SlideShare uma empresa Scribd logo

Era vargas governo constitucional

1) O texto descreve a consolidação da memória sobre a Proclamação da República no Brasil durante a Revolução de 1930. 2) Defensores da Revolução de 1930 procuraram construir uma visão negativa dos eventos de 1889 para legitimar a nova ordem política. 3) O governo constitucional de Vargas enfrentou crescente polarização ideológica entre movimentos de direita e esquerda, levando ao fechamento do Congresso e ao golpe de 1937.

1 de 15
Baixar para ler offline
Era vargas   governo constitucional
(ENEM 2011) É difícil encontrar um texto sobre a Proclamação da República
no Brasil que não cite a afirmação de Aristides Lobo, no Diário Popular de
São Paulo, de que “o povo assistiu àquilo bestializado”. Essa versão foi relida
pelos enaltecedores da Revolução de 1930, que não descuidaram da forma
republicana, mas realçaram a exclusão social, o militarismo e o
estrangeirismo da fórmula implantada em 1889. Isto porque o Brasil
brasileiro teria nascido em 1930
MELLO, M. T. C. A república consentida: cultura democrática e científica no final do Império. Rio de Janeiro: FGV,
2007 (adaptado).
O texto defende que a consolidação de uma determinada memória sobre a
proclamação da República no Brasil teve, na Revolução de 1930, um de seus
momentos mais importantes. Os defensores da Revolução de 1930
procuraram construir uma visão negativa para os eventos de 1889, porque
esta era uma maneira de
a) valorizar as propostas políticas democráticas e liberais vitoriosas
b) resgatar simbolicamente as figuras políticas ligadas à Monarquia
c) criticar a política educacional adotada durante a República Velha.
d) legitimar a ordem política inaugurada com a chegada desse grupo ao poder.
e) destacar a ampla participação popular obtida no processo da Proclamação.
(Enem 2ª aplicação 2010) A solução militar da crise política gerada pela
sucessão do presidente Washington Luís em 1929-1930 provoca profunda
ruptura institucional no país. Deposto o presidente, o Governo Provisório
(1930-1934) precisa administrar as diferenças entre as correntes políticas
integrantes da composição vitoriosa, herdeira da Aliança Liberal.
LEMOS, R. A revolução constitucionalista de 1932. SILVA, R. M.; CACHAPUZ, P. B.; LAMARÃO, S.
(Org). Getúlio Vargas e seu tempo. Rio de Janeiro: BNDES.
No contexto histórico da crise da Primeira República, verifica-se uma divisão
no movimento tenentista. A atuação dos integrantes do movimento liderados
por Juarez Távora, os chamados “liberais” nos anos 1930, deve ser entendida
como
a) a aliança com os cafeicultores paulistas em defesa de novas eleições.
b) o retorno aos quartéis diante da desilusão política com a “Revolução de
30”.
c) o compromisso político-institucional com o governo provisório de Vargas.
d) a adesão ao socialismo, reforçada pelo exemplo do ex-tenente Luis Carlos
Prestes.
e) o apoio ao governo provisório em defesa da descentralização do poder
político
Governo Constitucional
1934 - 1937
Governo Constitucional
 17/07/1934: Vargas eleito
presidente de forma indireta
Crise Econômica fruto de 29:
 Aumento do desemprego
 Diminuição dos salários
 Miséria, fome, conflitos sociais
Lutas políticas internacionais:
 Fascismo (e Nazismo)
X
 Comunismo
 Clima político de Polarização
Ideológica
Governo Constitucional
Ação Integralista Brasileira (AIB):
(1932 – Grupos da Direita)
 Movimento de extrema direita
 Opunha-se ao liberalismo
econômico e à democracia
burguesa
 Governo Ditatorial
 Nacionalismo Exagerado
 “Deus, Pátria, Família”
 Camisas Verdes (Anauê)
 Anticomunista
 Altas camadas sociais, alto
clero, cúpula militar e parte das
camadas médias descontentes
com as oligarquias
 Líder: Plínio Salgado
 Símbolo: sigma

