SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 61
COMO FAZER PESQUISA
BIBLIOGRÁFICA COM OS
MEIOS ATUAIS
RUBENS DE FRAGA JUNIOR
INDEX MEDICUS
PESQUISA BIBLIOGRÁFICA
PESQUISA MANUAL
INDEX MEDICUS
PESQUISA ELETRÔNICA
BASES DE DADOS BIBLIOGRAFICAS ON-LINE
RAZÕES PARA PESQUISAR!
Responder a uma pergunta da pratica diária
relacionada ao atendimento do paciente idoso
Aprender mais sobre um tema biomédico
Determinar a melhor prática ou diretriz atual
Darmos o melhor cuidado possivel ao paciente,
utilizando a medicina baseada em evidências
DEFININDO O TEMA DA
PESQUISA
O primeiro passo para qualquer pesquisa é
definir o que estamos procurando. Ao somar
todas as bases bibliográficas da internet,
podemos encontrar mais de cinquenta milhões
de artigos científicos.
extrair algo útil de todas essas possibilidades
pode se tornar uma tarefa frustrante.
FAZENDO PERGUNTAS...
A melhor maneira de definir o tema da
pesquisa é fazer questionamentos, de modo a
transformar o seu tema em perguntas que
você quer que a literatura responda.
Por exemplo: a suplementação de vitamina D
reduz o risco de quedas em idosos no Brasil?.
TÉCNICAS PARA
MELHORAR A PESQUISA
1. Sermos capaz de estruturar e analisar
uma pergunta
2. Usar a lógica booleana
3. Uso de vocabulário controlado (MeSH)
4. Tecnicas especiais (truncagem)
5. Passo a passo na construção da pesquisa
on-line
ANALISANDO A PERGUNTA
Quais são os conceitos principais da sua
pergunta?
Pode a terapia nutricional melhorar a
cicatrização de úlceras de decúbito num
paciente idoso?
Conceitos:
Terapia
nutricional
Úlceras de decubito
Cicatrização
de ulceras
Pacientes
idosos
Tratamento
eficaz
OPERADORES BOOLEANOS
A Lógica booleana padrão para pesquisa na
base de dados utiliza 3 relações entre os
termos da pesquisa:
AND
OR
NOT
Isto torna a pesquisa simples e poderosa!
AND
And (e): restringe a
busca, recuperando
apenas os registros
que contém todos os
termos da expressão
de busca. Exemplo:
quedas and vitamina
D and idoso.
OR
Or (ou): Amplia a busca,
recuperando todos os
registros que contém
qualquer um dos termos
da expressão de busca.
Exemplo: quedas or
vitamina D or idoso -
recupera referencias de
qualquer uma destas
palavras citadas.
NOT
Not (não): Deve ser
utilizado quando se deseja
excluir de um determinado
conjunto de dados, um
segundo conjunto,
expresso por outro termo
de busca. Exemplo: quedas
not vitamina D – recupera
todos os registros que
contém a palavra “quedas”,
mas não contém a palavra
“vitamina D”.
ALÉM DO BÁSICO
BOOLEANO…
Vocabulario controlado
Truncagem
VOCABULÁRIO CONTROLADO
Um vocabulário controlado é um conjunto de
termos estabelecidos, onde cada termo
representa um único conceito.
ESTRUTURA DO VOCABULÁRIO
CONTROLADO
Conceitos
mais
amplos
Conceitos
mais
restritos
TRUNCAGEM
O asterisco (*) colocado a direita
do termo ou palavra chave tem
como função recuperar todas as
palavras como prefixo ou radical
dado, como por exemplo, a palavra
Brasil colocada um asterisco ao lado
“ Brasil*”, recupera brasileiro,
brasileira, Brasília, brasilis, etc
PASSO A PASSO NA
CONSTRUÇÃO DA PESQUISA
ON-LINE
Definir o tema da pesquisa
Escolher o recurso para a pesquisa
Escolher as palavras chaves para a pesquisa
Compilar a estratégia e execução da pesquisa
Encontrar o artigo completo
Gerenciar as informações
PESQUISANDO NA
INTERNET
Encontrando informaçõesEncontrando informações
difíceis de achar!difíceis de achar!
20
“O QUE É A INTERNET
INVISÍVEL?”
Informações que os sites de busca gerais
não podem ou não vão incluir em sua coleção
de resultados das páginas da web (índices)
Contém uma grande quantidade de recursos
de informação
Informação de alta qualidade e autoridade
Mais especializada
Gratuitas
FONTE: http://money.cnn.com/2014/03/10/technology/deep-web/index.html
“O QUE É A INTERNET
INVISÍVEL?”
22
EM OUTRAS PALAVRAS…
Há muito mais na web do que …
ou
SITES DE BUSCA
24
ABRANGÊNCIA DOS
SITES DE BUSCA
O google cobre apenas uma fração da WWW
Estimativa: apenas 25%
Muitos tópicos ou domínios são orientados para
assunto de interesse dos buscadores
Muitas fontes abrangentes são independentes
dos buscadores
SITES DE BUSCA
The Decade of Google
Outro sites de busca populares são Bing e Yahoo
O USO DO GOOGLE
> Operadores de busca
1) “ ”: “cisto de Morgagni”
2) AND: Tuberculosis AND Kidney
3) OR: Tuberculosis OR Koch’s
Utilize o limitador do tempo para a pesquisa
"guglar"
Pesquisa por data
Pesquisa por
região
Pesquisa por idioma
RESUMINDO
“O Google tem grande utilidade na pesquisa da
literatura cinza (Grey literature), isto é, informações
que não são publicadas comercialmente, ou que são
difíceis de encontrar, como relatórios
governamentais, não governamentais, monografias e
outros”.
“Quando o google faz uma pesquisa, ele não vê a
