SlideShare uma empresa Scribd logo

Fundamentos

www.fazeidiscipulos.org

1 de 82
Baixar para ler offline
FUNDAMENTOS 1
mentos
CÉSAR CASTELLANOS D.
fundamentos
fundam
DOUTRINA
NÍVEL 1
GUIA DO MESTRE
2 DOUTRINA 1
César Castellanos © 2003
Publicado por G12 Editores
ventas@g12bookstore.com
sales@g12bookstore.com
www.g12bookstore.com
ISBN 1-932285-69-5
Tradução e Revisão: Valnice Milhomens
Élida Krauspenhar
É proibida a reprodução total ou parcial da presente obra em
qualquerde suas formas, gráfica, eletrônica ou audiovisual, sem
autorizaçãoprévia e escrita da editora.
Reservados todos los derechos Copyright © 2003
Impreso en Colombia
Printed in Colombia
FUNDAMENTOS 3
CONTENIDO
A Salvação
5
O Novo Nascimento
10
O Verdadeiro Arrependimento 16
A Bíblia 21
A Oração 29
O Batismo 35
A Fé 41
O Espírito Santo 47
Imposição de Mãos 53
Como Vender os Obstáculos 59
4 DOUTRINA 1
FUNDAMENTOS 5
Para o processo de formação da liderança que Deus
está levantando para o século XXI, apresento o volume
No. 1 da Escola de Líderes, que tem como o objetivo
preparar de modo integral os alunos, no conhecimento
da visão celular, como estratégia multiplicadora da igreja
nos tempos atuais, fornecendo assim, as ferramentas
necessárias para que se convertam em agentes ativos,
resultando que a visão corra em toda a largura e
extensão do mundo.
Então o senhor me respondeu, e disse; Escreve a
visão, e torna-se bem legível sobre tábuas, para que a
possa ler quem passa correndo. Tenho o compromisso
de escrever a visão para que todo aquele que tenha
a oportunidade de lê-la encarregue-se de correr com
ela, dando-a a conhecer em todos os rincões da Terra
(Habacuque 2:2).
De acordo com este texto, meu compromisso é escrever
a visão para que todo aquele que tenha a oportunidade
de lê-la, encarregue-se de correr com ela, e a faça
conhecida em todos os rincões da Terra.
A Escola de Líderes é a entidade responsável por fazer
com que os líderes em formação captem de modo
genuíno a visão, para que se comprometam realmente,
contribuindo para que a promessa bíblica se cumpra.
Desafio os alunos do primeiro nível a estudarem com
dedicação este material, entendendo que nele encontram-
se os princípios necessários para transformarem-se em
executores especialistas da visão celular com toda a
destreza e autoridade espiritual.
César Castellanos D.
APRESENTAÇÃO
6 DOUTRINA 1

Recomendados

Estudo de celula
Estudo de celulaEstudo de celula
Estudo de celulajonasecj
 
Apostilaimpacto 130720022214-phpapp02
Apostilaimpacto 130720022214-phpapp02Apostilaimpacto 130720022214-phpapp02
Apostilaimpacto 130720022214-phpapp02Mariano Silva
 
CAPTANDO A VISÃO DE CÉLULAS
CAPTANDO A VISÃO DE CÉLULASCAPTANDO A VISÃO DE CÉLULAS
CAPTANDO A VISÃO DE CÉLULASIdpb São Jose I
 
Lição 2 - Deus cuida dos que se dedicam a Ele
Lição 2 - Deus cuida dos que se dedicam a EleLição 2 - Deus cuida dos que se dedicam a Ele
Lição 2 - Deus cuida dos que se dedicam a EleÉder Tomé
 
Princípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de SantidadePrincípios para uma Vida de Santidade
Princípios para uma Vida de SantidadeIBMemorialJC
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Visão para o ministério de intercessão
Visão para o ministério de intercessãoVisão para o ministério de intercessão
Visão para o ministério de intercessãoCassio Felipe
 
Liderando a célula com paixão
Liderando a célula com paixãoLiderando a célula com paixão
Liderando a célula com paixãoFernando Balthar
 
A RESTAURAÇÃO ESPIRITUAL - NEEMIAS
A RESTAURAÇÃO ESPIRITUAL  - NEEMIASA RESTAURAÇÃO ESPIRITUAL  - NEEMIAS
A RESTAURAÇÃO ESPIRITUAL - NEEMIASSandra Dias
 
Adolescentes Cristãos - Como devem ser?
Adolescentes Cristãos - Como devem ser?Adolescentes Cristãos - Como devem ser?
Adolescentes Cristãos - Como devem ser?Márcio Pereira
 
Intimidade com deus a cada dia
Intimidade com deus   a cada diaIntimidade com deus   a cada dia
Intimidade com deus a cada diaEdmilson Fernandes
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoÉder Tomé
 
A Ceia do Senhor - Apresentação
A Ceia do Senhor - ApresentaçãoA Ceia do Senhor - Apresentação
A Ceia do Senhor - ApresentaçãoMárcio Melânia
 
Saltando muralhas - Salmos - livro ii - interpretação
Saltando muralhas - Salmos - livro ii - interpretaçãoSaltando muralhas - Salmos - livro ii - interpretação
Saltando muralhas - Salmos - livro ii - interpretaçãoSilvio Dutra
 
Como Jesus Formou Sua Equipe
Como Jesus Formou Sua EquipeComo Jesus Formou Sua Equipe
Como Jesus Formou Sua EquipeLorena Vieira
 
Reverencia: Como devem se portar os Cristão na Casa do Senhor
Reverencia: Como devem se portar os Cristão na Casa do SenhorReverencia: Como devem se portar os Cristão na Casa do Senhor
Reverencia: Como devem se portar os Cristão na Casa do SenhorMagno Marinho
 
Primeira apostila dos jovens - PDF
Primeira apostila dos jovens - PDFPrimeira apostila dos jovens - PDF
Primeira apostila dos jovens - PDFLucas Martins
 
O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,Felicio Araujo
 
Estudo 16 oração e jejum
Estudo 16   oração e jejumEstudo 16   oração e jejum
Estudo 16 oração e jejumJaed Gomes
 
50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas I50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas IItamar Freire
 

Mais procurados (20)

PROJETO 1+1= MUITOS!
PROJETO 1+1= MUITOS!PROJETO 1+1= MUITOS!
PROJETO 1+1= MUITOS!
 
Visão para o ministério de intercessão
Visão para o ministério de intercessãoVisão para o ministério de intercessão
Visão para o ministério de intercessão
 
Liderando a célula com paixão
Liderando a célula com paixãoLiderando a célula com paixão
Liderando a célula com paixão
 
A RESTAURAÇÃO ESPIRITUAL - NEEMIAS
A RESTAURAÇÃO ESPIRITUAL  - NEEMIASA RESTAURAÇÃO ESPIRITUAL  - NEEMIAS
A RESTAURAÇÃO ESPIRITUAL - NEEMIAS
 
O líder de célula
O líder de célula O líder de célula
O líder de célula
 
Adolescentes Cristãos - Como devem ser?
Adolescentes Cristãos - Como devem ser?Adolescentes Cristãos - Como devem ser?
Adolescentes Cristãos - Como devem ser?
 
Intimidade com deus a cada dia
Intimidade com deus   a cada diaIntimidade com deus   a cada dia
Intimidade com deus a cada dia
 
Ministrações do encontro
Ministrações do  encontroMinistrações do  encontro
Ministrações do encontro
 
Lição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novoLição 5 - É necessário nascer de novo
Lição 5 - É necessário nascer de novo
 
A Ceia do Senhor - Apresentação
A Ceia do Senhor - ApresentaçãoA Ceia do Senhor - Apresentação
A Ceia do Senhor - Apresentação
 
Saltando muralhas - Salmos - livro ii - interpretação
Saltando muralhas - Salmos - livro ii - interpretaçãoSaltando muralhas - Salmos - livro ii - interpretação
Saltando muralhas - Salmos - livro ii - interpretação
 
Como Jesus Formou Sua Equipe
Como Jesus Formou Sua EquipeComo Jesus Formou Sua Equipe
Como Jesus Formou Sua Equipe
 
Reverencia: Como devem se portar os Cristão na Casa do Senhor
Reverencia: Como devem se portar os Cristão na Casa do SenhorReverencia: Como devem se portar os Cristão na Casa do Senhor
Reverencia: Como devem se portar os Cristão na Casa do Senhor
 
Jejum e oração
Jejum e oraçãoJejum e oração
Jejum e oração
 
Primeira apostila dos jovens - PDF
Primeira apostila dos jovens - PDFPrimeira apostila dos jovens - PDF
Primeira apostila dos jovens - PDF
 
O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,O desafio de ser um cristão contemporâneo,
O desafio de ser um cristão contemporâneo,
 
Estudo 16 oração e jejum
Estudo 16   oração e jejumEstudo 16   oração e jejum
Estudo 16 oração e jejum
 
50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas I50 Estudos Para Celulas I
50 Estudos Para Celulas I
 
No tempo de deus
No  tempo  de  deusNo  tempo  de  deus
No tempo de deus
 
Sempre é hora de recomeçar
Sempre é hora de recomeçarSempre é hora de recomeçar
Sempre é hora de recomeçar
 

Destaque (20)

Questionário
QuestionárioQuestionário
Questionário
 
Consejeria y discipulado
Consejeria y discipuladoConsejeria y discipulado
Consejeria y discipulado
 
APOSTILA DA ESCOLA DE LÍDERES 1ª FASE
APOSTILA DA ESCOLA DE LÍDERES 1ª FASEAPOSTILA DA ESCOLA DE LÍDERES 1ª FASE
APOSTILA DA ESCOLA DE LÍDERES 1ª FASE
 
0829755470 samptxt
0829755470 samptxt0829755470 samptxt
0829755470 samptxt
 
Esqueletos Gigantes
Esqueletos GigantesEsqueletos Gigantes
Esqueletos Gigantes
 
G12 Estudos e Reflexoes sobre o movimento.
G12 Estudos e Reflexoes sobre o movimento.G12 Estudos e Reflexoes sobre o movimento.
G12 Estudos e Reflexoes sobre o movimento.
 
