COORDENAÇÃO

Diretora Cristina Bachega
Coordenadora Rose Fico
Coordenadora Priscila Karine
AS
BO

!!
AS
D
IN
V

!!!
!!

!!!
!!!
A Ousadia de Ser Diferente
“Estar vivo é estar em conflito
permanente,
Produzindo dúvidas, certezas
questionáveis.
Estar vivo é assumir a Educação do...
Medo e coragem de ousar.
Medo e coragem em romper com o velho.
Medo e coragem em assumir a solidão de ser
diferente.
Medo ...
Educar a paixão ( de vida e morte ) é lidar
com esses dois ingredientes,
cotidianamente, através de nossa
capacidade, forç...
Somos sujeitos porque desejamos, sonhamos,
imaginamos e criamos, na busca
permanente da alegria, da esperança, do
fortalec...
Esperamos que todos nós possamos nos
apropriar dos saberes que nos serão
colocados nessa etapa.
Esperamos também que cada ...
PAPO CABEÇA

 FORME DUPLA COM UMA PESSOA QUE NÃO CONHECE
OU NÃO TENHA MUITA CONVIVÊNCIA.

 APRESENTE-SE E COMPARTILHE UM...
COORDENAÇÃO

Diretora Cristina Bachega
Coordenadora Rose Fico
Coordenadora Priscila Karine
Apresentamos, a seguir, as
atividades que serão realizadas.
São eventos importantes e que
precisarão da atenção dos (as)
s...
PALAVRAS QUE NORTEARÃO
NOSSO TRABALHO:
1 – Objetivo;
2 – Critério;
3 – Organização;
4 – Integração;
5 – Pontualidade;
6 – ...
MATERIAL DE USO OBRIGATÓRIO
• Dicionário Houaiss – Língua Portuguesa
• Dicionário de Língua Inglesa
• Dicionário de Língua...
Escutar, Ler e Escrever
Três atos fundamentais para a
proficiência dos alunos nas várias
áreas do saber, sobretudo línguas...
PADRONIZAÇÃO DAS AVALIAÇÕES E DOS
TRABALHOS ACADÊMICOS
•

Todos os trabalhos e avaliações deverão
seguir o PADRÃO ACADÊMIC...
REPROGRAFIAS
Se o professor programar-se, é possível
que tenha já no final de fevereiro todas
as cópias com as quais traba...
ORGANIZAÇÃO

Vistos:
 O Professor, se não tiver visto (rubrica) padrão, deverá
adquirir carimbo personalizado.
 Os cader...
Sala de aula:
 As carteiras devem permanecer em fileiras ao final de
cada aula.
 A sala deverá ser mantida limpa.
 Trab...
PESOS NAS AVALIAÇÕES E
BIMESTRES

Notas do Bimestre:
 Avaliação Mensal: 0 a 10;
 Avaliação Bimestral: 0 a 10;
 Nota Liv...
Bimestres:
 1º - peso 1
 2º - peso 2
 3º - peso 2
 4º - peso 3
ENVIO DAS AVALIAÇÕES

As avaliações deverão ser enviadas de acordo
com o cronograma, pois qualquer tipo de
atraso vai oner...
 AVALIAÇÃO BIMESTRAL (APENAS VIA E-MAIL)
*CONSIDERAR SEQUÊNCIA DE QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA PRÉESTABELECIDA.

 1º BIM...
SAÍDAS CULTURAIS
DEFINIR/SUGESTÕES:
Porto de Santos;
Centro Histórico de São Paulo;
Salesópolis;
Museu do Futebol;
Museu d...
OBRIGADO!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Planejamento 14.01.14

222 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
222
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Planejamento 14.01.14

