SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 33
Baixar para ler offline
 

Programa	
  de	
  Pós-­‐Graduação	
  

LINGUÍSTICA	
  APLICADA	
  

Projetos	
  de	
  Pesquisa	
  
Linhas	
  de	
  Pesquisa	
  
	
  
LINGUAGENS	
  E	
  PRÁTICAS	
  ESCOLARES	
  
TEXTO,	
  LÉXICO	
  E	
  TECNOLOGIAS	
  
INTERAÇÃO	
  E	
  PRÁTICAS	
  DISCURSIVAS	
  
	
  
	
  
	
  
Projetos	
  da	
  Linha	
  de	
  Pesquisa	
  1:	
  
LINGUAGENS	
  E	
  PRÁTICAS	
  ESCOLARES	
  
	
  

	
  
	
  
	
  
	
  
P o r	
   u m a	
   f o r m a ç ã o	
   c o n L n u a d a	
   c o o p e r a L v a	
   p a r a	
   o	
  
desenvolvimento	
   do	
   processo	
   educaLvo	
   de	
   leitura	
   e	
   produção	
  
textual	
  escrita	
  no	
  Ensino	
  Fundamental	
  (Programa	
  Observatório	
  da	
  
Educação)	
  
	
  Ana	
  Maria	
  de	
  MaSos	
  Guimarães	
  
	
  
O	
   projeto	
   se	
   propõe	
   a	
   produzir	
   conhecimento	
   e	
   interagir	
   no	
  
processo	
  educa@vo	
  de	
  leitura	
  e	
  produção	
  escrita	
  do	
  sistema	
  formal	
  
de	
   ensino	
   do	
   município	
   de	
   Novo	
   Hamburgo,	
   Rio	
   Grande	
   do	
   Sul.	
  
Propõe	
  um	
  processo	
  de	
  formação	
  con@nuada	
  coopera@va,	
  em	
  que	
  
o	
  letramento	
  acadêmico	
  dos	
  formadores	
  entra	
  em	
  interação	
  com	
  a	
  
prá@ca	
   social	
   dos	
   professores	
   e	
   seus	
   alunos,	
   com	
   vistas	
   ao	
  
desenvolvimento	
   de	
   propostas	
   didá@co-­‐pedagógicas	
   que	
   formem	
  
um	
  novo	
  educador	
  apto	
  ao	
  manejo	
  crí@co	
  do	
  conhecimento,	
  capaz	
  
de	
   estar	
   à	
   frente	
   dos	
   desafios	
   educacionais	
   do	
   terceiro	
   milênio.	
  
Espera-­‐se	
  que,	
  ao	
  término	
  dos	
  quatro	
  anos	
  do	
  projeto,	
  cerca	
  de	
  100	
  
professores	
   de	
   Língua	
   Portuguesa	
   da	
   Educação	
   Básica	
   e	
   20	
   pós-­‐
graduandos	
   estejam	
   em	
   ação	
   na	
   sala	
   de	
   aula	
   com	
   prá@cas	
  
renovadas	
   e	
   voltadas	
   para	
   a	
   construção	
   de	
   objetos	
   de	
   ensino	
  
relacionados	
   à	
   leitura	
   e	
   produção	
   textual,	
   contribuindo	
   para	
   o	
  
crescimento	
  dos	
  índices	
  oficiais	
  do	
  município	
  
Financiadores:	
  CAPES/INEP.	
  
Equipe	
  

Coordenadora:	
  Ana	
  Maria	
  de	
  Maos	
  Guimarães	
  
Colaboradoras:	
  Dorotea	
  Frank	
  Kersch,	
  Cá@a	
  de	
  Azevedo	
  
Fronza,	
  Ana	
  Maria	
  Stahl	
  Zilles,	
  Isa	
  Mara	
  da	
  Rosa	
  Alves	
  
	
  
Bolsistas	
  
Doutoranda:	
  Alessandra	
  Preussler	
  de	
  Almeida	
  
Mestrandas:	
  Íris	
  Vitória	
  Pires	
  Lisboa,	
  Renata	
  Garcia	
  
Marques	
  
	
  
Professores	
  da	
  Educação	
  Básica	
  
Carlos	
  Ba@sta	
  Bach,	
  I@ane	
  Elena	
  de	
  Mello,	
  Jane	
  Eengel	
  
Correa,	
  Jaqueline	
  Ines	
  Schmi	
  de	
  Oliveira,	
  Jussara	
  Selau	
  
da	
  Silva	
  
	
  
Graduação	
  
Caterine	
  Scarlet	
  Schneider,	
  Fernanda	
  Vanessa	
  Machado,	
  
Janaina	
  da	
  Silva	
  Ferreira,	
  Pedro	
  Henrique	
  Migoo,	
  Ta@ane	
  
Schuster,	
  Vanderlei	
  Dagos@m	
  Junior	
  
Ensino	
  de	
  Língua	
  Portuguesa	
  e	
  Desenvolvimento:	
  
formação	
   de	
   quadros	
   e	
   práLcas	
   educaLvas	
  
inovadoras	
  (Casadinho/Procad)	
  
Ana	
  Maria	
  de	
  MaSos	
  Guimarães	
  
	
  
O	
   projeto	
   se	
   propõe	
   a	
   produzir	
   conhecimento	
   e	
   interagir	
   em	
  
processos	
   educa@vos	
   de	
   leitura	
   e	
   produção	
   escrita	
   no	
   sistema	
  
público	
   de	
   ensino.	
   Para	
   isso,	
   propõe	
   uma	
   confluência	
   de	
   ações	
   de	
  
dois	
  Programas	
  de	
  Pós-­‐Graduação:	
  Linguís@ca	
  Aplicada	
  da	
  UNISINOS	
  
e	
   Estudos	
   Linguís@cos	
   da	
   UFMG.	
   Aproximados	
   por	
   suas	
   linhas	
   de	
  
pesquisa:	
   Linguagem	
   e	
   Prá@cas	
   Escolares	
   do	
   primeiro	
   e	
   Ensino	
   de	
  
Língua	
   Portuguesa	
   do	
   segundo,	
   e	
   amparados	
   pela	
   Linguís@ca	
  
Aplicada	
   como	
   eixo	
   comum	
   de	
   saber,	
   pretendem	
   reforçar	
   a	
  
importância	
  de	
  o	
  letramento	
  acadêmico	
  dos	
  formadores	
  entrar	
  em	
  
interação	
   com	
   a	
   prá@ca	
   social	
   dos	
   professores	
   e	
   seus	
   alunos,	
   com	
  
vistas	
   ao	
   desenvolvimento	
   de	
   propostas	
   didá@co-­‐pedagógicas	
   que	
  
formem	
   um	
   novo	
   educador	
   apto	
   ao	
   manejo	
   crí@co	
   do	
  
conhecimento	
  capaz	
  de	
  estar	
  à	
  frente	
  dos	
  desafios	
  educacionais	
  do	
  
milênio.	
  
	
  
Financiadores:	
  CNPq/CAPES	
  
Equipe	
  

	
  
Ana	
  Maria	
  de	
  Maos	
  Guimarães	
  
Ana	
  Maria	
  Stahl	
  Zilles	
  
Carla	
  Viana	
  Coscarelli	
  
Delaine	
  Cafieira	
  Bicalho	
  
Dorotea	
  Frank	
  Kersch	
  
Evelyne	
  Jeanne	
  Andrée	
  	
  
Angèle	
  Madeleine	
  Dogliani	
  
Isa	
  Mara	
  da	
  Rosa	
  Alves	
  
Maria	
  da	
  Graça	
  Krieger	
  
Regina	
  Lúcia	
  Pérret	
  Dell’Isola	
  
Pedagogia	
   da	
   Variação	
   LinguísLca:	
   princípios	
  
norteadores	
  
Ana	
  Maria	
  Stahl	
  Zilles	
  
	
  	
  
Que	
  princípios	
  devem	
  nortear	
  o	
  tratamento	
  da	
  diversidade	
  linguís@ca	
  
nas	
   escolas?	
   Essa	
   é	
   a	
   grande	
   questão	
   deste	
   projeto.	
   Com	
   base	
   nas	
  
diretrizes	
   do	
   MEC	
   sobre	
   a	
   variação	
   linguís@ca	
   no	
   ensino,	
   e	
   na	
  
literatura	
  sociolinguís@ca,	
  sócio-­‐histórica	
  e	
  pragmá@ca,	
  examinam-­‐se	
  
cri@camente	
  os	
  livros	
  didá@cos	
  de	
  língua	
  portuguesa,	
  tendo	
  em	
  vista	
  
a	
   elaboração	
   dos	
   princípios	
   de	
   uma	
   pedagogia	
   que	
   combata	
   o	
  
preconceito	
  linguís@co,	
  a	
  violência	
  simbólica	
  e	
  a	
  exclusão	
  social.	
  Tais	
  
princípios	
  também	
  embasam	
  uma	
  série	
  de	
  programas	
  audiovisuais	
  de	
  
esclarecimento	
   e	
   sensibilização	
   sobre	
   a	
   linguagem,	
   em	
   preparação	
  
conjunta	
   com	
   a	
   TV	
   Unisinos.	
   Esses	
   programas	
   visam	
   à	
   formação	
   de	
  
professores,	
  o	
  ensino	
  à	
  distância	
  e	
  a	
  exibição	
  em	
  mídias	
  educa@vas.	
  
