Distribuição gratuitaDF Foco                                                                                              ...
02 DF Foco Ano II - Número 02               Em                                                                            ...
Brasília, fevereiro 2012.                                                                  Ano I - Número 01   DF Foco 03 ...
04 DF Foco Ano II - Número 02              Em                                                                             ...
Brasília, fevereiro 2012.                                                                   Ano II - Número 02    DF Foco ...
06 DF Foco Ano II - Número 02              Em                                                                             ...
Brasília, fevereiro 2012.                                              Ano II - Número 02   DF Foco 07                    ...
08 DF Foco Ano II - Número 02               Em                                                                            ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Jornal 2° edição

586 visualizações

Publicada em

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
586
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal 2° edição

  1. 1. Distribuição gratuitaDF Foco Ano II - Número 02 - Fevereiro de 2012 Projeto Ajax: Descobrindo novos talentos. Em PÁGINA 02 PÁGINA 03 PÁGINA 08 Lugar de mulher é Crack é so no no estádio futebol Cada vez mais a torcida feminina vem Entrevista com Alessandro marcando presença e embelezando as Henrique Maciel Gomes, mais arquibancadas pelo país afora. conhecido como ‘’Seco’’ PÁGINA 08 PÁGINA 04 GagaVião, População do Cruzeiro pede resgatando o carnaval de a volta de Salin Siddartha rua no Salin Siddartha, Ex-administrador Regional do Cruzeiro, é querido pela população. Segundo os coordenadores do manifestação, há um abaixo-assinado solicitando sua volta para a Administração Regional do Cruzeiro. Cruzeiro PÁGINA 05 Estratégia: governar sem “achismo” Newton Lins, à frente da Secretaria de Assuntos Estratégicos PÁGINA 06 Ex-Administrador Regional do Cruzeiro Salin Siddartha presta contas à cidade População do Cruzeiro mobiliza-se e faz manifestação em forma de faixas e carreata.PÁGINA 07Segunda Igreja Batista do Plano Pilotocomemora Jubileu de Ouro Segmento comemora 50 anos, anunciando a palavra ealcançando vidas, investindo em obras missionárias, em ‘’ Faço questão deconjunto com as Congregações das Cidades do Entorno, de mostrar todo trabalhodiversas Capitais Brasileiras, além de dois Países na Europa e realizado durante minhaum na África. gestão como É esperado neste evento, além dos seus mais de 400 Administrador.’’membros, mais de 200 convidados.
  2. 2. 02 DF Foco Ano II - Número 02 Em Brasília, fevereiro 2012.ESPORTE EXPEDIENTELugar de mulher é no estádio. Coletânea de artigos com a colaboração de autoridades. Circulação: Cruzeiro, Comércio local e Órgãos Públicos do DF e Entorno. As matérias publicadas, são dePor Danielton Lima responsabilidade de seus idealizadores. Tiragem: 10.000 unidades profissionais, ou que fazem do futebol um lazer nos seus Mande a sua sugestão de matéria. expediente.dfemfoco@gmail.com momentos de folga. Anuncie: (61) 8205-1961 Sempre preocupadas em Sandro Jorge manter a “postura”, as inte- Jornalista Responsável grantes das organizadas vivem Stéfano Araujo na corda bamba para não Direção de arte e Diagramação despencarem no excesso de Willian Ney feminilidade. O medo: parecer Gerente Comercial uma maria-chuteira ou maria- torcida. “São aquelas que mal entram na organizada e já estão pegando um monte. Conversa de jogo elas não entendem 5,50 