SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 58
Pr. Elias Brenha
Comunicação USB
Alguns classificam os sermões de acordo
com o conteúdo ou assunto.
Outros classificam os sermões de acordo
com a estrutura.
Outros classificam os sermões quanto ao
método psicológico.
TIPOS DE SERMÕES
Há muitos tipos de sermões e vários
meios de classificá-los.
Porém o menos complicado é a
classificação em:
* Temáticos
* Textuais
* Expositivos
Definição:
“Sermão temático é
aquele cujas divisões
principais derivam do
tema, independentemente
do texto”.
 As divisões principais devem ser
extraídas do próprio tema do sermão
 É uma mensagem bíblica, embora a
fonte do sermão temático não é um
texto bíblico.
 Devemos principiar com um assunto
ou tópico tirado da Bíblia
Tema escolhido:
Razões para a oração não respondida
Exemplo de Sermão Temático
1 Não estamos usando um texto, mas um
tema bíblico.
1 Deste tema deve derivar todas as
principais divisões do sermão.
1 O passo seguinte é descobrir o que a
Bíblia apresenta “como razões para a
oração não respondida”.
1 Buscamos então alguns textos bíblicos
que indicam o porquê que certas
orações ficam sem respostas: Tiago 4:3;
Salmo 66:18; Tiago 1:6-7; Mateus 6:7;
Provérbios 28:9; I Pedro 3:7.
I- Pedir mal – Tiago 4:3
II- Pecado no coração – Salmo 66:18
III- Duvidar da Palavra de Deus – Tiago 1:6-7
IV- Vãs repetições – Mateus 6:7
V- Desobediência à palavra – Prov. 28:9
VI- Procedimento irrefletido nas relações
Matrimoniais – I Pedro 3:7
1 Com a ajuda destas referências
descobrimos as causas:
Unidade de Pensamento
No sermão visto, poderíamos pensar
em outros aspectos da oração como:
Seu significado; seu poder; seus
métodos; resultados obtidos. Porém o
objetivo era outro. Temos que ser fiéis
a definição do sermão.
O SERMÃO DEVE TER:
As divisões principais devem vir
em ordem lógica e cronológica.
Título: Digno de Adoração
Tema: Verdades vitais referentes a
Jesus Cristo
I - Ele é Deus manifestado na
carne Mateus 1:23
II - Ele é o Salvador dos homens
I Timóteo 1:15
III - Ele é o Rei vindouro
Apocalipse 11:15
“De acordo com a
definição de sermão
temático, as divisões
não são tiradas do
título, mas do tema ou
assunto”.
Título: Esperança do cristão.
Tema: Características da
esperança do cristão.
I. É uma esperança viva – I Pedro 1:3
II.É uma esperança salvadora – I Tess. 5:8
III.É uma esperança segura – Heb. 6:19
IV.É uma esperança invisível – Rom. 8:24
V.É uma esperança bendita – Tito 2:13
VI.É uma esperança eterna – Tito 3:7
As divisões principais podem
apresentar as várias provas
de um tema.
Título: Conhecendo a palavra
de Deus
Tema: Alguns benefícios do
conhecimento da
Palavra de Deus
I. O conhecimento da palavra de Deus torna
a pessoa sábia para a salvação - II Tim.
3:15
II.O conhecimento da palavra de Deus nos
impede de pecar - Salmo 119: 11
III.O conhecimento da palavra de Deus
produz crescimento espiritual – I Pedro 2:2
IV.O conhecimento da palavra de Deus
resulta num viver vitorioso – Josué 1:7-8
Ex. Mateus 5:13 -
“Vós sois o sal da terra.................”
Cristo compara o Cristão ao Sal.
Titulo: Testemunho eficaz
Tema: Comparação do testemunho do
cristão com o sal.
As divisões principais podem tratar um
assunto por analogia ou contraste
II - Como o Sal o testemunho do cristão
deve purificar – I Tess. 4:4
III - Como o Sal o Testemunho do cristão
não deve perder o sabor – Mat. 5:13
IV - Como o sal o testemunho do cristão
deve produzir sede – I Pedro 2:12
I - Como o sal o testemunho do cristão deve
temperar – Col. 4:6
As divisões principais podem ser
repetições de uma palavra ou frase tirada
da Bíblia
A frase “Deus pode” ou “Ele pode” ou “Ele é
poderoso”, ocorre várias vezes.
Título: A capacidade de Deus.
Tema: Algumas coisas que
Deus pode fazer.
I. Ele pode salvar – Heb. 7:25
II.Ele pode guardar – Judas 24
III.Ele pode socorrer – Heb. 2:18
IV.Ele pode subordinar – Fil. 3:21
V.Ele pode conceder graça – II Cor. 9:8
VI.Ele pode fazer muito mais que
pensamos - Efésios 3:20
 Influências para o bem.
 Pequenas coisas que Deus usa.
 Erros dos santos de Deus.
 Bênçãos através do sofrimento.
 Resultados da incredulidade.
 Os imperativos de Cristo.
 Conquistas da cruz.
 As glórias do céu.
 Remédios para as enfermidades
espirituais.
 As riquezas do cristão .
Debilidades do
sermão temático:
pode nos induzir a
usar textos fora do
contexto.
Definição:
“O sermão textual é
aquele em que as divisões
principais são derivadas
de um texto, e o texto
fornece o tema do
sermão”.
 O texto pode ser apenas uma
linha do versículo.
 O texto pode ser o versículo todo.
 O texto pode ser até dois ou três
versos.
Esdras 7:10: “porque Esdras tinha disposto o
coração para buscar a lei do Senhor e para
cumprir e para ensinar em Israel os seus
estatutos e os seus juízos”.
Exemplo de Sermão Textual:
I – Esdras estava disposto a conhecer
a Palavra de Deus.
II - Esdras estava disposto a obedecer
a Palavra de Deus.
III - Esdras estava disposto a ensinar a
Palavra de Deus.
“Os propósitos do coração de Esdras”
QUE TEMA PODERÍAMOS TIRAR
DAS IDÉIAS SUGERIDAS PELO
TEXTO?
1a. Divisão:
“O propósito do coração de Esdras
de conhecer a Palavra de Deus”.
• Esdras 7:10 não apresenta
detalhes suficientes. Precisamos
valer-nos de outras porções
bíblicas para o desenvolvimento.
• Os versos 6, 11, 12, 21 descreve
Esdras como Escriba da lei de
Deus.
• Os versos 14 e 25 indicam que
Artaxerxes, Rei da Pérsia,
reconhecia que Esdras tinha
conhecimento da lei de Deus.
• Eis, portanto, um homem que,
embora conhecesse bem a lei
divina, não se contentou com o
conhecimento que possuía, mas
entregou-se ao estudo diligente a
fim de saber mais.
• Isso ele fez em meio a uma corte
pagã.
• Por certo ele tenha lido Josué 1:8;
Provérbios 8:34-35; Jeremias
29:13.
• “Tinha disposto o coração para
buscar a lei do Senhor”. O texto
nos oferece sugestões a uma
subdivisão:
* Em uma corte pagã.
* De maneira completa.
2a. Divisão:
“Estava disposto a obedecer a
Palavra de Deus”.
• Esdras 7:10 não apresenta
detalhes suficientes, mas
podemos colher estas idéias
em outras partes do seu
livro, especialmente nos
capítulos 9 e 10.
• Esses textos nos fornecem algumas
subdivisões:
 Prestar uma obediência pronta.
 Prestar uma obediência completa.
 Prestar uma obediência contínua.
3a. Divisão: “Estava disposto a ensinar
