Movimentos Separatistas

19.957 visualizações

Publicada em

Movimentos Separatistas Pelo Mundo.

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
19.957
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
147
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Movimentos Separatistas

  1. 1. MOVIMENTOS SEPARATISTAS
  2. 2. O QUE SÃO ESSES MOVIMENTOS ? São movimentos separatistas são aqueles que por motivos históricos, geográficos ou econômicos, querem a separação de uma parte do território de um país para se tornarem outro país com governo próprio, como foi o caso dos gaúchos durante a revolução farroupilha (queriam se separar do Brasil ), e como é o caso dos bascos (norte da Espanha) que querem criar um país próprio autônomo da Espanha, e, mais atualmente o Tebet, que quer se separar da China. Para atingirem seus objetivos fazem guerra, terrorismo, pressão política, etc.
  3. 3. ABAIXO A EUROPA SEM FRONTEIRAS !
  4. 4. SUAS POSSÍVEIS CAUSAS Conflitos separatistas Diferenças ideológicas, religiosas, étnicas, culturais, dentre outros motivos, podem dar início a movimentos que, em geral, buscam a individualidade e reconhecimento de identidade de um grupo social. Assim, é que em muitas regiões do planeta, de quando em vez, eclodem conflitos nessa tentativa, por muitas vezes alcançando seu objetivo depois de muito derramamento de sangue ou ainda derramando muito sangue e não alcançando seu objetivo.
  5. 5. SUAS POSSÍVEIS CAUSAS Nem sempre, com o uso de armas, povos conseguem separar-se, conseguir a sua independência, pois eles podem ser reprimidos. Alguns países dominantes reconhecem imediatamente a independência de seus domínios assim que surge um movimento separatistas. Outros no entanto, com o uso de represálias mantém seus domínios sem garantir tal independência, dando início à conflitos armados e guerras civis que podem se arrastar durante anos. Esses conflitos e guerras civis, muitas vezes geram grupos terroristas que atacam a região dominante.
  6. 6. SUAS POSSÍVEIS CAUSAS Um mundo globalizado é, por definição, um mundo sem fronteiras. No entanto, existem cada vez mais territórios querendo criar suas próprias fronteiras. Como resultado de sua longa história, as fronteiras estão sempre mudando. Algumas disputas acabam sendo pacificamente resolvidas, outras terminam em guerra, e algumas continuam até hoje. Um caso curioso é o das Coreias que mesmo tendo um sentimento de ódio, não se separaram por vontade própria, e sim por intervenção das duas potências da guerra fria.
  7. 7. SERIA A SEPARAÇÃO A MELHOR ESCOLHA ? Há diversos fatores para os movimentos separatistas: podem ser elas de base política, cívica ou administrativa, de base étnica ou "racial”, de base religiosa ou de base social. Para alguns casos, a independência não traria vantagens para os territórios que ainda são colônias. Em geral, eles são países pequenos, com populações pequenas e pouca expressividade econômica. Como colônias, essas nações teriam garantidos para seus habitantes os mesmo direitos econômicos e sociais dos países dos quais fazem parte, assim como a proteção militar.
  8. 8. O MUNDO FRAGMENTADO EM VÁRIOS ESTADOS PELO DESIGNER THEO DEUTINGER.
  9. 9. O INDEPENDENTISMO O independentismo, também chamado por vezes separatismo, é um conjunto de ideologias nacionalistas que têm a ver com a reivindicação dos direitos nacionais por parte de um povo sem Estado face a um Estado expansionário maior. Nas aplicações normais em português, muitas vezes o termo separatismo recebe uma denotação pejorativa. Se opõe ao unionismo (também denominado unitarismo), que é a corrente ideológica que defende o contrário, a união de todo o estado originário.
  10. 10. Existem ainda movimentos independentistas de diverso signo político, alguns com base na reivindicação por livre exercício de autodeterminação reconhecido pelas principais instâncias internacionais, outros promovidos de maneira mais ou menos "artificial" com base em interesses econômicos de elites poderosas, como no caso da região Padânia, no norte da (Itália) ou o departamento de Santa Cruz, na Bolívia.
  11. 11. MOVIMENTOS SEPARATISTAS BEM SUCEDIDOS O processo de formação da maior parte dos países atuais envolveu o separatismo em suas diversas formas. São exemplo disso os numerosos países surgidos dos processos de descolonização das potências imperialistas ao longo dos séculos XIX e XX nas Américas, na África, na Ásia e na Oceania. Foi por processo de separação que os Estados Unidos proclamaram sua independência da Grã -Bretanha, e o Texas, do México, antes de se auto -anexar aos Estados Unidos. O mesmo ocorreu com o Brasil, emancipado de Portugal em 1822, e o Uruguai, emancipado do Brasil, em 1825.