cm nada”, explica Flávia Marliere, 30 anos e há 12 anos na torcida 8,00 cm Raça Rubro Negra, atualmente uma das diretoras em Brasília.N os últimos anos, do voz e reivindicando cada vez Segundo ela, as marias- tornou-se perceptível o mais espaço. Para a jornalista, torcidas não sobrevivem a um aumento do número de Cássia Cristina, 33, e há 10 anos segundo tempo e mudam demulheres nos estádios de na torcida Raça Rubro Negra, time quando trocam de namo-futebol. Essa procura pelo ainda existem homens que não rado.esporte, que é preferência aceitam que mulher possa Estar presente na elite donacional, se reflete nas torcidas gostar de futebol. “Eles acham futebol brasileiro, uma reestru-organizadas, que são entidades que só vamos para ver as turação do clube, desde o time,sem fins lucrativos as quais têm pernas dos jogadores, mas com boas contratações, aocomo objetivo incentivar o time estamos ganhando cada vez centro de treinamento, adurante as partidas, mais respeito porque mostra- melhoria no sistema de base doprotestarem contra ações que mos que entendemos de fute- futebol juvenil, a participaçãoacreditam não ajudar o clube, bol”. A percepção deste com- nas eleições com a efetiva dos 5,50 cmdemonstrar o amor que portamento é confirmada, por sócios, são o que esperamguardam no peito, sem receio exemplo, pela pesquisadora essas torcedoras de aço 8,00 cmde qualquer obstáculo que Leda Maria da Costa. Ela expli- Samantha Furtado, Cássiaporventura possa surgir. ca em sua tese de doutorado, Cristina, Flávia Marliere e É difícil quantificar o cresci- ‘’Maria-Chuteira x Torcedoras Juliana Hagiwara, assim comomento da presença das mulhe- Autênticas’’, que há um sensí- todas as garotas que partici-res nos antigos redutos mascu- vel desgaste na ideia de que pam de uma torcida organizadalinos. Hoje, estima-se que elas futebol é coisa de homem. e que merecem ver um futebolrepresentem 5% do contingen- Segundo ela, é muito difícil de qualidade. E é assim quete das organizadas. Elas ten- repetir sem vê-la contestada cada vez mais mulheres setam-se igualar a eles indo aos pelo razoável número de integram em mostrar suajogos, viajando atrás do time, mulheres que atuam como capacidade de entender e amargritando, xingando e, às vezes, o futebol brasileiro.metendo-se em confusões.Mas também têm de enfrentarpreconceitos, revistas cons-trangedoras, banheiros imun- 5,50 cmdos e empurra-empurra naporta do estádio. Para a estu- 8,00 cmdante Samantha Furtado, de 23anos, vale tudo pelo Flamengo,seu time do coração: “A paixãopelo Flamengo supera tudo”,diz a estudante, que faz parte daRaça Rubra Negra, uma dastorcidas organizadas do clube. O machismo ainda marcapresença nas torcidas, mas,aos poucos, elas vêm ganhan-
  3. 3. Brasília, fevereiro 2012. Ano I - Número 01 DF Foco 03 Foco EmESPORTECrack só no futebol Sim! Benfica, Real Madri, Bahia, As pessoas geralmente fogem da Vasco da Gama, entre outros. essência das coisas, mais eu, Ultima vertente e mais importan- como morador, não tenho medo te, é quando o aluno não despon- de falar a verdade e não tenho o ta no futebol, e nós os colocamos rabo preso com ninguém. Vou num projeto chamado Líderes falar, não tenho nada contra o (continuidade do trabalho), que o atual Administrador, mas acho aluno se forma na faculdade de que alguém que conhece a sua educação física e retorna como comunidade, compra o jornal, professor das escolinhas. joga um futebol na sua quadra e Já teve algum aluno ou ex – aluno conhece os problemas da nossa envolvido com drogas, álcool, cidade, os anseios, demandas, que você conseguiu recuperar? tem que ser morador do cruzeiro.A lessandro Henrique