internet “ao vivo”. Na verdade, ele nos traz uma cópia
da web seis meses desatualizada, o que significa que
poderemos perder informações mais recentes.”
BASES DE DADOS
BIBLIOGRÁFICAS
UMA BASE DE DADOS É UMA
COLEÇÃO ORGANIZADA DE
DADOS!
As bases de dados bibliográficas são pesquisadas pelas
mesmas técnicas de pesquisa de outras bases!
O foco aqui estará na PubMed , mas estas técnicas
aplicam-se a qualquer banco de dados de literatura.
BASES DE DADOS
BIBLIOGRAFICAS
BASES DE DADOS
BIBLIOGRÁFICAS
• O Pubmed, a MedLine e a Bireme são bases de
dados. PubMed contem artigos de 5666 revistas
científicas, indexados em vários países.
• É recomendável que antes de utilizar o pubMed, se
utilize o “PubMed tutorial”, um programa de ensino
on line que explica como realizar as pesquisas
nesta base de dados.
PUBMED
Melhor site mundial para pesquisa de artigos científicos
PubMed contém mais de
26.000.000 artigos
indexados. Os
resultados da pesquisa
tem links para artigos
gratuitos.
PUBMED CENTRAL
pesquisa de artigos científicos gratuitos
PubMed Central
PubMed Central é um arquivo de
artigos gratuitos. Mais de 3.9
milhões de artigos disponíveis.
GOOGLE ACADÊMICO
scholar.google.com
O Google Acadêmico fornece uma maneira simples de pesquisar
literatura acadêmica de forma abrangente. Pode pesquisar
várias disciplinas e fontes em um só lugar: teses, livros, artigos
de editoras acadêmicas.
“Quando utilizamos a Pubmed
usamos a força poderosa de
pesquisa com vocabulario
controlado(MeSH), possibilidade
que o google acadêmico não tem!  
Shultz M. Comparing test searches in PubMed and Google Scholar. Journal of the Medical Library Association : JMLA  .
2007;95(4):442-445. doi:10.3163/1536-5050.95.4.442.
PUBMED X GOOGLE ACADÊMICO
PUBMED & RSS
PubMed pode realizar pesquisas em rss
Adicionando um feed RSS ao seu
agregador, você receberá
automaticamente atualizações de sua
pesquisa.
RESUMINDO
1. Encontre o feed que você procura.
2. Clicar no link xml ou rss .
3. Copiar a URL ou link.
4. Ir para o seu agregador.
5. Clicar na opção adicionar feed.
6. Colar o link.
7. Organizar o novo feed em pastas.
RSS FEED
Algumas páginas
oferecem botões que, ao
serem clicados,
adicionam um feed ao
seu agregador favorito.
PASSO 1 : ENCONTRANDO
UM FEED
PASSO 2 : ENCONTRANDO O
LINK
PASSO 3 : COPIAR O LINK
PASSO 4 : IR AO
AGREGADOR
Google Reader: http://reader.google.com/
PASSO 5 : CLICAR EM
“ADICIONAR UM FEED”
PASSO 6 : COLAR O LINK
Colar a URL na caixa e clicar em adicionar.
PASSO 7 : CLASSIFICAR O FEED
PUBMED & RSS
PubMed pode realizar pesquisas em rss
Adicionando um feed RSS ao seu
agregador, você receberá
automaticamente atualizações de sua
pesquisa.
APLICATIVOS DE
PESQUISA PARA
DISPOSITIVOS MÓVEIS
PUBMED
Da National Library of
Medicine
Pesquisas direcionadas do
Medline com/ PubMed
PICO
AskMEDLINE
Consensus Abstracts
Journal Browser
Clinical Queries
http://pubmedhh.nlm.nih.gov/
FAZENDO UMA
PERGUNTA: PICO
Paciente,população ou problema
• Quais as caracteristicas do paciente ou da população?
• Qual a doenças que voce esta interessado?
Intervenção ou exposição
• O que voce quer fazer com este paciente?(tratar,
diagnosticar ou observar)?
Comparação
• Qual a alternativa a intervenção?(ex.. placebo, droga
diferente, cirurgia)?
Resultado
• Quais são os resultados relevantes?(ex. morbidade,
morte, complicações)?
http://healthlinks.washington.edu/ebp/pico.html
GERENCIANDO AS
INFORMAÇÕES
Salvar e arquivar os artigos
pesquisados são um ítem importante
para posteriormente citá-los
corretamente em suas referências
bibliográficas.
COMO FAZER UMA PESQUISA
BIBLIOGRAFICA
Comece com idéias claras do que voce esta procurando:
– Se voce não conhece muito sobre o tema, ler algumas
revisões recentes pode ser de grande ajuda
Utilize as ferramentas on-line:
– PubMed é a forma mais fácil
– Outras intefaces poderão ser utilizadas para revisões
sistematicas ou pesquisas mais complexas
Aprenda a fazer pesquisa rápida e com acuracia:
– Tutoriais on-line da Pubmed
– Pratique, Pratique e Pratique!
Identifique e use o vocabulário controlado mais
apropriado (MeSH)
Não esqueça de procurar as referencias dos artigos
mais relevantes do tema pesquisado
Arquive sua bibliografia
COMO FAZER UMA PESQUISA
BIBLIOGRÁFICA
CONCLUSÃO
A pesquisa da literatura biomédica é um processo
dinâmico e interativo. Não existe uma única forma de
conduzir pesquisa, sendo que muitas variáveis estão
envolvidas.
O uso de recursos eletrônicos disponíveis on-line podem
produzir pesquisas científicas com relevância e muita
qualidade.
http://weblogdofraga.blogspot.com
Geripar@hotmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Treinamento - Base de dados
Treinamento - Base de dadosTreinamento - Base de dados
Treinamento - Base de dadosKarinaBSantos
 
