SlideShare uma empresa Scribd logo

Ponto, reta e plano

1. A geometria se baseia nos conceitos primitivos de ponto, reta e plano, que não podem ser definidos, mas sim entendidos por exemplos. 2. Um ponto não tem dimensão e é representado por uma letra maiúscula. Uma reta é formada por pontos alinhados e é representada por uma letra minúscula. 3. Um plano tem duas dimensões e é representado por uma letra minúscula do alfabeto grego.

1 de 34
Baixar para ler offline
Ponto, reta e plano
A Geometria baseia-se em três noções:
Ponto
Reta
Plano
Essas noções são aceitas sem definição e, por
esse motivo, são chamadas de conceitos
primitivos.
O ponto não possui dimensões, isto é, não tem
comprimento nem largura ou altura.
Temos idéia do que é, mas não podemos defini-lo.
Um pequeno furo feito por um alfinete no papel, por
exemplo, nos dá a idéia de um ponto.
Nomeamos um ponto por uma letra maiúscula do
alfabeto latino.
A
B
C
D
E
Não podemos definir uma reta, no entanto, temos
noção do que seja. Por exemplo,
um risco no papel, feito com o auxílio de uma régua, nos
dá a idéia de uma reta.
Nomeamos uma reta por uma letra minúscula do alfabeto latino.
“A reta é formada por infinitos pontos alinhados.”
r
s
No desenho abaixo, o ponto B está entre o ponto A e o ponto C.
Entre o ponto B e o ponto C, conseguimos marcar outro ponto.
Entre esse novo ponto e o ponto C, conseguimos marcar outro.
Então, entre dois pontos sempre existe um terceiro ponto.
Quando vários pontos pertencem a uma mesma
reta eles são chamados
Pontos colineares.
Dois pontos sempre são colineares.
A B CD E F r
A RETA POSSUI APENAS
UMA DIMENSÃO, MAS
NÃO É POSSÍVEL MEDI-LA,
POIS ELA É INFINITA.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

prof.Calazans(Geom.plana) - Polígonos(20 questões resolvidas)
prof.Calazans(Geom.plana) - Polígonos(20 questões resolvidas)prof.Calazans(Geom.plana) - Polígonos(20 questões resolvidas)
prof.Calazans(Geom.plana) - Polígonos(20 questões resolvidas)
 
Exercícios de paralelepípedo e cubo
Exercícios de paralelepípedo e cuboExercícios de paralelepípedo e cubo
Exercícios de paralelepípedo e cubo
 
Múltiplos e divisores
Múltiplos e divisoresMúltiplos e divisores
Múltiplos e divisores
 
Geometria 5ºano
Geometria 5ºanoGeometria 5ºano
Geometria 5ºano
 
Conjuntos numéricos
Conjuntos numéricosConjuntos numéricos
Conjuntos numéricos
 
Triângulos – 8°ano
Triângulos – 8°anoTriângulos – 8°ano
Triângulos – 8°ano
 
7º ano ângulos
7º ano    ângulos7º ano    ângulos
7º ano ângulos
 
Aula de fração
Aula de fraçãoAula de fração
Aula de fração
 
Triângulos
TriângulosTriângulos
Triângulos
 
Triangulo exercicios
Triangulo   exerciciosTriangulo   exercicios
Triangulo exercicios
 
Aula do 6º ano - Formas Geométricas
Aula do 6º ano - Formas GeométricasAula do 6º ano - Formas Geométricas
Aula do 6º ano - Formas Geométricas
 
Numeros racionais
Numeros racionaisNumeros racionais
Numeros racionais
 
Geometria plana
Geometria planaGeometria plana
Geometria plana
 
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
Área e perímetro de figuras planas ( apresentação)
 
Operações com Frações
Operações com FraçõesOperações com Frações
Operações com Frações
 
Matemática mmc e mdc
Matemática mmc e mdcMatemática mmc e mdc
Matemática mmc e mdc
 
Polígonos: triângulos e quadriláteros 6 ano
Polígonos: triângulos e quadriláteros  6 anoPolígonos: triângulos e quadriláteros  6 ano
Polígonos: triângulos e quadriláteros 6 ano
 
Radiciaçâo
RadiciaçâoRadiciaçâo
Radiciaçâo
 
Dados, tabelas e gráficos de barras
Dados, tabelas e gráficos de barrasDados, tabelas e gráficos de barras
Dados, tabelas e gráficos de barras
 
âNgulos
âNgulosâNgulos
âNgulos
 

Destaque

Posições relativas matemática
Posições relativas   matemáticaPosições relativas   matemática
Posições relativas matemáticaLáyla Vieira
 