garante que o projeto terá muitos Sim! Vários alunos, porque o Porque isso não pode ser do Maciel Gomes, mais anos na cidade do Cruzeiro. “ futebol é muito forte na ajuda da governo para baixo e sim da conhecido como “Seco”, Sempre tive o apoio das pessoas recuperação. Pois é uma válvula comunidade para cima.33 anos de idade, morador do que acreditam no projeto, como de escape e freio para que eles Qual a obra principal no seuCruzeiro há 33 anos, Diretor de da banda Natirutis e não poderia não continuem nas drogas. ponto de vista que poderia ajudarEsporte da Prefeitura Comunitária esquecer do meu amigo Salin Tentamos, através do esporte, no projeto que você desenvolvedo Cruzeiro Novo, Delegado do Siddartha, que foi Administrador fazer um trabalho preventivo, com as crianças, adolescente eorçamento participativo e cultura, Regional da cidade, e sempre me para que essas crianças não para comunidade?coordenador dos assuntos apoiou e continua apoiando”. Os cresçam nas drogas, e sim disci- É a cobertura das três quadras,relacionados à educação, Seco alunos que freqüentam as aulas plinando-as para que possam ser pois nos dias chuvosos as crian-trabalha com crianças em um com dedicação e assiduidade cidadãos. ças não podem treinar. E osprojeto chamado AJAX, que fazem parte de vários projetos, Tivemos agora uma troca de projetos sociais não podem sercompletou 15 anos e tem 300 até mesmo fora do País. administradores, saiu um admi- desenvolvidos.crianças cadastradas. Bate bola com Seco: nistrador morador da cidade e Em parceria com peque- Algum dos seus alunos já foi entrou outro morador de Patrocínio, ajuda ou inscrições:nos empresários da região como jogar fora do país ou em outro Taguatinga, o que você acha Luara - Gerente Administrativoo Enio do quiosque Vôo Livre, estado? disso? Tel. 8599-6023/3532-3049 26,00 cm 17,50 cm
  4. 4. 04 DF Foco Ano II - Número 02 Em Brasília, fevereiro 2012.MANIFESTAÇÃO PÚBLICAPopulação do Cruzeiro pede a voltade Salin Siddartha volta de Salim. O contato com o ção dessas grandes populações Governo Local já foi realizado e por um ou mais cidadãos elei- Faixas fixadas as assinaturas serão recebidas tos. São esses cidadãos, da na praça do pelo Governador, de acordo vontade popular, que deveriam Buriti, colo- com a sua assessoria. ocupar os cargos públicos e cadas por Segundo os colaborado- serem representantes legais moradores e res e manifestantes, o processo dos moradores nas gestões lideranças de gestão pública se dá pelo públicas", completa. comunitárias efetivo direto da população. A Uma manifestação pública do Cruzeiro . democracia, aquela praticada vinda da comunidade tem que pelos gregos antigos, remanes- ser considerada nas acepções cente em assembleias, significa do direito e comportamento.R e p r e s e n t a n t e s administração pública da nossa a manifestação presencial do Como direito, ela é essencial- comunitários e cidade, só quem mora aqui próprio cidadão que, com sua mente representativa – eleito- moradores do Cruzeiro sabe os problemas que temos e voz e voto, participa da decisão res, eleitos, cargos e autorida-realizaram, no dia 28/01, uma o que poderá ser feito para que política. Esse modelo tornou-se des públicos. Mas como com-carreata, reivindicando o a transformação social e impraticável nos dias atuais, no portamento ela é convívio,retorno do Ex-Administrador construtiva da nossa amada que se refere às Administrações presença e participação, queRegional Salin Siddartha. O ato cidade tenha efeitos positivos", Regionais em Brasília. No geral, são fundamentais nos direitos àpúblico foi realizado de forma reclama a moradora Marlene o