Era a-noite-antes-do-natal...

234 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
234
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Era a-noite-antes-do-natal...

  1. 1. Era a noite antes do Natal…
  2. 2. Era a noite antes do Natal quando nada se ouvia, e naquela casa nem um rato se sentia… As meias já estavam penduradas na chaminé… à espera dos presentes, isso é que é! As crianças descansavam nas suas caminhas, com sonhos muito doces a dançar nas cabecinhas.
  3. 3. Foi então que lá fora surgiu uma luz muito clara. Saí logo da cama, para ver o que se passava… afastei as cortinas e então vi o que era. A lua que luzia lá no alto do céu, iluminava um trenó que passava. Com o brilho da neve tudo reluzia, eu fiquei tão espantado, que pensava que ainda dormia… e sonhava.
  4. 4. O trenó levava um pequeno e velhinho condutor, muito contente, que falava, falava... Era puxado por sete renas e o Pai Natal por todas elas chamava… - Agora, Dasher! Vamos, Dancer e Vixen! Para a frente, Comet! Anda, Cupid, Donder e Blitzen! - Para a frente, parem lá no alto, cuidado, cuidado!
  5. 5. O trenó voou e num telhado cheio de neve aterrou… Estava cheio de brinquedos e presentes para dar, e o Pai Natal saiu depressa para os ir entregar. Depois, num piscar de olhos, ouvi no telhado um barulho talvez um pouco abafado… Tal como esperava, estava quase a acontecer: O Pai Natal pela chaminé estava a descer…
  6. 6. Estava vestido de vermelho e pêlo branco, Desde os pés até à cabeça. Tirou os presentes, olhou para a lista: - Vamos lá a ver, que nada me esqueça! Os seus olhos piscavam, cheios de alegria As bochechas coradas , o nariz vermelho, A boca debaixo do bigode escondida E uma barba branca, quase até ao joelho!
  7. 7. Pegou numa bolachinha E o maroto, a sorrir, Deu-lhe uma dentadinha E gostou, pois pôs-se a rir! Era um velhinho divertido Parecia uma criança, Ria-se, piscava os olhos E baloiçava a sua pança…
  8. 8. Sem dizer uma palavra, pôs-se a trabalhar Pois havia presentes para entregar! Dirigiu-se às meias, viu os pedidos, E todos ficaram bem distribuídos! Depois subiu pela chaminé e saltou para o trenó…faltavam entregar as prendas do neto e da avó! Conforme partiu, ouviu-se ao longe uma voz, que dizia bem alto: FELIZ NATAL para todos vós!

×