Test del caracter
Test del caracterTest del caracter
Test del caracter
 
Test de caracter
Test de caracterTest de caracter
Test de caracter
 
tema caracter
tema caractertema caracter
tema caracter
 
Test de temperamentos(rosa barocio)
Test de temperamentos(rosa barocio)Test de temperamentos(rosa barocio)
Test de temperamentos(rosa barocio)
 
Los 4 temperamentos
Los 4 temperamentosLos 4 temperamentos
Los 4 temperamentos
 
Discipulado de uno a uno
Discipulado de uno a unoDiscipulado de uno a uno
Discipulado de uno a uno
 
Hoja de respuestas rene le senne
Hoja de respuestas rene le senneHoja de respuestas rene le senne
Hoja de respuestas rene le senne
 
Questionário de quinta
Questionário de quintaQuestionário de quinta
Questionário de quinta
 
Cesar Castellanos sonha e ganharas o mundo
 Cesar Castellanos sonha e ganharas o mundo Cesar Castellanos sonha e ganharas o mundo
Cesar Castellanos sonha e ganharas o mundo
 
Eneagrama
Eneagrama Eneagrama
Eneagrama
 
A restauração dos sonhos
A restauração dos sonhosA restauração dos sonhos
A restauração dos sonhos
 
Escola de Líderes
Escola de LíderesEscola de Líderes
Escola de Líderes
 
Lecciones escuela dominical
Lecciones escuela dominicalLecciones escuela dominical
Lecciones escuela dominical
 
20 frases inspiradoras para vencer gigantes
20 frases inspiradoras para vencer gigantes20 frases inspiradoras para vencer gigantes
20 frases inspiradoras para vencer gigantes
 

Semelhante a Fundamentos

Lição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvaçãoLição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvaçãoErberson Pinheiro
 
Resumo_Reavivamento: nossa grande necessidade_132013
Resumo_Reavivamento: nossa grande necessidade_132013Resumo_Reavivamento: nossa grande necessidade_132013
Resumo_Reavivamento: nossa grande necessidade_132013Gerson G. Ramos
 
Lição 01 - Uma promessa de Salvação
Lição 01 - Uma promessa de SalvaçãoLição 01 - Uma promessa de Salvação
Lição 01 - Uma promessa de SalvaçãoÉder Tomé
 
Plano da Salvação.2022.pptx
Plano da Salvação.2022.pptxPlano da Salvação.2022.pptx
Plano da Salvação.2022.pptxOsIdiotas
 
A vida que satisfaz_estudo 2013D.pdf
A vida que satisfaz_estudo 2013D.pdfA vida que satisfaz_estudo 2013D.pdf
A vida que satisfaz_estudo 2013D.pdfJaimeSilvaSatornicio1
 
Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015 1
Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015 1Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015 1
Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015 1Edvaldo Miranda
 
Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015
Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015
Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015Edvaldo Miranda
 
O processo de_salvacao
O processo de_salvacaoO processo de_salvacao
O processo de_salvacaooleinik
 
Lição 11 - O processo de formação do discípulo I
Lição 11 - O processo de formação do discípulo ILição 11 - O processo de formação do discípulo I
Lição 11 - O processo de formação do discípulo IÉder Tomé
 
Como ser salvo_Lição_original com textos_532014
Como ser salvo_Lição_original com textos_532014Como ser salvo_Lição_original com textos_532014
Como ser salvo_Lição_original com textos_532014Gerson G. Ramos
 
Curso bíblico discipulado(lições 1 2 3)
Curso bíblico discipulado(lições 1 2 3)Curso bíblico discipulado(lições 1 2 3)
Curso bíblico discipulado(lições 1 2 3)Antonio Filho
 
Cursobasicodeevangelismo 120805154410-phpapp02
Cursobasicodeevangelismo 120805154410-phpapp02Cursobasicodeevangelismo 120805154410-phpapp02
Cursobasicodeevangelismo 120805154410-phpapp02Rubens Tatekawa
 
Curso de Batismo e Novos Membros.pdf
Curso de Batismo e Novos Membros.pdfCurso de Batismo e Novos Membros.pdf
Curso de Batismo e Novos Membros.pdfDivinoHenriqueSantan
 

Semelhante a Fundamentos (20)

Lição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvaçãoLição 1 - Uma promessa de salvação
Lição 1 - Uma promessa de salvação
 
Resumo_Reavivamento: nossa grande necessidade_132013
Resumo_Reavivamento: nossa grande necessidade_132013Resumo_Reavivamento: nossa grande necessidade_132013
Resumo_Reavivamento: nossa grande necessidade_132013
 
Lição 01 - Uma promessa de Salvação
Lição 01 - Uma promessa de SalvaçãoLição 01 - Uma promessa de Salvação
Lição 01 - Uma promessa de Salvação
 
Plano da Salvação.2022.pptx
Plano da Salvação.2022.pptxPlano da Salvação.2022.pptx
Plano da Salvação.2022.pptx
 
A vida que satisfaz_estudo 2013D.pdf
A vida que satisfaz_estudo 2013D.pdfA vida que satisfaz_estudo 2013D.pdf
A vida que satisfaz_estudo 2013D.pdf
 
Eles venceram pela fé
Eles venceram pela féEles venceram pela fé
Eles venceram pela fé
 
Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015 1
Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015 1Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015 1
Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015 1
 
Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015
Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015
Boletim dominical nº 29 fagundes dia 20.09.2015
 
A necessidade de um novo nascimento
A necessidade de um novo nascimentoA necessidade de um novo nascimento
A necessidade de um novo nascimento
 
O processo de_salvacao
O processo de_salvacaoO processo de_salvacao
O processo de_salvacao
 
13385265 melhor-de-deus
13385265 melhor-de-deus13385265 melhor-de-deus
13385265 melhor-de-deus
 
melhor-de-Deus
  melhor-de-Deus  melhor-de-Deus
melhor-de-Deus
 
Lição 11 - O processo de formação do discípulo I
Lição 11 - O processo de formação do discípulo ILição 11 - O processo de formação do discípulo I
Lição 11 - O processo de formação do discípulo I
 
Livro que revela a verdade
Livro que revela a verdadeLivro que revela a verdade
Livro que revela a verdade
 
Como ser salvo_Lição_original com textos_532014
Como ser salvo_Lição_original com textos_532014Como ser salvo_Lição_original com textos_532014
Como ser salvo_Lição_original com textos_532014
 
Curso bíblico discipulado(lições 1 2 3)
Curso bíblico discipulado(lições 1 2 3)Curso bíblico discipulado(lições 1 2 3)
Curso bíblico discipulado(lições 1 2 3)
 
Cursobasicodeevangelismo 120805154410-phpapp02
Cursobasicodeevangelismo 120805154410-phpapp02Cursobasicodeevangelismo 120805154410-phpapp02
Cursobasicodeevangelismo 120805154410-phpapp02
 
Entreguei minha vida pra jesus e-book
Entreguei minha vida pra jesus   e-bookEntreguei minha vida pra jesus   e-book
Entreguei minha vida pra jesus e-book
 
Curso de Batismo e Novos Membros.pdf
Curso de Batismo e Novos Membros.pdfCurso de Batismo e Novos Membros.pdf
Curso de Batismo e Novos Membros.pdf
 
curso-de-batismo-pdf-free.pdf
curso-de-batismo-pdf-free.pdfcurso-de-batismo-pdf-free.pdf
curso-de-batismo-pdf-free.pdf
 

