SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 33
Baixar para ler offline
Ciências e Tecnologias da Documentação e Informação


                                              David Moreira
                                           Philippe Marques
                                             Rúben da Costa
Introdução
   Como alunos do 3º ano da Licenciatura em Ciências e Tecnologias da Documentação e Informação, no
    âmbito da unidade curricular de Aplicações Informáticas, leccionada pelo Eng.º Lino Oliveira foi-nos
    proposta a realização de um trabalho que consiste na comparação entre plataformas de gestão de
    conteúdos.

   Como continuação, do trabalho geral que têm vindo a ser desenvolvido ao longo do semestre, foi-nos
    proposto como segundo tema de trabalho a gestão de conteúdos com aplicações baseadas na web.

   Desta forma, primeiramente tivemos de optar entre a criação de um Portefólio Electrónico ou de uma
    PLE, seleccionando três ferramentas que estivessem enquadradas nesse âmbito. O nosso grupo ficou
    encarregue de criar uma PLE.

   Após darmos uma pequena introdução do que são PLE, iremos seleccionar as ferramentas que serão
    alvo de análise para posteriormente enumerarmos alguns conceitos, algumas características assim
    como a utilidade que estas poderão ter no âmbito educacional e respectiva integração no Moodle
    (tanto no ponto de utilização do docente como do estudante). Será feito um estudo comparativo com
    base numa tabela de funcionalidades. Esse estudo comparativo será importante para podermos fazer
    uma análise pormenorizada às ferramentas de modo a que esta mesma analise torne perceptível qual
    a ferramenta mais completa.

   Outra das tarefas que será realizada será a criação de um poster “cientifico”, que represente de modo
    esquematizado o trabalho realizado, falando das ferramentas utilizadas, assim como os seus
    resultados. Este poster tem como finalidade apresentar o desenvolvimento do trabalho, as suas
    componentes e o resultado final.

    Iremos continuar a actualizar a nossa página da Wiki com toda a informação que irá ser alvo de
    análise neste relatório, assim como outras informações secundarias que podem servir como
    complemento e que não achamos que tenham relevo suficiente para serem incluídas aqui.
Personal Learning Environment
 Foca-se na aprendizagem do estudante


 Este tem o controlo sobre um conjunto de ferramentas, podendo-as
  personalizar de acordo com os seus gostos e preferências, dando assim ao
  estudante um maior controlo na sua aprendizagem.
Personal Learning Environment
 Para concluir poderemos dizer que PLEs são um espaço pessoal que agrega
  todas as ferramentas e recursos digitais de interesse para a aprendizagem com
  que o estudante prefere interagir de momento, em que para além de aprender,
  podem criar e partilhar as suas ideias.
Youtube
 O que é o Youtube?
O YouTube é o líder no que toca à visualização de vídeos em todo o mundo através
da internet. Para além da visualização de vídeos, o Youtube permite a partilha e o
envio dos mesmos para os mais diversos sites, dispositivos móveis, blogs, e-mail
etc...
Youtube
Youtube
 Facilidade de Acesso;
 Disponivel para todos os utilizadores;
 Diversidade e variedade de vídeos, consoante gostos, hobbies e interesses dos
  utilizadores;
 Ordena os seus vídeos por categorias, o que facilita a pesquisa.
Youtube
O registo é gratuito e permite:
 Informação sobre os seus canais favoritos;
 Acesso ao seu próprio canal;
 Gerir vídeos;
 Carregar vídeos;
 Tratar das suas subscrições;
 Entrar em contacto com outros utilizadores do Youtube;
 Alterar as suas definições de conta.
Youtube
 Obtenção de feedback através de comentários e de “gostos”;


 Zona de descrição do vídeo, que pode vir acompanhada com links para outros
  vídeos;
Youtube
Breve apresentação histórica:

 Fundado por Chad Hurley, Steve Chen e Jawed Karim, antigos colaboradores na
  empresa PayPal;
 O web site, foi activado a 15 de Fevereiro de 2005;
 Em Novembro de 2005, o Youtube recebeu um financiamento da Sequoia
  Capital;
 O web site foi lançado oficialmente em Dezembro de 2005
 Cerca de um ano apos a sua criação, o Youtube foi adquirido pela Google;
 O Youtube tem vindo a sofrer alterações, implementando mais novidades,
  melhorias e novas funcionalidades.
Youtube
Como funciona o Youtube:

 A tecnologia de reprodução dos vídeos do YouTube é baseada no Adobe Flash
  Player;
 Esta tecnologia permite que o site exiba os vídeos com uma qualidade
  comparável á do Windows Media Player, do QuickTime ou do RealPlayer;
 A visualização dos mesmos em Adobe Flash Player requer a instalação de um
  plug in;
 O Youtube, suporta os mais variados formatos de vídeo.
Youtube
Youtube como Ferramenta Educacional e a sua Integração no Moodle:

Cada vez mais o Youtube é usado como uma ferramenta educacional. Este uso é
feito tanto por parte do docente como por parte do aluno.

Docente:
 Auxiliar de aulas;
 O Moodle, pode incluir o vídeos Youtube, podendo o professor na página da
  disciplina colocar os vídeos que pretende, para serem auxiliares de matéria.
  Apenas é necessário colocar na caixa de texto do Moodle o código embed do
  vídeo e o mesmo será carregado.