a Palavra de Deus”. Neemias 8:5-12
• Pode-se desenvolver as seguintes
subdivisões:
As subdivisões não passam de um
desenvolvimento das idéias contidas
nas divisões principais.
 Com clareza.
 Ao povo de Deus.
Título: DANDO PRIORIDADE AS
COISAS IMPORTANTES.
Tema: O PROPÓSITO DO CORAÇÃO
DE ESDRAS.
Esboço final de Esdras 7:10
I - Estava disposto a conhecer a Palavra
de Deus
1) Numa corte pagã.
2) De maneira completa.
II - Estava disposto a obedecer à Palavra
de Deus:
1) Prestar uma obediência pronta.
2) Prestar uma obediência completa.
3) Prestar uma obediência contínua.
III - Estava disposto a ensinar a Palavra de
Deus:
1) Com clareza.
2) Ao povo de Deus.
O texto fornece o tema. “O PERDÃO
DIVINO”
Título: A BÊNÇÃO DO PERDÃO.
Tema: O PERDÃO DIVINO.
Esboço final de Isaías 55:7
“Deixe o perverso o seu caminho, iníquo os
seus pensamentos; converta-se ao Senhor,
que se compadecerá dele, e volte-se para
o nosso Deus, porque é rico em perdoar”.
I - Os objetos do perdão divino – “Deixe
o perverso....”
1) O perverso.
2) O iníquo.
II - As condições do perdão divino:
1) O pecador deve
deixar o mal.
2) O pecador deve
converter-se a Deus.
III - A promessa do perdão divino – “Que
se compadecerá dele...porque é
rico em perdoar”.
1) Um perdão misericordioso.
2) Um perdão abundante.
3) Um perdão completo – Sal. 102:3;
Miquéias 7: 18-19; I João 1:9.
O esboço deve girar em torno de
uma idéia principal, e as divisões
principais devem ampliar ou
desenvolver essa idéia.
Esboço – Romanos 12:1 - Usando “O
Sacrifício do Cristão” como tema:
I - A razão do sacrifício: “Rogo-vos pois,
irmãos, pelas misericórdias do Senhor”.
II - O que deve ser sacrificado:
“...apresenteis os vossos corpos.
III - As condições do sacrifício: “sacrifício
vivo...a Deus”.
IV - A obrigação do sacrifício: “ que é o
vosso culto racional”.
As divisões principais podem
consistir em verdades ou
princípios sugeridos pelo texto.
Esboço – João 20: 19-20
A alegria da Páscoa
Tema: Semelhança do Povo de Deus
com os Discípulos.
I – À semelhança dos discípulos, o povo
de Deus às vezes se encontra
perturbado, sem a consciência da
presença de Cristo – V.19
1) Às vezes se encontra profundamente
perturbado por causa das
circunstâncias adversas.
2) Às vezes se encontra
desnecessariamente perturbado em
meio a circunstâncias adversas.
II - À semelhança dos discípulos, o povo
de Deus experimenta o consolo de
Cristo - v. 19b-20
1) Experimentam o consolo de Cristo
por sua vinda a eles quando mais
dele necessitam
2) Experimentam o consolo de Cristo
através da Sua Palavra.
III - A semelhança dos discípulos, o povo
de Deus se alegra com a presença de
Cristo – v.20
1) Alegram-se, embora suas
circunstâncias adversas não mudem.
2) Alegra-se, porque Cristo está em seu
meio.
d As divisões principais devem vir em
seqüência lógica ou cronológica.
d Dois ou três versículos, tirados de
partes diferentes, podem ser
reunidos e tratados como se fossem
um único texto
Definição:
“É aquele em que uma porção mais ou
menos extensa da Escritura é
interpretada em relação a um tema ou
assunto. A maior parte do material deste
tipo de sermão provém diretamente da
passagem, e o esboço consiste em uma
série de idéias progressivas que giram e
torno de uma idéia central”.
 Pode ser extraído de alguns versículos.
 Pode ser extraído do capítulo inteiro.
 Pode ser extraído até mesmo mais de
um capítulo.
Poderíamos chamar ao grupo
de versículos que formam a
base do sermão expositivo de
“unidade expositiva”.
Esboço de Sermão Expositivo:
Efésios 6:10-18
- V.10-13 – O apóstolo anima os cristãos
a serem corajosos e firmes.
- V. 14-17 – Apresenta as diferentes
partes da armadura que o cristão tem
a sua disposição.
- V. 18 – Exorta ao cristão a uma vida de
oração.
Temos agora os 3 aspectos principais
discutidos pelo Apóstolo Paulo.
- A moral do crente – V. 10-13
- A armadura do crente – V. 14-17
- A vida de oração do crente – V. 18
g Nos v.10-13 ele acentua pelo menos dois
aspectos da moral cristã. Primeiro deve
ser colocada no Senhor e segundo deve
ser firme. Assim descobrimos duas
subdivisões:
1) Moral elevada.
2) Moral firme.
g Assim deve-se fazer com cada
“Unidade Expositiva”.
Esboço Completo:
Título: A BOA LUTA DA FÉ
Tema: Aspectos relacionados com a guerra
espiritual do cristão.
I - A moral do crente – v.10-14a
1) Deve ser elevada – v.10
2) Deve ser firme – v. 11-14
II - A armadura do crente – v. 14-17
1) Deve ter caráter defensivo. V. 14-17
2) Deve ter também caráter ofensivo. V.
17b
III - A vida de oração do cristão
1) Deve ser persistente – v.18
2) Deve ser intercessória – v. 18
1- HOMILÍA BÍBLICA
“É um comentário sobre uma passagem
bíblica longa ou curta, explicada e aplicada
versículo por versículo, ou frase por frase.
Em geral não possui estrutura homilética,
pois consiste em uma série de observações
sem tentativa de mostrar como as partes do
texto ou do todo se relacionam, isto é, sem
levar em conta a unidade”.
Tipos de mensagens erroneamente
tidas como sermões
2 - PRELEÇÃO EXEGÉTICA
“É um comentário detalhado de um texto com
ou sem ordem lógica ou aplicação prática. É
um estudo exegético do texto, porém, a
exegese interpreta o texto e a exposição
apresenta o seu significado de maneira
correta e eficaz”.
Tipos de mensagens erroneamente
tidas como sermões
1) Deve-se estudar cuidadosamente a
passagem bíblica a fim de
compreender seu significado.
2) Palavras ou frases importantes do
texto podem indicar ou formar as
divisões principais do esboço.
Princípios Básicos da Preparação
de Esboços Expositivos
 A ordem do esboço pode ser diferente
da ordem da unidade expositiva.
 Duas ou três passagens mais ou menos
extensas, extraídas de várias partes da
Bíblia, podem ser ajuntadas para
formar a base de um sermão
expositivo.
Princípios Básicos da Preparação
de Esboços Expositivos
 Examine o contexto histórico e cultural
da passagem, sempre que possível.
 Os detalhes do texto devem ser
tratados corretamente, mas não
exaustivamente.
 As verdades do texto devem
relacionar-se com o presente.
Princípios Básicos da Preparação
de Esboços Expositivos
Apresentar doutrina.
Ser devocional.
Incluir ética.
Ser profética.
Ser biográfica.
Evangelistica.
Um Sermão Expositivo Pode:
Produzido pelo Pr. Elias Brenha
MATERIAL DISPONÍVEL EM:
www.maisrelevante.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
TH
 