Posições de pontos, retas e planos
Posições de pontos, retas e planosPosições de pontos, retas e planos
Posições de pontos, retas e planosSANDRA_SOUZA
 
Ponto, reta, plano e ângulos 6º ano
Ponto, reta, plano e ângulos   6º anoPonto, reta, plano e ângulos   6º ano
Ponto, reta, plano e ângulos 6º anoRafael Marques
 
Posições relativas entre dois planos
Posições relativas entre dois planosPosições relativas entre dois planos
Posições relativas entre dois planosdjmauriciomoreira
 
Aula hidrostatica
Aula hidrostaticaAula hidrostatica
Aula hidrostaticaguest90f440
 
Apresentação batimentos
Apresentação batimentosApresentação batimentos
Apresentação batimentosAurea Marcelino
 
Geometria espacial de posição
Geometria espacial de posiçãoGeometria espacial de posição
Geometria espacial de posiçãoELIZEU GODOY JR
 
Retas, semirretas e segmentos de reta
Retas, semirretas e segmentos de retaRetas, semirretas e segmentos de reta
Retas, semirretas e segmentos de retaquesado72
 
Ficha avaliação retas e angulos porto editora com resolução
Ficha avaliação retas e angulos porto editora com resoluçãoFicha avaliação retas e angulos porto editora com resolução
Ficha avaliação retas e angulos porto editora com resoluçãoArminda Oliveira
 
Angulos e retas 5º ano - ficha de revisões
Angulos e retas   5º ano - ficha de revisõesAngulos e retas   5º ano - ficha de revisões
Angulos e retas 5º ano - ficha de revisõesAna Tapadinhas
 
Atividade de Geometria 6º ano (retas)
Atividade de Geometria 6º ano (retas)Atividade de Geometria 6º ano (retas)
Atividade de Geometria 6º ano (retas)Ilton Bruno
 

Destaque (16)

Posições relativas matemática
Posições relativas   matemáticaPosições relativas   matemática
Posições relativas matemática
 
Posições de pontos, retas e planos
Posições de pontos, retas e planosPosições de pontos, retas e planos
Posições de pontos, retas e planos
 
Ficha Revisões 2
Ficha Revisões 2Ficha Revisões 2
Ficha Revisões 2
 
Ponto, reta, plano e ângulos 6º ano
Ponto, reta, plano e ângulos   6º anoPonto, reta, plano e ângulos   6º ano
Ponto, reta, plano e ângulos 6º ano
 
Física Hidrostática
Física HidrostáticaFísica Hidrostática
Física Hidrostática
 
Planos
PlanosPlanos
Planos
 
Posições relativas entre dois planos
Posições relativas entre dois planosPosições relativas entre dois planos
Posições relativas entre dois planos
 
Aula hidrostatica
Aula hidrostaticaAula hidrostatica
Aula hidrostatica
 
Fisica ondas 4
Fisica ondas 4Fisica ondas 4
Fisica ondas 4
 
Apresentação batimentos
Apresentação batimentosApresentação batimentos
Apresentação batimentos
 
Geometria espacial de posição
Geometria espacial de posiçãoGeometria espacial de posição
Geometria espacial de posição
 
Ondulatoria
OndulatoriaOndulatoria
Ondulatoria
 
Retas, semirretas e segmentos de reta
Retas, semirretas e segmentos de retaRetas, semirretas e segmentos de reta
Retas, semirretas e segmentos de reta
 
Ficha avaliação retas e angulos porto editora com resolução
Ficha avaliação retas e angulos porto editora com resoluçãoFicha avaliação retas e angulos porto editora com resolução
Ficha avaliação retas e angulos porto editora com resolução
 
Angulos e retas 5º ano - ficha de revisões
Angulos e retas   5º ano - ficha de revisõesAngulos e retas   5º ano - ficha de revisões
Angulos e retas 5º ano - ficha de revisões
 
Atividade de Geometria 6º ano (retas)
Atividade de Geometria 6º ano (retas)Atividade de Geometria 6º ano (retas)
Atividade de Geometria 6º ano (retas)
 

Semelhante a Ponto, reta e plano

Ceesvo (ensino fundamental) apostila 5
Ceesvo (ensino fundamental)   apostila 5Ceesvo (ensino fundamental)   apostila 5
Ceesvo (ensino fundamental) apostila 5Nome Sobrenome
 
Dp lista matematica 9º ano 2013
Dp  lista matematica 9º ano 2013Dp  lista matematica 9º ano 2013
Dp lista matematica 9º ano 2013melloayres
 