Aluno:
 O Youtube pode ser uma ajuda para o aluno no seu estudo;
 Auxiliar na realização de trabalhos;
Google Drive
 O que é o Google Drive?


O Google Drive é um serviço de armazenamento e sincronização de ficheiros
virtual. Consiste num “armazenamento em nuvem”, isto é, não existe
propriamente um local físico onde os ficheiros são depositados, mas eles existem e
estão guardados. Mais do que o simples armazenamento, permite o acesso aos
ficheiros a partir de qualquer lugar.
Google Drive
 O que é o Google Drive?


o Este elemento do enorme leque de ferramentas que a Google oferece aparece
  como uma “continuação” do Google Docs;

o Outro factor em destaque nesta plataforma, é o facto de permitir partilhar os
  conteúdos com outras pessoas. Os indivíduos com quem os ficheiros são
  partilhados, têm permissões definidas pelo utilizador, e que servem para
  autorizar e condicionar o acesso aos mesmos;

o Enquanto a partilha de um documento em anexo por e-mail, faz com que haja
  uma multiplicação de documentos, o Google Drive, vai além da simples
  partilha, evitando precisamente este “factor multiplicação”. Permite que todos
  os elementos que têm acesso ao documento possam trabalhar nele em
  simultâneo, fazer as alterações que pretendem, e guardá-lo, tudo apenas com o
  ficheiro que está na nuvem.
Google Drive
Capacidade de armazenamento:

 5 GB gratuitos;


 25 GB cerca de €2/mês;


 100 GB cerca de €3,92/mês;


 máximo até 16 TB cerca de €628/mês.
Google Drive
Vantagens:

 Permite:
    aceder aos ficheiros em qualquer ponto, desde que haja um dispositivo com acesso à
       Internet;
      armazenar ou criar documentos do Office;
      trabalhar em conjunto no mesmo documento e ter acesso às alterações que foram
       efectuadas;
      escolher com quem se quer partilhar ficheiros ou pastas e seleccionar as permissões
       que estes têm;
      criar pastas formando grupos de partilha;
      registar todas as alterações efectuadas, assim, quando se clica em “guardar”, será
       guardada uma nova revisão. Permite ainda ver automaticamente versões antigas com
       um máximo de 30 dias ou seleccionar uma revisão para guardar para sempre.
Google Drive
Desvantagens:

 Os ficheiros em formato Word que lá são guardados apenas podem ser visualizados e
  comentados, e não editados. Para tornar o ficheiro editável é necessário seleccionar a
  opção de conversão no momento me que se faz o upload, e desta forma os ficheiros em
  formato Microsoft Office, passam para formato do Google Docs;

 A aplicação Google Drive permiti utilizar a drive virtual, como se fosse uma pasta no
  computador. Contudo ao fazer upload através desta aplicação, não existe uma conversão
  dos ficheiros;


 Sem a aplicação, é necessário aceder ao Google Drive através do browser, e visto
  que os ficheiros foram armazenados sem ser realizada a conversão, não é
  possível editá-los.
Google Drive
Como ferramenta educacional:

 O Google Drive é sem dúvida uma ferramenta de enorme utilidade no âmbito
  da aprendizagem. Tanto o professor como o aluno podem utilizá-lo para
  colocar os seus trabalhos e partilhá-los com outros. Num cenário enquanto
  aluno, o Drive inclui-se na sua PLE, visto que pode depositar lá os seus
  trabalhos e partilhá-los com outros, da mesma forma que pode receber
  partilhas de outros utilizadores, e assim criam uma rede de transmissão de
  informação e conhecimento.
Google Drive
Integração com o Moodle:

 Relativamente à integração com o Moodle, esta é possível ser feita através da
  incorporação do código embed. Para isso, o proprietário do ficheiro deve
  escolher a opção “publicar na Web”, e fazer copiar/colar para uma caixa de texto
  no Moodle.
Skype
 O que é o Skype?
O skype é um software criado por dois empresários, Niklas Zennström and Janus
Friis, que permite comunicação pela Internet. Tendo como principal característica
a conexão VOIP (Voice over IP) de forma gratuita
Skype
Plataformas disponíveis para o Skype:

O Skype é um software que agora se encontra disponível para várias plataformas:

 Computador;
 Telemóvel;
 TV (Com o skype já integrado ou através de webcams ou leitores de blue-ray
  com skype incluído.);
 Playstation Vita(Disponivel na PlayStation Store);
 Telefones de casa (Sem fios com o Skype).
Skype
Skype
Funcionalidades do Skype:

Efectuar chamadas:
 De Skype para Skype
 Telefones fixos e telemóveis
 Número online
 Chamadas em conferência
 Número Skype To Go


Vídeo:
 Videochamadas
 Videochamadas em grupo
 Partilha de ecrã
Skype
Funcionalidades do Skype:

Mensagens:
 Mensagens instantâneas
 Enviar ficheiros
 Mensagens de texto
 Facebook


Gerir:
 Skype Manager (Ferramenta de gestão do Skype em empresas)
 Skype Connect (Ligação do Skype a nível empresarial com o sistema de
  telefone)
Skype
Pacotes de Subscrição do Skype:

Skype oferece 3 pacotes de subscrição adicionais que permitem ao utilizador mais
algumas funcionalidades

 Crédito Pré-pago;
 Pagamento Mensal;
 Skype Premium;
Skype
Skype como Ferramenta Educacional e a sua Integração no Moodle

 O Skype pode ser integrado no Moodle através de um plugin criado para o
  efeito, chamado Skype Module criado por um contribuidor chamado Amr
  Hourani.