Fundamentos

  • 1. FUNDAMENTOS 1 mentos CÉSAR CASTELLANOS D. fundamentos fundam DOUTRINA NÍVEL 1 GUIA DO MESTRE
  • 2. 2 DOUTRINA 1 César Castellanos © 2003 Publicado por G12 Editores ventas@g12bookstore.com sales@g12bookstore.com www.g12bookstore.com ISBN 1-932285-69-5 Tradução e Revisão: Valnice Milhomens Élida Krauspenhar É proibida a reprodução total ou parcial da presente obra em qualquerde suas formas, gráfica, eletrônica ou audiovisual, sem autorizaçãoprévia e escrita da editora. Reservados todos los derechos Copyright © 2003 Impreso en Colombia Printed in Colombia
  • 3. FUNDAMENTOS 3 CONTENIDO A Salvação 5 O Novo Nascimento 10 O Verdadeiro Arrependimento 16 A Bíblia 21 A Oração 29 O Batismo 35 A Fé 41 O Espírito Santo 47 Imposição de Mãos 53 Como Vender os Obstáculos 59
  • 5. FUNDAMENTOS 5 Para o processo de formação da liderança que Deus está levantando para o século XXI, apresento o volume No. 1 da Escola de Líderes, que tem como o objetivo preparar de modo integral os alunos, no conhecimento da visão celular, como estratégia multiplicadora da igreja nos tempos atuais, fornecendo assim, as ferramentas necessárias para que se convertam em agentes ativos, resultando que a visão corra em toda a largura e extensão do mundo. Então o senhor me respondeu, e disse; Escreve a visão, e torna-se bem legível sobre tábuas, para que a possa ler quem passa correndo. Tenho o compromisso de escrever a visão para que todo aquele que tenha a oportunidade de lê-la encarregue-se de correr com ela, dando-a a conhecer em todos os rincões da Terra (Habacuque 2:2). De acordo com este texto, meu compromisso é escrever a visão para que todo aquele que tenha a oportunidade de lê-la, encarregue-se de correr com ela, e a faça conhecida em todos os rincões da Terra. A Escola de Líderes é a entidade responsável por fazer com que os líderes em formação captem de modo genuíno a visão, para que se comprometam realmente, contribuindo para que a promessa bíblica se cumpra. Desafio os alunos do primeiro nível a estudarem com dedicação este material, entendendo que nele encontram- se os princípios necessários para transformarem-se em executores especialistas da visão celular com toda a destreza e autoridade espiritual. César Castellanos D. APRESENTAÇÃO
  • 7. FUNDAMENTOS 7 A Salvação FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA BÁSICA Joã o 3:16- 21 FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA COMPLEMENTAR Efésios 2:8-9 Atos 8:20 Gênesis 6:5-8 Romanos 3:20,24,28 Romanos 10:4 Salmo 85:10-11 Romanos 5:8 Romanos 10:9-10 Romanos 4:4-5 Filipenses 4:13 Romanos 7:14 Colossenses 2:14 Gálatas 6:14 1 Coríntios 1:30 A Salvação TEXTOCHAVE “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo,mas para que o mundo fosse salvo por Ele” João 3:16,17 1LIÇÃO
  • 8. 8 DOUTRINA 1 PROPÓSITO Em certa ocasião, enquanto ceávamos com um grupo de amigos, as pessoas que estavam à mesa ao lado conversavam acerca de uma travessia que fizeram no caudaloso rio Madalena. A lancha em que viajavam virou, ficando abandonados à misericórdia de Deus, pois a esperança de se salvarem era muito remota. Um deles começou a gritar em desespero, com todas as suas forças, pedindo ajuda. Milagrosamente, apareceu uma pessoa que lhes mostrou como poderiam alcançar a salvação. Graças à sabedoria desse homem, aquelas pessoas foram resgatadas e receberam o tratamento médico de que precisavam. Esta experiência ilustra a necessidade que o ser humano tem em ser resgatado da escravidão do pecado, condição na qual se encontra espiritualmente morto e sem desfrutar das riquezas que Deus tem destinado para ele. Quando o Senhor observa que o homem está perdido, decide estabelecer um plano para libertá-lo da opressão do pecado, e para o cumprimento do mesmo, faz-se necessário o sacrifício de Seu único Filho, Jesus Cristo. A lição apresenta um panorama claro acerca da salvação, o porquê e o para quê desta, suas implicações e o papel do Filho de Deus para que se converta em realidade, em sua vida pessoal e na de sua família.
  • 9. FUNDAMENTOS 9 1. A GRAÇA ABUNDANTE a. Mas, o que é a Graça? E a misericórdia que Deus dá a quem não a merece: A graça é o grandioso presente concedido por Deus a todos os que a querem receber, e não tem preço. b. Descrição da Graça Graça vem do grego CARIS, que significa beleza ou atrativo A graça começa em: Deus. Ele não nos vê em nossa lamentável condição, mas contempla-nos de um modo favorável que é o que produz o milagre da transformação. Encontramos um grande exemplo na antigüidade, quando Deus tomou a decisão de destruir a terra com o dilúvio, por causa da maldade do homem, uma vez que toda a carne havia. se corrompido e a única coisa que preservou a existência da humanidade foi que Noé achou GRAÇA diante dos olhos de Deus (Gênesis 6:5-5). c. Justificação pela Graça Alguns pensam que, para entregar suas vidas ao Senhor, devem ser melhores do que são, e deixam passar os dias pensando que mudarão no amanhã. O interessante é que, em se tratando de fé, o Senhor não exige esforço algum de nossa parte, uma vez que esta permite dizer: Todo o castigo que eu, como pecador, merecia, recaiu sobre Aquele homem chamado Jesus, que não cometeu pecado algum. E todo o bem,que Jesus deveria receber, veio sobre mim, somente por crer nEle. Deus me vê através de Jesus, e eu me comunico com Ele também por meio do Senhor Jesus. DESENVOLVIMENTODOTEMA
  • 10. 10 DOUTRINA 1 d. A Graça e o Pecado Em Roma os escravos eram colocados sobre um estrado de madeira com uma lança cravada em um poste sobre sua cabeça. A lança simbolizava que o escravo estava à venda. Aquele que o comprasse tinha todo o direito sobre ele. O escravo não tinha o direito de escolher, pois quem o governava era seu amo. Nós também, por causa do pecado, fomos exibidos no mercado de Satanás e a lança sobre nossas cabeças era o dedo acusador do adversário. Era necessário que alguém nos comprasse, e foi o que Jesus Cristo fez. 2.O QUE SE ENTENDE POR SALVAÇÃO? O termo salvação quer dizer resgate, e implica em libertar uma pessoa da escravidão de alguém, ou de algo, quer seja um sistema, ou uma situação que a oprima. a. Justificação b. Santificação c. Redenção d. Regeneração CONCLUSÃO E tão valiosa a graça salvadora que Deus, com todo o Seu poder, não encontrou outra forma de redimir-nos, senão através do bendito sangue de Seu próprio Filho. Por meio de Jesus, tudo o que o homem perdeu no paraíso, foi-lhe restituído por meio da fé. Nenhum homem poderá voltara desfrutar da vida e das riquezas espirituais, se antes não reconhecer sua condição de pecador e aceitar o sacrifício de Cristo na cruz, depositando sua fé nEle.
  • 11. FUNDAMENTOS 11 APLICAÇÃO Examine integralmente sua vida e observe se há nela alguma situação de pecado que não tenha sido confessada diante de Deus. Renuncie a isto e procure gozar da santificação que traz consigo o plano de salvação. TAREFA Faça uma lista de pessoas próximas a você (familiares ou conhecidos) que não tenham aberto seu coração a Jesus. Ore por elas e peça ao Senhor que lhe dê a oportunidade de compartilhar o plano de salvação, para que também sejam participantes da graça de Deus.
  • 12. 12 DOUTRINA 1 1 1. A necessidade de salvação do homem existe desde que o primeiro casal a exigência de Deus, exposta em Gênesis 2:16b, 17. Segundo este texto, eles podiam mas as não deviam a desobediência acarretaria a do homem. 2. O papel de Jesus como Salvador se identifica como obra expiatória. Examine o que significa o termo expiação 3. Segundo Hebreus 9:12, a obra expiatória de Jesus concretizou-se através do 4. Justificação significa declarar alguém justo. Segundo Romanos 3:24, somo justificados pela e segundo Tito 3:7 somos justificados pela graça para passarmos a ser 5. A salvação é conservada na medida em que permanecemos em santidade, ou seja, separados para Deus e separados do mundo. Complete o seguinte texto de 1 João 2:1517, que fala a respeito. Não ameis o mundo Se alguém ama o mundo, Porque tudo o que há no mundo, os desejos da carne, os desejos dos olhos, e a vanglória da vida, O mundo passa, e seus desejos; mas o que faz a vontade de Deus 6. 1 Tessalonicenses 5:23 dá-nos a entender que a santidade é produzida em nós por obra de: Questionário de Apoio para o Aluno
  • 13. FUNDAMENTOS 13 7. O ser completamente santificados inclui as seguintes áreas, e 1 Tessalonicenses 5:23. 8. Um dos efeitos da salvação é a regeneração. Com base em João 3:3-5, explique com suas próprias palavras como se dá esta regeneração 9. Por que se diz que Jesus foi feito maldição por nós? Dê sua resposta fundamentada em Gálatas 3:13 10. Enumere as três áreas em que se dá esta redenção, tendo em conta as seguintes referências bíblicas: Romanos 6:20-22; Isaías 53:6 Isaías 53:4,5
  • 15. FUNDAMENTOS 15 FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA BÁSICA João 3:1-6 O Novo Nascimento 2 FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA COMPLEMENTAR João 10:10b Efésios 4:17-24 Tiago 1:18 João 6:63 João 15:3 João 1:12-13 2 Coríntios 1:22 Efésios 1:13 Isaías 1:6 2 Coríntios 5:17 “Respondeu-lhe Jesus: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus” João 3:3 LIÇÃO TEXTOCHAVE
  • 16. 16 DOUTRINA 1 PROPÓSITO Minha mãe tinha uma luta contínua com um de meus irmãos. Ele era muito rebelde e não havia forma de mudar, pelo contrário, todo intento em transformar sua conduta somente resultava em uma rebeldia maior. Mas um dia ele apareceu na porta da igreja e notei que tinha um semblante diferente. Aproximou-se e disse-me: Agora sou cristão, Jesus vive dentro de mim. Você sabe que tenho sido rebelde e violento, porém Jesus me transformou. Dias atrás disse ao Senhor em oração: Jesus, eu não vou fazer nada para mudar; se queres me salvar, faze Tu mesmo; não vou ajudar Te em nada. Não havia terminado esta oração quando uma luz muito forte veio sobre mim, deixando-me prostrado no chão, quase inconsciente. De repente comecei a ver que de dentro de mim saía outra pessoa completamente diferente do que eu era, mas que era eu mesmo. Virei um pouco e vi minha antiga natureza como um vestido velho e desprezível. A seguir ouvi a voz do Senhor que me dizia: Agora vou caminhar contigo, mas tu deves fazer o que Eu te mandar. Desde aquele momento a vida de meu irmão converteu-se em uma fonte de inspiração para muitos que não criam que Deus possa mudar uma pessoa. Quando o homem está vivendo em seus delitos e pecados, podemos dizer que age orientado por sua velha natureza, ou seja, essa condição em que seu entendimento está entenebrecido e seu coração endurecido por ter uma conduta contrária à vontade de Deus. A principal reação do ser humano quando descobre que é pecador, além de reconhecer sua necessidade de ser liberto da escravidão do pecado, consiste em desejar experimentar uma nova vida. A Bíblia identifica este processo como a necessidade de um NOVO NASCIMENTO.