Equipe	
  
	
  

Ana	
  Maria	
  Stahl	
  Zilles	
  (cordenadora)	
  
Carlos	
  Alberto	
  Faraco	
  (pesquisador	
  associado	
  -­‐	
  
UFPR)	
  
	
  
Mestrandos	
  
Charlies	
  Uilian	
  Campos	
  
Maria	
  Edilene	
  Kobolt	
  
	
  
Iniciação	
  Cienofica	
  
Mariana	
  Rost	
  (BIC-­‐Unisinos)	
  
Aprendizagem	
   de	
   língua	
   materna:	
   contextos,	
  
desafios	
   e	
   perspecLvas	
   por	
   um	
   Ensino	
  
Fundamental	
  para	
  todos	
  
CáLa	
  de	
  Azevedo	
  Fronza	
  

	
  	
  
	
  
Ao	
   assumir	
   a	
   importância	
   que	
   a	
   leitura	
   e	
   a	
   escrita	
   tem	
   no	
  
co@diano	
  escolar	
  e	
  social,	
  o	
  presente	
  estudo	
  pretende	
  conhecer	
  e	
  
compreender	
   o	
   desempenho	
   linguís@co	
   de	
   alunos	
   indicados	
  
como	
   aqueles	
   que	
   apresentam	
   rendimento	
   abaixo	
   do	
   esperado,	
  	
  
seja	
  por	
  razões	
  explícitas,	
  como	
  comprome@mentos	
  cogni@vos	
  e	
  
psicos,	
   ou	
   por	
   casos	
   em	
   que	
   tais	
   manifestações	
   estão	
  
relacionadas	
   a	
   dificuldades	
   de	
   natureza	
   fonológica.	
   Entre	
   as	
  
perspec@vas	
  do	
  estudo	
  está	
  a	
  de	
  es@mular	
  as	
  relações	
  dialógicas	
  
entre	
  e	
  com	
  a	
  comunidade	
  escolar,	
  por	
  meio	
  da	
  (res)significação	
  
das	
   diferenças	
   individuais	
   e	
   do	
   (re)exame	
   das	
   prá@cas	
  
pedagógicas	
  que	
  se	
  valem	
  da	
  língua	
  materna.	
  	
  	
  
	
  
Financiamento:	
  Fapergs	
  
	
  
 	
  

Equipe	
  

	
  
	
  
Cá@a	
  de	
  Azevedo	
  Fronza	
  (coordenadora)	
  
Cassiano	
  Ricardo	
  Haag	
  (doutorando)	
  
Leocia	
  Bello	
  Staudt	
  (doutoranda)	
  
Bianca	
  Wolf	
  (bolsista	
  PROBIC)	
  
Cândida	
  Manuela	
  Selau	
  Leite	
  (bolsista	
  UNIBIC)	
  
 

Contextos	
  mulLlíngues	
  e	
  mulLculturais	
  no	
  Brasil	
  e	
  
na	
  Alemanha:	
  letramentos	
  e	
  práLcas	
  
Dorotea	
  Frank	
  Kersch	
  

Desenvolvido	
   simultaneamente	
   no	
   Brasil	
   e	
   na	
   Alemanha,	
   o	
   projeto	
  
inves@ga	
   as	
   estratégias	
   u@lizadas	
   por	
   alunos	
   bilíngues	
   português-­‐
alemão	
   para	
   superarem	
   as	
   barreiras	
   linguís@cas	
   e	
   culturais	
   ao	
  
interagirem	
  num	
  blog	
  comum.	
  
	
  
Financiamento:	
  CNPq	
  
	
  	
  
Equipe	
  
Silke	
  Jansen	
  (coordenadora	
  na	
  Alemanha)	
  
Dorotea	
  Frank	
  Kersch	
  (coordenadora)	
  
Angélica	
  Prediger	
  (mestranda)	
  
Ta@ane	
  Schuster	
  (bolsista	
  IC)	
  
Ariadne	
  Machado	
  da	
  Silva	
  (bolsista	
  IC)	
  
Deisi	
  Flesch	
  (orientanda	
  de	
  TCC)	
  
	
  
O	
   professor	
   de	
   línguas	
   em	
   contextos	
   social	
   e	
  
linguisLcamente	
   complexos	
   representações	
   e	
  
construções	
   idenLtárias	
   na	
   formação	
   inicial	
   e	
  
conLnuada	
  
	
  Dorotea	
  Frank	
  Kersch	
  
	
  
Inves@gam-­‐se	
   as	
   representações	
   e	
   cons@tuições	
   iden@tárias	
   de	
  
professores	
  de	
  línguas	
  em	
  formação	
  inicial	
  e	
  con@nuada	
  que	
  atuam	
  em	
  
contextos	
   social	
   e	
   linguis@camente	
   complexos.	
   Os	
   contextos	
   em	
  
questão	
  são	
  o	
  de	
  periferia	
  de	
  um	
  grande	
  centro	
  urbano,	
  onde	
  a	
  maioria	
  
dos	
  alunos	
  vivem	
  em	
  situação	
  de	
  risco;	
  o	
  de	
  imigração,	
  onde	
  a	
  maioria	
  
dos	
   alunos	
   são	
   bilíngues	
   português/Hunsrückisch,	
   uma	
   variedade	
  
despres@giada	
   do	
   alemão,	
   e	
   o	
   de	
   fronteira,	
   onde	
   os	
   professores	
  
par@cipam	
  do	
  Projeto	
  Intercultural	
  Escolas	
  Bilíngues	
  de	
  Fronteira.	
  	
  
	
  	
  
Financiamento:	
  FAPERGS	
  
	
  	
  
Equipe	
  
	
  

Dorotea	
  Frank	
  Kersch	
  (coordenadora)	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  	
  
Silvia	
  Delong	
  (doutoranda)	
  
Aline	
  Duarte	
  (mestranda)	
  
Renata	
  Garcia	
  Marques	
  (mestranda)	
  
Keli	
  Rabelo	
  (mestranda)	
  
Patricia	
  C.	
  Mundi	
  (mestranda)	
  
Fabiane	
  Cris@na	
  de	
  Melo	
  (orientanda	
  IC)	
  
Fabricio	
  Andrade	
  (orientando	
  TCC)	
  
Mapeamento	
   automáLco	
   de	
   senLmentos	
   na	
  
EAD:	
  a	
  construção	
  de	
  um	
  léxico	
  da	
  emoção	
  
Isa	
  Mara	
  Alves	
  
	
  	
  
Este	
   projeto	
   pretende	
   contribuir	
   para	
   fortalecer	
   a	
   relação	
   entre	
  
professor	
  e	
  aluno,	
  auxiliando	
  o	
  professor	
  no	
  mapeamento	
  das	
  opiniões	
  e	
  
sen@mentos	
  postados	
  em	
  um	
  ambiente	
  virtual	
  de	
  aprendizagem.	
  Trata-­‐
se	
   de	
   uma	
   pesquisa	
   interdisciplinar	
   ancorada	
   na	
   Linguís@ca,	
   em	
   especial,	
  
na	
  Semân@ca	
  Lexical	
  Cogni@va,	
  e	
  na	
  Educação	
  a	
  Distância,	
  em	
  interface	
  
com	
  a	
  área	
  de	
  Processamento	
  Automá@co	
  de	
  Língua	
  Natural,	
  a	
  par@r	
  das	
  
teorias	
   da	
   Semân@ca	
   Lexical	
   Computacional	
   na	
   área	
   de	
   Análise	
   de	
  
Sen@mento.	
  O	
  projeto	
  tem	
  como	
  obje@vo	
  geral	
  propor	
  uma	
  estratégia	
  de	
  
representação	
   linguís@co-­‐computacional	
   do	
   léxico	
   da	
   emoção	
   no	
  
contexto	
  da	
  educação	
  a	
  distância	
  que	
  funcione	
  como	
  componente	
  de	
  um	
  
sistema	
   computacional	
   dedicado	
   à	
   análise	
   automá@ca	
   das	
   emoções	
   no	
  
contexto	
  do	
  ambiente	
  virtual	
  de	
  aprendizagem	
  Moodle.	
  	
  
	
  	
  
Financiamento:	
  FAPERGS	
  
	
  	
  
Equipe	
  
	
  

Isa	
  Mara	
  da	
  Rosa	
  Alves	
  (coordenadora)	
  
Sandro	
  José	
  Rigo	
  (Prof.	
  Dr.	
  Unisinos	
  -­‐	
  PPG	
  Computação	
  Aplicada)	
  	
  
Rove	
  Chishman	
  (Profa.	
  Dra.	
  PPG	
  Linguís@ca	
  Aplicada)	
  
Carolina	
  de	
  Andrade	
  Cosme	
  (mestranda)	
  
Daniela	
  Deitos	
  (mestranda)	
  
	
  Jéssica	
  Braum	
  de	
  Moraes	
  	
  (IC-­‐Unibic)	
  
A	
  colaboração	
  como	
  propulsora	
  de	
  aprendizagem	
  
de	
  línguas	
  em	
  ambiente	
  digital	
  (Foreign	
  language	
  
learning	
   triggered	
   off	
   by	
   collabora@on	
   on	
   digital	
  
environment)	
  
Marília	
  dos	
  Santos	
  Lima	
  
	
  	
  
Este	
  é	
  um	
  estudo	
  de	
  cunho	
  qualita@vo	
  que	
  inves@gará	
  o	
  processo	
  
de	
   aprendizagem	
   de	
   alunos	
   de	
   línguas	
   estrangeiras	
   no	
  
desenvolvimento	
   de	
   tarefas	
   colabora@vas	
   em	
   ambiente	
   digital.	
   O	
  
obje@vo	
  principal	
  é	
  a	
  caracterização	
  do	
  desenvolvimento	
  linguís@co	
  
dos	
  par@cipantes	
  com	
  foco	
  na	
  produção	
  oral	
  e	
  escrita,	
  par@ndo	
  de	
  
princípios	
  da	
  teoria	
  sociocultural	
  e	
  de	
  estudos	
  na	
  área	
  de	
  educação	
  
mediada	
   pelo	
   computador.	
   Serão	
   acompanhados	
   alunos	
   de	
  
licenciatura	
   em	
   Letras	
   a	
   par@r	
   do	
   nível	
   pré-­‐intermediário	
   de	
  
proficiência,	
  atuando	
  em	
  duplas	
  em	
  laboratórios	
  de	
  informá@ca.	
  
