SlideShare uma empresa Scribd logo
Escola S/3 Arquiteto Oliveira Ferreira
                     (Cód. 403337)




                   Construção de itens de Ciências Naturais 2013
                                                                             8.º Ano de Escolaridade

                              Ecossistemas: Interações seres vivos-ambiente
                                                      Grupo I

O comportamento das formigas varia de grupo para grupo. Em geral, podem ser caçadoras,
agricultoras, recoletoras e mesmo pastoras. As formigas guerreiras atacam as suas presas em
grupos muito numerosos, matando-as e comendo-as. As agricultoras cultivam fungos no
interior do ninho, garantindo a determinadas espécies de que se alimentam as condições ideais
de crescimento. As recoletoras cortam matéria vegetal que levam para o ninho. As pastoras
protegem pulgões e aproveitam o excesso de seiva açucarada que estes sugam de algumas
plantas.
Por vezes, certas formigas capturam outras espécies diferentes que se tornam escravas no seu
ninho. O controlo dos “escravos” é também conseguido pelas feromonas libertadas pela rainha.




                       Figura 1- Exemplo de um formigueiro ou ninho comum entre as formigas

Legenda:

1 - Larvas e Pupa
A formiga passa por três fases antes de se tornar adulta: ovo, larva e pupa (imaturos). Nesta última, ela fica em estado
de dormência, até eclodir e atingir a maturidade.
2 – Câmaras
O ninho da formiga é dividido em câmaras. Nelas, as formigas cultivam fungos simbiontes a partir de folhas em
decomposição. A formiga não vive sem o fungo e vice-versa).
3 – Soldados
As chamadas formigas "soldados" são responsáveis por proteger as entradas do ninho de possíveis predadores. Essas
guardiãs têm a cabeça e as garras maiores do que as operárias "comuns".
4 – Lixo
Uma das câmaras, geralmente no fundo do ninho, é reservada para armazenar o "lixo": restos de fungos, de folhas e
ainda de formigas mortas.
5 – Rainha
Esta vive em média dez anos, enquanto as operárias têm um ciclo de vida de cerca de quatro meses. Quando a
reprodutora morre, a organização social existente extingue-se em poucos meses.
Escola S/3 Arquiteto Oliveira Ferreira
                   (Cód. 403337)

Na resposta a cada um dos itens 1 e 2, seleciona a única opção que permite obter uma
afirmação correta.

 1.   A relação biótica dos grupos de formigas é designada por

      (A)   relação intra-específica de cooperação em sociedade.
      (B)   relação intra-específica de cooperação em colónia.
      (C)   relação interespecífica de cooperação em sociedade.
      (D)   relação interespecífica de cooperação em colónia.

 2. As formigas guerreiras têm muito sucesso na caça porque

      (A)   matam e comem as suas presas rapidamente
      (B)   atacam as suas presas e levam-nas para o ninho
      (C)   atacam as suas presas em grupos muito numerosos
      (D)   matam presas com peso 100 vezes maior que o seu próprio peso.



 3. Identifica a relação biótica entre as formigas pastoras e os pulgões




 4. Faz corresponder cada um dos tipos de relação biótica, expressos na coluna A, à
    respetiva designação, que consta da coluna B

                           Coluna A                                           Coluna B
(a) Relação entre seres vivos de duas espécies diferentes em       (1) Predação
    que ambos são prejudicados.                                    (2) Amensalismo
(b) Relação entre seres vivos de duas espécies diferentes em       (3) Mutualismo
    que os de uma espécie são beneficiados e os da outra são       (4) Cooperação
    indiferentes.                                                  (5) Competição intra-
(c) Relação ente seres vivos de duas espécies diferentes em        específica
    que os de uma espécie são prejudicados e os da outra não       (6) Competição
    são afetados.                                                  interespecífica
(d) Relação entre seres vivos da mesma espécie em que              (7) Comensalismo
    ambos disputam os recursos.                                    (8) Canibalismo
(e) Relação entre seres vivos de duas espécies diferentes em
    que os de uma espécie, para se alimentarem, matam os da
    outra.