Recomendados

Governo constitucional
Governo constitucionalGoverno constitucional
Governo constitucionalKelly Gonzatto
 
Governo constitucional (slides) (1)
Governo constitucional (slides) (1)Governo constitucional (slides) (1)
Governo constitucional (slides) (1)Beto Pi
 
Era vargas – 1934 1937 - Governo Constitucional
Era vargas – 1934 1937 - Governo ConstitucionalEra vargas – 1934 1937 - Governo Constitucional
Era vargas – 1934 1937 - Governo ConstitucionalValéria Shoujofan
 
Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo
Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo
Era Vargas – 1937-1945 – O Estado Novo Valéria Shoujofan
 
Janio quadros e joão goulart
Janio quadros e joão goulartJanio quadros e joão goulart
Janio quadros e joão goulartharlissoncarvalho
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fascismo
FascismoFascismo
FascismoJo1
 
ERA VARGAS E O POPULISMO NO BRASIL
ERA VARGAS E O POPULISMO NO BRASILERA VARGAS E O POPULISMO NO BRASIL
ERA VARGAS E O POPULISMO NO BRASILIsabel Aguiar
 
A Independência da Índia
A Independência da ÍndiaA Independência da Índia
A Independência da ÍndiaMariana Maia
 
Período democrático 1946 a 1964 - História do Brasil
Período democrático 1946 a 1964 - História do BrasilPeríodo democrático 1946 a 1964 - História do Brasil
Período democrático 1946 a 1964 - História do BrasilMarilia Pimentel
 
SLIDES – REVOLUÇÃO DE 1930.
SLIDES – REVOLUÇÃO DE 1930.SLIDES – REVOLUÇÃO DE 1930.
SLIDES – REVOLUÇÃO DE 1930.Tissiane Gomes
 
Juscelino Kubitschek plano de metas
Juscelino Kubitschek plano de metasJuscelino Kubitschek plano de metas
Juscelino Kubitschek plano de metasMilena Rebouças
 
Vargas no poder (ânderson nunes)
Vargas no poder (ânderson nunes)Vargas no poder (ânderson nunes)
Vargas no poder (ânderson nunes)Ânderson Nunes
 
Brasil Republica Velha - declinio
Brasil Republica Velha - declinioBrasil Republica Velha - declinio
Brasil Republica Velha - declinioAlexandre Protásio
 
Populismo na américa latina
Populismo na américa latinaPopulismo na américa latina
Populismo na américa latinaIara Oliveira
 
Ditaduras na america latina
Ditaduras na america latinaDitaduras na america latina
Ditaduras na america latinaIsabel Aguiar
 

Mais procurados (20)

Fascismo
FascismoFascismo
Fascismo
 
Regimes totalitários
Regimes totalitáriosRegimes totalitários
Regimes totalitários
 
ERA VARGAS E O POPULISMO NO BRASIL
ERA VARGAS E O POPULISMO NO BRASILERA VARGAS E O POPULISMO NO BRASIL
ERA VARGAS E O POPULISMO NO BRASIL
 
Era Vargas!
Era Vargas!Era Vargas!
Era Vargas!
 
A Independência da Índia
A Independência da ÍndiaA Independência da Índia
A Independência da Índia
 
Fascismo e nazismo
Fascismo e nazismoFascismo e nazismo
Fascismo e nazismo
 
3º ano era vargas
3º ano   era vargas3º ano   era vargas
3º ano era vargas
 
3ºano slide - da crise à guerra
3ºano   slide - da crise à guerra3ºano   slide - da crise à guerra
3ºano slide - da crise à guerra
 
Período democrático 1946 a 1964 - História do Brasil
Período democrático 1946 a 1964 - História do BrasilPeríodo democrático 1946 a 1964 - História do Brasil
Período democrático 1946 a 1964 - História do Brasil
 
SLIDES – REVOLUÇÃO DE 1930.
SLIDES – REVOLUÇÃO DE 1930.SLIDES – REVOLUÇÃO DE 1930.
SLIDES – REVOLUÇÃO DE 1930.
 