	
  	
  
Financiamento:	
  FAPERGS	
  –	
  Edital	
  Pesquisador	
  Gaúcho	
  	
  
Equipe	
  

Marília	
  dos	
  Santos	
  Lima	
  (Coordenação)	
  
	
  	
  
Doutorandos	
  
Eduardo	
  de	
  Oliveira	
  Dutra	
  	
  
Gisele	
  Benck	
  de	
  Moraes	
  	
  
Júlia	
  Oliveira	
  Osório	
  Marques	
  	
  
Leocia	
  Pires	
  D’Andrea	
  	
  
Patrícia	
  da	
  Silva	
  Campelo	
  Costa	
  Barcellos	
  
Raquel	
  Salcedo	
  Gomes	
  
Tania	
  Beatriz	
  Trindade	
  Natel	
  
Tarsila	
  Rubin	
  Bavstella	
  	
  
	
  
Débora	
  Busev	
  (mestranda)	
  
Maria	
  de	
  Fá@ma	
  Gonçalves	
  (mestranda)	
  
Vanessa	
  Logue	
  Dias	
  (mestranda)	
  
	
  
Tássia	
  Lu@ana	
  Severo	
  Pires	
  (IC	
  UNIBIC)	
  
Oliver	
  Claus	
  Carvalho	
  Oen	
  (IC	
  PRATIC/UNISINOS)	
  
Projetos	
  da	
  Linha	
  de	
  Pesquisa	
  2:	
  
TEXTO,	
  LÉXICO	
  E	
  TECNOLOGIAS	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
Terminologia:	
  da	
  descrição	
  á	
  divulgação	
  	
  
Maria	
  da	
  Graça	
  Krieger	
  
	
  
O	
   projeto	
   comporta	
   dois	
   eixos:	
   o	
   primeiro	
   desenvolve	
   	
   análises	
  
de	
   termos	
   técnico-­‐cienoficos	
   	
   	
   de	
   diferentes	
   áreas	
   do	
  
conhecimento	
   como	
   terminologia	
   médica,	
   jurídica,	
   técnica,	
  
administra@va.	
  O	
  segundo	
  eixo	
  obje@va	
  delinear	
  o	
  panorama	
  da	
  
terminologia	
   que	
   circula	
   no	
   Brasil,	
   estruturando	
   uma	
   base	
   de	
  
dados	
   sobre	
   os	
   glossários	
   disponíveis	
   pelas	
   instâncias	
  
administra@vas	
   do	
   país,	
   por	
   associações	
   profissionais	
   e	
  
universidades	
   de	
   pesquisa.	
   	
   	
   Esta	
   	
   dimensão	
   pragmá@ca	
   do	
  
projeto	
   	
   permite	
   evidenciar	
   que	
   o	
   Brasil,	
   a	
   exemplo	
   de	
   outros	
  
países,	
   também	
   dispõe	
   e	
   se	
   vale	
   de	
   uma	
   terminologia	
   “oficial”,	
  
embora	
  haja	
  ainda	
  pouco	
  conhecimento	
  desse	
  fato.	
  	
  
Financiamento:	
  CNPq	
  
Equipe	
  

	
  
Maria	
  da	
  Graça	
  Krieger	
  (coordenação)	
  
Cleiton	
  Rabello	
  (doutorando)	
  
Fani	
  Conceição	
  Adorne	
  (doutoranda)	
  
Ana	
  Raquel	
  Salgado	
  (doutoranda)	
  
Rita	
  do	
  Carmo	
  Laipelt(doutoranda)	
  
Válbia	
  Colares	
  Figueiredo	
  (mestranda)	
  
	
  
	
  
Popularização	
   da	
   ciência	
   na	
   mídia	
   para	
   jovens	
  
leitores:	
   o	
   desafio	
   de	
   explicar	
   objetos	
   do	
   mundo	
  
sob	
  a	
  perspecLva	
  cienbfica	
  
Maria	
  Eduarda	
  Giering	
  
	
  	
  
	
   Este	
   projeto,	
   desenvolvido	
   em	
   conjunto	
   com	
   a	
   Universidade	
   do	
  
Minho,	
  Portugal,	
  obje@va	
  inves@gar	
  estratégias	
  linguís@co-­‐discursivas	
  
e	
   icônicas	
   acionadas	
   na	
   produção	
   de	
   gêneros	
   discursivos	
   midiá@cos	
  
de	
   divulgação	
   cienofica/popularização	
   da	
   ciência	
   dirigida	
   ao	
   público	
  
jovem.	
   Estuda-­‐se	
   a	
   ação	
   linguageira	
   do	
   produtor	
   textual	
   para	
   explicar	
  
temas/objetos	
   do	
   mundo	
   sob	
   a	
   perspec@va	
   cienofica,	
   considerando	
  
sua	
   necessidade	
   de	
   informar	
   e,	
   ao	
   mesmo	
   tempo,	
   atrair	
   o	
   público	
  
leitor	
   para	
   os	
   temas	
   da	
   ciência.	
   O	
   corpus	
   é	
   formado	
   por	
   textos	
  
organizados,	
   em	
   sua	
   maioria,	
   numa	
   hiperstrutura,	
   publicados	
   nas	
  
revistas	
   de	
   popularização	
   da	
   ciência	
   Superinteressante,	
   Mundo	
  
Estranho,	
  Galileu	
  e	
  Visão	
  Júnior.	
  	
  
	
  	
  
Financiamento:	
  CNPq	
  –	
  Edital	
  MCTI/CNPq/MEC/CAPES	
  N	
  º	
  18/2012	
  
Equipe	
  	
  

	
  
Prof.	
  Dr.	
  Rui	
  Ramos	
  (Universidade	
  do	
  Minho/	
  PT)	
  	
  
Doutoranda	
  Ana	
  Fukui	
  
Mestranda	
  Êrica	
  Ehlers	
  Iracet	
  
	
  	
  
Bolsistas	
  de	
  IC	
  :	
  
Igor	
  Schwingel	
  (UNIBIC	
  –	
  UNISINOS)	
  
Jordana	
  Molinev	
  Silvestrin	
  (PROBIC	
  –	
  FAPERGS)	
  
Karuline	
  Matos	
  Kleinkauf	
  	
  (PIBIC	
  –	
  CNPq)	
  
T e c n o l o g i a s	
   s e m â n L c a s	
   a p l i c a d a s	
   a	
  
recuperação	
  de	
  informação	
  jurídica	
  
Rove	
  Chishman	
  
	
  	
  
O	
  projeto	
  aborda	
  uma	
  das	
  principais	
  temá@cas	
  inves@gadas	
  pelo	
  
grupo	
  de	
  pesquisa	
  SEMANTEC:	
  a	
  informá@ca	
  jurídica.	
  De	
  caráter	
  
mul@disciplinar	
   –	
   envolvendo	
   a	
   exper2se	
   das	
   áreas	
   da	
  
Linguís@ca,	
   com	
   ênfase	
   na	
   Semân@ca	
   Computacional,	
   da	
  
Computação	
   e	
   do	
   Direito,	
   o	
   grupo	
   se	
   propõe	
   a	
   desenvolver	
   e	
  
implementar	
   um	
   modelo	
   semân@co-­‐conceitual	
   do	
   domínio	
  
jurídico	
  brasileiro,	
  de	
  modo	
  a	
  ser	
  integrado	
  a	
  sistemas	
  de	
  busca	
  e	
  
recuperação	
   de	
   informação	
   em	
   sites	
   que	
   armazenam	
  
documentação	
   jurídica.	
   O	
   foco	
   do	
   projeto	
   recai	
   sobre	
   a	
  
construção	
   de	
   uma	
   ontologia	
   do	
   Direito	
   brasileiro	
   e	
   de	
   um	
  
recurso	
  lexical	
  baseado	
  na	
  noção	
  de	
  frames	
  semân@cos.	
  	
  
	
  
Financiamentos:	
  CAPES/CNJ	
  Acadêmico	
  Edital	
  03/2010,	
  FAPERGS	
  
Pesquisador	
  Gaúcho,	
  CNPq	
  Produ@vidade	
  em	
  Pesquisa	
  
	
  
Equipe	
  

	
  
Rove	
  Chishman	
  (Coordenadora)	
  
Anderson	
  Bertoldi	
  (PNPD	
  –	
  CAPES/FAPERGS)	
  
Sandro	
  Rigo	
  (Prof.	
  Dr.	
  PIPCA)	
  
Carolina	
  Muller	
  (doutoranda)	
  
Thaís	
  Domênica	
  Minguelli	
  (doutoranda)	
  
Denis	
  Araújo	
  (AT)	
  
KickLonary-­‐Br	
  Copa	
  2014	
  

Rove	
  Chishman	
  

	
  
O	
   projeto	
   KickLonary-­‐Br	
   –	
   Copa	
   2014	
   é	
   uma	
   extensão	
   do	
   projeto	
  
KickLonary-­‐Br,	
   que	
   tem	
   como	
   obje@vo	
   construir	
   para	
   o	
   Português	
  
do	
   Brasil	
   um	
   recurso	
   lexical	
   monolíngue	
   baseado	
   em	
   frames.	
  
Inspirado	
  no	
  dicionário	
  mul@língue	
  criado	
  por	
  Thomas	
  Schmidt	
  para	
  
a	
  linguagem	
  do	
  futebol	
  (hp://www.kick@onary.de),	
  o	
  Kick@onary-­‐Br	
  
Copa	
   2014	
   assume	
   dois	
   novos	
   desafios:	
   (i)	
   a	
   aplicação	
   do	
   estudo	
   dos	
  
frames	
  futebolís@cos	
  na	
  construção	
  de	
  um	
  dicionário	
  temá@co	
  e	
  (ii)	
  a	
  
construção	
  de	
  um	
  recurso	
  lexicográfico	
  trilíngue	
  (Português	
  –	
  Inglês	
  -­‐	
  
Espanhol).	
   O	
   produto	
   resultante	
   desta	
   pesquisa,	
   tomando	
   como	
  
referência	
  as	
  anotações	
  semân@cas	
  de	
  corpus,	
  permi@rá	
  um	
  sistema	
  
de	
   consulta	
   em	
   que	
   as	
   unidades	
   lexicais	
   estarão	
   organizadas	
   em	
  
torno	
   da	
   noção	
   de	
   frame.	
   Comparado	
   com	
   os	
   dicionários	
   comuns,	
  
este	
   formato	
   permi@rá	
   associações	
   entre	
   unidades	
   lexicais	
  
relacionadas	
  a	
  uma	
  mesma	
  cena.	
  
