As Fadas

9.406 visualizações

Publicada em

Uma história de fadas e de magia.

Publicada em: Educação, Saúde e medicina
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.406
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
297
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
206
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • As Fadas

    1. 1. (…Uma história de magia.) ERA UMA VEZ Autores: Educadora e Crianças da Sala 4 Jardim de Infância Brandoa 2
    2. 2. … Uma fada.
    3. 3. Que fazia magia Com pozinhos mágicos…
    4. 4. Pintava o mundo das fadas! … Ela deixava cair os pozinhos e eles pintavam o mundo das cores do arco-íris.
    5. 5. Pintava o sol de amarelo,
    6. 6. As plantas e a relva de verde,
    7. 7. O céu de azul
    8. 8. Os carros, os telhados e o estádio do Benfica de encarnado
    9. 9. E as flores de muitas cores, tantas como as cores do arco-íris.
    10. 10. O pó mágico era muito especial, por isso… … Ela guardava-o dentro de uma arca mágica, Que escondia atrás da porta .
    11. 11. A arca só se abria com uma palavra mágica: favor”. Era… faz “ se
    12. 12. O pozinho mágico era muito precioso! … Ah pois, porque era feito dos dentes que os meninos punham debaixo da almofada.
    13. 13. A fada ficava tão feliz quando encontrava um dente que até deixava um presente. A fada procurava debaixo da almofada. (Todos têm uma almofada para dormir e na escola também há uma almofada.) Para encontrar os dentes, a fada tinha que procurar muito por todo o lado e ficava muito cansada.
    14. 14. Um dia ela estava tão cansada de procurar tantos dentes, que se encostou numa flor e adormeceu profundamente.
    15. 15. Ora ali perto vivia um gigante… Tinha mãos grandes, boca grande e dentes muito grandes!... Que era muito mau! … … E muito muito grande!
    16. 16. Tinha sempre cara de zangado, E ninguém gostava dele. Porque as pessoas tinham medo… Ele só partia e estragava tudo!...
    17. 17. A casa dele era numa caverna escura no fundo de uma grande montanha.
    18. 18. Um dia ele viu as cores do país das fadas a brilhar e pensou que devia ser bom viver nele…
    19. 19. Então saiu da caverna e foi para o país das fadas.
    20. 20. Ele viu frutos muito bonitos, muito saborosos e com muitas cores
    21. 21. Apanhou os frutos todos e comeu-os, porque tinha muita fome. E as frutas eram muito coloridas e cheiravam tão bem que apetecia mesmo comê-las!... A barriga dele era muito grande!
    22. 22. Depois espreitou na casa da fada, viu a arca mágica atrás da porta e levou-a para a caverna dele. Como a fada estava a dormir, não viu nada.
    23. 23. Quando a fada acordou... … Olhou pela janela e ficou muito triste porque o mundo das fadas estava todo cinzento e não tinha cor!
    24. 24. Como naquele dia da trovoada, que estava quase de noite, choveu muito gelo, não havia sol e estava tudo escuro! Nem se podia ir brincar à rua!
    25. 25. Ela gostava muito do sol!... … E chorou muito, chorou até à noite. A fada ficou muito triste!
    26. 26. Mas depois lembrou-se que também tinha uma varinha mágica… A fada acendeu a varinha e já havia luz! E já não tinha medo. A varinha era brilhante e tinha uma estrela em cima. O escuro não faz mal!!!... Ela já não via o escuro.
    27. 27. A fada fez magia e as nuvens desapareceram.
    28. 28. A lua cintilante e uma estrela cadente apareceram no céu,
    29. 29. E com a estrela cadente veio a rainha das fadas, que era a mais mágica de todas, Pois, porque ela era a Mãe das fadas.
    30. 30. Ela chamou todas as meninas fadas e disse para eles trazerem as suas varinhas mágicas, E voaram todos para a caverna do gigante.
    31. 31. A caverna estava muito escura, húmida e fria… … E muito feia! Estava toda desarrumada.
    32. 32. Juntaram todas as varinhas mágicas para terem muito poder. E fizeram uma magia ao gigante, que ficou logo muito bonzinho Ficou logo a rir-se e com cara de bom.
    33. 33. Deu a caixa mágica à fada, Que disse: “Se faz favor” e a tampa mágica abriu-se logo. A fada tirou um bocadinho de pó mágico, espalhou-o dentro da caverna do gigante, que ficou logo muito arrumada e bem cheirosa. Cheirava a perfume de limão!
    34. 34. E no jardim do gigante nasceram muitos frutos deliciosos. O gigante nunca mais teve fome de fruta e nunca mais foi mau.
    35. 35. Ficou a viver no país das fadas, e ajudava-as a fazer as coisas muito grandes porque elas eram pequeninas…
    36. 36. E foram todos muito felizes para sempre!!! FIM

    ×