Publicação de artigos científicos em revistas indexadas
Publicação de artigos científicos em revistas indexadasPublicação de artigos científicos em revistas indexadas
Publicação de artigos científicos em revistas indexadasAngela Pereira de Farias
 
Bases de dados científicos e ferramentas de coleta de dados
Bases de dados científicos e ferramentas de coleta de dadosBases de dados científicos e ferramentas de coleta de dados
Bases de dados científicos e ferramentas de coleta de dadosPaula Carina De Araújo
 

Mais procurados (20)

Introdução a pesquisa bibliográfica
Introdução a pesquisa bibliográficaIntrodução a pesquisa bibliográfica
Introdução a pesquisa bibliográfica
 
Seminário SBUFRGS e SABi
Seminário SBUFRGS e SABiSeminário SBUFRGS e SABi
Seminário SBUFRGS e SABi
 
Mendeley
MendeleyMendeley
Mendeley
 
Ebscohost - tutorial básico para UFRGS
Ebscohost - tutorial básico para UFRGSEbscohost - tutorial básico para UFRGS
Ebscohost - tutorial básico para UFRGS
 
SCOPUS: base de dados de referências e citações
SCOPUS: base de dados de referências e citaçõesSCOPUS: base de dados de referências e citações
SCOPUS: base de dados de referências e citações
 
ISI Web of Science - bases de dados de artigos científicos
ISI Web of Science - bases de dados de artigos científicosISI Web of Science - bases de dados de artigos científicos
ISI Web of Science - bases de dados de artigos científicos
 
Produzir, comunicar e ser lido: bases de dados e rankings
Produzir, comunicar e ser lido: bases de dados e rankingsProduzir, comunicar e ser lido: bases de dados e rankings
Produzir, comunicar e ser lido: bases de dados e rankings
 
Busca Integrada ao Acervo UFPR
Busca Integrada ao Acervo UFPRBusca Integrada ao Acervo UFPR
Busca Integrada ao Acervo UFPR
 
Pesquisa com PubMed, 23.06.2020
Pesquisa com PubMed, 23.06.2020Pesquisa com PubMed, 23.06.2020
Pesquisa com PubMed, 23.06.2020
 
Localiza literatura
Localiza literaturaLocaliza literatura
Localiza literatura
 
O pesquisador e sua produção 2: indicadores de avaliação
O pesquisador e sua produção 2: indicadores de avaliaçãoO pesquisador e sua produção 2: indicadores de avaliação
O pesquisador e sua produção 2: indicadores de avaliação
 
Onde estão as minhas citações: ferramentas e dicas
Onde estão as minhas citações: ferramentas e dicasOnde estão as minhas citações: ferramentas e dicas
Onde estão as minhas citações: ferramentas e dicas
 
Treinamento - Base de dados
Treinamento - Base de dadosTreinamento - Base de dados
Treinamento - Base de dados
 
Pesquisa no Portal Capes
Pesquisa no Portal Capes Pesquisa no Portal Capes
Pesquisa no Portal Capes
 
Zotero
Zotero Zotero
Zotero
 
Pelos trilhos da informação
Pelos trilhos da informaçãoPelos trilhos da informação
Pelos trilhos da informação
 
A pesquisa na base de dados ERIC
A pesquisa na base de dados ERICA pesquisa na base de dados ERIC
A pesquisa na base de dados ERIC
 
Publicação de artigos científicos em revistas indexadas
Publicação de artigos científicos em revistas indexadasPublicação de artigos científicos em revistas indexadas
Publicação de artigos científicos em revistas indexadas
 
Bases de dados científicos e ferramentas de coleta de dados
Bases de dados científicos e ferramentas de coleta de dadosBases de dados científicos e ferramentas de coleta de dados
Bases de dados científicos e ferramentas de coleta de dados
 
Bibliotecas ufrgs e sabi+
Bibliotecas ufrgs e sabi+Bibliotecas ufrgs e sabi+
Bibliotecas ufrgs e sabi+
 

Destaque

How to search the medical literature on the net
How to search the medical literature on the netHow to search the medical literature on the net
How to search the medical literature on the netSamir Haffar
 
Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental, Pesquisa Experimental e Pesquisa...
Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental, Pesquisa Experimental e Pesquisa...Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental, Pesquisa Experimental e Pesquisa...
Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental, Pesquisa Experimental e Pesquisa...Klicia Mendonca
 
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPBTCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPBRilva Lopes de Sousa Muñoz
 
