Wedemeyer Estudo Independente

1.201 visualizações

Publicada em

Trabalho de equipe (Joaquim Lopes, Luís Rodrigues, Pedro Teixeira, Rosalina Simão Nunes, Rui Guimarães e Teresa Rafael), produzido no âmbito da Unidade Curricular 'Modelos de Ensino a Distância', do Curso de Mestrado em Pedagogia do E-learning da Universidade Aberta. Maio e Junho de 2009

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.201
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
67
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Wedemeyer Estudo Independente

  1. 1. 9 a 15 de Junho de 2009 3ª Conferę ncia sobre ensino a distância Fórum de Modelos de Ensino a Distância
  2. 2. Wedemeyer Teoria do Estudo Independente
  3. 3. Charles Wedemeyer (1911-1999) Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • Investigador, autor, professor, administrador, filósofo e inovador no campo da educação aberta e da educação a distância. • Desenvolveu a sua formação e trabalho na Universidade de Wisconsin, tendo-se posteriormente associado ao U.S. Armed Forces Institute. • Teve uma carreira académica distinta e foi o primeiro a obter o Doctorate of the Open University. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  4. 4. Charles Wedemeyer (1911-1999) Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • É seu o primeiro curso em educação a distância no Department of Continuing and Vocational Education. • Foi mentor de vários estudiosos e investigadores como Michael G. Moore e Walter James. • Walter James referiu que tanto as instituições como os investigadores ligados à EaD são “inheritors of his inspiration, beneficiaries of his advice, and learners from his wisdom”. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  5. 5. Charles Wedemeyer (1911-1999) Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • Foi um crítico dos padrões de ensino do seu tempo, nomeadamente o ensino superior, que utilizavam paradigmas de ensino muito ultrapassados e não eram capazes de tirar partido das novas tecnologias. • Entre os anos 50 e 60 promoveu a aplicação da tecnologia como ferramenta facilitadora da aprendizagem a um leque mais vasto de potenciais aprendentes. • Pretendeu abandonar o conceito clássico associado aos estudos por correspondência aderindo a uma lógica do estudo e aprendizagem independente. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  6. 6. Charles Wedemeyer (1911-1999) Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • O estudo e a aprendizagem independentes caracterizam-se pela autonomia e dão importância à aprendizagem e valorização individual através da aquisição de competências tidas por necessárias pelo formando. • O seu curso em educação a distância no Department of Continuing and Vocational Education foi o primeiro em todo o mundo. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  7. 7. Teoria do estudo independente Definição O estudo independente consiste em várias formas de ensinar-aprender nas quais os professores e os alunos realizam as suas tarefas e responsabilidades essenciais afastados uns dos outros, comunicando de formas Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância variadas com o fim de libertar os alunos internos de aulas com padrões e velocidades inapropriados ou dar aos alunos externos a possibilidade de continuarem a aprender no seu ambiente próprio e desenvolver em todos os estudantes a capacidade de levarem a cabo a sua auto-aprendizagem. Charles A. Wedemeyer, Encyclopedia of Education Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  8. 8. Teoria do estudo independente Princípios orientadores • Concepção social-democrata da sociedade, onde não se deve negar a ninguém a oportunidade de aprender, qualquer que seja a sua situação social, económica, cultural ou geográfica. Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • Filosofia liberal da educação - o ensino é individual e o estudante define o ritmo e os objectivos do que quer aprender. • Equidade e acesso à aprendizagem. • Está intimamente relacionado com a auto-regulação e a aprendizagem auto-dirigida. • Aprendizagem ao longo da vida. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  9. 9. Teoria do estudo independente Ensino Tradicional / Sala de aula Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância O professor prepara as matérias que são apresentadas aos alunos em situação de sala de aula, exigindo simultaneidade de espaço e tempo. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  10. 10. Teoria do estudo independente Ensino aberto Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • A presença simultânea no mesmo espaço e tempo do professor e do aluno é irrelevante. • Utilização de vários canais para a comunicação (aprendizagem). Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  11. 11. Teoria do estudo independente Ensino aberto Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • O currículo deve ser aberto e relevante para a vida e os estilos de aprendizagem de diferentes pessoas. • Facilita o acesso aberto à aprendizagem nas casas e bibliotecas... abertura do ambiente de aprendizagem. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  12. 12. Teoria do estudo independente Ensino aberto Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • Encoraja a participação de estudantes em tempo parcial. • Aceita o aluno como parceiro de corpo inteiro no processo que liga o ensino e a aprendizagem para se conseguirem objectivos seleccionados e aceites de forma conjunta. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  13. 13. Teoria do estudo independente Ensino aberto: papel do professor Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • Serve de guia metodológico. • Oferece uma estrutura de ensino direccionada à idiossincrasia do indivíduo. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  14. 14. Aprendizagem Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • Resulta da interacção entre os conteúdos do professor e do aluno, através da comunicação mediada pelos meios tecnológicos disponíveis no momento. • Ocorre ao ritmo do aluno. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  15. 15. Aprendizagem Ensino a distância • Deve desenvolver interesse nas tarefas e motivação do aluno no processo de aprendizagem. Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • Promover o pensamento analítico e instrutivo. • Avaliar em permanência o progresso da aprendizagem. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  16. 16. Aprendizagem Ensino a distância: aspectos a ter em atenção • A separação física entre professor e aluno Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • Os processos de ensino e aprendizagem se realizam por escrito ou por qualquer outro meio. • O ensino é individualizado. • A aprendizagem acontece através de actividades realizadas pelo aluno e de preferência no seu ambiente. • A responsabilidade do ritmo de aprendizagem é do aluno/formando, que pode para e recomeçar a qualquer momento. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  17. 17. Características de um sistema aberto Dez características • Ser capaz de funcionar em qualquer lugar onde existam estudantes, nem que seja só um, independentemente da existência de professores naquele local ou tempo. Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • Colocar maior responsabilidade por aquilo que se aprende no estudante. • Dar ao corpo académico o maior número possível de horas para que eles possam trabalhar de facto na educação. • Ampliar as opções de escolha dos estudantes, quer seja em cursos, em formatos e em metodologias. • Lançar mão de todos os meios e métodos de ensino que tenham demonstrado eficácia. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  18. 18. Características de um sistema aberto Dez características • Misturar e combinar meios e métodos de modo a que cada assunto, ou unidade dentro de um assunto, seja ensinado da melhor maneira que se conhece. Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • Fazer com que o projecto e o desenvolvimento dos cursos se adaptem a um programa articulado de multimédia. • Preservar e aumentar as oportunidades de adaptação às diferenças individuais. • Avaliar a aquisição de conhecimentos do estudante de modo simples, não levantando barreiras relativas ao local, método ou sequência de estudo, ou outras. • Permitir aos estudantes iniciar, parar e aprender ao seu próprio ritmo. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  19. 19. Interacção Tipos de interacção Moore sugere que, no mínimo, os educadores do ensino a distância precisam de concordar na existência de três tipos de interacção distintos: Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • Aluno-conteúdo • Aluno-professor • Aluno-aluno Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  20. 20. Interacção Interacção aluno-conteúdo • Traduz-se na interacção estabelecida entre o aluno e o conteúdo que está em estudo. Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • Sem este tipo de interacção não existe ensino, já que é desse processo de interacção intelectual que resultam as aprendizagens do aluno. • É um processo em que os alunos “falam consigo próprios” (Holmberg) sobre as ideias que encontram nos textos, em programas de televisão ou outros suportes. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  21. 21. Interacção Interacção aluno-professor • Interacção estabelecida entre o aluno e o especialista que prepara o material em estudo ou outro que aja como professor. Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • O professor tem um papel muito activo: faz apresentações, orienta os alunos naquilo que se pretende que aprenda; organiza a avaliação e motiva os alunos. • Existe assim pouco feedback por parte do aluno, sendo um ensino pouco individualizado. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  22. 22. Interacção Interacção aluno-aluno • Traduz a nova dimensão do ensino a distância. Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • Estabelece-se na interacção entre os alunos, quer seja sozinhos, quer seja em grupo com a presença ou ausência de um professor. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  23. 23. Vantagens do estudo independente Aspectos fundamentais • Autonomia Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • Ensino centrado no aluno • Aprendizagem ao longo da vida Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  24. 24. Vantagens do estudo independente Autonomia • Ocorre quando o quando o aluno tem a oportunidade de fazer escolhas e ter um papel significativo na sua própria actividade. Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • É um dos determinantes da motivação e do empenhamento cognitivo. • A motivação e o empenhamento cognitivo motivam os alunos a terem um pensamento mais profundo acerca dos conteúdos e a construir uma compreensão que leva à integração e aplicação das ideias fundamentais. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira, Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael.
  25. 25. Vantagens do estudo independente Ensino centrado no aluno • Os alunos devem ser parceiros de corpo inteiro na definição dos objectivos. Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • É a verdadeira importância da individualidade da aprendizagem. • Vários psicologistas cognitivos consideram-na uma das bases da motivação. • Quando motivados, os estudantes trabalham mais porque valorizam o que estão à aprender. • A motivação provoca uma aprendizagem mais profunda e uma maior transferência dos conhecimentos para novas situações. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  26. 26. Vantagens do estudo independente Aprendizagem ao longo da vida • Na sociedade do conhecimento é necessária uma actualização permanente. Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância • É importante que cada um contribua para a sociedade ao longo da sua vida. • A aprendizagem ao longo da vida é reconhecida como política fundamental pela União Europeia. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael
  27. 27. Inconvenientes Não encontrámos. Universidade Aberta: Modelos de Ensino a Distância Todas as ocorrências que obstem ao sucesso só podem dever-se a factores externos à teoria. De facto, estamos perante um tipo de ensino de carácter voluntário onde tudo é explicitado à partida. Ao integrarem o sistema, todos os intervenientes do processo sabem o que os espera e com o que podem contar. Desde que o feedback corresponda às expectativas nada haverá a temer. Joaquim Lopes • Luís Rodrigues • Pedro Teixeira • Rosalina Simão Nunes • Rui Guimarães • Teresa Rafael

×