Mais procurados (20)

Lição 1 - A formação do caráter do cristão
Lição 1 - A formação do caráter do cristãoLição 1 - A formação do caráter do cristão
Lição 1 - A formação do caráter do cristão
 
Homilética
HomiléticaHomilética
Homilética
 
O poder do chamado de deus
O poder do chamado de deus O poder do chamado de deus
O poder do chamado de deus
 
Maturidade Espiritual
Maturidade EspiritualMaturidade Espiritual
Maturidade Espiritual
 
1 l4 a caminho da maturidade
1 l4   a caminho da maturidade1 l4   a caminho da maturidade
1 l4 a caminho da maturidade
 
A realidade do inferno.
A realidade do inferno.A realidade do inferno.
A realidade do inferno.
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
 
Maturidade CRISTA
Maturidade CRISTAMaturidade CRISTA
Maturidade CRISTA
 
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
Estudo biblico 24  dons espirituais - part2Estudo biblico 24  dons espirituais - part2
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
 
Lição 10 - O Processo da Salvação
Lição 10 - O Processo da SalvaçãoLição 10 - O Processo da Salvação
Lição 10 - O Processo da Salvação
 
Lição 2 A disciplina na vida do obreiro
Lição 2   A disciplina na vida do obreiroLição 2   A disciplina na vida do obreiro
Lição 2 A disciplina na vida do obreiro
 
Os Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da CarneOs Perigos das Obras da Carne
Os Perigos das Obras da Carne
 
Evangelismo Criativo
Evangelismo CriativoEvangelismo Criativo
Evangelismo Criativo
 
Estudo sobre evangelismo
Estudo sobre evangelismoEstudo sobre evangelismo
Estudo sobre evangelismo
 
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de DeusSlide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
Slide Lição 03 - A maravilhosa e inefável graça de Deus
 
Cristologia aula01
Cristologia aula01Cristologia aula01
Cristologia aula01
 
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
 
Aula 3 como preparar um sermão textual
Aula 3   como preparar um sermão textualAula 3   como preparar um sermão textual
Aula 3 como preparar um sermão textual
 