Pesquisa Bibliografica
Pesquisa BibliograficaPesquisa Bibliografica
Pesquisa BibliograficaLeticia Strehl
 

Destaque (10)

Pubmed
PubmedPubmed
Pubmed
 
Leitura crítica em Medicina
Leitura crítica em MedicinaLeitura crítica em Medicina
Leitura crítica em Medicina
 
Pesquisa bibliográfica
Pesquisa bibliográficaPesquisa bibliográfica
Pesquisa bibliográfica
 
How to search the medical literature on the net
How to search the medical literature on the netHow to search the medical literature on the net
How to search the medical literature on the net
 
Pesquisa Bibliográfica
Pesquisa BibliográficaPesquisa Bibliográfica
Pesquisa Bibliográfica
 
Como fazer pesquisa em base de dados - BVS | SciELO by Flason Silva
Como fazer pesquisa em base de dados - BVS | SciELO by Flason SilvaComo fazer pesquisa em base de dados - BVS | SciELO by Flason Silva
Como fazer pesquisa em base de dados - BVS | SciELO by Flason Silva
 
Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental, Pesquisa Experimental e Pesquisa...
Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental, Pesquisa Experimental e Pesquisa...Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental, Pesquisa Experimental e Pesquisa...
Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Documental, Pesquisa Experimental e Pesquisa...
 
Pesquisa De Campo
Pesquisa De CampoPesquisa De Campo
Pesquisa De Campo
 
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPBTCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
TCC: Introdução, Revisão da Literatura e Objetivos - Profa. Rilva Muñoz - UFPB
 
Pesquisa Bibliografica
Pesquisa BibliograficaPesquisa Bibliografica
Pesquisa Bibliografica
 

Semelhante a Como fazer pesquisa bibliográfica com os meios atuais

Busca de Informação Científica - Profa. Rilva Muñoz
Busca de Informação Científica - Profa. Rilva MuñozBusca de Informação Científica - Profa. Rilva Muñoz
Busca de Informação Científica - Profa. Rilva MuñozRilva Lopes de Sousa Muñoz
 
Internet e aplicativos móveis para médicos
Internet e aplicativos móveis para médicosInternet e aplicativos móveis para médicos
Internet e aplicativos móveis para médicosRubens Junior
 
BUSCA DE ARTIGOS CIENTIFICOS.ppt
BUSCA DE ARTIGOS CIENTIFICOS.pptBUSCA DE ARTIGOS CIENTIFICOS.ppt
BUSCA DE ARTIGOS CIENTIFICOS.pptNanaNossa
 
Introducao-a-busca-de-artigos-cientificos-1-1.ppt
Introducao-a-busca-de-artigos-cientificos-1-1.pptIntroducao-a-busca-de-artigos-cientificos-1-1.ppt
Introducao-a-busca-de-artigos-cientificos-1-1.pptJoao Luiz Macedo
 
BUSCAS EM BASES DE DADOS DA SÁUDE - ONLINE 2023
BUSCAS EM BASES DE DADOS DA SÁUDE - ONLINE 2023BUSCAS EM BASES DE DADOS DA SÁUDE - ONLINE 2023
BUSCAS EM BASES DE DADOS DA SÁUDE - ONLINE 2023marcelobibliotecario
 
Aula 7 pesquisa de evidências
Aula 7   pesquisa de evidênciasAula 7   pesquisa de evidências
Aula 7 pesquisa de evidênciasRicardo Alexandre
 
Aula 7 pesquisa de evidências
Aula 7   pesquisa de evidênciasAula 7   pesquisa de evidências
Aula 7 pesquisa de evidênciasRicardo Alexandre
 
Pesquisa no Portal BVS, principais bases e recursos
Pesquisa no Portal BVS, principais bases e recursosPesquisa no Portal BVS, principais bases e recursos
Pesquisa no Portal BVS, principais bases e recursosJuliana Takahashi
 
1.1 Manual do TCC - Proposta de Interveção (1).pdf
1.1 Manual do TCC - Proposta de Interveção (1).pdf1.1 Manual do TCC - Proposta de Interveção (1).pdf
1.1 Manual do TCC - Proposta de Interveção (1).pdfssuser27b872
 
Estratégias de busca no Serviço de Referência
Estratégias de busca no Serviço de ReferênciaEstratégias de busca no Serviço de Referência
Estratégias de busca no Serviço de ReferênciaAna Glenyr
 
Indicadores de produção e impacto da produção científica
Indicadores de produção e impacto da produção científicaIndicadores de produção e impacto da produção científica
Indicadores de produção e impacto da produção científicaLeticia Strehl
 
Como usar a base de dados scielo
Como usar a base de dados scieloComo usar a base de dados scielo
Como usar a base de dados scieloTalita Carvalho
 
Instrumentos de pesquisa
Instrumentos de pesquisaInstrumentos de pesquisa
Instrumentos de pesquisatoot6
 
Inserção da produção científica da Ficocruz nas iniciativas de promoção do ac...
Inserção da produção científica da Ficocruz nas iniciativas de promoção do ac...Inserção da produção científica da Ficocruz nas iniciativas de promoção do ac...
Inserção da produção científica da Ficocruz nas iniciativas de promoção do ac...Projeto RCAAP
 