povo é sempre convocado expressão e manifestaçõespacífica e teve a iniciativa da Pinto, que mora há 48 anos na para participar de debates e populares, para que organiza-própria população, que contou cidade. Lideres comunitários audiências públicas, porém a ções governamentais tenhamcom o apoio de diversos não concordam com a decisão final e as escolhas sucesso. Portanto a democraciacidadãos cruzeirenses. exoneração e disseram que se nunca são dos cidadãos. " desejada é aquela que agrega,Segundo os organizadores da sentiram excluídos no Queremos, pelo menos, ter a ao sistema representativomanifestação, os moradores se momento da decisão. "Temos oportunidade de escolher predominante, elementos domobilizaram em prol do retorno que ter, pelo menos, uma nosso Administrador", diz, sistema direto de decisões.imediato do Ex-Administrador resposta coerente e Cleber de Souza, 48 anos, A administração pública,e buscaram, através do ato, convincente para a saída dele", morador do Cruzeiro. nas últimas décadas, têmuma forma de interceder pelo completa Marlene. ‘’A democracia indireta procurado meios de tornar issoretorno de Salin Siddartha, que O Movimento Volta Salin foi substituída, para que as factível. Isto é, tornar praticávelhavia sido exonerado sem - MVS, reuniu-se após o ato grandes populações decisórias a combinação das duas formas,motivos aparentes. "Queremos para recolher as assinaturas do tenham liberdade de escolha, direta e indireta, e nisso consis-saber os motivos que levaram à abaixo-assinado que pedem a para se constituir na representa- te, factualmente, a gestãosaída de Salin. Interessespolíticos não podem afetar o Moradores ebom andamento e crescimento representantesda nossa cidade," conta a comunitários domoradora Tânia Maria, 52 anos, Cruzeiro see a há mais de 29 anos na organizam ecidade. fazem abaixo Participantes da assinado pedindomanifestação contam que não a volta de Salinhá o que reclamar sobre o Siddartha, àtrabalho do Ex-Administrador. Administração"Nós, moradores, temos que ter Regional do Cruzeiro.participação ativa na No ano passado Antônio Sabino, atual Administrador Regional do Cruzeiro, gastou R$ 1.800.000,00 ( 1 milhão e No ano passado, a Administração oitocentos mil reais!) com show do aniversário Regional de Taguatinga foi a campeã de Taguatinga, quando era Administrador de gastos de dinheiro público com daquela cidade - quase o dobro do que o GDF festas: gastou 7,7 milhões em festivi- gastou com o aniversário de Brasília! dades e apenas 1,1 milhão com obras. Abre o olho Cruzeiro! Que mau exemplo, hein!
  5. 5. Brasília, fevereiro 2012. Ano II - Número 02 DF Foco 05 Foco EmMANIFESTAÇÃO PÚBLICALideranças da comunidade do Cruzeiro oficializam pedidode audiência com o Governador do Distrito FederalO movimento Volta Salin - MVS meios para bater de frente com aqueles protocolou, no dia 09/02, pedi- que se julgam donos da verdade e que do de audiência com o fizeram acusações levianas contra aGovernador do Distrito Federal Agnelo pessoa de Salin Siddartha.Queiroz, quando foi informado por sua Estão também em andamentosecretária, Senhora Neuziane, que o com os Advogados de Salin Siddarthapedido já estava em pauta para ser as petições de abertura de processosinformado ao Governador e posterior- criminal e Cívil contra os seus detratoresmente, daria o devido retorno. que, em breve, serão entregues ao O Movimento Volta Salin – MVS Ministério Público, para as medidasestá sólido e se armando de todos os cabíveis.POLÍTICAEstratégia: governar sem “achismo”C riada na gestão do que fazer”. soluções realizáveis em eta- ainda haver condições de governador Agnelo Orientar o