Lição 8 - A Mordomia do Tempo
Lição 8 - A Mordomia do TempoLição 8 - A Mordomia do Tempo
Lição 8 - A Mordomia do Tempo
 
Lição 12 - Perseverando na Fé
Lição 12 - Perseverando na FéLição 12 - Perseverando na Fé
Lição 12 - Perseverando na Fé
 

Destaque

3.o carater de cristo
3.o carater de cristo3.o carater de cristo
3.o carater de cristo
talmidimted
 
Onde Encontrar Descanso para a Vida?
Onde Encontrar Descanso para a Vida?Onde Encontrar Descanso para a Vida?
Onde Encontrar Descanso para a Vida?
IBMemorialJC
 
Juntos Tornando-nos Semelhantes a Jesus Cristo
Juntos Tornando-nos Semelhantes a Jesus CristoJuntos Tornando-nos Semelhantes a Jesus Cristo
Juntos Tornando-nos Semelhantes a Jesus Cristo
IBMemorialJC
 
Encontrando Saúde para suas Emoções
Encontrando Saúde para suas EmoçõesEncontrando Saúde para suas Emoções
Encontrando Saúde para suas Emoções
IBMemorialJC
 
Construindo Relacionamentos Saudáveis
Construindo Relacionamentos SaudáveisConstruindo Relacionamentos Saudáveis
Construindo Relacionamentos Saudáveis
IBMemorialJC
 
Preparados para Enfrentar os Invernos da Vida
Preparados para Enfrentar os Invernos da VidaPreparados para Enfrentar os Invernos da Vida
Preparados para Enfrentar os Invernos da Vida
IBMemorialJC
 
Por que Precisamos Uns dos Outros?
Por que Precisamos Uns dos Outros?Por que Precisamos Uns dos Outros?
Por que Precisamos Uns dos Outros?
IBMemorialJC
 
Como Ser um Cristão Saudável em Tempos de Provação?
Como Ser um Cristão Saudável em Tempos de Provação?Como Ser um Cristão Saudável em Tempos de Provação?
Como Ser um Cristão Saudável em Tempos de Provação?
IBMemorialJC
 

Destaque (20)

9 sermãotextual
9  sermãotextual9  sermãotextual
9 sermãotextual
 
3.o carater de cristo
3.o carater de cristo3.o carater de cristo
3.o carater de cristo
 
Igreja Mais Poderosa
Igreja Mais PoderosaIgreja Mais Poderosa
Igreja Mais Poderosa
 
Onde Encontrar Descanso para a Vida?
Onde Encontrar Descanso para a Vida?Onde Encontrar Descanso para a Vida?
Onde Encontrar Descanso para a Vida?
 
Juntos Tornando-nos Semelhantes a Jesus Cristo
Juntos Tornando-nos Semelhantes a Jesus CristoJuntos Tornando-nos Semelhantes a Jesus Cristo
Juntos Tornando-nos Semelhantes a Jesus Cristo
 
Provisão em Tempos de Escassez
Provisão em Tempos de EscassezProvisão em Tempos de Escassez
Provisão em Tempos de Escassez
 
Vivendo o Meu Milagre
Vivendo o Meu MilagreVivendo o Meu Milagre
Vivendo o Meu Milagre
 
Resistindo às Tentações
Resistindo às TentaçõesResistindo às Tentações
Resistindo às Tentações
 
Encontrando Saúde para suas Emoções
Encontrando Saúde para suas EmoçõesEncontrando Saúde para suas Emoções
Encontrando Saúde para suas Emoções
 
Construindo Relacionamentos Saudáveis
Construindo Relacionamentos SaudáveisConstruindo Relacionamentos Saudáveis
Construindo Relacionamentos Saudáveis
 
Preparados para Enfrentar os Invernos da Vida
Preparados para Enfrentar os Invernos da VidaPreparados para Enfrentar os Invernos da Vida
Preparados para Enfrentar os Invernos da Vida
 
Tenham Bom Ânimo
Tenham Bom ÂnimoTenham Bom Ânimo
Tenham Bom Ânimo
 
Juntos Alcançamos Outros
Juntos Alcançamos OutrosJuntos Alcançamos Outros
Juntos Alcançamos Outros
 
Você é mais Valioso que Imagina
Você é mais Valioso que ImaginaVocê é mais Valioso que Imagina
Você é mais Valioso que Imagina
 
Por que Precisamos Uns dos Outros?
Por que Precisamos Uns dos Outros?Por que Precisamos Uns dos Outros?
Por que Precisamos Uns dos Outros?
 
Enfrentando as Tempestades
Enfrentando as TempestadesEnfrentando as Tempestades
Enfrentando as Tempestades
 
Ponha um Fim no seu Sofrimento
Ponha um Fim no seu SofrimentoPonha um Fim no seu Sofrimento
Ponha um Fim no seu Sofrimento
 
Ajuda-nos na Nossa Incredulidade
Ajuda-nos na Nossa IncredulidadeAjuda-nos na Nossa Incredulidade
Ajuda-nos na Nossa Incredulidade
 
Como Ser um Cristão Saudável em Tempos de Provação?
Como Ser um Cristão Saudável em Tempos de Provação?Como Ser um Cristão Saudável em Tempos de Provação?
Como Ser um Cristão Saudável em Tempos de Provação?
 