  • 17. FUNDAMENTOS 17 DESENVOLVIMENTODOTEMA 1. O QUE SE ENTENDE POR NOVO NASCIMENTO? O novo nascimento é a experiência provada pelo ser humano quando este recebe a Cristo em seu coração, como único e todo suficiente Salvador e Senhor. O homem, porquanto nascido em pecado, ainda que permaneça em contato com o mundo exterior e esteja consciente de todas as coisas, está espiritualmente morto, isto é, separado de Deus e corrompido em sua natureza. Ao abrir a porta do seu coração a Jesus, a vida que vem de Deus passa a fluir. 2. EM QUE CONSISTE O NOVO NASCIMENTO? Quando Jesus morreu na cruz do Calvário, ofereceu-Se em sacrifício pela restauração e redenção integral do homem, abrindo para este a porta ara que vivesse a experiência de receber uma nova vida. Isto lhe dá direito legal de vencer a contaminação do mundo, as maldições, a pobreza espiritual, física e material, e todo o peso que possa angustiá-lo. a. O Papel da Palavra de Deus no Novo Nascimento Quando uma pessoa recebe a mensagem contida na Palavra de Deus, esta produz um novo sopro que vem pelo Espírito Santo. O Senhor Jesus disse: O Espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita, as palavras que Eu vos tenho dito são espírito e são vida (João 6:63). b. O Papel do Espírito no Novo Nascimento Quando nascemos de novo, o Espírito Santo planta em nós a vida de Cristo, e Ele mesmo se encarrega de selá-la, para que não seja revogada, garantindo-nos a vida eterna.
  • 18. 18 DOUTRINA 1 3. O VELHO HOMEM E A NOVA NATUREZA Pense por um momento em alguém que tem um veículo que está bem deteriorado pelo uso, deseja trocá-lo mas não conta com os recursos necessários para fazê-lo. No entanto, o dono de uma concessionária de veículos o procura e lhe diz: Senhor, eu tenho a solução para sua necessidade. Dê-me seu carro velho e eu lhe dou este Mercedes Benz, último modelo, sem me dar nenhum só centavo de volta. Qualquer um poderia dizer: este é o melhor negócio do mundo! Mas muito melhor do que este negócio é que Deus, em Cristo, levou sobre Si nossos pecados e todas as suas más conseqüências, e, em troca, imputou-nos a justiça e todo o bem advindo de Seu Filho Jesus Cristo. a. Velho Homem O Novo Nascimento tem a ver com despojar-nos totalmente do velho homem, para começar a desfrutar de uma nova natureza. b. Nova Natureza Ao despojar-nos totalmente do velho homem, de todo o peso que nos assedia por causa do pecado, recebendo a Jesus como Senhor e Salvador de nossas vidas, Ele coloca sobre nós uma veste nova, enche-nos de Sua presença, recriando em nós uma nova natureza, de acordo com Seu caráter e propósito. Pelo que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo (2 Coríntios 5 :17) . CONCLUSÃO A vida cristã é a melhor maneira de viver sobre a terra. Nela experimenta-se a genuína felicidade. Somente devemos cumprir com um requisito: não pisar no terreno do inimigo. Porque ainda que Deus nos dê tudo, da mesma maneira nos exige que Lhe entreguemos tudo o que somos.
  • 19. FUNDAMENTOS 19 Se alguém aspira ser reconhecido como cristão e entrar no reino de Deus, para gozar da herança da vida eterna, deve experimentar o Novo Nascimento, que consiste em renunciar o ser dirigido pelos desejos da carne, para começar a ser guiado pelo Espírito Santo, através da fé em Deus e em Sua Palavra. APLICAÇÃO 1 Conscientize-se de ter experimentado o Novo Nascimento, tendo em conta as palavras de Jesus a Nicodemos, ou seja, destacando a importância de ser movido pela Palavra de Deus e contar com a direção do Espírito Santo. 2. Compartilhe com algumas pessoas o tema do novo nascimento. Fale de sua experiência pessoal quando se encontrava sob a influência do velho homem, e demonstre que possui o fruto de Espírito em sua vida. TAREFA Elabore uma lista de aspectos de sua vida que ainda fazem parte da velha natureza, e confronte-a com a Palavra. O que Deus diz a respeito disso?
  • 20. 20 DOUTRINA 1 21. Segundo Efésios 4:17-19 escreva seis características do velho homem. Andam em Tendo o Estão distantes do Por Sendo ignorantes por Ao perderem a sensibilidade entregaram-se a E cometeram Lembre-se que o velho homem (velha natureza) implica em andar de acordo com os desejos da carne, e que a nova natureza surge quando o homem abre seu coração a Jesus, permitindo que Ele more em seu interior. Assim começa um avivamento espiritual que transforma o padrão de conduta do ser humano. 2. Efésios 4:22. Por que temos que nos despojar do velho homem? 3. Efésios 4:24. Como é o novo homem? 4. Gálatas 5:19-21. Faça uma lista das obras da carne: 5. Gálatas 5:22. Enumere o fruto do Espírito. Questionário de Apoio para o Aluno
  • 21. FUNDAMENTOS 21 6. Romanos 12:1. Como devemos apresentar nossos corpos? 7. Romanos 12:2. O que comprovamos ao renovarmos nosso entendimento? 8. Romanos 3:10-11. Quantos justos, entendidos há que buscam a Deus? 9. Romanos 3:12. Para que serve o que se desvia? 10. Marque com um X a resposta correta Romanos 3:12-13. A garganta dos maus é comparada a: al Um navio mercante que vem de longe ( ) b) Uma tocha acesa ( ) c) Um sepulcro aberto ( ) Que há debaixo dos lábios dos que enganam: a) Palavras de lisonja ( ) b) Um pouco de malícia ( ) c) Veneno de víboras ( ) 11. Romanos 3:14. De que está cheia a boca dos maus?
  • 23. FUNDAMENTOS 23 FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA BÁSICA O Verdadeiro Arrependimento 3 FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA COMPLEMENTAR Romanos 5:12 Romanos 1:21-25 Romanos 3:16-18 Gênesis 3:10 Salmo 51 Mateus 27:3-5 Salmo 32:5 1 João 1:9 Gálatas 3:13 Colossenses 2:14-15 Lucas 15:11-32 LIÇÃO TEXTOCHAVE “Quantos empregados de meu pai têm abundância de pão, e eu aqui pereço de fome!Levantar- me-ei, irei ter com meu pai e dirlhe-ei.:Pai, pequei contra o céu e diante de ti;já não sou digno de ser chamado teu filho; trata-me como um dos teus empregados. Levantou-se, pois, e foi para seu pai..” Lucas 15:17-20
  • 24. 24 DOUTRINA 1 PROPÓSITO Antônio, um homem de cerca de 46 anos de idade, desejava aconselhar-se comigo para abrir seu coração. Quando o recebi em meu escritório, rompeu em pranto e disse-me: sinto-me culpado pela morte de minhas filhas, de 3 e 5 anos. Sei que falhei diante de Deus. Permiti em minha vida relações ilícitas, e agora sinto-me o ser mais infeliz. Este foi o golpe mais duro que já sofri. Estava com elas em um povoado, próximo à cidade de Bogotá. Havíamos entrado em uma loja. Não sei como me descuidei, e minhas filhas saíram para a avenida. Ambas foram atropeladas por um veículo, que havia perdido seus freios, deixando-as mortas instantaneamente. Desejaria, com toda minha alma, que o tempo retrocedesse para cuidar melhor de minhas filhas. Tenho derramado muitas lágrimas, lamentando este acontecido, porque por minha culpa elas já não estão comigo. Ainda que a situação fosse bem dramática, pude ver um quadro muito claro do que é o arrependimento, refletido na vida deste homem. Um reconhecimento da culpa; Uma dor profunda por haver falhado; Desejar retroceder no tempo, para não voltar a falhar; Implorar por uma segunda oportunidade. Deus é misericordioso e, através de Seu Filho Jesus Cristo, visita todo aquele que experimenta uma situação similar a desse homem e que está disposto de coração a reconhecer seu pecado, desejando sair da escravidão do mesmo. Deus lhe dá a oportunidade de reconciliar-se com Ele, na medida em que entrar no processo do arrependimento, tema tratado nesta lição.
  • 25. FUNDAMENTOS 25 DESENVOLVIMENTODOTEMA 1. O QUE É O ARREPENDIMENTO? O Arrependimento não é uma emoção, mas uma decisão da vontade, seguida da ação correspondente. Segundo o grego, o arrependimento e uma mudança de mentalidade. Devemos mudar nossos pensamentos, nossas atitudes e nossas emoções. Arrependimento é sentir uma dor profunda por haver ofendido a Deus. E ver o pecado como Deus o vê. 2. O ARREPENDIMENTO NA PERSPECTIVA DO FILHO PRÓDIGO a. A Atitude do Filho Faz uma parada no caminho para refletir sobre sua condição atual. Renova sua mente e decide buscar uma segunda oportunidade. Decide em sua vontade regressar ao pai. Propõe confessar seus pecados. b. Análise da Atitude do Pai Vê o filho de longe ... e, quando ainda estava longe, viu-o seu pai. E movido de compaixão ... se moveu de íntima compaixão. Sai ao seu encontro ... e, correndo, lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou Prepara-lhe um traje de justiça Mas o pai disse aos seus servos: Trazei depressa a melhor roupa; e vesti-lho
  • 26. 26 DOUTRINA 1 Restaura sua autoridade . . . e ponde-lhe um anel na mão: Confia-lhe o maior ministério: pregar o evangelho ... e alparcas nos pés. CONCLUSÃO Todo aquele que deseje relacionar-se com o Pai celestial e gozar de Suas bênçãos, deve passar pelo processo do verdadeiro arrependimento, o qual consiste em sentir uma dor por haver ofendido a Deus pelo pecado, e estar disposto de coração a dar um novo sentido à vida, com mudança de pensamento e de conduta. APLICAÇÃO 1. Faça uma lista de todas aquelas ações pecaminosas que creia ter superado, mas que ainda constituem um obstáculo em sua vida. Experimente a profunda dor por havê-las cometido, confesse-as ao Senhor e renuncie a esses pecados, cortando toda a maldição em o nome de Cristo Jesus. 2.Expliquea uma pessoa em que consiste o verdadeiro arrependimento e ajude-a, com sua experiência, a aplicar os passos necessários para que também passe a gozar a bênção do perdão de Deus. TAREFA Analise estes dois casos e responda 1. Como chegaria ao arrependimento uma pessoa que não é cristã? (Anote um caso específico). 2. Como chegaria ao arrependimento uma pessoa que, sendo cristã, peca? (Anote um caso específico).
  • 27. FUNDAMENTOS 27 1. 2 Coríntios 5:17. Diga três coisas que acontecem a quem está em Cristo. 2. Isaías 55:6-8. Diga as três coisas que todo o homem deve fazer. 3. Atos 17:30. Qual é o mandamento de Deus para todos os homens? 4. Marcos 1:4. Que faziam as pessoas que vinham para ser batizadas? 5. Atos 2:37-38. Quais eram as promessas que Pedro declarou que receberiam, se eles se arrependessem e fossem batizados? 6. Lucas 3:10-14. Que deviam fazer os diferentes grupos que buscavam o batismo em água? 7. O que crer e for batizado será salvo, mas o que não crer será condenado (Marcos 16:161. Quem seriam os salvos? 3Questionário de Apoio para o Aluno
  • 28. 28 DOUTRINA 1 9.1 João 1:9. O que acontece se confessamos nossos pecados? 10. Provérbios 28:13. Quem prospera? 11. Levítico 26:40.. Além de confessar nossos pecados, de quem mais devemos confessálos? 12. Salmo 32:5. Mencione três coisas que Davi fez para que o Senhor o perdoasse? 8. Marcos 2:7. Quem pode perdoar?
  • 29. FUNDAMENTOS 29 FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA BÁSICA 42 Pedro 1: 19-20 Atos 13: 16-40 1 João 2:21 João 14:9 João 16:13 2 Pedro 1:20 1 Pedro 2:2 1 Pedro 1:25 Isaías 55: 11 TEXTOCHAVE FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA COMPLEMENTAR “Toda Escritura é divinamente inspiradae proveitosa para ensinar, para repreender,para corrigir, para instruir em justiça;para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente preparado para toda boa obra”. 2 Timóteo 3:16-17 LIÇÃO 2 Timóteo 3: 16-17 A Bíblia
