O único “bom aprendizado” é o que é para
                             o avanço do desenvolvimento.
                       ...
Web 2.0



 Programas gratuitos nos quais os usuários podem
           navegar e, principalmente, formar
    comunidades, ...
Fonte: http://www.jf.eti.br/downloads/web2ilustrada.jpg
A Web 2.0 é uma forma de inteligência coletiva, que deve ser
utilizada para facilitar e agilizar a vida do usuário e
possi...
O grande desafio é fazer com que educadores e alunos
aprendam a usas essas tecnologias disponíveis na web e
conceitos de f...
Mas o que são Ambientes Virtuais de
            Aprendizagem?
São sistemas ou software utilizados para a
criação e gerenci...
Ambientes Virtuais de Aprendizagem

Apesar de serem ferramentas para comunicação, colaboração e
compartilhamento entre os ...
Ambientes Virtuais de Aprendizagem

A construção do ambiente virtual de aprendizagem por
professores e pelo design didátic...
O design didático deve estar atendo à questão da visualização da
informação, ou seja, a forma como ela se integra com a “p...
O design didático, quando planeja os ambientes virtuais de
aprendizagem, deve conhecer o processo de desenvolvimento da
co...
A WEB 2.0 e os Ambiente Virtuais de Aprendizagem devem ser
usados de forma a permitir a integração, comunicação, colaboraç...
Referências:


COSTA, Rosa Maria E.M. da. MARINS, Vânia. Ambientes Virtuais de Aprendizagem.

COSTA, Rosa Maria E.M. da. M...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Web 2.0 e Ambientes Virtuais de Aprendizagem

3.277 visualizações

Publicada em

Breve apresentação de Web 2.0 e Ambientes Virtuais de Aprendizagem

Publicada em: Educação, Tecnologia, Design
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.277
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
74
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Web 2.0 e Ambientes Virtuais de Aprendizagem

  1. 1. O único “bom aprendizado” é o que é para o avanço do desenvolvimento. Lev Vygotsky Rita de Cassia Sicolin Web 2.0 e Ambientes Virtuais de Aprendizagem
  2. 2. Web 2.0 Programas gratuitos nos quais os usuários podem navegar e, principalmente, formar comunidades, com o objetivo de “incentivar a criatividade, o compartilhamento e a colaboração de conteúdos e serviços entre usuários da rede.
  3. 3. Fonte: http://www.jf.eti.br/downloads/web2ilustrada.jpg
  4. 4. A Web 2.0 é uma forma de inteligência coletiva, que deve ser utilizada para facilitar e agilizar a vida do usuário e possibilitar a interação entre si e os milhões de pessoas conectadas. Proporciona a aprendizagem colaborativa e construção do conhecimento, com o complemento das Comunidades de Práticas, formadas por pessoas “que aprendem, constroem e fazem a gestão do conhecimento”(WENGER apud COSTA;MARINS, p.04)
  5. 5. O grande desafio é fazer com que educadores e alunos aprendam a usas essas tecnologias disponíveis na web e conceitos de forma a criar ambientes colaborativos para a aprendizagem (COSTA; MARINS, p.07), indo além dos Ambientes Virtuais de Aprendizagem - AVA.
  6. 6. Mas o que são Ambientes Virtuais de Aprendizagem? São sistemas ou software utilizados para a criação e gerenciamento de cursos oferecidos através da internet. Devem permitir que o usuário ou grupos possam “criar seu próprio significado sobre o que experimentam”, proporcionando um ambiente construtivista de aprendizado (REBELO apud COSTA; MARINS, p. 03).
  7. 7. Ambientes Virtuais de Aprendizagem Apesar de serem ferramentas para comunicação, colaboração e compartilhamento entre os usuários, sua eficácia depende das concepções e estratégias pedagógicas selecionadas pelos professores ou responsáveis (DOTTA, 2009 apud COSTA; MARINS). Independente do software adotado, a preocupação de quem utilizada esses sistemas deve estar na forma da linguagem utilizada na mediação e na disponibilização da tecnologia (REZENDE, 2003 apud COSTA; MARINS).
  8. 8. Ambientes Virtuais de Aprendizagem A construção do ambiente virtual de aprendizagem por professores e pelo design didático deve ter como objetivo a integração, a utilização de diferentes metodologias e tecnologias e preocupar-se com: . a interdisciplinariedade, relacionados com às Interfaces Humanos-Computador – HCI . indexação, recuperação e visualização da informação . aspectos estéticos/artísticos
  9. 9. O design didático deve estar atendo à questão da visualização da informação, ou seja, a forma como ela se integra com a “proposta sócio-interacionista e dialógica da aprendizagem mediada pelas TIC”, sem estar amarrado somente as ferramentas. (COSTA; MARINS, p. 08).. A criatividade e inovação devem estar presentes em cada processo de elaboração das atividades e conteúdos que farão parte da construção do conhecimento pelo usuário.
  10. 10. O design didático, quando planeja os ambientes virtuais de aprendizagem, deve conhecer o processo de desenvolvimento da construção do conhecimento (CCEAD/PUC).
  11. 11. A WEB 2.0 e os Ambiente Virtuais de Aprendizagem devem ser usados de forma a permitir a integração, comunicação, colaboração e aprendizagem dos alunos ou usuários. A criatividade e inovação na elaboração das atividades devem permitir que o indivíduo sinta-se integrado com seus pares e a mediação deve conduzi-los na descoberta do conhecimento. Apesar da aprendizagem do indivíduo acontecer de forma virtual, através de uma máquina, este não pode ser o principal responsável pelo processo de aprendizagem. As ferramentas da Web 2.0 e o Ambiente Virtual de Aprendizagem são somente o meio para o fim – a construção do conhecimento.
  12. 12. Referências: COSTA, Rosa Maria E.M. da. MARINS, Vânia. Ambientes Virtuais de Aprendizagem. COSTA, Rosa Maria E.M. da. MARINS, Vânia. Ferramentas da Web 2.0 e as Comunidades de Práticas CCEAD-PUC Rio. Unidade 2 –Design Didático. Curso de Especialização em Tecnologia da Educação. Disponível em: http://josecicero.wikispaces.com/file/view/DD_UNIDADE2_VERSAO_IMPRESSA.pdf>. Acesso em: 05 jul 2010. FILATRO, Andrea. Design instrucional contextualizado: educação e tecnologia. – 2ª. ed. – São Paulo : Editora SENAC, 2007. www.google.com.br www. sxc.hu

×