Juntos Adorando a Deus
Juntos Adorando a DeusJuntos Adorando a Deus
Juntos Adorando a Deus
 

Semelhante a Esboço de sermão tecnico, textual e expositivo

30 homilética arte de preparar e pregar sermões
30 homilética   arte de preparar e pregar sermões30 homilética   arte de preparar e pregar sermões
30 homilética arte de preparar e pregar sermões
ssuser615052
 
Ebd escrituras sagradas 01
Ebd escrituras sagradas 01Ebd escrituras sagradas 01
Ebd escrituras sagradas 01
Dagmar Wendt
 
Curso internacional de teologia ebook gratuito
Curso internacional de teologia ebook gratuitoCurso internacional de teologia ebook gratuito
Curso internacional de teologia ebook gratuito
Cristiane Farias
 

Semelhante a Esboço de sermão tecnico, textual e expositivo (20)

O sermão
O sermãoO sermão
O sermão
 
Curso de homiletica
Curso de homileticaCurso de homiletica
Curso de homiletica
 
Principais Tipos de Sermão
Principais Tipos de SermãoPrincipais Tipos de Sermão
Principais Tipos de Sermão
 
30 homilética arte de preparar e pregar sermões
30 homilética   arte de preparar e pregar sermões30 homilética   arte de preparar e pregar sermões
30 homilética arte de preparar e pregar sermões
 
Ebd escrituras sagradas 01
Ebd escrituras sagradas 01Ebd escrituras sagradas 01
Ebd escrituras sagradas 01
 
Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018
Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018
Unidade 2 - Descobrindo um Método para Estudar a Bíblia - versão 2018
 
Aula 1 e 2 A mensagem de Hebreus
Aula 1 e 2   A mensagem de HebreusAula 1 e 2   A mensagem de Hebreus
Aula 1 e 2 A mensagem de Hebreus
 
Bibliologia
BibliologiaBibliologia
Bibliologia
 
Curso internacional de teologia ebook gratuito
Curso internacional de teologia ebook gratuitoCurso internacional de teologia ebook gratuito
Curso internacional de teologia ebook gratuito
 
CPO - Parte I
CPO - Parte ICPO - Parte I
CPO - Parte I
 
Homiética prática
Homiética práticaHomiética prática
Homiética prática
 
Vida cristã
Vida cristãVida cristã
Vida cristã
 
Romanos 1
Romanos   1Romanos   1
Romanos 1
 
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 04-1 - BÁSICO - IBADEP)
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 04-1 - BÁSICO - IBADEP)HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 04-1 - BÁSICO - IBADEP)
HERMENÊUTICA E HOMILÉTICA (AULA 04-1 - BÁSICO - IBADEP)
 
Nistocremos pg
Nistocremos pgNistocremos pg
Nistocremos pg
 
Lição 05 As Virtudes dos Salvos em Cristo
Lição 05  As Virtudes dos Salvos em CristoLição 05  As Virtudes dos Salvos em Cristo
Lição 05 As Virtudes dos Salvos em Cristo
 
Lição 8 - Comprometidos com a Palavra de Deus
Lição 8 - Comprometidos com a Palavra de DeusLição 8 - Comprometidos com a Palavra de Deus
Lição 8 - Comprometidos com a Palavra de Deus
 
Mensagens para transformar vidas
Mensagens para transformar vidasMensagens para transformar vidas
Mensagens para transformar vidas
 
Lição 9 - Mortos para o pecado
Lição 9 - Mortos para o pecadoLição 9 - Mortos para o pecado
Lição 9 - Mortos para o pecado
 
Deus e a revelação_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
Deus e a revelação_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos Deus e a revelação_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
Deus e a revelação_Lição da Escola Sabatina_original_com_textos
 

Mais de Rogerio Sena

Mais de Rogerio Sena (20)

Nomes estranhos da Biblia (Quiz)
Nomes estranhos da Biblia (Quiz)Nomes estranhos da Biblia (Quiz)
Nomes estranhos da Biblia (Quiz)
 
16 Nomes gregos do novo testamento
16 Nomes gregos do novo testamento16 Nomes gregos do novo testamento
16 Nomes gregos do novo testamento
 
36 Perguntas Daniel e Apocalipse
36 Perguntas Daniel e Apocalipse36 Perguntas Daniel e Apocalipse
36 Perguntas Daniel e Apocalipse
 
Isaias 30 perguntas com alternativas
Isaias 30 perguntas com alternativasIsaias 30 perguntas com alternativas
Isaias 30 perguntas com alternativas
 
Isaias 35 pergutas biblicas PPT
Isaias 35 pergutas biblicas PPTIsaias 35 pergutas biblicas PPT
Isaias 35 pergutas biblicas PPT
 
A crianca que queria ser um smartphone
A crianca que queria ser um smartphoneA crianca que queria ser um smartphone
A crianca que queria ser um smartphone
 
18 Curiosidades do livro de Exodo em PDF
18 Curiosidades do livro de Exodo em PDF18 Curiosidades do livro de Exodo em PDF
18 Curiosidades do livro de Exodo em PDF
 
Curiosidades do livro de Genesis PDF
Curiosidades do livro de Genesis PDFCuriosidades do livro de Genesis PDF
Curiosidades do livro de Genesis PDF
 
43 Perguntas dia das Maes pdf
43 Perguntas dia das Maes pdf43 Perguntas dia das Maes pdf
43 Perguntas dia das Maes pdf
 
16 Perguntas e Charadas Biblicas em pdf
16 Perguntas e Charadas Biblicas em pdf16 Perguntas e Charadas Biblicas em pdf
16 Perguntas e Charadas Biblicas em pdf
 
39 Perguntas Biblicas com referencias PDF
39 Perguntas Biblicas com referencias PDF39 Perguntas Biblicas com referencias PDF
39 Perguntas Biblicas com referencias PDF
 