 5. Explica por que motivo se pode considerar que a relação biótica que se estabelece entre
      os pulgões e as plantas ser um caso de parasitismo.
      Na resposta devem ser utilizados os seguintes conceitos: hospedeiro e parasita.
Escola S/3 Arquiteto Oliveira Ferreira
                    (Cód. 403337)




                            CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE CLASSIFICAÇÃO



      1.    …………………………………………………………………………………………………………                             3 Pontos
           Opção (A)

      2.   …………………………………………………………………………………………………………                               3 Pontos
           Opção (C)

      3.   …………………………………………………………………………………………………………                               3 Pontos
           Mutualismo

      4.   …………………………………………………………………………………………………………                               6 pontos

           (a)-(6); (b)-(7); (c)-(2); (d)-(5); (e)-(1)

      Níveis     Número de correspondências assinaladas correctamente           Pontuação
        2                              4 ou 5                                       6
        1                              2 ou 3                                       3


      5. …………………………………………………………………………………………………………                                8 pontos
O parasita é o ser beneficiado e o hospedeiro é o ser prejudicado.
Os pulgões são insetos que se alimentam das plantas, sugando-lhes a seiva, rica em açúcar.
Os pulgões obtêm, assim, o alimento de que necessitam, sendo beneficiados e prejudicando as
plantas.




Níveis           Descritores do nível de desempenho no domínio específico da      Pontuação
                                           disciplina
            A resposta apresenta:
  4         • os dois tópicos de referência;                                          8
            • organização coerente dos conteúdos;
            • linguagem científica adequada.
            A resposta apresenta:
  3         • os dois tópicos de referência;
            • falhas de coerência na organização dos conteúdos e/ou falhas na         6
            aplicação da
            linguagem científica.
            A resposta apresenta:
  2         • um dos tópicos de referência;                                           4
            • linguagem científica adequada.
            A resposta apresenta:
  1         • um dos tópicos de referência;                                           2
            • falhas na aplicação da linguagem científica.
Escola S/3 Arquiteto Oliveira Ferreira
               (Cód. 403337)




                                            Trabalho realizado por:

                                             Bruna Soares nº1-9ºC
                                              Daniela Silva nº5-9ºC
                                         Margarida Santos nº18-9ºD

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

38347187 relacoes-ecologicas-exercicios
38347187 relacoes-ecologicas-exercicios38347187 relacoes-ecologicas-exercicios
38347187 relacoes-ecologicas-exerciciosLina Magalhaes
 
Aula complementar COM RESPOSTAS - bio reino protista - prof james
Aula complementar COM RESPOSTAS - bio reino protista - prof jamesAula complementar COM RESPOSTAS - bio reino protista - prof james
Aula complementar COM RESPOSTAS - bio reino protista - prof jamesJames Martins
 
Atividade de ciencias 3 7 ano - 1° bim - 2013
Atividade de ciencias 3    7 ano - 1° bim - 2013Atividade de ciencias 3    7 ano - 1° bim - 2013
Atividade de ciencias 3 7 ano - 1° bim - 2013Luciano Mendes
 
Lista de exercícios bio com gabarito 3ºano 2ºbim - colégio domínius -profo james
Lista de exercícios bio com gabarito 3ºano 2ºbim - colégio domínius -profo jamesLista de exercícios bio com gabarito 3ºano 2ºbim - colégio domínius -profo james
Lista de exercícios bio com gabarito 3ºano 2ºbim - colégio domínius -profo jamesJames Martins
 
1º pp de_ciências_6º_ano-27-03
1º pp de_ciências_6º_ano-27-031º pp de_ciências_6º_ano-27-03
1º pp de_ciências_6º_ano-27-03Simone Dantas
 
Lista de exercícios Ecologia e Relações ecológicas
Lista de exercícios Ecologia e Relações ecológicas Lista de exercícios Ecologia e Relações ecológicas
Lista de exercícios Ecologia e Relações ecológicas Carlos Priante
 