  1. 1. COORDENAÇÃO Diretora Cristina Bachega Coordenadora Rose Fico Coordenadora Priscila Karine
  2. 2. AS BO !! AS D IN V !!! !! !!! !!!
  3. 3. A Ousadia de Ser Diferente
  4. 4. “Estar vivo é estar em conflito permanente, Produzindo dúvidas, certezas questionáveis. Estar vivo é assumir a Educação do sonho do cotidiano . Para permanecer vivo, educando a paixão, desejos de vida e morte, é preciso educar o medo e a coragem.
  5. 5. Medo e coragem de ousar. Medo e coragem em romper com o velho. Medo e coragem em assumir a solidão de ser diferente. Medo e coragem em construir o novo. Medo e coragem em assumir a educação deste drama, cujos personagens são nossos desejos de vida e morte.
  6. 6. Educar a paixão ( de vida e morte ) é lidar com esses dois ingredientes, cotidianamente, através de nossa capacidade, força vital (que todo ser humano possui, uns mais, outros menos, em outros anestesiada) e desejar sonhar, imaginar, criar.
  7. 7. Somos sujeitos porque desejamos, sonhamos, imaginamos e criamos, na busca permanente da alegria, da esperança, do fortalecimento da liberdade, de uma sociedade mais justa, da felicidade a que todos temos direito. Este é o drama de permanecemos vivos... fazendo Educação.” Madalena Freire
  8. 8. Esperamos que todos nós possamos nos apropriar dos saberes que nos serão colocados nessa etapa. Esperamos também que cada um siga os seus próprios passos, que trilhe novos caminhos, que ouse, que transforme, com a humildade de um eterno aprendiz. Equipe Pedagógica
  9. 9. PAPO CABEÇA  FORME DUPLA COM UMA PESSOA QUE NÃO CONHECE OU NÃO TENHA MUITA CONVIVÊNCIA.  APRESENTE-SE E COMPARTILHE UMA META OU OBJETIVO PESSOAL E PROFISSIONAL PARA ESTE ANO.
  10. 10. COORDENAÇÃO Diretora Cristina Bachega Coordenadora Rose Fico Coordenadora Priscila Karine
  11. 11. Apresentamos, a seguir, as atividades que serão realizadas. São eventos importantes e que precisarão da atenção dos (as) senhores (as) para a efetiva realização.
  12. 12. PALAVRAS QUE NORTEARÃO NOSSO TRABALHO: 1 – Objetivo; 2 – Critério; 3 – Organização; 4 – Integração; 5 – Pontualidade; 6 – Pesquisa; 7 – Assiduidade.
  13. 13. MATERIAL DE USO OBRIGATÓRIO • Dicionário Houaiss – Língua Portuguesa • Dicionário de Língua Inglesa • Dicionário de Língua Espanhola • Atrelar alguma pontuação na Nota Livre, se necessário. • Livros para leitura bimestral – Lista até 18/02 • (cobrar nas duas avaliações, pois não haverá mais prova de livro apenas) • Outras disciplinas – recomendar leituras e, se possível, trabalhar de modo interdisciplinar as obras já solicitadas em L. Portuguesa.
  14. 14. Escutar, Ler e Escrever Três atos fundamentais para a proficiência dos alunos nas várias áreas do saber, sobretudo línguas. *Chamadas orais; *Debates; *Seminários; *Pesquisas (CUIDADO!).
  15. 15. PADRONIZAÇÃO DAS AVALIAÇÕES E DOS TRABALHOS ACADÊMICOS • Todos os trabalhos e avaliações deverão seguir o PADRÃO ACADÊMICO, por isso os professores receberão o modelo via e-mail.(profa. Andreia Murilho) • Ao solicitar trabalhos, estabeleça: • critérios prévios de avaliação dos trabalhos; • data de entrega; • data de devolução e feedback.
  16. 16. REPROGRAFIAS Se o professor programar-se, é possível que tenha já no final de fevereiro todas as cópias com as quais trabalhará no 1º bimestre. Para tanto, deverá preencher requerimento e entregá-lo, anexo às atividades impressas, as coordenadoras. Não serão deferidos requerimentos não preenchidos completamente.
  17. 17. ORGANIZAÇÃO Vistos:  O Professor, se não tiver visto (rubrica) padrão, deverá adquirir carimbo personalizado.  Os cadernos e apostilas dos alunos, sobretudo do E.F., deverão ser vistos regularmente.  Fazer apenas anotações pertinentes nos cadernos e apostilas dos alunos e nas agendas.
  18. 18. Sala de aula:  As carteiras devem permanecer em fileiras ao final de cada aula.  A sala deverá ser mantida limpa.  Trabalhos que exijam recursos e participação de outras turmas deverão constar no planejamento bimestral.
  19. 19. PESOS NAS AVALIAÇÕES E BIMESTRES Notas do Bimestre:  Avaliação Mensal: 0 a 10;  Avaliação Bimestral: 0 a 10;  Nota Livre: 0 a 10.
  20. 20. Bimestres:  1º - peso 1  2º - peso 2  3º - peso 2  4º - peso 3
  21. 21. ENVIO DAS AVALIAÇÕES As avaliações deverão ser enviadas de acordo com o cronograma, pois qualquer tipo de atraso vai onerar todo o trabalho da coordenação.  AVALIAÇÃO MENSAL (E-MAIL E IMPRESSA)     1º BIMESTRE – ATÉ O DIA 11/03; 2º BIMESTRE – ATÉ O DIA 13/05; 3º BIMESTRE – ATÉ O DIA 13/08; 4º BIMESTRE – NÃO HÁ AV. MENSAL (ECCA)  E-MAIL PARA ENVIO:
  22. 22.  AVALIAÇÃO BIMESTRAL (APENAS VIA E-MAIL) *CONSIDERAR SEQUÊNCIA DE QUESTÕES DE MÚLTIPLA ESCOLHA PRÉESTABELECIDA.  1º BIMESTRE – ATÉ O DIA 11/04;  2º BIMESTRE – ATÉ O DIA 13/06;  3º BIMESTRE – ATÉ O DIA 11/09;  4º BIMESTRE – ATÉ O DIA 05/11 (inclusive os exames anual e final)  TODAS AS AVALIAÇÕES DEVERÃO TER AVALIAÇÕES SUBSTITUTIVAS, QUE PODERÃO SER DISSERTATIVAS.  E-MAIL PARA ENVIO:
  23. 23. SAÍDAS CULTURAIS DEFINIR/SUGESTÕES: Porto de Santos; Centro Histórico de São Paulo; Salesópolis; Museu do Futebol; Museu da Língua Portuguesa;
  24. 24. OBRIGADO!

×