II Fórum Pró-Selo UNICEF

258 visualizações

Publicada em

Slides apresentados no II Fórum Pró-Selo UNICEF com ações desenvolvidas no município de Gravatá em Pernambuco, a partir do eixo semiárido.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

II Fórum Pró-Selo UNICEF

  1. 1. OBJETIVO: Valorizar as características da região do semiárido, respeitando as diversidades sócio- culturais das comunidades onde as escolas estão inseridas, através da formação de indivíduos críticos, reflexivos e dispostos a atuarem para melhoria e transformação do ambiente onde vivem.
  2. 2.  METODOLOGIA PROPOSTA: 1ª etapa: Pesquisa; 2ª etapa: Desdobramento; 3ª etapa: Mobilização comunitária; 4ª etapa: Resultados obtidos.  RESULTADOS ESPERADOS: Sensibilização por parte dos alunos e da comunidade, acerca da importância da preservação e recuperação das riquezas naturais, sendo: o solo, as nascentes, a mata ciliar e fauna da região e da importância de uma alimentação saudável livre de agrotóxicos.
  3. 3. • Participantes: 12 Dos quais: 11 são do gênero femininos e 1 masculino Mais de 16 % com idade entre 12 e 17 anos • O Gt conta com 10 pessoas que se consideram pardas e 02 brancas. • A zona rural tem 04 participantes enquanto que a urbana tem 08 integrantes. • Não tivemos participação de pessoas com deficiência nem representantes de entidades da infância e adolescência. • As escolas tem dois representantes da zona rural e 01 da zona urbana.
  4. 4. ENCONTROS REALIZADOS 1º 10/ 03/ 2011: Planejamento de ações 2º 22/ 07/2011: Definição de meios para a mobilização da comunidade. 3º 18/ 11/ 2011: Encaminhamentos necessários como: Marcar o calendário de atividades e aulas de campo.
  5. 5. • PLANO DE AÇÃO DO GT: ESCOLA : DOM RICARDO DE CASTRO VILELA SITUAÇÕES IDENTIFICADAS NA PESQUISA PROPOSTAS DE ATIVIDADES OU ENCAMINHAMENTO LOCAL ONDE AS AÇÕES DEVEM ACONTECER RESPONSÁVEIS PELA INSTITUIÇÃO E PELA EXECUÇÃO DAS PROPOSTAS PERÍODO, DATA OU TEMPO PREVISTO PARA EXECUÇÃO DAS AÇÕES.  Extinção da mata ciliar.  Aterramento E poluição das nascentes dos rios.  Sensibilização das situações encontradas.  Aula de campo com os alunos, professores e jovens da comunidade.  Incentivo a produção textual e artística.  Replantio da mata de mudas.  No âmbito escolar com parceria com a comuni- dade.  Alunos, professo- res, associa- ção de morado- res e secretaria do meio ambiente.  De junho de 2011 a 2012 , estando em execução.
  6. 6. ESCOLA : INÁCIO SATURNINO DE ARANTES SITUAÇÕES IDENTIFICA DAS NA PESQUISA PROPOSTAS DE ATIVIDADES OU ENCAMINHAMENTO LOCAL ONDE AS AÇÕES DEVEM ACONTECER RESPONSÁ- VEIS PELA INSTITUIÇÃO E PELA EXECUÇÃO DAS PROPOSTAS PERÍODO, DATA OU TEMPO PREVISTO PARA EXECUÇÃO DAS AÇÕES.  Extinção das espécies nativas da região do semiárido (fauna e flora).  Poluição dos rios.  Sensibilização das situações encontradas.  Aula de campo com os alunos e professores.  Pesquisas sobre a fauna e flora.  Produção textual.  Apresentação de teatro. resgatando a figura ilustre do Rei do Baião.  Fabricação do sabão ecológico, com a coleta de óleo usado pela comunidade. No âmbito escolar com parceria com a comuni- dade. Alunos, professo- res, comuni- dade De junho de 2011 a 2012, estando em execução .
  7. 7. SITUAÇÕES IDENTIFICADAS NA PESQUISA PROPOSTAS DE ATIVIDADES OU ENCAMINHAMENTO LOCAL ONDE AS AÇÕES DEVEM ACONTECER RESPONSÁV EIS PELA INSTITUIÇÃO E PELA EXECUÇÃO DAS PROPOSTAS PERÍODO, DATA OU TEMPO PREVISTO PARA EXECUÇÃO DAS AÇÕES. Necessidade da inserção de temas socioambientais, fortalecendo o diálogo escola /comunidade e a construção da sustentabilidade. Sensibilização do tema para alunos e comunidade. Construção de uma horta orgânica para servir a escola na merenda escolar. Leitura e produção de textos sobre alimentação saudável. No âmbito escolar com parceria com a comunidade. Alunos, monitores do Mais Educação. De novembro de 2011 a 2012 , em execução . ESCOLA : MONSENHOR JOSÉ ELIAS DE ALMEIDA
  8. 8. • ESCOLAS MUNICIPAIS: 03 • GRUPOS DE ESTUDOS FORMADOS: 03 • NÚMERO DE PARTICIPANTES DO GE: 21 • NÚMERO DE MATRÍCULA DAS ESCOLAS: •DOM RICARDO: 60 • INÁCIO SATURNINO: 39 • MONSENHOR JOSÉ ELIAS DE ALMEIDA: 1137 • MATRÍCULA DAS ESCOLAS COM PELO MENOS UM GE FORMADO : 1236 • TOTAL DE MATRÍCULAS NO MUNICÍPIO: 9584 • O PERCENTUAL DE MATRÍCULA POR GE FORMADO NAS ESCOLAS CHEGA A 12,89%