Simulado saresp 6ºano
Simulado saresp 6ºanoSimulado saresp 6ºano
Simulado saresp 6ºanoJuliana Gomes
 
B1 diversidade na biosfera (exercícios)
B1   diversidade na biosfera (exercícios)B1   diversidade na biosfera (exercícios)
B1 diversidade na biosfera (exercícios)Nuno Correia
 
Aval 7 ano(reinos_carac_virus_bact)
Aval 7 ano(reinos_carac_virus_bact)Aval 7 ano(reinos_carac_virus_bact)
Aval 7 ano(reinos_carac_virus_bact)Ercio Novaes
 
Atividade ciencias 6 º ano
Atividade ciencias 6 º anoAtividade ciencias 6 º ano
Atividade ciencias 6 º anoMLGGS
 

Mais procurados (20)

38347187 relacoes-ecologicas-exercicios
38347187 relacoes-ecologicas-exercicios38347187 relacoes-ecologicas-exercicios
38347187 relacoes-ecologicas-exercicios
 
Aula complementar COM RESPOSTAS - bio reino protista - prof james
Aula complementar COM RESPOSTAS - bio reino protista - prof jamesAula complementar COM RESPOSTAS - bio reino protista - prof james
Aula complementar COM RESPOSTAS - bio reino protista - prof james
 
Questoes ciencias e
Questoes ciencias eQuestoes ciencias e
Questoes ciencias e
 
Atividade de ciencias 3 7 ano - 1° bim - 2013
Atividade de ciencias 3    7 ano - 1° bim - 2013Atividade de ciencias 3    7 ano - 1° bim - 2013
Atividade de ciencias 3 7 ano - 1° bim - 2013
 
Ciências7
Ciências7Ciências7
Ciências7
 
Testes ecologia
Testes ecologiaTestes ecologia
Testes ecologia
 
Lista de exercícios bio com gabarito 3ºano 2ºbim - colégio domínius -profo james
Lista de exercícios bio com gabarito 3ºano 2ºbim - colégio domínius -profo jamesLista de exercícios bio com gabarito 3ºano 2ºbim - colégio domínius -profo james
Lista de exercícios bio com gabarito 3ºano 2ºbim - colégio domínius -profo james
 
Biologia no ENEM
Biologia no ENEMBiologia no ENEM
Biologia no ENEM
 
1º pp de_ciências_6º_ano-27-03
1º pp de_ciências_6º_ano-27-031º pp de_ciências_6º_ano-27-03
1º pp de_ciências_6º_ano-27-03
 
Lista de exercícios Ecologia e Relações ecológicas
Lista de exercícios Ecologia e Relações ecológicas Lista de exercícios Ecologia e Relações ecológicas
Lista de exercícios Ecologia e Relações ecológicas
 
Simulado saresp 6ºano
Simulado saresp 6ºanoSimulado saresp 6ºano
Simulado saresp 6ºano
 
Atividades de-ecologia
Atividades de-ecologiaAtividades de-ecologia
Atividades de-ecologia
 
Avaliação diagnóstica 8º ano
Avaliação diagnóstica   8º anoAvaliação diagnóstica   8º ano
Avaliação diagnóstica 8º ano
 
Ficha+de+revisões
Ficha+de+revisõesFicha+de+revisões
Ficha+de+revisões
 
Teste 25 fev v1
Teste 25 fev v1Teste 25 fev v1
Teste 25 fev v1
 
B1 diversidade na biosfera (exercícios)
B1   diversidade na biosfera (exercícios)B1   diversidade na biosfera (exercícios)
B1 diversidade na biosfera (exercícios)
 
Exercicios cadeia-alimentar-2
Exercicios cadeia-alimentar-2Exercicios cadeia-alimentar-2
Exercicios cadeia-alimentar-2
 
Aval 7 ano(reinos_carac_virus_bact)
Aval 7 ano(reinos_carac_virus_bact)Aval 7 ano(reinos_carac_virus_bact)
Aval 7 ano(reinos_carac_virus_bact)
 
Atividade ciencias 6 º ano
Atividade ciencias 6 º anoAtividade ciencias 6 º ano
Atividade ciencias 6 º ano
 
Teste cn 8ºano
Teste cn 8ºanoTeste cn 8ºano
Teste cn 8ºano
 

Destaque (20)

Itens 8ºano
Itens 8ºanoItens 8ºano
Itens 8ºano
 
Itens 7ºa..
Itens 7ºa..Itens 7ºa..
Itens 7ºa..
 