Dp lista matematica 9º ano 2013
Dp  lista matematica 9º ano 2013Dp  lista matematica 9º ano 2013
Dp lista matematica 9º ano 2013escolamelloayres
 
Matematica_6ano_atividades_extras_junho_Marcia.pdf
Matematica_6ano_atividades_extras_junho_Marcia.pdfMatematica_6ano_atividades_extras_junho_Marcia.pdf
Matematica_6ano_atividades_extras_junho_Marcia.pdfFernandaLacerda42
 
Material geometria 6º ano
Material geometria   6º anoMaterial geometria   6º ano
Material geometria 6º anoMarcia MMs
 
CFC COLIBRI Introdução à geometria euclidiana
CFC COLIBRI Introdução à geometria euclidianaCFC COLIBRI Introdução à geometria euclidiana
CFC COLIBRI Introdução à geometria euclidianaRenan Curty
 
Razão proporção-e-teorema-de-tales-8ª
Razão proporção-e-teorema-de-tales-8ªRazão proporção-e-teorema-de-tales-8ª
Razão proporção-e-teorema-de-tales-8ªPaulo Souto
 
Matematica essencial fundamental geometria_ elementos
Matematica essencial  fundamental  geometria_ elementosMatematica essencial  fundamental  geometria_ elementos
Matematica essencial fundamental geometria_ elementosLarissa Ferreira Marques
 
Atividades Aula 2 Semana 2
Atividades Aula 2   Semana 2Atividades Aula 2   Semana 2
Atividades Aula 2 Semana 2guestc35141c
 
Exercciossobreangulosrectas 110628140542-phpapp02
Exercciossobreangulosrectas 110628140542-phpapp02Exercciossobreangulosrectas 110628140542-phpapp02
Exercciossobreangulosrectas 110628140542-phpapp02Hermes da Silva
 

Semelhante a Ponto, reta e plano (20)

Ceesvo (ensino fundamental) apostila 5
Ceesvo (ensino fundamental)   apostila 5Ceesvo (ensino fundamental)   apostila 5
Ceesvo (ensino fundamental) apostila 5
 
Matematica vol5
Matematica vol5Matematica vol5
Matematica vol5
 
Geometria
GeometriaGeometria
Geometria
 
Geometria
GeometriaGeometria
Geometria
 
Dp lista matematica 9º ano 2013
Dp  lista matematica 9º ano 2013Dp  lista matematica 9º ano 2013
Dp lista matematica 9º ano 2013
 
Dp lista matematica 9º ano 2013
Dp  lista matematica 9º ano 2013Dp  lista matematica 9º ano 2013
Dp lista matematica 9º ano 2013
 
Matematica_6ano_atividades_extras_junho_Marcia.pdf
Matematica_6ano_atividades_extras_junho_Marcia.pdfMatematica_6ano_atividades_extras_junho_Marcia.pdf
Matematica_6ano_atividades_extras_junho_Marcia.pdf
 
Material geometria 6º ano
Material geometria   6º anoMaterial geometria   6º ano
Material geometria 6º ano
 
CFC COLIBRI Introdução à geometria euclidiana
CFC COLIBRI Introdução à geometria euclidianaCFC COLIBRI Introdução à geometria euclidiana
CFC COLIBRI Introdução à geometria euclidiana
 
Geoanalitica atualização1
Geoanalitica atualização1Geoanalitica atualização1
Geoanalitica atualização1
 
Poliedros E Prismas02
Poliedros E Prismas02Poliedros E Prismas02
Poliedros E Prismas02
 
Razão proporção-e-teorema-de-tales-8ª
Razão proporção-e-teorema-de-tales-8ªRazão proporção-e-teorema-de-tales-8ª
Razão proporção-e-teorema-de-tales-8ª
 
Aula2
Aula2Aula2
Aula2
 
Matematica essencial fundamental geometria_ elementos
Matematica essencial  fundamental  geometria_ elementosMatematica essencial  fundamental  geometria_ elementos
Matematica essencial fundamental geometria_ elementos
 
Áreas 1
Áreas 1Áreas 1
Áreas 1
 
Atividades Aula 2 Semana 2
Atividades Aula 2   Semana 2Atividades Aula 2   Semana 2
Atividades Aula 2 Semana 2
 
01 teorema-de-tales
01 teorema-de-tales01 teorema-de-tales
01 teorema-de-tales
 
01 teorema-de-tales
01 teorema-de-tales01 teorema-de-tales
01 teorema-de-tales
 
01 teorema-de-tales
01 teorema-de-tales01 teorema-de-tales
01 teorema-de-tales
 
Exercciossobreangulosrectas 110628140542-phpapp02
Exercciossobreangulosrectas 110628140542-phpapp02Exercciossobreangulosrectas 110628140542-phpapp02
Exercciossobreangulosrectas 110628140542-phpapp02
 