governo a pas, que podem vir, inclusive, sermos protagonistas do Queiroz, a Secretaria de fazer a melhor escolha nos na forma de minuta de decreto próprio destino e não ficarmos Assuntos Estratégicos projetos de médio e longo ou uma proposta de projeto de a reboque dos problemas(SEAE) tem a função de prazos e investir o dinheiro lei. cotidianos para os quais semobilizar o governo e a público de forma responsável é Com uma estrutura dedicam as demais secretarias.sociedade para o futuro. À a principal função da Secretaria criada no final do ano passado, O Distrito Federal será umfrente da pasta está o de Assuntos Estratégicos que atualmente com dezesseis exemplo não de decisõessecretário Newton Lins, que segue uma criteriosa rotina servidores, a Secretaria de políticas, mas de decisões debusca introduzir um novo pré-definida: inicialmente são Assuntos Estratégicos se inteligência”.conceito de se pensar o Distrito feitas coletas de informações e dedicará prioritariamente a trêsFederal. subsídios, por intermédio de pautas neste ano: “Mobilidade Nos seus 50 anos, audiências públicas, termos de Sustentável”, “Ordem eBrasília tem hoje uma coleção cooperação, visitações técni- Segurança Coletivas” e “Brasí-de projetos que foram ostenta- cas, pesquisas quantitativas e lia Competitiva: vocações,dos como solução para diver- qualitativas, seminários técni- arranjos produtivos e internaci-sos problemas ou que seriam cos-científicos, consultorias onalização”, agindo sempre defonte de empregos e de pros- nacionais e internacionais, forma integrada a todos osperidade e que acabaram análises científicas de cenários órgãos vinculados.sendo desvirtuados de sua e até mesmo concursos públi- Para Newton Lins: “afinalidade ou foram decorren- cos de projetos, lembrando SEAE chega a Brasília com umtes de decisões sem funda- que o projeto urbanístico de atraso de 50 anos, mas semmentação científica, que é a Brasília nasceu de um concur- dúvida é uma medida acertadaprincipal função da estratégia, so público. O produto final são do governador Agneloque se consubstancia em “o as propostas ao Governador de Queiroz, principalmente por 6,29 cm 6,29 cm 6,29 cm 6,29 cm 8,00 cm 8,00 cm 8,00 cm 8,00 cm
  6. 6. 06 DF Foco Ano II - Número 02 Em Brasília, fevereiro 2012.PRESTANDO CONTASEx-Administrador Regional Salin Siddartha presta contas àpopulação do Cruzeiro - Exposição de Fotografias, Pintura e Desenhos; - Realização da 1ª Gincana Escolar do Cruzeiro; - Evento de Comemoração do Aniversário de 52 anos do Cruzeiro; - Concessão de Autorização para diversos Estacionamentos; Procurado pela redação do - Criação da Feira dos Artesãos; DF em Foco Salin Siddartha - Realização da Feira da Lua por duas vezes no Cruzeiro; diz: ‘’ Faço questão de - Apoio ao Grupo Pelinsky de Dança; mostrar todo trabalho - Revitalização da Pintura interna e externa do Centro de realizado durante minha Convivência do Idoso - CCI; gestão como - Construção de dois quebra-molas; Administrador.’’ - Revitalização da Sede da Administração Regional do Cruzeiro; - Aumento do mobiliário da Sede da Administração Regional do Cruzeiro; - Pavimentação do trecho onde se reúne a Confraria dos Amigos do Cruzeiro; - Construção da Churrasqueira Comunitária do Quadradão; - Evento de Comemoração do Dia da Criança no Quadradão;E ssas são algumas obras do ex-Administrador do Cruzeiro - Compra de uma máquina para cortar asfalto, para auxiliar nas Salin Siddartha, realizadas em sua Gestão, no decorrer do obras da operação Tapa-Buracos; ano de 2011. - Aquisição de Roçadeiras Costais, para auxiliar na manutenção do corte de grama da cidade; Transformação de 35 ambulantes em