Aendt8 doc e (1)
Aendt8 doc e (1)Aendt8 doc e (1)
Aendt8 doc e (1)
 
Testes
TestesTestes
Testes
 
Itens 9ºa..
Itens 9ºa..Itens 9ºa..
Itens 9ºa..
 
Itens
ItensItens
Itens
 
Sucessão ecológica
Sucessão ecológicaSucessão ecológica
Sucessão ecológica
 
Itens 7ºano
Itens 7ºanoItens 7ºano
Itens 7ºano
 
Itens 8ºano
Itens 8ºanoItens 8ºano
Itens 8ºano
 
Recursosnaturaisfinal 100504060932-phpapp02
Recursosnaturaisfinal 100504060932-phpapp02Recursosnaturaisfinal 100504060932-phpapp02
Recursosnaturaisfinal 100504060932-phpapp02
 
Teste cn
Teste cnTeste cn
Teste cn
 
Ciencias 8ºano - 3º teste
Ciencias   8ºano - 3º testeCiencias   8ºano - 3º teste
Ciencias 8ºano - 3º teste
 
Correção
CorreçãoCorreção
Correção
 
Itens 7º ano
Itens 7º anoItens 7º ano
Itens 7º ano
 
Output
OutputOutput
Output
 
6 protecoeconservaodanatureza-110915160059-phpapp02
6 protecoeconservaodanatureza-110915160059-phpapp026 protecoeconservaodanatureza-110915160059-phpapp02
6 protecoeconservaodanatureza-110915160059-phpapp02
 
Itens 7ºano
Itens 7ºanoItens 7ºano
Itens 7ºano
 
Itens 9ºa..
Itens 9ºa..Itens 9ºa..
Itens 9ºa..
 
Etar gaia litoral brochura
Etar gaia litoral brochuraEtar gaia litoral brochura
Etar gaia litoral brochura
 
Cronograma pesa arquitecto oliveira ferreira 2012 2013
Cronograma pesa arquitecto oliveira ferreira 2012 2013Cronograma pesa arquitecto oliveira ferreira 2012 2013
Cronograma pesa arquitecto oliveira ferreira 2012 2013
 

Semelhante a Itens 8ºano

Relacoes_Ecologicas_-_1o_ano.docx
Relacoes_Ecologicas_-_1o_ano.docxRelacoes_Ecologicas_-_1o_ano.docx
Relacoes_Ecologicas_-_1o_ano.docxGiordamiAlmeida
 
ae_ca8_ficha_avaliacao_2_nov16.docx
ae_ca8_ficha_avaliacao_2_nov16.docxae_ca8_ficha_avaliacao_2_nov16.docx
ae_ca8_ficha_avaliacao_2_nov16.docxIvoneSilva83
 
Modelo de-prova-sobre-ecologia
Modelo de-prova-sobre-ecologiaModelo de-prova-sobre-ecologia
Modelo de-prova-sobre-ecologiargsronisilva
 
Atividades de ciências avaliação com os descritores
Atividades de ciências avaliação com os descritoresAtividades de ciências avaliação com os descritores
Atividades de ciências avaliação com os descritoresNTE
 
Sistemática, Vírus, Reino Protista, Monera e Fungi
Sistemática, Vírus, Reino Protista, Monera e FungiSistemática, Vírus, Reino Protista, Monera e Fungi
Sistemática, Vírus, Reino Protista, Monera e FungiSheila Lorena Araujo Coelho
 