Interfaces de busca e recuperação na Biblioteca Virtual em Saúde - BVS
Interfaces de busca e recuperação na Biblioteca Virtual em Saúde - BVSInterfaces de busca e recuperação na Biblioteca Virtual em Saúde - BVS
Interfaces de busca e recuperação na Biblioteca Virtual em Saúde - BVShttp://bvsalud.org/
 
Buscando evidências em fontes de informação
Buscando evidências em fontes de informaçãoBuscando evidências em fontes de informação
Buscando evidências em fontes de informaçãoLeonardo Savassi
 
Atualização e aquisição de conhecimento
Atualização e aquisição de conhecimentoAtualização e aquisição de conhecimento
Atualização e aquisição de conhecimentoJoao P. Dubas
 
Treinamentobase Scopus
Treinamentobase ScopusTreinamentobase Scopus
Treinamentobase ScopusTony Macedo
 

Semelhante a Como fazer pesquisa bibliográfica com os meios atuais (20)

Busca de Informação Científica - Profa. Rilva Muñoz
Busca de Informação Científica - Profa. Rilva MuñozBusca de Informação Científica - Profa. Rilva Muñoz
Busca de Informação Científica - Profa. Rilva Muñoz
 
Internet e aplicativos móveis para médicos
Internet e aplicativos móveis para médicosInternet e aplicativos móveis para médicos
Internet e aplicativos móveis para médicos
 
BUSCA DE ARTIGOS CIENTIFICOS.ppt
BUSCA DE ARTIGOS CIENTIFICOS.pptBUSCA DE ARTIGOS CIENTIFICOS.ppt
BUSCA DE ARTIGOS CIENTIFICOS.ppt
 
Introducao-a-busca-de-artigos-cientificos-1-1.ppt
Introducao-a-busca-de-artigos-cientificos-1-1.pptIntroducao-a-busca-de-artigos-cientificos-1-1.ppt
Introducao-a-busca-de-artigos-cientificos-1-1.ppt
 
Scielo
ScieloScielo
Scielo
 
BUSCAS EM BASES DE DADOS DA SÁUDE - ONLINE 2023
BUSCAS EM BASES DE DADOS DA SÁUDE - ONLINE 2023BUSCAS EM BASES DE DADOS DA SÁUDE - ONLINE 2023
BUSCAS EM BASES DE DADOS DA SÁUDE - ONLINE 2023
 
Aula 7 pesquisa de evidências
Aula 7   pesquisa de evidênciasAula 7   pesquisa de evidências
Aula 7 pesquisa de evidências
 
Aula 7 pesquisa de evidências
Aula 7   pesquisa de evidênciasAula 7   pesquisa de evidências
Aula 7 pesquisa de evidências
 
Pesquisa no Portal BVS, principais bases e recursos
Pesquisa no Portal BVS, principais bases e recursosPesquisa no Portal BVS, principais bases e recursos
Pesquisa no Portal BVS, principais bases e recursos
 
Portal BVS
Portal BVSPortal BVS
Portal BVS
 
1.1 Manual do TCC - Proposta de Interveção (1).pdf
1.1 Manual do TCC - Proposta de Interveção (1).pdf1.1 Manual do TCC - Proposta de Interveção (1).pdf
1.1 Manual do TCC - Proposta de Interveção (1).pdf
 
Estratégias de busca no Serviço de Referência
Estratégias de busca no Serviço de ReferênciaEstratégias de busca no Serviço de Referência
Estratégias de busca no Serviço de Referência
 
Indicadores de produção e impacto da produção científica
Indicadores de produção e impacto da produção científicaIndicadores de produção e impacto da produção científica
Indicadores de produção e impacto da produção científica
 
Como usar a base de dados scielo
Como usar a base de dados scieloComo usar a base de dados scielo
Como usar a base de dados scielo
 
Instrumentos de pesquisa
Instrumentos de pesquisaInstrumentos de pesquisa
Instrumentos de pesquisa
 
Inserção da produção científica da Ficocruz nas iniciativas de promoção do ac...
Inserção da produção científica da Ficocruz nas iniciativas de promoção do ac...Inserção da produção científica da Ficocruz nas iniciativas de promoção do ac...
Inserção da produção científica da Ficocruz nas iniciativas de promoção do ac...
 
Interfaces de busca e recuperação na Biblioteca Virtual em Saúde - BVS
Interfaces de busca e recuperação na Biblioteca Virtual em Saúde - BVSInterfaces de busca e recuperação na Biblioteca Virtual em Saúde - BVS
Interfaces de busca e recuperação na Biblioteca Virtual em Saúde - BVS
 
Buscando evidências em fontes de informação
Buscando evidências em fontes de informaçãoBuscando evidências em fontes de informação
Buscando evidências em fontes de informação
 
Atualização e aquisição de conhecimento
Atualização e aquisição de conhecimentoAtualização e aquisição de conhecimento
Atualização e aquisição de conhecimento
 
Treinamentobase Scopus
Treinamentobase ScopusTreinamentobase Scopus
Treinamentobase Scopus
 

Mais de Rubens Junior

Convivendo com multiplos problemas de saude
Convivendo com multiplos problemas de saudeConvivendo com multiplos problemas de saude
Convivendo com multiplos problemas de saudeRubens Junior
 
Enfrentando a dor persistente no idoso
Enfrentando  a dor persistente no idosoEnfrentando  a dor persistente no idoso
Enfrentando a dor persistente no idosoRubens Junior
 
