Panorama da visão

9.518 visualizações

Publicada em

0 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.518
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
63
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
877
Comentários
0
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Panorama da visão

  1. 1. A VisãoA Visão
  2. 2. CompreendenCompreenden do a estruturado a estrutura da Igreja emda Igreja em célulascélulas
  3. 3. SloganSlogan Nosso encargo é: edificarNosso encargo é: edificar uma igreja de vencedores,uma igreja de vencedores, onde cada membro é umonde cada membro é um ministro e cada casa umaministro e cada casa uma igreja, conquistando assim,igreja, conquistando assim, a nossa geração através daa nossa geração através da igreja celular.igreja celular.
  4. 4. Nosso encargo é:Nosso encargo é: edificar uma Igreja de vencedores,edificar uma Igreja de vencedores, onde cadaonde cada membromembro é um ministro,é um ministro, e cada casae cada casa uma Igreja,uma Igreja, conquistando assim,conquistando assim, a nossa geraçãoa nossa geração através da Igreja Celular.através da Igreja Celular.
  5. 5. O que é encargo?O que é encargo? . Colocar o coração;. Colocar o coração; . Fazer como se fosse. Fazer como se fosse a ultima coisa quea ultima coisa que estaria fazendo naestaria fazendo na vida;vida; . Dar prioridade;. Dar prioridade; . Não esperar por. Não esperar por ninguém para fazerninguém para fazer o que tem que ser feito.o que tem que ser feito.
  6. 6. O que é Edificar?O que é Edificar? . Desenvolver o. Desenvolver o potencial que Deuspotencial que Deus deu a cada irmão;deu a cada irmão; . Estabelecer vínculos;. Estabelecer vínculos; . Aperfeiçoar ligaduras e juntas;. Aperfeiçoar ligaduras e juntas;
  7. 7. O que é Igreja?O que é Igreja? . Comunidade tendo. Comunidade tendo como centro o Senhorcomo centro o Senhor Jesus, desenvolvidaJesus, desenvolvida para praticar toda boapara praticar toda boa obra, fluindo nos donsobra, fluindo nos dons espirituais e onde cadaespirituais e onde cada um tem sua função;um tem sua função; . Arma de Deus contra o. Arma de Deus contra o inferno.inferno.
  8. 8. O que é Vencedor?O que é Vencedor? . Aquele que cumpre. Aquele que cumpre um propósito;um propósito; . Aquele que dá. Aquele que dá a resposta certaa resposta certa na hora adequada;na hora adequada; . Aquele que não se auto-preserva;. Aquele que não se auto-preserva; . Aquele que tem senso de oportunidade.. Aquele que tem senso de oportunidade.
  9. 9. O que é cada crente umO que é cada crente um ministro?ministro? . Deixar de ser um. Deixar de ser um consumidor e passar a serconsumidor e passar a ser um produtor;um produtor; . Aquele que se multiplica;. Aquele que se multiplica; . Aquele que tem um. Aquele que tem um propósito a ser cumprido.propósito a ser cumprido.
  10. 10. O que é cada casa umaO que é cada casa uma igreja?igreja? . Envolvimento na obra. Envolvimento na obra com nossos bens;com nossos bens; . Manifestar a realidade. Manifestar a realidade de Deus ondede Deus onde estivermos;estivermos; . Aproveitarmos todas. Aproveitarmos todas as oportunidades para estabelecermosas oportunidades para estabelecermos o reino.o reino.
  11. 11. O que é conquistar nossaO que é conquistar nossa geração?geração? . Impactar o nosso. Impactar o nosso tempo;tempo; . Estabelecer novos. Estabelecer novos paradigmas;paradigmas; . Ganhar o nosso próximo, onde quer. Ganhar o nosso próximo, onde quer que estejamos ou onde quer queque estejamos ou onde quer que sejamos enviados.sejamos enviados.
  12. 12. A IgrejaA Igreja celularcelular
  13. 13. O que é uma Igreja Celular?O que é uma Igreja Celular? UMA IGREJA DE DUAS ASASUMA IGREJA DE DUAS ASAS Celebração & CélulasCelebração & Células
  14. 14. CélulasCélulas . Não é culto nos lares;. Não é culto nos lares; . Muito menos a reunião da. Muito menos a reunião da célula é o único encontrocélula é o único encontro da célula.da célula.