Teste Sumativo de ciências naturais do 8º ano de escolaridade_.pdf
Teste Sumativo de ciências naturais do 8º ano de escolaridade_.pdfTeste Sumativo de ciências naturais do 8º ano de escolaridade_.pdf
Teste Sumativo de ciências naturais do 8º ano de escolaridade_.pdfcancela
 
Treinamento para a AV1 - II bimestre
Treinamento para a AV1 - II  bimestreTreinamento para a AV1 - II  bimestre
Treinamento para a AV1 - II bimestreemanuel
 

Semelhante a Itens 8ºano (20)

Relacoes_Ecologicas_-_1o_ano.docx
Relacoes_Ecologicas_-_1o_ano.docxRelacoes_Ecologicas_-_1o_ano.docx
Relacoes_Ecologicas_-_1o_ano.docx
 
ae_ca8_ficha_avaliacao_2_nov16.docx
ae_ca8_ficha_avaliacao_2_nov16.docxae_ca8_ficha_avaliacao_2_nov16.docx
ae_ca8_ficha_avaliacao_2_nov16.docx
 
1_BG11_T3a_21_CC.pdf
1_BG11_T3a_21_CC.pdf1_BG11_T3a_21_CC.pdf
1_BG11_T3a_21_CC.pdf
 
Modelo de-prova-sobre-ecologia
Modelo de-prova-sobre-ecologiaModelo de-prova-sobre-ecologia
Modelo de-prova-sobre-ecologia
 
Ficha 3 revisao
Ficha 3   revisaoFicha 3   revisao
Ficha 3 revisao
 
Ficha 3 revisao
Ficha 3   revisaoFicha 3   revisao
Ficha 3 revisao
 
Atividades de ciências avaliação com os descritores
Atividades de ciências avaliação com os descritoresAtividades de ciências avaliação com os descritores
Atividades de ciências avaliação com os descritores
 
Oitavo plano de sheila coelho
Oitavo plano de sheila coelhoOitavo plano de sheila coelho
Oitavo plano de sheila coelho
 
Sistemática, Vírus, Reino Protista, Monera e Fungi
Sistemática, Vírus, Reino Protista, Monera e FungiSistemática, Vírus, Reino Protista, Monera e Fungi
Sistemática, Vírus, Reino Protista, Monera e Fungi
 
10 teste 10.4
10 teste 10.410 teste 10.4
10 teste 10.4
 
Relações entre os seres vivos
Relações entre os seres vivosRelações entre os seres vivos
Relações entre os seres vivos
 
Relações entre os seres vivos
Relações entre os seres vivosRelações entre os seres vivos
Relações entre os seres vivos
 
Relações entre os seres vivos
Relações entre os seres vivosRelações entre os seres vivos
Relações entre os seres vivos
 
Relações entre os seres vivos
Relações entre os seres vivosRelações entre os seres vivos
Relações entre os seres vivos
 
Relações entre os seres vivos
Relações entre os seres vivosRelações entre os seres vivos
Relações entre os seres vivos
 
Teste Sumativo de ciências naturais do 8º ano de escolaridade_.pdf
Teste Sumativo de ciências naturais do 8º ano de escolaridade_.pdfTeste Sumativo de ciências naturais do 8º ano de escolaridade_.pdf
Teste Sumativo de ciências naturais do 8º ano de escolaridade_.pdf
 
Avaliação 6 ano
Avaliação 6 anoAvaliação 6 ano
Avaliação 6 ano
 
Teste 02
Teste 02Teste 02
Teste 02
 
1
11
1
 
Treinamento para a AV1 - II bimestre
Treinamento para a AV1 - II  bimestreTreinamento para a AV1 - II  bimestre
Treinamento para a AV1 - II bimestre
 

Mais de Deolinda Silva

Apresentacao 7-sistema-cardiorespiratorio
Apresentacao 7-sistema-cardiorespiratorioApresentacao 7-sistema-cardiorespiratorio
Apresentacao 7-sistema-cardiorespiratorioDeolinda Silva
 