Juscelino Kubitschek plano de metas
Juscelino Kubitschek plano de metasJuscelino Kubitschek plano de metas
Juscelino Kubitschek plano de metas
 
3º ano - Brasil de 1945 a 1964.
3º ano - Brasil de 1945 a 1964.3º ano - Brasil de 1945 a 1964.
3º ano - Brasil de 1945 a 1964.
 
Vargas no poder (ânderson nunes)
Vargas no poder (ânderson nunes)Vargas no poder (ânderson nunes)
Vargas no poder (ânderson nunes)
 
Brasil Republica Velha - declinio
Brasil Republica Velha - declinioBrasil Republica Velha - declinio
Brasil Republica Velha - declinio
 
Nazifascismo
NazifascismoNazifascismo
Nazifascismo
 
Populismo na américa latina
Populismo na américa latinaPopulismo na américa latina
Populismo na américa latina
 
Revolução de 1930
Revolução de 1930Revolução de 1930
Revolução de 1930
 
9º ano - PÓS DITADURA
9º ano - PÓS DITADURA9º ano - PÓS DITADURA
9º ano - PÓS DITADURA
 
Ditaduras na america latina
Ditaduras na america latinaDitaduras na america latina
Ditaduras na america latina
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 

Semelhante a Era vargas governo constitucional

Roteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo Dilma
Roteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo DilmaRoteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo Dilma
Roteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo Dilmajosafaslima
 
Movimento Tenentista.
Movimento Tenentista.Movimento Tenentista.
Movimento Tenentista.BiaHonorato
 
9° Ano - A era Vargas.ppt
9° Ano - A era Vargas.ppt9° Ano - A era Vargas.ppt
9° Ano - A era Vargas.pptClaytonArtaud
 
Slides dos alunos do 9ºC sobre a Era Vargas
Slides dos alunos do 9ºC sobre a Era VargasSlides dos alunos do 9ºC sobre a Era Vargas
Slides dos alunos do 9ºC sobre a Era VargasSofia Figueira
 
Aula 12 - História do Brasil - Prof. Fezão
Aula 12 - História do Brasil - Prof. FezãoAula 12 - História do Brasil - Prof. Fezão
Aula 12 - História do Brasil - Prof. FezãoFelipe Vaitsman
 
A Era Vargas -1930-1945.pptx
A Era Vargas -1930-1945.pptxA Era Vargas -1930-1945.pptx
A Era Vargas -1930-1945.pptxBEATRIZRENEISLUIZ
 
Artigo sobre a revolução constitucionalista de 1932
Artigo sobre a revolução constitucionalista de 1932Artigo sobre a revolução constitucionalista de 1932
Artigo sobre a revolução constitucionalista de 1932CIRINEU COSTA
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargasalanac
 
Slides de Aula sobre a Revolução de 30
Slides de Aula sobre a Revolução de 30Slides de Aula sobre a Revolução de 30
Slides de Aula sobre a Revolução de 30Flor Martha S. Ferreira
 
A era vargas 1930-1945 (1)era vargas 9 ano
A era vargas  1930-1945 (1)era vargas 9 anoA era vargas  1930-1945 (1)era vargas 9 ano
A era vargas 1930-1945 (1)era vargas 9 anoNadjaDocio2
 

Semelhante a Era vargas governo constitucional (20)

Questoeshist
QuestoeshistQuestoeshist
Questoeshist
 
era_vargas.pdf
era_vargas.pdfera_vargas.pdf
era_vargas.pdf
 
Roteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo Dilma
Roteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo DilmaRoteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo Dilma
Roteiro de Aula - Da Era Vargas ao Governo Dilma
 
Movimento Tenentista.
Movimento Tenentista.Movimento Tenentista.
Movimento Tenentista.
 