  15. 15. Em uma Igreja em célulasEm uma Igreja em células Cada pessoa pertence aCada pessoa pertence a uma célula de não maisuma célula de não mais que 15 pessoas.que 15 pessoas. A célula é aA célula é a base de onde flui toda a estruturabase de onde flui toda a estrutura!!
  16. 16. A Igreja deve ser:A Igreja deve ser: Leve,Leve, Ágil eÁgil e Feroz.Feroz.
  17. 17. Funções de uma CélulaFunções de uma Célula EdificaçãoEdificação ComunhãoComunhão EvangelismoEvangelismo ServiçoServiço
  18. 18. Células - pontos de comunhãoCélulas - pontos de comunhão OrientaçõesOrientações OraçãoOração Ensino práticoEnsino prático Ação socialAção social CoberturaCobertura CelebraçõesCelebrações ParticipaçãoParticipação LibertaçãoLibertação VínculosVínculos
  19. 19. A Saúde daA Saúde da célulacélula
  20. 20. A Saúde da CélulaA Saúde da Célula temtem 04 Fatores04 Fatores
  21. 21. CélulaCélula forteforte Líder forteLíder forte OraçãoOração JejumJejum Leitura bíblicaLeitura bíblica 1ª fator1ª fator
  22. 22. Crescimento da CélulaCrescimento da Célula AnfitriãoAnfitrião VisitaçãoVisitação 2ª fator2ª fator
  23. 23. Multiplicação da CélulaMultiplicação da Célula Líder em treinamentoLíder em treinamento 3ª fator3ª fator
  24. 24. Fator intrínsecoFator intrínseco (4º fator)(4º fator) OraçãoOração JejumJejum Leitura bíblicaLeitura bíblica Célula ForteCélula Forte AnfitriãoAnfitrião VisitaçãoVisitação CrescimentoCrescimento Líder emLíder em treinamentotreinamento MultiplicaçãoMultiplicação AlvosAlvos
  25. 25. OsOs Estágios daEstágios da célulacélula
  26. 26. Estágios da Célula NormalEstágios da Célula Normal 04 estágios04 estágios . Comunhão -- 30 dias;. Comunhão -- 30 dias; . Evangelismo -- 60 dias ;. Evangelismo -- 60 dias ; . Edificação -- 150 dias ;. Edificação -- 150 dias ; . Multiplicação -- 30 dias .. Multiplicação -- 30 dias .
  27. 27. As células se multiplicam umaAs células se multiplicam uma vez por ano, quando atingem ovez por ano, quando atingem o número de 15 pessoas.número de 15 pessoas.
  28. 28. DiscipuladorDiscipulador CélulaCélula CélulaCélula CélulaCélula CélulaCélula As células são lideradas porAs células são lideradas por uma equipe pastoral:uma equipe pastoral:
  29. 29. Pastor dePastor de RedeRede Discipulador Discipulador Célula Célula Célula Célula Discipulador Discipulador Célula Célula Célula Célula Discipulador Discipulador Célula Célula Célula Célula Discipulador Discipulador Célula Célula Célula Célula
  30. 30. Pastor de CidadePastor de Cidade D D D D P.R. D D D D D P.R. D D D D D P.R. D D D D D P.R. D D D D D P.R. D
  31. 31. Pastor da Cidade Pastor de Rede Pastor de Rede Pastor de Rede Discipulador Discipulador DiscipuladorDiscipulador Discipulador Discipulador Líder de Célula Líder de Célula Líder de Célula Líder de Célula Líder de Célula Líder de Célula Líder de Célula Líder de Célula Líder de Célula Líder de Célula Líder de Célula Líder de Célula Líder de Célula Líder de Célula Líder de Célula Líder de Célula Líder de Célula Líder de Célula
  32. 32. Funções na Célula • O líder da célula – É alguém que se converteu, foi ao Encontro, batizou-se, fez o Curso de Maturidade no Espírito, tornou-se um líder em treinamento, e que agora, depois da multiplicação da célula, tornou-se líder e tem a sua própria célula. Ele lidera uma célula de acordo com sua faixa etária, no próprio bairro ou região da cidade onde mora.
