Computação Gráfica para Designers<br />Nilton Gonçalves Gamba Junior<br />Roze Anne Luiz da Vitória<br />Gabriela de Olive...
Dois planetas, muitos problemas<br />Na década de 1980, a Disney lançou o 1º filme a usar computação gráfica – Tron – nele...
Atualmente, muitos desses desafios não são mais tão complicados porque os softwares estão mais potentes e as interfaces ma...
Ao imprimir um arquivo e ele sair pequeno demais, ao tentar ampliá-lo e ele ficar como um mosaico, esses são problemas que...
Entendê-las é muito importante para criar um projeto gráfico eficaz.<br />Porém muitos usuários desconhecem seu correto pr...
Planeta Material e Planeta Digital<br />Planeta Material é o ambiente fora do computador, mídia impressa, fotografias e as...
País Vetorial e País Mapa de Bits<br />No ambiente mapa de bits a imagem é formada por pontos individuais (bits).<br />Os ...
País vetorial<br />(estrutura de arame)<br />No país vetorial a imagem é formada por formas e objetos ao invés de pontos, ...
O País Mapa de Bits<br />Pixel<br />Os pontos que compõem a imagem mapa de bits são denominados pixels, eles são quadrados...
A profundidade de bits<br />(quantidade de cores)<br />Na imagem colorida o bit não deixa de ser binário, porém para que e...
No planeta digital as imagens são exibidas em projeções luminosas no monitor, então ele trabalha com a síntese cromática a...
Já a síntese cromática subtrativa é dada por pigmentos e não por projeção, então a soma de todas as cores resulta no preto...
Redução/ aumento de cores<br />24 bits<br />Ao reduzir a quantidade de cores é necessário fazer a redução não só quantitat...
Ditherização ou reticulação<br />Ao reduzir a quantidade de cores o software utiliza um recurso para simular a passagem de...
Memória Ocupada<br /><ul><li>O  cálculo da memória ocupada por um arquivo mapa de bits pode vir de uma analogia com o cálc...
100 pixels<br />Resolução<br />(PPI)<br />2 polegadas<br />A resolução é a relação entre duas medidas, a do Planeta Digita...
Relacionando as variáveis de medida<br />(PPI, pixels e polegadas)<br />D = Medida digital (pixels)<br />M = Medida materi...
Dialogando com as caixas de diálogo<br />Criando um arquivo mapa de bits- Comando Arquivo/Novo no Adobe Photoshop;<br />Re...
Monitorando as variáveis<br />No Adobe Photoshop<br />Bola-200-100 indica as dimensões digitais em pixels (200) e a resolu...
Mude a resolução de 100 para 200<br />
No CorelDraw<br />Bola-200-100<br />Bola-200-200<br />
No Adobe Photoshop<br />
No CorelDraw<br />As três bolas se comportam de forma totalmente diferente quanto ao tamanho em cada um dos ambientes.<br ...
No Adobe Photoshop<br />Ao aplicar o zoom vemos que uma bola tem um esfumaçado no seu contorno, isso ocorreu pois nesse ar...
Monitoração das variáveis do sistema operacional<br />O comportamento das interfaces de trabalho do Windows é semelhante a...
Além de utilizar os filtros e ferramentas de edição dos softwares, é possível interferir na imagem por meio de seus elemen...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

ComputaçãO GráFica Para Designers

2.368 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.368
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
107
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ComputaçãO GráFica Para Designers