27072437 4-ciencias-naturais-8âº-ano-perturbacoes-no-equilibrio-dos-ecossistemas
27072437 4-ciencias-naturais-8âº-ano-perturbacoes-no-equilibrio-dos-ecossistemas27072437 4-ciencias-naturais-8âº-ano-perturbacoes-no-equilibrio-dos-ecossistemas
27072437 4-ciencias-naturais-8âº-ano-perturbacoes-no-equilibrio-dos-ecossistemasDeolinda Silva
 
Sistemaneurohormonalaulas
SistemaneurohormonalaulasSistemaneurohormonalaulas
SistemaneurohormonalaulasDeolinda Silva
 

Mais de Deolinda Silva (13)

07. sistema digestivo
07. sistema digestivo07. sistema digestivo
07. sistema digestivo
 
Itens 7ºano
Itens 7ºanoItens 7ºano
Itens 7ºano
 
Itens 9ºano
Itens 9ºanoItens 9ºano
Itens 9ºano
 
Aquecimento global
Aquecimento globalAquecimento global
Aquecimento global
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
Apresentacao 7-sistema-cardiorespiratorio
Apresentacao 7-sistema-cardiorespiratorioApresentacao 7-sistema-cardiorespiratorio
Apresentacao 7-sistema-cardiorespiratorio
 
Sistema circulatorio
Sistema circulatorioSistema circulatorio
Sistema circulatorio
 
Projecto alcool
Projecto alcoolProjecto alcool
Projecto alcool
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
27072437 4-ciencias-naturais-8âº-ano-perturbacoes-no-equilibrio-dos-ecossistemas
27072437 4-ciencias-naturais-8âº-ano-perturbacoes-no-equilibrio-dos-ecossistemas27072437 4-ciencias-naturais-8âº-ano-perturbacoes-no-equilibrio-dos-ecossistemas
27072437 4-ciencias-naturais-8âº-ano-perturbacoes-no-equilibrio-dos-ecossistemas
 
Sistemaneurohormonal
SistemaneurohormonalSistemaneurohormonal
Sistemaneurohormonal
 
Sistemaneurohormonalaulas
SistemaneurohormonalaulasSistemaneurohormonalaulas
Sistemaneurohormonalaulas
 