  33. 33. Funções na Célula • O líder de célula é a figura chave dentro da estrutura de células. Ele não precisa ter um alto nível cultural ou intelectual, e nem tão pouco ser um grande conhecedor das Escrituras. Não precisa saber responder a todas as perguntas sobre a Bíblia, nem ser um grande pregador.
  34. 34. Funções na Célula • Todavia, deve apresentar as seguintes características: – Ser cheio do Espírito Santo, – Ser submisso, – Ser ensinável, – Ser transparente e – Ser tratável.
  35. 35. • As responsabilidades do líder de célula na célula: – 1. Estar na reunião da célula sempre com disposição e alegria. – 2. Planejar junto com os líderes em treinamento a reunião principal. – 3. Coordenar o compartilhamento da Palavra com a participação de todos os membros do grupo. – 4. Resolver todos os problemas de discórdia no grupo. – 5. Promover os vínculos de comunhão na célula.
  36. 36. • As responsabilidades do líder de célula na célula: – 6. Entrar em contato com os membros que faltaram na reunião, o mais rápido possível. – 7. Fazer o apascentamento dos membros, junto com os líderes em treinamento, semanalmente. – 8. Fazer o discipulado dos líderes em treinamento. – 9. Resolver - e comunicar imediatamente ao discipulador - todos os casos de imoralidade dentro da célula. – 10. Planejar e realizar reuniões extras.
  37. 37. • As responsabilidades do líder de célula na célula: – 11. Monitorar a assistência social aos carentes. – 12. Repassar todos os avisos da semana. – 13. Participar do projeto de oração e de reuniões previamente marcadas. – 14. Participar da reunião de discipulado e entregar os relatórios semanalmente. – 15. Planejar, junto com o discipulador, a multiplicação do grupo.
  38. 38. • As responsabilidades do líder de célula na célula: – 16. Valorizar cada momento de reunião da célula. – 17. Responder amorosa e imediatamente a uma necessidade surgida. – 18. Lidar com pessoas problemáticas, individualmente, fora do contexto da célula. – 19. Manter um ambiente calmo e descontraído no grupo. – 20. Coordenar a consolidação dos novos convertidos.
  39. 39. Funções na Célula • Tipos de líder de célula – Existem atitudes na vida de um líder que bloqueiam o fluir de Deus na célula e sua conseqüente multiplicação. São atitudes contrárias á visão. Assim podemos ter alguns tipos de líderes que estão fora da visão.
  40. 40. Funções na Célula •Tipos de líder de célula – 1. O monopolizador – 2. O nominal – 3. O deprimido – 4. O ansioso – 5. O “super star” – 6. O dependente – 7. O líder de célula ideal
  41. 41. Funções na Célula • O líder em treinamento – O líder em treinamento, juntamente com o líder, deve ter como objetivo principal na célula, a edificação dos irmãos e a multiplicação do grupo, no mínimo uma vez ao ano.
  42. 42. Funções na Célula • Responsabilidades do líder em treinamento: – 1. Participar do planejamento de todos os eventos da célula, junto com o líder. – 2. Facilitar e proporcionar os vínculos de comunhão na célula. – 3. Fazer o apascentamento dos membros que lhe foram designados, durante a semana. – 4. Organizar uma escala de visitas entre os membros. – 5. Monitorar a assistência social e a oferta na célula.
  43. 43. Funções na Célula • Responsabilidades do líder em treinamento: – 6. Participar do projeto de oração e de reuniões previamente marcadas, assim como manter uma vida constante de oração, jejum, leitura da Palavra e santidade. – 7. Fazer a consolidação dos novos convertidos. – 8. Participar da sua reunião de discipulado com o líder. – 9. Planejar a multiplicação da célula, junto com o líder. – 10. Motivar o surgimento de novos líderes.
  44. 44. Funções na Célula • O Anfitrião – O propósito básico da função do anfitrião de célula é produzir um ambiente físico propício para o fluir de Deus, e ser agradável e hospitaleiro para com os irmãos.