  • 30. 30 DOUTRINA 1 PROPÓSITO Como cristãos é importante que reconheçamos a necessidade que temos de compartilhar Cristo à outras pessoas e de levá-las a Seus pés. No entanto, muitas vezes, não temos os fundamentos necessários para derrubar seus argumentos mentais e espirituais, porque nos falta o conhecimento básico da Palavra de Deus. Cada uma das verdades que há nas Escrituras, nos dá um profundo conhecimento de Deus e é através destas que podemos nos firmar na rocha que é Cristo, como fizeram aqueles que se submeteram ã mesma prova; sustentaram suas vidas nos sólidos fundamentos das Escrituras, o que os levou a passarem nas provas, enquanto que outros não o fizeram, porque não tinham tais fundamentos e fracassaram em suas vidas. A razão pela qual você precisa conhecer a Palavra é para que tenha um vida vitoriosa, em plenitude, e cumpra com o propósito que Deus tem para você. Receberá paz, confiança, sabedoria, correção e vitória para enfrentar as dificuldades e adversidades. Hoje, mais do que nunca convidamo-lo a desfrutar das promessas contidas na Palavra de Deus, a Bíblia, que são para você. Somente na Palavra de Deus encontramos a autoridade que justifica a fé do crente e todas as suas crenças. Nenhum documento elaborado pelo homem, por mais conteúdo científico que tenha, pode substituir a Bíblia como livro perfeito, que revela o propósito divino para o homem e a orientação doutrinária requerida para edificá-lo na vida cristã.
  • 31. FUNDAMENTOS 31 DESENVOLVIMENTODOTEMA 1.O QUE É A BÍBLIA A palavra Bíblia vem do grego Biblos que significa livro. Considerava-se que esses escritos formavam por si mesmos um conjunto concreto e determinado, sendo superiores às demais obras literárias existentes. Assim, a Bíblia é conhecida como As Sagradas Escrituras, conteúdo que a eleva à categoria de livro por excelência. O Novo Dicionário Bíblico Ilustrado destaca que a Bíblia não é meramente um livro, e sim um grande número de livros, e que o emprego do termo escritura ilustra a importância da diversidade de redatores, vê-se nela uma maravilhosa unidade que, sem duvidas, revela uma direção inteligente, que não deixou de agir durante mais de mil anos, período em que se estendeu sua redação. Assim, a Bíblia pode ser definida como o livro sagrado que é a Palavra de Deus escrita por diferentes autores mediante a revelação do Espírito Santo. 2. IMPORTÂNCIA DA BÍBLIA a. É importante por conter a voz de Deus e a revelação de Cristo. b. Contém as leis divinas. c. Sua difusão histórica, contém 66 livros que resumem o trabalho de 40 escritores em diferentes épocas. 3. ASPECTOS QUE DISTINGUEM A BÍBLIA DOS DEMAIS LIVROS A Bíblia é o registro da revelação Divina ao homem, pois Deus é seu autor principal. Sua finalidade é a salvação do homem mediante o tratamento da verdade, sem que apareça nela nenhuma margem de erro. Levando-se em conta estes aspectos, observa-se na Bíblia um objetivo de instrução que orienta a humanidade para o claro
  • 32. 32 DOUTRINA 1 conhecimento da pessoa de Jesus Cristo como o único caminho até o Pai, e, consequentemente, o único instrumento de salvação. Estes são alguns aspectos que a distinguem dos demais livros: a. A Revelação de Deus ao Homem Esta revelação foi originalmente transmitida na forma oral, de geração em geração e mais tarde na forma escrita, utilizando os idiomas hebraico, aramaico ou grego. Pouco a pouco tem sido transmitida para grande parte da humanidade, facilitando assim sua conservação b. Com Relação à Salvação do Homem Como mais adiante observaremos, a unidade da Bíblia consiste em que todo o seu conteúdo gira em torno da salvação do homem. A orientação nas apreciações quanto à salvação são distintas em três sentidos: Apresentar Aquele que traz a salvação, ou seja, Deus, através de Jesus Cristo. Apresentar a forma como esta salvação pode ser obtida pela graça de Deus, que exige uma manifestação de fé em Seu Filho e a obediência à Sua Palavra. Explicar quem esta apto a receber a salvação, ou seja, todos aqueles que, mediante a fé em Jesus, formam o povo de Deus, a Igreja de Cristo (Atos 13: 16-40). c. O que se Refere à Verdade O assunto fundamental da Bíblia é revelar a verdade que tanto o homem deseja conhecer a respeito da vida. Nas Sagradas Escrituras, Deus nos mostra que a verdade da existência e do destino do homem estão além dos limites terrenos e que somente Ele, em Sua Onisciência e Soberania, pode dar a conhecer. Ao se levar em conta a verdade que é o próprio Deus, que se apresenta através das Escrituras, toda a possibilidade de erro fica reduzida a zero. O próprio Senhor Jesus Cristo, fazendo referência à verdade que a humanidade deseja e precisa, na oração de despedida aos Seus discípulos, disse:
  • 33. FUNDAMENTOS 33 Santifica-os na verdade; a Tua palavra é a verdade (João 17:17). Ao longo da história, a Palavra de Deus, escrita na Bíblia, tem sido provada e tem avançado, vencendo todo o ataque, e confirmando assim a palavra do apóstolo João: Não vos escrevi porque não soubésseis a verdade, mas porque a sabeis, e porque nenhuma mentira vem da verdade (1 João 2 : 21) d. Jesus como Personagem Central No decorrer dos 66 livros que a compõem, a Bíblia faz referência ao agente usado por Deus, como o instrumento para outorgar a salvação ao homem: Jesus Cristo. No Velho Testamento, Ele é mencionado continuamente, de forma declarada e manifesta. E a pessoa de Jesus Cristo que facilita a coesão e unidade dos escritos bíblicos. As referências ao plano de salvação são bastante claras nas Sagradas Escrituras, indicando que este plano somente seria efetivo através de Jesus Cristo, de Seu ministério, de Seu sacrifício na Cruz do Calvário e de Sua ressurreição, a fim de justificar a humanidade diante do Pai. Jesus é o personagem destacado nas Escrituras como o único caminho para Deus. Por isso Ele mesmo disse: Respondeu-lhe Jesus: Há tanto tempo que estou convosco, e ainda não me conheces, Filie? Quem me viu a mim, viu o Pai, como dizes tu: Mostra-nos o Pai? (João 14:9). 4. ESTRUTURA BÁSICA DA BÍBLIA a. Livros Históricos e Biográficos Inclui os livros desde Gênesis até Ester, assim como Levítico. Seu conteúdo expõe dados históricos sobre a forma como Deus revela a Si mesmo e a Sua verdade de uma forma progressiva. b. Livros da Lei Inclui Levítico, partes do Êxodo, Números e Deuterônomio. Seu conteúdo expõe as leis dadas ao povo de Israel no período de sua convivência com as nações caracterizadas pelo paganismo.
  • 34. 34 DOUTRINA 1 c. Livros Poéticos e da Sabedoria São os livros compreendidos entre Jó e Cântico dos Cânticos. Em seu conteúdo destacase a poesia hebraica. Sua exposição é variada, especialmente no Livro de Provérbios que expressa princípios para a formação individual e social. d. Livros Proféticos Inclui desde lsaías até Malaquias. O conteúdo destes livros refere- se à história escrita anteriormente em relação a acontecimentos distantes e a outros de cumprimento iminentes no futuro. e. Os Evangelhos Abrangem desde Mateus até João, no Novo Testamento. Seu conteúdo principal gira em torno da vida de Jesus, incluindo Seu nascimento, ministério, ensinos, sofrimento milagroso, morte, ressurreição e ascensão. f. Livro de Atos Contém a história do Cristianismo do primeiro século. Destaca como foram aceitas por judeus e gentios, as boas novas da salvação, por meio de Cristo. g. As Epístolas Abrangem desde, Romanos até Judas. São cartas dirigidas especialmente às igrejas da época e a seus líderes. Seu conteúdo fornece a orientação para a congregação quanto a fé cristã e a prática dos parâmetros Divinos. h. O livro de Apocalipse E o livro que mostra simbolicamente os planos divinos a respeito dos tempos finais. Seu conteúdo constitui uma mensagem específica às igrejas no final do primeiro século e aos crentes de todas as épocas. Os acontecimentos futuros são a sua base.
  • 35. FUNDAMENTOS 35 5. ALGUMAS CARACTERÍSTICAS DA BÍBLIA Iluminação Inspiração Revelação Exatidão Unidade Interesse Extraordinária circulação Atualidade Preservação Profecias cumpridas CONCLUSÃO E imprescindível que você entenda a importância deste livro dos livros para sua vida. Não ignore o que a Palavra diz para você e para os seus. E indispensável que você se fortaleça espiritualmente para, mais adiante, poder fortalecer a outros. APLICAÇÃO Se ainda não leu toda a Bíblia, comece a lê-la de modo organizado, analisando-a e meditan-do nela. TAREFA Aprender todos os livros da Bíblia, na ordem correta, para usá-la da melhor forma.
  • 36. 36 DOUTRINA 1 Questionário de Apoio para o Aluno 4COMPLETE: 1.A Bíblia é: 2. Por quê dizem que a Bíblia é um livro Sagrado? 3. Qual é a importância da Bíblia? a b. c. 4. Qual é o tema central da Bíblia. 5. Qual é a estrutura básica da Bíblia? 6. Sustente biblicamente as seguintes características da Bíblia: Inspiração Revelação Preservação Profecias Cumpridas Unidade Exatidão Interesse Atualidade
  • 37. FUNDAMENTOS 37 “Mas tu, quando orares, entra no teu quarto e, fechando a porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará” Mateus 6:61 Hebreus 10:22 Mateus 23:25-26 Isaías 26:20 Tiago 4:3 2 Crônicas 7:14 João 4:23 Salmo 32 e 51 Neemias 1 João 16:24 Salmos 100:4 LIÇÃO 5 FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA BÁSICA TEXTOCHAVE FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA COMPLEMENTAR Mateus 6:5-15 A Oração
  • 38. 38 DOUTRINA 1 PROPÓSITO Indubitavelmente a oração é o único meio que Deus estabeleceu para mudar nossas vidas, famílias, cidades, nações e continentes. Se o povo de Deus soubesse verdadeiramente como orar, nossos governos estariam fundamentados na verdade do evangelho de Jesus Cristo, comprometidos, lutando verdadeiramente pelo bem- estar dos povos. Através de toda a história, encontramos homens símplices que puderam crer em Deus, e por cujas orações suas nações foram transformadas, reconciliaram seu povo com Deus e trouxeram o avivamento espiritual. O Senhor nunca ensinou a Seus discípulos como pregar, mas os ensinou como orar. Ele os reuniu e lhes disse: Vós orareis assim, e lhes deu as devidas instruções de como deveriam desenvolver a oração eficaz. Se você é um discípulo de Cristo tem que aprender a comunicar-se com Deus. Quando você chega em sua casa tem a chave apropriada para poder entrar. Da mesma maneira, somente há uma forma para podermos nos comunicar com Deus, e é através da oração. Esta é a chave mestre que abre a porta para nos relacionarmos diretamente com Ele. Nosso propósito nesta lição é que você conheça a importância da oração e a necessidade da mesma, para conseguir que as janelas dos céus se abram e as bênçãos de Deus sejam derramadas sobre sua vida, até que superabundem.
  • 39. FUNDAMENTOS 39 OS DEZ NÍVEIS DA ORAÇÃO 1. Nível de Redenção - Pai nosso 2. Nível de Autoridade - Que estás nos céus 3. Nível de Adoração - Santificado seda Teu No 4. Nível de Governo - Venha a nos Teu reino! 5. Nível de Evengelismo - Seja feita a Tua vontade, assim na terra como no Céu. 6. Nível de Provisão - O pão nosso de cada dia, dá-nos hoje 7. Nível de Perdão - E perdoa nossas dívidas, assim como nós também temos perdoado aos nossos devedores . 8. Nível de Proteção - o E não nos deixes entrar em tentação 9. Nível de Libertação - Mas livra-nos do mal 10. Nível de Segurança - Teu é o reino e o poder e a glória CONCLUSÃO A oração é o caminho estabelecido por Deus para que todo o crente em Cristo estabeleça uma relação íntima e contínua com Ele. É através da oração feita com integridade e sinceridade de coração, que conseguimos abrir as portas dos céus para que as bênçãos sejam derramadas sobre nossas vidas em superabundância. A vida de oração deve ser disciplinada, porque o cristão deve depender continuamente do Pai. DESENVOLVIMENTODOTEMA
  • 40. 40 DOUTRINA 1 APLICAÇÃO Proponha em seu coração fazer da oração um estilo de vida, algo inerente à sua personalidade. Para isso: 1. Escolha diariamente uma hora fixa. 2. Selecione um lugar específico. 3. Use a Bíblia como suporte. 4. Faça um registro do que o Senhor lhe revela, de acordo com suas petições. TAREFA Exercite a oração-modelo, tanto no aspecto individual como familiar, tendo em conta cada um dos níveis que a integram.