Financiamento:	
  CNPq	
  Edital	
  Universal	
  
	
  
Equipe	
  

	
  
Rove	
  Chishman	
  
Anderson	
  Bertoldi	
  (PNPD	
  CAPES	
  FAPERGS)	
  
Dra.	
  Silvia	
  Foschiera	
  
Ms.	
  Cassiane	
  Ogliari	
  
Diego	
  Spader	
  (mestrando)	
  
João	
  Gabriel	
  Padilha	
  (mestrando)	
  
Aline	
  Nardes	
  (IC-­‐Unibic)	
  
Ana	
  Luiza	
  Vianna	
  (IC	
  –	
  CNPq)	
  
Brenda	
  dos	
  Santos	
  (IC	
  –	
  FAPERGS)	
  
Lurdes	
  Sonia	
  Gava	
  (IC	
  –	
  CNPq)	
  
Jéssica	
  dos	
  Santos	
  Pereira	
  (IC	
  –	
  FAPERGS)	
  
Projetos	
  da	
  Linha	
  de	
  Pesquisa	
  3:	
  
INTERAÇÃO	
  E	
  PRÁTICAS	
  
DISCURSIVAS	
  
	
  
	
  
	
  
	
  
Atendimentos	
   à	
   saúde	
   da	
   mulher:	
   por	
   análises	
  
interacionais	
  aplicadas	
  às	
  práLcas	
  profissionais	
  
Ana	
  Ostermann	
  
	
  
Descrição:	
  U@lizando	
  os	
  pressupostos	
  da	
  Análise	
  da	
  Conversa	
  e	
  da	
  
Sociolinguís@ca	
   Interacional,	
   inves@ga:	
   (1)	
   como	
   par@cipantes	
  
constroem	
   e	
   gerenciam	
   ações	
   interacionalmente	
   delicadas,	
   (2)	
  
como	
  manifestam	
  (ou	
  não)	
  interacionalmente	
  a	
  empa@a	
  e	
  quando	
  
e	
   (3)	
   como	
   proveem	
   (e	
   respondem	
   a)	
   jus@fica@vas	
   em	
   interações	
  
na	
   área	
   da	
   saúde	
   da	
   mulher.	
   Para	
   tanto,	
   analisa	
   interações	
   entre	
  
profissionais	
   e	
   mulheres	
   em	
   quatro	
   @pos	
   de	
   atendimentos	
   que	
  
envolvem	
   a	
   saúde	
   da	
   mulher:	
   (a)	
   médicos	
   e	
   gestantes	
   em	
   exame	
  
de	
   ultrassonografia	
   na	
   rede	
   privada	
   e	
   SUS;	
   (b)	
   consultas	
   de	
  
aconselhamento	
   gené@co	
   fetal	
   no	
   SUS;	
   (c)	
   ginecologistas/obstetras	
  
e	
  pacientes	
  no	
  SUS;	
  (d)interações	
  entre	
  teleatendentes	
  e	
  usuárias	
  
em	
   uma	
   helpline	
   do	
   Ministério	
   da	
   Saúde	
   (Disque	
   Saúde	
   (da	
  
Mulher)),	
  e	
  (e)	
  atendimentos	
  entre	
  psicólogas	
  e	
  assistentes	
  sociais	
  
e	
   mulheres	
   ví@mas	
   de	
   violência	
   de	
   gênero	
   em	
   uma	
   organização	
  
não-­‐governamental.	
  
	
  
Financiamentos:	
  CNPq,	
  FAPERGS,	
  FAPERGS/Ministério	
  da	
  Saúde	
  
Equipe	
  
	
  

Ana	
  Cris@na	
  Ostermann	
  (Coordenadora)	
  
Marcia	
  del	
  Corona	
  
Daniela	
  Andrade	
  (doutoranda)	
  
Joseane	
  Souza	
  (doutoranda)	
  
Karen	
  Seger	
  (doutoranda)	
  
Carina	
  Mossmann	
  (mestranda)	
  
Juliana	
  Silva	
  (mestranda)	
  
Minéia	
  Frezza	
  (mestranda)	
  
Bruna	
  Hansen	
  (IC	
  
Caroline	
  Egewarth	
  (IC	
  
Joana	
  Maciel	
  (IC	
  
Sara	
  Schwalm	
  (IC	
  
Talise	
  Geisel	
  (IC	
  
O	
   ato	
   enunciaLvo	
   e	
   a	
   instauração	
   da	
   aLvidade	
  
de	
   trabalho	
   mulLdisciplinar:	
   um	
   estudo	
   em	
  
Unidade	
  de	
  Tratamento	
  Intensivo	
  
Marlene	
  Teixeira	
  
	
  
Desenvolve-­‐se	
   um	
   estudo	
   sobre	
   as	
   condições	
   enuncia@vas	
   da	
  
instauração	
   da	
   experiência	
   de	
   trabalho	
   mul@disciplinar	
   em	
  
saúde,	
   orientado	
   pelo	
   seguinte	
   a	
   priori:	
   a	
   experiência	
   humana	
  
não	
   precede	
   cronologicamente	
   a	
   linguagem,	
   mas	
   advém	
   no	
   ato	
  
de	
  apropriação	
  da	
  língua	
  pelo	
  locutor,	
  numa	
  relação	
  indissociável	
  
com	
  a	
  (inter)subje@vidade.	
  	
  
	
  
Financiamentos:	
  CNPq	
  (Edital	
  Produ@vidade	
  em	
  Pesquisa	
  -­‐2012)	
  
	
  	
  
	
  
Materialização	
   linguísLca	
   da	
   subjeLvidade:	
   uma	
  
análise	
   enunciaLva	
   em	
   práLcas	
   de	
   cuidado	
   em	
  
enfermagem	
  
Marlene	
  Teixeira	
  
	
  
Propõe-­‐se	
  um	
  diálogo	
  entre	
  a	
  teoria	
  linguís@ca	
  da	
  enunciação	
  de	
  
É.	
   Benveniste	
   e	
   a	
   perspec@va	
   ergológica	
   de	
   reflexão	
   sobre	
   a	
  
a@vidade	
  de	
  trabalho	
  de	
  Y.	
  Schwartz	
  para	
  inves@gar	
  de	
  que	
  modo	
  
a	
   subje@vidade	
   se	
   materializa	
   em	
   prá@cas	
   de	
   cuidado	
   em	
  
enfermagem.	
   A	
   pesquisa	
   insere-­‐se	
   na	
   perspec@va	
   mul@disciplinar	
  
de	
   estudo	
   que	
   recentemente	
   vem	
   ins@tuindo	
   uma	
   cooperação	
  
efe@va	
   entre	
   as	
   ciências	
   do	
   trabalho	
   e	
   as	
   da	
   linguagem	
   para	
  
melhor	
  conhecer	
  o	
  universo	
  do	
  trabalho.	
  	
  

	
  

Financiamento:	
  	
  CNPq	
  Chamada:	
  Universal	
  14/2011	
  	
  
	
  
Equipe	
  

	
  	
  
Terezinha	
  Marlene	
  Lopes	
  Teixeira	
  (coordenadora)	
  
	
  	
  
Alice	
  Schmi	
  Machado	
  (bolsista	
  PIBIC-­‐CNPq)	
  
Bruna	
  Bérgamo	
  (bolsista	
  UNIBIC-­‐UNISINOS)	
  
Bárbara	
  Luzia	
  Covav	
  Malcorra	
  (bolsista	
  PROBIC	
  -­‐	
  FAPERGS)	
  
	
  	
  
Doutorandas	
  
Silvana	
  Kissmann	
  	
  	
  
Rosângela	
  Markmann	
  Messa	
  
Sabrina	
  Vier	
  
Sandra	
  Regina	
  Kla‚e	
  
Patrícia	
  da	
  Silva	
  Valério	
  
Deise	
  Marques	
  Chamorro	
  	
  
Jorama	
  de	
  Quadros	
  Stein	
  	
  
Cláudia	
  Redecker	
  Schwabe	
  
	
  
Mestrandas	
  
Natália	
  Almeida	
  
Luciana	
  Catarina	
  Pires	
  da	
  Rocha	
  	
  

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pcn 3 e 4 ciclos para blog
Pcn 3 e 4 ciclos para blogPcn 3 e 4 ciclos para blog
Pcn 3 e 4 ciclos para blogThiagogui
 
Pibid apresentação 2015 (1)
Pibid apresentação 2015 (1)Pibid apresentação 2015 (1)
Pibid apresentação 2015 (1)Keila Marcelo
 
Educação fundamental orintações gerais português e matemática
Educação fundamental   orintações gerais português e matemáticaEducação fundamental   orintações gerais português e matemática
Educação fundamental orintações gerais português e matemáticapedagogiaaoaopedaletra.com Mendonca
 
Das dificuldades da profissão professor, mas também de suas possibilidades
Das dificuldades da profissão professor, mas também de suas possibilidadesDas dificuldades da profissão professor, mas também de suas possibilidades
Das dificuldades da profissão professor, mas também de suas possibilidadesFormação Cooperativa
 
Artigo.jell
Artigo.jellArtigo.jell
Artigo.jellSilmatuk
 
O modo imperativo numa abordagem semântica pragmática e discursiva
O modo imperativo numa abordagem semântica pragmática e discursivaO modo imperativo numa abordagem semântica pragmática e discursiva
O modo imperativo numa abordagem semântica pragmática e discursivaCarmelita Minelio
 
A língua estrangeira/adicional na educação básica e a educação integral: co...
A língua estrangeira/adicional na  educação básica e a educação integral:  co...A língua estrangeira/adicional na  educação básica e a educação integral:  co...
A língua estrangeira/adicional na educação básica e a educação integral: co...Raquel Salcedo Gomes
 
OS SIGNIFICADOS NO FAZER IMPRENSA ESCOLAR: O TRABALHO COM PROJETOS NA AULA D...
OS SIGNIFICADOS NO FAZER IMPRENSA ESCOLAR: O TRABALHO COM  PROJETOS NA AULA D...OS SIGNIFICADOS NO FAZER IMPRENSA ESCOLAR: O TRABALHO COM  PROJETOS NA AULA D...
OS SIGNIFICADOS NO FAZER IMPRENSA ESCOLAR: O TRABALHO COM PROJETOS NA AULA D...Simone Carvalho
 
OCEM - Orientações Curriculares para o Ensino Médio
OCEM - Orientações Curriculares para o Ensino MédioOCEM - Orientações Curriculares para o Ensino Médio
OCEM - Orientações Curriculares para o Ensino MédioFlávia Nascimento
 
Universidade do estado dabahia
Universidade do estado dabahiaUniversidade do estado dabahia
Universidade do estado dabahiaJucélia Da Hora
 
Anexos relatório pibid pedagogia cianorte 2014
Anexos relatório pibid pedagogia cianorte 2014Anexos relatório pibid pedagogia cianorte 2014
Anexos relatório pibid pedagogia cianorte 2014Keila Marcelo
 