9° Ano - A era Vargas.ppt
9° Ano - A era Vargas.ppt9° Ano - A era Vargas.ppt
9° Ano - A era Vargas.ppt
 
Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Era Vargas
 
Era vargas 2016
Era vargas 2016Era vargas 2016
Era vargas 2016
 
Slides dos alunos do 9ºC sobre a Era Vargas
Slides dos alunos do 9ºC sobre a Era VargasSlides dos alunos do 9ºC sobre a Era Vargas
Slides dos alunos do 9ºC sobre a Era Vargas
 
Aula 12 - História do Brasil - Prof. Fezão
Aula 12 - História do Brasil - Prof. FezãoAula 12 - História do Brasil - Prof. Fezão
Aula 12 - História do Brasil - Prof. Fezão
 
A Era Vargas -1930-1945.pptx
A Era Vargas -1930-1945.pptxA Era Vargas -1930-1945.pptx
A Era Vargas -1930-1945.pptx
 
Era Vargas
Era VargasEra Vargas
Era Vargas
 
Artigo sobre a revolução constitucionalista de 1932
Artigo sobre a revolução constitucionalista de 1932Artigo sobre a revolução constitucionalista de 1932
Artigo sobre a revolução constitucionalista de 1932
 
Capítulo 6 - A Era Vargas
Capítulo 6 - A Era VargasCapítulo 6 - A Era Vargas
Capítulo 6 - A Era Vargas
 
A era vargas
A era vargasA era vargas
A era vargas
 
A ERA VARGAS- MARINA.pptx
A ERA VARGAS- MARINA.pptxA ERA VARGAS- MARINA.pptx
A ERA VARGAS- MARINA.pptx
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
Slides de Aula sobre a Revolução de 30
Slides de Aula sobre a Revolução de 30Slides de Aula sobre a Revolução de 30
Slides de Aula sobre a Revolução de 30
 
A era vargas
A era vargasA era vargas
A era vargas
 
A Era Vargas -1930-1945.pptx
A Era Vargas -1930-1945.pptxA Era Vargas -1930-1945.pptx
A Era Vargas -1930-1945.pptx
 
A era vargas 1930-1945 (1)era vargas 9 ano
A era vargas  1930-1945 (1)era vargas 9 anoA era vargas  1930-1945 (1)era vargas 9 ano
A era vargas 1930-1945 (1)era vargas 9 ano
 

Mais de Rose Vital

Revoltas República Velha
Revoltas República VelhaRevoltas República Velha
Revoltas República VelhaRose Vital
 
Revolução Russa
Revolução Russa Revolução Russa
Revolução Russa Rose Vital
 
Abertura da br 364
Abertura da br 364Abertura da br 364
Abertura da br 364Rose Vital
 
Era vargas estado novo
Era vargas   estado novoEra vargas   estado novo
Era vargas estado novoRose Vital
 
Era vargas governo provisório
Era vargas   governo provisórioEra vargas   governo provisório
Era vargas governo provisórioRose Vital
 
Ditadura parte 2 (1)
Ditadura parte 2 (1)Ditadura parte 2 (1)
Ditadura parte 2 (1)Rose Vital
 
Ditadura parte 1
Ditadura parte 1Ditadura parte 1
Ditadura parte 1Rose Vital
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundialRose Vital
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrialRose Vital
 
Brasil pré colonial
Brasil pré colonialBrasil pré colonial
Brasil pré colonialRose Vital
 
Brasil colônia
Brasil colôniaBrasil colônia
Brasil colôniaRose Vital
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundialRose Vital
 

Mais de Rose Vital (12)

Revoltas República Velha
Revoltas República VelhaRevoltas República Velha
Revoltas República Velha
 
Revolução Russa
Revolução Russa Revolução Russa
Revolução Russa
 
Abertura da br 364
Abertura da br 364Abertura da br 364
Abertura da br 364
 
Era vargas estado novo
Era vargas   estado novoEra vargas   estado novo
Era vargas estado novo
 
Era vargas governo provisório
Era vargas   governo provisórioEra vargas   governo provisório
Era vargas governo provisório
 