O Skype Module permite conversa entre professor – professor, conversa professor
– aluno, assim como aluno-aluno. As funcionalidades que traz são:

 Video-Chamada;
 Transferência de ficheiros;
 Chat;
Skype
Skype como Ferramenta Educacional e a sua Integração no Moodle



Requerimentos:
 Skype ID no perfil do utilizador;
 Ultima versão do Skype instalada e configurada correctamente;
Tabela Comparativa de Gestão de
                Conteúdos
Características               Google Drive   Youtube   Skype
Ajuda
Comunicação
Disponibilidade em diversas
plataformas



Fácil Acesso
Gestão de acesso a
conteúdos

Gestão de Perfil
Integração com outras
aplicações

Interface do utilizador


Registo
Escolha da ferramenta base e
      comparação com as restantes
 Youtube:


Embora o Youtube seja uma excelente fonte para adquirir informação dos mais
variados temas, onde podemos mesmo encontrar vídeo aulas leccionadas por
docentes das respectivas áreas, ou simplesmente tutorias e explicações de técnicos
que realmente têm formação nos temas que abordam, por vezes, não é possível
considerar a informação fiável pois não há nada que realmente certifique o vídeo.
Escolha da ferramenta base e
      comparação com as restantes
 Skype:


O Skype é excelente no que diz respeito à comunicação. Permite uma
comunicação síncrona através de mensagens instantâneas, permite realizar
chamadas de voz e vídeo chamada. Tem também a funcionalidade de partilha de
ficheiros, para isso apenas é preciso arrastar o ficheiro para a área de texto e largá-
lo, conhecido como drag and drop. Contudo este método de partilha faz com que
haja uma multiplicação sem fim do mesmo ficheiro caso seja necessário várias
pessoas a editá-lo. Também não permite que o ficheiro seja enviado quando este
ainda está aberto no computador.
Escolha da ferramenta base e
     comparação com as restantes
 Google Drive:


O Google Drive é uma excelente ferramenta de armazenamento, criação e partilha
de ficheiros, também permite que haja comunicação síncrona através da área
“comentários”, embora essa comunicação só possa ser feita com o respectivo
documento que se está a comentar aberto, isto é, não existe uma sala de chat
permanente independentemente do local do Drive onde se está a actuar.
Provavelmente a comunicação é feita desta forma, pois o Google Drive não a tem
como principal função.

O facto de permitir armazenar ficheiros, partilhas com uma só pessoa ou em
grupo, indicar as permissões de cada utilizador para um determinado ficheiro e
vários utilizadores a actuar sobre o mesmo documento, faz com que tenhamos
escolhido o Google Drive como ferramenta que se destaca em relação às restantes.
Embora o Youtube e o Skype sejam óptimas ferramentas, neste contexto de
aprendizagem o Google Drive é o que oferece mais opções.
Conclusão
 O objectivo final deste trabalho foi a concepção e a comparação através de um
  quadro comparativo que nos mostra o estudo das várias ferramentas que
  decidimos abordar.

 Apos uma análise, caracterização às ferramentas escolhidas assim como a sua
  adequabilidade no meio escolar, poderemos dizer que todas as plataformas
  apesar de serem diferentes têm todas elas as suas vantagens de utilização.

 Dependendo da função que estas podem ocupar, mostram ser fiáveis como
  auxiliares de ensino. Poderemos ver isso mesmo no quadro comparativo
  realizado assim como na respectiva análise.

 Optamos por analisar três ferramentas distintas de modo a podermos ter um
  ponto de vista mais largo e abrangente, e desta forma conseguir uma
  comparação mais completa entre as ferramentas, visto todas elas terem as suas
  funcionalidades.
Questões

1.   Após ouvirem a nossa apresentação qual acham que será a plataforma que
     melhor se integra com o Moodle?

2. Consideram uma PLE bem estruturada um bom auxilio para o estudante?


3. Qual é a PLE que mais utilizam?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Manual Web2.0 Professores
Manual Web2.0 ProfessoresManual Web2.0 Professores
Manual Web2.0 Professoreseducacao
 
Eduvirtua mod 4 ppt1
Eduvirtua mod 4 ppt1Eduvirtua mod 4 ppt1
Eduvirtua mod 4 ppt1Sandra Andrea
 
3.a sessao -_ferramentas_web_2.0
3.a sessao -_ferramentas_web_2.03.a sessao -_ferramentas_web_2.0
3.a sessao -_ferramentas_web_2.0manjosp
 
Conteudos 2.a sessao
Conteudos 2.a sessaoConteudos 2.a sessao
Conteudos 2.a sessaomanjosp
 
AI-AD-TP3-G1-A
AI-AD-TP3-G1-AAI-AD-TP3-G1-A
AI-AD-TP3-G1-ACristiana
 
Ferramentas de web
Ferramentas de webFerramentas de web
Ferramentas de webPaula Lopes
 
Manual de Ferramentas da Web 2.0 para professores
Manual de Ferramentas da Web 2.0 para professoresManual de Ferramentas da Web 2.0 para professores
Manual de Ferramentas da Web 2.0 para professoresRenata de Sousa
 