micro-empreendedores - Aquisição de Motoserras e Motopodas, para auxiliar na manu-individuais licenciados; tenção e poda da arborização;- Conceção de 117 alvarás de funcionamento para empresas, - Realização da Manutenção de todos os veículos dacom processos que duravam no máximo 6 dias; Administração Regional do Cruzeiro;- Legalização de oficinas, escolas, hotel, quiosques e da Creche - Apoio às Atividades do Círculo Operário;São Vicente de Paula; - Evento de Comemoração do Dia da Consciência Negra;- Diminuição de 62% no número de moradores de rua da cida- - Realização do Carnaval do Cruzeiro;de; - Apoio ao Bloco Carnavalesco "Gagavião’’;- Investimento de R$ 50.000,00 em atividades e obras em prol - Revitalização do Campo de Futebol da ARUC;de deficientes físicos; - Realização de Palestras sobre a necessidade de conservação- Colocou em dia, as contas dos Documentos de Arrecadação do Meio Ambiente;Fiscal de Bancas de Jornais e Feirantes em 2011; - Trouxe para o Cruzeiro o projeto "Picasso não Pichava’’;- Criação de três Praças com Academia de Ginástica ao ar livre; - Realização do Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu no Cruzeiro;- Criação de uma Praça Pública na quadra 1; - Realização do Campeonato Brasileiro de Ginástica Olímpica;- Criação de duas Praças Públicas na quadra 2; - Criação de mais de 15 modalidades esportivas de curso no- Criação de duas Praças Públicas na quadra 7; Ginásio de Esportes do Cruzeiro para 600 moradores;- Criação de uma Praça na quadra 913 (Praça Cássia Eller); - Realização de vários Campeonatos de Karatê e Tae Kwondo;- Revitalização de 19 Parques Infantis; - Realização do Campeonato Brasileiro de Futsal (2ª Divisão);- Revitalização de 10 quadras Poliesportivas; - Realização da Copa Candanga de Futsal;- Impermeabilização do teto do Ginásio de Esportes; - Aquisição de equipamentos para instalação do Serviço de- Reforma do sistema elétrico da parte externa do Ginásio de Rádio da Feira Permanente do Cruzeiro;Esportes; - Revitalização do Campo Poliesportivo de Areia do Cruzeiro- Apoio ao Cruzeiro Futebol Clube; Novo;- Início das obras de melhorias e ampliação das arquibancadas - Reorganização do fluxo de trânsito de veículos do Cruzeirodo Estádio de Futebol; Center;- Obra de abertura do acesso para veículos à Comercial da - Realização de podas de árvores;quadra 6 - Cruzeiro Velho; - Serviço de manutenção da grama aparada em toda a cidade;- Legalização de Placas e Letreiros dos estabelecimentos comer- - Apoio a ABRACI (Associação Brasiliense de Autistas);ciais ; - Realização da limpeza de bueiros e bocas de lobo;- Fechamento de um depósito ilegal de bebidas; - Realização da Festa Julina do Cruzeiro;- Pavimentação de dois Becos na quadra 10 - Cruzeiro Velho; - Realização de pintura de faixas de pedestres e de quebra-molas;- Construção de um trecho de 900 metros de calçada que falta- - Realização da pintura de meios-fios;vam na quadra 12 do Cruzeiro Velho; - Construção do Estacionamento interno do CEF 02 - Cruzeiro- Construção de 33 Drenos e caixas de drenagens de águas Novo; - Ampliação da Horta do Centro de Convivência do Idoso - CCI;pluviais do Cruzeiro; - Realização do Baile da Terceira Idade;- Realização do Evento "Quadradão ao Cair da Tarde’’; - Incentivo ao teatro e à dança;- Construção do Coreto para retretas das 3 quadras, em frente - Criação do Conselho de Síndicos do Cruzeiro;ao quoisque "Vôo Livre’’; - Implantação da Coleta Seletiva de resíduos sólidos no Cruzeiro;- Revitalização do Centro Cultural Rubem Valentim; - Instalação do Presépio Gigante na Praça Cassia Eller -- Criação da Gibiteca do Cruzeiro; na quadra 913 do Cruzeiro Novo.