Ditadura parte 2 (1)
Ditadura parte 2 (1)Ditadura parte 2 (1)
Ditadura parte 2 (1)
 
Ditadura parte 1
Ditadura parte 1Ditadura parte 1
Ditadura parte 1
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 
Revolução industrial
Revolução industrialRevolução industrial
Revolução industrial
 
Brasil pré colonial
Brasil pré colonialBrasil pré colonial
Brasil pré colonial
 
Brasil colônia
Brasil colôniaBrasil colônia
Brasil colônia
 
Primeira guerra mundial
Primeira guerra mundialPrimeira guerra mundial
Primeira guerra mundial
 

Último

Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...Prime Assessoria
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Mary Alvarenga
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...azulassessoriaacadem3
 
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...azulassessoriaacadem3
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...excellenceeducaciona
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...azulassessoriaacadem3
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...azulassessoriaacadem3
 
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...GraceDavino
 
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptxUm círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptxColmeias
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdfCludiaFrancklim
 
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...azulassessoriaacadem3
 
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...Prime Assessoria
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptxAndreia Silva
 
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...assessoriaff01
 
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioProfessor Belinaso
 

Último (20)

Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
Com base na figura exposta abaixo, Explique o modelo de determinação social d...
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
 
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
Elabore uma apresentação em PowerPoint em que você possa definir como a teolo...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
Namorar não és ser don .
Namorar não és ser don                  .Namorar não és ser don                  .
Namorar não és ser don .
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
610854 (4).pptx Linguagem da música. Diferentes gêneros da musica tradicional...
 
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptxUm círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
Um círculo de Leitura Fada Oriana. Colmeias.pptx
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
 
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
 
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
A) COMENTE sobre a situação de saúde apresentado no Brasil atualmente e EXPLI...
 
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
01_Apresentacao_25_CIAED_2019_Ambientação_GRAD.pptx
 
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
MAPA - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 51/2024 (ENGENHARIA DE PRODUÇÃO) 2...
 