Melhore a memoria com simples estrategias
Melhore a memoria com simples estrategiasMelhore a memoria com simples estrategias
Melhore a memoria com simples estrategiasRubens Junior
 
TRATAMENTO DA OSTEOPOROSE EM 2018
TRATAMENTO DA OSTEOPOROSE EM 2018TRATAMENTO DA OSTEOPOROSE EM 2018
TRATAMENTO DA OSTEOPOROSE EM 2018Rubens Junior
 
Envelhecer com qualidade de vida
Envelhecer com qualidade de vidaEnvelhecer com qualidade de vida
Envelhecer com qualidade de vidaRubens Junior
 
O envelhecimento saudável
O envelhecimento saudávelO envelhecimento saudável
O envelhecimento saudávelRubens Junior
 
A INFORMATICA EM MEDICINA
A INFORMATICA EM MEDICINAA INFORMATICA EM MEDICINA
A INFORMATICA EM MEDICINARubens Junior
 
DISTURBIOS DO SONO EM IDOSOS
DISTURBIOS DO SONO EM IDOSOSDISTURBIOS DO SONO EM IDOSOS
DISTURBIOS DO SONO EM IDOSOSRubens Junior
 
DEMENCIAS E ALZHEIMER DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO
DEMENCIAS E ALZHEIMER DIAGNÓSTICO E TRATAMENTODEMENCIAS E ALZHEIMER DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO
DEMENCIAS E ALZHEIMER DIAGNÓSTICO E TRATAMENTORubens Junior
 
SEXUALIDADE NO IDOSO
SEXUALIDADE NO IDOSOSEXUALIDADE NO IDOSO
SEXUALIDADE NO IDOSORubens Junior
 
CONFUSÃO MENTAL NO IDOSO
CONFUSÃO MENTAL NO IDOSOCONFUSÃO MENTAL NO IDOSO
CONFUSÃO MENTAL NO IDOSORubens Junior
 
Envelhecimento saudável
Envelhecimento saudávelEnvelhecimento saudável
Envelhecimento saudávelRubens Junior
 

Mais de Rubens Junior (15)

Convivendo com multiplos problemas de saude
Convivendo com multiplos problemas de saudeConvivendo com multiplos problemas de saude
Convivendo com multiplos problemas de saude
 
Enfrentando a dor persistente no idoso
Enfrentando  a dor persistente no idosoEnfrentando  a dor persistente no idoso
Enfrentando a dor persistente no idoso
 
Melhore a memoria com simples estrategias
Melhore a memoria com simples estrategiasMelhore a memoria com simples estrategias
Melhore a memoria com simples estrategias
 
TRATAMENTO DA OSTEOPOROSE EM 2018
TRATAMENTO DA OSTEOPOROSE EM 2018TRATAMENTO DA OSTEOPOROSE EM 2018
TRATAMENTO DA OSTEOPOROSE EM 2018
 
Envelhecer com qualidade de vida
Envelhecer com qualidade de vidaEnvelhecer com qualidade de vida
Envelhecer com qualidade de vida
 
O envelhecimento saudável
O envelhecimento saudávelO envelhecimento saudável
O envelhecimento saudável
 
A INFORMATICA EM MEDICINA
A INFORMATICA EM MEDICINAA INFORMATICA EM MEDICINA
A INFORMATICA EM MEDICINA
 
DISTURBIOS DO SONO EM IDOSOS
DISTURBIOS DO SONO EM IDOSOSDISTURBIOS DO SONO EM IDOSOS
DISTURBIOS DO SONO EM IDOSOS
 
DEMENCIAS E ALZHEIMER DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO
DEMENCIAS E ALZHEIMER DIAGNÓSTICO E TRATAMENTODEMENCIAS E ALZHEIMER DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO
DEMENCIAS E ALZHEIMER DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO
 
SEXUALIDADE NO IDOSO
SEXUALIDADE NO IDOSOSEXUALIDADE NO IDOSO
SEXUALIDADE NO IDOSO
 
CONFUSÃO MENTAL NO IDOSO
CONFUSÃO MENTAL NO IDOSOCONFUSÃO MENTAL NO IDOSO
CONFUSÃO MENTAL NO IDOSO
 
DEPRESSÃO NO IDOSO
DEPRESSÃO NO IDOSODEPRESSÃO NO IDOSO
DEPRESSÃO NO IDOSO
 
Envelhecimento saudável
Envelhecimento saudávelEnvelhecimento saudável
Envelhecimento saudável
 
NUTRIÇÃO NO IDOSO
NUTRIÇÃO NO IDOSONUTRIÇÃO NO IDOSO
NUTRIÇÃO NO IDOSO
 
VITAMINA D
VITAMINA D VITAMINA D
VITAMINA D
 

Último

AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxJMTCS
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURADouglasVasconcelosMa
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxHlioMachado1
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 

Último (20)

AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptxOrientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
Orientações para a análise do poema Orfeu Rebelde.pptx
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURACRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
CRONOGRAMA: AÇÕES DO PROJETO ESTAÇÃO LEITURA
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptxRevolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
Revolução Industrial - Revolução Industrial .pptx
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 