Apresentação unidade 5 cooperação
Apresentação unidade 5 cooperaçãoApresentação unidade 5 cooperação
Apresentação unidade 5 cooperaçãobetzandonadi
 
Tutorial e Curso de Moodle: Parte 3 de 5
Tutorial e Curso de Moodle: Parte 3 de 5Tutorial e Curso de Moodle: Parte 3 de 5
Tutorial e Curso de Moodle: Parte 3 de 5EAD Amazon
 
Atividade dirigida unidade V
Atividade dirigida unidade VAtividade dirigida unidade V
Atividade dirigida unidade VMery Salgueiro
 
Relatório da ação
Relatório da açãoRelatório da ação
Relatório da açãolurdes1959
 

Mais procurados (17)

Manual Web2.0 Professores
Manual Web2.0 ProfessoresManual Web2.0 Professores
Manual Web2.0 Professores
 
Eduvirtua mod 4 ppt1
Eduvirtua mod 4 ppt1Eduvirtua mod 4 ppt1
Eduvirtua mod 4 ppt1
 
3.a sessao -_ferramentas_web_2.0
3.a sessao -_ferramentas_web_2.03.a sessao -_ferramentas_web_2.0
3.a sessao -_ferramentas_web_2.0
 
Google docs postar
Google docs postarGoogle docs postar
Google docs postar
 
Conteudos 2.a sessao
Conteudos 2.a sessaoConteudos 2.a sessao
Conteudos 2.a sessao
 
AI-AD-TP3-G1-A
AI-AD-TP3-G1-AAI-AD-TP3-G1-A
AI-AD-TP3-G1-A
 
Manual pratico word press
Manual pratico word pressManual pratico word press
Manual pratico word press
 
Ferramentas de web
Ferramentas de webFerramentas de web
Ferramentas de web
 
Partilha de conteúdos
Partilha de conteúdosPartilha de conteúdos
Partilha de conteúdos
 
Atividades I E D Livro
Atividades I E D LivroAtividades I E D Livro
Atividades I E D Livro
 
Manual da web2.0
Manual da web2.0Manual da web2.0
Manual da web2.0
 
Manual de Ferramentas da Web 2.0 para professores
Manual de Ferramentas da Web 2.0 para professoresManual de Ferramentas da Web 2.0 para professores
Manual de Ferramentas da Web 2.0 para professores
 
Apresentação unidade 5 cooperação
Apresentação unidade 5 cooperaçãoApresentação unidade 5 cooperação
Apresentação unidade 5 cooperação
 
Moodle
MoodleMoodle
Moodle
 
Tutorial e Curso de Moodle: Parte 3 de 5
Tutorial e Curso de Moodle: Parte 3 de 5Tutorial e Curso de Moodle: Parte 3 de 5
Tutorial e Curso de Moodle: Parte 3 de 5
 
Atividade dirigida unidade V
Atividade dirigida unidade VAtividade dirigida unidade V
Atividade dirigida unidade V
 
Relatório da ação
Relatório da açãoRelatório da ação
Relatório da ação
 

Destaque

Ai em-tp2-andrea campos-a
Ai em-tp2-andrea campos-aAi em-tp2-andrea campos-a
Ai em-tp2-andrea campos-aAndrea Campos
 
Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Web
Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na WebGestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Web
Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na WebFabioMDias
 
Sistemas Computacionais-SC-2ºano
Sistemas Computacionais-SC-2ºanoSistemas Computacionais-SC-2ºano
Sistemas Computacionais-SC-2ºanoCTDI Grupo5
 
Ai1516 ad-tp1-g2-a
Ai1516 ad-tp1-g2-aAi1516 ad-tp1-g2-a
Ai1516 ad-tp1-g2-aDuarte Gomes
 
Ai1516 ad-tp2-g3-a
Ai1516 ad-tp2-g3-aAi1516 ad-tp2-g3-a
Ai1516 ad-tp2-g3-aMaria_Tinoco
 
Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Web
Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na WebGestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Web
Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Webmariateixeiraa2
 
Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Web
Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na WebGestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Web
Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na WebHenriqueta Sofia Djalo
 
Gestão de Conteúdos com Aplicações baseadas na Web
Gestão de Conteúdos com Aplicações baseadas na WebGestão de Conteúdos com Aplicações baseadas na Web
Gestão de Conteúdos com Aplicações baseadas na WebAndreia Carvalho
 
Gestão de conteúdos em aplicações baseadas na web- AI - 3ºAno
Gestão de conteúdos em aplicações baseadas na web- AI - 3ºAnoGestão de conteúdos em aplicações baseadas na web- AI - 3ºAno
Gestão de conteúdos em aplicações baseadas na web- AI - 3ºAnoCTDI Grupo5
 

Destaque (11)

Ai em-tp2-andrea campos-a
Ai em-tp2-andrea campos-aAi em-tp2-andrea campos-a
Ai em-tp2-andrea campos-a
 
Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Web
Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na WebGestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Web
Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Web
 
Ai1516 ad-tp2-g4-a
Ai1516 ad-tp2-g4-aAi1516 ad-tp2-g4-a
Ai1516 ad-tp2-g4-a
 
Sistemas Computacionais-SC-2ºano
Sistemas Computacionais-SC-2ºanoSistemas Computacionais-SC-2ºano
Sistemas Computacionais-SC-2ºano
 
Ai1516 ad-tp1-g2-a
Ai1516 ad-tp1-g2-aAi1516 ad-tp1-g2-a
Ai1516 ad-tp1-g2-a
 
Ai1516 ad-tp2-g5-a.
Ai1516 ad-tp2-g5-a.Ai1516 ad-tp2-g5-a.
Ai1516 ad-tp2-g5-a.
 