  7. 7. Brasília, fevereiro 2012. Ano II - Número 02 DF Foco 07 EmRELIGIÃOSegunda Igreja Batista do Plano 13,10 cmPiloto comemora Jubileu de OuroC om a inauguração da todos os dias, no templo e nas Capital Federal, muitos casas, não cessavam de Funcionários Públicos ensinar e anunciar Jesustransferidos e Evangélicos de Cristo”, O Pastor Elpidiovárias denominações, chega- Araujo Neris Junior (Pastorram para trabalhar e residir no Presidente da SIBPP), junta-Distrito Federal. mente com toda a igreja, Tendo a convicção de cordialmente convida a todos 15,93 cmque tudo o que acontece, está para as comemorações dosob a permissão de Deus, em seu cinquentenário que26 fevereiro de 1962, foi ocorrerão nos dias: 25/02, àsorganizada a Segunda Igreja 19h30m tendo como PreletorBatista do Plano Piloto, com- o Pr. Fernando Brandão e aposta oficialmente por 31 presença do cantor pernam-membros. bucano Leonardo Gonçalves, A SIBPP tem investido no dia 26/02, às 10:00h e àsdiretamente na obra missio- 19:00h, com a participação donária, inclusive atuando junto Grande Coro do Jubileuàs Congregações em Cidades (composto por irmãos dado Entorno e de diversas SIBPP).Capitais Brasileiras, além de São esperados para adois Países na Europa e um na ocasião, além dos seus maisÁfrica. de 400 membros, mais de 200 Sob o Tema: “SIBPP, 50 convidados; com devido oanos anunciando a palavra e apoio contam com a ajuda doalcançando vidas.” Com o Corpo de Bombeiros e datexto bíblico como divisa: “E Polícia Militar. 26,00 cm 17,50 cm
  8. 8. 08 DF Foco Ano II - Número 02 Em Brasília, fevereiro 2012.CARNAVAL 2012GagaVião, resgatando o carnaval de rua no CruzeiroPor Shirlene Costa Zaine Nas camisetas do bloco não se estampa o Este ano estamos incorporando o Bloco das ano. Assim, as cores é que indicam quando Piranhas ao GagaVião. Temos Trio elétrico, o abadá foi criado. Uma forma de deixar as bateria, banda (a mesma do pacotão) com camisetas atemporais. Qualquer fantasia ou músicos profissionais. Vamos incluir tam- abadá vale. O que importa mesmo é o bém algumas atividades paralelas como espírito carnavalesco. pula-pula e pintura de rosto para crianças. O nome do bloco foi escolhido por Qual o papel do GagaVião no Cruzeiro? dois motivos: A cidade do Cruzeiro inicial- O bloco integra os mais diversos setores. mente se chamava Gavião e, como a irreve- Aqui estão crianças, jovens, adultos, idosos rência faz parte do bom carnavalesco, do Cruzeiro Novo e Cruzeiro Velho. Todos juntaram ao substantivo gavião a sílaba ga têm espaço. Os vizinhos são avisados do para homenagear os antigos moradores da trajeto e hora, jogam água nas pessoas paraE m fevereiro de 2009, os amigos: cidade. refrescar o calor, ou seja, mesmo quem Gilson, Lingote, Xi, Marreco e Aldo Em conversa, o presidente do bloco, assiste da porta de casa, participa e brinca. criaram o bloco GagaVião, no Gildo Seixas,nos conta mais um pouquinho A expectativa de público é grande.Cruzeiro, com o objetivo de resgatar o da história do bloco. Como vai ser o carnaval esse ano?carnaval de rua daquela satélite. No peito, Em quais dias que o bloco sai? Excelente! Nosso Carnaval prima pelona raça e com investimento próprio, os Sábado, antes do carnaval, e sábado após carinho e respeito entre os integrantes.amigos se concentraram no Esquina 4. De carnaval. Neste ano, dias 18 e 25/02. A Nunca houve ocorrência policial.camiseta branca com a estampa de um concentração é no Sandubas, às 12:00h, o Esperamos, dia 18/02, em torno de 3.000gavião e uma sombrinha de frevo, o bloco desfile dura em torno de 4 horas. foliões e, no dia 25/02, o dobro, algo emsaiu às ruas do Cruzeiro, em seu primeiro Qual o tema da marchinha deste ano? torno de 6.000 foliões.ano, tendo como madrinha dona Ivone, “O botão da dona Raimunda”. Os autores O abadá do GagaVião está sendoprimeira moradora daquela área. No segun- são: Funai, Léo, Marquinhos e Leoncio. vendido por R$25,00 no quiosque da qua-do ano, a comunidade entrou na folia, de Alguma novidade para este ano? Como o dra 4, nos ensaios da ARUC, ou com o Gildoabadá azul. Em 2011, usaram as cores bloco é composto? e promete muita diversão.vermelho e laranja. Esse ano saem de roxo. 26,00 cm 17,50 cm

×