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
 

Era vargas governo constitucional

  • 2. (ENEM 2011) É difícil encontrar um texto sobre a Proclamação da República no Brasil que não cite a afirmação de Aristides Lobo, no Diário Popular de São Paulo, de que “o povo assistiu àquilo bestializado”. Essa versão foi relida pelos enaltecedores da Revolução de 1930, que não descuidaram da forma republicana, mas realçaram a exclusão social, o militarismo e o estrangeirismo da fórmula implantada em 1889. Isto porque o Brasil brasileiro teria nascido em 1930 MELLO, M. T. C. A república consentida: cultura democrática e científica no final do Império. Rio de Janeiro: FGV, 2007 (adaptado). O texto defende que a consolidação de uma determinada memória sobre a proclamação da República no Brasil teve, na Revolução de 1930, um de seus momentos mais importantes. Os defensores da Revolução de 1930 procuraram construir uma visão negativa para os eventos de 1889, porque esta era uma maneira de a) valorizar as propostas políticas democráticas e liberais vitoriosas b) resgatar simbolicamente as figuras políticas ligadas à Monarquia c) criticar a política educacional adotada durante a República Velha. d) legitimar a ordem política inaugurada com a chegada desse grupo ao poder. e) destacar a ampla participação popular obtida no processo da Proclamação.
  • 3. (Enem 2ª aplicação 2010) A solução militar da crise política gerada pela sucessão do presidente Washington Luís em 1929-1930 provoca profunda ruptura institucional no país. Deposto o presidente, o Governo Provisório (1930-1934) precisa administrar as diferenças entre as correntes políticas integrantes da composição vitoriosa, herdeira da Aliança Liberal. LEMOS, R. A revolução constitucionalista de 1932. SILVA, R. M.; CACHAPUZ, P. B.; LAMARÃO, S. (Org). Getúlio Vargas e seu tempo. Rio de Janeiro: BNDES. No contexto histórico da crise da Primeira República, verifica-se uma divisão no movimento tenentista. A atuação dos integrantes do movimento liderados por Juarez Távora, os chamados “liberais” nos anos 1930, deve ser entendida como a) a aliança com os cafeicultores paulistas em defesa de novas eleições. b) o retorno aos quartéis diante da desilusão política com a “Revolução de 30”. c) o compromisso político-institucional com o governo provisório de Vargas. d) a adesão ao socialismo, reforçada pelo exemplo do ex-tenente Luis Carlos Prestes. e) o apoio ao governo provisório em defesa da descentralização do poder político
  • 5. Governo Constitucional  17/07/1934: Vargas eleito presidente de forma indireta Crise Econômica fruto de 29:  Aumento do desemprego  Diminuição dos salários  Miséria, fome, conflitos sociais Lutas políticas internacionais:  Fascismo (e Nazismo) X  Comunismo  Clima político de Polarização Ideológica
  • 6. Governo Constitucional Ação Integralista Brasileira (AIB): (1932 – Grupos da Direita)  Movimento de extrema direita  Opunha-se ao liberalismo econômico e à democracia burguesa  Governo Ditatorial  Nacionalismo Exagerado  “Deus, Pátria, Família”  Camisas Verdes (Anauê)  Anticomunista  Altas camadas sociais, alto clero, cúpula militar e parte das camadas médias descontentes com as oligarquias  Líder: Plínio Salgado  Símbolo: sigma
  • 8. Governo Constitucional Aliança Nacional Libertadora (ANL): 1935  Movimento de esquerda  Defendia um programa de reformas sociais e políticas (agrária)  Comunismo Soviético  Partido Comunista Brasileiro  Democracia (governo popular)  Anti-imperialismo (nacionalização de Empresas estrangeiras)  Suspensão do pagamento da dívida externa  Proteção a pequenos e médios proprietários  Antifascismo  Adesão popular (1600 núcleos) (400.000 filiados)  Líder: Luís Carlos Prestes  Lema: Pão, terra e liberdade
  • 9. Governo Constitucional  ANL tramava um golpe, destituir Vargas Lei de Segurança Nacional  11/07/1935  Fechamento da ANL e prisão dos líderes repressão policial Intentona Comunista (23/11/1935):  Reação do PCB a prisão de Prestas e a Repressão Policial  Natal: Comitê Popular Revolucionário (Soldados)  Recife e Olinda: 25/11/1935 (Cabos)  Rio de Janeiro: 27/11/1935 (Sargentos)  “Perigo Vermelho”  Repressão rápida e eficaz do Governo  Prisões  Decretação de Estado de Sítio
  • 10. Governo Constitucional Sucessão Presidencial:  Armando Sales de Oliveira: oligarquias paulista e mineira e parte de outros estados  José Américo de Almeida: Setores do RS, alguns paulistas, governo de Minas e maioria das oligarquias nordestinas, sindicatos varguistas  Plínio Salgado: Apoiado pela AIB  Vargas apoia José Américo (mas quer continuar no poder)  Precisa do apoio dos militares (GOLPE) Góes Monteiro Eurico Gaspar Dutra
  • 12. Governo Constitucional  Vargas insistia na prolongação do Estado de Sítio, mesmo com a prisão dos membros do PCB;  Setembro de 1936 – Tribunal de Segurança Nacional (julgar os envolvidos no levante comunista)  Resistência entre os parlamentares que eram presidenciáveis;  Junho de 1937 um novo pedido foi negado pelos congressistas
  • 13. Governo Constitucional Golpe de 1937:  Plano Cohen: nome código de um suposto plano comunista para tomar o poder no país  Divulgação nos jornais e rádios para criar pânico entre setores dominantes, classes médias e camadas populares  Congresso decreta Estado de Guerra  Poderes ditatoriais para o Presidente  Intervenção nos Estados  10/11/1937:  Fechamento do Congresso  Golpe de Estado Continuísmo de Vargas aparece como “Salvação Nacional”