Ai1516 ad-tp2-g3-a
Ai1516 ad-tp2-g3-aAi1516 ad-tp2-g3-a
Ai1516 ad-tp2-g3-a
 
Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Web
Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na WebGestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Web
Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Web
 
Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Web
Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na WebGestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Web
Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Web
 
Gestão de Conteúdos com Aplicações baseadas na Web
Gestão de Conteúdos com Aplicações baseadas na WebGestão de Conteúdos com Aplicações baseadas na Web
Gestão de Conteúdos com Aplicações baseadas na Web
 
Gestão de conteúdos em aplicações baseadas na web- AI - 3ºAno
Gestão de conteúdos em aplicações baseadas na web- AI - 3ºAnoGestão de conteúdos em aplicações baseadas na web- AI - 3ºAno
Gestão de conteúdos em aplicações baseadas na web- AI - 3ºAno
 

Semelhante a Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Web

Avmc tarefa semana 3 recursos de aprendizagem youtube final jvt
Avmc tarefa semana 3 recursos de aprendizagem youtube final jvtAvmc tarefa semana 3 recursos de aprendizagem youtube final jvt
Avmc tarefa semana 3 recursos de aprendizagem youtube final jvtJovert Freire
 
Módulo 5 - Utilizando o Google Drive
Módulo 5 - Utilizando o Google DriveMódulo 5 - Utilizando o Google Drive
Módulo 5 - Utilizando o Google Drivejaquecgsouza
 
Tecnologias sociaisonline i_dcaracterizacao (2)
Tecnologias sociaisonline i_dcaracterizacao (2)Tecnologias sociaisonline i_dcaracterizacao (2)
Tecnologias sociaisonline i_dcaracterizacao (2)ac94
 
Ferramentas da web 2.0
Ferramentas da web 2.0Ferramentas da web 2.0
Ferramentas da web 2.0Paula Lopes
 
Análise de Plataformas de Gestão de Conteúdos- G3
Análise de Plataformas de Gestão de Conteúdos- G3Análise de Plataformas de Gestão de Conteúdos- G3
Análise de Plataformas de Gestão de Conteúdos- G3VeraCorreia14
 
50 Ferramentas online para professores
50 Ferramentas online para professores50 Ferramentas online para professores
50 Ferramentas online para professoresAntónio Pires
 
Apresentação oficinas google docs (1)
Apresentação oficinas   google docs (1)Apresentação oficinas   google docs (1)
Apresentação oficinas google docs (1)Idilene
 
Apresentação leandro e jose ricardo
Apresentação leandro e jose ricardoApresentação leandro e jose ricardo
Apresentação leandro e jose ricardoLeandro Marin
 
Apresentação tec 2
Apresentação tec 2Apresentação tec 2
Apresentação tec 2Crikadani
 
Apresentação tec 2
Apresentação tec 2Apresentação tec 2
Apresentação tec 2Crikadani
 
Ferramentas para trabalho colaborativo
Ferramentas para trabalho colaborativoFerramentas para trabalho colaborativo
Ferramentas para trabalho colaborativoPaula Lopes
 

Semelhante a Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Web (20)

Avmc tarefa semana 3 recursos de aprendizagem youtube final jvt
Avmc tarefa semana 3 recursos de aprendizagem youtube final jvtAvmc tarefa semana 3 recursos de aprendizagem youtube final jvt
Avmc tarefa semana 3 recursos de aprendizagem youtube final jvt
 
Módulo 5 - Utilizando o Google Drive
Módulo 5 - Utilizando o Google DriveMódulo 5 - Utilizando o Google Drive
Módulo 5 - Utilizando o Google Drive
 
Ai ad-tp2-g1
Ai ad-tp2-g1Ai ad-tp2-g1
Ai ad-tp2-g1
 
Tecnologias sociaisonline i_dcaracterizacao (2)
Tecnologias sociaisonline i_dcaracterizacao (2)Tecnologias sociaisonline i_dcaracterizacao (2)
Tecnologias sociaisonline i_dcaracterizacao (2)
 
Unp1
Unp1Unp1
Unp1
 
Ferramentas da web 2.0
Ferramentas da web 2.0Ferramentas da web 2.0
Ferramentas da web 2.0
 
Análise de Plataformas de Gestão de Conteúdos- G3
Análise de Plataformas de Gestão de Conteúdos- G3Análise de Plataformas de Gestão de Conteúdos- G3
Análise de Plataformas de Gestão de Conteúdos- G3
 
Ferramentas digitais
Ferramentas digitais Ferramentas digitais
Ferramentas digitais
 
50 Ferramentas online para professores
50 Ferramentas online para professores50 Ferramentas online para professores
50 Ferramentas online para professores
 
Ai ad-tp3-g5-a
Ai ad-tp3-g5-aAi ad-tp3-g5-a
Ai ad-tp3-g5-a
 
Apresentação oficinas google docs (1)
Apresentação oficinas   google docs (1)Apresentação oficinas   google docs (1)
Apresentação oficinas google docs (1)
 