  1. 1. Computação Gráfica para Designers<br />Nilton Gonçalves Gamba Junior<br />Roze Anne Luiz da Vitória<br />Gabriela de Oliveira Cotta<br />
  2. 2. Dois planetas, muitos problemas<br />Na década de 1980, a Disney lançou o 1º filme a usar computação gráfica – Tron – nele um programador de computador entra, literalmente, dentro da máquina. Para voltar ao mundo real, ele tem que superar uma série de desafios produzidos pelo &quot;controle-mestre&quot;. <br />
  3. 3. Atualmente, muitos desses desafios não são mais tão complicados porque os softwares estão mais potentes e as interfaces mais amigáveis.<br />Porém o Planeta Digital continua com suas regras e seu comportamento binário.<br />
  4. 4. Ao imprimir um arquivo e ele sair pequeno demais, ao tentar ampliá-lo e ele ficar como um mosaico, esses são problemas que ainda enfrentamos.<br />O caminho para não acontecer esses conflitos entre o Planeta Material e o Digital são as caixinhas de diálogo.<br />
  5. 5. Entendê-las é muito importante para criar um projeto gráfico eficaz.<br />Porém muitos usuários desconhecem seu correto preenchimento e quando se vêem diante delas, fecham-nas sem responder suas perguntas.<br />
  6. 6. Planeta Material e Planeta Digital<br />Planeta Material é o ambiente fora do computador, mídia impressa, fotografias e as medidas são em centímetros, polegadas.<br />Planeta Digital é o ambiente dentro do computador, a imagem já digitalizada.<br />
  7. 7. País Vetorial e País Mapa de Bits<br />No ambiente mapa de bits a imagem é formada por pontos individuais (bits).<br />Os bits são unidades da memória do computador que tem dois valores: um (ativado – branco) e zero (desativado – preto).<br />País Mapa de Bits<br />(mosaico)<br />
  8. 8. País vetorial<br />(estrutura de arame)<br />No país vetorial a imagem é formada por formas e objetos ao invés de pontos, por isso podemos encontrar a expressão “aramado”, que é o contorno expresso pelo vetor.<br />
  9. 9. O País Mapa de Bits<br />Pixel<br />Os pontos que compõem a imagem mapa de bits são denominados pixels, eles são quadrados e indivisíveis e por serem a menor unidade da imagem, eles se tornam a unidade de medida do planeta digital.<br />
  10. 10. A profundidade de bits<br />(quantidade de cores)<br />Na imagem colorida o bit não deixa de ser binário, porém para que ela tenha mais cores é necessário colocar mais bits atrás de cada pixel.<br />Para calcular a quantidade de combinações de cores usa-se um cálculo de análise combinatória:<br />2n = número de cores<br />n = profundidade de bits<br />
  11. 11. No planeta digital as imagens são exibidas em projeções luminosas no monitor, então ele trabalha com a síntese cromática aditiva, que significa que todas as cores juntas formarão o branco e a ausência delas é o preto.<br />Suas cores básicas são o vermelho, o azul e o verde (RGB – Red, green e blue)<br />
  12. 12. Já a síntese cromática subtrativa é dada por pigmentos e não por projeção, então a soma de todas as cores resulta no preto e a ausência delas é a cor do suporte – geralmente branco.<br />Suas cores básicas são o magenta, o cian eo amarelo (CMYK – cyan, magenta, yellow, black).<br />Obs.: RGB – Projeção da luz / CMYK – Reflexão da luz<br />
  13. 13. Redução/ aumento de cores<br />24 bits<br />Ao reduzir a quantidade de cores é necessário fazer a redução não só quantitativa como também qualitativa.<br />O processo utilizado na redução é a paletização, isto é, definir uma paleta composta com menos cores do que a imagem original (24 bits para 8 bits = 16 milhões de cores para 256).<br />8 bits<br />
  14. 14. Ditherização ou reticulação<br />Ao reduzir a quantidade de cores o software utiliza um recurso para simular a passagem de um tom para o outro, já que ele não tem mais tantas cores disponíveis. Isto é chamado de reticulação ou ditherização.<br />A redução de cores é reversível, porém a qualidade da imagem não. Os dithers se manterão.<br />
  15. 15. Memória Ocupada<br /><ul><li>O cálculo da memória ocupada por um arquivo mapa de bits pode vir de uma analogia com o cálculo do volume.</li></ul>Exemplo<br />Um arquivo com 3 pixels de altura, 3 pixels de largura e 3 bits de profundidade:<br />– Altura x Largura<br />3 pixels x 3 pixels= 9 pixels<br />– Pixels x Bits<br />9 pixels x 3 bits= 27 bits<br />Sendo 8 bits = 1 byte, a imagem tem 3,4 bytes ou 27 bits.<br />
  16. 16. 100 pixels<br />Resolução<br />(PPI)<br />2 polegadas<br />A resolução é a relação entre duas medidas, a do Planeta Digital e a do Planeta Material.<br />A unidade utilizada é o PPI – pixel per inch – que quer dizer pixel por polegada.<br />0,02 PPIs<br />50 pixels<br />2 polegadas<br />0,04 PPIs<br />
  17. 17. Relacionando as variáveis de medida<br />(PPI, pixels e polegadas)<br />D = Medida digital (pixels)<br />M = Medida material (polegadas, milímetros, centímetros, etc.)<br />R = Resolução (PPI)<br />R= D/M<br />
  18. 18. Dialogando com as caixas de diálogo<br />Criando um arquivo mapa de bits- Comando Arquivo/Novo no Adobe Photoshop;<br />Redimensionando um arquivo mapa de bits- Comando Imagem/Tamanho da imagem (Image/ImageSize);<br />Modificando a profundidade de bits- Comando Imagem/Modo (Image/Mode);<br />Criando um mapa de bits a partir de uma imagem vetorial<br />PPIe DPI<br />PPI é igual a quantidade de pixel por polegadas. Está relacionado a arquivos.<br />DPI é igual a pontos por polegadas, tendo pontos uma representação esférica. Esta é relacionado à unidade óptica mínima de um aparelho, ao hardware. Um exemplo é a impressora e o scanner.<br />
  19. 19. Monitorando as variáveis<br />No Adobe Photoshop<br />Bola-200-100 indica as dimensões digitais em pixels (200) e a resolução em PPI (100)<br />
  20. 20. Mude a resolução de 100 para 200<br />
  21. 21. No CorelDraw<br />Bola-200-100<br />Bola-200-200<br />
  22. 22. No Adobe Photoshop<br />
  23. 23. No CorelDraw<br />As três bolas se comportam de forma totalmente diferente quanto ao tamanho em cada um dos ambientes.<br />Bola-200-100<br />Bola-400-200<br />Bola-200-200<br />
  24. 24. No Adobe Photoshop<br />Ao aplicar o zoom vemos que uma bola tem um esfumaçado no seu contorno, isso ocorreu pois nesse arquivo modificamos a quantidade de pixels.<br />
  25. 25. Monitoração das variáveis do sistema operacional<br />O comportamento das interfaces de trabalho do Windows é semelhante ao do mapa de bits. Por isso as características dele podem influir na visualização da imagem.<br />Apesar do sistema operacional não alterar as variáveis de dimensão de um arquivo, eles podem exibi-las de forma bastante distintas.<br />Portanto é necessário levar em conta estas possíveis distorções.<br />Windows 1366 x 768<br />Windows 800 x 600<br />
  26. 26. Além de utilizar os filtros e ferramentas de edição dos softwares, é possível interferir na imagem por meio de seus elementos estruturais. <br />A compreensão das relações entre o Planeta Digital e o Material será fundamental para lidar com qualquer imagem em qualquer contexto que utilize a edição digital.<br />Criando nos dois planetas<br />

×