  • 41. FUNDAMENTOS 41 1. Escreva quatro formas pelas quais devemos nos aproximar de Deus. Hebreus 10:22. 2. Escreva a resposta correta. Lucas 11:9 Pedi e Buscai e Batei e 3. Quais são os três requisitos que devemos observar ao orar? Mateus 6:5-7. a. b. c. 4. Com suas próprias palavras, faça um breve comentário do que significa para você a oração do Pai nosso. 5. Complete as seguintes frases: Filipenses 4:6. em coisa alguma; sejam conhecidos diante pela com 6. Transcreva os versículos à frente de cada referência: a. Jeremias 33:3 b. Salmo 32:5 5 Questionário de Apoio para o Aluno
  • 42. 42 DOUTRINA 1 c. Salmo 23:1 d. Salmo 88:13 e. Mateus 21:22 f. Atos 2:42 g. Tiago 5:13 7. Complete as orações do Salmo 34. Bendirei ao Senhor Seu louvor Minha alma se gloriará Busquei ao Senhor Os que olharam para Ele Este pobre clamou O anjo do Senhor Provai e vede Os leõezinhos necessitam e têm fome Ensiná-los-ei Guarda tua língua Aparta-te do Os olhos do Senhor estão Seus ouvidos Clamam os justos Não serão condenados 8. Segundo 1 Timóteo 2:1-4 quais são os três grupos de pessoas pelos quais devemos orar? 9. Escreva três maneiras de orar. Efésios 6:18: a. ________________________________________________ b. ________________________________________________ c. ________________________________________________
  • 43. FUNDAMENTOS 43 10. O que devemos pedir para os que pregam o evangelho? Efésios 6:19. 11. O que devemos fazer diariamente? Salmo 37:5.
  • 45. FUNDAMENTOS 45 6 FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA BÁSICA TEXTOCHAVE FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA COMPLEMENTAR Mateus 28: 19 O Batismo Mateus 3:7-8 Marcos 1:3-5 Lucas 12: 50 Atos 8: 15 Atos 19:6 Romanos 6:3 Atos 2:37-41 Romanos 6:4 “Portanto ide, fazei discípulos de todas asnações, batizando- os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” Mateus 28:19 LIÇÃO
  • 46. 46 DOUTRINA 1 Podemos dizer que no Novo Testamento encontramos referencias a quatro tipos de Batismo: Batismo de João, o Batista Ocorreu durante o processo de preparação do caminho para Jesus. Mateus 3:7-9 e Marcos 1 :3-5. Este batismo acontecia no rio Jordão para onde iam as multidões e é mencionado todas as vezes como batismo de arrependimento. Os que eram batizados deviam dar frutos dignos de arrependimento, e confessar seus pecados. O povo era exortado a crer nAquele que viria após João: Cristo Jesus, de quem ele mesmo deu testemunho. Assim, o Senhor Jesus Cristo foi batizado por João, não para confissão de pecados, e sim para aliançar-se em graça com o arrependido, a fim de cumprir toda justiça. Seu batismo por João foi o momento de sua Unção pelo Espírito Santo para começar Seu ministério público, e para testemunhar que o Pai tinha prazer nEle, Seu Filho. O Batismo de Sofrimento de Jesus Ele mostra que Deus batizou a Jesus dentro dos pecados e das enfermidades do homem para poder dar a esse, retidão e justiça. Lucas 12:50. O Batismo Cristão em Água Atos 2: 38. O Batismo Cristão rio Espírito Santo Atos 8:15, Atos 19:6. DESENVOLVIMENTODOTEMA
  • 47. FUNDAMENTOS 47 1. DEFINIÇÃO Batismo, vem da palavra original em grego Baptizo, cuja raiz Bapto, significa molhar ou ter algo que somente se pode obter submergindo a pessoa em água. Este ato deve ser realizado por uma autoridade espiritual, seja um Pastor, um Diácono ou um líder a quem tenha sido concedida essa autoridade. Romanos 6:3. Baptizo é igualmente a forma intensiva de BAPTEIN, que significa submergir. No batismo, a idéia expressa é de união a alguém ou a algo. P batismo é também um mandamento expresso na Grande Comissão. Mateus 28: 19. Identificamo-nos com Cristo em Sua morte, em Sua sepultura e em Sua ressurreição. Romanos 6:4. É uma confissão pública de que estamos mortos com Cristo para os nossos pecados. 2. IMPORTÂNCIA DO BATISMO EM ÁGUA O primeiro aspecto que devemos entender é que se trata de um mandamento, e este implica no reconhecimento de Cristo como Senhor, constituindo-se na identificação externa com Sua morte, sepultura e ressurreição, morte para o pecado e a ressurreição para uma nova vida. Além disso, porque ao sermos batizados damos testemunho que somos discípulos de Jesus. Aquelequedizestarnele,tambémdeveandarcomoeleandou(1João2:6). Na idade de 30 anos, o Senhor Jesus Cristo desceu as águas do Batismo. Esta foi Sua primeira experiência ao iniciar Sua vida pública. João tentou opor-se ao desejo de Jesus em ser batizado por ele, dizendo-lhe: Eu é que preciso ser batizado por Ti e Tu vens a mim? Jesus, porém,lherespondeu;Consenteagora;porqueassimnosconvém cumprir toda a justiça. Então ele consentiu (Mateus 3:14 -15).
  • 48. 48 DOUTRINA 1 Embora o Senhor Jesus não necessitasse passar pelo batismo de arrependimento de João, pois não cometera pecado, nem havia engano em Sua boca, fê-lo para nos dar exemplo de obediência. Em 1 de Pedro 2:24 está escrito que Cristo nos deu exemplo em tudo para que seguíssemos Suas pegadas. Devemos ser batizados em água porque: Somos discípulos de Cristo. 1 João 2:6. Cristo nos deu o exemplo. Mateus 3: 14-15. E um passo de obediência pela fé. Tiago 2:.17 -18. 3. REQUISITOS PARA SER BATIZADOS Ao sermos batizados em água, damos um testemunho público, de que todos os nossos pecados foram lavados pelo sangue de Cristo e que fomos sepultados em Sua morte para andar em uma novidade de vida. Para chegar a esta experiência que vem após o arrependimento e a confissão de nossa fé em Cristo, faz-se necessário cumprir vários passos ou requisitos. Crer A crença antecede ao processo do batismo, ninguém pode ser batizado sem antes crer. Em Marcos 16: 16 o Senhor Jesus diz: o que crer e for batizado... Reconhecer a Obra da Cruz A fé do candidato ao batismo tem a ver com o conhecimento do sacrifício de Cristo na cruz do Calvário como único caminho para sua redenção. Notemos, no exemplo do etíope, que ele manifesta claramente sua convicção, dizendo: Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus . Entende-se que ao fazer esta afirmação, não só cria em Jesus como tal, mas igualmente em Sua obra na cruz. Jesus carregou sobre Seu corpo na cruz toda a maldade do homem, porém isto é confirmado quando cada indivíduo que crê nesta obra redentora, desce as águas do batismo.
  • 49. FUNDAMENTOS 49 Mostrar Frutos Dignos de Arrependimento Simão, o mago, creu na mensagem de Felipe, arrependeu-se e foi batizado. Quando as multidões vinham a João, o Batista, para serem batizadas, ele dizia: `João dizia, pois, às multidões que saíam para ser batizadas por ele: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira vindoura? Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento; (Lucas 3: 7-8). O que João dá a entender, é que o arrependimento e o batismo são consecutivos, andam juntos. E necessário mostrar o fruto desse arrependimento.Porissoquandolheperguntavam:Quefaremos,irmãos? Em Atos 2:38 encontramos o reafirmar deste requisito quando Pedro, terminando seu discurso entre os judeus diz: Pedro então lhes respondeu: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito santo (Atos 2:38). Em resumo, a crença na mensagem da palavra, o reconhecimento do sacrifício de Cristo na Cruz são manifestos através da confissão de fé, e são passos que antecedem ao batismo. Estes aspectos nos permitem determinar que é impossível o batismo de crianças, porquanto elas ainda não se encontram em condições de uma consciência clara para assumir este compromisso. D. BENEFÍCIO DE SER BATIZADO Ocorrem três passos significativos no Batismo: a. Os Céus se Abrem Em outras palavras, se estabelece a possibilidade de que agora sua relação com Deus seja mais direta. O batismo lhe dá o direito de comunicar-se pessoalmente com seu Senhor e suas orações entram sem impedimentos na presença divina. b. O Espírito Santo vem Sobre sua Vida A vinda do Espírito Santo reveste a pessoa em seu homem interior. Porque todos quantos fostes batizados em Cristo vos revestistes de Cristo (Gaiatas 3:27).
  • 50. 50 DOUTRINA 1 c. A Voz de Deus vem ao Coração Toda pessoa que passa pelo batismo em água tem a oportunidade de ouvir o Senhor dizendo: Tu és meu filho amado e em ti tenho prazer: Através desta palavra Deus nos faz entender que, quando descemos às águas do batismo, Ele Se regozija imensamente conosco, passando a nos ver como Seus filhos. É interessante notar que Jesus recebeu a Plenitude do Espírito Santo em Sua vida somente depois de ter sido Batizado. CONCLUSÃO É fundamental sermos batizados, pois como seguidores de Cristo, agimos de acordo com Seu próprio exemplo. Ele não foi aspergido com água, mas na realidade foi totalmente submerso. Ele o ordenou e, além disso, porque guiados pela conduta de Jesus, os apóstolos estenderam Seu mandamento neste sentido. Atos 2:37-41. Da mesma forma, validamos nossa fé, obedecendo o mandamento de Jesus. APLICAÇÃO Em nossa vida cristã é importante cumprir com este mandamento, e é fundamental que entendamos a importância que há em nos batizarmos. TAREFA Cada aluno deve batizar-se antes que termine o primeiro nível.
  • 51. FUNDAMENTOS 51 COMPLETE: 1. Qual o significado da palavra batismo? 2. Dê uma razão pela qual Jesus se batizou? 3. Qual é a importância do batismo? Sustente-a biblicamente a. b. c. 4. Quais são os requisitos necessários para ser batizado? 5. Explique pelo menos dois benefícios de ser batizado. 6. Escreva pelo menos três citações bíblicas onde se fale do batismo e quais suas carac-terísticas. 6Questionário de Apoio para o Aluno
  • 53. FUNDAMENTOS 53 7TEXTOCHAVE FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA COMPLEMENTAR LIÇÃO Hebreus 11:1-41 A Fé Gênesis 15:6 Salmo 55:22 Salmo 57:1 Jó 13:15 Isaías 40:31 Lucas 5:4,5 Isaías 1:19-20 1 Pedro 11:7 “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem... Ora, sem fé é impossível agradar a Deus; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe, e que é galardoa dor dos que O buscam” Hebreus 11:1 e 6 FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA BÁSICA
  • 54. 54 DOUTRINA 1 1. A FÉ FAZ-NOS VENCEDORES Nenhum filho de Deus é um fracassado, porque ainda que tenhamos que passar por diferentes adversidades, em Cristo, somos mais que vencedores. Mas você Z mesmo decide que tipo de fé terá. João disse: porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo, e esta é a vitória que vence o mundo; a nossa fé (1 João5:4). Quem e o que vence o mundo? E aquele que crê que Jesus e o Filho de Deus. a. Pela Fé Vencemos o Mundo O apóstolo João disse: Sabemos que somos de Deus, e que o mundo inteiro jaz no Maligno (1 João 5:19). Há poderes da maldade nos ares, que buscam controlar e manipular indivíduos, famílias, organizações, poderes políticos e líderes eclesiásticos, etc. , sendo necessário desenvolver uma fé ativa, que possa trazer a presença de Deus às nossas famílias, para que, a seguir, Sua presença se estenda às nossas cidades e nações. b. Pela Fé Vencemos Todo Argumento que nos é Contrário A mente do homem é o elemento do ser humano que mais interessa ao adversário, pois nela a palavra que gera a fé é implantada. Sendo assim, todos os esforços que Satanás faz é no sentido de escravizá- la, a fim de que não tenha tempo para pensar nas coisas de Deus. Agindo deste modo, pode mantê-lo isolado de qualquer contato com a Palavra divina. O homem de Deus deve, com a autoridade espiritual, identificar e derrubar qualquer fortaleza que o adversário levante em sua DESENVOLVIMENTODOTEMA