  45. 45. Funções na Célula • Responsabilidades do anfitrião: – 1. Estar sempre presente na reunião, resguardando-se das possíveis eventualidades. – 2. Participar do projeto de oração e de reuniões previamente marcadas, assim como manter uma vida constante de oração, jejum, leitura da palavra e santidade. – 3. Receber bem os membros da célula – com alegria e satisfação – sem formalidades.
  46. 46. Funções na Célula • Responsabilidades do anfitrião: – 4. Preparar o ambiente com oração, desligando horas antes a televisão e organizar os assentos. – 5. Participar ativamente da Célula. – 6. Informar sempre ao líder sobre eventuais problemas de abuso de liberdade na casa ou quaisquer prejuízos de ordem material causados pelos membros da célula. – 7. Auxiliar e motivar, juntamente com o líder, o surgimento de novos anfitriões.
  47. 47. Funções na Célula •Tipos de anfitrião – 1. O indiferente – 2. O falante. – 3. O constrangedor. – 4. O mal humorado. – 5. O controlador. – 6. O anfitrião de célula ideal.
  48. 48. Tipos de AnfitriãoTipos de Anfitrião O Indiferente • Não participa da reunião; • Não recebe as pessoas; • Não se envolve com a reunião e nem com os membros da célula; • Apatia em relação às necessidades das pessoas. • Lema : “Já faço muito em liberar a casa para a reunião”.
  49. 49. Tipos de AnfitriãoTipos de Anfitrião O Falante • Não dá oportunidade para o líder e nem para os membros da célula falarem; • Tende a monopolizar todas as atenções; • Fala o que não deve. • Torna-se inconveniente. • Lema : “Eu falo os outros ouvem”.
  50. 50. Tipos de AnfitriãoTipos de Anfitrião O Constrangedor • Não dá liberdade para uso da casa; • Restringe áreas essenciais; • Mostra descontentamento com incidentes durante as reuniões; • Lema : “As minhas coisas não estão à disposição da célula”.
  51. 51. Tipos de AnfitriãoTipos de Anfitrião O Mal-humorado • Nunca sorri; • O dia que o Senhor fez é sempre ruim; • A alegria da Salvação ele ainda não conhece; • Tira a liberdade do visitante. • Lema : “No mundo tereis aflições”.
  52. 52. Tipos de AnfitriãoTipos de Anfitrião O Controlador • “Cuida” da vida dos membros da célula mais que da sua própria. • É bisbilhoteiro; • Tenta manipular o líder; • Expressa postura de superioridade em relação à célula. • Lema : “Ajoelhou tem que rezar”.
  53. 53. Tipos de AnfitriãoTipos de Anfitrião O Ideal • Gentil no acolhimento às pessoas; • Envolve-se com os irmãos. • Educado para orientar quanto ao uso da casa; • Participa intensamente da reunião. • Inspira outros a serem anfitriões • Lema : “A célula é minha família”.
  54. 54. Funções na Célula • O Discipulador – O objetivos do discipulador é supervisionar a célula, apascentar e discipular o líder do grupo e levar todas as células debaixo de sua supervisão a se multiplicar no mínimo uma vez ao ano.
  55. 55. Funções na Célula • Responsabilidades do discipulador: – 1. Reunir-se semanalmente e individualmente, com os líderes de célula, para apascentamento, discipulado e supervisão dos grupos. – 2. Estabelecer uma escala de visitação dos grupos, e visitá-los semanalmente para supervisão, encorajamento e apascentamento. – 3. Estabelecer, juntamente com os líderes de célula, as metas a serem alcançadas, principalmente as datas de multiplicação dos grupos. – 4. Supervisionar a assistência aos carentes de sua Rede. – 5. Participar das reuniões previamente marcadas pela liderança da igreja.