Apresentação leandro e jose ricardo
Apresentação leandro e jose ricardoApresentação leandro e jose ricardo
Apresentação leandro e jose ricardo
 
TrabalhoFInal IAE
TrabalhoFInal IAETrabalhoFInal IAE
TrabalhoFInal IAE
 
Apresentação tec 2
Apresentação tec 2Apresentação tec 2
Apresentação tec 2
 
Apresentação tec 2
Apresentação tec 2Apresentação tec 2
Apresentação tec 2
 
UnidadeII
UnidadeIIUnidadeII
UnidadeII
 
1º trabalho
1º trabalho1º trabalho
1º trabalho
 
1º trabalho
1º trabalho1º trabalho
1º trabalho
 
1º trabalho
1º trabalho1º trabalho
1º trabalho
 
Ferramentas para trabalho colaborativo
Ferramentas para trabalho colaborativoFerramentas para trabalho colaborativo
Ferramentas para trabalho colaborativo
 

Último

v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLaseVasconcelos1
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxJosAurelioGoesChaves
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no textoMariaPauladeSouzaTur
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaeliana862656
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 

Último (20)

v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdfLinguagem verbal , não verbal e mista.pdf
Linguagem verbal , não verbal e mista.pdf
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptxProva de Empreendedorismo com gabarito.pptx
Prova de Empreendedorismo com gabarito.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
Slides Lição 3, Betel, Ordenança para congregar e prestar culto racional, 2Tr...
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
As variações do uso da palavra "como" no texto
As variações do uso da palavra "como" no  textoAs variações do uso da palavra "como" no  texto
As variações do uso da palavra "como" no texto
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Apreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escritaApreciação crítica -exercícios de escrita
Apreciação crítica -exercícios de escrita
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 

