A RevPARdas facilidades e o seu resultado

366 visualizações

Publicada em

RevPAR é um Número financeiro - não é de gestão e é usado principalmente no Brasil para enganar investidores com pouca informação sobre Hotelaria.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
366
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
187
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A RevPARdas facilidades e o seu resultado

  1. 1. A RevPAR das facilidades e o seu resultado Eu venho tentando que entendam que o RevPAR não é um índice para gestores e sim para investidores, é o que dá quando se imitam os outros sem saber como as coisas nasceram, mas já expliquei isso outras vezes e enfatizo nos cursos, não digo que o gestor não olhe para o dado só que ele não é um número de gestão. Há no mercado bandeiras hoteleiras com ótimas gestões logo com ótimos gerentes até que estes, e eu não consigo entender como entram nisso, vão ouvir os “especialistas” em RM voltam sabendo de tudo e depois são demitidos, pois aprendem a aumentar a receita, porém sem os devidos fundamentos o que invariavelmente termina em demissão e isso vem acontecendo não por causa da crise e sim pela informação errada sobre o COMO FAZER, sabem o que, mas o como passou batido. Não, não é corte de custos por parte das empresas e não é a crise já que os demitidos são substituídos e o maior problema é que eles entendam o que fizeram errado e a grosso modo eu explico, confundiram “Distribuição com Revenue Management” – A distribuição é uma pontinha, a comercial precisa muito mais conhecimento para que isso seja bem feito e gere o que realmente deve, não só faturamento, mas principalmente RENTABILIDADE. Uma das formas que vem sendo usada pelos “especialistas” de plantão e sistematicamente, pois que eventualmente não teria problema, hospedarem duas pessoas no apartamento duplo pelo preço do single. Reparem no Exemplo abaixo, pois os valores de Tarifa e os de venda que foram usados são verdadeiros e alerto que sei de empresa que paga, e não acho caro pela qualidade, pelo café da manhã terceirizado 30% a mais do que o aqui colocado. No primeiro quadro com as bordas em Azul temos a ocupação de 80 UHs sendo 70 singles com o preço de single, e 10 duplos com o respectivo preço. Uma das coisas a
  2. 2. que precisamos estar atentos é que o Hotel executivo tem o número ideal de hóspedes por apartamento, no entanto neste quadro vamos reparar que o nosso RevPAR está em R$: - 177,03. A prática dos “especialistas de plantão” de vender mal para vender muito aumenta a RevPAR, porém a que preço, (isso eles descobrem na demissão, ou não) podemos ver no segundo quadro que a ocupação aumentou, no primeiro era 80% no segundo 92%. A RevPAR aumentou, e os “especialistas” dizem: mas o importante é a RevPAR. Não, o IMPORTANTE é a RENTABILIDADE. E o aumento da RevPAR vendendo mal que é o que se verifica por aí como apresenta o quadro de baixo. Aumento da RevPAR – R$: 26,69 Aumento do Custo, mas isto os especialistas em RM (que não é RM é distribuição) não sabem. Mas este aumento foi de R$: 32,90. – Revenue Management é uma ciência econômica gerencial – e os operadores comerciais trabalham sempre e só com preços de venda. Isto posto precisa do respectivo suporte e isto os “especialistas” desconhecem e está mais que provado senão não causariam demissões de Gestores com pouco conhecimento ou incapacidade de visão em gestão. A diferença entre a RevPAR limpa e a RevPAR (dos especialistas no segundo quadro) foi um aumento de R$: - 26,69 que acaba num prejuízo de R$ -6,21 (prejuízo o custo subiu mais que a receita) – pois o custo aumentou mais que a tal RevPAR. Num hotel como o do exemplo, num momento de “crise” vamos estimar uma ocupação de 45% - em um Ano serão vendidos 16.425 UHS, como houve um prejuízo de (R$: 6,21) ao final do ano o prejuisozinho foi de R$: 101.999,25 – Agora eu entendo porque os especialistas não querem ganhar sobre resultados reais, eles têm quase a certeza de garantir o prejuízo, ou será que não sabem e então estamos na presença só e exclusivamente de incompetência, ou será falta de conhecimento? Fico com a última. Qualifiquem-se. Mas cuidado com o que se faz isso raramente é importante o que é realmente importante é o COMO se faz. Finalidade – RENTABILIDADE Nossos Próximos Cursos: Balneário Camboriú dia 21 de Novembro, 2015 – ÚLTIMA VAGA Brasília 11 e 12 de Dezembro, - 2015

×