
  • 34. Fatores Críticos de Sucesso • Vinculação clara e explícita com a estratégia da organização • Apoio da alta gerência • Cultura orientada ao conhecimento • Formação de redes sociais • Ética e confiança • Infraestrutura técnica e organizacional • Processos sistematizados de conhecimento • Redes de computadores • Defensores e lideranças do conhecimento E-Consulting Corp; HSM Management; 2004
  • 36. Conclusão • A adoção da GC depende de vários fatores organizacionais que vão além da tecnologia a ser adotada. • O objetivo com a GC será transformar os conhecimentos tácitos contido nas cabeças de seus colaboradores em explícitos. • Acreditamos nessa tendência, pois as empresas não podem depender apenas de uma determinada pessoa ou mais.
  • 37. Conclusão • Empresas que não possuírem GC a médio e longo prazo provavelmente não conseguirão reter conhecimento, não conseguirão evoluir seus produtos, aprender com o mercado, reduzir custos, aumentar produtividade e por fim, se manter no mercado.
  • 38. Referências SHINYASHIKI, Gilberto Tadeu; TREVIZAN, Maria Auxiliadora; MENDES, Isabel Amélia Costa. Sobre a criação e a gestão do conhecimento organizacional. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0104- 11692003000400013&script=sci_arttext&tlng=pt>. Acesso em: 02 out. 2010. E-CONSULTING CORP. A gestão do conhecimento na prática. HSM Management, São Paulo, n. , jan-fev. 2010. CARLETTO, Balduir; ESCORSIM Sérgio; FRANCISCO, Antonio Carlos; CARVALHO, Hélio Gomes.. As sete dimensões da gestão do conhecimento na organização: caso Iapó. In: SIMPEP, 8, 2006, Bauru. As sete dimensões da gestão do conhecimento na organização: caso Iapó.Bauru, 2006. p. 1 - 10. EYNG, Ivanilde Scussiatto; MACHADO, Liliane Correa. As sete dimensões da gestão do conhecimento na organização: caso Iapó: um estudo de caso na Gecor S.A.. In: SEMINÁRIO LATINO-IBEROAMERICANO DE GESTIÓN DE TECNOLÓGIA, 6., 2005, Salvador., 2006. SILVEIRA, Gutenberg de Araújo; SANTOS, Silvio Aparecido; KUNIYOSH, Márcio Shoiti. GESTÃO DO CONHECIMENTO EM EMPRESAS DE TECNOLOGIA INTENSIVA E SUAS CONTRIBUIÇOES PARA A CRIAÇÃO DE VALOR: ESTUDO DE CASOS. [são Paulo], [2005]. ROSSETTI, Adroaldo; MORALES, Aran Bey. O papel da tecnologia da informação na gestão do conhecimento. Brasília, 2007. FILHO, Jayme Teixeira. Tecnologia da informação para a gestão do conhecimento . , 2003. Disponível em: <http://www.w3net.com.br/noticias/artigo/?artigo=7>. Acesso em: 01 out. 2010. GIUGLIANI, Eduardo. Gestão do Conhecimento Empresarial. Disponível em: < http://www.pucrs.br/feng/civil/professores/giugliani/Gestao_Notas_05_Conhecimento_nas_Organizacoes.pdf>. Acesso em: 03 out. 2010
  • 39. Referências VERNI, Marli de Lourdes. Gestão do Conhecimento Nas Organizações Contemporâneas. Universidade Estadual de Londrina. [são Paulo], [2005]. PACHECO, Ana Paula Reusing; SALLES, Bertholdo Werner; GARCIA, Marcos Antônio; POSSAMAI, Osmar. O ciclo PDCA na gestão do conhecimento: Uma abordagem sistêmica. Universidade federal de Santa Catarina, Florianópolis: SD. Disponível em: http://www.isssbrasil.usp.br/pdfs2/ana.pdf, acesso em 25 de outubro de 2010.