Gestão de Conteúdos com Aplicações Baseadas na Web

  • 1. Ciências e Tecnologias da Documentação e Informação David Moreira Philippe Marques Rúben da Costa
  • 2. Introdução  Como alunos do 3º ano da Licenciatura em Ciências e Tecnologias da Documentação e Informação, no âmbito da unidade curricular de Aplicações Informáticas, leccionada pelo Eng.º Lino Oliveira foi-nos proposta a realização de um trabalho que consiste na comparação entre plataformas de gestão de conteúdos.  Como continuação, do trabalho geral que têm vindo a ser desenvolvido ao longo do semestre, foi-nos proposto como segundo tema de trabalho a gestão de conteúdos com aplicações baseadas na web.  Desta forma, primeiramente tivemos de optar entre a criação de um Portefólio Electrónico ou de uma PLE, seleccionando três ferramentas que estivessem enquadradas nesse âmbito. O nosso grupo ficou encarregue de criar uma PLE.  Após darmos uma pequena introdução do que são PLE, iremos seleccionar as ferramentas que serão alvo de análise para posteriormente enumerarmos alguns conceitos, algumas características assim como a utilidade que estas poderão ter no âmbito educacional e respectiva integração no Moodle (tanto no ponto de utilização do docente como do estudante). Será feito um estudo comparativo com base numa tabela de funcionalidades. Esse estudo comparativo será importante para podermos fazer uma análise pormenorizada às ferramentas de modo a que esta mesma analise torne perceptível qual a ferramenta mais completa.  Outra das tarefas que será realizada será a criação de um poster “cientifico”, que represente de modo esquematizado o trabalho realizado, falando das ferramentas utilizadas, assim como os seus resultados. Este poster tem como finalidade apresentar o desenvolvimento do trabalho, as suas componentes e o resultado final.  Iremos continuar a actualizar a nossa página da Wiki com toda a informação que irá ser alvo de análise neste relatório, assim como outras informações secundarias que podem servir como complemento e que não achamos que tenham relevo suficiente para serem incluídas aqui.
  • 3. Personal Learning Environment  Foca-se na aprendizagem do estudante  Este tem o controlo sobre um conjunto de ferramentas, podendo-as personalizar de acordo com os seus gostos e preferências, dando assim ao estudante um maior controlo na sua aprendizagem.
  • 4. Personal Learning Environment  Para concluir poderemos dizer que PLEs são um espaço pessoal que agrega todas as ferramentas e recursos digitais de interesse para a aprendizagem com que o estudante prefere interagir de momento, em que para além de aprender, podem criar e partilhar as suas ideias.
  • 5. Youtube  O que é o Youtube? O YouTube é o líder no que toca à visualização de vídeos em todo o mundo através da internet. Para além da visualização de vídeos, o Youtube permite a partilha e o envio dos mesmos para os mais diversos sites, dispositivos móveis, blogs, e-mail etc...
  • 7. Youtube  Facilidade de Acesso;  Disponivel para todos os utilizadores;  Diversidade e variedade de vídeos, consoante gostos, hobbies e interesses dos utilizadores;  Ordena os seus vídeos por categorias, o que facilita a pesquisa.
  • 8. Youtube O registo é gratuito e permite:  Informação sobre os seus canais favoritos;  Acesso ao seu próprio canal;  Gerir vídeos;  Carregar vídeos;  Tratar das suas subscrições;  Entrar em contacto com outros utilizadores do Youtube;  Alterar as suas definições de conta.
  • 9. Youtube  Obtenção de feedback através de comentários e de “gostos”;  Zona de descrição do vídeo, que pode vir acompanhada com links para outros vídeos;
  • 10. Youtube Breve apresentação histórica:  Fundado por Chad Hurley, Steve Chen e Jawed Karim, antigos colaboradores na empresa PayPal;  O web site, foi activado a 15 de Fevereiro de 2005;  Em Novembro de 2005, o Youtube recebeu um financiamento da Sequoia Capital;  O web site foi lançado oficialmente em Dezembro de 2005  Cerca de um ano apos a sua criação, o Youtube foi adquirido pela Google;  O Youtube tem vindo a sofrer alterações, implementando mais novidades, melhorias e novas funcionalidades.
  • 11. Youtube Como funciona o Youtube:  A tecnologia de reprodução dos vídeos do YouTube é baseada no Adobe Flash Player;  Esta tecnologia permite que o site exiba os vídeos com uma qualidade comparável á do Windows Media Player, do QuickTime ou do RealPlayer;  A visualização dos mesmos em Adobe Flash Player requer a instalação de um plug in;  O Youtube, suporta os mais variados formatos de vídeo.
  • 12. Youtube Youtube como Ferramenta Educacional e a sua Integração no Moodle: Cada vez mais o Youtube é usado como uma ferramenta educacional. Este uso é feito tanto por parte do docente como por parte do aluno. Docente:  Auxiliar de aulas;  O Moodle, pode incluir o vídeos Youtube, podendo o professor na página da disciplina colocar os vídeos que pretende, para serem auxiliares de matéria. Apenas é necessário colocar na caixa de texto do Moodle o código embed do vídeo e o mesmo será carregado. Aluno:  O Youtube pode ser uma ajuda para o aluno no seu estudo;  Auxiliar na realização de trabalhos;
  • 13. Google Drive  O que é o Google Drive? O Google Drive é um serviço de armazenamento e sincronização de ficheiros virtual. Consiste num “armazenamento em nuvem”, isto é, não existe propriamente um local físico onde os ficheiros são depositados, mas eles existem e estão guardados. Mais do que o simples armazenamento, permite o acesso aos ficheiros a partir de qualquer lugar.
  • 14. Google Drive  O que é o Google Drive? o Este elemento do enorme leque de ferramentas que a Google oferece aparece como uma “continuação” do Google Docs; o Outro factor em destaque nesta plataforma, é o facto de permitir partilhar os conteúdos com outras pessoas. Os indivíduos com quem os ficheiros são partilhados, têm permissões definidas pelo utilizador, e que servem para autorizar e condicionar o acesso aos mesmos; o Enquanto a partilha de um documento em anexo por e-mail, faz com que haja uma multiplicação de documentos, o Google Drive, vai além da simples partilha, evitando precisamente este “factor multiplicação”. Permite que todos os elementos que têm acesso ao documento possam trabalhar nele em simultâneo, fazer as alterações que pretendem, e guardá-lo, tudo apenas com o ficheiro que está na nuvem.
  • 15. Google Drive Capacidade de armazenamento:  5 GB gratuitos;  25 GB cerca de €2/mês;  100 GB cerca de €3,92/mês;  máximo até 16 TB cerca de €628/mês.
  • 16. Google Drive Vantagens:  Permite:  aceder aos ficheiros em qualquer ponto, desde que haja um dispositivo com acesso à Internet;  armazenar ou criar documentos do Office;  trabalhar em conjunto no mesmo documento e ter acesso às alterações que foram efectuadas;  escolher com quem se quer partilhar ficheiros ou pastas e seleccionar as permissões que estes têm;  criar pastas formando grupos de partilha;  registar todas as alterações efectuadas, assim, quando se clica em “guardar”, será guardada uma nova revisão. Permite ainda ver automaticamente versões antigas com um máximo de 30 dias ou seleccionar uma revisão para guardar para sempre.