  56. 56. Funções na Célula • Responsabilidades do discipulador: – 6. Gerar novos discipuladores entre os seus discípulos (líderes de célula). – 7. Entregar mensalmente o relatório de supervisão de célula e participar do grupo de discipulado do pastor de Rede. – 8. Verificar se a oferta e a Ceia estão acontecendo mensalmente na célula. – 9. Verificar se está havendo consolidação dos novos convertidos. – 10. Observar se o grupo tem crescido em comunhão. – 11. Checar se o ensino tem sido ministrado, quando este for previamente determinado.
  57. 57. Funções na Célula • Responsabilidades do discipulador: – 12. Reunir-se semanalmente com o pastor de área para ser apascentado e discipulado. – 13. Acompanhar o crescimento de cada célula debaixo de sua supervisão. – 14. Verificar se cada célula possui um líder em treinamento. – 15. Acompanhar, de perto, a freqüência de cada grupo. – 16. Atualizar periodicamente o recadastramento das células. – 17. Verificar se estão acontecendo as visitas e o “evento-ponte” em cada célula.
  58. 58. O discipulado • 1. Cada discipulador deve usar o formato do “VOS” V: Ver. Repita a visão constantemente e de várias formas aos seus líderes e auxiliares. O: Ouvir. Invista tempo para ouvir os seus líderes e tomar conhecimento sobre o que está acontecendo nas suas células, tanto em relação às notícias boas, quanto às dificuldades. S: Servir. Sirva aos seus líderes em qualquer circunstância, procurando suprir, de imediato, as necessidades apresentadas.
  59. 59. O discipulado • Tanto o pastor de área, quanto o discipulador precisam aprender a praticar o método de Jesus: – a. Faça. – b. Deixe que ele o observe enquanto você faz. – c. Você o observa enquanto ele faz. – d. Libere-o para o ministério.
  60. 60. O discipulado • 2. O Líder em treinamento deve ser discipulado pelo líder de célula O padrão do treinamento: – 1. O seu auxiliar observa o que você está fazendo. – 2. Você verbaliza o que fez, e explica a ele por que razão o fez. – 3. Você observa, enquanto o seu auxiliar faz aquilo que você já fez. – 4. Você o encoraja e mencione os pontos fortes e fracos que observou na atuação dele.
  61. 61. O discipulado O padrão do treinamento: – 5. Você providencia atividades que o ajudem a se fortalecer nas suas áreas de fraqueza. – 6. Entregue ao auxiliar a responsabilidade por uma determinada tarefa. – 7. Largue essa tarefa na mão dele, observando-o enquanto ele a executa. – 8. Após a multiplicação, observe cuidadosamente a maneira como o seu discípulo discipula o líder em treinamento dele. – 9. Continue sendo amigo próximo do seu ex-auxiliar, tratando-o de igual para igual.
  62. 62. O discipulado • Dicas de como ensinar o líder em treinamento a conduzir a célula. – 1. Antes de cada reunião, conte para ele tudo o que você pretende fazer, explicando o porquê. – 2. Depois da reunião, vocês dois deverão trocar idéias sobre o que aprenderam por meio daquilo que aconteceu. Aí, elaborem juntos o plano da próxima reunião. – 3. Troquem idéias sobre problemas que tiverem surgido, como por exemplo, alguém que travou a reunião por falar demais. Seja onde você for ministrar, leve junto o seu auxiliar!
  63. 63. O discipulado • Dicas de como ensinar o líder em treinamento a conduzir a célula. – 4. Quando julgar que ele está pronto, deixe-o conduzir as reuniões. – 5. Avalie os aspectos fortes e fracos da maneira com que ele conduziu a reunião. – 6. Durante o último mês antes da multiplicação, deixe-o dirigir a célula. Dessa maneira, quando metade do grupo for embora, sob a liderança dele, esses membros estarão sentindo plena confiança em seu novo líder.
  64. 64. O discipulado • Dicas de como ensinar o líder em treinamento a conduzir a célula. – 7. Quando for oportuno, deixe que o líder em treinamento assista, enquanto você aconselha alguém. Depois, explique o porquê de cada coisa que você fez. – 8. Quando fizer visitas ou procurar fazer novos contatos, leve junto o seu líder e, treinamento. – 9. Deixe que ele o observe ganhando pessoas para Cristo. – 10. Realizem juntos uma vigília de oração – realmente orando!

×