Como fazer pesquisa bibliográfica com os meios atuais

  • 1.
  • 2. COMO FAZER PESQUISA BIBLIOGRÁFICA COM OS MEIOS ATUAIS RUBENS DE FRAGA JUNIOR
  • 4. PESQUISA BIBLIOGRÁFICA PESQUISA MANUAL INDEX MEDICUS PESQUISA ELETRÔNICA BASES DE DADOS BIBLIOGRAFICAS ON-LINE
  • 5. RAZÕES PARA PESQUISAR! Responder a uma pergunta da pratica diária relacionada ao atendimento do paciente idoso Aprender mais sobre um tema biomédico Determinar a melhor prática ou diretriz atual Darmos o melhor cuidado possivel ao paciente, utilizando a medicina baseada em evidências
  • 6. DEFININDO O TEMA DA PESQUISA O primeiro passo para qualquer pesquisa é definir o que estamos procurando. Ao somar todas as bases bibliográficas da internet, podemos encontrar mais de cinquenta milhões de artigos científicos. extrair algo útil de todas essas possibilidades pode se tornar uma tarefa frustrante.
  • 7. FAZENDO PERGUNTAS... A melhor maneira de definir o tema da pesquisa é fazer questionamentos, de modo a transformar o seu tema em perguntas que você quer que a literatura responda. Por exemplo: a suplementação de vitamina D reduz o risco de quedas em idosos no Brasil?.
  • 8. TÉCNICAS PARA MELHORAR A PESQUISA 1. Sermos capaz de estruturar e analisar uma pergunta 2. Usar a lógica booleana 3. Uso de vocabulário controlado (MeSH) 4. Tecnicas especiais (truncagem) 5. Passo a passo na construção da pesquisa on-line
  • 9. ANALISANDO A PERGUNTA Quais são os conceitos principais da sua pergunta? Pode a terapia nutricional melhorar a cicatrização de úlceras de decúbito num paciente idoso? Conceitos: Terapia nutricional Úlceras de decubito Cicatrização de ulceras Pacientes idosos Tratamento eficaz
  • 10. OPERADORES BOOLEANOS A Lógica booleana padrão para pesquisa na base de dados utiliza 3 relações entre os termos da pesquisa: AND OR NOT Isto torna a pesquisa simples e poderosa!
  • 11. AND And (e): restringe a busca, recuperando apenas os registros que contém todos os termos da expressão de busca. Exemplo: quedas and vitamina D and idoso.
  • 12. OR Or (ou): Amplia a busca, recuperando todos os registros que contém qualquer um dos termos da expressão de busca. Exemplo: quedas or vitamina D or idoso - recupera referencias de qualquer uma destas palavras citadas.
  • 13. NOT Not (não): Deve ser utilizado quando se deseja excluir de um determinado conjunto de dados, um segundo conjunto, expresso por outro termo de busca. Exemplo: quedas not vitamina D – recupera todos os registros que contém a palavra “quedas”, mas não contém a palavra “vitamina D”.
  • 15. VOCABULÁRIO CONTROLADO Um vocabulário controlado é um conjunto de termos estabelecidos, onde cada termo representa um único conceito.
  • 17. TRUNCAGEM O asterisco (*) colocado a direita do termo ou palavra chave tem como função recuperar todas as palavras como prefixo ou radical dado, como por exemplo, a palavra Brasil colocada um asterisco ao lado “ Brasil*”, recupera brasileiro, brasileira, Brasília, brasilis, etc
  • 18. PASSO A PASSO NA CONSTRUÇÃO DA PESQUISA ON-LINE Definir o tema da pesquisa Escolher o recurso para a pesquisa Escolher as palavras chaves para a pesquisa Compilar a estratégia e execução da pesquisa Encontrar o artigo completo Gerenciar as informações
  • 19. PESQUISANDO NA INTERNET Encontrando informaçõesEncontrando informações difíceis de achar!difíceis de achar!
  • 20. 20 “O QUE É A INTERNET INVISÍVEL?” Informações que os sites de busca gerais não podem ou não vão incluir em sua coleção de resultados das páginas da web (índices) Contém uma grande quantidade de recursos de informação Informação de alta qualidade e autoridade Mais especializada Gratuitas
  • 22. 22 EM OUTRAS PALAVRAS… Há muito mais na web do que … ou
  • 24. 24 ABRANGÊNCIA DOS SITES DE BUSCA O google cobre apenas uma fração da WWW Estimativa: apenas 25% Muitos tópicos ou domínios são orientados para assunto de interesse dos buscadores Muitas fontes abrangentes são independentes dos buscadores
  • 25. SITES DE BUSCA The Decade of Google Outro sites de busca populares são Bing e Yahoo
  • 26. O USO DO GOOGLE > Operadores de busca 1) “ ”: “cisto de Morgagni” 2) AND: Tuberculosis AND Kidney 3) OR: Tuberculosis OR Koch’s Utilize o limitador do tempo para a pesquisa "guglar"
  • 27. Pesquisa por data Pesquisa por região Pesquisa por idioma
  • 28.
  • 29. RESUMINDO “O Google tem grande utilidade na pesquisa da literatura cinza (Grey literature), isto é, informações que não são publicadas comercialmente, ou que são difíceis de encontrar, como relatórios governamentais, não governamentais, monografias e outros”. “Quando o google faz uma pesquisa, ele não vê a internet “ao vivo”. Na verdade, ele nos traz uma cópia da web seis meses desatualizada, o que significa que poderemos perder informações mais recentes.”