Erasmus e Ciência sem Fronteiras: considerações iniciais de política linguíst...
Erasmus e Ciência sem Fronteiras: considerações iniciais de política linguíst...Erasmus e Ciência sem Fronteiras: considerações iniciais de política linguíst...
Erasmus e Ciência sem Fronteiras: considerações iniciais de política linguíst...Paulo Roberto Sehnem
 

Mais procurados (17)

Unifra pibid 2012
Unifra   pibid 2012Unifra   pibid 2012
Unifra pibid 2012
 
Pcn 3 e 4 ciclos para blog
Pcn 3 e 4 ciclos para blogPcn 3 e 4 ciclos para blog
Pcn 3 e 4 ciclos para blog
 
Pibid apresentação 2015 (1)
Pibid apresentação 2015 (1)Pibid apresentação 2015 (1)
Pibid apresentação 2015 (1)
 
Educação fundamental orintações gerais português e matemática
Educação fundamental   orintações gerais português e matemáticaEducação fundamental   orintações gerais português e matemática
Educação fundamental orintações gerais português e matemática
 
Das dificuldades da profissão professor, mas também de suas possibilidades
Das dificuldades da profissão professor, mas também de suas possibilidadesDas dificuldades da profissão professor, mas também de suas possibilidades
Das dificuldades da profissão professor, mas também de suas possibilidades
 
Ano 3 unidade_5_miolo
Ano 3 unidade_5_mioloAno 3 unidade_5_miolo
Ano 3 unidade_5_miolo
 
Inclusão Digital e Inclusão Social: a experiência dos roteiros didáticos digi...
Inclusão Digital e Inclusão Social: a experiência dos roteiros didáticos digi...Inclusão Digital e Inclusão Social: a experiência dos roteiros didáticos digi...
Inclusão Digital e Inclusão Social: a experiência dos roteiros didáticos digi...
 
Artigo.jell
Artigo.jellArtigo.jell
Artigo.jell
 
O modo imperativo numa abordagem semântica pragmática e discursiva
O modo imperativo numa abordagem semântica pragmática e discursivaO modo imperativo numa abordagem semântica pragmática e discursiva
O modo imperativo numa abordagem semântica pragmática e discursiva
 
Ensino de língua materna
Ensino de língua maternaEnsino de língua materna
Ensino de língua materna
 
A língua estrangeira/adicional na educação básica e a educação integral: co...
A língua estrangeira/adicional na  educação básica e a educação integral:  co...A língua estrangeira/adicional na  educação básica e a educação integral:  co...
A língua estrangeira/adicional na educação básica e a educação integral: co...
 
OS SIGNIFICADOS NO FAZER IMPRENSA ESCOLAR: O TRABALHO COM PROJETOS NA AULA D...
OS SIGNIFICADOS NO FAZER IMPRENSA ESCOLAR: O TRABALHO COM  PROJETOS NA AULA D...OS SIGNIFICADOS NO FAZER IMPRENSA ESCOLAR: O TRABALHO COM  PROJETOS NA AULA D...
OS SIGNIFICADOS NO FAZER IMPRENSA ESCOLAR: O TRABALHO COM PROJETOS NA AULA D...
 
OCEM - Orientações Curriculares para o Ensino Médio
OCEM - Orientações Curriculares para o Ensino MédioOCEM - Orientações Curriculares para o Ensino Médio
OCEM - Orientações Curriculares para o Ensino Médio
 
Universidade do estado dabahia
Universidade do estado dabahiaUniversidade do estado dabahia
Universidade do estado dabahia
 
Anexos relatório pibid pedagogia cianorte 2014
Anexos relatório pibid pedagogia cianorte 2014Anexos relatório pibid pedagogia cianorte 2014
Anexos relatório pibid pedagogia cianorte 2014
 
Erasmus e Ciência sem Fronteiras: considerações iniciais de política linguíst...
Erasmus e Ciência sem Fronteiras: considerações iniciais de política linguíst...Erasmus e Ciência sem Fronteiras: considerações iniciais de política linguíst...
Erasmus e Ciência sem Fronteiras: considerações iniciais de política linguíst...
 
Diferença poema poesia
Diferença poema poesiaDiferença poema poesia
Diferença poema poesia
 

Destaque

Pós-Graduação em Letras em Minas Gerais
Pós-Graduação em Letras em Minas GeraisPós-Graduação em Letras em Minas Gerais
Pós-Graduação em Letras em Minas GeraisRenata Moreira
 
DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULA
DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULADIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULA
DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULARoberto Carlos Sena
 
Projeto de pesquisa
Projeto de pesquisaProjeto de pesquisa
Projeto de pesquisaviviprof
 
Lingüística aplicada
Lingüística aplicadaLingüística aplicada
Lingüística aplicadaADRIANA BECKER
 
Lingüística...
Lingüística... Lingüística...
Lingüística... Loret Andy
 

Destaque (8)

Letrament..
Letrament..Letrament..
Letrament..
 
Pós-Graduação em Letras em Minas Gerais
Pós-Graduação em Letras em Minas GeraisPós-Graduação em Letras em Minas Gerais
Pós-Graduação em Letras em Minas Gerais
 
Projeto Pedro
Projeto PedroProjeto Pedro
Projeto Pedro
 
DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULA
DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULADIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULA
DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NA SALA DE AULA
 
Projeto de pesquisa
Projeto de pesquisaProjeto de pesquisa
Projeto de pesquisa
 
Pré-Projeto de Pesquisa
Pré-Projeto de PesquisaPré-Projeto de Pesquisa
Pré-Projeto de Pesquisa
 
Lingüística aplicada
Lingüística aplicadaLingüística aplicada
Lingüística aplicada
 
Lingüística...
Lingüística... Lingüística...
Lingüística...
 

Semelhante a Pesquisa em Linguística Aplicada

Desenvolvendo Projetos de Leitura e Escrita nas Aulas de Língua Materna em Co...
Desenvolvendo Projetos de Leitura e Escrita nas Aulas de Língua Materna em Co...Desenvolvendo Projetos de Leitura e Escrita nas Aulas de Língua Materna em Co...
Desenvolvendo Projetos de Leitura e Escrita nas Aulas de Língua Materna em Co...Formação Cooperativa
 
O gênero textual interagindo com a prática social no Ensino Fundamental
O gênero textual interagindo com a prática social no Ensino FundamentalO gênero textual interagindo com a prática social no Ensino Fundamental
O gênero textual interagindo com a prática social no Ensino FundamentalFormação Cooperativa
 
O uso didático do conceito de gênero de texto como âncora de uma formaçã...
O uso didático do conceito de gênero de texto como âncora de uma formaçã...O uso didático do conceito de gênero de texto como âncora de uma formaçã...
O uso didático do conceito de gênero de texto como âncora de uma formaçã...Formação Cooperativa
 
SLIDES TRABALHANDO A ESCRITA E A ORALIDADE EM PROL DO DESENVOLVIMENTO COGNITI...
SLIDES TRABALHANDO A ESCRITA E A ORALIDADE EM PROL DO DESENVOLVIMENTO COGNITI...SLIDES TRABALHANDO A ESCRITA E A ORALIDADE EM PROL DO DESENVOLVIMENTO COGNITI...
SLIDES TRABALHANDO A ESCRITA E A ORALIDADE EM PROL DO DESENVOLVIMENTO COGNITI...DayaneMichelle4
 
A construção de projetos didáticos de leitura e escrita como resultado de uma...
A construção de projetos didáticos de leitura e escrita como resultado de uma...A construção de projetos didáticos de leitura e escrita como resultado de uma...
A construção de projetos didáticos de leitura e escrita como resultado de uma...Formação Cooperativa
 
Esboco do projeto de intervencao educacional nova versão
Esboco do projeto de intervencao educacional  nova versãoEsboco do projeto de intervencao educacional  nova versão
Esboco do projeto de intervencao educacional nova versãoClaudemirarocha
 
1906 texto do artigo-5343-1-10-20160617
1906 texto do artigo-5343-1-10-201606171906 texto do artigo-5343-1-10-20160617
1906 texto do artigo-5343-1-10-20160617Adriano Alves de Souza
 
Projeto afilhados da camões.
Projeto afilhados da camões.Projeto afilhados da camões.
Projeto afilhados da camões.nelyrocha
 
Projeto afilhados da camões.
Projeto afilhados da camões.Projeto afilhados da camões.
Projeto afilhados da camões.nelyrocha
 
e_Book_Reading_for_ENEM_leitura_e_compre (1).pdf
e_Book_Reading_for_ENEM_leitura_e_compre (1).pdfe_Book_Reading_for_ENEM_leitura_e_compre (1).pdf
e_Book_Reading_for_ENEM_leitura_e_compre (1).pdfJuliano Neri
 
Currículo referência língua estragenria moderna 6º ao 9º ano
Currículo referência  língua estragenria moderna 6º ao 9º anoCurrículo referência  língua estragenria moderna 6º ao 9º ano
Currículo referência língua estragenria moderna 6º ao 9º anotecnicossme
 
CASTELA - TICS E LINGUA ESPANHOLA.pdf
CASTELA - TICS E LINGUA ESPANHOLA.pdfCASTELA - TICS E LINGUA ESPANHOLA.pdf
CASTELA - TICS E LINGUA ESPANHOLA.pdfssuserbf3b85
 
Estratégias de ensino para escolas integrais.
Estratégias de ensino para escolas integrais.Estratégias de ensino para escolas integrais.
Estratégias de ensino para escolas integrais.Everardo Rocha
 
A aplicação da pedagogia de projetos no estágio supervisionado de ensino de l...
A aplicação da pedagogia de projetos no estágio supervisionado de ensino de l...A aplicação da pedagogia de projetos no estágio supervisionado de ensino de l...
A aplicação da pedagogia de projetos no estágio supervisionado de ensino de l...Raquel Salcedo Gomes
 
PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS: PROJETO REALPTL
PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS: PROJETO REALPTLPESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS: PROJETO REALPTL
PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS: PROJETO REALPTLJoyce Fettermann
 

Semelhante a Pesquisa em Linguística Aplicada (20)

Desenvolvendo Projetos de Leitura e Escrita nas Aulas de Língua Materna em Co...
Desenvolvendo Projetos de Leitura e Escrita nas Aulas de Língua Materna em Co...Desenvolvendo Projetos de Leitura e Escrita nas Aulas de Língua Materna em Co...
Desenvolvendo Projetos de Leitura e Escrita nas Aulas de Língua Materna em Co...
 