75 Curiosidades Biblicas em PDF (Baixar no Site)
75 Curiosidades Biblicas em PDF (Baixar no Site)75 Curiosidades Biblicas em PDF (Baixar no Site)
75 Curiosidades Biblicas em PDF (Baixar no Site)
 
Slides semana santa 2021 Tema 1 - Aplausos e lagrimas
Slides semana santa 2021 Tema 1 - Aplausos e lagrimasSlides semana santa 2021 Tema 1 - Aplausos e lagrimas
Slides semana santa 2021 Tema 1 - Aplausos e lagrimas
 
Sermonario 10 dias de oração 2021
Sermonario 10 dias de oração 2021Sermonario 10 dias de oração 2021
Sermonario 10 dias de oração 2021
 
01 Misterio das profecias Seguranca em um mundo de incertezas (Tema 1)
01 Misterio das profecias Seguranca em um mundo de incertezas (Tema 1)01 Misterio das profecias Seguranca em um mundo de incertezas (Tema 1)
01 Misterio das profecias Seguranca em um mundo de incertezas (Tema 1)
 
A volta de Jesus pela constelacao de orion
A volta de Jesus pela constelacao de orionA volta de Jesus pela constelacao de orion
A volta de Jesus pela constelacao de orion
 
Vida apos a morte (Estudo Completo)
Vida apos a morte (Estudo Completo)Vida apos a morte (Estudo Completo)
Vida apos a morte (Estudo Completo)
 
Curso Biblico Apocalipse revelacoes de esperanca
Curso Biblico Apocalipse revelacoes de esperancaCurso Biblico Apocalipse revelacoes de esperanca
Curso Biblico Apocalipse revelacoes de esperanca
 
Slide 01 - Semana santa 2020 (Sabado)
Slide 01 - Semana santa 2020  (Sabado)Slide 01 - Semana santa 2020  (Sabado)
Slide 01 - Semana santa 2020 (Sabado)
 
Sermomario semana santa 2020 Portugues
Sermomario semana santa 2020 PortuguesSermomario semana santa 2020 Portugues
Sermomario semana santa 2020 Portugues
 

Último

Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
StelaWilbert
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
MilyFonceca
 

Último (14)

Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De Cássia
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 