  • 31. UMA BASE DE DADOS É UMA COLEÇÃO ORGANIZADA DE DADOS! As bases de dados bibliográficas são pesquisadas pelas mesmas técnicas de pesquisa de outras bases! O foco aqui estará na PubMed , mas estas técnicas aplicam-se a qualquer banco de dados de literatura.
  • 33. BASES DE DADOS BIBLIOGRÁFICAS • O Pubmed, a MedLine e a Bireme são bases de dados. PubMed contem artigos de 5666 revistas científicas, indexados em vários países. • É recomendável que antes de utilizar o pubMed, se utilize o “PubMed tutorial”, um programa de ensino on line que explica como realizar as pesquisas nesta base de dados.
  • 34. PUBMED Melhor site mundial para pesquisa de artigos científicos
  • 35. PubMed contém mais de 26.000.000 artigos indexados. Os resultados da pesquisa tem links para artigos gratuitos.
  • 36. PUBMED CENTRAL pesquisa de artigos científicos gratuitos
  • 37. PubMed Central PubMed Central é um arquivo de artigos gratuitos. Mais de 3.9 milhões de artigos disponíveis.
  • 39. O Google Acadêmico fornece uma maneira simples de pesquisar literatura acadêmica de forma abrangente. Pode pesquisar várias disciplinas e fontes em um só lugar: teses, livros, artigos de editoras acadêmicas.
  • 40. “Quando utilizamos a Pubmed usamos a força poderosa de pesquisa com vocabulario controlado(MeSH), possibilidade que o google acadêmico não tem!   Shultz M. Comparing test searches in PubMed and Google Scholar. Journal of the Medical Library Association : JMLA  . 2007;95(4):442-445. doi:10.3163/1536-5050.95.4.442. PUBMED X GOOGLE ACADÊMICO
  • 41. PUBMED & RSS PubMed pode realizar pesquisas em rss Adicionando um feed RSS ao seu agregador, você receberá automaticamente atualizações de sua pesquisa.
  • 42. RESUMINDO 1. Encontre o feed que você procura. 2. Clicar no link xml ou rss . 3. Copiar a URL ou link. 4. Ir para o seu agregador. 5. Clicar na opção adicionar feed. 6. Colar o link. 7. Organizar o novo feed em pastas.
  • 43. RSS FEED Algumas páginas oferecem botões que, ao serem clicados, adicionam um feed ao seu agregador favorito.
  • 44. PASSO 1 : ENCONTRANDO UM FEED
  • 45. PASSO 2 : ENCONTRANDO O LINK
  • 46. PASSO 3 : COPIAR O LINK
  • 47. PASSO 4 : IR AO AGREGADOR Google Reader: http://reader.google.com/
  • 48. PASSO 5 : CLICAR EM “ADICIONAR UM FEED”
  • 49. PASSO 6 : COLAR O LINK Colar a URL na caixa e clicar em adicionar.
  • 50. PASSO 7 : CLASSIFICAR O FEED
  • 51.
  • 52. PUBMED & RSS PubMed pode realizar pesquisas em rss Adicionando um feed RSS ao seu agregador, você receberá automaticamente atualizações de sua pesquisa.
  • 54. PUBMED Da National Library of Medicine Pesquisas direcionadas do Medline com/ PubMed PICO AskMEDLINE Consensus Abstracts Journal Browser Clinical Queries http://pubmedhh.nlm.nih.gov/
  • 55.
  • 56. FAZENDO UMA PERGUNTA: PICO Paciente,população ou problema • Quais as caracteristicas do paciente ou da população? • Qual a doenças que voce esta interessado? Intervenção ou exposição • O que voce quer fazer com este paciente?(tratar, diagnosticar ou observar)? Comparação • Qual a alternativa a intervenção?(ex.. placebo, droga diferente, cirurgia)? Resultado • Quais são os resultados relevantes?(ex. morbidade, morte, complicações)? http://healthlinks.washington.edu/ebp/pico.html
  • 57. GERENCIANDO AS INFORMAÇÕES Salvar e arquivar os artigos pesquisados são um ítem importante para posteriormente citá-los corretamente em suas referências bibliográficas.
  • 58. COMO FAZER UMA PESQUISA BIBLIOGRAFICA Comece com idéias claras do que voce esta procurando: – Se voce não conhece muito sobre o tema, ler algumas revisões recentes pode ser de grande ajuda Utilize as ferramentas on-line: – PubMed é a forma mais fácil – Outras intefaces poderão ser utilizadas para revisões sistematicas ou pesquisas mais complexas Aprenda a fazer pesquisa rápida e com acuracia: – Tutoriais on-line da Pubmed – Pratique, Pratique e Pratique!
  • 59. Identifique e use o vocabulário controlado mais apropriado (MeSH) Não esqueça de procurar as referencias dos artigos mais relevantes do tema pesquisado Arquive sua bibliografia COMO FAZER UMA PESQUISA BIBLIOGRÁFICA
  • 60. CONCLUSÃO A pesquisa da literatura biomédica é um processo dinâmico e interativo. Não existe uma única forma de conduzir pesquisa, sendo que muitas variáveis estão envolvidas. O uso de recursos eletrônicos disponíveis on-line podem produzir pesquisas científicas com relevância e muita qualidade.

Notas do Editor

  1. Demo PubMed RSS Feed – save as Live Bookmark in Firefox
  2. Demo PubMed RSS Feed – save as Live Bookmark in Firefox