Último

Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...Prime Assessoria
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptxAndreia Silva
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...excellenceeducaciona
 
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.Prime Assessoria
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoReprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoMariaJoão Agualuza
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...apoioacademicoead
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...azulassessoriaacadem3
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdfCludiaFrancklim
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...azulassessoriaacadem3
 
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...azulassessoriaacadem3
 
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...Prime Assessoria
 
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioProfessor Belinaso
 
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...Prime Assessoria
 
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...Prime Assessoria
 
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIACONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIAHenrique Pontes
 
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoReprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
 
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...
Vários modelos foram propostos para estudar os determinantes sociais e a tram...
 
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
 
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
a) Tendo como base as competências de um conselho de saúde, a afirmação "... ...
 
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
 
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIACONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
CONCEITOS BÁSICOS DA GEOGRAFIAGEOGRAFIAGEOGRAFIA
 
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
Slides Lição 10, CPAD, A Ceia do Senhor – A Segunda Ordenança da Igreja, 1Tr2...
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 

Ponto, reta e plano

  • 2. A Geometria baseia-se em três noções: Ponto Reta Plano Essas noções são aceitas sem definição e, por esse motivo, são chamadas de conceitos primitivos.
  • 3. O ponto não possui dimensões, isto é, não tem comprimento nem largura ou altura. Temos idéia do que é, mas não podemos defini-lo. Um pequeno furo feito por um alfinete no papel, por exemplo, nos dá a idéia de um ponto. Nomeamos um ponto por uma letra maiúscula do alfabeto latino. A B C D E
  • 4. Não podemos definir uma reta, no entanto, temos noção do que seja. Por exemplo, um risco no papel, feito com o auxílio de uma régua, nos dá a idéia de uma reta. Nomeamos uma reta por uma letra minúscula do alfabeto latino. “A reta é formada por infinitos pontos alinhados.” r s
  • 5. No desenho abaixo, o ponto B está entre o ponto A e o ponto C. Entre o ponto B e o ponto C, conseguimos marcar outro ponto. Entre esse novo ponto e o ponto C, conseguimos marcar outro. Então, entre dois pontos sempre existe um terceiro ponto. Quando vários pontos pertencem a uma mesma reta eles são chamados Pontos colineares. Dois pontos sempre são colineares. A B CD E F r
  • 6. A RETA POSSUI APENAS UMA DIMENSÃO, MAS NÃO É POSSÍVEL MEDI-LA, POIS ELA É INFINITA.
  • 7. O piso de uma quadra poliesportiva nos dá a idéia de um plano. Nomeamos um plano por uma letra minúscula do alfabeto grego: Alfa (α), beta (β), gama (γ), etc. β
  • 8. O PLANO POSSUI DUAS DIMENSÕES: COMPRIMENTO E LARGURA. NO ENTANTO, NÃO É POSSÍVEL MEDI-LO.
  • 9. “O plano é formado por infinitas retas.” t r s β
  • 10. Quando várias retas estão contidas num mesmo plano, elas são chamadas Retas coplanares. Quando vários pontos pertencem a um mesmo plano, eles são chamados Pontos coplanares.
  • 12. 1. Vimos que ponto, reta e plano são noções elementares da geometria. Escreva a idéia que nos dá cada situação descrita a seguir: a) A marca da ponta do grafite em um papel. b) Um fio bem esticado. c) A superfície de uma mesa. d) Um piso de uma quadra de basquete. e) Estrelas no céu. f) O encontro do chão com a parede. g) Uma corda bem esticada. h) A cabeça de um prego. i) Uma folha de cartolina. j) O fundo de uma piscina. k) A linha de um caderno. l) O piso de uma quadra de tênis. m) A capa de um livro. n) Uma caneta. o) A cabeça de um parafuso. p) A linha de um trem. PONTO PLANO RETA PLANO PONTO RETA RETA PONTO PONTO PLANO PLANO PLANO RETA PLANO RETA RETA
