Filosofia da educação semana 6 - Cultura

3.623 visualizações

Publicada em

Resumão para a prova

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.623
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
100
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Filosofia da educação semana 6 - Cultura

  1. 1. Filosofia da Educação UNIDADE 1- Homem, Cultura, Educação e Filosofia A educação como componente essencial da cultura Resumo da semana 6 Roxana Alhadas 2013
  2. 2. A Cultura Marilena Chauí
  3. 3. Natureza Humana? • Acreditamos na existência de uma natureza humana que é a mesma em todos os tempos e lugares, e por outro lado, cremos na existência de diferenças naturais entre homens e mulheres, entre índios e brancos ... • Dizer que uma coisa é natural, significa dizer que essa coisa existe necessariamente e universalmente, que não depende de ação ou intenção dos seres humanos.
  4. 4. Desmistificando conceitos • Analisando fatos podemos observar que coisas que dizemos que naturaliza fatos, valores e formas de agir não existem universalmente e atemporalmente. Porque os seres humanos são seres CULTURAIS E HISTÓRICOS
  5. 5. Culto, inculto: cultura • Utilizamos a palavra cultura em sentidos muito diferentes e, por vezes, contraditórios. • Ter cultura, quer dizer: ter conhecimento, ter prestígio, ter respeito, ser importante, ser superior • Pode ser identificado como qualidade de uma coletividade (cultura alemã, cultura brasileira ...) algo que existe em si e por si e pode ser comparado. Sugere diferença social
  6. 6. • Temos também a ideia de que dentro de uma mesma sociedade podemos ter culturas diferentes: a de massa e a de elite dependendo de sua origem e sua destinação. O QUE QUEREMOS DIZER QUANDO AFIRMAMOS QUE OS SERES HUMANOS SÃO SERES CULTURAIS?
  7. 7. Natureza e Cultura Os sentidos de natureza: • Princípio de vida; força espontânea capaz de gerar e de cuidar de todos os seres por ela gerados. • Essência própria de um ser; natural ou inato. • Regularidade de fenômenos e de fatos; relação de causalidade entre as coisas. • Aquilo que opõe-se ao que é produzido pelos homens, opõe-se á técnica e à tecnologia.
  8. 8. Natureza e Cultura Os sentidos de cultura: colere = o cuidado do homem com a natureza O cuidado do homem com os deuses (culto) O cuidado com o corpo e a alma das crianças (puericultura), para se tornarem membros virtuosos da sociedade pelo aperfeiçoamento e refinamento de qualidades natureza (paideia = pedagogia) Natureza e cultura não se opõem!
  9. 9. Cultura torna-se sinônimo de civilização. - torna-se consequência da educação expressos em feitos, obras, ações e instituições. Natureza = campo da necessidade causal, efeitos que operam por si mesmo. Homem = é dotado de vontade, age por escolha de acordo com valores e fins estabelecidos por ele próprio. Natureza e cultura se opõem!
  10. 10. TRABALHO
  11. 11. A cultura como ordem simbólica: Lei humana = mandamento social É a afirmação de que os humanos são capazes de criar uma ordem de existência que não é simplesmente natural. Ordem simbólica = a capacidade de atribuir significações e valores às coisas e aos homens, distinguindo-se entre o bem e o mal, verdade e falsidade, beleza e feiura. Na realidade não existe a cultura, no singular, mas culturas no plural.
  12. 12. Cultura, culturas e educação Alfredo Veiga-Neto
  13. 13. A cultura • A modernidade não questionou seriamente os conceitos de Cultura e de educação. Aceitou- se que cultura designava o conjunto de tudo aquilo que a humanidade havia produzido de melhor. • A cultura foi durante muito tempo pensada como única e universal e que a educação era entendida como caminho para o atingimento da cultura.
  14. 14. • Kultur = maneira de estar no mundo • Cultura = maiúscula como símbolo de status e singular porque era única, um modelo a ser seguido pela sociedade. Alta cultura x Baixa cultura Cultura como justificativa para a dominação e a exploração.
  15. 15. A cultura e a Educação • O pensamento pedagógico alimentou esse entendimento de cultura. Sobre a Pedagogia (Kant) “... Quem não tem cultura de nenhuma espécie é um bruto; quem não tem disciplina ou educação é um selvagem”.
  16. 16. 1 – ser disciplinado = “Disciplina quer dizer: procurar impedir que a animalidade prejudique o caráter humano”. 2 – Tornar-se culto abrange a instrução e vários conhecimentos. 3 – A educação tem relação com a civilidade. Kant diferencia educação de civilidade não entendendo que civilidade surge em decorrência do desenvolvimento da cultura.
  17. 17. De Cultura para Culturas • Antropologia, linguística, filosofia e sociologia, no início dos anos 20 do séc XX começam a “detonar” o sentido de cultura e passamos a ter culturaS. • Se o monoculturalismo coloca ênfase no Humanismo, o multiculturalismo muda a ênfase para a política.

×