Pes2013
Pes2013Pes2013
Pes2013
 

Itens 8ºano

  • 1. Escola S/3 Arquiteto Oliveira Ferreira (Cód. 403337) Construção de itens de Ciências Naturais 2013 8.º Ano de Escolaridade Ecossistemas: Interações seres vivos-ambiente Grupo I O comportamento das formigas varia de grupo para grupo. Em geral, podem ser caçadoras, agricultoras, recoletoras e mesmo pastoras. As formigas guerreiras atacam as suas presas em grupos muito numerosos, matando-as e comendo-as. As agricultoras cultivam fungos no interior do ninho, garantindo a determinadas espécies de que se alimentam as condições ideais de crescimento. As recoletoras cortam matéria vegetal que levam para o ninho. As pastoras protegem pulgões e aproveitam o excesso de seiva açucarada que estes sugam de algumas plantas. Por vezes, certas formigas capturam outras espécies diferentes que se tornam escravas no seu ninho. O controlo dos “escravos” é também conseguido pelas feromonas libertadas pela rainha. Figura 1- Exemplo de um formigueiro ou ninho comum entre as formigas Legenda: 1 - Larvas e Pupa A formiga passa por três fases antes de se tornar adulta: ovo, larva e pupa (imaturos). Nesta última, ela fica em estado de dormência, até eclodir e atingir a maturidade. 2 – Câmaras O ninho da formiga é dividido em câmaras. Nelas, as formigas cultivam fungos simbiontes a partir de folhas em decomposição. A formiga não vive sem o fungo e vice-versa). 3 – Soldados As chamadas formigas "soldados" são responsáveis por proteger as entradas do ninho de possíveis predadores. Essas guardiãs têm a cabeça e as garras maiores do que as operárias "comuns". 4 – Lixo Uma das câmaras, geralmente no fundo do ninho, é reservada para armazenar o "lixo": restos de fungos, de folhas e ainda de formigas mortas. 5 – Rainha Esta vive em média dez anos, enquanto as operárias têm um ciclo de vida de cerca de quatro meses. Quando a reprodutora morre, a organização social existente extingue-se em poucos meses.
  • 2. Escola S/3 Arquiteto Oliveira Ferreira (Cód. 403337) Na resposta a cada um dos itens 1 e 2, seleciona a única opção que permite obter uma afirmação correta. 1. A relação biótica dos grupos de formigas é designada por (A) relação intra-específica de cooperação em sociedade. (B) relação intra-específica de cooperação em colónia. (C) relação interespecífica de cooperação em sociedade. (D) relação interespecífica de cooperação em colónia. 2. As formigas guerreiras têm muito sucesso na caça porque (A) matam e comem as suas presas rapidamente (B) atacam as suas presas e levam-nas para o ninho (C) atacam as suas presas em grupos muito numerosos (D) matam presas com peso 100 vezes maior que o seu próprio peso. 3. Identifica a relação biótica entre as formigas pastoras e os pulgões 4. Faz corresponder cada um dos tipos de relação biótica, expressos na coluna A, à respetiva designação, que consta da coluna B Coluna A Coluna B (a) Relação entre seres vivos de duas espécies diferentes em (1) Predação que ambos são prejudicados. (2) Amensalismo (b) Relação entre seres vivos de duas espécies diferentes em (3) Mutualismo que os de uma espécie são beneficiados e os da outra são (4) Cooperação indiferentes. (5) Competição intra- (c) Relação ente seres vivos de duas espécies diferentes em específica que os de uma espécie são prejudicados e os da outra não (6) Competição são afetados. interespecífica (d) Relação entre seres vivos da mesma espécie em que (7) Comensalismo ambos disputam os recursos. (8) Canibalismo (e) Relação entre seres vivos de duas espécies diferentes em que os de uma espécie, para se alimentarem, matam os da outra. 5. Explica por que motivo se pode considerar que a relação biótica que se estabelece entre os pulgões e as plantas ser um caso de parasitismo. Na resposta devem ser utilizados os seguintes conceitos: hospedeiro e parasita.
  • 3. Escola S/3 Arquiteto Oliveira Ferreira (Cód. 403337) CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE CLASSIFICAÇÃO 1. ………………………………………………………………………………………………………… 3 Pontos Opção (A) 2. ………………………………………………………………………………………………………… 3 Pontos Opção (C) 3. ………………………………………………………………………………………………………… 3 Pontos Mutualismo 4. ………………………………………………………………………………………………………… 6 pontos (a)-(6); (b)-(7); (c)-(2); (d)-(5); (e)-(1) Níveis Número de correspondências assinaladas correctamente Pontuação 2 4 ou 5 6 1 2 ou 3 3 5. ………………………………………………………………………………………………………… 8 pontos O parasita é o ser beneficiado e o hospedeiro é o ser prejudicado. Os pulgões são insetos que se alimentam das plantas, sugando-lhes a seiva, rica em açúcar. Os pulgões obtêm, assim, o alimento de que necessitam, sendo beneficiados e prejudicando as plantas. Níveis Descritores do nível de desempenho no domínio específico da Pontuação disciplina A resposta apresenta: 4 • os dois tópicos de referência; 8 • organização coerente dos conteúdos; • linguagem científica adequada. A resposta apresenta: 3 • os dois tópicos de referência; • falhas de coerência na organização dos conteúdos e/ou falhas na 6 aplicação da linguagem científica. A resposta apresenta: 2 • um dos tópicos de referência; 4 • linguagem científica adequada. A resposta apresenta: 1 • um dos tópicos de referência; 2 • falhas na aplicação da linguagem científica.
  • 4. Escola S/3 Arquiteto Oliveira Ferreira (Cód. 403337) Trabalho realizado por: Bruna Soares nº1-9ºC Daniela Silva nº5-9ºC Margarida Santos nº18-9ºD