Esboço de sermão tecnico, textual e expositivo

  • 2. Alguns classificam os sermões de acordo com o conteúdo ou assunto. Outros classificam os sermões de acordo com a estrutura. Outros classificam os sermões quanto ao método psicológico. TIPOS DE SERMÕES Há muitos tipos de sermões e vários meios de classificá-los.
  • 3. Porém o menos complicado é a classificação em: * Temáticos * Textuais * Expositivos
  • 4. Definição: “Sermão temático é aquele cujas divisões principais derivam do tema, independentemente do texto”.
  • 5.  As divisões principais devem ser extraídas do próprio tema do sermão  É uma mensagem bíblica, embora a fonte do sermão temático não é um texto bíblico.  Devemos principiar com um assunto ou tópico tirado da Bíblia
  • 6. Tema escolhido: Razões para a oração não respondida Exemplo de Sermão Temático 1 Não estamos usando um texto, mas um tema bíblico. 1 Deste tema deve derivar todas as principais divisões do sermão.
  • 7. 1 O passo seguinte é descobrir o que a Bíblia apresenta “como razões para a oração não respondida”. 1 Buscamos então alguns textos bíblicos que indicam o porquê que certas orações ficam sem respostas: Tiago 4:3; Salmo 66:18; Tiago 1:6-7; Mateus 6:7; Provérbios 28:9; I Pedro 3:7.
  • 8. I- Pedir mal – Tiago 4:3 II- Pecado no coração – Salmo 66:18 III- Duvidar da Palavra de Deus – Tiago 1:6-7 IV- Vãs repetições – Mateus 6:7 V- Desobediência à palavra – Prov. 28:9 VI- Procedimento irrefletido nas relações Matrimoniais – I Pedro 3:7 1 Com a ajuda destas referências descobrimos as causas:
  • 9. Unidade de Pensamento No sermão visto, poderíamos pensar em outros aspectos da oração como: Seu significado; seu poder; seus métodos; resultados obtidos. Porém o objetivo era outro. Temos que ser fiéis a definição do sermão. O SERMÃO DEVE TER:
  • 10. As divisões principais devem vir em ordem lógica e cronológica. Título: Digno de Adoração Tema: Verdades vitais referentes a Jesus Cristo
  • 11. I - Ele é Deus manifestado na carne Mateus 1:23 II - Ele é o Salvador dos homens I Timóteo 1:15 III - Ele é o Rei vindouro Apocalipse 11:15
  • 12. “De acordo com a definição de sermão temático, as divisões não são tiradas do título, mas do tema ou assunto”. Título: Esperança do cristão. Tema: Características da esperança do cristão.
  • 13. I. É uma esperança viva – I Pedro 1:3 II.É uma esperança salvadora – I Tess. 5:8 III.É uma esperança segura – Heb. 6:19 IV.É uma esperança invisível – Rom. 8:24 V.É uma esperança bendita – Tito 2:13 VI.É uma esperança eterna – Tito 3:7
  • 14. As divisões principais podem apresentar as várias provas de um tema. Título: Conhecendo a palavra de Deus Tema: Alguns benefícios do conhecimento da Palavra de Deus
  • 15. I. O conhecimento da palavra de Deus torna a pessoa sábia para a salvação - II Tim. 3:15 II.O conhecimento da palavra de Deus nos impede de pecar - Salmo 119: 11 III.O conhecimento da palavra de Deus produz crescimento espiritual – I Pedro 2:2 IV.O conhecimento da palavra de Deus resulta num viver vitorioso – Josué 1:7-8
  • 16. Ex. Mateus 5:13 - “Vós sois o sal da terra.................” Cristo compara o Cristão ao Sal. Titulo: Testemunho eficaz Tema: Comparação do testemunho do cristão com o sal. As divisões principais podem tratar um assunto por analogia ou contraste
  • 17. II - Como o Sal o testemunho do cristão deve purificar – I Tess. 4:4 III - Como o Sal o Testemunho do cristão não deve perder o sabor – Mat. 5:13 IV - Como o sal o testemunho do cristão deve produzir sede – I Pedro 2:12 I - Como o sal o testemunho do cristão deve temperar – Col. 4:6
  • 18. As divisões principais podem ser repetições de uma palavra ou frase tirada da Bíblia A frase “Deus pode” ou “Ele pode” ou “Ele é poderoso”, ocorre várias vezes. Título: A capacidade de Deus. Tema: Algumas coisas que Deus pode fazer.
  • 19. I. Ele pode salvar – Heb. 7:25 II.Ele pode guardar – Judas 24 III.Ele pode socorrer – Heb. 2:18 IV.Ele pode subordinar – Fil. 3:21 V.Ele pode conceder graça – II Cor. 9:8 VI.Ele pode fazer muito mais que pensamos - Efésios 3:20
  • 20.  Influências para o bem.  Pequenas coisas que Deus usa.  Erros dos santos de Deus.  Bênçãos através do sofrimento.  Resultados da incredulidade.  Os imperativos de Cristo.
  • 21.  Conquistas da cruz.  As glórias do céu.  Remédios para as enfermidades espirituais.  As riquezas do cristão .
  • 22. Debilidades do sermão temático: pode nos induzir a usar textos fora do contexto.
  • 23. Definição: “O sermão textual é aquele em que as divisões principais são derivadas de um texto, e o texto fornece o tema do sermão”.
  • 24.  O texto pode ser apenas uma linha do versículo.  O texto pode ser o versículo todo.  O texto pode ser até dois ou três versos.
  • 25. Esdras 7:10: “porque Esdras tinha disposto o coração para buscar a lei do Senhor e para cumprir e para ensinar em Israel os seus estatutos e os seus juízos”. Exemplo de Sermão Textual: I – Esdras estava disposto a conhecer a Palavra de Deus. II - Esdras estava disposto a obedecer a Palavra de Deus. III - Esdras estava disposto a ensinar a Palavra de Deus.
  • 26. “Os propósitos do coração de Esdras” QUE TEMA PODERÍAMOS TIRAR DAS IDÉIAS SUGERIDAS PELO TEXTO? 1a. Divisão: “O propósito do coração de Esdras de conhecer a Palavra de Deus”.
  • 27. • Esdras 7:10 não apresenta detalhes suficientes. Precisamos valer-nos de outras porções bíblicas para o desenvolvimento. • Os versos 6, 11, 12, 21 descreve Esdras como Escriba da lei de Deus. • Os versos 14 e 25 indicam que Artaxerxes, Rei da Pérsia, reconhecia que Esdras tinha conhecimento da lei de Deus.
  • 28. • Eis, portanto, um homem que, embora conhecesse bem a lei divina, não se contentou com o conhecimento que possuía, mas entregou-se ao estudo diligente a fim de saber mais. • Isso ele fez em meio a uma corte pagã. • Por certo ele tenha lido Josué 1:8; Provérbios 8:34-35; Jeremias 29:13.
  • 29. • “Tinha disposto o coração para buscar a lei do Senhor”. O texto nos oferece sugestões a uma subdivisão: * Em uma corte pagã. * De maneira completa.
  • 30. 2a. Divisão: “Estava disposto a obedecer a Palavra de Deus”. • Esdras 7:10 não apresenta detalhes suficientes, mas podemos colher estas idéias em outras partes do seu livro, especialmente nos capítulos 9 e 10.
  • 31. • Esses textos nos fornecem algumas subdivisões:  Prestar uma obediência pronta.  Prestar uma obediência completa.  Prestar uma obediência contínua.