O gênero textual interagindo com a prática social no Ensino Fundamental
O gênero textual interagindo com a prática social no Ensino FundamentalO gênero textual interagindo com a prática social no Ensino Fundamental
O gênero textual interagindo com a prática social no Ensino Fundamental
 
O uso didático do conceito de gênero de texto como âncora de uma formaçã...
O uso didático do conceito de gênero de texto como âncora de uma formaçã...O uso didático do conceito de gênero de texto como âncora de uma formaçã...
O uso didático do conceito de gênero de texto como âncora de uma formaçã...
 
SLIDES TRABALHANDO A ESCRITA E A ORALIDADE EM PROL DO DESENVOLVIMENTO COGNITI...
SLIDES TRABALHANDO A ESCRITA E A ORALIDADE EM PROL DO DESENVOLVIMENTO COGNITI...SLIDES TRABALHANDO A ESCRITA E A ORALIDADE EM PROL DO DESENVOLVIMENTO COGNITI...
SLIDES TRABALHANDO A ESCRITA E A ORALIDADE EM PROL DO DESENVOLVIMENTO COGNITI...
 
A construção de projetos didáticos de leitura e escrita como resultado de uma...
A construção de projetos didáticos de leitura e escrita como resultado de uma...A construção de projetos didáticos de leitura e escrita como resultado de uma...
A construção de projetos didáticos de leitura e escrita como resultado de uma...
 
Esboco do projeto de intervencao educacional nova versão
Esboco do projeto de intervencao educacional  nova versãoEsboco do projeto de intervencao educacional  nova versão
Esboco do projeto de intervencao educacional nova versão
 
12ª mssfi stands
12ª mssfi stands12ª mssfi stands
12ª mssfi stands
 
1906 texto do artigo-5343-1-10-20160617
1906 texto do artigo-5343-1-10-201606171906 texto do artigo-5343-1-10-20160617
1906 texto do artigo-5343-1-10-20160617
 
Projeto afilhados da camões.
Projeto afilhados da camões.Projeto afilhados da camões.
Projeto afilhados da camões.
 
Projeto afilhados da camões.
Projeto afilhados da camões.Projeto afilhados da camões.
Projeto afilhados da camões.
 
e_Book_Reading_for_ENEM_leitura_e_compre (1).pdf
e_Book_Reading_for_ENEM_leitura_e_compre (1).pdfe_Book_Reading_for_ENEM_leitura_e_compre (1).pdf
e_Book_Reading_for_ENEM_leitura_e_compre (1).pdf
 
Folder ii (1)
Folder ii (1)Folder ii (1)
Folder ii (1)
 
Ensinar a língua materna para desenvolver competências transversais: investig...
Ensinar a língua materna para desenvolver competências transversais: investig...Ensinar a língua materna para desenvolver competências transversais: investig...
Ensinar a língua materna para desenvolver competências transversais: investig...
 
Currículo referência língua estragenria moderna 6º ao 9º ano
Currículo referência  língua estragenria moderna 6º ao 9º anoCurrículo referência  língua estragenria moderna 6º ao 9º ano
Currículo referência língua estragenria moderna 6º ao 9º ano
 
CASTELA - TICS E LINGUA ESPANHOLA.pdf
CASTELA - TICS E LINGUA ESPANHOLA.pdfCASTELA - TICS E LINGUA ESPANHOLA.pdf
CASTELA - TICS E LINGUA ESPANHOLA.pdf
 
Estratégias de ensino para escolas integrais.
Estratégias de ensino para escolas integrais.Estratégias de ensino para escolas integrais.
Estratégias de ensino para escolas integrais.
 
A aplicação da pedagogia de projetos no estágio supervisionado de ensino de l...
A aplicação da pedagogia de projetos no estágio supervisionado de ensino de l...A aplicação da pedagogia de projetos no estágio supervisionado de ensino de l...
A aplicação da pedagogia de projetos no estágio supervisionado de ensino de l...
 
Transversalidade da Língua Portuguesa: um conceito e o seu papel no desenvolv...
Transversalidade da Língua Portuguesa: um conceito e o seu papel no desenvolv...Transversalidade da Língua Portuguesa: um conceito e o seu papel no desenvolv...
Transversalidade da Língua Portuguesa: um conceito e o seu papel no desenvolv...
 
PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS: PROJETO REALPTL
PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS: PROJETO REALPTLPESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS: PROJETO REALPTL
PESQUISA E DESENVOLVIMENTO DE RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS: PROJETO REALPTL
 
Pesquisa e ensino em geografia a linguagem imagética para …
Pesquisa e ensino em geografia a linguagem imagética para …Pesquisa e ensino em geografia a linguagem imagética para …
Pesquisa e ensino em geografia a linguagem imagética para …
 

Último

Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.azulassessoria9
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxGislaineDuresCruz
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoprofleticiasantosbio
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAEdioFnaf
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETODouglasVasconcelosMa
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxAntonioVieira539017
 

Último (20)

Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
c) O crime ocorreu na forma simples ou qualificada? Justifique.
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptxAULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
AULA-06---DIZIMA-PERIODICA_9fdc896dbd1d4cce85a9fbd2e670e62f.pptx
 
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumoModelos atômicos: quais são, história, resumo
Modelos atômicos: quais são, história, resumo
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZAAVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
AVALIAÇÃO INTEGRADA 1ª SÉRIE - EM - 1º BIMESTRE ITINERÁRIO CIÊNCIAS DAS NATUREZA
 
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETOProjeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
Projeto leitura HTPC abril - FORMAÇÃP SOBRE O PROJETO
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptxQUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
QUIZ – GEOGRAFIA - 8º ANO - PROVA MENSAL.pptx
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 

