FORMAÇÃO TECNOLÓGICARik Página 1As Flores- Tipos de flor, diferenciação floral e função reprodutivaIntroduçãoQuando pensam...
FORMAÇÃO TECNOLÓGICARik Página 2FunçãoApesar de contribuírem com a beleza da natureza, principalmente durante aestação da ...
FORMAÇÃO TECNOLÓGICARik Página 3Após serem depositados no estigma, os grãos de pólen seguem através de tubosextremamente e...
FORMAÇÃO TECNOLÓGICARik Página 4
FORMAÇÃO TECNOLÓGICARik Página 5Curiosidade:As conhecidas flores de jardim devem receber um tratamento especial em suaplan...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

4 morfologia vegetal_flores

284 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
284
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
42
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

4 morfologia vegetal_flores

  1. 1. FORMAÇÃO TECNOLÓGICARik Página 1As Flores- Tipos de flor, diferenciação floral e função reprodutivaIntroduçãoQuando pensamos em flores, é muito comum nos lembrarmos delas em suaforma colorida e vistosa; porém, esta característica é apresentada apenas poralguns tipos. Há flores que ficam bem pequenas e esverdeadas, como, porexemplo, as flores de gama.
  2. 2. FORMAÇÃO TECNOLÓGICARik Página 2FunçãoApesar de contribuírem com a beleza da natureza, principalmente durante aestação da primavera, a existência das flores possui um objetivo reprodutivo:contribuir com a produção de sementes do vegetal. Desta maneira, novas plantassão capazes de surgir e crescer.ComposiçãoUma flor simples é composta por sépalas e pétalas. A função das sépalas éproteger a flor quando ainda está em botão (fase inicial do desenvolvimento), ouno momento em que se fecha, à noite. As pétalas coloridas têm o papel de atrairos insetos para polinizar a flor, ou seja, trazer o pólen de outra flor da mesmaespécie, depositando-o no estigma. Os grãos do pólen são tão pequenos que nãopodem ser vistos a olho nu. Para visualizá-los é preciso utilizar um microscópio,desta maneira, é possível notar que estes podem ter diferentes formatos.
  3. 3. FORMAÇÃO TECNOLÓGICARik Página 3Após serem depositados no estigma, os grãos de pólen seguem através de tubosextremamente estreitos, seguindo do estilete ao ovário da planta. Antes dodesenvolvimento dos óvulos, no ovário, para a formação de sementes, é precisoque sejam tocados por um desses finos tubos, para que possam ser fertilizados.As flores geram seu pólen nas pontas dos estames (chamadas anteras). Namaior parte das vezes, é melhor para as plantas que elas sejam fertilizadas pelopólen de outra espécie, isto ocorre através da ajuda de insetos (abelhas, vespas,borboletas e algumas espécies de moscas) ou pelo vento, como ocorre no casodas gramas e de algumas árvores.As plantas que possuem flores podem ser classificadas em famílias, de acordocom o tipo da flor que produzem. Alguns exemplos são: o dente-de-leão, asrosáceas (iguais às rosas), umbelíferas (parecidas com os guarda-chuvas),ranunculáceas (família do botão-de-ouro) e as leguminosas (produzem sementescomo a ervilha ou feijão).
  4. 4. FORMAÇÃO TECNOLÓGICARik Página 4
  5. 5. FORMAÇÃO TECNOLÓGICARik Página 5Curiosidade:As conhecidas flores de jardim devem receber um tratamento especial em suaplantação, pois estas não podem ser plantadas antes de se conhecer aluminosidade do ambiente, além do tipo de solo e sua humidade. Este cuidadonão é necessário no caso das flores silvestres (que se desenvolvem nasflorestas), pois estas são possuem a capacidade de se desenvolver de acordo como solo e clima de cada região.Endereços de referência:http://pt.wikipedia.org/wiki/Florhttp://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/flor/index.phphttp://www.todabiologia.com/botanica/flor.htm

×