  • 55. FUNDAMENTOS 55 mente, anular todos os argumentos que o inimigo lançou contra ele, cancelando-os na cruz do Calvário. E a qualquer pensamento fora de ordem, simplesmente amarrá-lo e submetê-lo à autoridade de Jesus. 2. DIFERENTES TIPOS DE FÉ a. A Fé Criadora Deus tornou-nos participantes de Sua própria natureza e, pela fé, chamamos as coisas que não são como se fossem. Foi o que ocorreu com Abraão, ao crer que Deus lhe daria um filho, ainda que as circunstâncias lhe fossem contrárias. A fé tem a capacidade de ver o que os olhos físicos não percebem. b. Fé para Curar a Alma Uma das áreas que mais nos impele a fluir na dimensão da fé, é a que se relaciona com a cura interior, ou cura da alma ferida. Requer-se uma dose especial de fé para que a alma das pessoas seja restaurada. c. Fé para Ofertar O Senhor exalta a fé de Abel acima da de Caim, ainda que este também apresentasse a oferta. Deus não se agradou dela já que vinha acompanhada de mesquinharia, indiferença, egoísmo e desinteresse em reconhecer Deus como seu Criador. A fé para ofertar é a própria fé que enriquece. d. Fé para Cura (Física) A fé é determinante para obter cura física. É questão de ter convicção da restauração da área afetada, como uma realidade conquistada por Jesus Cristo na cruz. 3. CARACTERÍSTICAS DA FÉ a. A fé é crer na palavra do Senhor. b. A fé está acima dos sentidos. c. A fé supera a dúvida e a incredulidade.
  • 56. 56 DOUTRINA 1 CONCLUSÃO A fé é a confiança plena que o crente deposita em Deus e em cada uma de Suas promessas, e que lhe permite declarar o que não é, como se já fosse. É um fator que, diferente da esperança, age no presente. É o principal requisito que Deus exige para nos aproximarmos dEle. Este fator opera em todas as áreas de nossa vida, ajudando-nos a experimentar o sobrenatural. APLICAÇÃO 1. Que emblema você tem tatuado em sua mente? 2. Lembre-se de que, como filho de Deus, o Senhor tatuou em seu coração; Nascido para triunfar. 3. Zele diligentemente por cada pensamento que chega à sua mente, e proponha em seu coração, que por todo um dia não vai aceitar um só pensamento negativo. Quando conseguir fazer isto, faça-o por uma semana, e depois por um mês, e notará que a maior parte dos pensamentos que cruzam sua mente vêm do Espírito de Deus. TAREFA investigue sobre dois casos nos quais se demonstre na Bíblia a fé verdadeira e a falta de fé.
  • 57. FUNDAMENTOS 57 1. A palavra fé aparece cerca de 128 vezes no Novo Testamento. Selecione seis textos alusivos a fé que tenham impactado sua vida e explique porquê. A. porque B porque C. porque D porque E porque F porque 2. Hebreus 11:6. A fé é uma condição para e crer que Ele existe e é 3. 2 Coríntios 5:7 Andamos por e não 4. Defina os termos certeza e convicção expostos em Hebreus 11:1 e associados à fé. 5. Baseado em Hebreus 11, relacione o que aconteceu ou o que fizeram os seguintes personagens, guiados pela fé: ABEL ENOQUE NOÉ ABRAÃO 7Questionário de Apoio para o Aluno
  • 58. 58 DOUTRINA 1 SARA ISAQUE JACÓ JOSÉ MOISÉS RAABE (A PROSTITUTA) 6. Quando o anjo visitou Maria, mostrando-lhe que havia sido escolhida como a mãe de Jesus, ela liberou uma expressão que resume sua crença e aceitação pela fé. Qual foi essa expressão? (Lucas 11:38). 7) Lucas 5:4,5. Complete o seguinte texto que concretiza o ato de fé de Pedro: Quando terminou de falar, disse a Simão: Respondendo Simão lhe disse: Mestre toda a noite temos trabalhado e 8. Algumas forças invisíveis trabalham para debilitar nossa fé por meio da incredulidade, mas o apóstolo João ensina algo a respeito. Explique-o com suas próprias palavras (1 João 5:10) 9. A fé é um elemento que distingue o guerreiro espiritual. Descreva os outros detalhes que integram a armadura de Deus, segundo Efésios 6:10-1
  • 59. FUNDAMENTOS 59 1O. Relacione os seguintes textos com o ato de fé correspondente: A. O homem da mão atrofiada Marcos 5:28,29 ( ) B. O paralítico de Cafarnaum Marcos 7:26-30 ( ) C. A filha de Jairo Mateus 12:13 ( ) D. A mulher siro-fenícia Lucas 8:40-42; 50 ( ) E. A mulher que tocou o manto Marcos 2:11-12 ( )
  • 61. FUNDAMENTOS 61 João 14:15-26 Atos 1:7-9 FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA BÁSICA FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA COMPLEMENTAR 8LIÇÃO TEXTOCHAVE O Espírito Santo Atos 2:1-23 Efésios 1:11-14 Atos 10:38 João 16:14-15 João 3:1-15 João 16:13 1 Coríntios 2:9-10 “Mas o Ajudador, o Espírito santo a quem o Pai enviará em Meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanta Eu vos tenho dito” João 14:26
  • 62. 62 DOUTRINA 1 PROPÓSITO Senhor, como faço para saber que estou no lugar certo, e que não cheguei a um grupo errado? Esta foi parte de minha oração, poucos dias após haver me convertido ao cristianismo. Ainda que estivesse de joelhos diante do altar de uma pequena igreja, em minha mente passavam muitos pensamentos que pretendiam me fazer duvidar. Já havia lido o suficiente da Bíblia para saber que podíamos pedir sinais ao Senhor. Prosseguindo com a oração, pedi-Lhe um sinal: Senhor, se isto é Teu, peço Te como sinal que me permitas ver-Te, que imponhas Tuas duas mãos sobre minha cabeça e me unjas. Não havia terminado a oração, quando senti atrás de mim a presença de uma pessoa. Em meu espírito, voltei-me para vê-la, e vi a figura de um Ser glorioso, vestido de branco. Lentamente minha vista foi subindo, tinha um grande desejo de ver Seu rosto. Quando por fim o consegui, experimentei algo semelhante ao que alguém sente quando esteve por muito tempo na escuridão e rapidamente abre seus olhos diante da luz do meio-dia. O impacto é tão forte que por mais que alguém queira, não consegue manter seus olhos abertos. É tal a beleza do rosto do Senhor, que nossos olhos ainda não estão preparados para suportá-la. Quando o vi, as forças que havia dentro de meu corpo desapareceram, e fiquei prostrado no chão como que fulminado. O Senhor inclinou-Se e pôs Suas mãos sobre minha cabeça. Naquele momento senti que todo meu ser se enchia de uma poderosa glória, emanada da própria presença de Deus. Logo comecei a expressar-me em uma linguagem que não entendia, depois em outra, logo outra, e assim sucessivamente, falei em sete línguas diferentes. Mas para mim isso não era o mais importante, e sim o saber que Deus estava dentro de mim e podia senti-Lo.
  • 63. FUNDAMENTOS 63 DESENVOLVIMENTODOTEMA 1. APROFUNDANDO O CONHECIMENTO DO ESPÍRITO SANTO a. É uma Pessoa O Espírito Santo é uma pessoa tão real como o Senhor Jesus Cristo. É a terceira pessoa da Trindade, na qual Jesus tinha plena confiança de que podia representá-Lo fielmente e, por isso, O deixou como uma promessa a Seus discípulos. No entanto, é uma pessoa a quem o mundo não vê e nem pode receber, porque o Espírito de Deus é dado somente àqueles que reconhecem a Jesus como Seu Senhor e Salvador. b. É o Próprio Deus A obra do Espírito Santo pode ser vista desde o momento da criação até os nossos dias, e Seus atributos permitem-nos identificá-Lo como o próprio Deus. c. Glorifica a Jesus Tudo o que o Espírito faz contribui para glorificar a Jesus. Quando uma pessoa deixa de glorificar a Jesus Cristo com seus atos, suas palavras, etc, o Espírito Santo coloca-se de lado. Se temos uma amizade estreita com Ele, temos acesso direto aos tesouros divinos e a terceira Pessoa da Trindade encarrega-Se de ajudar-nos a desfrutá-los. Em outras palavras, a fé em Jesus Cristo dá-nos o direito legal às Suas riquezas, mas a comunhão com o Espírito é que nos permite desfrutá-las. Quando glorificamos a Jesus com nossos atos, o Espírito exulta e acrescenta Seu poder em nós. d. Faz-nos Nascer de Novo É somente por meio do Espírito Santo que chegaremos a ser considerados filhos de Deus, já que é Sua obra em nossas vidas que nos permite nascer de novo.
  • 64. 64 DOUTRINA 1 e. É Nosso Guia Quando Jesus esteve na terra disse: Eu sou o caminho, a verdade e a vida... : Ele foi e continua sendo o único caminho para o Pai. Mas ao partir, Jesus prometeu enviar o Espírito Santo para nos guiar, a fim de que não nos apartemos do caminho correto (João 16:13). f. Revela os Segredos Divinos O Pai e o Filho compartilham as riquezas divinas de Sua graça, e a nós nos são dadas a conhecer claramente pelo Espírito Santo. Como administrador autorizado dessas bênçãos, dessas riquezas, e de todos os segredos divinos, o Espírito Santo as transmite àqueles que, pela fé, rendem-se a Jesus e ao próprio Espírito. 2. PASSOS PARA RECEBER O ENCHIMENTO DO ESPÍRITO SANTO a. Pureza de coração. b. Crer. c. Não emprestar nosso corpo ao pecado. d. Recebê-lo voluntariamente. CONCLUSÃO O Espírito Santo é a terceira pessoa da Trindade (Pai, Filho, Espírito Santo). É a promessa de Jesus a Seus discípulos convertida em realidade, sendo o Consolador que Ele havia prometido que enviaria tão logo voltasse para o Pai. O Espírito de Deus vem para morar na vida do crente, como seu amigo e seu guia, revesti-lo de poder e controlar todas as áreas de seu ser. APLICAÇÃO Assegure-se de contar com a direção do Espírito Santo em sua vida. Examine cada um de seus passos e observe de acordo com sua conduta e com os sucessos que obtém em cada atividade que realiza, se realmente experimenta a companhia do Espírito Santo, tal como aprendeu na lição.
  • 65. FUNDAMENTOS 65 8 Questionário de Apoio para o Aluno 1. De acordo com Atos 2:4, a evidência que serviu como demonstração de que quem estava no Cenáculo havia sido cheio do Espírito Santo foi: a. Um milagre de cura ( ) b. O falar em outras línguas ( ) c. O aumento da comunhão ( ) d. Todas as anteriores ( ) e. Nenhuma das anteriores ( ) 2. Atos 2:7-12. A impressão recebida pela multidão que se aproximou do Cenáculo ao notar a situação dos homens foi 3. Atos 2:16-21. Em seu primeiro discurso, Pedro faz referência à profecia de Apresente o conteúdo desta profecia, especificando o que Deus disse que faria: 4. De acordo com Atos 2:37-4, quais foram as condições que Pedro colocou para que os presentes recebessem o Espírito Santo? Quantas pessoas se converteram com o discurso de Pedro? 5. Deduza, a partir de cada texto, a obra específica do Espírito Santo em nós: Efésios 1:13 - O Espírito Santo nos 1 Timóteo 4:1 - O Espírito Santo nos Romanos 5:5 - O Espírito Santo nos Atos 1:8 - O Espírito Santo nos enche dee nos faz João 14:26 - O Espírito Santo nos todas as coisas.
  • 66. 66 DOUTRINA 1 João 16:8O - Espírito Santo nos do pecado, da justiça, e do juízo. João 16:13 - O Espírito Santo nos a toda verdade. 6. Segundo Mateus 3:1 ,1 Seremos batizados no e 7. Leia Atos 19:1-6 e marque com um X a ordem de ação correta entre Paulo e os discípulos encontrado em Éfesio: a) Batismo no nome de Jesus, imposição de mãos, enchimento do Espírito Santo, falar em línguas e profecia ( ) b) Enchimento do Espírito Santo, imposição de mãos, falar em línguas e profecia, batismo no nome de Jesus ( ) 8. Segundo Romanos 8:26, no processo de comunicarmo-nos com Deus, que trabalho o Espírito Santo cumpre a nosso favor e como o faz?