Pesquisa em Linguística Aplicada

  • 1.   Programa  de  Pós-­‐Graduação   LINGUÍSTICA  APLICADA   Projetos  de  Pesquisa  
  • 2. Linhas  de  Pesquisa     LINGUAGENS  E  PRÁTICAS  ESCOLARES   TEXTO,  LÉXICO  E  TECNOLOGIAS   INTERAÇÃO  E  PRÁTICAS  DISCURSIVAS        
  • 3. Projetos  da  Linha  de  Pesquisa  1:   LINGUAGENS  E  PRÁTICAS  ESCOLARES            
  • 4. P o r   u m a   f o r m a ç ã o   c o n L n u a d a   c o o p e r a L v a   p a r a   o   desenvolvimento   do   processo   educaLvo   de   leitura   e   produção   textual  escrita  no  Ensino  Fundamental  (Programa  Observatório  da   Educação)    Ana  Maria  de  MaSos  Guimarães     O   projeto   se   propõe   a   produzir   conhecimento   e   interagir   no   processo  educa@vo  de  leitura  e  produção  escrita  do  sistema  formal   de   ensino   do   município   de   Novo   Hamburgo,   Rio   Grande   do   Sul.   Propõe  um  processo  de  formação  con@nuada  coopera@va,  em  que   o  letramento  acadêmico  dos  formadores  entra  em  interação  com  a   prá@ca   social   dos   professores   e   seus   alunos,   com   vistas   ao   desenvolvimento   de   propostas   didá@co-­‐pedagógicas   que   formem   um  novo  educador  apto  ao  manejo  crí@co  do  conhecimento,  capaz   de   estar   à   frente   dos   desafios   educacionais   do   terceiro   milênio.   Espera-­‐se  que,  ao  término  dos  quatro  anos  do  projeto,  cerca  de  100   professores   de   Língua   Portuguesa   da   Educação   Básica   e   20   pós-­‐ graduandos   estejam   em   ação   na   sala   de   aula   com   prá@cas   renovadas   e   voltadas   para   a   construção   de   objetos   de   ensino   relacionados   à   leitura   e   produção   textual,   contribuindo   para   o   crescimento  dos  índices  oficiais  do  município   Financiadores:  CAPES/INEP.  
  • 5. Equipe   Coordenadora:  Ana  Maria  de  Maos  Guimarães   Colaboradoras:  Dorotea  Frank  Kersch,  Cá@a  de  Azevedo   Fronza,  Ana  Maria  Stahl  Zilles,  Isa  Mara  da  Rosa  Alves     Bolsistas   Doutoranda:  Alessandra  Preussler  de  Almeida   Mestrandas:  Íris  Vitória  Pires  Lisboa,  Renata  Garcia   Marques     Professores  da  Educação  Básica   Carlos  Ba@sta  Bach,  I@ane  Elena  de  Mello,  Jane  Eengel   Correa,  Jaqueline  Ines  Schmi  de  Oliveira,  Jussara  Selau   da  Silva     Graduação   Caterine  Scarlet  Schneider,  Fernanda  Vanessa  Machado,   Janaina  da  Silva  Ferreira,  Pedro  Henrique  Migoo,  Ta@ane   Schuster,  Vanderlei  Dagos@m  Junior  
  • 6. Ensino  de  Língua  Portuguesa  e  Desenvolvimento:   formação   de   quadros   e   práLcas   educaLvas   inovadoras  (Casadinho/Procad)   Ana  Maria  de  MaSos  Guimarães     O   projeto   se   propõe   a   produzir   conhecimento   e   interagir   em   processos   educa@vos   de   leitura   e   produção   escrita   no   sistema   público   de   ensino.   Para   isso,   propõe   uma   confluência   de   ações   de   dois  Programas  de  Pós-­‐Graduação:  Linguís@ca  Aplicada  da  UNISINOS   e   Estudos   Linguís@cos   da   UFMG.   Aproximados   por   suas   linhas   de   pesquisa:   Linguagem   e   Prá@cas   Escolares   do   primeiro   e   Ensino   de   Língua   Portuguesa   do   segundo,   e   amparados   pela   Linguís@ca   Aplicada   como   eixo   comum   de   saber,   pretendem   reforçar   a   importância  de  o  letramento  acadêmico  dos  formadores  entrar  em   interação   com   a   prá@ca   social   dos   professores   e   seus   alunos,   com   vistas   ao   desenvolvimento   de   propostas   didá@co-­‐pedagógicas   que   formem   um   novo   educador   apto   ao   manejo   crí@co   do   conhecimento  capaz  de  estar  à  frente  dos  desafios  educacionais  do   milênio.     Financiadores:  CNPq/CAPES  
  • 7. Equipe     Ana  Maria  de  Maos  Guimarães   Ana  Maria  Stahl  Zilles   Carla  Viana  Coscarelli   Delaine  Cafieira  Bicalho   Dorotea  Frank  Kersch   Evelyne  Jeanne  Andrée     Angèle  Madeleine  Dogliani   Isa  Mara  da  Rosa  Alves   Maria  da  Graça  Krieger   Regina  Lúcia  Pérret  Dell’Isola  
  • 8. Pedagogia   da   Variação   LinguísLca:   princípios   norteadores   Ana  Maria  Stahl  Zilles       Que  princípios  devem  nortear  o  tratamento  da  diversidade  linguís@ca   nas   escolas?   Essa   é   a   grande   questão   deste   projeto.   Com   base   nas   diretrizes   do   MEC   sobre   a   variação   linguís@ca   no   ensino,   e   na   literatura  sociolinguís@ca,  sócio-­‐histórica  e  pragmá@ca,  examinam-­‐se   cri@camente  os  livros  didá@cos  de  língua  portuguesa,  tendo  em  vista   a   elaboração   dos   princípios   de   uma   pedagogia   que   combata   o   preconceito  linguís@co,  a  violência  simbólica  e  a  exclusão  social.  Tais   princípios  também  embasam  uma  série  de  programas  audiovisuais  de   esclarecimento   e   sensibilização   sobre   a   linguagem,   em   preparação   conjunta   com   a   TV   Unisinos.   Esses   programas   visam   à   formação   de   professores,  o  ensino  à  distância  e  a  exibição  em  mídias  educa@vas.  
  • 9. Equipe     Ana  Maria  Stahl  Zilles  (cordenadora)   Carlos  Alberto  Faraco  (pesquisador  associado  -­‐   UFPR)     Mestrandos   Charlies  Uilian  Campos   Maria  Edilene  Kobolt     Iniciação  Cienofica   Mariana  Rost  (BIC-­‐Unisinos)  
  • 10. Aprendizagem   de   língua   materna:   contextos,   desafios   e   perspecLvas   por   um   Ensino   Fundamental  para  todos   CáLa  de  Azevedo  Fronza         Ao   assumir   a   importância   que   a   leitura   e   a   escrita   tem   no   co@diano  escolar  e  social,  o  presente  estudo  pretende  conhecer  e   compreender   o   desempenho   linguís@co   de   alunos   indicados   como   aqueles   que   apresentam   rendimento   abaixo   do   esperado,     seja  por  razões  explícitas,  como  comprome@mentos  cogni@vos  e   psicos,   ou   por   casos   em   que   tais   manifestações   estão   relacionadas   a   dificuldades   de   natureza   fonológica.   Entre   as   perspec@vas  do  estudo  está  a  de  es@mular  as  relações  dialógicas   entre  e  com  a  comunidade  escolar,  por  meio  da  (res)significação   das   diferenças   individuais   e   do   (re)exame   das   prá@cas   pedagógicas  que  se  valem  da  língua  materna.         Financiamento:  Fapergs    
  • 11.     Equipe       Cá@a  de  Azevedo  Fronza  (coordenadora)   Cassiano  Ricardo  Haag  (doutorando)   Leocia  Bello  Staudt  (doutoranda)   Bianca  Wolf  (bolsista  PROBIC)   Cândida  Manuela  Selau  Leite  (bolsista  UNIBIC)  
  • 12.   Contextos  mulLlíngues  e  mulLculturais  no  Brasil  e   na  Alemanha:  letramentos  e  práLcas   Dorotea  Frank  Kersch   Desenvolvido   simultaneamente   no   Brasil   e   na   Alemanha,   o   projeto   inves@ga   as   estratégias   u@lizadas   por   alunos   bilíngues   português-­‐ alemão   para   superarem   as   barreiras   linguís@cas   e   culturais   ao   interagirem  num  blog  comum.     Financiamento:  CNPq       Equipe   Silke  Jansen  (coordenadora  na  Alemanha)   Dorotea  Frank  Kersch  (coordenadora)   Angélica  Prediger  (mestranda)   Ta@ane  Schuster  (bolsista  IC)   Ariadne  Machado  da  Silva  (bolsista  IC)   Deisi  Flesch  (orientanda  de  TCC)    
  • 13. O   professor   de   línguas   em   contextos   social   e   linguisLcamente   complexos   representações   e   construções   idenLtárias   na   formação   inicial   e   conLnuada    Dorotea  Frank  Kersch     Inves@gam-­‐se   as   representações   e   cons@tuições   iden@tárias   de   professores  de  línguas  em  formação  inicial  e  con@nuada  que  atuam  em   contextos   social   e   linguis@camente   complexos.   Os   contextos   em   questão  são  o  de  periferia  de  um  grande  centro  urbano,  onde  a  maioria   dos  alunos  vivem  em  situação  de  risco;  o  de  imigração,  onde  a  maioria   dos   alunos   são   bilíngues   português/Hunsrückisch,   uma   variedade   despres@giada   do   alemão,   e   o   de   fronteira,   onde   os   professores   par@cipam  do  Projeto  Intercultural  Escolas  Bilíngues  de  Fronteira.         Financiamento:  FAPERGS      
  • 14. Equipe     Dorotea  Frank  Kersch  (coordenadora)                                                         Silvia  Delong  (doutoranda)   Aline  Duarte  (mestranda)   Renata  Garcia  Marques  (mestranda)   Keli  Rabelo  (mestranda)   Patricia  C.  Mundi  (mestranda)   Fabiane  Cris@na  de  Melo  (orientanda  IC)   Fabricio  Andrade  (orientando  TCC)  
  • 15. Mapeamento   automáLco   de   senLmentos   na   EAD:  a  construção  de  um  léxico  da  emoção   Isa  Mara  Alves       Este   projeto   pretende   contribuir   para   fortalecer   a   relação   entre   professor  e  aluno,  auxiliando  o  professor  no  mapeamento  das  opiniões  e   sen@mentos  postados  em  um  ambiente  virtual  de  aprendizagem.  Trata-­‐ se   de   uma   pesquisa   interdisciplinar   ancorada   na   Linguís@ca,   em   especial,   na  Semân@ca  Lexical  Cogni@va,  e  na  Educação  a  Distância,  em  interface   com  a  área  de  Processamento  Automá@co  de  Língua  Natural,  a  par@r  das   teorias   da   Semân@ca   Lexical   Computacional   na   área   de   Análise   de   Sen@mento.  O  projeto  tem  como  obje@vo  geral  propor  uma  estratégia  de   representação   linguís@co-­‐computacional   do   léxico   da   emoção   no   contexto  da  educação  a  distância  que  funcione  como  componente  de  um   sistema   computacional   dedicado   à   análise   automá@ca   das   emoções   no   contexto  do  ambiente  virtual  de  aprendizagem  Moodle.         Financiamento:  FAPERGS      
  • 16. Equipe     Isa  Mara  da  Rosa  Alves  (coordenadora)   Sandro  José  Rigo  (Prof.  Dr.  Unisinos  -­‐  PPG  Computação  Aplicada)     Rove  Chishman  (Profa.  Dra.  PPG  Linguís@ca  Aplicada)   Carolina  de  Andrade  Cosme  (mestranda)   Daniela  Deitos  (mestranda)    Jéssica  Braum  de  Moraes    (IC-­‐Unibic)  