  • 17. Google Drive Desvantagens:  Os ficheiros em formato Word que lá são guardados apenas podem ser visualizados e comentados, e não editados. Para tornar o ficheiro editável é necessário seleccionar a opção de conversão no momento me que se faz o upload, e desta forma os ficheiros em formato Microsoft Office, passam para formato do Google Docs;  A aplicação Google Drive permiti utilizar a drive virtual, como se fosse uma pasta no computador. Contudo ao fazer upload através desta aplicação, não existe uma conversão dos ficheiros;  Sem a aplicação, é necessário aceder ao Google Drive através do browser, e visto que os ficheiros foram armazenados sem ser realizada a conversão, não é possível editá-los.
  • 18. Google Drive Como ferramenta educacional:  O Google Drive é sem dúvida uma ferramenta de enorme utilidade no âmbito da aprendizagem. Tanto o professor como o aluno podem utilizá-lo para colocar os seus trabalhos e partilhá-los com outros. Num cenário enquanto aluno, o Drive inclui-se na sua PLE, visto que pode depositar lá os seus trabalhos e partilhá-los com outros, da mesma forma que pode receber partilhas de outros utilizadores, e assim criam uma rede de transmissão de informação e conhecimento.
  • 19. Google Drive Integração com o Moodle:  Relativamente à integração com o Moodle, esta é possível ser feita através da incorporação do código embed. Para isso, o proprietário do ficheiro deve escolher a opção “publicar na Web”, e fazer copiar/colar para uma caixa de texto no Moodle.
  • 20. Skype  O que é o Skype? O skype é um software criado por dois empresários, Niklas Zennström and Janus Friis, que permite comunicação pela Internet. Tendo como principal característica a conexão VOIP (Voice over IP) de forma gratuita
  • 21. Skype Plataformas disponíveis para o Skype: O Skype é um software que agora se encontra disponível para várias plataformas:  Computador;  Telemóvel;  TV (Com o skype já integrado ou através de webcams ou leitores de blue-ray com skype incluído.);  Playstation Vita(Disponivel na PlayStation Store);  Telefones de casa (Sem fios com o Skype).
  • 22. Skype
  • 23. Skype Funcionalidades do Skype: Efectuar chamadas:  De Skype para Skype  Telefones fixos e telemóveis  Número online  Chamadas em conferência  Número Skype To Go Vídeo:  Videochamadas  Videochamadas em grupo  Partilha de ecrã
  • 24. Skype Funcionalidades do Skype: Mensagens:  Mensagens instantâneas  Enviar ficheiros  Mensagens de texto  Facebook Gerir:  Skype Manager (Ferramenta de gestão do Skype em empresas)  Skype Connect (Ligação do Skype a nível empresarial com o sistema de telefone)
  • 25. Skype Pacotes de Subscrição do Skype: Skype oferece 3 pacotes de subscrição adicionais que permitem ao utilizador mais algumas funcionalidades  Crédito Pré-pago;  Pagamento Mensal;  Skype Premium;
  • 26. Skype Skype como Ferramenta Educacional e a sua Integração no Moodle  O Skype pode ser integrado no Moodle através de um plugin criado para o efeito, chamado Skype Module criado por um contribuidor chamado Amr Hourani. O Skype Module permite conversa entre professor – professor, conversa professor – aluno, assim como aluno-aluno. As funcionalidades que traz são:  Video-Chamada;  Transferência de ficheiros;  Chat;
  • 27. Skype Skype como Ferramenta Educacional e a sua Integração no Moodle Requerimentos:  Skype ID no perfil do utilizador;  Ultima versão do Skype instalada e configurada correctamente;
  • 28. Tabela Comparativa de Gestão de Conteúdos Características Google Drive Youtube Skype Ajuda Comunicação Disponibilidade em diversas plataformas Fácil Acesso Gestão de acesso a conteúdos Gestão de Perfil Integração com outras aplicações Interface do utilizador Registo
  • 29. Escolha da ferramenta base e comparação com as restantes  Youtube: Embora o Youtube seja uma excelente fonte para adquirir informação dos mais variados temas, onde podemos mesmo encontrar vídeo aulas leccionadas por docentes das respectivas áreas, ou simplesmente tutorias e explicações de técnicos que realmente têm formação nos temas que abordam, por vezes, não é possível considerar a informação fiável pois não há nada que realmente certifique o vídeo.
  • 30. Escolha da ferramenta base e comparação com as restantes  Skype: O Skype é excelente no que diz respeito à comunicação. Permite uma comunicação síncrona através de mensagens instantâneas, permite realizar chamadas de voz e vídeo chamada. Tem também a funcionalidade de partilha de ficheiros, para isso apenas é preciso arrastar o ficheiro para a área de texto e largá- lo, conhecido como drag and drop. Contudo este método de partilha faz com que haja uma multiplicação sem fim do mesmo ficheiro caso seja necessário várias pessoas a editá-lo. Também não permite que o ficheiro seja enviado quando este ainda está aberto no computador.
  • 31. Escolha da ferramenta base e comparação com as restantes  Google Drive: O Google Drive é uma excelente ferramenta de armazenamento, criação e partilha de ficheiros, também permite que haja comunicação síncrona através da área “comentários”, embora essa comunicação só possa ser feita com o respectivo documento que se está a comentar aberto, isto é, não existe uma sala de chat permanente independentemente do local do Drive onde se está a actuar. Provavelmente a comunicação é feita desta forma, pois o Google Drive não a tem como principal função. O facto de permitir armazenar ficheiros, partilhas com uma só pessoa ou em grupo, indicar as permissões de cada utilizador para um determinado ficheiro e vários utilizadores a actuar sobre o mesmo documento, faz com que tenhamos escolhido o Google Drive como ferramenta que se destaca em relação às restantes. Embora o Youtube e o Skype sejam óptimas ferramentas, neste contexto de aprendizagem o Google Drive é o que oferece mais opções.
  • 32. Conclusão  O objectivo final deste trabalho foi a concepção e a comparação através de um quadro comparativo que nos mostra o estudo das várias ferramentas que decidimos abordar.  Apos uma análise, caracterização às ferramentas escolhidas assim como a sua adequabilidade no meio escolar, poderemos dizer que todas as plataformas apesar de serem diferentes têm todas elas as suas vantagens de utilização.  Dependendo da função que estas podem ocupar, mostram ser fiáveis como auxiliares de ensino. Poderemos ver isso mesmo no quadro comparativo realizado assim como na respectiva análise.  Optamos por analisar três ferramentas distintas de modo a podermos ter um ponto de vista mais largo e abrangente, e desta forma conseguir uma comparação mais completa entre as ferramentas, visto todas elas terem as suas funcionalidades.
  • 33. Questões 1. Após ouvirem a nossa apresentação qual acham que será a plataforma que melhor se integra com o Moodle? 2. Consideram uma PLE bem estruturada um bom auxilio para o estudante? 3. Qual é a PLE que mais utilizam?