  • 32. 3a. Divisão: “Estava disposto a ensinar a Palavra de Deus”. Neemias 8:5-12 • Pode-se desenvolver as seguintes subdivisões: As subdivisões não passam de um desenvolvimento das idéias contidas nas divisões principais.  Com clareza.  Ao povo de Deus.
  • 33. Título: DANDO PRIORIDADE AS COISAS IMPORTANTES. Tema: O PROPÓSITO DO CORAÇÃO DE ESDRAS. Esboço final de Esdras 7:10 I - Estava disposto a conhecer a Palavra de Deus 1) Numa corte pagã. 2) De maneira completa.
  • 34. II - Estava disposto a obedecer à Palavra de Deus: 1) Prestar uma obediência pronta. 2) Prestar uma obediência completa. 3) Prestar uma obediência contínua. III - Estava disposto a ensinar a Palavra de Deus: 1) Com clareza. 2) Ao povo de Deus.
  • 35. O texto fornece o tema. “O PERDÃO DIVINO” Título: A BÊNÇÃO DO PERDÃO. Tema: O PERDÃO DIVINO. Esboço final de Isaías 55:7 “Deixe o perverso o seu caminho, iníquo os seus pensamentos; converta-se ao Senhor, que se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar”.
  • 36. I - Os objetos do perdão divino – “Deixe o perverso....” 1) O perverso. 2) O iníquo. II - As condições do perdão divino: 1) O pecador deve deixar o mal. 2) O pecador deve converter-se a Deus.
  • 37. III - A promessa do perdão divino – “Que se compadecerá dele...porque é rico em perdoar”. 1) Um perdão misericordioso. 2) Um perdão abundante. 3) Um perdão completo – Sal. 102:3; Miquéias 7: 18-19; I João 1:9.
  • 38. O esboço deve girar em torno de uma idéia principal, e as divisões principais devem ampliar ou desenvolver essa idéia.
  • 39. Esboço – Romanos 12:1 - Usando “O Sacrifício do Cristão” como tema: I - A razão do sacrifício: “Rogo-vos pois, irmãos, pelas misericórdias do Senhor”. II - O que deve ser sacrificado: “...apresenteis os vossos corpos. III - As condições do sacrifício: “sacrifício vivo...a Deus”. IV - A obrigação do sacrifício: “ que é o vosso culto racional”.
  • 40. As divisões principais podem consistir em verdades ou princípios sugeridos pelo texto. Esboço – João 20: 19-20 A alegria da Páscoa Tema: Semelhança do Povo de Deus com os Discípulos.
  • 41. I – À semelhança dos discípulos, o povo de Deus às vezes se encontra perturbado, sem a consciência da presença de Cristo – V.19 1) Às vezes se encontra profundamente perturbado por causa das circunstâncias adversas. 2) Às vezes se encontra desnecessariamente perturbado em meio a circunstâncias adversas.
  • 42. II - À semelhança dos discípulos, o povo de Deus experimenta o consolo de Cristo - v. 19b-20 1) Experimentam o consolo de Cristo por sua vinda a eles quando mais dele necessitam 2) Experimentam o consolo de Cristo através da Sua Palavra.
  • 43. III - A semelhança dos discípulos, o povo de Deus se alegra com a presença de Cristo – v.20 1) Alegram-se, embora suas circunstâncias adversas não mudem. 2) Alegra-se, porque Cristo está em seu meio.
  • 44. d As divisões principais devem vir em seqüência lógica ou cronológica. d Dois ou três versículos, tirados de partes diferentes, podem ser reunidos e tratados como se fossem um único texto
  • 45. Definição: “É aquele em que uma porção mais ou menos extensa da Escritura é interpretada em relação a um tema ou assunto. A maior parte do material deste tipo de sermão provém diretamente da passagem, e o esboço consiste em uma série de idéias progressivas que giram e torno de uma idéia central”.
  • 46.  Pode ser extraído de alguns versículos.  Pode ser extraído do capítulo inteiro.  Pode ser extraído até mesmo mais de um capítulo. Poderíamos chamar ao grupo de versículos que formam a base do sermão expositivo de “unidade expositiva”.
  • 47. Esboço de Sermão Expositivo: Efésios 6:10-18 - V.10-13 – O apóstolo anima os cristãos a serem corajosos e firmes. - V. 14-17 – Apresenta as diferentes partes da armadura que o cristão tem a sua disposição. - V. 18 – Exorta ao cristão a uma vida de oração.
  • 48. Temos agora os 3 aspectos principais discutidos pelo Apóstolo Paulo. - A moral do crente – V. 10-13 - A armadura do crente – V. 14-17 - A vida de oração do crente – V. 18
  • 49. g Nos v.10-13 ele acentua pelo menos dois aspectos da moral cristã. Primeiro deve ser colocada no Senhor e segundo deve ser firme. Assim descobrimos duas subdivisões: 1) Moral elevada. 2) Moral firme. g Assim deve-se fazer com cada “Unidade Expositiva”.
  • 50. Esboço Completo: Título: A BOA LUTA DA FÉ Tema: Aspectos relacionados com a guerra espiritual do cristão. I - A moral do crente – v.10-14a 1) Deve ser elevada – v.10 2) Deve ser firme – v. 11-14
  • 51. II - A armadura do crente – v. 14-17 1) Deve ter caráter defensivo. V. 14-17 2) Deve ter também caráter ofensivo. V. 17b III - A vida de oração do cristão 1) Deve ser persistente – v.18 2) Deve ser intercessória – v. 18
  • 52. 1- HOMILÍA BÍBLICA “É um comentário sobre uma passagem bíblica longa ou curta, explicada e aplicada versículo por versículo, ou frase por frase. Em geral não possui estrutura homilética, pois consiste em uma série de observações sem tentativa de mostrar como as partes do texto ou do todo se relacionam, isto é, sem levar em conta a unidade”. Tipos de mensagens erroneamente tidas como sermões
  • 53. 2 - PRELEÇÃO EXEGÉTICA “É um comentário detalhado de um texto com ou sem ordem lógica ou aplicação prática. É um estudo exegético do texto, porém, a exegese interpreta o texto e a exposição apresenta o seu significado de maneira correta e eficaz”. Tipos de mensagens erroneamente tidas como sermões
  • 54. 1) Deve-se estudar cuidadosamente a passagem bíblica a fim de compreender seu significado. 2) Palavras ou frases importantes do texto podem indicar ou formar as divisões principais do esboço. Princípios Básicos da Preparação de Esboços Expositivos
  • 55.  A ordem do esboço pode ser diferente da ordem da unidade expositiva.  Duas ou três passagens mais ou menos extensas, extraídas de várias partes da Bíblia, podem ser ajuntadas para formar a base de um sermão expositivo. Princípios Básicos da Preparação de Esboços Expositivos
  • 56.  Examine o contexto histórico e cultural da passagem, sempre que possível.  Os detalhes do texto devem ser tratados corretamente, mas não exaustivamente.  As verdades do texto devem relacionar-se com o presente. Princípios Básicos da Preparação de Esboços Expositivos
  • 57. Apresentar doutrina. Ser devocional. Incluir ética. Ser profética. Ser biográfica. Evangelistica. Um Sermão Expositivo Pode:
  • 58. Produzido pelo Pr. Elias Brenha MATERIAL DISPONÍVEL EM: www.maisrelevante.com.br