  • 17. A  colaboração  como  propulsora  de  aprendizagem   de  línguas  em  ambiente  digital  (Foreign  language   learning   triggered   off   by   collabora@on   on   digital   environment)   Marília  dos  Santos  Lima       Este  é  um  estudo  de  cunho  qualita@vo  que  inves@gará  o  processo   de   aprendizagem   de   alunos   de   línguas   estrangeiras   no   desenvolvimento   de   tarefas   colabora@vas   em   ambiente   digital.   O   obje@vo  principal  é  a  caracterização  do  desenvolvimento  linguís@co   dos  par@cipantes  com  foco  na  produção  oral  e  escrita,  par@ndo  de   princípios  da  teoria  sociocultural  e  de  estudos  na  área  de  educação   mediada   pelo   computador.   Serão   acompanhados   alunos   de   licenciatura   em   Letras   a   par@r   do   nível   pré-­‐intermediário   de   proficiência,  atuando  em  duplas  em  laboratórios  de  informá@ca.       Financiamento:  FAPERGS  –  Edital  Pesquisador  Gaúcho    
  • 18. Equipe   Marília  dos  Santos  Lima  (Coordenação)       Doutorandos   Eduardo  de  Oliveira  Dutra     Gisele  Benck  de  Moraes     Júlia  Oliveira  Osório  Marques     Leocia  Pires  D’Andrea     Patrícia  da  Silva  Campelo  Costa  Barcellos   Raquel  Salcedo  Gomes   Tania  Beatriz  Trindade  Natel   Tarsila  Rubin  Bavstella       Débora  Busev  (mestranda)   Maria  de  Fá@ma  Gonçalves  (mestranda)   Vanessa  Logue  Dias  (mestranda)     Tássia  Lu@ana  Severo  Pires  (IC  UNIBIC)   Oliver  Claus  Carvalho  Oen  (IC  PRATIC/UNISINOS)  
  • 19. Projetos  da  Linha  de  Pesquisa  2:   TEXTO,  LÉXICO  E  TECNOLOGIAS              
  • 20. Terminologia:  da  descrição  á  divulgação     Maria  da  Graça  Krieger     O   projeto   comporta   dois   eixos:   o   primeiro   desenvolve     análises   de   termos   técnico-­‐cienoficos       de   diferentes   áreas   do   conhecimento   como   terminologia   médica,   jurídica,   técnica,   administra@va.  O  segundo  eixo  obje@va  delinear  o  panorama  da   terminologia   que   circula   no   Brasil,   estruturando   uma   base   de   dados   sobre   os   glossários   disponíveis   pelas   instâncias   administra@vas   do   país,   por   associações   profissionais   e   universidades   de   pesquisa.       Esta     dimensão   pragmá@ca   do   projeto     permite   evidenciar   que   o   Brasil,   a   exemplo   de   outros   países,   também   dispõe   e   se   vale   de   uma   terminologia   “oficial”,   embora  haja  ainda  pouco  conhecimento  desse  fato.     Financiamento:  CNPq  
  • 21. Equipe     Maria  da  Graça  Krieger  (coordenação)   Cleiton  Rabello  (doutorando)   Fani  Conceição  Adorne  (doutoranda)   Ana  Raquel  Salgado  (doutoranda)   Rita  do  Carmo  Laipelt(doutoranda)   Válbia  Colares  Figueiredo  (mestranda)      
  • 22. Popularização   da   ciência   na   mídia   para   jovens   leitores:   o   desafio   de   explicar   objetos   do   mundo   sob  a  perspecLva  cienbfica   Maria  Eduarda  Giering         Este   projeto,   desenvolvido   em   conjunto   com   a   Universidade   do   Minho,  Portugal,  obje@va  inves@gar  estratégias  linguís@co-­‐discursivas   e   icônicas   acionadas   na   produção   de   gêneros   discursivos   midiá@cos   de   divulgação   cienofica/popularização   da   ciência   dirigida   ao   público   jovem.   Estuda-­‐se   a   ação   linguageira   do   produtor   textual   para   explicar   temas/objetos   do   mundo   sob   a   perspec@va   cienofica,   considerando   sua   necessidade   de   informar   e,   ao   mesmo   tempo,   atrair   o   público   leitor   para   os   temas   da   ciência.   O   corpus   é   formado   por   textos   organizados,   em   sua   maioria,   numa   hiperstrutura,   publicados   nas   revistas   de   popularização   da   ciência   Superinteressante,   Mundo   Estranho,  Galileu  e  Visão  Júnior.         Financiamento:  CNPq  –  Edital  MCTI/CNPq/MEC/CAPES  N  º  18/2012  
  • 23. Equipe       Prof.  Dr.  Rui  Ramos  (Universidade  do  Minho/  PT)     Doutoranda  Ana  Fukui   Mestranda  Êrica  Ehlers  Iracet       Bolsistas  de  IC  :   Igor  Schwingel  (UNIBIC  –  UNISINOS)   Jordana  Molinev  Silvestrin  (PROBIC  –  FAPERGS)   Karuline  Matos  Kleinkauf    (PIBIC  –  CNPq)  
  • 24. T e c n o l o g i a s   s e m â n L c a s   a p l i c a d a s   a   recuperação  de  informação  jurídica   Rove  Chishman       O  projeto  aborda  uma  das  principais  temá@cas  inves@gadas  pelo   grupo  de  pesquisa  SEMANTEC:  a  informá@ca  jurídica.  De  caráter   mul@disciplinar   –   envolvendo   a   exper2se   das   áreas   da   Linguís@ca,   com   ênfase   na   Semân@ca   Computacional,   da   Computação   e   do   Direito,   o   grupo   se   propõe   a   desenvolver   e   implementar   um   modelo   semân@co-­‐conceitual   do   domínio   jurídico  brasileiro,  de  modo  a  ser  integrado  a  sistemas  de  busca  e   recuperação   de   informação   em   sites   que   armazenam   documentação   jurídica.   O   foco   do   projeto   recai   sobre   a   construção   de   uma   ontologia   do   Direito   brasileiro   e   de   um   recurso  lexical  baseado  na  noção  de  frames  semân@cos.       Financiamentos:  CAPES/CNJ  Acadêmico  Edital  03/2010,  FAPERGS   Pesquisador  Gaúcho,  CNPq  Produ@vidade  em  Pesquisa    
  • 25. Equipe     Rove  Chishman  (Coordenadora)   Anderson  Bertoldi  (PNPD  –  CAPES/FAPERGS)   Sandro  Rigo  (Prof.  Dr.  PIPCA)   Carolina  Muller  (doutoranda)   Thaís  Domênica  Minguelli  (doutoranda)   Denis  Araújo  (AT)  
  • 26. KickLonary-­‐Br  Copa  2014   Rove  Chishman     O   projeto   KickLonary-­‐Br   –   Copa   2014   é   uma   extensão   do   projeto   KickLonary-­‐Br,   que   tem   como   obje@vo   construir   para   o   Português   do   Brasil   um   recurso   lexical   monolíngue   baseado   em   frames.   Inspirado  no  dicionário  mul@língue  criado  por  Thomas  Schmidt  para   a  linguagem  do  futebol  (hp://www.kick@onary.de),  o  Kick@onary-­‐Br   Copa   2014   assume   dois   novos   desafios:   (i)   a   aplicação   do   estudo   dos   frames  futebolís@cos  na  construção  de  um  dicionário  temá@co  e  (ii)  a   construção  de  um  recurso  lexicográfico  trilíngue  (Português  –  Inglês  -­‐   Espanhol).   O   produto   resultante   desta   pesquisa,   tomando   como   referência  as  anotações  semân@cas  de  corpus,  permi@rá  um  sistema   de   consulta   em   que   as   unidades   lexicais   estarão   organizadas   em   torno   da   noção   de   frame.   Comparado   com   os   dicionários   comuns,   este   formato   permi@rá   associações   entre   unidades   lexicais   relacionadas  a  uma  mesma  cena.   Financiamento:  CNPq  Edital  Universal    
  • 27. Equipe     Rove  Chishman   Anderson  Bertoldi  (PNPD  CAPES  FAPERGS)   Dra.  Silvia  Foschiera   Ms.  Cassiane  Ogliari   Diego  Spader  (mestrando)   João  Gabriel  Padilha  (mestrando)   Aline  Nardes  (IC-­‐Unibic)   Ana  Luiza  Vianna  (IC  –  CNPq)   Brenda  dos  Santos  (IC  –  FAPERGS)   Lurdes  Sonia  Gava  (IC  –  CNPq)   Jéssica  dos  Santos  Pereira  (IC  –  FAPERGS)  
  • 28. Projetos  da  Linha  de  Pesquisa  3:   INTERAÇÃO  E  PRÁTICAS   DISCURSIVAS          
  • 29. Atendimentos   à   saúde   da   mulher:   por   análises   interacionais  aplicadas  às  práLcas  profissionais   Ana  Ostermann     Descrição:  U@lizando  os  pressupostos  da  Análise  da  Conversa  e  da   Sociolinguís@ca   Interacional,   inves@ga:   (1)   como   par@cipantes   constroem   e   gerenciam   ações   interacionalmente   delicadas,   (2)   como  manifestam  (ou  não)  interacionalmente  a  empa@a  e  quando   e   (3)   como   proveem   (e   respondem   a)   jus@fica@vas   em   interações   na   área   da   saúde   da   mulher.   Para   tanto,   analisa   interações   entre   profissionais   e   mulheres   em   quatro   @pos   de   atendimentos   que   envolvem   a   saúde   da   mulher:   (a)   médicos   e   gestantes   em   exame   de   ultrassonografia   na   rede   privada   e   SUS;   (b)   consultas   de   aconselhamento   gené@co   fetal   no   SUS;   (c)   ginecologistas/obstetras   e  pacientes  no  SUS;  (d)interações  entre  teleatendentes  e  usuárias   em   uma   helpline   do   Ministério   da   Saúde   (Disque   Saúde   (da   Mulher)),  e  (e)  atendimentos  entre  psicólogas  e  assistentes  sociais   e   mulheres   ví@mas   de   violência   de   gênero   em   uma   organização   não-­‐governamental.     Financiamentos:  CNPq,  FAPERGS,  FAPERGS/Ministério  da  Saúde  
  • 30. Equipe     Ana  Cris@na  Ostermann  (Coordenadora)   Marcia  del  Corona   Daniela  Andrade  (doutoranda)   Joseane  Souza  (doutoranda)   Karen  Seger  (doutoranda)   Carina  Mossmann  (mestranda)   Juliana  Silva  (mestranda)   Minéia  Frezza  (mestranda)   Bruna  Hansen  (IC   Caroline  Egewarth  (IC   Joana  Maciel  (IC   Sara  Schwalm  (IC   Talise  Geisel  (IC  
  • 31. O   ato   enunciaLvo   e   a   instauração   da   aLvidade   de   trabalho   mulLdisciplinar:   um   estudo   em   Unidade  de  Tratamento  Intensivo   Marlene  Teixeira     Desenvolve-­‐se   um   estudo   sobre   as   condições   enuncia@vas   da   instauração   da   experiência   de   trabalho   mul@disciplinar   em   saúde,   orientado   pelo   seguinte   a   priori:   a   experiência   humana   não   precede   cronologicamente   a   linguagem,   mas   advém   no   ato   de  apropriação  da  língua  pelo  locutor,  numa  relação  indissociável   com  a  (inter)subje@vidade.       Financiamentos:  CNPq  (Edital  Produ@vidade  em  Pesquisa  -­‐2012)        
  • 32. Materialização   linguísLca   da   subjeLvidade:   uma   análise   enunciaLva   em   práLcas   de   cuidado   em   enfermagem   Marlene  Teixeira     Propõe-­‐se  um  diálogo  entre  a  teoria  linguís@ca  da  enunciação  de   É.   Benveniste   e   a   perspec@va   ergológica   de   reflexão   sobre   a   a@vidade  de  trabalho  de  Y.  Schwartz  para  inves@gar  de  que  modo   a   subje@vidade   se   materializa   em   prá@cas   de   cuidado   em   enfermagem.   A   pesquisa   insere-­‐se   na   perspec@va   mul@disciplinar   de   estudo   que   recentemente   vem   ins@tuindo   uma   cooperação   efe@va   entre   as   ciências   do   trabalho   e   as   da   linguagem   para   melhor  conhecer  o  universo  do  trabalho.       Financiamento:    CNPq  Chamada:  Universal  14/2011      
  • 33. Equipe       Terezinha  Marlene  Lopes  Teixeira  (coordenadora)       Alice  Schmi  Machado  (bolsista  PIBIC-­‐CNPq)   Bruna  Bérgamo  (bolsista  UNIBIC-­‐UNISINOS)   Bárbara  Luzia  Covav  Malcorra  (bolsista  PROBIC  -­‐  FAPERGS)       Doutorandas   Silvana  Kissmann       Rosângela  Markmann  Messa   Sabrina  Vier   Sandra  Regina  Kla‚e   Patrícia  da  Silva  Valério   Deise  Marques  Chamorro     Jorama  de  Quadros  Stein     Cláudia  Redecker  Schwabe     Mestrandas   Natália  Almeida   Luciana  Catarina  Pires  da  Rocha