  9. 9. •MOBILIZAÇÃO: A mobilização das comunidades locais, dos representantes das Associações e das Secretarias de Educação e do Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural, deu-se por meio da entrega de ofícios e convites. •AS PARCERIAS: As atividades desenvolvidas em uma das escolas, a Escola Dom Ricardo deu-se • Secretaria do Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural por meio do projeto Cuidando Das Águas; • Secretaria de Educação; • APAC (Agência Pernambucana de Águas e Climas); • e das Associações: Filhos da Terra e a Amaterra.
  10. 10. A PARTICIPAÇÃO DE CRIANÇAS NAS AÇÕES DESENVOLVIDAS NA ESCOLA: As crianças receberam aprendizagens, tornando-se dessa forma, conscientes dos problemas da região e da necessidade de apresentar atitudes concretas para modificar a realidade encontrada e ainda levar tais conhecimentos a comunidade e a família, plantaram mudas de árvores próximo as suas casas e às nascentes da região, produziram uma horta orgânica, onde foi possível usar os vegetais na merenda escolar.
  11. 11. • Os jovens das comunidades rurais foram envolvidos nas atividades de Eco-turismo como forma de aprender técnicas para a preservação ambiental, partindo da consciência ecológica e a partir dessas novas aprendizagens, perceberem o campo como meio para criação de renda e qualidade de vida, o que permitirá a sua permanência no espaço em que vivem. Os jovens participantes foram conduzidos ainda a observação, replantio de mudas nativas e conscientização dos moradores e também dos donos de algumas propriedades locais sobre os sérios problemas ambientais da região.
  12. 12. - Escola Dom Ricardo de Castro Vilela-  Pesquisa de campo - Levantamento das situações encontradas na comunidade local;  Sessão de vídeos - para sensibilização dos alunos acerca do tema;  Aula de campo – para visita e observação das nascentes e replantio de mudas da mata ciliar;  Concurso de desenhos a partir da aula de campo com entrega de prêmios – para retratar o ambiente local;  Apresentação pelos alunos das atividades realizadas para a comunidade – para socialização das ideias articuladas em sala;  Participação dos jovens da comunidade nas atividades desenvolvidas pelo Projeto Cuidando das Águas – para visita e observação da mata e as nascentes;  Curso de turismo ecológico - para os jovens da comunidade e comunidades vizinhas.
  13. 13. - Escola Inácio Saturnino de Arantes-  Pesquisa de campo - Levantamento das situações encontradas na comunidade local;  Produção de textos – para desenvolver o tema;  Atividades artísticas e culturais – para apresentar o tema de forma lúdica à comunidade;  Coleta de óleo de cozinha usado –  Fabricação do sabão ecológico com a comunidade – para reaproveitar o óleo de cozinha;  Aula de campo – para a ampliação do conhecimento. - Escola monsenhor José Elias de Almeida. Pesquisa de campo: observação do espaço em torno da escola para a construção da horta. Atividades :Preparação do terreno para adubar,e semear. Divisão dos grupos para o cuidado com a horta. Palestras sobre os perigos do uso do agrotóxicos para a saúde. Confecção da horta suspensa com a reutilização de garrafas pet
  14. 14. - Escola Dom Ricardo de Castro Vilela-  Pesquisa de campo - Levantamento das situações encontradas na comunidade local;  Sessão de vídeos - para sensibilização dos alunos acerca do tema;  Aula de campo – para visita e observação das nascentes e replantio de mudas da mata ciliar;  Concurso de desenhos a partir da aula de campo com entrega de prêmios – para retratar o ambiente local;  Apresentação pelos alunos das atividades realizadas para a comunidade – para socialização das ideias articuladas em sala;  Participação dos jovens da comunidade nas atividades desenvolvidas pelo Projeto Cuidando das Águas – para visita e observação da mata e as nascentes;  Curso de turismo ecológico - para os jovens da comunidade e comunidades visinhas.
  15. 15. CONTEÚDOS CURRICULARES Os dados coletados foram organizados de forma interdisciplinar, tendo em vista a discussão da temática entre as várias disciplinas e ainda trazendo para o debate em sala de aula, as curiosidades apontadas pelos alunos que perpassam a realidade onde vivem e envolvem a degradação ambiental no Brasil e no mundo.
  16. 16. PRINCIPAIS RESULTADOS DOS TRABALHOS NA ESCOLA DOM RICARDO
  17. 17. PRINCIPAIS RESULTADOS DOS TRABALHOS NA ESCOLA INÁCIO SATURNINO
  18. 18. PRINCIPAIS RESULTADOS DOS TRABALHOS NA ESCOLA MONSENHOR JOSÉ ELIAS DE ALMEIDA

×