  • 67. FUNDAMENTOS 67 9 FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA BÁSICA TEXTOCHAVE FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA COMPLEMENTAR 1 Timóteo 5:21-22 2 Timóteo 1:6-7 Imposição de Mãos Êxodo 15:6-7 Êxodo 15:12-13 Gênesis 48:11-20 Mateus 11:2-5 Marcos 5: 21-23 Marcos 5:24-34 Marcos 5:35-42 Atos 9:10-12 Atos 13:1-3 Provérbios 28:3 João 12:24 “Por esta razão te lembro que despertes o dom de Deus, que há em ti pela imposição das minhas mãos” 2 Timóteo 1:6 LIÇÃO
  • 68. 68 DOUTRINA 1 PROPÓSITO Um aspecto importante, para o desenvolvimento da vida cristã, é a disposição do crente para crescer no conhecimento da doutrina bíblica, a fim de permanecer firme no caminho de Deus e, ao mesmo tempo, contar com a suficiente autoridade para ajudar outros na área espiritual. Os aspectos doutrinários básicos que você deve conhecer na área espiritual encontram-se relatados em Hebreus 6:1-2, e neste texto se menciona a imposição de mãos como uma das doutrinas fundamentais, que a igreja não pode descuidar. Através da imposição de mãos, que implica em um contato físico, o Senhor Jesus Cristo realizou inumeráveis milagres ao longo de Seu ministério. O apóstolo Paulo sugeriu a Timóteo sua importância, mostrando os cuidados que devia ter durante sua prática. Aplicando esta doutrina com o conhecimento e a autoridade delegada por Deus, uma pessoa pode ser usada para ministrar a outra as bênçãos do Alto. Mas se a prática é usada fora do contexto bíblico, produz-se o efeito contrário. O propósito desta lição é ajudá-lo a compreender, de maneira clara, não só em que consiste a imposição de mãos, como dar as ferramentas necessárias que, de acordo com o contexto bíblico e os exemplos de Jesus, permitirão a você ser um instrumento genuíno nas mãos de Deus para ministrar a outros.
  • 69. FUNDAMENTOS 69 1. O QUE SE ENTENDE POR IMPOSIÇÃO DE MÃOS? É uma doutrina fundamental da fé cristã, que consiste em um ato mediante qual, uma pessoa com autoridade espiritual coloca suas mãos sobre outra, para transmitir bênção, acompanhando de oração e palavra profética. 2. ANTECEDENTES BÍBLICOS DA PRÁTICA DESTA DOUTRINA No Velho Testamento a. Jacó abençoa a Efraim e Manassés (Gênesis 48:11-20). b. Moisés unge a seu sucessor (Deuteronômio 34). No Novo Testamento Mateus 11:2-5. 3. PROPÓSITOS DA IMPOSIÇÃO DE MÃOS a. Transmitir cura interior e libertação. b. Transmitir bênção. c. Transmitir autoridade. d. Transmitir cura física. e. Transmitir o batismo no Espírito Santo. f. Transmitir dons e comissionar a outros. DESENVOLVIMENTODOTEMA
  • 70. 70 DOUTRINA 1 CONCLUSÃO A imposição de mãos faz parte do grupo de doutrinas básicas da fé cristã. E o ato mediante o qual uma pessoa, com autoridade espiritual, transmite bênção a outra, o que exige encontrar-se em um condição espiritual ótima, a fim de não produzir efeitos contrários ao propósito de Deus na vida do que é ministrado. Mediante a imposição de mãos, o Senhor transmite vida e bênção integral ao que confessa sua fé em Jesus Cristo, trazendo libertação e cura interior. APLICAÇÃO Aprofunde-se no estudo dos propósitos que podem ser alcançados através da imposição de mãos, e disponha-se espiritualmente para que o Senhor o use como canal de bênção para outros. TAREFA Estude cada uma das áreas de sua vida e observe as necessidades que encontra nelas a fim de entrar em um processo especial de libertação, que será ministrado com a imposição de mãos por parte de seu pastor ou líder imediato.
  • 71. FUNDAMENTOS 71 1. Desde o primeiro instante da fundação do mundo, Deus usou Suas mãos para liberar Seu poder criativo. Resuma os seguintes textos a respeito: Salmos 119:73 Jó 10:8-9 2. Enumere as coisas feitas pela destra de Jeová contra os inimigos do povo de Israel, segundo Exodo 15:6,7 3. Desde os tempos antigos, a imposição de mãos era usada para transmitir bênção. Tendo em conta o texto de Gênesis 48:11-20, responda: Abençoar com a mão esquerda ou com a direita tem o mesmo valor? Sim ( ) Não ( ) A prioridade da bênção recaía sobre os primogênitos? Sim ( ) Não ( ) Porque Israel preferiu colocara mão direita sobre Efraim, sendo este ofilho mais moço de José? 4. Coloque na frente de cada texto quem abençoou a quem mediante a imposição de mãos. Números 27: 22-23 2 Reis 13:15-17 Marcos 5:35-42 Atos 9:10-12 9Questionário de Apoio para o Aluno
  • 72. 72 DOUTRINA 1 5. 0 que aconteceu com Josué quando Moisés lhe impôs as mãos? Deuteronômio 34:9 6. Fazendo uso de uma concordância bíblica, mencione quatro casos específicos nos quais Jesus impôs as mãos: a. texto bíblico b texto bíblico c. texto bíblico d texto bíblico 7. No desenvolvimento de seu ministério, o apóstolo Paulo fez uso contínuo da imposição de mãos. Relacione os seguintes textos com o caso específico: a. Sobre Timóteo ( ) Atos 28:7-9 b. Sobre o pai de Públio ( ) Atos 19:2-6 c. Sobre discípulos de Éfeso ( ) 2 Timóteo 1:6 8. A imposição de mãos encerra um poder imenso. Complete o seguinte texto que é um exemplo disso: E estes sinais seguirão os que crerem:; falarão novas línguas; e se beberem coisa mortífera, não lhes fará dano; sobre os enfermos e sararão (Marcos 16:17,18). 9. Em sua opinião por que Paulo sugeriu a Timóteo que não impusesse as mãos precipita-damente? (1Timóteo 5:22) 10. De acordo com Lucas 4:18.faça Um resumo do ministério de Jesus, no qual imposição de mãos era fator vital. Ele veio para:
  • 73. FUNDAMENTOS 73 11 . Quais dos pontos anteriores se relaciona com a libertação e cura interior?
  • 75. FUNDAMENTOS 75 10TEXTOCHAVE FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA COMPLEMENTAR LIÇÃO Romanos 8: 35-39 Como Vencer os Obstáculos João 16:33 João 17:15-16 Filipenses 4:8 Romanos 8:5,6 2 Coríntios 6:14-16 Salmo 119:9 Tiago 5: 19-20 Mateus 26:41 Mateus 10:36 “Mas em todas estas coisas somos mais que vencedores, por Aquele que nos amou”. Romanos 8: 37 FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA BÁSICA
  • 76. 76 DOUTRINA 1 PROPÓSITO Que faria você se estivesse no meio do mar em um pequeno barco sacudido por fortes ondas e fustigado por ventos impetuosos e que, mesmo lutando com todas as suas forças, tudo parecesse em vão? Esta era a situação em que se encontravam os discípulos, segundo o relato de Mateus 8:23-27. Jesus estava no mesmo barco com eles, mas Ele não estava nem angustiado, nem aflito; pelo contrário, dormia placidamente, como que provando qual seria a reação deles diante da adversidade. A experiência que os apóstolos viveram naquele momento representa todo um ensino para cada um de nós, já que temos que enfrentar circunstâncias adversas, para que nosso caráter adquira a firmeza requerida para cumprirmos fielmente o propósito divino. Os grandes homens de Deus formaram-se no fogo da prova dos momentos difíceis. Uma vez que uma das maiores interrogações do crente é como vencer os obstáculos, esta lição fornecer-lhe-á recursos valiosos que permitam encontrar uma resposta concreta para sua inquietação.
  • 77. FUNDAMENTOS 77 DESENVOLVIMENTODOTEMA 1.OS OBSTÁCULOS MAIS COMUNS QUE SE APRESENTAM AO CRENTE a. O Mundo Quando Jesus orou por Seus discípulos, pediu a Deus que os guardasse do mal que se encontra no mundo, ou seja, mostrou que estava consciente do obstáculo que o mundo representa para todo aquele que anela crescer e permanecer no caminho i cristão. Ao falar aqui do mundo, faz referência ao sistema de coisas que nos rodeiam socialmente e que o inimigo pode utilizar como trunfo para nos atrair levar-nos a desenvolver uma conduta contrária aos padrões divinos. - Ter o pensamento sujeito à vontade de Deus (Filipenses 4:8). - Dedicar tempo para as coisas do Espírito (Romanos 8:5-6). - Evitar as alianças com as pessoas do mundo (2Coríntios 6: 14-16). - Manter contato permanente com a Palavra de Deus (Salmos 119:9). - Procurar ganhar nossos amigos para o Senhor (Tiago 5: 19-20). b. A Tentação O pecado do homem consiste em ceder a essa tentação, que aparece como uma cartada na qual o inimigo arrasta o homem a violar os mandamentos divinos. - Manter comunhão constante com o Espírito, através da oração (Lucas 11:4; 1 Tessalonicenses 5:17) - Estudar a Palavra para confessá-la (Mateus 4). - Renunciar a toda a raiz de pecado que permita a tentaçã (Provérbios 28:13). - Encher a mente das coisas do Espírito (Gálatas 5:16 e 25)
  • 78. 78 DOUTRINA 1 c. A Família Nosso trabalho é conquistar a família para Cristo. Ganhar a família em oração; Crer nas promessas de Deus; Ter bom testemunho diante deles; Perseverar até ganhá-los para Cristo. CONCLUSÃO Geralmente no desenrolar de sua vida, o homem encontra-se com diversos tipos de obstáculos e tem que lutar para enfrentá-los e superá-los. Estes são freios que se atravessam em seu caminho e que o impedem de atingir uma meta específica. Na vida cristã também surgem obstáculos que o inimigo coloca para enfraquecer nossa fé, mas que nas mãos de Deus convertem-se em elementos chave para fortalecer o caráter e preparar-nos para cumprir a obra que Ele nos determina. TAREFA Faça uma lista de todos os obstáculos que têm se apresentado ao longo de sua vida cristã. Classifique-os se provém do mundo, das tentações ou da família e dedique-se a superá-los, aplicando as sugestões contidas na lição. Selecione os nomes dos membros de sua família que não conhecem ao Senhor e reivindique-os para Cristo, em oração.
  • 79. FUNDAMENTOS 79 1. Analise o texto de Mateus 8:23-27 e responda às seguintes perguntas: a) Que fazia Jesus quando se apresentou a tempestade no mar? b) 0 que pensaram os discípulos que aconteceria com eles no meio daquela dificuldade? c) Com que declaração Jesus exortou aos discípulos? d) 0 que fez Jesus para que viesse grande bonança? e) Qual foi a reação dos homens? 2. Em João 16:33, o Senhor dá uma chave de confiança para enfrentar as aflições do mundo; qual é? 3. Mencione alguns obstáculos que se encontram no mundo, agrupando-os nos itens descritos em 1 João 2: 15-17: - Desejos da carne: - Desejos dos olhos: - Soberba da vida: 4. A tentação é outro dos obstáculos que se apresenta na vida do crente. Quando Jesus foi tentado, Sua defesa foi a confissão da Palavra. Relacione a resposta dada por Jesus diante de cada ataque do inimigo (Mateus 4:1-11). Questionário de Apoio para o Aluno 10
  • 80. 80 DOUTRINA 1 Ataque de Satanás Diz a estas pedras que se convertam em pão Resposta de Jesus Ataque de Satanás Se és o Filho de Deus, lança-te daqui abaixo Resposta de Jesus Ataque de Satanás Tudo isto te darei se prostrado me adorares Resposta de Jesus 5. 0 Sermão do Monte contém palavras de ânimo e de esperança de Jesus, para todos aqueles que se encontram em algum tipo de dificuldade (Mateus 5:1-12). A palavra bem-aventurado significa: Complete: Os pobres de espírito receberão os que choram os que têm fome e sede de justiça Os que sofrem perseguição por causa da justiça 6. 0 apóstolo Paulo dá a entender que estando em dificuldades, devemos viver pela fé, e em 2 Coríntios 4:8 diz que somos: Atribulados em tudo, mas não Perplexos, mas não Perseguidos mas não Abatidos, mas não 7. 2 Coríntios 4:17. Para Paulo as dificuldades eram uma:
  • 81. FUNDAMENTOS 81 8. 1 Coríntios 10:13. A tentação é: Filipenses 4:13. A fortaleza vem de 2 Coríntios 1:6. Se somos atribulados é 2 Coríntios 1:20. As promessas de Deus são 9. Qual é a recompensa para todo aquele que suporta a tentação? (Tiago 1:12) 10. Uma máxima de Paulo que ajuda a enfrentar com valentia cada momento difícil é: (Filipenses 4:4).