  • 13. 2. A figura geométrica abaixo está representando quatro retas: r, s, t e u. Determine: a) Os pontos indicados que pertencem à reta r. b) Os pontos indicados que pertencem à reta s. c) Os pontos indicados que pertencem à reta u. d) Os pontos que pertencem às retas r e s simultaneamente. e) Os pontos indicados que pertencem à reta t. f) Os pontos que pertencem às retas u e t simultaneamente. A B E D B EC A B C DC AB CD E r s t u
  • 14. 3. Considerando as retas indicadas na figura, identifique: a) As retas que passam pelo ponto A. b) As retas que passam pelo ponto B. c) A reta que passa por A e B. d) A reta que passa por A e C. e) A reta que passa por B e C. r s t s s r t r s t A B C
  • 15. 4. Responda usando uma das palavras ponto, reta ou plano. a) Olhando o mapa do seu estado, você identifica a cidade onde você mora. Qual é a idéia que você tem dessa representação? b) Qual é a idéia que esta folha que você está lendo lhe traz? c) Assistindo a uma partida de futebol, você observa a linha divisória do campo. Qual a idéia que esta linha divisória lhe dá? 5. Desenhe uma reta, nomeie esta reta com a letra inicial do seu nome e faça o que se pede: a) Marque um ponto M que pertença à reta. b) Marque dois pontos, P e Q, que não pertençam à reta. PONTO PLANO RETA M P Q
  • 16. 6. Pontos colineares são os pontos que pertencem a uma mesma reta. Utilizando essa informação, observe a figura abaixo e responda: a) Quais os pontos que pertencem à reta r? b) Os pontos M, N e P são colineares? c) Os pontos P, M e S pertencem à reta r? d) Os pontos P, M e S são colineares? P M N SIM NÃO NÃO r P M N S
  • 17. 7. Quantas retas distintas você pode traçar a cada 2 pontos dos 6 pontos abaixo?. Dê um nome para cada reta.
  • 18. 8. Quantas retas distintas você pode traçar a cada 2 pontos dos 8 pontos abaixo? Dê o nome de cada uma das retas que você traçou.
  • 20. Vamos representar uma reta que passe pelos pontos A e B. Se tentarmos representar, pelos mesmos pontos A e B, uma outra reta diferente da que acabamos de desenhar, não conseguiremos. Pode tentar... Não é possível! Então, podemos definir: DOIS PONTOS DISTINTOS DETERMINAM UMA ÚNICA RETA. B A
  • 21. A reta que passa por dois pontos A e B pode ser indicada por AB. A B RETA AB
  • 22. Todo ponto de uma reta r divide essa reta em duas regiões opostas chamadas Semirretas. r semirreta semirreta A B O
  • 23. O ponto de divisão é chamado origem da semirreta, e uma das semirretas, por exemplo, é indicada por OA (lemos : “semirreta de origem O que passa por A”). A reta r é chamada reta suporte das semirretas. r semirreta semirreta A B O
  • 24. Se tomarmos dois pontos A e B distintos de uma reta r, determinamos um “pedaço” da reta r chamado segmento de reta de extremos A e B, que indicamos por AB. A reta r é chamado reta suporte do segmento. r A B Segmento de reta AB
  • 26. 1. Quais segmentos de reta você observa em cada figura? A B C D E A B C DE F DE CD BC AB FA EF DE CD BC AB
  • 27. 2. Represente uma reta r nas posições horizontal, vertical e inclinada. r r r horizontal vertical inclinada
  • 28. 3. Identifique, em cada uma das figuras abaixo, as retas desenhadas. A B C D A B C D E AB BC CD DA AB BC CD DE EA BD
  • 29. 5. Quantas segmentos de reta distintos você pode traçar a cada 2 pontos dos 8 pontos abaixo? Dê o nome de cada uma das retas que você traçou. A B C D KL M N
  • 30. 6. Quantas e quais as semirretas, com origem em P, que estão representadas na figura? P A B C E D PA PB PC PD PE 5 Semirretas
  • 31. 7. Observe a figura e responda: a) A reta tem origem? b) A semi-reta tem origem? c) O segmento tem origem? d) A reta tem extremidade? e) A semi-reta tem extremidade? f) O segmento tem extremidade? A A A B B B NÃO SIM NÃO NÃO SIM SIM
  • 32. 8. Indique as semi-retas representadas nas figuras seguintes e que tem origem no ponto O. AB C D O O OA OB OD OC
  • 33. 9. Quantas semirretas distintas você pode traçar a cada 2 pontos dos 4 pontos abaixo?. Dê o nome das semir- retas. A GF M AM MG GF FA AG MF FM MA GM FG AF GA 12 SEMIRRETAS
  • 34. 10. Observe as figuras I, II, III e IV. Agora identifique pelo número: a) Semirreta AB b) Semirreta BA c) Reta AB d) Segmento AB I II III IV A A A A B B B B II IV I III