  12. 12. MOVIMENTOS SEPARATISTAS BEM SUCEDIDOS Por via pacífica, mediante referendo, atingiram recentemente a independência, países como:  A Finlândia, da URSS, em 1918  As repúblicas bálticas da ex -União Soviética (Estônia, Letônia e Lituânia, em 1991)  A Eslovênia, da antiga Iugoslávia, em 1990  A Eslováquia e a República Checa, que formavam a Checoslováquia, em 1993  Timor-Leste, da Indonésia (mediante referendo após uma longa e violenta guerra de resistência, em 2002)  Montenegro, em 2006, emancipado da Sérvia mediante um referendo de autodeterminação.  Sudão do Sul, em 2011 , emancipado do Sudão mediante um referendo de autodeterminação.
  13. 13. MOVIMENTOS SEPARATISTAS NO MUNDO No mundo todo, existem movimentos separatistas em numerosos países, de maior ou menor expressão. Por exemplo, na Europa, apenas a Islândia e Portugal carecem hoje de movimentos soberanistas de grande incidência, uma vez que todos os outros Estados contam com territórios com línguas e consciência nacional próprias. Os movimentos separatistas podem ser armados ou pacíficos, e podem ou não envolver conflitos com os países dos quais se pretende a separação. Alguns casos de separatismo recentemente bem sucedido, por via militar ou mais ou menos violenta, incluem:
  14. 14. MOVIMENTOS SEPARATISTAS NO MUNDO A Namíbia, da África do Sul, em 1990; A Croácia, da antiga Iugoslávia, em 1991; A Bósnia, da antiga Iugoslávia, em 1992; A Eritreia, da Etiópia, em 1993.
  15. 15. MOVIMENTOS SEPARATISTAS NO MUNDO A independência de Kosovo, emancipado da Sérvia em 2008, ainda não pode ser tida como bem-sucedida, eis que não foi até o momento reconhecida pela Sérvia, Rússia e outros países. Sua independência também não pode ser tida por pacífica ainda, devido à ameaça constante de guerra, tanto civil, podendo envolver a minoria sérvia do norte do país, como externa, contra a própria Sérvia.
  16. 16. MOVIMENTOS SEPARATISTAS NO MUNDO  Outros movimentos separatistas atuais, em maior ou em menor grau, incluem as seguintes cisões:  País Basco, da Espanha e da França  Catalunha, da Espanha  Galiza, da Espanha  Cór sega, da França  Bretanha, da França  Camarões do Sul do Camarões  Curdistão, da Turquia  Quebec, do Canadá  Caxemira, da Índia, do Paquistão e da China  Tibete, da China  Por to Rico, dos Estados Unidos  Califórnia, dos Estados Unidos  Havaí, dos Estados Unidos  Texas, dos Estados Unidos  Xinjiang, da China  Cabinda, de Angola  Escócia, do Reino Unido
  17. 17. MOVIMENTOS SEPARATISTAS NO MUNDO                  Irlanda do Nor te, do Reino Unido Ilha da Madeira, de Por tugal Aceh, da Indonésia Flandres, da Bélgica Nariño, da Colombia Chechênia, da Rússia Somalilândia, da Somália Estado da Palestina, de Israel Tamil Eelam, do Sri Lanka Chipre do Nor te, do Chipre Transnístria, da Moldávia Mayotte, da França Nagorno-Karabakh, da Armênia e Azerbaijão Sealand, da Grã -Bretanha Sardenha, da Itália Sicilia, da Itália Seborga, da Itália
  18. 18. MOVIMENTOS SEPARATISTAS NO BRASIL Durante a história do Brasil, especialmente no período imperial, surgiram vários movimentos separatistas, pretendendo formar repúblicas separadas, por acharem que a monarquia brasileira não atendia adequadamente os interesses de uma dada região. Conspiração dos Suaçunas, Revolução Pernambucana, Confederação do Equador e Revolução Praieira, em Pernambuco; 1 2 3 4 Cabanagem, no Pará; a Balaiada, no Maranhão; e a Sabinada, na Bahia. Houve também movimentos que defendiam criações de novos estados, como aconteceu com Mato Grosso do Sul e Tocantins. O único movimento separatista de sucesso no Brasil foi o que proclamou a República Oriental do Uruguai, na Guerra da Cisplatina; e o que mais tempo durou sendo suplantado no final foi o que proclamou a República Rio -Grandense, na Revolução Farroupilha.
  19. 19. MOVIMENTOS SEPARATISTAS NO BRASIL Movimentos atuais no Brasil  Movimento pró República Rio -grandense: Movimento que defende a separação do estado do Rio Grande do Sul.  República do Pampa: Criado em 1990 por Irton Marx, e defende a separação do estado do Rio Grande do Sul.  RS Livre: Sigla para movimento Rio Grande Livre, é um movimento pacífico, composto por pessoas que têm em comum o ideal da independência política e administrativa para o Rio Grande do Sul.  O Sul é o Meu País: Defende a autonomia da Região Sul, constituída por três estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.  Grupo de Estudos Nordeste Independente (GESNI): Defende a autonomia da Região Nordeste do Brasil.  Autonomia Carioca: Defende a autonomia da Guanabara, constituída pelo município do Rio de Janeiro ou o antigo Estado da Guanabara.

×